Base de dados : LILACS
Pesquisa : N02.278.216.500.937 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 30 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 30 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-270592
Autor: Carniglia, L. A; D'Onofrio, M. S; Elmeaudy, P; González, J. H; Torolla, J. L; Castelli, M.
Título: Oficina de comunicación a distancia: Hospital de Pediatría Prof.Dr. Juan P. Garrahan / Long distance communication office: Hospital de Pediatría Prof. Dr. Juan P. Garrahan
Fonte: Med. infant;6(2,n.esp):92-95, jun. 1999. tab, graf.
Idioma: es.
Descritores: Departamentos Hospitalares/organização & administração
Departamentos Hospitalares/tendências
Hospitais Pediátricos/organização & administração
Hospitais Pediátricos/tendências
Sistemas de Comunicação no Hospital/organização & administração
Sistemas de Comunicação no Hospital/tendências
-Argentina
Responsável: AR305.1 - SID - Servicio de Información y Documentación


  2 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cogo, Ana Luísa Petersen
Texto completo
Id: biblio-1004113
Autor: Olino, Luciana; Gonçalves, Annelise de Carvalho; Strada, Juliana Karine Rodrigues; Vieira, Letícia Becker; Machado, Maria Luiza Paz; Molina, Karine Lorenzen; Cogo, Ana Luisa Petersen.
Título: Comunicação efetiva para a segurança do paciente: nota de transferência e Modified Early Warning Score / Comunicación efectiva para la seguridad del paciente: nota de transferencia y Modified Early Warning Score / Effective communication for patient safety: transfer note and Modified Early Warning Score
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40(spe):e20180341, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Analisar o registro da Nota de Transferência (NT) e a emissão do Modified Early Warning Score (MEWS) realizados pelo enfermeiro em pacientes adultos transferidos do Serviço de Emergência como estratégia de comunicação efetiva para a segurança do paciente. MÉTODO Estudo transversal retrospectivo desenvolvido em um hospital de ensino no Sul do Brasil que avaliou 8028 prontuários eletrônicos no ano de 2017. Procedeu-se a análise descritiva. RESULTADOS A realização da NT atingiu a meta institucional de 95% nos meses de janeiro e fevereiro, ficando abaixo da meta nos demais meses. A mensuração do MEWS foi realizada em 85,6% (n=6.870) dos prontuários. Destes pacientes, 96,8% (n=6.652) possuíam MEWS não alterado. CONCLUSÃO A NT e o MEWS estão inseridos no trabalho do enfermeiro, no entanto, são necessárias ações com vistas a qualificar a segurança do paciente, melhorando a comunicação efetiva e, por conseguinte, diminuindo a possibilidade de ocorrências de eventos adversos.

Resumen OBJETIVO Analizar el registro, realizado por el enfermero, la Nota de Transferencia (NT) y la emisión del Modified Early Warning Score (MEWS) en pacientes adultos transferidos del Servicio de Emergencia como estrategia de comunicación efectiva para la seguridad del paciente. MÉTODO Estudio transversal retrospectivo desarrollado en un hospital de enseñanza en el sur de Brasil que evaluó 8028 históricos electrónicos en el año 2017. Se llevó a cabo el análisis descriptivo. RESULTADOS La realización de la NT alcanzó la meta institucional del 95% en los meses de enero y febrero, quedando por debajo de la meta en los demás meses. La medición del MEWS se realizó en el 85,6% (n = 6.870) de los históricos. De estos pacientes, el 96,8% (n = 6.652) poseía MEWS no alterado. CONCLUSIÓN La NT y el MEWS están insertos en el trabajo del enfermero, sin embargo es necesario acciones con miras a calificar la seguridad del paciente, para mejor la comunicación efectiva y, por consiguiente, disminuir la posibilidad de ocurrencia de eventos adversos.

Abstract OBJECTIVE To analyze the registry of the Transfer Note (NT) and the emission of the Modified Early Warning Score (MEWS) performed by the nurse in adult patients transferred from the Emergency Service as an effective communication strategy for patient safety. METHOD A cross-sectional retrospective study developed at a teaching hospital in the South of Brazil that evaluated 8028 electronic medical records in the year 2017. A descriptive analysis was performed. RESULTS NT reached the institutional target of 95% in January and February, falling below the target in other months. The MEWS measurement was performed in 85.6% (n = 6,870) of the medical records. Of these patients, 96.8% (n = 6,652) had unchanged MEWS. CONCLUSION NT and MEWS are inserted in the work of the nurse, however, actions are needed to qualify patient safety, improving effective communication and therefore reducing the possibility of occurrence of adverse events.
Descritores: Gestão de Riscos/métodos
Índice de Gravidade de Doença
Registros Hospitalares
Registros de Enfermagem
Transferência de Pacientes/organização & administração
Segurança do Paciente
Avaliação em Enfermagem
-Gestão de Riscos/organização & administração
Brasil
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Medição de Risco
Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde
Papel do Profissional de Enfermagem
Serviço Hospitalar de Emergência
Registros Eletrônicos de Saúde
Controle de Formulários e Registros
Sistemas de Comunicação no Hospital/organização & administração
Hospitais de Ensino/organização & administração
Limites: Humanos
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1004108
Autor: Biasibetti, Cecilia; Hoffmann, Leticia Maria; Rodrigues, Fernanda Araujo; Wegner, Wiliam; Rocha, Patrícia Kuerten.
Título: Comunicação para a segurança do paciente em internações pediátricas / Comunicación para la seguridad del paciente en hospitalización pediátricas / Communication for patient safety in pediatric hospitalizations
Fonte: Rev. gaúch. enferm;40(spe):e20180337, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo OBJETIVO Analisar a percepção de profissionais de saúde e acompanhantes/familiares quanto ao desenvolvimento da comunicação para a segurança do paciente em internações pediátricas. MÉTODO estudo exploratório-descritivo, qualitativo, realizado em unidades de internação clínico-cirúrgicas pediátricas de três hospitais de Porto Alegre, RS, Brasil. Participaram do estudo 44 profissionais de saúde e 94 acompanhantes de crianças hospitalizadas, totalizando 138 participantes. A coleta ocorreu no período de 2016 a 2017, por meio de entrevistas semiestruturadas. Realizou-se análise de conteúdo do tipo temática. RESULTADOS Emergiram duas categorias: "Barreiras para a Comunicação Efetiva" que abordou as falhas e dificuldades no processo de comunicação e "Ferramentas para Qualificar a Comunicação" que apresenta recomendações para as melhorias, em especial, instrumentalização do acompanhante/familiar. CONCLUSÕES As barreiras para a comunicação efetiva envolvem múltiplos fatores e as estratégias de comunicação efetiva podem auxiliar no desenvolvimento de melhorias para a segurança do paciente pediátrico.

Resumen OBJETIVO Analizar la percepción de profesionales de salud y acompañantes/familiares con respecto al desarrollo de la comunicación para la seguridad del paciente en internaciones pediátricas. MÉTODO Estudio exploratorio-descriptivo, cualitativo, realizado en unidades de internación clínico-quirúrgicas pediátricas de tres hospitales de Porto Alegre, RS, Brasil. Participaron del estudio 44 profesionales de salud y 94 acompañantes de niños hospitalizados, totalizando 138 participantes. La recolección ocurrió en el período de 2016 a 2017, por medio de entrevistas semiestructuradas. Se realizó un análisis de contenido del tipo temático. RESULTADOS Surgieron dos categorías: "Barreras para la comunicación efectiva" que abordo las fallas y dificultades en el proceso de comunicación y "Herramientas para calificar la comunicación" que presenta recomendaciones para mejorías, em particular, instrumentalización del acompañante/familiar. CONCLUSIONES Las barreras para la comunicación efectiva envuelven diversos factores y las estrategias de comunicación efectiva pueden ayudar en el desarrollo de mejorías para la seguridad del paciente pediátrico.

Abstract OBJECTIVE To analyze the perception of health professionals and companions/family about the development of communication for patient safety in pediatric hospitalizations. METHOD It is an exploratory-descriptive study with a qualitative approach, performed in pediatric clinical-surgical hospitalization units of three hospitals in Porto Alegre, RS, Brazil. 44 health professionals and 94 companions of hospitalized children participated in the study, to a total of 138 participants. Data collection took place between 2016 and 2017, through semi-structured interviews. A thematic content analysis was used. RESULTS Two categories emerged: "Barriers to an effective communication", addressing the failures and difficulties in the communication process and "Tools to improve communication", that present recommendations for improvements, especially instrumentalization of the companion/family member. CONCLUSIONS The barriers to an effective communication involve several factors, and effective communication strategies can assist in the development of improvements for pediatric patient safety.
Descritores: Criança Hospitalizada
Barreiras de Comunicação
Segurança do Paciente
Sistemas de Comunicação no Hospital/organização & administração
-Equipe de Assistência ao Paciente
Recursos Humanos em Hospital/psicologia
Relações Profissional-Família
Relações Profissional-Paciente
Atitude do Pessoal de Saúde
Família/psicologia
Entrevistas como Assunto
Pesquisa Qualitativa
Amigos/psicologia
Comunicação em Saúde
Relações Interprofissionais
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1025443
Autor: Neumayer, Alessandra da Cunha; Aguiar, Márcia Cristina Maciel de; Schettini Sobrinho, Eldsamira da Silva Mascarenhas; Gonçalves, Alinne Santiago Ramos.
Título: Efeito do Diagnóstico de Câncer e Sugestões para Comunicação Diagnóstica na Visão dos Pacientes / Effect of Cancer Diagnosis and Suggestions for Diagnostic Communication in Patient Vision / Efecto del Diagnóstico de Cáncer y Sugerencias para Comunicación Diagnóstica en la Visión de los Pacientes
Fonte: Rev. bras. cancerol;64(4):489-497, 2018.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O câncer é classificado como uma doença crônica e vem crescendo no mundo; logo, o médico precisa, cada vez mais, se preparar para atender aos pacientes oncológicos. Na maioria das vezes, os protocolos de más notícias não são realizados por meio da óptica do paciente. Objetivo: Conhecer o efeito do diagnóstico de câncer para o paciente e a sua sugestão sobre o modo de comunicação do diagnóstico. Método: Estudo qualitativo de narrativas de histórias orais, gravadas e, posteriormente, transcritas, sendo utilizado o método de análise de conteúdo proposto por Laurence Bardin. A amostra foi constituída por 30 pacientes oncológicos de 34 a 88 anos em uma clínica particular de Salvador, BA. Resultados e Discussão: Sobre o efeito do diagnóstico, as categorias extraídas foram: aceitação (53%), choque/susto (33%), sofrimento (20%), medo (2%), racionalismo (2%), sendo que o mesmo paciente pode apresentar um ou mais tipos de reações. Categorias selecionadas sobre comunicação diagnóstica: diagnóstico por médico não oncologista (53,3%), diagnóstico por não médico (30%), diagnóstico por médico oncologista (16,6%); as subcategorias foram: adequada e inadequada. Fala pessimista foi considerada uma comunicação médica inadequada; enquanto uma postura amiga do médico, adequada. Sobre sugestões de comunicação diagnóstica, as categorias foram: levando em consideração as características do paciente, modo suave e dando esperança, e junto a um familiar. Conclusão: A aceitação da doença e o choque/susto foram os efeitos mais prevalentes ao diagnóstico. O que indica neste estudo é que, talvez, os oncologistas são mais preparados a informarem más notícias do que os outros profissionais. Levar em consideração as características do sujeito e dar informação de modo suave, dando esperança, foram as principais sugestões de comunicação diagnóstica pelos pacientes.

Introduction: Cancer is classified as a chronic disease and has been growing in the world; therefore, the doctor needs, more and more, to prepare to attend cancer patients. Most of the bad news protocols are not performed through the patient's lens. Objective: To know the effect of the diagnosis of cancer for the patient, and his suggestion about the way of communicating the diagnosis. Method: Qualitative study of narratives of oral histories, recorded and later transcribed, using the method of content analysis proposed by Laurence Bardin. The sample consisted of 30 cancer patients aged 34 to 88 years in a private clinic in Salvador, Bahia. Results and Discussion: The categories were: acceptance (53%), shock/fright (33%), suffering (20%), fear (2%), rationalism (2%), patient was able to present one or more types of reactions. Selected categories on diagnostic communication: diagnosis by non-oncologist (53.3%), diagnosis by non-physician (30%), diagnosis by oncologist (16.6%), and subcategories were: adequate and inadequate. Pessimistic speech was considered an inadequate medical communication; while an appropriate physician-friendly posture. Conclusion: Acceptance of the disease and shock/fright were the most prevalent effects at diagnosis. Patients with mild to moderate symptoms were considered to be diagnosed. What it indicates in this study is that, perhaps, oncologists are more prepared to report bad news than other professionals. Taking into account the characteristics of the subject and giving information in a gentle manner, giving hope were the main suggestions of diagnostic communication by the patients.

Introducción: El cáncer se clasifica como una enfermedad crónica y viene creciendo en el mundo; el médico necesita, cada vez más, prepararse para atender a los pacientes oncológicos. La mayoría de los protocolos de malas noticias no se realiza a través de la óptica del paciente. Objetivo: Conocer el efecto del diagnóstico de cáncer para el paciente, y su sugerencia sobre el modo de comunicación del diagnóstico. Método: Estudio cualitativo de narrativas de historias orales, grabadas y posteriormente transcritas, siendo utilizado el método de análisis de contenido propuesto por Laurence Bardin. La muestra fue constituida por 30 pacientes oncológicos de 34 a 88 años en una clínica particular de Salvador, BA. Resultados y Discusíon: En el caso del diagnóstico, las categorías extraídas fueron: aceptación (53%), shock/susto (33%), sufrimiento (20%), miedo (2%), racionalismo (2%), siendo que el mismo, el paciente pudo presentar uno o más tipos de reacciones. En la mayoría de los casos, se observó un aumento de la mortalidad por rotavirus en los últimos años. Habla pesimista fue considerada una comunicación médica inadecuada; mientras que una postura amiga del médico, adecuada. En las sugerencias de comunicación diagnóstica, las categorías fueron: tomando en consideración las características del paciente, modo suave y dando esperanza y junto a un familiar Conclusión: La aceptación de la enfermedad y el shock/susto fueron los efectos más prevalentes al diagnóstico. Lo que indica en este estudio es que, quizás, los oncólogos están más preparados para informar malas noticias que los demás profesionales. Tomar en consideración las características del sujeto y dar información de modo suave, dando esperanza fueron las principales sugerencias de comunicación diagnóstica por los pacientes.
Descritores: Revelação da Verdade
Psico-Oncologia
Neoplasias/diagnóstico
-Relações Médico-Paciente
Pesquisa Qualitativa
Narrativa Pessoal
Sistemas de Comunicação no Hospital/ética
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Tipo de Publ: Entrevista
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  5 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Maria Júlia Paes da
Texto completo
Id: lil-327461
Autor: Silva, Maria Júlia Paes da.
Título: O papel da comunicaçäo na humanizaçäo da atençäo à saúde / The role of communications in humanizing healthcare
Fonte: Bioética;10(2):73-88, 2002.
Idioma: pt.
Resumo: Faz análise acerca do papel e influência da comunicaçäo interpessoal no atendimento em saúde. Resgata a compreensäo do ser humano como alguém que possui código psicossociais (linguísticos) e psicobiológicos (seu comportamento e expressäo näo- verbal), argumenta que os pacientes estäo atentos e criam vínculos, basicamente, pela maneira como o profissional consegue ser coerente e complementar na sua comunicaçäo verbal e näo-verbal. Entre os princípios de comunicaçäo expostos, está o de que näo existe neutralidade nessas trocas de mensagens feitas entre as pessoas, e que toda comunicaçäo possui duas partes: o conteúdo, o fato, a informaçäo que queremos transmitir, e o que sentimos quando estamos interagindo com o outro. O conteúdo está ligado ao nosso referencial cultural (que é diferente entre o leigo e o profissional) e o sentimento que demonstramos ao interagir, que é percebido (mais ou menos conscientemente) pelo outro, porque as emoçöes/sentimentos säo expressos da mesma maneira (com variaçöes de intensidade) em todas as culturas humanas. Conclui que para humanizar a assistência precisamos tornar mais consciente o código näo-verbal, que fala da essência do ser humano
Descritores: Bioética
Comunicação
Assistência à Saúde
Relações Profissional-Paciente
Sistemas de Comunicação no Hospital
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-214440
Autor: Teixeira, Maria Eunice Medeiros.
Título: Relaçäo terapêutica entre a equipe de enfermagem e o paciente submetido a cirurgias de pequeno, médio e grande portes / Therapeutic report between nursing team and patients subject to small, medium and extensive surgeries.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 1991. xvi,82 p. tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Estudo da relaçäo terapêutica entre a equipe de enfermagem e pacientes submetidos a cirurgias de pequeno, médio e grande portes. Investigamos em unidades cirúrgicas de Hospital Universitário da Universidade Federal de Goiás. A amostra constituiu-se de trinta pacientes e de todos os enfermeiros, técnicos, auxiliares e estudantes de enfermagem. Utilizamos a observaçäo sistematizada dos comportamentos verbais e näo verbais segundo a técnica do registro cursivo. A relaçäo terapêutica apresentou-se de modo diferente, conforme a categoria profissional dos membros da equipe de enfermagem envolvidos. Os pacientes submetidos à cirurgia de pequeno porte foram os que tiveram menor participaçäo no processo de comunicaçäo e receberam menor atençäo do enfermeiro. Os enfermeiros, técnicos, auxiliares e estudantes valorizam mais o aspecto instrumental em detrimento ao psico-sócio-espiritual do paciente
Descritores: Comunicação não Verbal/psicologia
Relações Enfermeiro-Paciente
Sistemas de Comunicação no Hospital
-Hospitais de Ensino
Cuidados Pós-Operatórios/psicologia
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR584.1 - Biblioteca Central BSCAN
BR584.1; T014/91


  7 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Roseli Ferreira da
Id: lil-150447
Autor: Silva, Roseli Ferreira da.
Título: A comunicaçäo administrativa escrita na enfermagem / The written administrative communication in nursing.
Fonte: Ribeiräo Preto; s.n; 1991. 122 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Säo Paulo. Escola de Enfermagem de Ribeiräo Preto para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Considerando a relevância da comunicaçöes administrativas escritas (C.A.E.) para as organizaçöes e, em especial, neste estudo, no contexto da divisäo de enfermagem, e, considerando a possibilidade de estar existindo incerteza nas situaçöes a que se referem as mesmas, elaboramos este estudo com o objetivo primordial de "verificar a existência de incerteza no comportamento dos enfermeiros acerca das mensagens das C.A.E. dos tipos portaria, circular e memorando." Para o alcance deste objetivo, percorremos etapas visando a conhecer a C.A.E. no âmbito da Divisäo de Enfermagem. Na identificaçäo da existência, dos tipos e volumes das C.A.E. destinadas à Divisäo de Enfermagem obtivemos portarias (9,91//), circulares (19,00//) e memorandos (71,06//). Na análise destas C.A.E. quanto à funçäo destacam-se 46,28//de funçäo de produçäo, 26,44//da combinaçäo produçäo e inovaçäo. Quanto a estrutura, a comunicaçäo com a Divisäo é assimétrica, apresenta com alguns setores fortes ligaçöes, com outros fracas ou inexistentes ligaçöes. Na identificaçäo do conhecimento expresso e observado para sete mensagens das C.A.E., concluímos que existe incerteza nas situaçöes a que se refere as C.A.E. O referencial teórico utilizado foi a abordagem de Farace, Monge e Russell (1977) que trata de uma explicaçäo dos processos em organizaçäo e os conceitos básicos da teoria da informaçäo dE Shannon e Weaver (1979), mostravam-se adequados para este estudo.
Descritores: Registros Hospitalares
Enfermagem
Comunicação
Sistemas de Comunicação no Hospital
-Dissertação Acadêmica
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/T-WY100*SICO


  8 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bianchi, Estela Regina Ferraz
Id: lil-83548
Autor: Bianchi, Estela Regina Ferraz.
Título: A comunicaçäo da suspensäo de cirurgia / The communication about surgery cancellation
Fonte: Rev. paul. enferm;4(4):152-5, out.-dez. 1984. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A autora aborda a comunicaçäo entre a unidade de centro cirúrgico, a de internaçäo e o paciente sobre a suspensäo de cirurgia. Obteve como resultado de seu estudo, prova da falha na comunicaçäo, o que pode acarretar uma lacuna na prestaçäo da assistência de enfermagem global e individualizada a que o paciente tem direito
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Enfermagem de Centro Cirúrgico
Sistemas de Comunicação no Hospital
-Pacientes Internados
Sistemas de Identificação de Pacientes
Limites: Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  9 / 30 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Silva, Roseli Ferreira da
Carvalho, Emília Campos de
Id: lil-155963
Autor: Silva, Roseli Ferreira da; Carvalho, Emília Campos de.
Título: A comunicaçäo administrativa escrita na enfermagem / Written administrative communication in nursing
Fonte: Rev. paul. enferm;12(1):43-8, jan.-abr. 1993. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Considerando a relevância das comuincaçöes administrativas escritas (C.A.E.) para as organizaçöes, em especial no contexto da Divisäo de Enfermagem e, considerando a possibilidade de estar existindo incerteza nas situaçöes a que se referem as mesmas, elaboramos este estudo com o objetivo de "verificar a existência de incerteza no comportamento dos enfermeiros acerca das mensagens das C.A.E. dos tipos portaria, circular e memorando". Para o alcance deste objetivo, identificamos as C.A.E. destinadas à Divisäo de Enfermagem de Dois Hospitais e obtivemos portarias (9,91 por cento), circulares (19,00 por cento) e memorandos (71,06 por cento). Destas escolhemos as que eram igualmente enviadas aos serviços de enfermagem que representou 11,57 por cento das mesmas no período estudado. Na identificaçäo do conhecimento expresso e observado, concluímos que existe incerteza nas situaçöes a que se referem as C.A.E.
Descritores: Enfermagem
Comunicação
Sistemas de Comunicação no Hospital
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  10 / 30 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Stefanelli, Maguida Costa
Cianciarullo, Tamara Iwanow
Id: lil-234264
Autor: Meneghin, Paolo; Stefanelli, Maguida Costa; Cianciarullo, Tamara Iwanow.
Título: Comunicaçäo na enfermagem em nível organizacional: questöes e opçöes / Nursing communication in organizacional culture: questions and choices
Fonte: Rev. paul. enferm;10(3):115-20, set.-dez. 1991.
Idioma: pt.
Resumo: A importância da comunicaçäo na cultura organizacional da enfermagem e o papel do enfermeiro como administrador em implementar um sistema de comunicaçäo social e humana säo abordados neste trabalho. Säo analisados, também, os canais de comunicaçäo mais utilizados na âmbito da assistência de enfermagem, e, dentre estes, os que foram considerados pelos enfermeiros como os mais eficientes e os menos eficientes.
Descritores: Enfermagem
Comunicação
Sistemas de Comunicação no Hospital
-Registros de Enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde