Base de dados : LILACS
Pesquisa : N01.824.245 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1176 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 118 ir para página                         

  1 / 1176 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039523
Autor: Gomes, Sâmea Cristina Santos; Mendonça, Isabela Vieira dos Santos; Oliveira, Luana Pontes; Caldas, Arlene de Jesus Mendes.
Título: Acidentes de trabalho entre profissionais da limpeza hospitalar em uma capital do Nordeste, Brasil / Workplace accidents among hospital cleaning professionals at a hospital in the city of Maranhão, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(11):4123-4132, nov. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo deste estudo foi investigar a prevalência e os fatores associados aos acidentes de trabalho entre profissionais da limpeza hospitalar. Foram entrevistados 199 trabalhadores da limpeza de seis hospitais em São Luís, Maranhão, Brasil. Primeiramente, realizou-se análise univariada e, posteriormente, utilizaram-se as análises de regressão de Poisson com variância robusta, com modelagem hierarquizada dos dados a fim de estimar razões de prevalências (RP) entre as variáveis independentes e o desfecho (acidentes de trabalho). Houve prevalência de 13,57% de acidentes de trabalho, destes, 81,48% ocorridos com materiais perfurocortantes. Ao final da análise multivariada, identificaram-se fatores associados á ocorrência de acidentes de trabalho: idade de 18 a 30 anos, ter ensino médio incompleto, tempo de serviço de 2 a 5 anos, segregação inadequada dos resíduos de serviços de saúde (RSS), ter capacitação somente na admissão, não considerar os riscos dos resíduos à saúde e o não uso de equipamento de proteção individual (EPI). Os fatores avaliados apresentaram-se associados significativamente aos acidentes de trabalho e ressaltam a importância da educação permanente em saúde, com ênfase em capacitações periódicas e uso de EPI.

Abstract The goal of this study was to investigate the prevalence and factors associated with workplace accidents among hospital cleaning professionals. This is a cross-sectional, analytical study of a sample of 199 cleaning workers at six hospitals in São Luís, Maranhão, Brazil. We first ran a univariate analysis, and later the Poisson regression analyzes with robust variance were used, with hierarchized modeling of the data in order to estimate the prevalence ratios (PR) between the independent variables and the outcome (workplace accidents). The prevalence of workplace accidents is 13.57%, 81.48% of them with sharps. At the end of the multivariate analysis the following were found to be associated with workplace accidents: age between 18 and 30, not having a high-school degree, on the job for 2 to 5 years, inadequate segregation of health service waste (HSW), training only on admission, failure to consider the health hazards of hospital waste and failure to use personal protective equipment (PPE). Our findings reinforce the importance of continued health education, stressing periodic training and the use of PPE.
Descritores: Recursos Humanos em Hospital/estatística & dados numéricos
Acidentes de Trabalho/estatística & dados numéricos
Equipamento de Proteção Individual/estatística & dados numéricos
Serviço Hospitalar de Limpeza/estatística & dados numéricos
-Fatores de Tempo
Brasil
Prevalência
Estudos Transversais
Saúde do Trabalhador
Escolaridade
Emprego/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055770
Autor: Souza, Helton Saragor de; Mendes, Áquilas Nogueira; Chaves, Alessandro Rodrigues.
Título: Trabalhadores da enfermagem: conquista da formalização, "dureza" do trabalho e dilemas da ação coletiva / Nursing workers: achievement of formalization, hard work and collective action dilemas
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):113-122, jan. 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A singularidade das categorias de enfermagem na participação sociopolítica, especificamente sua ação coletiva, é a temática analisada. O artigo associa as condicionantes: origem social e aspectos do mercado de trabalho à ação política dos profissionais. A partir da associação analítica do estudo de caso ampliado, articulamos a interpretação da base de dados da Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil, especificamente, sob os eixos: identificação socioeconômica, mercado de trabalho e condições de trabalho, com estudo etnográfico e entrevistas semiestruturadas em três unidades hospitalares. A revisão bibliográfica demonstra a inserção desses indivíduos sem secundarizar sua particularidade: o processo histórico de proletarização na formação social brasileira, a inserção feminina no mercado de trabalho e a relação com sindicatos. O histórico dos trabalhadores pautados pela inexperiência em ações de resistência ou representação sindical, associado à valorização do emprego como ascensão social resultam na configuração de regimes de trabalho assimétricos, elemento dificultador de ações organizadas, aspecto fundamental para a melhora das condições de trabalho.

Abstract The singularity of the collective action of nursing categories in sociopolitical participation is the subject of our analysis. This paper attaches the compelling factors of social origin and aspects of the labor market to the political action of professionals. Based on the analytical association of the extended case method, we articulated the interpretation of the database of the Brazilian Nursing Profile Survey, specifically, in the light of socioeconomic identification, labor market, and working conditions, with an ethnographic study and semi-structured interviews in three hospital units. The bibliographic review shows the incorporation of these individuals without underestimating their particularity: the historical process of proletarianization in the Brazilian social formation, the inclusion of women in the labor market, and the relationship with unions. The history of workers based on inexperience in actions of resistance or union representation associated with the valorization of employment as a social ascent results in asymmetrical work regimes, a hindering element to coordinated actions, a fundamental aspect for the improvement of working conditions.
Descritores: Enfermagem
Emprego
Sindicatos/organização & administração
-Brasil
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Machado, María Helena
Texto completo
Id: biblio-1055771
Autor: Silva, Manoel Carlos Neri da; Machado, Maria Helena.
Título: Sistema de Saúde e Trabalho: desafios para a Enfermagem no Brasil / Health and Work System: challenges for the Nursing in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):7-13, jan. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo debate a importância da Enfermagem para o Sistema Único de Saúde, considerando a mesma estar presente em todas as estruturas organizacionais de saúde, nas 27 unidades da Federação e em todos os municípios do país, essencial, portanto, para a prestação de uma assistência de qualidade. Apesar disso, a profissão enfrenta muitos desafios, quer no campo da formação e do mercado de trabalho, que necessitam ser enfrentados, visando a valorização desses profissionais que apesar de todas as dificuldades a que estão submetidos, são comprometidos com a saúde da população brasileira.

Abstract This paper discusses the importance of the Nursing to the Unified Health System, considering its presence in all organizational health structures, in the 27 units of the Federation and all municipalities of the country, essential, therefore, for the provision of high-quality health care. Nevertheless, the profession faces many challenges, both in the field of education and in the job market, that must be addressed, aiming at the valorization of these professionals who, despite all the difficulties they are subjected to, are committed to the health of the Brazilian population.
Descritores: Brasil
Enfermagem
Emprego/organização & administração
-Assistência à Saúde/organização & administração
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Machado, María Helena
Texto completo
Id: biblio-1055777
Autor: Machado, Maria Helena; Koster, Isabella; Aguiar Filho, Wilson; Wermelinger, Mônica Carvalho de Mesquita Werner; Freire, Neyson Pinheiro; Pereira, Everson Justino.
Título: Mercado de trabalho e processos regulatórios - a Enfermagem no Brasil / Labor market and regulatory processes - Nursing in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):101-112, jan. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente artigo faz uma análise do mercado de trabalho dos profissionais da Enfermagem, a partir dos dados obtidos através da Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil (Cofen - Fiocruz), evidenciando que uma parcela significativa desses trabalhadores, a maioria auxiliares e técnicos de enfermagem, vivem em condições precárias de sobrevivência, com precarização, multiempregos e a insegurança no ambiente de trabalho cada vez mais frequentes, o que os impede de exercerem com dignidade suas atividades laborais. Analisa também o processo de regulação da Enfermagem, tendo como referencial a sociologia das profissões, a partir da criação do Sistema Conselho Federal/Conselhos Regionais de Enfermagem, na década de 1970, quando a categoria passa a ter autonomia da autorregulação, sendo que na atualidade, a profissão demonstra possuir um marco legal robusto e altamente regulador, considerando o quantitativo de resoluções emitidas pelo Cofen, que impactam sobre o exercício profissional. O artigo aponta como sendo essencial que o Estado desenvolva e aprimore as políticas de gestão do trabalho e de regulação, de modo a contribuir para a superação dos problemas enfrentados pela Enfermagem.

Abstract The present article analyzes the job market of nursing professionals, based on data obtained through the survey "Nursing Profile in Brazil" (Cofen - Fiocruz), showing that a significant portion of these workers, mostly nursing aides and technicians, live in increasingly precarious conditions of survival, with low wages, multi-employment and insecurity in the work environment, which prevents them from performing their work activities with dignity. It also analyzes the Nursing regulation process, having as reference the sociology of professions, from the creation of the Federal Nursing Council/Regional Nursing Councils System, in the 1970s, when the category started to have self-regulation autonomy, and currently, the profession shows a robust and highly regulatory legal milestone, considering the number of resolutions issued by Cofen, which have an impact on professional practice. The article points out that it is essential for the government to develop and improve job management and regulation policies, in order to contribute to overcome the problems faced by nursing professionals.
Descritores: Enfermagem
Emprego/legislação & jurisprudência
-Brasil
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055778
Autor: Pochmann, Marcio.
Título: Tendências estruturais do mundo do trabalho no Brasil / Structural trends in the world of work in Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):89-99, jan. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Através de breve recuperação histórica busca-se descrever as principais tendências do mundo do trabalho no Brasil. A ênfase do ensaio focaliza a atual transição antecipada para a sociedade de serviços, cuja alteração significativa pode ser observada no próprio funcionamento do mercado de trabalho. Também se considera a predominância do massivo desemprego aberto, da ampliação da subutilização da força de trabalho e da generalização da precarização nas ocupações em função da ausência de crescimento econômico e do retorno das reformas neoliberais. O resultado tem sido a polarização crescente no interior do mundo do trabalho.

Abstract Through a brief historical recovery, the article seeks to describe the main trends in the world of work in Brazil. The emphasis of the article focuses on the current early transition to the service society, whose significant change can be observed in the operation of the labor market itself. Also, it considers the predominance of massive open unemployment, the expansion of the underutilization of the labor force and the generalization of precariousness in professions due to the absence of economic growth and the return of the neoliberal reforms. The result has been the increasing polarization within the world of work.
Descritores: Emprego/estatística & dados numéricos
Recursos Humanos
Recursos Humanos/organização & administração
Recursos Humanos/tendências
-Emprego
Emprego/história
Emprego/organização & administração
Recursos Humanos/estatística & dados numéricos
Limites: História do Século XIX
História do Século XX
História do Século XXI
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055783
Autor: Frota, Mirna Albuquerque; Wermelinger, Mônica Carvalho de Mesquita Werner; Vieira, Luiza Jane Eyre de Souza; Ximenes Neto, Francisco Rosemiro Guimarães; Queiroz, Raquel Santos Monte; Amorim, Rosendo Freitas de.
Título: Mapeando a formação do enfermeiro no Brasil: desafios para atuação em cenários complexos e globalizados / Mapping nursing training in Brazil: challenges for actions in complex and globalized scenarios
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):25-35, jan. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo discorre sobre a formação profissional do enfermeiro, implicações da expansão das Instituições de Ensino Superior e a distribuição dessas no Brasil. Considera os resultados da Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil, realizada com 35.916 profissionais de Enfermagem, em 2013. A análise que caracteriza a trajetória da graduação em enfermagem neste artigo, estrutura-se em três dimensões: a expansão da formação do enfermeiro na graduação e pós-graduação; o boom de escolas de enfermagem e a relação público x privado; e, a distribuição territorial do profissional enfermeiro no Brasil. O crescimento de Instituições de Ensino em Enfermagem implica em uma formação exponencial, com predomínio de escolas privadas na graduação e na pós-graduação; os cursos buscam alinhar-se às mudanças na saúde e sociedade, mas urge equalizar as assimetrias territoriais entre as instituições formadoras na graduação e pós-graduação, a superconcentração e vazios assistenciais decorrentes da insuficiência de enfermeiros por habitantes, bem como qualificar o enfermeiro para o exercício profissional ante as transformações globais.

Abstract The article discusses the professional formation of nurses, implications of the increase in the number of Higher Education Institutions and their distribution in Brazil. It considers the results of the Nursing Profile Survey in Brazil, carried out with 35,916 nursing professionals, in 2013. The analysis that characterizes the trajectory of undergraduate nursing in this article is structured in three dimensions: the increase in the number of undergraduate and postgraduate nursing education institutions; the boom in nursing schools and the public vs. private relationship; and the territorial distribution of the registered nurse in Brazil. The increase in the number of Nursing Education Institutions implies an exponential formation, with a predominance of private schools in undergraduate and postgraduate courses. The courses seek to align themselves with changes in health and society, but it is crucial to equalize the territorial asymmetries between the undergraduate and graduate training institutions, the overconcentration and care gaps resulting from the insufficiency of nurses per inhabitant, as well as to qualify the nurses for the exercise of their professional activities in the face of global changes.
Descritores: Brasil
-Escolas de Enfermagem
Internacionalidade
Educação em Enfermagem/organização & administração
Educação em Enfermagem/estatística & dados numéricos
Bacharelado em Enfermagem/organização & administração
Educação de Pós-Graduação em Enfermagem/organização & administração
Emprego
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055785
Autor: Araújo-dos-Santos, Tatiane; Nunes, Daniely Oliveira; Pereira, Rafaell Batista; Góes, Melicia Maria da Conceição Silva Reis; Ferreira, Ithana Queila Borges Pizzani; Santos, Selton Diniz dos; Florentino, Tatiane Cunha; Melo, Cristina Maria Meira de.
Título: Associação entre variáveis relacionadas à precarização e afastamento do trabalho no campo da enfermagem / Association between variables related to precariousness of work and leave of absence in the nursing field
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):123-133, jan. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo é verificar associações entre variáveis relacionadas à precarização e o afastamento do trabalho por motivo de saúde no campo da enfermagem. Estudo transversal. A amostra de conveniência estratificada com alocação proporcional de 1.075 trabalhadoras. Local de estudo 22 hospitais públicos da Bahia, sendo os dados coletados entre 2015 e 2016. As dimensões da precarização avaliadas foram Formas de inserção e intensidade do trabalho, Esforço físico e ambiente de trabalho, Destrato e perturbações durante o trabalho. Realizou-se regressão logística binária ajustada com o teste de Omnibus. As variáveis que foram significativas tanto para enfermeiras quanto para auxiliares e técnicas foram esforço repetitivo (OR=0,44; IC=0,22-0,91/OR=0,54; IC=0,29-0,98) e histórico de discriminação (OR=2,1; IC=1,6-4,3/OR=1,8; IC=1,2-2,5). Para as enfermeiras, a existência de ruído no ambiente de trabalho foi significativo para o afastamento do trabalho (OR=3,7; IC=1,7-8,2). Entre as auxiliares e técnicas, ocorrência de violência no trabalho (OR=1,4; IC=1,05-2,0), adequação do ambiente de descanso (OR=0,6;IC=0,41-0,89), tipo de vínculo (OR=1,5;IC=1,009-2,09) foram significativos. Os resultados revelam a precarização no campo e que o Estado favorece o adoecimento das trabalhadoras ao manter estas condições de trabalho.

Abstract The objective is to verify associations between variables related to precarious employment and absence from work due to health reasons in the nursing field. This was a cross-sectional study of a stratified convenience sample with proportional allocation of 1,075 workers. Study site: 22 public hospitals in Bahia, with data collected between 2015 and 2016.The assessed precarious employment dimensions were: Forms of insertion and intensity of work, Physical effort and working environment, Disorder and disturbances during work. The binary logistic regression was adjusted with the Omnibus test. The variables that were significant for both nurses and for nursing aides and technicians were repetitive effort (OR = 0.44, CI = 0.22-0.91 / OR = 0.54, CI = 0.29-0.98), and history of discrimination (OR = 2.1, CI = 1.6-4.3 / OR = 1.8, CI = 1.2-2.5). For the nurses, the existence of noise in the work environment was significant for work leave (OR = 3.7, CI = 1.7-8.2). Among the nursing aides and technicians, the occurrence of violence at the workplace (OR = 1.4, CI = 1.05-2.0), adequacy of the resting area (OR = 0.6, CI = 0.41-0.89), and type of employment bond (OR = 1.5, CI = 1.009-2.09) were significant. The results reveal the precariousness in the field and that the government favors the illness of these workers by maintaining these working conditions.
Descritores: Enfermagem
Licença Médica/estatística & dados numéricos
Emprego/normas
-Brasil
Estudos Transversais
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055789
Autor: Fronteira, Inês; Jesus, Élvio Henriques; Dussault, Gilles.
Título: A enfermagem em Portugal aos 40 anos do Serviço Nacional de Saúde / Nursing in Portugal in the National Health Service at 40
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):273-282, jan. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Retratamos a evolução da enfermagem em Portugal desde a criação do Serviço Nacional de Saúde (SNS) em 1979, focando sobre os efetivos, a formação, as condições de trabalho, a carreira, e a organização profissional. Utilizamos a literatura sobre a evolução do sector da saúde em Portugal, e fontes de dados estatísticos da Ordem dos Enfermeiros e do SNS. Nos últimos 40 anos, o número de enfermeiros aumentou de 233%, mas o rácio enfermeiro/médico só passou de 1.15 para 1.4. A maioria exerce funções nos hospitais, apesar dos repetidos compromissos políticos a favor da expansão dos cuidados de saúde primários. No SNS, 55% são funcionários públicos com contrato por tempo indeterminado; os outros detêm um contrato individual de trabalho de direito privado. O curso de licenciatura em enfermagem é oferecido em 20 escolas do sector público e 16 do sector privado. Em 2019, a carreira de enfermagem foi revista em 3 categorias: enfermeiro, enfermeiro especialista e enfermeiro gestor. Apesar de queixas em relação as condições de trabalho, a remuneração e ao progresso na carreira, os enfermeiros continuam moderadamente satisfeitos. O papel do enfermeiro, mudou pouco ao longo dos anos e há resistência por parte da Ordem dos Médicos à sua expansão.

Abstract We describe the development of nursing in Portugal since the creation of the National Health Service (SNS) in 1979, focusing on staff numbers, education, work conditions, career, and professional organization. We used the literature on the evolution of the Portuguese health sector and statistical data from the Nursing Council and the SNS. The number of nurses grew by 233% in the last 40 years, but the nurse/physician ratio only increased from 1.15 to 1.4. Most work in hospitals, despite repeated political commitments to expand primary health care. In the SNS, 55% are public servants, and the others are employed through private law contracts. The basic nursing course is currently offered in 20 public and 16 private institutions. In 2019, the career structure was revised and now comprises three categories: nurse, specialist nurse, nurse manager. Nurses remain moderately satisfied despite complaints about working conditions, remuneration, and lack of career progress. Nurses' role barely changed over the years, and the Medical Association is resisting to its expansion.
Descritores: Medicina Estatal/história
Medicina Estatal/tendências
Enfermagem/organização & administração
Enfermagem/tendências
-Portugal
Fatores de Tempo
Emprego
Previsões
Limites: História do Século XX
História do Século XXI
Tipo de Publ: Revisão
Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1176 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Silva, Raimunda Magalhäes da
Texto completo
Id: biblio-1055790
Autor: Silva, Raimunda Magalhães da; Vieira, Luiza Jane Eyre de Souza; Garcia Filho, Carlos; Bezerra, Indara Cavalcante; Cavalcante, Ana Neiline; Borba Netto, Fernanda Colares de; Aguiar, Francisca Alanny Rocha.
Título: Precarização do mercado de trabalho de auxiliares e técnicos de Enfermagem no Ceará, Brasil / Labor market insecurity for nursing assistants and technicians in the State of Ceará, Brazil
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):135-145, jan. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo analisa o mercado de trabalho de auxiliares e técnicos de enfermagem no Ceará, nos anos de 2013 a 2017, nos aspectos relacionados à precarização do trabalho. Duas fontes de dados foram empregadas. A Pesquisa sobre o Perfil da Equipe de Enfermagem no Brasil (PPEB), de caráter transversal, foi utilizada como linha de base, e a Relação Anual de Informações Sociais-RAIS, longitudinal, possibilitou o estudo da evolução de algumas das variáveis relacionadas à precarização do trabalho. Dada a pequena quantidade de estudos semelhantes para essa categoria profissional, optou-se por realizar uma abordagem exploratória que subsidiou uma discussão crítica dos resultados. A precarização do trabalho de auxiliares e técnicos de enfermagem é sustentada por evidências empíricas nas quatro perspectivas adotadas pela Organização Internacional do Trabalho-OIT: temporal, econômica, social e organizacional. Embora seja um mercado com saldo positivo de admissões em relação aos desligamentos, os empregos apresentam baixos salários, vínculos precários, alta rotatividade, ausência de perspectiva de ascensão e condições adversas de trabalho, como exposição a violência, discriminação e acidentes. Conclui-se que os dados da RAIS corroboram os achados da PPEB e apontam que inexiste qualquer tendência de melhora dessa situação.

Abstract The article analyzes the labor market of nursing assistants and technicians in the State of Ceará, Brazil, from 2013 to 2017, concerning job insecurity aspects. Two data sources were employed. The cross-sectional Brazilian Nursing Team Profile Survey (PPEB) was used as the baseline, and the longitudinal Annual List of Social Information (RAIS) database, allowed the study of the trend of some of the variables related to job insecurity. Given the small number of similar studies for this professional category, we opted for an exploratory data approach that supported a critical discussion of the results. The job insecurity of nursing assistants and technicians is supported by empirical evidence in the four perspectives adopted by the International Labor Organization-ILO: time-related, economic, social, and organizational. While it is a market with a positive balance of admissions compared to layoffs, jobs have low salaries, poor work relationships, high turnover, lack of prospect of career advancement, and adverse working conditions such as exposure to violence, discrimination, and accidents. We can conclude that RAIS data corroborate the PPEB findings, and point out that there is no trend of improvement for this situation.
Descritores: Emprego/estatística & dados numéricos
Assistentes de Enfermagem
-Brasil
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1176 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055791
Autor: Aristizabal, Patricia; Nigenda, Gustavo; Squires, Allison; Rosales, Yetzi.
Título: Regulación de la enfermería en México: actores, procesos y resultados / Regulation of nursing in Mexico: actors, processes and outcomes
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):233-242, jan. 2020. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen El objetivo de este artículo es analizar la estructura regulatoria de la enfermería en México, a través de la normatividad y los actores involucrados. Se desarrolló un estudio de caso con uso de fuentes de información cualitativa, cuantitativa y revisión de documentación oficial. El análisis integró los datos obtenidos de las fuentes de acuerdo con cuatro dimensiones propuestas por Moran & Wood (1993). La dimensión con mayores avances es el ingreso al mercado ya que el Estado regula el ingreso a través de una licencia de práctica. La regulación de la competencia es débil y muestra áreas aisladas de práctica autónoma. El mercado laboral ofrece condiciones variadas de inserción con muestras claras de deterioro. El mecanismo de pago dominante es el salario de las instituciones públicas mostrando una estructura que incorpora un componente que no cotiza para la pensión al término del ciclo laboral. La regulación de la enfermería es un componente de su profesionalización y como tal se distingue como un proceso en marcha en vías de consolidación, particularmente aquellas dimensiones relacionadas con la regulación de la competencia, la estructura del mercado y los mecanismos de pago en el cual la enfermería y sus representantes deben jugar un papel más activo.

Abstract This paper aims to analyze the regulatory structure of nursing in Mexico through its legislation and perspectives of participant stakeholders. A case study was undertaken using qualitative and quantitative data sources, as well as from the review of official documents. The analysis included data from the sources according to the four realms proposed by the Moran & Wood (1993) model. The more advanced realm was the market entry since the state regulates entry through a license of practice. The regulation of competition is weak, showing very reduced areas of autonomous practice. The labor market is offering a wide variety of entry options with clear signs of deterioration. The dominant payment mechanism is salary, showing a structure that incorporates a component that does not impact on pensions at the end of the labor cycle. The regulation of nursing is a component of its professionalization, and as such, it is understood as a multidimensional consolidating process, particularly realms related to the regulation of competition, market structure, and payment mechanisms, in which nursing representatives should play a more active role in the future.
Descritores: Legislação de Enfermagem/normas
Legislação de Enfermagem/organização & administração
-Salários e Benefícios
Emprego
México
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 118 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde