Base de dados : LILACS
Pesquisa : N02.278.218 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 17 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 17 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055747
Autor: Nunes, Mônica de Oliveira; Lima Júnior, João Mendes de; Portugal, Clarice Moreira; Torrenté, Maurice de.
Título: Reforma e contrarreforma psiquiátrica: análise de uma crise sociopolítica e sanitária a nível nacional e regional / Psychiatric reform and counter-reform: an analysis of a socio-political and sanitary crisis at national and regional level
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;24(12):4489-4498, dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo aborda as mudanças político-legais e assistenciais no âmbito das políticas públicas de saúde mental no Brasil, demonstrando seus efeitos de Contrarreforma Psiquiátrica. Com base em uma análise documental, foi possível explicitar as tensões geradas nesse processo, com suas repercussões sobre a Reforma Psiquiátrica Brasileira, enquanto processo complexo, especialmente sobre a Rede de Atenção Psicossocial. É discutido, como um caso paradoxal de Contra-Contrarreforma, o exemplo do estado da Bahia, pela sua recente proposta de fechamento dos hospitais psiquiátricos, na direção de uma anunciada intenção de desinstitucionalização das pessoas internadas, que não coincide com o momento da mudança de política de saúde mental brasileira. Conclui-se que o risco de aprofundamento da crise sanitária, social e econômica em todo o território nacional demanda o incremento de medidas de advocacy e mobilização, no sentido de evitar perdas de mecanismos de proteção social, o que também contempla a saúde mental, que simultaneamente se coloca como ameaça aos direitos humanos e à inclusão de pessoas em sofrimento psíquico, mas também como uma oportunidade de reimpulsionar uma reforma que estava em pleno devir.

Abstract This article addresses recent political, legal and welfare changes to mental health policies in Brazil, demonstrating their effects of Psychiatric Counter-Reform. Based on documentary analysis, we explain the tensions generated by this process, with its repercussions for the complex process of Brazilian Psychiatric Reform, particularly for the Psychosocial Healthcare Network. We discuss the paradoxical case of Counter-Counter-Reform, using the state of Bahia as an example because of its recent proposal to close psychiatric hospitals with the announced aim of deinstitutionalizing people who have been hospitalized, which does not coincide with this moment of change in Brazilian mental health policy. We conclude that the risk of the worsening of the sanitary, social and economic crisis in the country requires increased advocacy and mobilization measures, in order to prevent the loss of social protection mechanisms, which also include mental health. This crisis simultaneously poses a threat to human rights and to the inclusion of people in psychological distress, at the same time as it presents an opportunity to reinvigorate a reform that was at the peak of activity.
Descritores: Psiquiatria
Saúde Mental
Reforma dos Serviços de Saúde/história
-Política
Política Pública
Brasil
Desinstitucionalização
Recessão Econômica
Fechamento de Instituições de Saúde
Hospitais Psiquiátricos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1017891
Autor: Vera de Añazco, Carolina ; Fernández Bernal, Graciela Carolina ; Goiriz de Zarza, Nelli ; Ayala de Piris, Modesta.
Título: Kuimba'e jaipotava= el hombre que queremos / The man that we want.
Fonte: Asunción; MSP y BS ; Dirección General de Programas de Salud ; UCP/BID ; FNUAP; 2001. 21 p. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Proyecto que tiene como objetivo mejorar la salud sexual y reproductiva de los adolescentes varones de 12 a 19 años de Puerto Botánico (alrededores del centro de Asunción) con énfasis en paternidfad responsables, prevención de I.T.S-VIH_SIDA y embarazos no deseados, tiene como duración 3 años
Descritores: Adolescente
Fechamento de Instituições de Saúde
Homens
Serviços de Saúde do Adolescente
-Paraguai
Responsável: PY40.1 - Biblioteca
Py40.1. 14/Mon


  3 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-659927
Autor: Abadía B., César; Pinilla A., María Y.; Ariza R., Katerine; Ruíz S., Héctor C..
Título: Neoliberalismo en salud: La tortura de trabajadoras y trabajadores del Instituto Materno Infantil de Bogotá / Neoliberalism in health: the torture of the health care workers of the Bogota s Instituto Materno Infantil (child and maternity hospital)
Fonte: Rev. salud pública;14(supl.1):18-31, jun. 2012.
Idioma: es.
Resumo: Objetivos Relacionar históricamente las transformaciones más significativas del Instituto Materno Infantil (IMI) en su proceso de crisis, cierre y liquidación con las experiencias de sus trabajadores/as. Encontrar elementos vivenciales y teóricos que interconecten el proceso de privatización de la salud con las experiencias de resistencia y dolor/sufrimiento de trabajadores/as. Métodos Etnografía inscrita en corrientes críticas y apoyada en trabajo de campo constante y colectivo, investigación histórica (fuentes primarias y secundarias) y entrevistas semiestructuradas con cinco mujeres que trabajaron por más de quince años en el IMI. Resultados Una línea del tiempo con cuatro periodos principales: Los años de gloria (hasta 1990), Llega el neoliberalismo (1990-2000), La crisis y las resistencias (2001-2005) y Liquidación (2006-). La narrativa de las mujeres entrevistadas devela múltiples agresiones que se intensificaron desde el 2006 generando dolor/ sufrimiento, relatos que ilustran violaciones a sus derechos humanos y laborales. Discusión Proponemos analizar las conexiones entre los diferentes tipos de violencia y el dolor/sufrimiento bajo la categoría tortura, entendida como acciones violentas que causan dolor físico-emocional, las cuales son ejecutadas por actores de poder sobre otros que desafían alterarlo. Enfatizamos en las burocracias, el confinamiento, los agentes torturadores y los resquebrajamientos a la unidad mente/cuerpo para argumentar que esta relación neoliberalismo y tortura pretende eliminar los últimos trabajadores/as de la salud del país con garantías laborales para avanzar en la acumulación de capital que genera la creciente sobreexplotación del trabajo y la mercantilización de la salud.

Objectives To link, from a historical point of view, the most significant transformations of the Instituto Materno Infantil (IMI) [the oldest child and maternity hospital of the country] during its process of crisis, closure and liquidation with the experiences of the hospital workers. To find experience-based and theoretical elements that can interconnect the process of health care privatization of the country with the workers' experiences of resistance and pain/suffering. Methods Critically-oriented ethnography based on continuous collective field work, historical research (primary and secondary sources) and semi-structured interviews with 5 women who worked at the IMI for more than 15 years.Results: A time line of 4 main periods: Los años de gloria [The golden years] (up to 1990); Llega el neoliberalismo [Neoliberalism arrives] (1990-2000); La crisis y las resistencias [Crisis and resistances] (2001-2005); and Liquidación [Liquidation (2006-20??)]. The narratives of the interviewed women unveil multiple aggressions that have intensified since 2006, have caused pain and suffering and are examples of violations of human and labour rights. Discussion We suggest to analyze the links between the different kinds of violence and pain and suffering as torture. This category is defined as the set of violent actions that cause physical and emotional pain, which are performed by actors in positions of power over other people who challenge that power and are part of modern States' ideological principles around a defined moral social order. For the IMI workers' case, the ideological principle that is being challenged is health care neoliberalism. From the analyses of bureaucracy, confinement, torturing agents, and the breaking-off of the body-mind unit we conclude that this relationship between neoliberalism and torture aims to eliminate the last health care workers of the country who had job stability and full-benefits through public labour contracts. Their elimination furthers the accumulation of capital generated by increasing over-exploitation of labour and commodification of health care.
Descritores: Emprego/legislação & jurisprudência
Fechamento de Instituições de Saúde
Pessoal de Saúde/psicologia
Hospitais Urbanos/organização & administração
Centros de Saúde Materno-Infantil/organização & administração
Política
Política Pública/legislação & jurisprudência
Tortura
Desemprego/psicologia
-Colômbia
Mercantilização
Contratos/legislação & jurisprudência
Depressão/etiologia
Depressão/psicologia
Fechamento de Instituições de Saúde/legislação & jurisprudência
Hospitais Urbanos/economia
Hospitais Urbanos/legislação & jurisprudência
Hospitais Urbanos/tendências
Satisfação no Emprego
Centros de Saúde Materno-Infantil/economia
Centros de Saúde Materno-Infantil/legislação & jurisprudência
Centros de Saúde Materno-Infantil/tendências
Redução de Pessoal/legislação & jurisprudência
Redução de Pessoal/psicologia
Política Pública/tendências
Mudança Social
Salários e Benefícios/legislação & jurisprudência
Suicídio/psicologia
Tortura/psicologia
Limites: Feminino
Humanos
Masculino
Gravidez
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-603945
Autor: Redondo Gómez, Herman.
Título: Hospitales: ¿habrá futuro?: [editorial] / Do hospitals have a future?
Fonte: Rev. colomb. obstet. ginecol;62(3):225-226, jul.-sept. 2011.
Idioma: es.
Descritores: Fechamento de Instituições de Saúde
Hospitais
Limites: Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO76


  5 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-411063
Autor: Anon.
Título: Asociacíon Médica de Puerto Rico / The Medical Association of Puerto Rico
Fonte: Bol. Asoc. Méd. P. R;96(1):4-5, Jan.-Feb. 2004.
Idioma: es.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Medicina
-Comportamento de Escolha
Conflito de Interesses
Cirurgia Geral/organização & administração
Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Educação Médica/economia
Medicina/organização & administração
Reforma dos Serviços de Saúde
Fechamento de Instituições de Saúde
Seguradoras
Indústria Farmacêutica/economia
Porto Rico
Encaminhamento e Consulta/organização & administração
Sociedades Médicas
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-390489
Autor: Silva, Laura Belluzzo de Campo.
Título: Reflexões sobre a criação e o fechamento de um hospital-dia no contexto da reforma psiquiátrica em São Paulo / Reflections about the creation and closure of a day-hospital in the psychiatric reform in São Paulo
Fonte: Interaçöes estud. pesqui. psicol;7(14):131-154, jul.-dez. 2002.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho tem como objetivo relatar o processo de criação, funcionamento e fechamento de um Hospital-Dia da rede pública estadual, situado na cidade de São Paulo, que há dez anos vinha oferecendo atendimento de qualidade a psicóticos, neuróticos graves e seus familiares, segundo todos os critérios exigidos pela reformulação da assistência psiquiátrica no país: desospitalização, integração do usuário à comunidade e ressocialização, por meio de intervenção em equipe multiprofissional centrada em uma visão multidisciplinar da doença mental. Além da intenção de deixar registradas a indignação e a perplexidade diante do desmantelamento de um equipamento que vinha funcionando bem, é interesse deste artigo analisar os efeitos paradoxais das políticas públicas de saúde mental no Brasil, situando-os nas linhas de força clínico-políticas mais amplas que constituíram a configuração atual do campo psiquiátrico.
Descritores: Hospital Dia
Reforma dos Serviços de Saúde
Fechamento de Instituições de Saúde
Política de Saúde
Hospitais Psiquiátricos
-Brasil
Responsável: BR85.1 - Biblioteca Dante Moreira Leite


  7 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-364877
Autor: Ginés, Angel M.
Título: La honda de Murguía / The Murguia's sling
Fonte: Rev. psiquiatr. Urug;67(2):172-180, dic. 2003.
Idioma: es.
Descritores: Fechamento de Instituições de Saúde
Hospitais Psiquiátricos/tendências
Saúde Mental
-História da Medicina
História do Século XIX
Hospitais Psiquiátricos/história
Serviços de Saúde Mental
Uruguai
Limites: Humanos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  8 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-364876
Autor: Murguía Guarnascheli, Daniel L.
Título: El cierre del Hospital Vilardebó / The closedown of the Hospital Vilardebo
Fonte: Rev. psiquiatr. Urug;67(2):171-171, dic. 2003.
Idioma: es.
Descritores: Fechamento de Instituições de Saúde
Hospitais Psiquiátricos/tendências
-Uruguai
Limites: Humanos
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  9 / 17 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-233781
Autor: Grabowski, José Romildo.
Título: Extinçäo dos hospitais psiquiátricos: sim e näo / Extinction of psychiatric hospitals: yes and not
Fonte: Inf. psiquiatr;17(4):152, out.-dez. 1998.
Idioma: pt.
Descritores: Fechamento de Instituições de Saúde/legislação & jurisprudência
Hospitais Psiquiátricos/tendências
-Brasil
Saúde Pública/legislação & jurisprudência
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR394.1 - BFE - Biblioteca Frei Eugênio


  10 / 17 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-225868
Autor: Gentil Filho, Valentim.
Título: Reforma psiquiatrica / Psychiatric reform
Fonte: Rev. psiquiatr. clín. (São Paulo);25(4):148-50, 1998.
Idioma: pt.
Descritores: Fechamento de Instituições de Saúde/tendências
Hospitais Psiquiátricos/tendências
Psiquiatria/tendências
-Assistência ao Paciente/tendências
Depressão
Pessoas em Situação de Rua/psicologia
Transtornos Mentais
Saúde Mental
Inovação Organizacional
Atenção à Saúde
Prevalência
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR66.1 - Divisão de Biblioteca e Documentação



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde