Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.526.485.067.080 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 766 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 77 ir para página                         

  1 / 766 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-875590
Autor: Barbosa, Joelma Pinheiro Meira; Pinto, Isabela Cardoso de Matos.
Título: Gestão descentralizada do curso de formação técnica de agente comunitário de saúde na ETSUS - Bahia / Decentralized management of the technical training course for community health agents at ETSUS - Bahia
Fonte: In: Solla, Jorge José Santos Pereira. Estratégias da política de gestão do trabalho e educação na saúde: experiências da Bahia. Salvador, UDUFBA, 2014. p.308-308.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo geral é analisar o modelo de gestão para o desenvolvimento do curso de agente comunitário de Saúde nas diferentes regiões do estado e, como objetivos específicos, caracterizar os aspectos do modelo de gestão do curso descentralizado de agente comunitário de Saúde (ACS), 4 definir o termo gestão descentralizada no âmbito da EFTS, identificar as ações da supervisão de gestão descentralizada relacionadas ao desenvolvimento do curso técnico do ACS desenvolvido pela EFTS e analisar em que medida a supervisão facilita ou dificulta a gestão descentralizada relacionada ao desenvolvimento do curso técnico do ACS realizado pela EFTS. O processo de produção dos dados envolveu a realização de entrevistas com informantes-chaves e análise de documentos referentes à Gestão descentralizada do curso de formação técnica de agente Educação profissiona. O estudo revelou desigualdades entre as regiões e também um processo eminentemente político, com muitos pontos convergentes em todos os municípios pesquisados: problemas pedagógicos, administrativos, gerenciais, políticos e financeiros. Isto sugere ser necessário melhor planejamento e consolidação das parcerias e melhor comunicação integrada e estruturada num sistema eficiente e eficaz de informação e informatização. (AU)
Descritores: Trabalho
Agentes Comunitários de Saúde/educação
Educação Profissional em Saúde Pública/organização & administração
Educação
Limites: Humanos
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  2 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-996686
Autor: Rodrigues, Leandra dos Santos; Scherer, Andréia Aparecida; Moreira, Neide Martins.
Título: Intervenção educativa com agentes comunitários de saúde sobre giardíase em região de fronteira - Foz do Iguaçu / Educational intervention with health community agents regarding giardiasis in border region - Foz do Iguaçu
Fonte: Arq. ciências saúde UNIPAR;23(2):89-95, maio-ago. 2019.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi comparar o conhecimento prévio e a assimilação das informações sobre giardíase pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de Foz do Iguaçu após intervenção educativa. Trata-se de um estudo comparativo de abordagem quantitativa com 55 ACS, do distrito sanitário Norte de Foz do Iguaçu. Foi utilizado um questionário contendo 10 questões fechadas sobre a giardíase que foi aplicado em dois momentos sequenciais da pesquisa. Inicialmente, foi aplicado um questionário para a avaliação do conhecimento prévio dos ACS sobre a giardíase. Em seguida, foi ministrada uma palestra sobre a doença para esse público e, aplicado novamente o questionário para a avaliação da assimilação das informações sobre a giardíase. Os dados coletados foram analisados pelo programa BioEstat 5.0® e utilizado o teste de Poisson, com significância de 5%. Foram identificadas fragilidades no conhecimento dos ACS na avaliação prévia para as variáveis investigadas (p<0,05). Após a intervenção educativa, observou-se aumento na média de acertos em todas as variáveis estudadas (p<0,05). A intervenção educativa favorece conhecimento aos ACS, possibilitando mudança no panorama da giardíase e, consequentemente melhora na qualidade de saúde da população.

The objective of this study was to compare the prior knowledge and assimilation of information regarding giardiasis by the Health Community Agents (HCA) from Foz do Iguaçu after educational intervention. This is a comparative study of the quantitative approach using 55 HCA from the northern health district in Foz do Iguaçu. A questionnaire containing 10 yes-or-no questions about giardiasis that was applied in two sequential moments of the research. Initially, a questionnaire was applied for assessing the HCA's prior knowledge regarding giardiasis. Then, the subjects attended a lecture on the disease and then, the questionnaire was applied again for assessing the assimilation of information on giardiasis. The data collected were analyzed using BioEstat 5.0® and the Poisson test with 5% significance. Weak points in the knowledge of the HCA were identified in the previous assessment for the investigated variables (p<0.05). After the educational intervention, there was an increase in the average number of correct answers in all variables studied (p<0.05). The educational intervention favors the retention of knowledge by the HCA, allowing a change in the panorama of giardiasis and, consequently, an improvement in the health quality of the population.
Descritores: Áreas de Fronteira
Giardíase/prevenção & controle
Agentes Comunitários de Saúde/educação
-Doenças Parasitárias/prevenção & controle
Atenção Primária à Saúde
Poluição da Água/prevenção & controle
Higiene/educação
Saneamento Básico/prevenção & controle
Aula
Diarreia/parasitologia
Coliformes/análise
Saúde da População
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  3 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-906436
Autor: Silva, Benazir Benício da; Travasso, Samantha Quitête; Mallmann, Danielli Gavião; Vasconcelos, Eliane Maria Ribeiro de.
Título: Uso do rádio para educação em saúde: percepção do agente comunitário de saúde / Use of radio to health education: perception of the community health agent / Uso de la radio para la educación en salud: percepción del agente comunitario de salud
Fonte: Rev. baiana saúde pública;41(3):734-746, jul. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Os meios de comunicação são difusores de mensagens e podem ser usados como ferramentas para educação em saúde, que pode ser difundida pelo uso do rádio, por este ser o meio de comunicação mais acessível para a população e profissionais da saúde, como o Agente Comunitário de Saúde, que é o responsável pela interlocução das necessidades da comunidade e os serviços de saúde. O objetivo deste estudo é identificar as opiniões dos Agentes Comunitários de Saúde sobre o uso do rádio como ferramenta para a realização da educação em saúde. Trata-se de estudo descritivo, exploratório, de abordagem qualitativa, realizado com 11 Agentes Comunitários de Saúde, em Recife, Pernambuco, Brasil. Os dados foram coletados por meio de entrevistas semiestruturadas e processados pela técnica do Discurso do Sujeito Coletivo. Surgiram as seguintes ideias centrais: o rádio como fonte de informação em várias áreas; o rádio como ferramenta de abrangência das ações da Estratégia de Saúde da Família; a rádio comunitária não desperta interesse de escuta na comunidade; a linguagem acessível e que promova sentido a essa população; o uso do rádio requer planejamento dos conteúdos a serem abordados; a participação da comunidade na programação da rádio. Concluiu-se que há interesse do Agente Comunitário de Saúde no uso de novas tecnologias, o que impulsiona reflexões sobre a necessidade de capacitação desses profissionais para utilização das ferramentas radiofônicas. Além disso, são indispensáveis a participação da comunidade e a inclusão, nas discussões, das suas necessidades.

The means of communication are message broadcasters and can be used as tools for health education, which can be disseminated through the use of radio because it is the most accessible means of communication for the population and health professionals, such as the Community Health Agent, who is the responsible for communicating community needs and health services. The objective this study is to identify the opinions of the Community Health Agents about the use of radio as a tool for the realization of health education. This is a descriptive, exploratory study, of qualitative approach, performed with 11 Community Health Agents, in Recife, Pernambuco, Brazil. The data were collected through semi-structured interviews and processed by the technique of Collective Subject Speech. The following central ideas emerged: the radio as a source of information in several areas; the radio as coverage tool of the Family Health Strategy actions; the community radio doesn't rise the listening interest in the community; the accessible language that promotes meaning for this population; the use of radio requires planning of the contents to be addressed; the community participation in the radio programing. In conclusion, there is interest of the Community Health Agent in the use of new technologies, that boosts reflections on the need for training those professionals for the use radiophonic tools. Besides that, the community participation and inclusion in the discussions about their needs are indispensable.

Los medios de comunicación son difusores de mensajes y pueden ser usados como herramientas para educación en salud, que puede ser difundida por el uso de la radio por ser el medio de comunicación más accesible para la población y profesionales de la salud, como el Agente Comunitario de Salud que es el responsable de la interlocución de las necesidades de la comunidad y los servicios de salud. El objetivo de este estudio es identificar las opiniones de los Agentes Comunitarios de Salud sobre el uso de la radio como herramienta para la realización de la educación en salud. Tratase de un estudio descriptivo, exploratorio, con enfoque cualitativo, realizado con 11 Agentes Comunitarios de Salud en Recife, Pernambuco, Brasil. Los datos fueron recogidos por medio de entrevistas semiestructuradas y procesados por la técnica de Discurso del Sujeto Colectivo. Surgieron las siguientes ideas centrales: el radio como fuente de información en varias áreas; el radio como herramienta de cobertura de las acciones de la Estrategia Salud de la Familia; la radio comunitaria no despierta interés de escucha en la comunidad; el lenguaje accesible y que promueve sentido a esa población; el uso de la radio requiere planificación de los contenidos a ser abordados; la participación de la comunidad en la programación de la radio. Concluyóse que hay interés del Agente Comunitario de Salud en el uso de nuevas tecnologías, lo que impulsa reflexiones sobre la necesidad de capacitación de estos profesionales para la utilización de las herramientas radiofónicas. Además, son indispensables la participación de la comunidad y la inclusión, en las discusiones, de sus necesidades.
Descritores: Rádio
Educação em Saúde
Comunicação
Agentes Comunitários de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  4 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859669
Autor: Costa, Káren Maria Rodrigues da; Sousa, João Janilson da Silva; Rocha, Rebeca Barbosa da; Lino, Maísa Ravenna Beleza; Brito, Geovania Vieira de; Sousa, Noé Fontenele de.
Título: Cuidado à saúde da pessoa em situação de rua: debate e relatos para uma abordagem intersetorial / Health care of the homeless: debate and reports for an intersectorial approach
Fonte: Saude e pesqui. (Impr.);10(2):251-258, May-Aug. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo apresenta relato referente ao "I Encontro sobre as Políticas de Atendimento à População em Situação de Rua: Articulação entre SUS e SUAS", realizado por residentes da Residência Multiprofissional em Saúde da Família em Parnaíba (PI) durante os meses de outubro e novembro de 2016. O objetivo é discorrer sobre o encontro e discutir as políticas de atendimento à pessoa em situação de rua - PSR. O evento teve como público-alvo os agentes comunitários de saúde (ACS) e enfermeiros de quatro Distritos de Saúde. O evento possibilitou a discussão sobre a PSR, as políticas de reconhecimento dessa população, a existência e qualidade do serviço ofertado pelo Centro de Referência Especializado para População de Rua e a discussão de casos. Desse modo, o evento proporcionou aos profissionais de saúde a oportunidade de lançar um novo olhar em relação à PSR e criou a possibilidade de realização de outros eventos com o mesmo tema destinado aos profissionais de outros setores da rede.

This paper presents a report about the "I Conference on Policies for Assistance to Homeless People: Articulation between SUS and SUAS", held on October 2016 by a team of residents of the Multi-professional Residence in Family Health in Parnaíba city, Brazil, from October to November 2016. This study aims to discuss the Conference and the assistance policies for homeless people. The conference's audience was the Health Community Agents (HCA) and nurses from 4 Health Districts. The event allowed discussions about homeless people, recognition policies of this population, existence and quality of the service offered by the Specialized Reference Centre for the Homeless People and case discussions. Thus, the health professionals on Conference had the opportunity to take a fresh look towards the homeless people and raised the possibility of the realization of other events with the same subject intended to professionals from other sectors of the network.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Pessoas em Situação de Rua
Colaboração Intersetorial
-Agentes Comunitários de Saúde
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR313.1 - Biblioteca Ana Bove


  5 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048082
Autor: Lanza, Fernanda Moura; Vieira, Nayara Figueiredo; Oliveira, Mônica Maria Celestina de; Lana, Francisco Carlos Félix.
Título: Validação do instrumento de avaliação do desempenho da atenção primária nas ações de controle da hanseníase (PCAT ­ hanseníase): versão profissionais / Validation of assessment tool to performance leprosy control actions in primary care (PCAT ­ leprosy): professional version
Fonte: HU rev;44(3):311-323, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A hanseníase ainda é um problema de saúde pública no Brasil e os serviços de atenção primária possuem papel primordial na realização das ações de prevenção e controle para redução da carga de doença. Objetivo: construir e validar um instrumento de avaliação do desempenho da atenção primária nas ações de controle da hanseníase na perspectiva dos profissionais médicos e enfermeiros. Material e Métodos: Trata-se de um estudo metodológico de construção e validação de instrumento. Foram realizadas a validação de face e conteúdo com 15 especialistas, pré-teste do instrumento com 37 profissionais do município de Betim e validação de construto e de confiabilidade, cuja amostra foi composta por 124 enfermeiros e médicos de Almenara, Teófilo Otoni e Governador Valadares. Os dados foram coletados no período de junho a dezembro de 2012. Para a validação de construto, foi utilizada a análise fatorial exploratória. Para a validade, a análise da consistência interna foi realizada utilizando o coeficiente alfa de Cronbach e considerou-se um valor de, no mínimo, 0,70. O estudo de confiabilidade teste/reteste foi realizado por meio da reaplicação do instrumento em 10% da amostra, 30 dias após o término da coleta de dados em cada município. Utilizou-se o Teste de Wilcoxon, adotando o valor de p≥0,05. Resultados: A primeira fase do estudo permitiu a exclusão de 86 itens do questionário e não foi possível realizar a validação de construto devido à inadequação da amostra. Optou-se em realizar a análise fatorial para explorar o comportamento dos itens dos atributos e efetuar a exclusão dos itens em espelho à versão do instrumento destinada aos Agentes Comunitários de Saúde que foi validada. O instrumento mostrou medidas de fidedignidade aceitáveis. Conclusão: A utilização do instrumento proposto poderá identificar as fragilidades da atenção primária na atenção à hanseníase segundo a experiência dos profissionais.

Introduction: Leprosy is still a public health problem in Brazil, and primary health care services play a major role in the prevention and control actions to reduce the burden of disease. Objective: The study aimed to construct and validate an instrument to assess the performance of primary care in leprosy actions control in primary care from the perspective of doctors and nurses. Material and Methods: This study constructed and validated an instrument. The face and content validity was performed with 15 experts, pretesting with 37 professionals in the municipality of Betim and construct and reliability validation were performed with 124 nurses and doctors from Almenara, Governador Valadares and Teófilo Otoni. Data were collected from June to December 2012. For the construct validation, the exploratory factorial analysis was used. For validity, internal consistency analysis was performed using the Cronbach's alpha coefficient and a value of at least 0.70 was considered. The test / retest reliability study was performed by means of the reapplication of the instrument in 10% of the sample, 30 days after the end of the data collection in each municipality. The Wilcoxon test was used, adopting the value of p≥0.05. Results: The first phase of the study allowed the exclusion of 86 items of the questionnaire and it was not possible to construct validation because of inadequate sample. It was decided to perform the factorial analysis to explore the behavior of the items of the attributes and to exclude the items in mirror to the version of the instrument for the Community Health Agents that was validated. The instrument proved to be acceptable measures of reliability. Conclusion: The use of the proposed instrument can identify the weaknesses of primary care in leprosy care according to the professionals experience.
Descritores: Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Hanseníase
-Atenção Primária à Saúde
Inquéritos e Questionários
Análise Fatorial
Agentes Comunitários de Saúde
Hanseníase/prevenção & controle
Enfermeiras e Enfermeiros
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  6 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1123293
Autor: Costa, Carolina Coutinho; Silva, Camila Daiane; Acosta, Daniele Ferreira; Gutmann, Victoria Leslyê Rocha.
Título: A percepção de agentes comunitárias de saúde sobre o planejamento reprodutivo com adolescentes / La percepción de las trabajadoras comunitarias de la salud sobre la planificación reproductiva con adolescentes / The perception of community health workers about reproductive life planning with adolescents
Fonte: Rev. enferm. UFSM;10:57, 2020.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: conhecer a percepção de agentes comunitárias de saúde sobre o planejamento reprodutivo realizado com os adolescentes. Método: estudo qualitativo com dez agentes de uma unidade básica de saúde da família. Para a coleta de dados foi utilizado Grupo Focal. Utilizou-se a Análise de Conteúdo. Resultados: as agentes acreditavam na importância do planejamento reprodutivo com adolescentes, considerando o pouco diálogo intrafamiliar e a dificuldade em abordar o assunto nas visitas domiciliares. Reconheciam a necessidade de abordar o planejamento de modo ampliado, ao encontro do autoconhecimento, do respeito com o próximo e da prevenção das violências. Conclusão: a percepção das agentes pode ser favorecida ou prejudicada pela relação de proximidade com os profissionais de saúde. A temática deve ser discutida com os adolescentes, pois muitos não possuem comunicação com os pais, representando um tabu em muitos lares, seja por questões culturais ou por acreditarem ser um incentivo à prática sexual.

Objective: to know the community health workers' perception of reproductive life planning carried out with adolescents. Method: a qualitative study with ten agents from a Family Health Basic Unit. The Focal Group was used for data collection. Content Analysis was used. Results: the agents believed in the importance of reproductive life planning with adolescents, considering the little intra-family dialogue and the difficulty in approaching the subject during home visits. They recognized the need to approach reproductive planning in a broader way, meeting self-knowledge, respecting others, and preventing violence. Conclusion: the agents' perception can be favored or impaired by a close relationship with health professionals. The theme should be discussed with adolescents, as many have no communication with their parents, representing a taboo in many homes, either for cultural reasons or because they believe it is an incentive to sexual practice.

Objetivo: conocer la percepción de las trabajadoras comunitarias de la salud sobre la planificación reproductiva realizada con adolescentes. Método: estudio cualitativo con diez trabajadoras de una unidad básica de salud familiar. El grupo focal se utilizó para la recopilación de datos. Se utilizó el análisis de contenido. Resultados: las trabajadoras creían en la importancia de la planificación reproductiva con los adolescentes, considerando la poca cantidad de diálogo intrafamiliar y la dificultad de abordar el tema durante las visitas domiciliarias. Reconocieron la necesidad de abordar la planificación de un modo más amplio, en búsqueda del autoconocimiento, del respeto por los demás y evitando la violencia. Conclusión: la estrecha relación con los profesionales de la salud puede favorecer o perjudicar la percepción de las trabajadoras. El tema debe discutirse con los adolescentes, ya que muchos no tienen comunicación con sus padres, lo que representa un tabú en muchos hogares, ya sea por razones culturales o porque creen que es un incentivo para la práctica sexual.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde da Família
Adolescente
Agentes Comunitários de Saúde
Planejamento Familiar
Limites: Humanos
Adolescente
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  7 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048112
Autor: Souza, Ronimara Gonçalves de; Lanza, Fernanda Moura; Souza, Raissa Silva.
Título: Sensibilização dos agentes comunitários de saúde para a atuação nas ações prevenção e controle da hanseníase: relato de experiência / Sensitization of community health agents in leprosy control actions: an experience report
Fonte: HU rev;44(3):411-415, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A integração das Ações de Controle da Hanseníase (ACH) na Atenção Primária à saúde é considerada atualmente a melhor estratégia para diminuição da carga da doença. são realizadas ações que visam à promoção, prevenção, recuperação e reabilitação comprometida com a integralidade da assistência à saúde, focado na família, considerando o contexto socioeconômico, cultural e epidemiológico da comunidade em que está inserido. Objetivo:descrever a experiência de sensibilização dos Agentes Comunitários de saúde (ACs) de um município do Centro-oeste Mineiro para desenvolverem ações de prevenção e controle de hanseníase a fim de reduzir o estigma e realizar o diagnóstico oportuno de casos. Relato da experiência: Trata-se de um projeto de extensão universitária financiado pela Pró-reitoria de extensão e Assuntos Comunitários da universidade Federal de são João del rei. Foi desenvolvido no município de Carmo do Cajuru no período de março 2015 a março 2016, com 26 ACs. Para desenvolvimento das atividades foi usado o método interacionista, que é a perspectiva na qual o sujeito age diretamente sobre o objeto do conhecimento, problematizando sua ação. Como estratégica metodológica foram realizadas dinâmicas, exposição dialogada, apresentação de um vídeo seguido de roda de conversa e avaliação com exposição de frases em que o participante as julgariam como verdadeiras ou falsas. Resultados: A equipe do projeto estimulou a elaboração de um plano de mobilização da comunidade sobre a hanseníase que foi executado durante o ano de 2016. A partir da sensibilização da comunidade na igreja, houve a demanda espontânea ao serviço de saúde de uma pessoa com sinais dermatológicos, sendo que o diagnóstico de hanseníase foi confirmado em março de 2016. Conclusão: A realização de educação permanente dos ACS permitiu a qualificação para a realização das ACH na comunidade.

Introduction: The integration of leprosy control actions (LCA) in primary health care is currently considered the best strategy to reduce the burden of disease. Actions aimed by promotion, prevention, recovery and rehabilitation committed to integrality of health care, focused on the family, considering the socioeconomic, cultural and epidemiological context of the community in which it is inserted. Objective: to describe the experience of sensitization of the Community Health Agents (CHA) of a Brazilian municipality to develop leprosy control actions in order to reduce the stigma and to make a timely diagnosis of cases. Experience report: This is a university extension project funded by the Pro-rectory of Extension and Community Affairs of the Federal University of São João del Rei. It was developed in the municipality of Carmo do Cajuru from march 2015 to march 2016, with 26 CHA. For the development of activities, the interactionist method was used, which is the perspective in which the subject acts directly on the object of knowledge, problematizing its action. As a methodological strategy, dynamics were carried out, a dialogical presentation, a video followed by a round of conversation and evaluation with an exposition of sentences in which the participant would judge them as true or false. Results: The project team encouraged the development of a community mobilization plan on leprosy that was implemented during the year 2016. From the sensitization of the community in the church that there was spontaneous demand to the health service of a person with signs and the diagnosis of leprosy was confirmed in March 2016. Conclusion: The achievement of permanent education of the CHA allowed the qualification for the accomplishment of the LCA in the community.
Descritores: Educação em Saúde
Hanseníase
-Atenção Primária à Saúde
Enfermagem
Desenvolvimento de Pessoal
Efeitos Psicossociais da Doença
Agentes Comunitários de Saúde
Assistência à Saúde
Integralidade em Saúde
Serviços de Saúde
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  8 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1114760
Autor: Silva, Viviane Graciele da; Ribeiro, Patrícia Mônica.
Título: Violência contra as mulheres na prática de enfermeiras da atenção primária à saúde / Violencia contra las mujeres en la práctica de enfermeras de atención primaria de salud / Violence against women in the practice of nurses of primary health care
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(4):e20190371, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo compreender como os enfermeiros que atuam na Atenção Primária à Saúde identificam a violência contra as mulheres e descrever a assistência de enfermagem prestada a essas mulheres. Método Estudo descritivo e de abordagem qualitativa, realizado entre agosto de 2018 a fevereiro de 2019 com dez enfermeiras que trabalham na Atenção Primária à Saúde. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevista semiestruturada, sendo analisados pela análise temática de conteúdo. Resultados As narrativas revelaram como os colaboradores percebem a violência contra as mulheres e os significados atribuídos pelos mesmos. Emergiram três categorias: Percepção do enfermeiro sobre a violência contra as mulheres; Assistência de enfermagem às mulheres que sofrem violência e; Capacitação para o reconhecimento da violência pela própria mulher e pelo enfermeiro. Conclusões e implicações para a prática A assistência de enfermagem às mulheres em situação de violência ainda é de difícil abordagem no contexto da Atenção Primária à Saúde, o que é agravado pela dificuldade da mulher em revelar a sua própria violência e também do profissional que percebe sua incapacidade para reconhecer as situações que envolvem violência.

RESUMEN Objetivo Comprender cómo las enfermeras que actúan en la Atención Primaria de Salud identifican la violencia contra las mujeres y describir la atención de enfermería que se proporcionan a estas mujeres. Método Estudio descriptivo con aproximación cualitativa, realizado entre agosto de 2018 y febrero de 2019 con diez enfermeras que trabajan en Atención Primaria de Salud. La recopilación de datos se realizó mediante una entrevista semiestructurada, siendo analizados mediante un análisis de contenido temático. Resultados Las narraciones revelaron cómo los colaboradores perciben la violencia contra las mujeres y los significados que le atribuyen. Surgieron tres categorías: percepción de la enfermera sobre la violencia contra la mujer; Atención de enfermería a las mujeres que sufren violencia; y Capacitación para el reconocimiento de la violencia por parte de la propia mujer y la enfermera. Conclusiones e implicaciones para la práctica La atención de enfermería a mujeres en situaciones de violencia es aún de difícil enfoque en el contexto de la Atención Primaria de Salud, que se ve agravada por la dificultad de la mujer para revelar su propia violencia y también del profesional que percibe su incapacidad para reconocer situaciones de violencia.

ABSTRACT Objective Understand how nurses who work in Primary Health Care identify violence against women and describe the nursing care provided to these women. Method Descriptive study with a qualitative approach, conducted from August 2018 to February 2019 with ten nurses who work in Primary Health Care. Data were collected through semi-structured interview and analyzed by thematic content analysis. Results The narratives revealed how collaborators perceive violence against women and the meanings attributed by them. Three categories emerged: Perception of nurses about violence against women; Nursing care for women who suffer violence and; Training for the recognition of violence by the woman herself and by the nurse. Conclusions and implications for practice Nursing care for women in situations of violence is still difficult to approach in the context of Primary Health Care, which is aggravated by the difficulty of women to reveal their own violence and also to the professionals who perceive their inability to recognize situations involving violence.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Prática Profissional
Violência contra a Mulher
Enfermeiras e Enfermeiros
Cuidados de Enfermagem
-Agentes Comunitários de Saúde
Acolhimento
Capacitação Profissional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  9 / 766 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1121892
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Dirección General de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública.; .Dirección de Prevención y Control de Tuberculosis..
Título: Acompañamiento a la prevención de la tuberculosis, la adherencia al tratamiento y la promoción de la salud respiratoria. Guía para el Agente Comunitario de Salud / Accompaniment to the prevention of tuberculosis, adherence to treatment and promotion of respiratory health. Guide for the Community Health Agent.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20200900. 91 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene cinco sesiones: en la primera se describe la promoción de la salud respiratoria, en la segunda tenemos conociendo sobre la tuberculosis, en la tercera el control de infecciones en el domicilio, en la cuarta la terapia preventiva para tuberculosis y en la quinta tenemos la pauta para el acompañamiento a la persona afectada por tuberculosis.
Descritores: Terapêutica
Tuberculose
Controle de Infecções
Agentes Comunitários de Saúde
Cooperação e Adesão ao Tratamento
Promoção da Saúde
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  10 / 766 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-469853
Autor: Yunes, Maria Angela Mattar; Mendes, Narjara Fernandes; Albuquerque, Beatriz de mello.
Título: Percepções e crenças de agentes comunitários de saúde sobre resilência em famílias monoparentais pobres / Perceptions and beliefs of health community agents about resilience in single parent poor families
Fonte: Texto & contexto enferm;14(n.esp):24-31, 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo teve por objetivo investigar que idéias, crenças e percepções de resiliência em famílias monoparentais emergem dos discursos dos agentes comunitários de saúde. Tomou-se como base a noção vigente de resiliência aplicada à Psicologia. Seis agentes de diferentes bairros de Rio Grande - RS foram entrevistados e solicitados a caracterizar as famílias que compõem sua experiência cotidiana e famílias monoparentais que superam as dificuldades da pobreza. A maioria descreveu as famílias pobres como carentes, desestruturadas e acomodadas à pobreza. Apesar de alguns relatos apresentarem as transformações positivas das famílias após a monoparentalidade, o trabalho dos agentes parece focar apenas as questões das doenças físicas em detrimento dos aspectos de saúde psicológica do grupo familiar. Portanto, as percepções e crenças sobre resiliência são freqüentemente pessimistas. Estes resultados sugerem a necessidade de programas de formação que possibilitem que os profissionais realizem um trabalho psico-educacional que ofereça condições para o desenvolvimento saudável das famílias...

The present study aimed to investigate which ideas, beliefs and perceptions of resilience in single-parent families emerge from the discourses of health community agents. The notion of resilience used in Psychology was taken as a reference. Six health community agents from different neighborhoods in Rio Grande - RS were interviewed and asked to describe families according to their everyday experience and single-parent families that ôovercome poverty adversitiesõ. Most of them described poor families as ôneedy, unstructured and passive to povertyõ. Although some narratives presented the positive changes that followed the familiesã single-parent condition, the agentãs work seemed to focus more on the questions related to physical diseases than the psychological health aspects. Therefore, the perceptions and beliefs about resilience are frequently pessimistic. These results suggest the need for educational programs to facilitate the professionalsã work with a psychological and educational emphasis towards conditions for the healthy development of families...

El estudio tuvo por objetivo investigar que ideas, creencias y percepciones de resiliencia en familias monoparentales afloran de los discursos de los agentes comunitarios de salud. Para ello, se ha apoyado en la noción vigente de resiliencia aplicada a la Psicología. Seis agentes de distintos barrios de Río Grande - RS fueron entrevistados e invitados a caracterizar las familias que hacen parte de su experiencia cotidiana y familias monoparentales que superan las dificultades de la pobreza. No obstante, algunos relatos presentaren las transformaciones positivas de las familias luego que la monoparentezes, el trabajo de los agentes parece destacar solamente cuestiones sos enfermedades frágis, en perjuicio de los aspectos de la salud psicológica del grupo familiar. Por lo tanto, las percepciones y creencias sobre resiliencia son frecuentemente pesimistas. Estos resultados sugieren la necesidad de programas de formación que posibiliten que los profesionales realicen un trabajo psico-educativo que enfatice condiciones para el desarrollo saludable de las familias...
Descritores: Agentes Comunitários de Saúde
Família
Família de Pais Solteiros
Pobreza
Psicologia Educacional
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)



página 1 de 77 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde