Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.643.470 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1026 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 103 ir para página                         

  1 / 1026 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-886973
Autor: Deng, Qiancheng; Fang, Xia; Zeng, Qinghai; Lu, Jianyun; Jing, Chen; Huang, Jinhua.
Título: Severe cutaneous adverse drug reactions of Chinese inpatients: a meta-analysis
Fonte: An. bras. dermatol;92(3):345-349, May-June 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Background: The rate of severe cutaneous adverse drug reactions is low, and these reactions can result in death or disability. An evidence-based epidemiological study of severe cutaneous adverse drug reactions in China has not been reported. Objective: The aim of this study was to analyze epidemiology and characteristics of severe cutaneous adverse drug reactions of Chinese inpatients during the recent 15 years with meta-analysis. Methods: We retrospectively reviewed Chinese literature reporting severe cutaneous adverse drug reactions and collecting data from 2000 to 2015, which were in accordance with our inclusion criteria. All included data were analyzed with the Launch Open Meta-Analyst software. Results: Twenty-five articles involving 928 cases with severe cutaneous adverse drug reactions were included. Men to women ratio was 1.14:1. Twenty-one per cent of the patients had drug allergy history. Antibiotics (26.0%), sedative hypnotics and anticonvulsants (21.6%), and antipyretic analgesics (17.1%) were the most common causative drugs. The most frequent clinical subtype was Stevens-Johnson syndrome (50.1%), followed by toxic epidermal necrolysis (25.4%), exfoliative dermatitis (21.0%) and drug-induced hypersensitivity syndrome (1.6%). In addition to skin rashes, patients with severe cutaneous adverse drug reactions suffered mostly from fever (73%), and blood routine abnormality (66.7%). Study limitations: This meta-analysis is limited by its retrospective design and by its methodological variation. Conclusion: The most common causative drugs were antibiotics and sedative hypnotics and anticonvulsants. Stevens-Johnson syndrome was the most frequent clinical subtype of severe cutaneous adverse drug reactions. In addition to skin rashes, patients with severe cutaneous adverse drug reactions suffered mostly from fever, mucosal lesion, and hematologic abnormalities.
Descritores: Dermatopatias/induzido quimicamente
Dermatopatias/epidemiologia
Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/epidemiologia
-China/epidemiologia
Estudos Retrospectivos
Pacientes Internados
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Metanálise
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050000
Autor: Martins, Juliana Bessa; Santos, Adriana Alves dos; Macedo Júnior, Luís Joeci Jaques de; Eberle, Carolina Chitolina.
Título: Avaliação da prevalência de delirium em uma unidade de terapia intensiva pública / Evaluation of the prevalence of delirium in an public intensive care unit
Fonte: Enferm. foco (Brasília);10(3):76-81, jul. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Conhecer a prevalência do delirium em uma Unidade de Terapia Intensiva Clínica e Cirúrgica pública. Métodos: Abordagem quantitativa descritiva de corte transversal, com pacientes de 18 anos ou mais internados em um hospital público de Porto Alegre-RS, com utilização da escala Confusion Assessment Method in a Intensive Care Unit (CAM-ICU). Resultados: A prevalência do delirium foi 36%. Apresentaram relação com o delirium, com significância estatística: média de idade dos pacientes, a mediana de dias de internação hospitalar e em UTI, tipo de UTI, motivo de internação, doença neurológica anterior, uso de sedação, ventilação mecânica e utilização de haloperidol. Conclusões: Este estudo conclui que o delirium apresentou prevalência de 36%, demonstrando que esta síndrome apresenta prevalência significante em Unidade de Terapia Intensiva, portanto, o reconhecimento de seus sinais e sintomas é fundamental para a sua prevenção, aliada a aplicação de escalas de rastreio. (AU)

Objective: To know the prevalence of delirium in a Public Intensive Care Clinic and Surgical Unit. Methodology: Descriptive quantitative cross-sectional approach with patients aged 18 years or more admitted to a public hospital in Porto Alegre, Brazil, using the Confusion Assessment Method in the Intensive Care Unit (CAM-ICU). Results: The prevalence of delirium was 36%, in a sample of 335 patients interviewed. The mean age of the patients, median days of hospital stay and ICU, type of ICU, reason for hospitalization, previous neurological disease, use of sedation, mechanical ventilation and use of haloperidol were statistically significant. Conclusions: This study concludes that delirium presented a prevalence of 36%, demonstrating that this syndrome presents a significant prevalence in the Intensive Care Unit, therefore, the recognition of its signs and symptoms is fundamental for its prevention, allied to the application of screening scales. (AU)

Objetivo: Conocer la prevalencia del delirium en una Unidad de Terapia Intensiva Clínica y Quirúrgica pública. Metodologia: En el presente trabajo se analizaron los resultados obtenidos en el análisis de los resultados obtenidos en el estudio. Resultados: La prevalencia del delirium fue del 36%, en una muestra de 335 pacientes entrevistados. En la mayoría de los casos, se observó un aumento en la incidencia de la enfermedad de Chagas en el momento de la intervención, Conclusiones: Este estudio concluye que el delirium presentó prevalencia del 36%, demostrando que este síndrome presenta prevalencia significante en Unidad de Terapia Intensiva, por lo tanto, el reconocimiento de sus signos y síntomas es fundamental para su prevención, aliada a la aplicación de escalas de rastreo. (AU)
Descritores: Delírio
-Enfermagem
Transtornos Neurocognitivos
Pacientes Internados
Unidades de Terapia Intensiva
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  3 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-887401
Autor: Afsar, Fatma S.
Título: Análisis de las interconsultas con dermatología pediátrica de pacientes hospitalizados en un hospital pediátrico universitario / Analysis of pediatric dermatology inpatient consultations in a pediatric teaching hospital
Fonte: Arch. argent. pediatr;115(6):377-384, dic. 2017. tab.
Idioma: en; es.
Resumo: Introducción. Las dermatosis son frecuentes en niños. Nuestro objetivo fue describir las interconsultas con dermatología de niños hospitalizados. Población y métodos. Se analizaron las solicitudes de interconsultas con dermatología pediátrica de 539 pacientes consecutivos (de 0 a 18 años de edad) entre enero de 2004 y abril de 2010; para determinar en la interconsulta, el grupo de dermopatías, diagnóstico principal, departamento solicitante, patrón diagnóstico, modalidad de tratamiento y derivación a otro departamento. Resultados. De 539 niños hospitalizados, 310 (57, 51%) eran varones y 229 (42, 49%), mujeres. El departamento de pediatría general (37, 5%), fue el que consultó más frecuentemente, seguido por oncología (15, 6%) y cirugía pediátrica (11%). La mayoría (32%) habían sido hospitalizados por una dermopatía o enfermedad relacionada. Las alergias cutáneas (47%) fueron las principales dermatosis consultadas, seguidas por enfermedades infecciosas (14, 7%) y trastornos sistémicos con manifestaciones cutáneas (10, 2%). La dermatitis atópica (7, 4%) y el eccema sin clasificar (7, 4%) fueron las dermatosis más frecuentes, seguidos de la urticaria papulosa (5, 4%). En el 80% de los pacientes, el diagnóstico fue clínico; requirieron biopsia cutánea el 15, 9% y análisis de laboratorio el 4%. El 51% de los pacientes requirió tratamiento local, el 6%, tratamiento sistémico, el 31%, sistémico combinado y ningún tratamiento en el 11, 1%. Se derivó a otro departamento al 2% de los pacientes. Conclusiones.Este estudio obtuvo datos importantes sobre los trastornos de piel y su tratamiento en niños hospitalizados desde la perspectiva de la interconsulta.

Introduction. Although skin diseases are associated with low rate of hospitalization, dermatological manifestations are frequent in hospitalized patients. The aim of the study was to describe the inpatient dermatological consultations in a pediatric teaching hospital. Population and Methods. Recorded data from inpatient pediatric dermatology consultation requests on a total of 539 consecutive inpatients (aged 0-18 years) from January 2004 to April 2010 were analyzed for consult diagnosis, dermatological disease group, primary diagnosis, requesting department, diagnostic pattern, treatment modality and referral to another department. Results. Of the 539 inpatients, 310 (57.51%) were males and 229 (42.49%) were females. The most frequent requesting department was general pediatrics (37.5%) followed by oncology (15.6%) and pediatric surgery (11.1%). Most of the patients (32.1%) had been hospitalized for dermatological or related disease followed by acute lymphoblastic leukemia (4.1%), chronic renal failure (2.6%), bronchopneumonia (2.6%) and epilepsy (2.4%). Allergic skin diseases (47.1%) were the leading group of dermatoses, which were followed by infectious diseases (14.7%), and systemic diseases with cutaneous manifestations (10.2%). Atopic dermatitis (7.4%) and unclassified eczema (7.4%) were the most frequent dermatoses followed by papular urticaria (5.4%). Most of the patients (80.0%) had diagnosis on clinical basis, whereas skin biopsy was performed in 15.9% and laboratory investigation in 4.1% of the patients. Local treatment was applied to 50.8% of the patients, systemic treatment to 5.8%, local and systemic treatment together to 31.0% while no treatment was given to 11.1%. Only 1.9% of the patients were referred to another department. Conclusions. This study provided important data on the spectrum of skin disorders and their management in pediatric inpatients from the consultation perspective in a pediatric teaching hospital with multispecialty clinics.
Descritores: Encaminhamento e Consulta/estatística & dados numéricos
Dermatopatias/epidemiologia
Dermatologia/estatística & dados numéricos
Pacientes Internados/estatística & dados numéricos
-Dermatopatias/diagnóstico
Estudos Retrospectivos
Distribuição por Sexo
Hospitais Pediátricos
Hospitais de Ensino
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025813
Autor: Rodrigues, Pedro Mendes de Azambuja.
Título: Análise do Fenótipo Imunometabólico de Monócitos na Sepse / Analysis of Monocyte Immunometabolic Phenotype in Sepsis.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2018. xiv, 95 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Instituto Oswaldo Cruz para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A sepse representa um desafio para os sistemas de saúde em todo o mundo, pela sua elevada incidência, mortalidade e custos associados. O evento fundamental para o desenvolvimento da sepse parece ser a desregulação e perda do direcionamento da resposta inflamatória, podendo resultar em estados hiperinflamatórios ou de imunossupressão, com reflexos patológicos sistêmicos. No entanto, o mecanismo através do qual esta disfunção imunológica se estabelece ainda permanece em grande parte obscuro, e nenhum agente imunomodulatório se encontra disponível para o tratamento clínico da sepse. As células da linhagem monocítica fagocitária são agentes essenciais na resposta inicial à infeção. Um conjunto crescente de evidências aponta para uma relação de interdependência entre o metabolismo e o estado de ativação imune dessas células. Ao mesmo tempo, estudos prévios sugerem que uma disfunção bioenergética de leucócitos na sepse poderia prejudicar a formação de uma resposta imune efetiva, associando-se a desfechos clínicos desfavoráveis. Nos estudos que compõem esta tese, procuramos caracterizar o fenótipo imunometabólico de monócitos na sepse

Demonstramos em experimentos in vitro que macrófagos e monócitos ativados apresentam um intenso aumento da atividade glicolítica, que passa a ser a principal fonte geradora de ATP celular, acompanhado de uma redução da fosforilação oxidativa. Em seguida, estabelecemos uma coorte prospectiva para caracterizar o proteoma dos monócitos do sangue periférico, comparando quantitativamente amostras de doadores saudáveis às de pacientes na fase aguda da sepse e na fase de recuperação. Utilizando uma abordagem de proteômica exploratória, nossos dados evidenciaram que, de forma semelhante ao observado nos modelos experimentais, a transição para a glicólise é uma característica proeminente na fase aguda da sepse. Além disso, o perfil da coorte foi inicialmente sugestivo de imunossupressão, sendo sucedido na fase de recuperação pela restauração da imunocompetência, o que foi documentado pela regulação diferencial de proteínas envolvidas na apresentação de antígenos, como o HLA-DR, e sinalização por citocinas, particularmente o IFN-É£. Avaliamos também a aplicabilidade de uma metodologia de proteômica dirigida para a verificação e aprofundamento da investigação das alterações observadas. Nosso estudo sugere que as vias do metabolismo energético podem ter um papel relevante na imunopatogênese da sepse. (AU)
Descritores: Monócitos
Sepse
Inflamação
Pacientes Internados
Metabolismo
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  5 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-489757
Autor: Linck, Graciele Fernanda da Costa; Guido, Laura de Azevedo; Pitthan, Luiza de Oliveira; Lopes, Luis Felipe Dias.
Título: Estressores identificados por pacientes submetidos à revascularização do miocárdio e angioplastia coronária transluminal percutânea: estudo quantitativo / Stressors identified for the patient submitted to myocardial revascularization and percutaneous transluminal coronary angioplasty: quantitative study
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);7(2), 2008. tab.
Idioma: pt.
Resumo: It is a research developed at a University hospital, aiming to identify the prevalent stressors to patients which procedure heart disease submitted to a PTCA and a MRC. To collect data it was used a questionnaire to identify the patients on pre procedure to characterize the population; and the Intensive Care Unit Environmental Stressor Scale (ICUESS) on post procedure. To analyse the data is was obtained the average values attributed to each one of the items, ranking it, whatever the higher the average the strongest were the stressors intensity. To compare these results obtained from ICUESS between the groups (PTCA and MRC), it was chosen the chi-square test and the no-parameter Kruskall-Wallis test. The meaning level was 5%. The main stressors identified in both groups were: having pain, unknown sounds and noises, listening the equipment noise and alarm.

Trata-se de uma pesquisa desenvolvida em um hospital de ensino, com o objetivo de identificar os estressores prevalentes para os pacientes portadores de doenças cardiovasculares quando submetidos a CRM e a ACTP. Como instrumentos para a coleta de dados foram utilizados, questionário para a identificação do paciente no pré procedimento, com o intuito de caracterizar a população; e a Escala de Estressores em Terapia Intensiva (EETI) no pós procedimento. Para a análise dos dados utilizou-se o programa SAS (Statistical Analysis System), pelo qual foram obtidas as médias dos valores atribuídos a cada um dos 40 itens, logo se realizou o ranking destes, sendo que quanto maior a média, maior a intensidade dos estressores. Para comparar os resultados obtidos pela EETI entre os grupos (ACTP e CRM), optou-se pelo o teste Qui-Quadrado e teste não-paramétrico de Kruskal-Wallis. O nível de significância estabelecido foi de 5%. Dentre os principais estressores identificados por ambos os grupos, estão: ter dor, sons e ruídos desconhecidos, escutar o barulho e alarme dos equipamentos.
Descritores: Estresse Fisiológico
Doenças Cardiovasculares
Pacientes Ambulatoriais
Pacientes Internados
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  6 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-186062
Autor: Farias, Glaucea Maciel de Farias.
Título: Deficiências, incapacidades e desvantagens decorrentes de causas externas: análise em pacientes internados no IOT-HCFMUSP, 1991 / Disabilities, disabilities and disadvantages due to external causes: analysis in patients hospitalized at IOT-HCFMUSP, 1991.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1995. 108 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Trata-se de um estudo descritivo sobre as conseqüências das causas externas de vítimas internadas no Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de Säo Paulo (IOT-HCFMUSP). O estudo foi realizado em duas fases e teve como base a Classificaçäo Internacional das Deficiências, Incapacidades de Desvantangens (DIDV) como método de classificaçäo e codificaçäo das seqülas. As deficiências (D) säo representadas por qualquer perda ou alteraçäo de uma estrutura ou funçäo psicológica, fisiológica ou anatômica. As incapacidades (I) säo definidas como sendo qualquer restriçäo ou perda (resultante de uma deficiência) da capacidade de realizar uma atividade dentro dos moldes e limites normais para um ser humano. A desvantagem (DV) é conceituada como a condiçäo social de prejuízo sofrido por um indivíduo, (resultante de uma deficiência ou incapacidade), que o limita ou o impede de desempenhar uma atividade normal para a sua idade, sexo e fatores sócio-culturais OMS (). Na 1§ fase, analisou-se retrospectiva a populaçäo de 1804 vítimas com lesöes produzidas, principalmente por acidentes de trânsito (41,60 por cento) e quedas acidentais (32,50 por cento), das quais 0,88 por cento evoluíram para óbito nos primeiros 26 dias pós-evento. Houve predomínio do sexo masculino (76,00 por cento) e a faixa etária de 15 e 59 anos foi a mais acometida (91,46 por cento) para os acidentes de trânsito, enquanto que, nas quedas acidentais, predominaram as faixas de 35 a 85 anos (65,23 por cento). Os membros e a cintura pélvica foram as regiöes mais comprometidas (61,00 por cento) e os níveis de ocupaçäo predominates antes do evento, eram os de nível I (29,10 por cento) e nível II (27,12 por cento). Nesta 1§ fase, verificamos que em 1100 (61,52 por cento) vítimas havia registro de seqüelas, e estas foram classificadas basicamente como deficiências, e que somente 11 (1,00 por cento) tinham registro de incapacidades e 6 (0,55 por cento) de desvantagens. Na 2§ fase, aprofundando a análise em uma amostra de 61 vítima seqüeladas, por meio de entrevista no domicílio, num intervalo aproximado no mínimo 3 anos e máximo de 4 anos, entre o evento e a visita, foi possível constatar que todas as vítimas ainda apresentavam deficiências e que 98,36 por cento tinham incapacidade e 77,05 por cento, desvantagens. A inter-relaçäo das DIDV foi melhor visuslizada e ela foi encadeada principalmente a partir das deficiências mecânicas dos membros
Descritores: Acidentes por Quedas/prevenção & controle
Pessoas com Deficiência
Acidentes de Trânsito/legislação & jurisprudência
Acidentes de Trânsito/prevenção & controle
Enfermagem Ortopédica/educação
-Idoso de 80 Anos ou mais
Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde
Epidemiologia Descritiva
Estudos Retrospectivos
Pacientes Internados/classificação
Percepção/classificação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1; T1239


  7 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carvalho, Daclé Vilma
Id: lil-115018
Autor: Carvalho, Daclé Vilma.
Título: Necessidade territorial do paciente hospitalizado / Territorial necessity of the hospitalized patients.
Fonte: s.l; s.n; 1987. vii,115 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Ter um território é uma necessidade humana básica. E, se o comportamento territorial faz parte da vida diária do indivíduo, espera-se também que no ambiente hospitalar o paciente internado em enfermaria tenha este mesmo comportamento, ou seja, delimite, tome posse e defenda o seu território. O estudo foi realizado em quatro (4) hospitais gerais de Belo Horizonte, Minas Gerais, com os objetivos de verificar o nível de atendimento da necessidade territorrial do paciente hospitalizado e as extensöes dos territórios: destinada, definida e desejada pelo paciente. Estas variáveis foram relacionadas com o tipo de enfermaria e com características pessoais do paciente. A amostra populacional constou de duzentos e quarenta e seis (246) pacientes internados em enfermaria de clínicas médico-cirúrgicas. Os dados foram colhidos através de entrevista com o paciente, utilizando-se de um formulário. Pela análise estatística dos dados verificou-se que, segundo o nível de atendimento da necessidade territorial, os pacientes se situam predominantemente, de forma equitativa, nos níveis 2 e 3. No nível 2 os pacientes delimitam e tomam posse de sua área, porém näo a defendem, enquanto no nível 3, delimitam tomam posse e defendem sua área, na enfermaria. Quanto às extensöes dos territórios, verificou-se que näo há diferença significativa entre as extensöes destinada e a definida pelo paciente como sua, porém os pacientes desejam mais espaço do que lhes é oferecido e do que imaginam ter nas enfermarias. A escolaridade e a faixa etária foram as únicas variáveis ligadas ao paciente, que influenciaram no nível de atendimento da necessidade territorial e na extensäo do território desejada, respectivamente. O tipo de enfermaria influenciou na extensäo destinada ao paciente. Pelos resultados obtidos pode-se verificar que a necessidade territorial também se evidencia quando o ser humano se encontra hospitalizado.
Descritores: Quartos de Pacientes
Pacientes Internados
Ambiente de Instituições de Saúde
Espaço Pessoal
-Hospitais Gerais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WY125*CANE; BR41.1


  8 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-415075
Autor: Graças, Elizabeth Mendes das.
Título: A experiência da hospitalização: uma abordagem fenomenológica / The experience of hospitalization: a phenomenological approach.
Fonte: São Paulo; s.n; 1996. 316 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O fenômeno da hospitalização é o assunto abordado por este estudo onde busquei identificar o significado de "viver no hospital" para as pessoas nele internadas. Para compreender tais experiências optei pela pesquisa qualitativa com abordagem fenomenológica e, seguindo a modalidade do fenômeno situado, analisei discursos de pessoas que foram vítimas de acidentes e internadas há mais de um mês em unidades de clínica-cirúrgicas de um hospital geral...
Descritores: Pacientes Internados
Hospitalização
-Existencialismo
Relações Profissional-Paciente
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; WX158.5, GREX


  9 / 1026 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cruz, Diná de Almeida Lopes Monteiro da
Id: lil-143671
Autor: Cruz, Diná de Almeida Lopes Monteiro da.
Título: Diagnóstico de enfermagem e padröes funcionais de saúde alterados em pacientes internados por cardiopatia chagásica crônica / Nursing diagnoses and health funtional patterns in-hospital chagasic cronic cardiopatic patients.
Fonte: Säo Paulo; s.n; 1989. 97 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A realizaçäo de entrevista e exame físico de 30 pacientes internados por cardiopatia chagásica crônica, utilizando a abordagem de padröes funcionais de saúde proposta por GORDON, forneceu dados para a formulaçäo dos seguintes diagnósticos de enfermagem: potencial para diminuiçäo do débito cardíaco (100 por cento); alteraçäo no desempenho de papel (73,3 por cento); potencial para intolerância à atividade (70 por cento); déficit de conhecimento da doença (63,3 por cento); alteraçäo dos padröes de sexualidade (53,3 por cento), alteraçäo da manutençäo da saúde (46,7 por cento); potencial para excesso de volume hídrico (46,7 por cento); distúrbio do padräo de sono (43,3 por cento); alteraçäo do padräo de eliminaçäo urinária (40 por cento); falta de adesäo ao tratamento (40 por cento); déficit de atividades de lazer (33,3 por cento); intolerância à atividade (30 por cento); alteraçäo da eliminaçäo intestinal: obstipaçäo (26,7 por cento); potencial para infecçäo (26,7 por cento); déficit para o auto-cuidado (higiene, vestuário, eliminaçöes) (13,3 por cento); diminuiçäo da mobilidade física (13,3 por cento); déficit nutricional (10 por cento); resposta ineficaz ao estresse (10 por cento); medo (10 por cento ); prejuízo da deglutiçäo (10 por cento); alteraçäo da auto-estima (6,7 por cento); excesso de volume hídrico (3,3 por cento); isolamento social (3,3 por cento) e potencial para lesäo de pele (3,3 por cento). A formulaçäo desses diagnósticos expressou as alteraçöes de dez padröes funcionais de saúde, dos onze propostos por GORDON. Esses padröes säo: padräo de percepçäo e controle da saúde, padräo nutricional-metabólico, padräo de eliminaçöes, padräo de atividade exercício, padräo de sono e repouso, padräo cognitivo-perceptivo, padräo de autopercepçäo e autoconceito, padräo de desempenho de papel e relacionamento, padräo sexual-reprodutivo, padräo de tolerância e resposta ao estresse e padräo de crença e valor. Näo identificamos alteraçäo apenas nesse último padräo. Tais resultados indicam a complexidade dos problemas de saúde atuais e potenciais dos pacientes internados por cardiopatia chagásica, constituindo-se num desafio para a assistência de enfermagem a esses pacientes.
Descritores: Diagnóstico de Enfermagem
Doença Crônica/epidemiologia
Doenças Transmissíveis/epidemiologia
Cardiomiopatia Chagásica/epidemiologia
-Pacientes Internados
Dissertações Acadêmicas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WY152.5*CRDI; BR41.1


  10 / 1026 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-255133
Autor: Rodrigues, Cecília Maria.
Título: Colostomia: relato de experiência vivenciada por clientes colostomizados após hospitalizaçäo / Colostomy: the humans necessities related by a group of ostomies patients after hospitalization
Fonte: Rev. bras. enferm;42(1/4):53-59, jan.-dez. 1989. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: A pesquisa do tipo descritiva, consiste de entrevistas a um grupo de colostomizados da Associaçäo Mineira dos Ostomizados (AMOS), que fica em Belo Horizonte, Minas Gerais. O instrumento usado foi um formulário que permitiu identificar as necessidades humanas básicas relatadas por indivíduos colostomizados após hospitalizaçäo, os elementos da equipe de Enfermagem que prestaram assistência aos pacientes, o atendimento de suas necessidades no período de hospitalizaçäo e o tipo de informaçäo recebida por esses indivíduos durante a hospitalizaçäo e/ou após a alta.
Descritores: Colostomia/psicologia
Educação de Pacientes como Assunto
Pacientes Internados/psicologia
-Autoimagem
Colostomia/reabilitação
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG



página 1 de 103 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde