Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.643.259 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1021 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 103 ir para página                         

  1 / 1021 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-115019
Autor: Madeira, Lélia Maria.
Título: Pesquisa participante: metodologia pedagógica alternativa para enfermeiros / Group searching pedagogy methodology nurse's alternative.
Fonte: s.l; s.n; 1985. viii, 95 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Neste trabalho, empreendido com o grupo de enfermeiros da unidade pediátrica de um hospital-escola governamental, a metodologia utilizada foi a pesquisa participante, partindo-se do referencial teórico da filosofia da práxis. Através das etapas da pesquisa, considerando-se os princípios da açäo democrática e utilizando-se de discussöes em grupo, estudou-se a problemática da hospitalizaçäo da criança, com primeiro enfoque na admissäo. Porém, pela abordagem dialética histórica empregada, surgiram novas necessidades e prioridades que foram ou continuam a ser trabalhadas pelo grupo. A análise crítica do processo evolutivo da pesquisa mostrou que a vivência do processo educativo-participativo promoveu nos enfermeiros seja individualmente ou como grupo social, uma progressiva ascensäo de sua visäo da realidade, com evidente superaçäo de uma consciência ingênua, espontänea, para outra mais crítica, reflexiva, ainda que näo se tenha atingido o nível desejado de uma consciência de classe.
Descritores: Admissão do Paciente
Medidas, Métodos e Teorias
Criança Hospitalizada
Enfermagem Prática
Pesquisa Metodológica em Enfermagem
-Enfermagem
Limites: Seres Humanos
Criança
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WY159*MAPE; BR41.1


  2 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-907953
Autor: Bandeira, Larissa Edom; Wegner, Wiliam; Gerhardt, Luiza Maria; Pasin, Simone Silveira; Pedro, Eva Neri Rubim; Kantorski, Karen Jeanne Cantarelli.
Título: Condutas de educação ao familiar para promoção da segurança da criança hospitalizada: registros da equipe multiprofissional / Educational conducts on patient safety to family members of hospitalized children: multiprofessional team records / Conductas de educación familiar para promover la seguridad de los niños hospitalizados registros del equipo multiprofesional
Fonte: REME rev. min. enferm;21:[1-8], 2017. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: OBJETIVO: analisar os registros da equipe multiprofissional sobre condutas de educação do familiar para promoção da segurança da criança hospitalizada.MÉTODO: estudo transversal, descritivo e retrospectivo com uso de dados secundários. A amostra foi constituída por 126 prontuários de pacientes pediátricos internados nas unidades clínico-cirúrgicas de um hospital no Sul do Brasil, no período entre setembro/2013 e agosto/2014.RESULTADOS: a média de idade foi de 44,58 meses, sendo a maioria do sexo masculino (55,4%), residente em Porto Alegre-RS, Brasil (43,7%) e internado por disfunção do sistema ventilatório (36,5%). Todos os registros foram realizados por enfermeiros. A principal orientação relacionou-se à prevenção de quedas no momento da admissão (72,2%) e durante a primeira semana de internação (21,4%).CONCLUSÃO: as informações relacionadas às condutas de educação do familiar para promover a segurança do paciente pediátrico ainda são pouco registradas em prontuário, sendo necessário envolver a equipe multiprofissional nesse processo.

Objective: to analyze the records of the multiprofessional team of education conducts related to patient safety to family members of hospitalizedchild. Method: Cross-sectional, descriptive and retrospective study with secondary data. The sample consisted of 126 medical charts of hospitalizedpediatric patients in medical-surgical units. Results: The average age was 44.58 months, most patients were male (55.4%) living in Porto Alegre, RS,Brazil (43.7%) and hospitalized for respiratory system dysfunction (36.5%). All records were performed by nurses. Guidance related to preventionof falls was the most frequent and provided at admission (72.2%) and during the first week of hospitalization (21.4%). Conclusion: the informationrelated to educational conducts to family members to promote pediatric patient safety is poorly recorded in medical charts; it is necessary toinvolve the multidisciplinary team in this process.

Objetivo: analizar los registros del equipo multiprofesional sobre conductas de educación familiar para promover la seguridad de los niñoshospitalizados. Método: estudio transversal, descriptivo y retrospectivo con el uso de datos secundarios. La muestra consistió en 126 archivos depacientes pediátricos hospitalizados en unidades médico-quirúrgicas. Resultados: la edad promedio era de 44,58 meses, la mayoría eran varones(55,4%), residentes en Porto Alegre (43,7%) y hospitalizados por una disfunción del sistema respiratorio (36,5%). Todos los registros fueron realizadospor enfermeras. La principal orientación era sobre la prevención de caídas en el momento de ingresar al hospital (72,2%) y durante la primerasemana de hospitalización (21,4%). Conclusión: en los registros médicos hay poca información sobre las conductas de educación familiar parapromover la seguridad de los pacientes pediátricos y, para ello, se precisa que el equipo multiprofesional participe en este proceso.
Descritores: Cuidado da Criança
Serviços de Saúde da Criança
Criança Hospitalizada
Educação em Saúde
Saúde da Criança Institucionalizada
Segurança do Paciente
Limites: Seres Humanos
Criança
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-150414
Autor: Horta, Ana Lúcia de Moraes.
Título: O alojamento conjunto pediátrico: a inserçäo do familiar, o trabalho do enfermeiro e outras questöes / Rooming.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1991. 58 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este trabalho teve como objetivo evidenciar as questöes que permeiam a inserçäo do familiar da criança cardiopata em situaçäo de Alojamento Conjunto, visando à compreensäo da sua participaçäo no tratamento da criança e à reorientaçäo da assistência prestada pelo enfermeiro. O material analisado foi obtido nos discursos das mäes de crianças cardiopatas internadas em Unidade Pediátrica do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia, discursos estes evocados através de duas questöes: uma que indagava a respeito da história da doença na criança até o momento da internaçäo e outro que tratava da história de um dia na unidade de internaçäo. A decodificaçäo dos discursos traz à tona a discussäo de dois grandes grupos temáticos evidenciados nas representaçöes das mäes por questöes extrínsecas ao Alojamento Conjunto (o significado da doença e o tratamento da criança) e por questöes intrínsecas ao Alojamento Conjunto (o trabalho do enfermeiro e a inserçäo do familiar). A discussäo desses temas é aprofundada no decorrer do trabalho evidenciando-se a concepçäo saúde-doença articulada a normalidade / anormalidade e vinculada ao sobrenatural. Nesse contexto o tratamento da criança emerge na representaçäo que têm as mäes da organizaçäo / desorganizaçäo familiar diante da doença, do poder / saber institucional na determinaçäo das açöes / decisöes relativas ao tratamento e ainda na representaçäo que têm da vida / morte. O trabalho do enfermeiro, num primeiro momento, evidenciando o tema do Alojamento Conjunto, é apresentado indistintamente no rol das atividades de enfermagem diretamente ligadas ao cuidar biológico, destacando-se a relaçäo de poder sobre a clientela no decorrer de sua execuçäo. Num segundo momento a inserçäo do familiar traz à tona o tema do Alojamento Conjunto tornando evidente que tal inserçäo é mediada pela execuçäo de um trabalho que guarda semelhança com algumas atividades manuais do cuidado direto historicamente executados pelos profissionais de enfermagem de mais baixa qualificaçäo. Na monotonia da rotina das tarefas executadas pelas mäes, abre-se espaço para o tédio, a dor, o sofrimento e a culpa que näo recebem o mesmo tratamento formal oferecido pela Instituiçäo ao trabalho da mäe integrado nas atividades de enfermagem. As evidências deste estudo encaminham a autora a propor a realizaçäo de uma pesquisa-açäo que congregue profissionais de enfermagem e o acompanhante das crianças internadas em que pesquisadores / pesquisados busquem alternativas conjuntas de transformaçäo desta realidade.
Descritores: Alojamento Conjunto
Enfermagem
Cardiopatias Congênitas
Criança Hospitalizada
Saúde da Família
-Dissertações Acadêmicas
Processo Saúde-Doença
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WS105.5*HOAL; BR41.1


  4 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cabral, Ivone Evangelista
Texto completo
Id: lil-255138
Autor: Cabral, Ivone Evangelista.
Título: Aplicaçäo da estimulaçäo essencial à criança hospitalizada / The use of the stimulation of the hospitalized child
Fonte: Rev. bras. enferm;42(1/4):90-92, jan.-dez. 1989. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho apresenta uma proposta de atendimento de enfermagem à criança hospitalizada, cujo objetivo principal é a promoçäo da reabilitaçäo física, mental e social para aqueles que paresentarem retardo no desenvolvimento psico-motor, na faixa etária de 30 dias a 2 anos de idade.
Descritores: Jogos e Brinquedos
Criança Hospitalizada/psicologia
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  5 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carvalho, Ana Maria Pimenta
Texto completo
Id: lil-454393
Autor: Valladares, Ana Cláudia Afonso; Carvalho, Ana Maria Pimenta.
Título: A arterapia e o desenvolvimento do comportamento no contexto da hospitalização / Art therapy and behavior development in the context of hospitalization
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;40(3):350-355, set. 2006. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CNPq. Arteterapia com crianças hospitalizadas.
Resumo: A hospitalização pode ter efeitos negativos sobre o desenvolvimento e comportamento infantil. Assim, objetivou-se avaliar, neste trabalho, o comportamento de crianças com idade de 7 a 10 anos internadas, antes e após intervenção de arteterapia. Utilizou-se, para esse fim, um esquema quasi-experimental com grupo controle (n=10) e um grupo experimental (n=10). Os resultados mostraram que as intervenções de arteterapia foram eficazes, por promoverem a melhoria das respostas comportamentais de seus participantes. Conclui-se, então, que os hospitais podem ser ambientes estimulantes para a criança, implementando práticas de cuidados para além da doença.

Hospitalization may havenegative effects on childdevelopment and behavior. Thusthe aim of this work was toevaluate the behavior during thehospitalization of 7- to 10-yearold children, before and after arttherapy intervention. It wasproposed a quasi-experimentalplan with a control group (n=10)and a group that was submittedto art therapy intervention(n=10). Results show that theseinterventions were effective inimproving the behavior of thechildren. Hospitals can also bestimulating environments forchildren if they offer them healthcare practices that go beyond thedisease.

La hospitalización puede tenerefectos negativos sobre eldesarrollo y comportamientoinfantil. Así, se tuvo comoobjetivo evaluar, en este trabajo,el comportamiento de niños conedad de 7 a 10 años internados,antes y después de la intervenciónde la arteterapia. Se utilizó, paraeste fin, un esquema cuasiexperimentalcon grupo control (n=10) y un grupo experimental (n=10). Los resultados mostraron que las intervenciones dearteterapia fueron eficaces, porpromover la mejora de lasrespuestas de comportamiento desus participantes. Se concluyó,entonces, que los hospitalespueden ser ambientes estimulantespara el niño, implementandoprácticas de cuidados para más allá de la enfermedad
Descritores: Comportamento Infantil
Criança Hospitalizada
Terapia pela Arte
-Desenvolvimento Infantil
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  6 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1006338
Autor: Markevich, A; Pérez, B; Giarroso, M.
Título: Aspectos socioeconómicos y situación nutricional de una población hospitalaria / Socioeconomic aspects and nutritional situation of a hospital population
Fonte: Med. infant;2(3):216-216, sept. 1995.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Congreso Argentino de Pediatría, 30, Santa fe, sept. 1994.
Descritores: Fatores Socioeconômicos
Peso-Estatura
Criança Hospitalizada
Estado Nutricional
-Congressos
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: AR305.1 - SID - Servicio de Información y Documentación


  7 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-750461
Autor: Baquerizo-vonBersword, Pamela; Carbone-Moane, Camila; Giacchetti-Vega, Mónica.
Título: No se cubren los requerimientos nutricionales de niños hospitalizados / Nutritional requirements of hospitalized children are not covered
Fonte: Arch. argent. pediatr;113(2):e135-e135, abr. 2015. tab.
Idioma: es.
Descritores: Peru
Criança Hospitalizada
Necessidades Nutricionais
Limites: Seres Humanos
Pré-Escolar
Tipo de Publ: Carta
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  8 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-985033
Autor: Moraes, Erika Sana; Mendes-Castillo, Ana Marcia Chiaradia.
Título: A experiência dos avós de crianças hospitalizadas em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica / The experience of grandparents of children hospitalized in Pediatric Intensive Care Unit / La experiencia de los abuelos de niños hospitalizados en Unidad de Terapia Intensiva Pediátrica
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;52:e03395, 2018. tab, graf.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: Compreender a experiência dos avós de ter um neto hospitalizado em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica. Método: Estudo qualitativo, que utilizou o referencial teórico do Interacionismo Simbólico e, como referencial metodológico, os pressupostos da Teoria Fundamentada nos Dados, realizado com avós de crianças hospitalizadas em Unidade de Terapia Intensiva Pediátrica de um hospital-escola de uma universidade do interior de São Paulo. Os dados foram coletados por meio de observação participante e entrevistas semiestruturadas e analisados seguindo as etapas de codificação aberta e axial da Teoria Fundamentada. Resultados: Foram entrevistados nove avós. Identificaram-se dois fenômenos: "Percebendo-se envoltos em uma tempestade" e "Lutando para ser a âncora da família", que compreendem o sofrimento vivenciado e o papel de suporte desenvolvido pelos avós durante a hospitalização. Conclusão: Os avós desenvolvem um importante papel de sustentação familiar durante a crise, portanto é essencial que se pense em estratégias de cuidado da família que envolvam também essa geração familiar, cada vez mais presente e participativa nos diferentes cenários de atenção à saúde.

ABSTRACT Objective: To understand the experience of grandparents of children hospitalized in pediatric intensive care units. Method: This was a qualitative study based on the symbolic interactionism theoretical framework and the grounded theory as methodological framework carried out with grandparents of children hospitalized in the pediatric intensive care unit of a teaching hospital in a city in the state of São Paulo. Data were collected by means of participatory observation and semi-structured interviews, and analyzed following the open and axial codification stages of grounded theory. Results: Nine grandparents were interviewed. Two phenomena were identified: "finding themselves inside a storm" and "fighting to be the anchor of the family", which explain the suffering experienced and support role developed by grandparents during the hospitalization period. Conclusion: Grandparents develop an important family support role during the crisis. Therefore, family care strategies must be developed to include this generation of the family, who are increasingly present and participatory in several healthcare settings.

RESUMEN Objetivo: Comprender la experiencia de los abuelos que tienen un nieto hospitalizado en Unidad de Terapia Intensiva Pediátrica. Método: Estudio cualitativo, que utilizó el referencial teórico del Interaccionismo Simbólico y, como referencial metodológico, los presupuestos de la Teoría Fundamentada en los Datos, realizada con abuelos de niños hospitalizados en Unidad de Terapia Intensiva Pediátrica de un hospital-escuela de una universidad del interior de Sao Paulo. Los datos fueron recolectados por medio de observación participante y entrevistas semiestructuradas y analizados siguiendo las etapas de codificación abierta y axial de la Teoría Fundamentada. Resultados: Fueron entrevistados nueve abuelos. Se identificaron dos fenómenos: "Percibiéndose envueltos en una tempestad" y "Luchando para ser el ancla de la familia", que resumen el sufrimiento vivido y el papel de soporte desarrollado por los abuelos durante la hospitalización. Conclusión: Los abuelos desarrollan un importante papel de sustentación familiar durante la crisis, por lo que es esencial que se piense en estrategias de cuidado de la familia que involucren también a esta generación familiar, cada vez más presente y participativa en los diferentes escenarios de atención a la salud.
Descritores: Criança Hospitalizada
Relações Familiares/psicologia
Avós/psicologia
-Enfermagem Pediátrica
Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica
Teoria Fundamentada
Interacionismo Simbólico
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  9 / 1021 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1041132
Autor: Santos, Maiara Rodrigues dos; Wiegand, Debra Lynn-McHale; Sá, Natália Nigro de; Misko, Maira Deguer; Szylit, Regina.
Título: Da hospitalização ao luto: significados atribuídos por pais aos relacionamentos com profissionais em oncologia pediátrica / From hospitalization to grief: meanings parents assign to their relationships with pediatric oncology professional / De la hospitalización al duelo: significados atribuidos por los padres a las relaciones con profesionales en oncología pediátrica
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;53:e03521, 2019. tab.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Compreender os significados atribuídos por pais enlutados aos relacionamentos com profissionais da saúde durante a hospitalização do filho em final de vida. Método Estudo qualitativo-interpretativo, baseado na hermenêutica. Os dados foram coletados a partir de entrevistas com pais enlutados pela morte de um filho com câncer no hospital e de observação participante em unidade oncológica. Seguiram-se passos da análise temática dedutiva para a interpretação dos dados. Resultados A experiência dos pais é a soma de todos os relacionamentos durante o tratamento, e, portanto, os significados formam um emaranhado de sentidos inter-relacionados e construídos não apenas na interação com os profissionais, mas também com o filho e com o próprio luto. Nos relacionamentos com os profissionais foram identificados significados relacionados às memórias do filho, emoções negativas e arrependimento. Conclusão As experiências e os significados do luto são moldados pelos processos sociais e interacionais vividos pela família no hospital. O relacionamento com os profissionais representa parte do suporte no enfrentamento do luto após a morte da criança no hospital, pela perpetuidade do amor demonstrado ao filho como um legado possível na legitimidade das interações vividas.

ABSTRACT Objective To understand the meanings assigned by bereaved parents to their relationships with healthcare professionals during the end-of-life hospitalization of their child. Method Qualitative-interpretative study based on hermeneutics. Data were collected from interviews with parents who were grieving the death of a child with cancer in the hospital and participant observation in an oncology ward. Deductive thematic analysis for data interpretation ensued. Results The experience of parents is the sum of all relationships during treatment. Therefore, meanings form a tangle of interrelated senses built not only in the interaction with these professionals, but also with the child and with grief itself. In relationships with professionals, meanings related to the memories of the child, negative emotions and regret were identified. Conclusion The experiences and meanings of grief are shaped by the social processes and interactions experienced by the family in the hospital. The relationship with the professionals represents part of the support in coping with the grief after the child's death in the hospital, due to the perpetuity of the love shown for the child as a possible legacy in the legitimacy of the experienced interactions.

RESUMEN Objetivo Comprender los significados atribuidos por los padres en duelo a las relaciones con profesionales sanitarios durante la hospitalización del hijo en final de vida. Método Estudio cualitativo interpretativo, basado en la hermenéutica. Los datos fueron recogidos mediante entrevistas con padres en duelo por la muerte de un hijo con cáncer en el hospital y de observación participante en unidad oncológica. Se siguieron los pasos del análisis deductivo para la interpretación de los datos. Resultados La experiencia de los padres es la suma de todas las relaciones durante el tratamiento, por lo que los significados forman un enmarañado de sentidos interrelacionados y construidos no solo en la interacción con los profesionales, sino también con el hijo y con el mismo duelo. En las relaciones con los profesionales fueron identificados significados relacionados con las memorias del hijo, emociones negativas y arrepentimiento. Conclusión Las experiencias y los significados del duelo los moldean los procesos sociales e interactivos vividos por la familia en el hospital. La relación con los profesionales representa parte del soporte al enfrentamiento del duelo después de la muerte del niño en el hospital, por la perpetuidad del amor demostrado al hijo como un legado posible en la legitimidad de las interacciones vividas.
Descritores: Relações Profissional-Família
Luto
Atitude Frente à Morte
Criança Hospitalizada
Neoplasias
-Enfermagem Familiar
Pesquisa Qualitativa
Hermenêutica
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  10 / 1021 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1047264
Autor: Costa, Aline Rodrigues; Nobre, Camila Magroski Goulart; Gomes, Giovana Calcagno; Nornberg, Pamela Kath de Oliveira; Rosa, Gabriela Silva Miranda.
Título: Sentimentos gerados na família pela internação hospitalar da criança / Feelings generated in the Family by child's hospitalization
Fonte: J. nurs. health;9(2):199206, abr.2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: conhecer os sentimentos gerados na família pela internação hospitalar da criança. Métodos: estudo qualitativo, realizado no município do Rio Grande, com 21 familiares acompanhantes de crianças internadas, por meio de entrevista semiestruturada e dados tratados por análise temática. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa na Área de Saúde com o parecer favorável de número 92/2016. Resultados: verificaram-se que os familiares referiram medo do diagnóstico, desespero, preocupação, tristeza, ansiedade, desconforto e abatimento. Sentem-se mal e impotentes com a permanência da criança no hospital. Entretanto, entendem que nesse contexto serão fornecidos os recursos e o atendimento necessários. Considerações finais: o enfermeiro deve dar apoio e se fazer presente, desde o primeiro dia de internação da criança, a fim de auxiliar as famílias no cuidado mais qualificado à criança hospitalizada de forma harmônica.(AU)

Objective: to know the feelings generated in the families by hospitalization of the child. Methods: qualitative study carried out in the city of Rio Grande, with 21 family members of hospitalized children, through a semi structured interview and data treated by thematic analysis. The study was approved by the Research Ethics Committee in the Health Area with favorable opinion of number 92/2016. Results: family members reported fear of diagnosis, despair, worry, sadness, anxiety, discomfort and depression. They feel bad and helpless with the child's stay in the hospital. However, they understand that in this context, the necessary resources and assistance will be provided. Final considerations: nurses should provide support and be present, since the first day of hospitalization of the child, in order to help families with the most qualified care to the hospitalized child in a harmonic way.(AU)
Descritores: Família
Criança Hospitalizada
Enfermagem
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1060.1 - Biblioteca do Campus Porto



página 1 de 103 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde