Base de dados : LILACS
Pesquisa : M01.935 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 75 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 8 ir para página                    

  1 / 75 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1096769
Autor: Brasil. Ministério da Saúde.
Título: Recomendações para acompanhantes e/ou visitantes nos serviços de atenção especializada em saúde durante pandemia de Covid-19 / Recommendations for companions and / or visitors serving us of specialized care in health during the Covid-19 pandemic.
Fonte: s.l; s.n; mar. 2020.
Idioma: pt.
Descritores: Visitas a Pacientes
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Infecções por Coronavirus/transmissão
Acompanhantes Formais em Exames Físicos/normas
-Brasil
Serviços de Saúde/normas
Hospitais/normas
Unidades de Terapia Intensiva/normas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Guia
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-969695
Autor: Banhara, Fábio Luiz; Farinha, Francely Tineli; Henrique, Tatiane; Razera, Ana Paula Ribeiro; Alves, Nadja Guazzi Arenales; Trettene, Armando dos Santos.
Título: Visitação aberta em unidade de terapia intensiva neonatal: percepções da equipe de enfermagem / Open visitation in a neonatal intensive care unit: nursing team's perceptions / Visitación abierta en unidad de terapia intensiva neonatal: percepciones del equipo de enfermería
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e33461, jan.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: compreender a experiência de profissionais de enfermagem sobre a visitação aberta em uma unidade de terapia intensiva neonatal (UTIN), antes e após sua implementação. Método: estudo descritivo, qualitativo, desenvolvido em uma maternidade pública situada em Bauru, São Paulo, Brasil, em 2016. A amostra foi definida pelo método de saturação de dados e constou de sete participantes. Para a coleta de dados utilizou-se a entrevista estruturada e como referencial metodológico a análise de conteúdo temática. A pesquisa iniciou-se após aprovação do projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: a partir dos discursos elencaram-se as categorias: expectativas profissionais antes da visitação aberta; enfrentando as dificuldades da visitação aberta; evidenciando os benefícios da visitação aberta; e desafios no seu aprimoramento. Conclusão: a percepção da equipe de enfermagem inicialmente foi negativa, porém após a implementação da visitação aberta na UTIN, evidenciaram-se os benefícios para os recém-nascidos, pais, acompanhantes e equipe.

Objective: to understand nursing personnel's experience of open visitation in a neonatal intensive care unit, before and after implementation. Method: this descriptive, qualitative study was conducted at a public maternity hospital in Bauru, São Paulo, Brazil, in 2016. The sample, defined by the data saturation method, consisted of seven participants. Data were collected by structured interviews, and thematic content analysis provided the methodological frame of reference. The study after approval by the research ethics committee. Results: the categories identified from the discourse were: professional expectations before open visitation; coping with the difficulties of open visitation; evidencing the benefits of open visitation; and challenges in improving it. Conclusion: the nursing team's initial perceptions were negative, but after implementation of open visitation, the benefits for newborns, parents, companions, and staff became evident.

Objetivo: comprender la experiencia de profesionales de enfermería sobre la visitación abierta en una unidad de terapia intensiva neonatal (UTIN), antes y después de su implementación. Método: estudio descriptivo, cualitativo, desarrollado en una maternidad pública situada en Bauru, São Paulo, Brasil, en 2016. La muestra fue definida por el método de saturación de datos y consistió en siete participantes. Para la recolección de datos se utilizó la entrevista estructurada y, como referencial metodológico, el análisis de contenido temático. La investigación se inició tras la aprobación del Comité de Ética en Investigación. Resultados: Con base en los discursos, se enlistaron las categorías: expectativas profesionales antes de la visitación abierta; enfrentando las dificultades de la visitación abierta; evidenciando los beneficios de la visitación abierta; y desafíos en su perfeccionamiento. Conclusión: la percepción del equipo de enfermería inicialmente fue negativa pero, después de la implementación de la visitación abierta en la UTIN, se evidenciaron los beneficios a los recién nacidos, padres, acompañantes y equipo.
Descritores: Relações Profissional-Família
Visitas a Pacientes
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal/organização & administração
Humanização da Assistência
-Brasil
Epidemiologia Descritiva
Pesquisa Qualitativa
Técnicos de Enfermagem
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Humanos
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  3 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1014140
Autor: Moretti, Miriane Melo Silveira; Urbanetto, Janete de Souza; Nascimento, Amanda Peres do; Rodrigues, Ariane Goulart; Silva, Débora Raquel da; Ramos, Thaís; Rockenbach, Vanessa.
Título: Sepse e IAM: conhecimento da população frequentadora de parques e acompanhantes de pacientes / Sepse y IAM: conocimiento de la población frecuentadora de parques y acompañantes de pacientes / Sepsis and AMI: knowledge of the population visiting parks and patient companions
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40:e20180299, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Identificar o conhecimento da população referente aos termos "sepse" e "infarto agudo do miocárdio" (IAM). MÉTODO Estudo transversal, quantitativo. Coleta de dados realizada com aplicação de um questionário, para dois grupamentos de participantes distintos: frequentadores de parques selecionados de Porto Alegre/RS e acompanhantes de pacientes internados em um hospital universitário de Porto Alegre/RS. A análise dos resultados foi realizada pela estatística descritiva e inferencial. RESULTADOS A amostra constitui-se de 1986 entrevistados, 1455 de parques e 531 acompanhantes de pacientes internados no hospital. Em relação ao conhecimento de sepse, apenas 19,1% dos entrevistados já tinham ouvido falar sobre o tema, já, em comparação ao conhecimento do IAM, 98,7% souberam responder sobre o termo. CONCLUSÕES Evidenciou-se que o déficit de conhecimento da população sobre o termo "sepse" está diretamente relacionado com o nível social dos entrevistados, demonstrando um déficit no acesso à informação no cuidado em saúde.

Resumen OBJETIVO Identificar el conocimiento de la población referente al término "sepsis" e "infarto del miocardio" (IAM). MÉTODO Estudio transversal, cuantitativo. La recolección de datos realizada con aplicación de un cuestionario, para dos grupos de participantes distintos: frecuentadores de parques selecionados de Porto Alegre/RS y acompañantes de pacientes internados en un hospital universitario de Porto Alegre/RS. El análisis de los resultados fue realizado por la estadística descriptiva e inferencial. RESULTADOS La muestra se constituye de 1986 entrevistados, 1455 de parques y 531 acompañantes de pacientes internados en el hospital. En cuanto al conocimiento de sepsis, sólo el 19,1% de los entrevistados ya había oído hablar sobre el tema, ya en comparación al conocimiento del IAM, el 98,7% supieron responder sobre el término. CONCLUSIONES Se evidenció que el déficit de conocimiento de la población sobre el término "sepsis" está directamente relacionado con el nivel social de los entrevistados, demostrando un déficit en el acceso a la información en el cuidado en salud.

Abstract OBJECTIVE To identify the population's knowledge of the terms "sepsis" and "acute myocardial infarction" (AMI). METHOD Cross-sectional quantitative study. Data was collected through the application of a questionnaire to two groups of participants, as follows: individuals who visit parks in Porto Alegre, State of Rio Grande do Sul and companions of patients of a university hospital in Porto Alegre. Analysis of the results was performed by descriptive and inferential statistics. RESULTSThe sample consisted of 1,986 respondents: 1,455 parkgoers and 531 companions of patients admitted to the hospital. Regarding the knowledge of sepsis, only 19.1% of the respondents had already heard about the subject. However, compared to knowledge about AMI, it was found that 98.7% knew the term. CONCLUSIONS The study found that the scarce knowledge of the population about the term "sepsis" is related to the social level of the respondents, demonstrating poor access to information about health care.
Descritores: Inquéritos Epidemiológicos/estatística & dados numéricos
Sepse
Infarto do Miocárdio
Terminologia como Assunto
-Visitas a Pacientes/estatística & dados numéricos
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Estudos Transversais
Parques Recreativos/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-639207
Autor: Soriano, Carlos A.
Título: Reflexiones sobre el paciente en terapia intensiva y el personal de salud / Thoughts about the ICU patient and healthcare providers
Fonte: Rev. salud pública (Córdoba);14(1):67-70, jun. 2010.
Idioma: es.
Resumo: Teniendo en cuenta el epígrafe de A. Cortina, y con la sola y sana intención de tratar de vivir en una sociedad más justa es que intentaremos reflexionar sobre nuestra diaria tarea de profesionales de la salud en las Unidades de Terapia Intensiva. Sobre todo sabiendo que una sociedad no siempre puede sentarse a esperar las reformas legales correspondientes, ya que éstas marchan a otro ritmo y hay muchas situaciones que no pueden esperar demasiado. Es por esto que habitualmente la ética se anticipa al derecho.
Descritores: Acompanhantes Formais em Exames Físicos/tendências
Unidades de Terapia Intensiva/normas
Unidades de Terapia Intensiva
Visitas a Pacientes
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: AR32.1 - Biblioteca Prof. Dr. J. M. Allende


  5 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-194233
Autor: Takahashi, Edna Ikumi Umebayashi; Silva, Carmem de Almeida da; Guerra, Grazia Maria.
Título: Necessidades básicas das esposas de pacientes infartados na fase aguda do tratamento / The basic need of the spouses of patients with myocardial infarction
Fonte: Rev. bras. enferm;43(1/4):71-78, jan.-dez. 1990. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo exploratório que teve por finalidade as necessidades básicas das esposas de pacientes infartados, na fase aguda do tratamento. Foi utilizado como referencial para análise os conceitos de Necessidades Básicas de MASLOW. Os resultados permitiram identificar como principais necessidades afetadas das esposas: segurança, amor e gregária, estima.
Descritores: Cônjuges/psicologia
Infarto do Miocárdio/psicologia
-Visitas a Pacientes/psicologia
Unidades de Cuidados Coronarianos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  6 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Id: biblio-950136
Autor: Franchi, Rodrigo; Idiarte, Leticia; Darrigol, Jennifer; Pereira, Laura; Suárez, Rodrigo; Mastropierro, Laura; Fernández, Alicia.
Título: Unidad de cuidados intensivos pediátricos de puertas abiertas: experiencia y opinión de los padres / Open-door pediatric intensive care units: experiences and parents' opinions / Unidade de cuidados intensivos pediátricos de portas abertas: experiências e opiniões de pais
Fonte: Arch. pediatr. Urug;89(3):165-170, jun. 2018. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen: En las unidades de cuidados intensivos pediátricos (UCIP) se deben aplicar tratamientos correctos, efectivos, menos invasivos gracias a los recursos con los que se cuenta, trabajar en forma colaborativa multicéntrica, pudiendo cotejar experiencias y minimizando los errores, pero es imprescindible humanizar la atención. Se deben abrir las puertas de las UCIP a los padres, familiares allegados o cuidadores para que acompañen al niño durante la internación y permanezcan siempre que así lo deseen a su lado, lo que incluye los procedimientos sin importar el grado de invasividad, la reanimación cardiopulmonar y el momento de la muerte. Es comprender un derecho que no admite discusión. En este trabajo describimos la experiencia de tres años en una UCIP de puertas abiertas. No ha sido un camino fácil, aún falta mucho por recorrer, pero está en todos los que nos dedicamos al cuidado de niños críticamente enfermos, liderar este cambio.

Summary: ICUs should provide appropriate, effective, non-invasive treatment in multicentric, collaborative environments that foster experience analyses and comparison for error minimization purposes, but they should also provide human care. ICUs should be accessible to parents, close relatives and caregivers when accompanying children during their hospital stay, during invasive procedures, CPR cardio pulmonary resuscitation and even during death. This is the children's undeniable right. In this paper, we describe a three-year experience in an open door ICU. We have undertaken this challenging path and have led change in the care of critically ill children.

Resumo: Acreditamos que devemos oferecer tratamentos apropriados, efetivos e menos invasivos, trabalhar de forma multicêntrica e colaborativa, poder comparar experiências e minimizar erros nas Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica (UTIP), mas também, e fundamentalmente, devemos humanizar o tratamento. As portas da UTIP devem estar abertas aos pais, familiares próximos ou aos cuidadores para que eles possam acompanhar as crianças durante a internação e estar ao seu lado sempre que desejarem, o que inclui também a sua presença durante procedimentos invasivos, ressuscitação cardiopulmonar. (RCP) e inclusive durante a morte. Este é um direito indiscutível dos pacientes. Neste artigo descrevemos a experiência de 3 anos numa UTIP "de portas abertas". Nós temos percorrido este caminho difícil e longo para poder liderar esta mudança no cuidado das crianças gravemente doentes.
Descritores: Visitas a Pacientes
Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica/tendências
Criança Hospitalizada
Cuidadores
-Relações Profissional-Família
Epidemiologia Descritiva
Estudos Prospectivos
Estudos Longitudinais
Assistência Centrada no Paciente
Limites: Humanos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  7 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-836327
Autor: Ferreira, Jocelly de Araújo; Monteiro, Alana Dionízio Carneiro; Lima, Nayda Babel Alves de; Souza, Priscilla Tereza Lopes de.
Título: Práticas não convencionais em saúde por familiares e vínculos afetivos de pacientes críticos / Prácticas de salud no convencionales por la familia e los vinculos afectivos de pacientes críticos / Unconventional health practices by family and affective bonds of critic patients
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);9(1):200-207, jan.-mar. 2017. tab, ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: to investigate the applicability of unconventional practices in health performed by visitors with affective bonds and/or family members of critically ill patients. Methods: A descriptive and quantitative study was carried out in care environments to critically ill patients from the Emergency and Trauma State's Hospital in the city of João Pessoa - Paraiba. The sample consisted of 100 families. Data were collected through semistructured interviews and analyzed by the Statistical Package for Social Sciences software. Approved by the Research Ethics Committee under number 328.320. Results: It was observed applicability, knowledge and good acceptance in the use of some unconventional practices by family and by people with emotional bonds with critically ill patients. Conclusion: The unconventional practices provide comprehensive care to the individual, to the family and to affective bonds. Family and affective bonds convey a great reliability of these practices, recognizing them and integrating them is a key component to the influence of its use.

Objetivo: averiguar a aplicabilidade das práticas não convencionais na saúde realizadas visitantes com vínculos afetivos e/ou familiares de pacientes críticos. Métodos: Estudo descritivo, quantitativo, realizado nos ambientes de atendimento ao paciente crítico do Hospital Estadual de Emergência e Trauma, na cidade de João Pessoa – Paraíba. A amostra foi composta por 100 familiares. Os dados foram coletados por meio de entrevista semiestruturada e analisados pelo Software Statistical Package for Social Sciences. Aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa, sob o número 328.320. Resultados: Observou-se aplicabilidade, conhecimento e boa aceitação na utilização de algumas práticas não convencionais, por familiares e por vínculos afetivos de pacientes críticos. Conclusão: As práticas não convencionais proporcionam um cuidado integral ao indivíduo, aos familiares e vínculos afetivos. Os familiares e vínculos afetivos transmitem uma grande confiabilidade destas práticas, reconhecendo-as e integrando-as como componente fundamental para a influência do seu uso.

Objetivo: investigar la aplicabilidad de las prácticas no convencionales de salud por los visitantes con vínculos afectivos y/o familiares de pacientes en estado crítico. Métodos: Se realizó un estudio descriptivo y cuantitativo se llevó a cabo entorno de atención a pacientes críticos en el Hospital de Emergencia y Trauma del Estado en la ciudad de João Pessoa -Paraiba. La muestra estuvo conformada por 100 familias. Los datos fueron recolectados através de entrevistas semi-estructuradas y analizados por el software Statistical Package for Social Sciences. Aprobado por el Comitéde Ética de la Investigación con el número 328.320. Resultados: Se observó aplicabilidad, conocimientos y buena aceptación en el uso de algunas prácticas no convencionales por la familia y los lazos emocionales de los pacientes críticos. Conclusión: Las prácticas no convencionales proporcionan una atención integral para el individuo, la familia y los lazos afectivos. Familia y lazos emocionales transmiten una gran fiabilidad de estas prácticas, el reconocimiento de ellos y su integración son como un componente clave de la influencia de su uso.
Descritores: Cuidadores
Cuidados Críticos
Cuidados Críticos/métodos
Cuidados Críticos/psicologia
Família
Terapias Complementares
Visitas a Pacientes
-Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  8 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-796705
Autor: Chaves, Patrícia Campos; Nehmy, Rosa Maria Quadros.
Título: As experiências de implantação de diretrizes da política de humanização no Hospital das Clínicas da UFMG / The experience of humanization politics guidelines implantation at UFMG Hospital das Clínicas
Fonte: Rev. méd. Minas Gerais;19(4,supl.2):42-46, out.-dez.2009.
Idioma: pt.
Resumo: O hospital universitário tem especificidades no que se refere à implementação das diretrizes das políticas de saúde que se fundamentam na humanização da assistência. Ainda em 2001, o Hospital das Clínicas/UFMG participou do programa de humaniza- ção hospitalar propagado pelo Ministério da Saúde. essa fase, valorizou os projetos de extensão sobre o tema e que atendiam aos interesses do ensino e do serviço. Na segunda fase, iniciada em 2003 com a ampliação da estratégia de humanização para a gestão dos diferentes níveis de serviços, introduziu-se a visita aberta, dispositivo que envolveu diferentes setores e atores sociais da instituição. As duas experiências mostraram sua capacidade de promover mudança nos processos de trabalho e na relação com paciente e familiares no sentido do "acolhimento". Porém, para transformar o modelo de gestão, dando lugar ao protagonismo do usuário, é preciso também alterar a mentalidade, a cultura institucional...

The University Hospital has special characteristics as regards the implementation of health care that are based on health core humanization guidelines. In 2001, the Hospital das Clínicos/UFMG participated in the Ministry of Health program of hospital core humaniza- tion, valuing the extension projects on lhe issue that answered the leaching and lhe service interests. In lhe second phase, beginning in 2003 ioith lhe expansion of the humonizotion strategy to the managemenl of the ditterent service levels, lhe device involved different sec- tors and social workers in lhe Institution. Both experiences showed lhe ability for promot- ing changes in lhe working process and in lhe relationship ioith patients and their families regarding lhe "reception". However, it is necessary Ia change de managemenl model, gio- ing place 10 lhe User prominence as well as changing lhe mindset, the institutional culture...
Descritores: Gestão em Saúde
Humanização da Assistência
Hospitais Universitários/organização & administração
Políticas Públicas de Saúde
-Estudos Retrospectivos
Sistema Único de Saúde
Visitas a Pacientes
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 75 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732929
Autor: Santana-Cabrera, Luciano; Cunha, Haroldo Falcão Ramos da.
Título: Políticas de visitação na unidade de terapia intensiva no Brasil: primeiros passos na América Latina / Intensive care unit visitation policies in Brazil: firsts steps in Latin America
Fonte: Rev. bras. ter. intensiva;26(4):328-329, Oct-Dec/2014.
Idioma: pt.
Descritores: Unidades de Terapia Intensiva/organização & administração
Política Organizacional
Visitas a Pacientes
-Brasil
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 75 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-732922
Autor: Ramos, Fernando José da Silva; Fumis, Renata Rego Lins; Azevedo, Luciano Cesar Pontes de; Schettino, Guilherme.
Título: Políticas de visitação em unidades de terapia intensiva no Brasil: um levantamento multicêntrico / Intensive care unit visitation policies in Brazil: a multicenter survey
Fonte: Rev. bras. ter. intensiva;26(4):339-346, Oct-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Este estudo teve como objetivo determinar a política de visitação predominante nas unidades de terapia intensiva e quais comodidades proporcionadas aos visitantes. Métodos: Foram enviados 800 convites a endereços de e-mail de médicos e enfermeiros intensivistas listados nos grupos de pesquisa da Rede da Associação de Medicina Intensiva Brasileira e da Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva. A mensagem por e-mail continha um link para um questionário de 33 itens a respeito do perfil de suas respectivas unidades de terapia intensiva. Resultados: Foram incluídos no estudo os questionários de 162 unidades de terapia intensiva localizadas em todas as regiões do país, mas foram predominantes as das Regiões Sudeste (58%) e Sul (16%). Apenas 2,6% das unidades de terapia intensiva relataram ter políticas liberais de visitação, enquanto 45,1% das unidades de terapia intensiva possibilitavam dois períodos diários de visitação e 69,1% permitiam de 31 a 60 minutos de visita por período. Em situações especiais, como casos de fim de vida, 98,7% delas permitiam visitas em horários flexíveis. Cerca de metade das unidades de terapia intensiva (50,8%) não oferecia qualquer comodidade aos visitantes. Apenas 46,9% das unidades de terapia intensiva tinham uma sala de reunião com familiares, e 37% não dispunham de uma sala de espera. ...

Objective: This study aimed to determine which visitation policy was the most predominant in Brazilian intensive care units and what amenities were provided to visitors. Methods: Eight hundred invitations were sent to the e-mail addresses of intensivist physicians and nurses who were listed in the research groups of the Brazilian Association of Intensive Care Network and the Brazilian Research in Intensive Care Network. The e-mail contained a link to a 33-item questionnaire about the profile of their intensive care unit. Results: One hundred sixty-two questionnaires from intensive care units located in all regions of the country, but predominantly in the Southeast and South (58% and 16%), were included in the study. Only 2.6% of the intensive care units reported having liberal visitation policies, while 45.1% of the intensive care units allowed 2 visitation periods and 69.1% allowed 31-60 minutes of visitation per period. In special situations, such as end-of-life cases, 98.7% of them allowed flexible visitation. About half of them (50.8%) did not offer any bedside amenities for visitors. Only 46.9% of the intensive care units had a family meeting room, and 37% did not have a waiting room. Conclusion: Restrictive visitation policies are predominant in Brazilian intensive care units, with most of them allowing just two periods of visitation per day. There is also a lack of amenities for visitors. .
Descritores: Unidades de Terapia Intensiva/organização & administração
Política Organizacional
Visitas a Pacientes/estatística & dados numéricos
-Brasil
Unidades de Terapia Intensiva/estatística & dados numéricos
Inquéritos e Questionários
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 8 ir para página                    
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde