Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.526.485.810.722 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 2 [refinar]
Mostrando: 1 .. 2   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 2 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Côrtes, Maria Ilma de Souza
Texto completo
Id: lil-744889
Autor: Paiva, Paula Cristina Pelli; Paiva, Haroldo Neves de; Oliveira Filho, Paulo Messias de; Côrtes, Maria Ilma de Souza.
Título: Prevalence and risk factors associated with traumatic dental injury among 12-year-old schoolchildren in Montes Claros, MG, Brazil / Prevalência e fatores de risco associados ao traumatismo dentário em escolares de 12 anos de idade em Montes Claros, Minas Gerais, Brazil
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;20(4):1225-1233, 04/2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: The scope of this study was to determine the prevalence of trauma in the permanent dentition of 12-year-old schoolchildren and assess associations with demographic factors such as gender and socioeconomic status and overjet and lip coverage clinical factors. A cross-sectional analysis was conducted using a representative sample of 638 students. Data were gathered by means of clinical examinations and self-administered questionnaires. Descriptive analysis was performed, followed by the use of the chi-square test and Poisson logistic regression model for the determination of significant associations. The prevalence of traumatic dental injury was 34.9%. Falls constituted the main etiological factor (49.7%), and occurred in the home (48.2%). The results of the Poisson regression analysis revealed that accentuated overjet (> 5 mm) remained associated with traumatic dental injury irrespective of the other variables [PR = 1.50 (95% CI: 1.41 to 1.61); p = 0.003]. Moreover, a statistically significant association was found between accentuated overjet and dental trauma. No significant associations were found between TDI and socioeconomic status. These findings highlight the need for prevention strategies and orthodontic correction at the onset of the permanent dentition.

Introdução: O objetivo do presente estudo foi determinar a prevalência de traumatismo dentário na dentição permanente em escolares de 12 anos de idade e sua associação com fatores demográficos (gênero e condição socioeconômica) e clínicos (sobressaliência acentuada e proteção labial). Metodologia: Um estudo transversal foi realizado em uma amostra representativa de 638 escolares. Dados foram coletados por exame clínico e questionário autoaplicável. Foram realizadas análises descritivas, seguidas do teste qui-quadrado e modelo de regressão de Poisson para determinar associações. Resultados: A prevalência de traumatismo dentário foi de 34,9%. Queda foi o principal fator etiológico (49,7%). Os resultados da regressão logística de Poisson revelaram que o aumento do overjet (> 5 mm) se manteve associado aos traumatismos dentários de forma independente das demais variáveis [PR = 1.50 (95% CI: 1.41 to 1.61); p = 0.003]. Conclusão: Associação estatisticamente significativa foi observada entre aumento do overjet e presença de traumatismo dentário. Não foi observada associação estatística entre os traumatismos dentários e a condição socioeconômica. Os resultados encontrados sugerem a necessidade de estratégias de prevenção e correção ortodôntica na dentição permanente. .
Descritores: Certificação
Educação de Pós-Graduação em Medicina/métodos
Medicina Osteopática/educação
Médicos Osteopáticos/educação
-Estados Unidos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 2 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-744869
Autor: Silva, Rosane Meire Munhak da; Sobrinho, Reinaldo Antônio da Silva; Neves, Eliane Tatsch; Toso, Beatriz Rosana Gonçalves de Oliveira; Viera, Cláudia Silveira.
Título: Challenges in the coordination of children's healthcare / Desafios à coordenação na atenção primária à saúde da criança
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;20(4):1217-1224, 04/2015. graf.
Idioma: en.
Resumo: This is a qualitative survey with a hermeneutic-dialectic frame of reference, designed to identify how parents and caregivers see the attribute 'coordination' in children's healthcare, in terms of resolving problems in children's health. The interview was held with 16 people responsible for care of children under one year of age, served in Emergency Care Units of a municipality in the south of Brazil, in 2010. With the thematic analysis, the central category was identified as: Effects and results of fragile coordination in Children's Primary Health Care, with the following themes: Divergences between different health units in the organization of care; functional barriers and delays obstructing access to technologies; absence of effective communication; absence of medical transport; need for healthcare on an individual basis; and coordination involving management of healthcare. It was concluded that the absence of coordination results in the absence of a solution-based approach in healthcare for children under one year old, showing gaps in the organization of the services and in health management, since communication, access to technologies, referral and counter-referral systems, and secure transport become essential for organizing primary care services and offering fully rounded care to the child.

Com o objetivo de identificar o atributo coordenação na Atenção Primária à Saúde, na visão de pais e cuidadores, para a resolução dos problemas de saúde das crianças, desenvolveu-se uma pesquisa qualitativa baseada no referencial da hermenêutica-dialética. A entrevista foi feita com16 cuidadores de crianças menores de um ano, atendidas em Unidades de Pronto Atendimento de um município sul brasileiro, em 2010. Com a análise temática, identificou-se como categoria central: repercussões da frágil coordenação na Atenção Primária à Saúde da criança, representadas pelos temas divergências na organização do atendimento entre unidades de saúde; barreiras funcionais e morosidade dificultando o acesso às tecnologias; ausência de comunicação efetiva; ausência de transporte sanitário; busca por atenção à saúde individual; e, coordenação envolvendo gestão da atenção à saúde. Concluiu-se que a ausência da coordenação levou à falta de resolutividade na atenção à saúde da criança menor de um ano, demonstrando lacunas na organização dos serviços e na gestão em saúde, uma vez que, comunicação, acesso às tecnologias, sistemas de referência e contrarreferência e transporte seguro tornam-se essenciais para organizar os serviços de atenção primária e oferecer o cuidado integral à criança.
Descritores: Avaliação Educacional/métodos
Licenciamento em Medicina
Medicina Osteopática/educação
Médicos Osteopáticos/educação
-Estados Unidos
Limites: Adulto
Feminino
Humanos
Masculino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde