Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.643.630 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 526 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 53 ir para página                         

  1 / 526 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-893872
Autor: Silva, Vinicius Zacarias Maldaner da; Santana, Alfredo Nicodemos Cruz.
Título: Noninvasive positive airway pressure: from critically ill patients to physical exercise in outpatients / Pressão positiva não invasiva nas vias aéreas: de pacientes em estado crítico a exercício físico em pacientes ambulatoriais
Fonte: J. bras. pneumol;43(6):405-406, Nov.-Dec. 2017.
Idioma: en.
Descritores: Pacientes Ambulatoriais
Estado Terminal
-Exercício Físico
Respiração com Pressão Positiva
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-963096
Autor: Dadfar, Mahboubeh; Momeni Safarabad, Nahid; Asgharnejad Farid, Ali Asghar; Nemati Shirzy, Monir; Ghazie pour Abarghouie, Farzad.
Título: Reliability, validity, and factorial structure of the World Health Organization-5 Well-Being Index (WHO-5) in Iranian psychiatric outpatients / Confiabilidade, validade e estrutura fatorial do World Health Organization-5 Well-Being Index (WHO-5) em pacientes psiquiátricos ambulatoriais iranianos
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);40(2):79-84, Apr.-June 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The association between psychological well-being and physical and mental health has been shown in the literature. Psychological well-being is a multifaceted concept. The World Health Organization-5 Well-Being Index (WHO-5) is a 5-item instrument used to screen for depression. However, the validity of the WHO-5 has not been investigated in Iranian psychiatric or psychological settings. Objective: To investigate the validation of the Farsi version of the WHO-5 in a sample of Iranian psychiatric outpatients. Methods: A cross-sectional study was conducted with a convenience sample of 116 Iranian volunteer psychiatric outpatients selected from the psychiatric and psychological clinics at the School of Behavioral Sciences and Mental Health - Tehran Institute of Psychiatry, Iran University of Medical Sciences. Patients completed the WHO-5, the Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9), the Patient Health Questionnaire-15 (PHQ-15), and the short form of the Beck Depression Inventory-13 (BDI-13). Results: The mean score of the WHO-5 was 8.95 (standard deviation [SD] = 5.49). Cronbach's α for the WHO-5 was 0.91. The WHO-5 negatively correlated with PHQ-9 (-0.358), PHQ-15 (-0.328), and BDI-13 (-0.475), indicating good validity. Factor analysis of the WHO-5 items identified one factor labeled psychological well-being. Conclusions: The WHO-5 has a single dimensional structure and acceptable psychometric parameters. The results of this study suggest that WHO-5 can be used in a clinical context in Iran.

Resumo Introdução: A associação entre bem-estar psicológico e saúde física e mental tem sido demonstrada na literatura. Bem-estar psicológico é um conceito multifacetado. O World Health Organization-5 Well-Being Index (WHO-5) é um instrumento composto por 5 itens utilizado para avaliar depressão. No entanto, a validade do WHO-5 não foi investigada em contextos psiquiátricos ou psicológicos iranianos. Objetivo: Investigar a validade da versão persa do WHO-5 em uma amostra de pacientes psiquiátricos ambulatoriais iranianos. Métodos: Um estudo transversal foi conduzido com uma amostra de conveniência composta por 116 pacientes psiquiátricos ambulatoriais iranianos voluntários selecionados nas clínicas psiquiátrica e psicológica da School of Behavioral Sciences and Mental Health, Tehran Institute of Psychiatry, Iran University of Medical Sciences. Os pacientes completaram o WHO-5, o Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9), o Patient Health Questionnaire-15 (PHQ-15) e a versão abreviada do Beck Depression Inventory-13 (BDI-13). Resultados: O escore médio obtido no WHO-5 foi de 8,95 (desvio padrão = 5,49). O alfa de Cronbach para o WHO-5 foi 0,91. O WHO-5 se correlacionaram negativamente com o PHQ-9 (-0,358), o PHQ-15 (-0,328) e o BDI-13 (-0,475), indicando validade adequada. A análise fatorial dos itens do WHO-5 identificaram um único fator, a saber, bem-estar psicológico. Conclusão: O WHO-5 tem uma estrutura dimensional única e parâmetros psicométricos aceitáveis. Os resultados deste estudo sugerem que o WHO-5 pode ser usado em contextos clínicos no Irã.
Descritores: Escalas de Graduação Psiquiátrica
-Pacientes Ambulatoriais
Psicometria
Tradução
Organização Mundial da Saúde
Estudos Transversais
Reprodutibilidade dos Testes
Análise Fatorial
Questionário de Saúde do Paciente
Irã (Geográfico)
Transtornos Mentais/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-963088
Autor: Dadfar, Mahboubeh; Kalibatseva, Zornitsa; Lester, David.
Título: Reliability and validity of the Farsi version of the Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9) with Iranian psychiatric outpatients / Confiabilidade e validade da versão persa do Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9) em pacientes psiquiátricos ambulatoriais iranianos
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);40(2):144-151, Apr.-June 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction: The Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9) is a brief screening and diagnostic tool for depression. It has been used in research and clinical practice in primary care and other clinical and non-clinical settings. The PHQ-9 has not had its validity examined in psychiatric and psychological settings in Iran. Methods: A cross-sectional study was conducted to investigate the validation of the Farsi version of the PHQ-9. A convenience sample of 130 Iranian volunteer psychiatric outpatients was selected from psychiatric and psychological clinics. They completed the PHQ-9, the Patient Health Questionnaire-15 (PHQ-15), the World Health Organization-five Well-Being Index (WHO-5), and the short form of the Beck Depression Inventory-13 (BDI-13). Data were analyzed by descriptive statistics, Cronbach's α, Pearson correlation coefficient, principal component analysis, exploratory factor analysis, and confirmatory factor analysis. Results: Mean score of the PHQ-9 was 12.83 (standard deviation = 6.25), indicating moderately severe depression in the sample. Cronbach's α coefficient for PHQ-9 was 0.88, and one-week test-retest reliability 0.79. The PHQ-9 correlated 0.64 with PHQ-15, −0.35 with WHO-5, and 0.70 with BDI-13, indicating good construct and criterion-related validity. The results of the factor analysis of PHQ-9 items identified and confirmatory factor analysis confirmed a single factor labeled general depression. Conclusions: The PHQ-9 appears to have a unidimensional structure, adequate validity and reliability, and can be useful in epidemiological/research settings. Based on previous literature and on the present findings, the PHQ-9 may have applicability to other contexts in the studied population, but this needs to be confirmed by other studies.

Resumo Introdução: O Patient Health Questionnaire-9 (PHQ-9) é uma ferramenta breve de triagem e diagnóstico para depressão. Tem sido usado em pesquisa e na prática clínica primária e em outros contextos clínicos e não clínicos. O PHQ-9 não teve sua validade examinada em contextos psiquiátricos e psicológicos no Irã. Métodos: Um estudo transversal foi conduzido para investigar a validação da versão persa do PHQ-9. Uma amostra de conveniência de 130 pacientes psiquiátricos ambulatoriais iranianos foi selecionada em clínicas psiquiátricas e psicológicas. Os pacientes completaram o PHQ-9, Patient Health Questionnaire-15 (PHQ-15), the World Health Organization-five Well-Being Index (WHO-5) e a forma abreviada do Beck Depression Inventory-13 (BDI-13). Os dados foram analisados por estatística descritiva, α de Cronbach, coeficiente de correlação de Pearson, análise de componentes principais e análise fatorial exploratória e confirmatória. Resultados: O escore médio do PHQ-9 foi 12,83 (desvio padrão=6,25), indicando depressão moderadamente severa na amostra. O α de Cronbach para PHQ-9 foi 0,88, e a confiabilidade teste-reteste de uma semana 0,79. O PHQ-9 apresentou correlação de 0,64 com PHQ-15, −0,35 com WHO-5 e 0,70 com BDI-13, indicando boa validade do construto e dos critérios relacionados. Os resultados da análise fatorial dos itens do PHQ-9 identificaram, e a análise fatorial confirmatória confirmou, um único fator, chamado depressão geral. Conclusões: O PHQ-9 parece ter uma estrutura unidimensional, validade e confiabilidade adequadas, e pode ser útil em contextos epidemiológicos e de pesquisa. Com base na literatura prévia e neste estudo, o PHQ-9 pode ter aplicabilidade em outros contextos na população estudada, mas isso precisa ser confirmado.
Descritores: Questionário de Saúde do Paciente
-Pacientes Ambulatoriais
Tradução
Estudos Transversais
Reprodutibilidade dos Testes
Análise Fatorial
Análise de Componente Principal
Depressão/diagnóstico
Transtornos Mentais/diagnóstico
Transtornos Mentais/terapia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-770445
Autor: Schwab, Bianca; Daniel, Heloisa Silveira; Lutkemeyer, Carine; Neves, João Arthur Lange Lins; Zilli, Louise Nassif; Guarnieri, Ricardo; Diaz, Alexandre Paim; Michels, Ana Maria Maykot Prates.
Título: Variables associated with health-related quality of life in a Brazilian sample of patients from a tertiary outpatient clinic for depression and anxiety disorders / Variáveis associadas à qualidade de vida em uma amostra de pacientes de um serviço ambulatorial terciário para transtornos de ansiedade e depressão
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);37(4):202-208, Oct.-Dec. 2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: Health-related quality of life (HRQOL) assessment tools have been broadly used in the medical context. These tools are used to measure the subjective impact of the disease on patients. The objective of this study was to evaluate the variables associated with HRQOL in a Brazilian sample of patients followed up in a tertiary outpatient clinic for depression and anxiety disorders. Method: Cross-sectional study. Independent variables were those included in a sociodemographic questionnaire and the Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS) scores. Dependent variables were those included in the short version of the World Health Organization Quality of Life (WHOQOL-BREF) and the scores for its subdomains (overall quality of life and general health, physical health, psychological health, social relationships, and environment). A multiple linear regression analysis was used to find the variables independently associated with each outcome. Results: Seventy-five adult patients were evaluated. After multiple linear regression analysis, the HADS scores were associated with all outcomes, except social relationships (p = 0.08). Female gender was associated with poor total scores, as well as psychological health and environment. Unemployment was associated with poor physical health. Conclusion: Identifying the factors associated with HRQOL and recognizing that depression and anxiety are major factors are essential to improve the care of patients.

Introdução: Instrumentos para avaliar qualidade de vida relacionada à saúde têm sido amplamente utilizados no contexto médico, visando mensurar o impacto da doença de uma perspectiva subjetiva e relevante ao paciente. O objetivo desse estudo foi identificar variáveis associadas à qualidade de vida em uma amostra de pacientes acompanhados em um ambulatório terciário para transtornos de ansiedade e depressão. Métodos: Estudo transversal. As variáveis independentes incluíram dados de um questionário sociodemográfico e pontuação na Escala Hospitalar de Ansiedade e Depressão (HADS). Variáveis dependentes: pontuação total na escala breve de qualidade de vida da Organização Mundial de Saúde (WHOQOL-Bref) e cada um de seus subdomínios (geral, físico, psicológico, social e ambiental). Regressão linear múltipla foi aplicada para identificar as variáveis preditoras associadas de forma independente a cada uma das variáveis dependentes. Resultados: Setenta e cinco pacientes adultos foram avaliados. Após análise de regressão linear múltipla, pontuação na HADS esteve associada com todos os desfechos analisados, exceto para o subdomínio social (p = 0,08). Sexo feminino esteve negativamente associado com a pontuação total da WHOQOL-Bref e com os subdomínios psicológico e ambiental. Desemprego esteve associado com o subdomínio físico. Conclusão: A identificação de fatores associados à qualidade de vida relacionada à saúde e o reconhecimento de que a depressão e a ansiedade são variáveis fundamentais são essenciais para uma melhor assistência aos pacientes.
Descritores: Transtornos de Ansiedade/psicologia
Transtornos de Ansiedade/epidemiologia
Qualidade de Vida
Transtorno Depressivo/psicologia
Transtorno Depressivo/epidemiologia
-Pacientes Ambulatoriais/psicologia
Escalas de Graduação Psiquiátrica
Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Modelos Lineares
Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Centros de Atenção Terciária
Instituições de Assistência Ambulatorial
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-904586
Autor: Okpataku, Christopher Izehinosen; Tawani, David.
Título: Psychotropic prescriptions for the treatment of schizophrenia in an outpatient clinic / Prescrições psicotrópicas para o tratamento da esquizofrenia em uma clínica ambulatorial
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);39(3):165-172, July-Sept. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Introduction There is an unpredictable pattern in the prescription of antipsychotics and other psychotropic medications for the treatment of schizophrenia, particularly in resource-limited settings in developing countries. Objective To determine the psychotropic prescriptions given to patients with schizophrenia in an outpatient clinic of a tertiary hospital and to describe the choices and trends of these prescriptions. Methods This was a cross-sectional descriptive study of prescriptions for adults with schizophrenia. After clinical consultation, patients' case notes were randomly selected over a period of 2 years. Using a structured form, data were extracted from the case notes including biodemographic data, psychotropic medications prescribed and changes made to these prescriptions. Data were analyzed by means of descriptive statistics. Results A total of 103 patients were selected, with a mean age of 35.96±9.78 years; 48.5% were males and 51.5% were females; 33% were unemployed and 38% had been hospitalized in the past. There were 231 initial prescriptions and 228 current prescriptions, with about 2.2 prescriptions per patient. Haloperidol (mean dose 14.77±6.28mg and 11.44±5.55mg for initial and current) and other old-generation antipsychotics were the most commonly prescribed for new cases (98%). Mean duration of psychotropic use was 7.78±5.6 years. All the patients were prescribed trihexyphenidyl, and 56.3% of the patients had their medications changed as a result of side effects. Conclusion There was a very high preference for the use of first-generation antipsychotics for all treatment settings (in- and outpatients), a pattern that is likely to persist.

Resumo Introdução Existe um padrão imprevisível na prescrição de antipsicóticos e outros medicamentos psicotrópicos para o tratamento da esquizofrenia, especialmente em ambientes com limitação de recursos em países em desenvolvimento. Objetivo Determinar as prescrições psicotrópicas dadas a pacientes com esquizofrenia em uma clínica ambulatorial de um hospital terciário e descrever as escolhas e tendências dessas prescrições. Métodos Este foi um estudo descritivo transversal das prescrições dadas a adultos com esquizofrenia. Após consulta clínica, os prontuários dos pacientes foram selecionados aleatoriamente ao longo de um período de 2 anos. Usando um formulário estruturado, os dados foram extraídos dos prontuários, incluindo dados biodemográficos, medicamentos psicotrópicos prescritos e mudanças feitas a essas prescrições. Os dados foram analisados por meio de estatística descritiva. Resultados Um total de 103 pacientes foram selecionados, com idade média de 35,96±9,78 anos; 48,5% eram do sexo masculino e 51,5% do sexo feminino; 33% estavam desempregados e 38% haviam sido hospitalizados no passado. Houve 231 prescrições iniciais e 228 prescrições atuais, com aproximadamente 2,2 prescrições por paciente. O haloperidol (dose média de 14,77±6,28mg e 11,44±5,55mg para prescrições inicial e atual) e outros antipsicóticos de primeira geração foram os mais comumente prescritos para casos novos (98%). A duração média do uso de psicotrópicos foi de 7,78±5,6 anos. Todos os pacientes receberam prescrição de triexifenidil, e 56,3% dos pacientes tiveram seus medicamentos alterados como resultado de efeitos colaterais. Conclusão Houve uma alta preferência pelo uso de antipsicóticos de primeira geração para todos os regimes de tratamento (internação e ambulatorial), um padrão que provavelmente persistirá.
Descritores: Psicotrópicos/uso terapêutico
Esquizofrenia/tratamento farmacológico
Instituições de Assistência Ambulatorial
-Pacientes Ambulatoriais
Psicotrópicos/efeitos adversos
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Emprego
Haloperidol/efeitos adversos
Haloperidol/uso terapêutico
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-845187
Autor: Lopes, Vagner José; Shmeil, Marcos Augusto Hochuli.
Título: Avaliação de orientações geradas por sistema computacional a acompanhantes de pacientes pediátricos submetidos à quimioterapia / Evaluación de orientaciones generadas por el sistema computacional a acompañantes de pacientes pediátricos sometidos a quimioterapía / Evaluation of computer-generated guidelines for companions of paediatric patients undergoing chemotherapy
Fonte: Rev. gaúch. enferm;37(spe):e67407, 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Comparar as orientações geradas com o auxílio do Sistema de Apoio à Decisão Clínica – Cuidados em Oncologia e Saúde com Quimioterápicos com as orientações não auxiliadas por tecnologia, destinadas aos acompanhantes de crianças em tratamento quimioterápico. Métodos Pesquisa descritiva, avaliativa, de abordagem quantitativa, realizada na pediatria de um hospital em Curitiba-PR, entre dezembro de 2015 e janeiro de 2016. A amostra foi composta por 58 participantes, divididos em dois grupos: Grupo 1, não apoiado pelo software, e Grupo 2, apoiado pelo software. Na análise dos dados, utilizou-se o teste não paramétrico de Mann-Whitney. Resultados Houve significância estatística nas orientações (p <0,05), prevalecendo maior média de concordância com o auxílio do software no Grupo 2, quando comparada ao Grupo 1. Conclusões Evidenciou-se que as orientações geradas com o auxílio do software consistem em uma forma de apoiar qualitativamente os enfermeiros na geração de orientações.

RESUMEN Objetivo Comparar las orientaciones generadas con el auxilio del Sistema de Apoyo a Decisiones Clínicas – Cuidados en Oncología y Salud con Quimioterápicos con las orientaciones que no son auxiliadas por el mismo Sistema, ambas dirigidas a los acompañantes de niños en tratamiento quimioterápico. Métodos Investigación descriptiva, evaluativa, de abordaje cuantitativo, realizado en la pediatría de un hospital de Curitiba, Paraná, Brasil, entre diciembre de 2015 y enero de 2016. La muestra está compuesta por 58 pacientes, divididos en dos grupos: 1) compuesto por los que no son apoyados por el software y 2) por los que son apoyados por el software. En el análisis de los datos, se utilizó el Test no paramétrico de Mann-Whitney. Resultados Hubo una estadística expresiva en las orientaciones (p<0,05), prevaleciendo mayor promedio de concordancia con el auxilio del software en el Grupo 2, cuando comparado con la falta de auxilio del Grupo 1. Conclusiones Se evidenció que las orientaciones generadas con el auxilio del software es una forma de apoyar, cualitativamente, a los enfermeros en la generación de orientaciones.

ABSTRACT Objective To compare computer-generated guidelines with and without the use of a Clinical Decision Support System - Oncology Care and Healthcare for Chemotherapy Patients, for the caregivers of children undergoing chemotherapy. Methods This is a descriptive, evaluative, and quantitative study conducted at a paediatrics hospital in Curitiba, Paraná, Brazil, from December 2015 to January 2016. The sample consisted of 58 participants divided into two groups: Group 1, without the aid of software, and Group 2, with the aid of the software. The data were analysed using the Mann-Whitney U test. Results The guidelines revealed a statistical significance (p<0.05), with a prevalence of a higher concordance average in Group 2 in comparison with Group 1. Conclusion Computer-generated guidelines are a valuable qualitative support tool for nurses.
Descritores: Software
Guias de Prática Clínica como Assunto
Tratamento Farmacológico/enfermagem
Neoplasias/enfermagem
-Pacientes Ambulatoriais
Cuidadores/psicologia
Sistemas de Apoio a Decisões Clínicas
Tratamento Farmacológico/psicologia
Padrões de Prática em Enfermagem
Enfermeiras Pediátricas/psicologia
Unidades Hospitalares
Hospitais Pediátricos
Pacientes Internados
Neoplasias/tratamento farmacológico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-978489
Autor: Scain, Suzana Fiore; Franzen, Elenara; Hirakata, Vânia Naomi.
Título: Riscos associados à mortalidade em pacientes atendidos em um programa de prevenção do pé diabético / Efecto del cuidado de enfermería en pacientes atendidos en un programa de prevención del pie diabético / Effects of nursing care on patients in an educational program for prevention of diabetic foot
Fonte: Rev. gaúch. enferm;39:e20170230, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO SIdentificar em pacientes com diabetes tipo 2 quais alterações nos pés estariam associadas às características demográficas, clínicas, bioquímicas e de tratamento e quais delas aumentariam o risco de mortalidade. MÉTODOS Estudo longitudinal retrospectivo que avaliou as alterações nos pés de pacientes externos atendidos em consulta de enfermagem. Os dados da história clínica e do exame dos pés foram coletados de 918 prontuários de uma amostra por conveniência. RESULTADOS Em 10 anos, a mortalidade cumulativa atribuída a polineuropatia sensitiva periférica foi 44,7%, pela doença vascular periférica 71,7%, pela associação das duas condições 62,4% e pela amputação 67,6%. Após análise multivariável, o tempo de acompanhamento com enfermeiros permaneceu como único fator de proteção para a mortalidade (p < 0,001). CONCLUSÃO O risco de morrer nesses pacientes diminuiu quando consultaram com enfermeiros educadores. Permaneceu como fator de risco independente pacientes com pé isquêmico, amputação e doença arterial coronariana.

Resumen OBJETIVOS Identificar en pacientes con diabetes tipo 2 que alteraciones en los pies estarían asociadas a las características demográficas, clínicas, bioquímicas y de tratamiento y cuáles de ellas aumentarían el riesgo de mortalidad. MÉTODOS Estudio longitudinal retrospectivo que evaluó los cambios en los pies de pacientes externos atendidos en consulta de enfermería. Los datos de la historia clínica y del examen de los pies fueron recolectados de 918 prontuarios, una muestra por conveniencia. RESULTADOS En 10 años, la mortalidad acumulativa atribuida a la polineuropatía sensitiva periférica fue 44.7%, por la enfermedad vascular periférica 71.7%, por la asociación de las dos condiciones 62.4% y por la amputación 67.6%. Después del análisis multivariable, el tiempo de acompañamiento con enfermeros permaneció como único factor de protección para la mortalidad (p < 0,001). CONCLUSIÓN El riesgo de morir en estos pacientes disminuyó cuando consultaron con enfermeros educadores. Se mantuvo como factor de riesgo independiente pacientes con pie isquémico, amputación y enfermedad arterial coronaria.

Abstract OBJECTIVES Identify in patients with type 2 diabetes what changes in the feet would be associated with demographic, clinical, biochemical and treatment characteristics and which would increase the risk of mortality. METHODS Retrospective longitudinal study evaluating the alterations in feet of outpatients attended at a nursing visit. Data from the clinical history and foot exam were collected from 918 medical records of a convenience sample. RESULTS At 10 years, the cumulative mortality attributable to peripheral polyneuropathy was 44.7%, to peripheral artery disease was 71.7%, to both conditions were 62.4%, and to amputation was 67.6%. After multivariate analysis, duration of nursing follow-up remained as the only protective factor against death (p < 0.001). CONCLUSIONS The risk of death in these patients decreased when they had consultations with a nurse educator. Ischemic feet, amputation, and coronary artery disease remained independent risk factors.
Descritores: Pé Diabético/mortalidade
Diabetes Mellitus Tipo 2/mortalidade
-Pacientes Ambulatoriais
Fatores de Tempo
Cicatrização
Doenças Cardiovasculares/mortalidade
Educação de Pacientes como Assunto
Análise Multivariada
Taxa de Sobrevida
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Estudos Longitudinais
Causas de Morte
Pé Diabético/enfermagem
Pé Diabético/prevenção & controle
Diabetes Mellitus Tipo 2/complicações
Diabetes Mellitus Tipo 2/terapia
Neuropatias Diabéticas/mortalidade
Estimativa de Kaplan-Meier
Doença Arterial Periférica/mortalidade
Amputação/mortalidade
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960843
Autor: Alves, Poliana Farias; Kantorski, Luciane Prado; Andrade, Ana Paula Müller de; Coimbra, Valéria Cristina Christello; Oliveira, Michele Mandagará de; Silveira, Karine Langmantel.
Título: Ser autônomo: o que os serviços de saúde mental indicam? / Ser autónomo: ¿qué indican los servicios de salud mental? / Being autonomous: what do mental health services indicate?
Fonte: Rev. gaúch. enferm;39:e63993, 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Construir indicadores qualitativos de resultado na Atenção Psicossocial relacionados à autonomia na perspectiva dos usuários e familiares. MÉTODO Estudo de caso avaliativo, com referencial teórico hermenêutico-dialético em um Centro de Atenção Psicossocial no Rio Grande do Sul, Brasil. A primeira etapa da coleta de dados, fevereiro-julho/2014, consistiu na construção de indicadores a partir da análise dos dados qualitativos de duas pesquisas avaliativas neste mesmo serviço. A segunda etapa, agosto-setembro/2014, validou os indicadores construídos por meio de grupos focais com nove usuários e nove familiares. RESULTADO Os participantes apontaram três indicadores qualitativos relacionados à sua autonomia como resultado da inserção no serviço, sendo eles, melhora na autogestão da renda, melhor desenvolvimento das atividades do cotidiano e maior poder de negociação. CONCLUSÃO A metodologia utilizada mostrou-se adequada para criação de indicadores qualitativos na perspectiva de usuários e familiares, bem como apontou que o serviço auxilia no processo de conquista da autonomia.

Resumen OBJETIVO Construir indicador cualitativo de resultado en la Atención Psicosocial relacionado con la autonomía desde la perspectiva de los usuarios y familias. METODOLOGÍA Estudio de caso evaluativo, realizado en un Centro de Atención Psicosocial del Rio Grande do Sul, Brasil. La primera etapa de recopilación de datos, febrero-julio/2014, consistió en la construcción de indicadores a partir del análisis de los datos cualitativos a partir de dos investigaciones de evaluación en este mismo servicio. La segunda etapa, agosto-septiembre/2014, validó los indicadores construidos a través de grupos focales con nueve miembros y nueve familiares. RESULTADOS Los usuarios y familias mostraron tres indicadores cualitativos relacionados con su autonomía como consecuencia de la entrada en lo servicio: mejora de la auto-gestión de los ingresos, mejor desarrollo de las actividades diarias y aumento de la capacidad de negociación. CONCLUSIÓN Lo servicio ayuda en el proceso de desarrollo de la autonomía.

Abstract OBJECTIVE To build qualitative outcome indicators in psychosocial care regarding autonomy from the perspective of users and their families. METHODOLOGY This is an evaluative case study based on the dialectical hermeneutics theoretical framework, conducted at a mental health community service, in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. The first stage of data collection occurred between February and July 2014, and consisted of constructing indicators based on qualitative data analysis of the two evaluative studies conducted at this same service. The second stage, between August and September 2014, consisted of validating the indicators constructed through the focus groups with nine users and nine family members. RESULTS The users and relatives stated three qualitative indicators related to their autonomy resulting from their insertion in the service. The indicators were better self-management of income, improved everyday activities, and greater bargaining power. CONCLUSION The methodology proved appropriate to create qualitative indicators, from the perspective of the participants, and revealed that the service helps users achieve autonomy.
Descritores: Serviços Comunitários de Saúde Mental
Autonomia Pessoal
Desinstitucionalização
Transtornos Mentais/psicologia
-Pacientes Ambulatoriais/psicologia
Satisfação Pessoal
População Urbana
Brasil
Atividades Cotidianas
Família
Negociação
Grupos Focais
Pesquisa Qualitativa
Estigma Social
Administração Financeira
Autogestão
Transtornos Mentais/reabilitação
Pessoa de Meia-Idade
Modelos Teóricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 526 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-846394
Autor: Paiva, Camila Bosse; Ferreira, Isadora Borne; Bosa, Vera Lúcia; Narvaez, Joana Corrêa de Magalhães.
Título: Depression, anxiety, hopelessness and quality of life in users of cocaine/crack in outpatient treatment / Depressão, ansiedade, desesperança e qualidade de vida em usuários de cocaína/crack em tratamento ambulatorial
Fonte: Trends psychiatry psychother. (Impr.);39(1):34-42, Jan.-Mar. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: To identify symptoms of anxiety, depression, and feelings of hopelessness in patients in outpatient treatment for substance dependency and to test for correlations with various aspects of their quality of life. Methods: A cross-sectional study of a sample of 25 men in recuperation from substance dependency, selected by convenience. We assessed symptoms of depression (Beck Depression Inventory-II), anxiety (Beck Anxiety Inventory), hopelessness (Beck Hopelessness Scale), and quality of life (World Health Organization Quality of Life instrument-Abbreviated version [WHOQOL-Bref]), and also analyzed sociodemographic profile, substance abuse, and family history. Categorical variables were expressed as frequencies and percentages and quantitative variables as means and standard deviations or as medians and interquartile ranges. We also analyzed Spearman correlations to a 5% significance level. Results: The study revealed prevalence rates of 32% for depression, 24% for anxiety, and 12% for hopelessness, at a moderate/severe level. Correlations between Beck scales and WHOQOL-Bref were significant; but impacts differed in the four areas evaluated. Conclusions: Overall, we observe global negative impacts on subjects' lives, affecting their psychiatric symptoms and quality of life and their relationships and occupational factors to a similar degree. The results show that the lower the scores on these scales, the better the quality of life in some areas, indicating that there is a negative correlation between psychiatric symptoms and quality of life.

Resumo Objetivo: Identificar sintomas de ansiedade, depressão e sentimentos de desesperança em pacientes dependentes químicos em tratamento ambulatorial e verificar a existência de correlações com os diferentes âmbitos da qualidade de vida. Métodos: Estudo transversal com 25 homens em recuperação para dependência química, selecionados por conveniência. Foram avaliados sintomas de depressão (Inventário de Depressão de Beck-II), ansiedade (Inventário de Ansiedade de Beck) desesperança (Escala de Desesperança de Beck) e qualidade de vida (World Health Organization Quality of Life instrument-Abbreviated version [WHOQOL-Bref]), bem como perfil sociodemográfico, uso de substâncias e histórico familiar. Variáveis categóricas foram apresentadas como frequências e percentuais, e variáveis quantitativas, como médias e desvios-padrão ou medianas e intervalos interquartis. Foram utilizadas também correlações de Spearman com nível de significância de 5%. Resultados: O estudo revelou prevalência de 32% para depressão, 24% para ansiedade e 12% para desesperança, em níveis moderado/grave. As correlações entre os inventários Beck e o WHOQOL-Bref foram significantes; entretanto, os impactos diferiram nos quatro domínios avaliados. Conclusões: De modo geral, observaram-se prejuízos globais na vida dos sujeitos, tanto frente a sintomas psiquiátricos e qualidade de vida quanto sobre relacionamentos e questões ocupacionais, em níveis semelhantes. Os resultados apontam que, quanto menor a pontuação nesses inventários, melhor a qualidade de vida em alguns domínios, indicando haver correlação negativa entre sintomas psiquiátricos e qualidade de vida.
Descritores: Ansiedade
Pacientes Ambulatoriais/psicologia
Qualidade de Vida
Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/psicologia
Depressão
Esperança
-Ansiedade/epidemiologia
Escalas de Graduação Psiquiátrica
Psicotrópicos/uso terapêutico
Qualidade de Vida/psicologia
Fatores Socioeconômicos
Família
Comorbidade
Prevalência
Estudos Transversais
Cocaína Crack
Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/terapia
Transtornos Relacionados ao Uso de Cocaína/epidemiologia
Predisposição Genética para Doença
Depressão/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 526 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1051627
Autor: Crescente, Betina Beloc; Andriola, Fernando de Oliveira; Corsetti, Adriana Corsetti; Freddo, Silvia Leticia Freddo; Freddo, Angelo Luiz Freddo.
Título: Perfil epidemiológico dos pacientes e dos atendimentos realizados no ambulatório de exodontia (FO-UFRGS) / Epidemiological survey of patients seeking dental care in the tooth extraction outpatient clinic (FO-UFRGS)
Fonte: Arq. odontol;55:1-12, jan.-dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Realizar um levantamento epidemiológico dos pacientes que buscaram atendimento no ambulatório de Exodontia da Faculdade de Odontologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FO-UFRGS).Métodos: Estudo descritivo retrospectivo no qual foram reunidos e tabulados 1905 relatórios cirúrgicos preenchidos pelos alunos da graduação nas atividades referentes à disciplina de Exodontia, entre os anos de 2011 e 2015.Resultados: Os pacientes eram na maioria mulheres, entre 30 e 59 anos, cor de pele branca, com ensino fundamental incompleto e renda familiar entre 2 e 3 salários mínimos, 30,9% dos pacientes relatavam fumar e 27,8% disseram consumir bebidas alcoólicas pelo menos uma vez por semana. Quanto à história clínica, 24,4% dos pacientes relataram sofrer de hipertensão, 7,9% eram diabéticos. Em relação aos procedimentos, 24,9% estavam indicados por serem restos radiculares, 9% dos procedimentos foram suspensos, sendo a hipertensão a principal razão para tal (42,6%). Em 59,8% dos procedimentos não houve nenhum tipo de complicação pós-operatória. Conclusão: A partir dos dados obtidos foi possível conhecer o perfil epidemiológico e a situação de saúde da população atendida, identificando suas principais necessidades, fornecendo informações estratégicas para a organização e qualificação do serviço. (AU)

Aim: To conduct an epidemiological study of patients seeking dental care in the Tooth Extraction Outpatient Clinic, School of Dentistry, Federal University of Rio Grande do Sul (FO-UFRGS). Methods: This research was a retrospective descriptive study on 1,905 surgical reports filled out by undergraduate students during the activities related to the Exodontics (Tooth Extraction) classes held between 2011 and 2015.Results: Patients were mostly women from 30 to 59 years of age, white, with an incomplete elementary school education, and a household income between 2 and 3 minimum salaries; 30.9% of the patients claimed to be smokers and 27.8% reported that they consumed alcohol at least once a week. In relation to the clinical history, 24.4% of the patients reported suffering from hypertension, and 7.9% were diabetic. Regarding the procedures, 24.9% had been referred due to the existence of root fragments; in 9% of the cases, procedures were suspended, mainly due to hypertension (42.6%). In 59.8% of the procedures, no postoperative complications were observed.Conclusion:From the obtained data, it was possible to access the epidemiological profile and the health status of the population who received dental care, identifying their main needs and providing strategic information for the organization and qualification of the service and the health care of these patients. (AU)
Descritores: Pacientes Ambulatoriais
Cirurgia Bucal
Perfil de Saúde
Saúde Bucal
Saúde Pública
-Registros Médicos
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca



página 1 de 53 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde