Base de dados : LILACS
Pesquisa : N01.224.791 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1192 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 120 ir para página                         

  1 / 1192 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1155208
Autor: Dias, Lashayane Eohanne; Gavioli, Aroldo; Bergamini, Marcela; Marangoni, Sonia Regina; Santana, Cleiton José; Santos, Denise Raquel dos; Valsecchi, Elizabeth Amâncio Souza da Silva; Oliveira, Magda Lúcia Felix.
Título: Fatores associados a óbitos por ferimentos por arma de fogo: em atendimentos móveis pré-hospitalares de um samu regional do Paraná / Factores asociados con muertes por lesiones causadas por armas de fuego: en servicios móviles prehospitalarios de un samu regional de Paraná / Factors associated with deaths from firearm injuries: in pre-hospital mobile care at a regional samu in Paraná
Fonte: REME rev. min. enferm;24:1351, fev.2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: CAPES.
Resumo: RESUMO Objetivo: analisar perfil sociodemográfico, morbimortalidade e distribuição espacial de vítimas de ferimentos por armas de fogo atendidas pelo serviço de atendimento móvel de urgência. Métodos: estudo transversal dos registros de atendimento de 603 vítimas de ferimento por arma de fogo atendidas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. Utilizaram-se estatística descritiva, análise de associação univariada e mapa de Kernel para distribuição espacial. Resultados: a maioria das vítimas era do sexo masculino (94%), com idade entre 21 e 30 anos (61,5%). A maioria dos óbitos (73,7%) ocorreu nessa mesma faixa etária. A distribuição espacial demonstrou a maior parte das vítimas em municípios conurbados da região metropolitana, com elevada morbimortalidade. Conclusão: houve maior prevalência de vítimas e óbitos em homens, na faixa dos 21 aos 30 anos, com ferimento em cabeça e pescoço e múltiplos sítios. Nesta amostra não foi possível estabelecer relação estatística significativa entre as cidades das ocorrências, porém se notam focos bem expressivos nas cidades de Sarandi e Paiçandu. Os resultados podem fornecer subsídios para formular políticas públicas para prevenção da violência e preparo para atenção às emergências.

RESUMEN Objetivo: analizar el perfil sociodemográfico, la morbimortalidad y la distribución espacial de las víctimas de lesiones causadas por armas de fuego atendidas por el servicio móvil de urgencias. Métodos: estudio transversal de los registros de atención de 603 víctimas de lesiones por armas de fuego atendidas por el servicio móvil de urgencias. Se utilizó estadística descriptiva, análisis de asociación univariante y el mapa de Kernel para la distribución espacial. Resultados: la mayoría de las víctimas eran hombres (94%), entre 21 y 30 años de edad (61,5%). La mayoría de las muertes (73,7%) ocurrió en este mismo grupo de edad. La distribución espacial mostró la mayoría de víctimas en los municipios conurbados de la región metropolitana, con alta morbilidad y mortalidad. Conclusión: hubo mayor prevalencia de víctimas y muertes en hombres, entre 21 y 30 años, con lesiones de cabeza y cuello y múltiples lugares. A pesar de haberse observado focos bastante expresivos en las ciudades de Sarandí y Paiçandu, en esta muestra no se ha logrado establecer una relación estadísticamente significativa entre las ciudades de los incidentes. Los resultados podrían proporcionar información relevante para formular políticas públicas de prevención de la violencia y preparación para la atención de emergencias.

ABSTRACT Objective: to analyze the sociodemographic profile, morbidity and mortality and spatial distribution of victims of firearms injuries attended by the mobile emergency care service. Methods: cross-sectional study of the care records of 603 firearm injury victims attended by the Mobile Emergency Care Service. Descriptive statistics, univariate association analysis and Kernel map were used for spatial distribution. Results: most of the victims were male (94%), aged between 21 and 30 years (61.5%). Most deaths (73.7%) occurred in this same age group. The spatial distribution showed the majority of victims in conurbated municipalities in the metropolitan region, with high morbidity and mortality. Conclusion: there was a higher prevalence of victims and deaths in men, aged 21 to 30 years, with head and neck injuries and multiple sites. In this sample it was not possible to establish a statistically significant relationship between the cities of the occurrences, but there are quite expressive focuses in the cities of Sarandi and Paiçandu. The results can provide input to formulate public policies for preventing violence and preparing for emergency care.
Descritores: Violência
Armas de Fogo
Fatores de Risco
Enfermagem em Emergência
Serviços Médicos de Emergência
-Ferimentos e Lesões/mortalidade
Ferimentos por Arma de Fogo/mortalidade
Características de Residência
Estudos Transversais
Limites: Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  2 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Caiaffa, Waleska Teixeira
Texto completo
Id: biblio-890237
Autor: Fernandes, Amanda Paula; Andrade, Amanda Cristina de Souza; Costa, Dário Alves da Silva; Dias, Maria Angélica de Salles; Malta, Deborah Carvalho; Caiaffa, Waleska Teixeira.
Título: Programa Academias da Saúde e a promoção da atividade física na cidade: a experiência de Belo Horizonte, MG, Brasil / Health Academies Program and the promotion of physical activity in the city: the experience of Belo Horizonte, Minas Gerais state, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(12):3903-3914, Dez. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Descrever o histórico e metodologia de avaliação do Programa Academia da Saúde (PAS) em Belo Horizonte, MG e discuti-lo como experiência de promoção da saúde e equidade. A partir de dois inquéritos foram obtidos dados de 4.048 não usuários (2008-09) e 402 usuários (2014-15), sendo descritos perfil sócio demográfico e nível de atividade física para ambos grupos. Comparou-se percepção da qualidade de vida, satisfação com a vida, convívio social e participação na vizinhança apenas entre usuários e não usuários do sexo feminino e com 40 anos e mais. Além disso, o grupo de não usuárias foi estratificado em renda familiar < 3 e ≥ 3 salários mínimos Teste quiquadrado de Person foi utilizado para comparação entre grupos e estratos (p ≤ 0,05). A prevalência de ativos no lazer entre não usuários foi de 30,2% e usuários de 53,7%. Melhor percepção de qualidade de vida, satisfação com a vida positiva, maior relato de convívio social e participação na vizinhança foram observados entre mulheres com maior renda comparadas aos seus contrapartes (p < 0,001). Ao contrário, usuárias reportaram melhor percepção para todos os construtos avaliados em relacao aos pares de menor renda. O PAS tem oportunizado atividade física à população vulnerável e parece atuar sobre outros desfechos além do estilo de vida.

Abstract The objectives of this study were to describe the history and evaluation methodology of the Brazilian Health Academy Program (PAS) in Belo Horizonte, MG and discuss it as an experience of health promotion and equity. Data from 4,048 non-users (2008-09) and 402 users (2014-15) were analyzed from two cross-sectional surveys. Socio-demographic profile and level of physical activity were described for both groups. Social interaction, satisfaction with life, quality of life, and social organization in the neighborhood were compared between < 3 and ≥ 3 monthly minimum wages income and conducted only for women aged 40 years and older . Chi-square test of Person was performed (p ≤ 0.05). Prevalence of leisure-time physical activity among non-users was of 30.2% and users of 53.7%. Better perception of quality of life, positive satisfaction with life, greater social interactions and participation in the neighborhood were observed among women with higher income compared to their counterparts (p < 0.001). In turn, for all evaluated constructs, users reported better perception of the lower income group. The PAS has opportunized physical activity to the vulnerable population and seems to act on other outcomes besides the lifestyle.
Descritores: Exercício Físico
Equidade em Saúde
Populações Vulneráveis
Promoção da Saúde/métodos
-Satisfação Pessoal
Qualidade de Vida
Brasil
Características de Residência
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Renda
Relações Interpessoais
Estilo de Vida
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1145569
Autor: Waetge, Tatiana Sanjuan Ganem; Machado, Carlos José Saldanha.
Título: A realidade das informações da política de medicamentos especializados nos websites das Secretarias Estaduais de Saúde / The reality of the information of the specialized drug policy on the websites of the State Health Departments / La realidad de la información especializada sobre políticas de medicamentos en los sitios web del Departamento de Salud del Estado
Fonte: RECIIS (Online);14(4):926-941, out.-dez. 2020. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo desse artigo é analisar como os sites das Secretarias Estaduais de Saúde da Paraíba, Bahia, Santa Catarina e Rio Grande do Sul disponibilizam informações sobre a política de medicamentos brasileira para os usuários do SUS. Com base em uma metodologia qualitativa, observa-se uma variedade de formas de organização e apresentação das informações estruturadas em uma linguagem predominantemente técnica, em desacordo com o nível de instrução da população, em oposição à uma comunicação pública que deve ser, segundo a norma legal, acessível e compreensível por gestores, profissionais e atores da sociedade civil, superando o linguajar do corpo técnico-burocrático para que a política pública seja apropriada pela sociedade. Ao identificar uma distância existente entre lei e realidade, conclui-se enunciando limites e desafios a serem superados pelos agentes políticos no aprofundamento e desenvolvimento de metodologias voltadas para a qualidade do acesso às informações da política pública de medicamentos pela população.

The objective of this article is to analyze how the websites of the State Health Departments of Paraíba, Bahia, Santa Catarina and Rio Grande do Sul provide information about the Brazilian drug policy for SUS users. Based on a qualitative methodology, a variety of forms of organization and presentation of structured information are observed in a predominantly technical language, in disagreement with the level of education of the population of these states, as opposed to a public communication that must be, according to the legal norm, accessible and understandable by managers, professionals and civil society actors, overcoming the language of the technical-bureaucratic body so that public policy is appropriated by society. When identifying a distance between law and reality, it concludes by stating a limits and challenges to be overcome by the political agents in the deepening and development of methodologies focused on the quality of access to information on public policy of medicines by the population.

El propósito de este documento es analizar cómo los sitios web de los Departamentos de Salud del Estado de Paraíba, Bahía, Santa Catarina y Rio Grande do Sul proporcionan información sobre la política de drogas de Brasil a los usuarios del SUS. Basado en una metodología cualitativa, se puede observar una variedad de formas de organización y presentación de información estructurada en un lenguaje predominantemente técnico, en desacuerdo con el nivel educativo de la población, en oposición a una comunicación pública que debe ser, según la norma, legal, accesible y comprensible para gerentes, profesionales y actores de la sociedad civil, superando el lenguaje del cuerpo técnico-burocrático para que la sociedad se apropie de las políticas públicas. Al identificar una distancia existente entre la ley y la realidad, concluimos estableciendo límites y desafíos que deben superar los agentes políticos en la profundización y el desarrollo de metodologías dirigidas a la calidad del acceso a la información de las políticas públicas sobre medicamentos por parte de la población.
Descritores: Redes de Comunicação de Computadores
Serviços de Informação sobre Medicamentos
Medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica
Política Nacional de Medicamentos
Acesso a Medicamentos Essenciais e Tecnologias em Saúde
Governo Eletrônico
-Sistema Único de Saúde
Características de Residência/estatística & dados numéricos
Alocação de Custos
Pesquisa Qualitativa
Escolaridade
Políticas Públicas de Saúde
Saúde da População
Limites: Humanos
Adolescente
Adulto
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  4 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1140621
Autor: Algayer, Luisa Pradié; Febras, Larissa Luma Tomasi; Scheid, Bruna Segabinazzi; Signori, Jordana Ferreira; Jantsch, Leonardo Bigolin.
Título: Tendência Temporal de Internações por Diagnóstico Oncológico em Crianças e Adolescentes / Temporal Trend of Hospitalizations for Cancer Diagnosis in Children and Adolescents / Tendencia Temporal de las Hospitalizaciones por Diagnóstico de Cáncer en Niños y Adolescentes
Fonte: Rev. bras. cancerol;66(4):e-141010, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O câncer pediátrico é considerado uma patologia rara, porém requer longos períodos de tratamento em centros de especialidade oncológica. Um dos principais desafios das famílias é o distanciamento dos locais de tratamento e de suporte hospitalar para internações em oncologia pediátrica. Objetivo: Analisar a tendência temporal por locais de residência e internação de crianças e adolescentes por diagnósticos oncológicos, entre os anos de 1998 e 2018, no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. Método: Trata-se de um estudo epidemiológico documental analítico, com coleta de dados secundários em base de dados de domínio público. O estudo possui caráter de série histórica e de distribuição espaço-geográfica, das internações hospitalares de crianças em tratamento oncológico no Rio Grande do Sul. Resultados: Menores de 4 anos representaram a principal demanda de internação por diagnóstico oncológico infantojuvenil ao longo dos anos. Em cerca de 80% das regiões em saúde, os pacientes acabam internando, por diagnóstico oncológico, fora das suas regiões de saúde e locais de residência. Nos últimos 20 anos, houve aumento da prevalência nas internações, ainda muito localizadas em centros de especialidade. Conclusão: Há necessidade de intervenção de políticas públicas e descentralização de serviços especializados no tratamento e internação em oncologia pediátrica.

Introduction: Pediatric cancer is considered a rare pathology, but it requires long periods of treatment in an oncology specialty center. One of the main challenges for the families is the distancing from treatment and hospital support facilities for hospitalizations in pediatric oncology. Objective: To analyze the time trend per places of residence and hospitalization of children and adolescents for cancer diagnoses occurred between 1998 and 2018 in the state of Rio Grande do Sul, Brazil. Method: Analytical documental epidemiological study, with collection of secondary data in a public domain database. The study is characterized as a historical series and spatial-geographical distribution of hospital admissions of children undergoing cancer treatment in Rio Grande do Sul. Results: Children under 4 years were the main demand for hospitalization for child and juvenile cancer diagnosis over the years. In about 80% of the health regions, patients end up admitted for cancer diagnosis out of their health regions and places of residence. In the last 20 years, there has been an increase in the prevalence of hospitalizations, which are still much concentrated in specialty centers. Conclusion: It is necessary the intervention of public policies and decentralization of specialized services for the treatment and hospitalization in pediatric oncology.

Introducción: El cáncer pediátrico se considera una patología rara, pero requiere largos períodos de tratamiento en un centro especializado en oncología. Uno de los principales desafíos para las familias es el distanciamiento de los sitios de tratamiento y apoyo hospitalario para hospitalizaciones en oncología pediátrica. Objetivo: Analizar la tendencia temporal por lugares de residencia y hospitalización de niños y adolescentes para diagnósticos de cáncer, entre los años 1998 y 2018, en el Estado de Rio Grande do Sul, Brasil. Objetivo: Analizar la tendencia temporal por lugares de residencia y hospitalización de niños y adolescentes para diagnósticos de cáncer, entre los años 1998 y 2018, en el Estado de Rio Grande do Sul, Brasil. Método: Estudio epidemiológico documental analítico, con recopilación de datos secundarios en una base de datos de dominio público. El estudio tiene el carácter de una serie histórica y de distribución espacial-geográfica, de ingresos hospitalarios de niños sometidos a tratamiento contra el cáncer en Rio Grande do Sul. Resultados: Los niños menores de 4 años representan la principal demanda de hospitalización por diagnóstico de cáncer para niños y adolescentes a lo largo de los años. En aproximadamente el 80% de las regiones de salud, los pacientes terminan internando, debido al diagnóstico de cáncer, en sus regiones de salud y lugares de residencia. En los últimos 20 años, ha habido un aumento en la prevalencia de hospitalizaciones, que todavía están muy ubicadas en centros especializados, en cinco de las siete macro regiones analizadas. Conclusión: Existe la necesidad de intervención de políticas públicas y descentralización de servicios especializados en el tratamiento y hospitalización en oncología pediátrica.
Descritores: Hospitalização/tendências
Neoplasias/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Características de Residência
Prevalência
Distribuição Temporal
Neoplasias/diagnóstico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  5 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-952641
Autor: Silva, Carlos José de Paula; Paiva, Paula Cristina Pelli; Paula, Liliam Pacheco Pinto de; Fonseca, Jussara de Fátima Barbosa; Silvestrini, Rafaella Almeida; Naves, Marcelo Drummond; Moura, Ana Clara Mourão; Ferreira, Efigênia Ferreira e.
Título: Padrão espacial e diferencial de renda dos domicílios de adolescentes e adultos jovens vítimas de traumatismo maxilofacial por agressão com arma de fogo / Spatial and differential income pattern of households of adolescents and young adults who are victims of maxillofacial injuries resulting from firearm aggression
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(4):1281-1292, abr. 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O estudo investigou o padrão espacial dos casos de traumatismo maxilofacial decorrentes de agressão com arma de fogo em adolescentes e adultos jovens a partir do local de domicílio das vítimas e analisou comparativamente os diferenciais de renda dessas áreas. Estudo transversal com dados de vítimas atendidas em três hospitais de Belo Horizonte-MG, entre janeiro de 2008 e dezembro de 2010. Endereços foram georeferenciados por geocodificação. Tendências de aleatoriedade e densidade de pontos foram analisadas por Função K de Ripley e mapas de Kernel. A interação espacial entre os domicílios de adolescentes e adultos jovens foi verificada através da Função K12. Encontrouse registros de 218 casos de agressão com arma de fogo, com predomínio do sexo masculino (89,9%) e adultos jovens (70,6%). Os domicílios se distribuíram de forma agregada no espaço urbano com nível de confiança de 99% e níveis de agregação espacial semelhantes. Os clusters de domicílios convergiram para 7 favelas ou regiões vizinhas com população de maior renda revelando propagação de eventos. Os hotspots se concentraram em favelas com histórico de crimes ligados ao narcotráfico. A incorporação do espaço na dinâmica dos eventos mostrou que a condição econômica isoladamente não limitou a vitimização.

Abstract The study investigated the spatial pattern of cases of maxillofacial injury resulting from firearm aggression among teenagers and young adults and analyzed the comparison of income differentials in these areas based on the residence of the victims. This is a cross-sectional study with data from victims attended in three hospitals in Belo Horizonte, State of Minas Gerais, from January 2008 to December 2010. The addresses of the victims were georeferenced by geocoding. Randomness and point density trends were analyzed using Ripley's K function and Kernel maps. The spatial interaction between the homes of adolescents and young adults was verified through the K12 function. Records of 218 cases of assault with a male predominance (89.9%) and young adults (70.6%) were found. Household clusters were distributed on an aggregate basis in the urban space with a confidence level of 99% and similar spatial aggregation levels. The hotspots converged on 7 shantytowns or neighboring regions with higher income population revealing spread of events. Hotspots focused on slums with a history of crimes linked to drug trafficking. The incorporation of space in the dynamics of events showed that the economic condition in isolation did not limit victimization.
Descritores: População Urbana/estatística & dados numéricos
Armas de Fogo
Vítimas de Crime/estatística & dados numéricos
Traumatismos Maxilofaciais/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Características de Residência
Características da Família
Estudos Transversais
Análise Espacial
Renda
Traumatismos Maxilofaciais/etiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1004353
Autor: Paredes E, María Cristina; Faustino, Alonso; Nazzal N, Carolina.
Título: Tendencia de las defunciones ocurridas en mayores de 1 año según lugar de ocurrencia y su relación con características sociodemográficas, Chile 1997-2014 / Temporal variation in the place of death in Chile from 1997 to 2014
Fonte: Rev. méd. Chile;147(3):322-329, mar. 2019. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Background: The place of death is a fundamental indicator for the debate on equity and access to health care. Aim: To describe the place of death of the deceased population over 1 year of age in Chile between the years 1997 and 2014. To analyze tendencies in this variable and its association with socio-demographic characteristics. Material and Methods: Time series study covering deaths occurred between 1997 and 2014 in Chile. National death records were used, provided by the Department of Health Statistics and Information (DEIS) of the Chilean Ministry of Health. The following variables were chosen: place of death (home, hospital, other), sex, marital status, age, level of education, activity and area of residence. Temporal trends were evaluated using Prais Winsten regressions. Logistic regression was used to assess the association of the place of death with socio-demographic characteristics. Results: Between 1997 and 2014 there were 1,576,392 deaths, at a mean age of 69 years (p25-p75:60-83 years). No temporal variations in the place of death were observed with the Prais Winsten regression, hospital (P-W coefficient (coef) = 0.06 (confidence intervals (CI): −0.30; 0.19), p = 0.64), home (P-W coef = −0.03 (CI: −0.15; 0.09), p = 0.57), and other places (P-W coef = 0.07; (CI: −0.08 - 0.22), p = 0.32). The multivariate analysis showed that being women under 70 years of age, being married or widowed, having a higher educational level, being inactive and living in a rural area were factors associated with a greater chance of dying at home. Conclusions: No significant temporal variation in the place of death was observed.
Descritores: Mortalidade
-Fatores Socioeconômicos
Fatores de Tempo
Modelos Logísticos
Chile/epidemiologia
Características de Residência
Atestado de Óbito
Causas de Morte
Mortalidade Hospitalar
Hospitais/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  7 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-984207
Autor: Alcantara, Stefania Carneiro de; González-Carrasco, Mònica; Montserrat, Carme; Casas, Ferran; Viñas-Poch, Ferran; Abreu, Desirée Pereira de.
Título: Violência entre pares, clima escolar e contextos de desenvolvimento: suas implicações no bem-estar / Peer violence, school environment and developmental contexts: its effects on well-being
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(2):509-522, Feb. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo desta pesquisa é analisar as implicações da violência entre pares no contexto escolar, do clima escolar e da percepção dos contextos de desenvolvimento no bem-estar subjetivo de crianças e adolescentes. A amostra é composta por 910 estudantes do 6º e 7º ano do ensino fundamental, de 27 escolas, públicas e privadas, urbanas e rurais do Ceará. Trata-se de um estudo transversal quantitativo que utilizou os instrumentos escala de vitimização e agressão entre pares e de clima escolar; três índices de percepção dos contextos de desenvolvimento (casa, escola, bairro); três escalas de bem-estar (satisfação com a vida para estudantes, índice de bem-estar pessoal e item único de satisfação com a vida) para coleta de dados. Os dados passaram por análise de variância multivariada com nível de significância não superior a 0,01. Os resultados indicam que a tipologia bullying, isoladamente ou em interação com as variáveis analisadas, é a que mais impacto exerce sobre o bem-estar da população estudada, sendo os envolvidos os que apresentam as menores médias de bem-estar. Níveis baixos de percepção dos contextos casa, escola, bairro, e do clima escolar, bem como estudar em escola pública e/ou morar em zona rural, estão igualmente associados a bem-estar subjetivo baixo.

Abstract The scope of this study is to analyze the implications of peer violence in the school context, the school environment and the perceived developmental contexts on the subjective well-being of children and adolescents. The sample is comprised of 910 students in Years 6 and 7 of primary school in 27 urban and rural public and private schools in Ceará. It is a quantitative cross-sectional study and the following tools were used: scales measuring victimization and aggression among peers and the school environment; three indices on perceptions of developmental contexts (home, school, neighborhood); and three well-being scales (Students' Life Satisfaction Scale, Personal Well-being Index and Single item on Overall Life Satisfaction). Data were analyzed using multivariate variance analysis, with a significance level below 0, 01. Results indicate that bullying, alone or in interaction with the variables analyzed, is the variable that has the greatest impact on the well-being of the population studied, whereby those involved in bullying have the lowest well-being averages. Low levels of perception regarding the contexts of home, school and neighborhood and the school environment, as well as attending a public school and/or living in rural areas, are all also associated with low subjective well-being.
Descritores: Grupo Associado
Violência/estatística & dados numéricos
Vítimas de Crime/estatística & dados numéricos
Bullying/estatística & dados numéricos
-Satisfação Pessoal
População Rural/estatística & dados numéricos
Instituições Acadêmicas/estatística & dados numéricos
Estudantes/psicologia
Estudantes/estatística & dados numéricos
População Urbana/estatística & dados numéricos
Características de Residência
Estudos Transversais
Agressão
Relações Interpessoais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-984216
Autor: Portella, Daniel Deivson Alves; Araújo, Edna Maria de; Oliveira, Nelson Fernandes de; Chaves, Joselisa Maria; Rocha, Washington de Jesus Santa'anna da Franca; Oliveira, Dayse Dantas.
Título: Homicídios dolosos, tráfico de drogas e indicadores sociais em Salvador, Bahia, Brasil / Intentional homicide, drug trafficking and social indicators in Salvador, Bahia, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(2):631-639, Feb. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste artigo é verificar a associação entre homicídio doloso, tráfico de drogas e indicadores sociais em Salvador, Bahia, Brasil, no ano de 2010. Trata-se de estudo ecológico a partir dos casos de homicídios dolosos e de tráfico de drogas registrados pela Polícia Civil da Bahia com indicadores sociais. A análise entre o coeficiente de homicídio doloso, tráfico de drogas e proporção de homens negros de 15 a 49 anos foi feita através do modelo de regressão binomial negativa, com software R versão 2.13.0. Foram registrados 1.391 homicídios dolosos em 2010, gerando coeficiente de 108,5 homicídios por 100mil habitantes. Na associação foi observado que nos bairros com proporção de homens negros de 15 a 49 anos acima de 60%, esse coeficiente aumentou 89% (≥ 60% e ≤ 80%) e 87% (> 80%), comparado com bairros com proporção menor que 60%. Quanto ao tráfico de drogas, houve aumento médio de 40% estatisticamente significante nesse coeficiente nos bairros com 5 ou mais casos, comparado com bairros com menos de 5. As evidências empíricas observadas poderão contribuir para o conhecimento sobre o fenômeno dos óbitos por homicídios dolosos nas grandes cidades e poderá auxiliar gestores, segurança pública e sociedade civil organizada no enfrentamento desse problema.

Abstract To study the association between intentional homicide, drug trafficking and social indicators in Salvador, Bahia, Brazil in 2010. This is an ecological study, based on cases of intentional homicides and drug trafficking registered by the Civil Police of Bahia, as well as social indicators. A negative binomial regression model, utilizing R software (version 2.13.0), was used to verify the association between the homicide rate, drug trafficking and the proportion of black males aged 15 - 49. There were 1391 homicides in 2010, giving a rate of 108.5 homicides per 100,000 people. It was observed that in neighborhoods with a proportion of black males aged 15 - 49 over 60%, this rate increased by 89% (≥ 60% and ≤ 80%) and 87% (> 80%), compared to neighborhoods with less than 60% of black males aged 15 - 49. Regarding the factor of drug trafficking, there was a statistically significant average increase of 40% in terms of this coefficient in neighborhoods with five or more cases of drug trafficking, compared to neighborhoods with less than five of such cases. The empirical evidence that was observed can help to contribute to the existing knowledge about the phenomenon of deaths due to homicide in large cities, and it will also help managers, public security and organized civil society to face this problem.
Descritores: Condições Sociais/estatística & dados numéricos
Características de Residência/estatística & dados numéricos
Tráfico de Drogas/estatística & dados numéricos
Homicídio/estatística & dados numéricos
-População Urbana/estatística & dados numéricos
Brasil
Análise de Regressão
Grupo com Ancestrais do Continente Africano/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1192 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-989582
Autor: Silva, Mário Jorge Sobreira da; Melo, Enirtes Caetano Prates; Osorio-de-Castro, Claudia Garcia Serpa.
Título: Origin-destination flows in chemotherapy for breast cancer in Brazil: implications for pharmaceutical services / Fluxos origem-destino para quimioterapia para o câncer de mama no Brasil: implicações para a assistência farmacêutica
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(3):1153-1164, mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract This study maps and analyzes patient flows for breast cancer chemotherapy in order to identify the potential implications for organization of pharmaceutical services in the cancer care network. An ecological study design sought to correlate the place of residence with place of care for breast cancer patients. All chemotherapy procedures financed by Brazil's Unified Health System (SUS) and performed from January to December 2013 were included. Flows were mapped using TerraView® software. A total of 1 347 803 outpatient chemotherapy procedures were delivered by 243 cancer care units located in 156 municipalities. Seventeen cities concentrated approximately 50.0 % of the procedures. A total of 8 538 origin-destination flows were generated and 49.2% of procedures were performed in services located outside the municipality in which the patient resided. Context challenges, related to inequality of access to chemotherapy and hindrances in planning and management of pharmaceutical services, were discussed.

Resumo Este estudo mapeia e analisa os fluxos percorridos por pacientes em uso de quimioterapia para o tratamento do câncer de mama no Brasil, usando metodologia de redes, de forma a identificar potenciais implicações para a organização da assistência farmacêutica na rede de atenção oncológica. Realizou-se um estudo ecológico correlacionando o local de residência com o de atendimento de pacientes com câncer de mama. Incluiu-se todos os procedimentos de quimioterapia financiados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), realizados no ano de 2013. O mapeamento dos fluxos foi efetuado no programa TerraView®. Foram realizados 1.347.803 procedimentos ambulatoriais de quimioterapia em 243 unidades habilitadas pelo SUS, sediadas em 156 municípios brasileiros. Dezessete cidades concentraram aproximadamente 50,0% dos atendimentos. Foram gerados 8.538 fluxos de origem-destino e 49,2% dos procedimentos foram realizados em serviços sediados fora do município de residência da mulher. Alguns aspectos da organização da assistência farmacêutica, relacionados a desigualdades no acesso à quimioterapia e dificuldades no planejamento de ações e serviços farmacêuticos foram problematizados frente ao contexto apresentado.
Descritores: Assistência Farmacêutica/estatística & dados numéricos
Neoplasias da Mama/tratamento farmacológico
Acesso aos Serviços de Saúde
Antineoplásicos/administração & dosagem
-Brasil
Características de Residência/estatística & dados numéricos
Disparidades em Assistência à Saúde/estatística & dados numéricos
Programas Nacionais de Saúde/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1192 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Portugal, José Luiz
Texto completo
Id: biblio-989606
Autor: Mendonça, Juliana Guimarães de; Guimarães, Maria José Bezerra; Mendonça, Vilma Guimarães de; Portugal, José Luiz; Mendonça, Carolina Guimarães de.
Título: Perfil das internações em Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica do Sistema Único de Saúde no estado de Pernambuco, Brasil / Profile of hospitalizations in Pediatric Intensive Care Units of the Brazilian Unified Health System in the state of Pernambuco, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(3):907-916, mar. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo No Brasil, a distribuição das unidades de terapia intensiva pediátrica (UTIP), causas de admissão, custos despendidos e forma como se presta a assistência ainda são pouco conhecidos. Com o objetivo de descrever o perfil das internações por faixa etária em UTIP do SUS de Pernambuco, em 2010, realizou-se um estudo transversal, com o universo das 1.915 internações nas seis UTIP do estado, captadas no Sistema de Informação Hospitalar. As variáveis foram comparadas por faixa etária. Predominaram internações no sexo masculino (58,1%), na faixa etária de um a quatro anos (32,5%), unidades filantrópicas (64,1%), UTIP tipo III (59,2%) e por neoplasias (28,9%). A permanência média foi de 14,4 dias e o custo médio de R$ 6.674,80. A distância média entre o município de residência e o da UTIP variou de 8,7 a 486,5 km. Ocorreram 207 óbitos (10,8/100 internações), 30% por doenças infectoparasitárias. Identificaram-se diferenças entre as faixas etárias (p < 0,05), exceto quanto ao sexo. Concluindo, em Pernambuco, as internações em UTIP apresentam diferenças no acesso geográfico e nas características sociodemográficas, da admissão e causas de internação e óbito entre faixas etárias.

Abstract In Brazil, the distribution of pediatric intensive care units (PICUs), causes of admission, costs incurred and how care is provided are still poorly understood. The objective was to describe the profile of hospitalizations in the PICUs of the Brazilian Unified Health System in the state of Pernambuco, in 2010. A cross-sectional study was performed, with 1,915 hospitalizations in the six PICUs, collected in the Hospital Information System. The variables were compared by age group. There was a predominance of male hospitalizations (58.1%), an age range of between one and four years old (32.5%), the use of philanthropic units (64.1%) and type III PICUs (59.2%) and admissions due to neoplasms (28.9%). The mean hospital stay was 14.4 days, and the mean cost was BRL 6,674.80. The mean distance between the municipality of residence and the PICU ranged from 8.7 to 486.5 km. There were 207 deaths (10.8/100 admissions), of which 30% were due to infectious and parasitic diseases. Differences were identified between the age groups (p < 0.05), except regarding gender. In conclusion, admissions to PICUs in Pernambuco show differences in geographical access and sociodemographic characteristics, admissions, and causes of hospitalization and death among age groups.
Descritores: Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica/estatística & dados numéricos
Custos Hospitalares/estatística & dados numéricos
Hospitalização/estatística & dados numéricos
Programas Nacionais de Saúde
-Brasil
Características de Residência/estatística & dados numéricos
Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Fatores Etários
Sistemas de Informação Hospitalar
Tempo de Internação/estatística & dados numéricos
Neoplasias/epidemiologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 120 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde