Base de dados : LILACS
Pesquisa : N02.278.421.510.180 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 19 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 19 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1148007
Autor: Cunha, Claudia Simone Costa da; Bittar, Olimpio J. Nogueira V; Tess, Beatriz H.
Título: Federal university hospitals: heterogeneity in the coordination of clinical trials authorized by the National Health Surveillance Agency
Fonte: Clin. biomed. res;40(2):76-83, 2020. graf.
Idioma: en.
Resumo: Introduction: This study aimed to describe clinical trials approved by the Brazilian Health Surveillance Agency (ANVISA) and coordinated by federal university hospitals (FUHs), as well as to investigate the relationship between the number of clinical trials and the assistance provided by these FUHs. Methods: This is a cross-sectional study based on data obtained from the ANVISA clinical trial consultation system. The National Register of Health Care Facilities and the Ambulatory Care Information System of the Unified Health System (SUS) were used as sources of information on the assistance provided by FUHs, such as the mean number of specialized medical consultations and the number of beds. Scatter plot and Spearman's correlation coefficient analyses were used to verify the association between these aspects of FUHs and the number of clinical trials. Results: Between 2012 and 2013, ANVISA authorized 209 trials to be coordinated by 23 FUHs; 75% of the trials were coordinated by 7 FUHs, 69.8% were phase III trials, and 94% were multicenter studies. The number of clinical trials presented positive and statistically significant associations with the mean number of specialized medical consultations and the number of beds (Spearman's correlation coefficients r = +0.70 and r = +0.64, respectively). Conclusion: FUHs have a leadership role in the conduction of clinical trials in Brazil, but showed heterogeneity regarding their assistance capacities and the number of clinical trials. A predominance of phase III trials may be interpreted as a low use of the scientific potentiality of these facilities. (AU)
Descritores: Estudos Retrospectivos
Ensaios Clínicos como Assunto/estatística & dados numéricos
Hospitais Federais/estatística & dados numéricos
Hospitais de Ensino/organização & administração
-Pesquisa Biomédica/organização & administração
Agência Nacional de Vigilância Sanitária
Assistência Ambulatorial
Responsável: BR18.1 - Biblioteca FAMED/HCPA


  2 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1130567
Autor: Santos, José Luís Guedes dos; Lanzoni, Gabriela Marcellino de Melo; Costa, Maria Fernanda Baeta Neves Alonso da; Debetio, Juanah Oliveira; Sousa, Leonardo Pereira de; Santos, Lucas Soares dos; Marcelino, Tatiane Boeing; Mello, Ana Lúcia Schaefer Ferreira de.
Título: Como os hospitais universitários estão enfrentando a pandemia de COVID-19 no Brasil? / ¿Cómo están enfrentando la pandemia de COVID-19 los hospitales universitarios en Brasil? / How are university hospitals coping with the COVID-19 pandemic in Brazil?
Fonte: Acta Paul. Enferm. (Online);33:eAPE20200175, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Te; . Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina; . Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Resumo Objetivo Identificar as ações que os hospitais universitários federais estão desenvolvendo no enfrentamento da pandemia de COVID-19 no Brasil. Métodos Estudo documental, a partir de informações disponibilizadas nos sites oficiais de 44 hospitais universitários da rede federal de ensino do Brasil. O levantamento foi realizado nos meses de abril e maio de 2020. Os excertos foram agrupados por similaridade, considerando as dimensões Assistência, Gestão, Extensão, Ensino e Pesquisa. Para análise dos dados, utilizou-se estatística descritiva. Resultados Identificaram-se 495 ações para o enfrentamento da pandemia de COVID-19, distribuídas entre Assistência (38,99%), Gestão (37,58%), Extensão (16,16%) e Ensino e Pesquisa (7,27%). Na Assistência, destacou-se a suspensão de consultas não relacionadas à COVID-19 e cirurgias eletivas, bem como mudanças em rotinas com reforço às questões de biossegurança para evitar transmissão do vírus. No âmbito da Gestão, ocorreu contratação de novos profissionais e capacitação das equipes de saúde. Na dimensão Extensão, foram desenvolvidos principalmente materiais educativos sobre medidas de prevenção da COVID-19. Em relação ao Ensino e Pesquisa, houve suspensão de atividades educativo-formativas e sobressaiu-se o engajamento dos hospitais no desenvolvimento de pesquisas sobre o tema. Conclusão Os hospitais universitários estão reorganizando o atendimento e buscando meios para prover as condições necessárias para o cumprimento da sua missão no contexto do Sistema Único de Saúde, a partir de ações de assistência, gestão, extensão, ensino e pesquisa.

Resumen Objetivo Identificar las acciones que los hospitales universitarios federales están llevando a cabo para enfrentar la pandemia de COVID-19 en Brasil. Métodos Estudio documental, a partir de información disponible en los sitios web oficiales de 44 hospitales universitarios de la red educativa federal de Brasil. La recolección fue realizada en los meses de abril y mayo de 2020. Los fragmentos se agruparon por similitud, considerando las dimensiones Atención, Gestión, Extensión, Enseñanza e Investigación. Se utilizó estadística descriptiva para analizar los datos. Resultados Se identificaron 495 acciones para el enfrentamiento de la pandemia de COVID-19, distribuidas entre Atención (38,99 %), Gestión (37,58 %), Extensión (16,16 %) y Enseñanza e Investigación (7,27 %). En Atención, se destacó la suspensión de consultas no relacionadas con la COVID-19 y cirugías electivas, así como cambios de rutinas con un refuerzo en las cuestiones de bioseguridad para evitar la transmisión del virus. En el ámbito de la Gestión, se contrataron nuevos profesionales y se capacitó a los equipos de salud. En la dimensión Extensión, se creó principalmente material educativo sobre medidas de prevención de la COVID-19. Con relación a la Enseñanza e Investigación, se suspendieron las actividades educativas y se destacó el compromiso de los hospitales en el desarrollo de investigaciones sobre el tema. Conclusión Los hospitales universitarios están reorganizando la atención y buscando los medios para ofrecer las condiciones necesarias para cumplir su misión en el contexto del Sistema Único de Salud, a partir de acciones de atención, gestión, extensión, enseñanza e investigación.

Abstract Objective To identify the actions that federal university hospitals are developing to tackle the COVID-19 pandemic in Brazil. Methods Documentary study based on information available on official websites of 44 university hospitals in the federal teaching network in Brazil. The survey was conducted in April and May 2020. The excerpts were grouped by similarity, considering the Care, Management, Extension, Teaching and Research dimensions. Descriptive statistics was used for data analysis. Results The 495 actions identified to cope with the COVID-19 pandemic were distributed among Care (38.99%), Management (37.58%), Extension (16.16%) and Teaching and Research (7.27%). In Care, the highlights were the suspension of consultations not related to COVID-19 and elective surgeries, and changes in routines with focus on biosafety issues to prevent virus transmission. In Management, new professionals were hired and health teams were trained. In the Extension dimension, educational materials were developed, mainly on COVID-19 prevention measures. In relation to Teaching and Research, educational-training activities were suspended and the engagement of hospitals in the development of research on the subject stood out. Conclusion University hospitals are reorganizing care and looking for ways to provide the necessary conditions to fulfill their mission within the National Health System context, based on care, management, extension, teaching and research actions.
Descritores: Infecções por Coronavirus
Coronavirus
Gestão em Saúde
Pandemias
Hospitais Federais
Hospitais Universitários
-Brasil
Estudos de Avaliação como Assunto
Responsável: BR1.2 - Biblioteca Central


  3 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-669763
Autor: Araújo, Flávia Pacheco de.
Título: Cidadania e cuidado à saúde e de enfermagem na ótica dos usuários hsopitalizados / The users to exert the citizenship in the daily of the hospital assistance.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; ago. 2012. 195 p. ilus, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Esta pesquisa tem como objeto a cidadania do usuário hospitalizado no cenário hospitalar, na vivência da hospitalização. Os objetivos foram: analisar as representações sociais (RS) de usuários hospitalizados sobre cidadania, descrevendo os seus elementos constitutivos; caracterizar as estratégias utilizadas pelos usuários para exercer a cidadania no cotidiano da assistência hospitalar; descrever as relações entre as ações/práticas de usuários frente aos cuidados dos quais participam e as RS sobre a cidadania; discutir as formas de exercício da cidadania dos usuários e suas relações com as práticas de cuidado de enfermagem por eles vivenciadas. Metodologia: o referencial teórico e metodológico é a Teoria das Representações Sociais (TRS). Os sujeitos foram 31 usuários hospitalizados no setor de clínica médica de um hospital público e federal, de ambos os sexos. As técnicas de produção dos dados foram: entrevistas semi-estruturadas; e observação participante. Foi realizado o perfil sócio-demográfico dos sujeitos, com análise estatística simples e percentual dos dados. Para o tratamento e análise dos dados foi aplicado o programa ALCESTE, desenvolvido por Reinert, que apresentou 77% de aproveitamento do corpus, sendo agrupado em três (3) classes lexicais. Também foi realizada análise de conteúdo temática de Bardin, sendo inserida no corpo da análise lexical...
Descritores: Cuidados de Enfermagem
Direitos do Paciente
Hospitalização
Humanização da Assistência
Pacientes Internados
-Hospitais Federais
Hospitais Públicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; D278 EEAN


  4 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-881972
Autor: Santos, Grazielle Rezende da Silva dos.
Título: Comunicação na clínica do cuidado de enfermagem na terapia intensiva: o caso do handover / Communication in nursing care clinic in the intensive care: the case of handover.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; dez. 2017. 144 f p. tab, graf, ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Introdução: Unidades de Terapia Intensiva têm como objetivo fornecer suporte a pacientes críticos que exigem cuidados complexos e especializados, realizados por uma equipe multiprofissional e interdisciplinar, com destaque para o enfermeiro. Neste ambiente, a comunicação está intensamente presente na troca de informações entre profissionais de saúde durante a transferência de turnos, o handover. Falhas nessa comunicação podem causar danos aos pacientes. Objetivo: Descrever o processo de comunicação entre os profissionais da equipe de enfermagem da terapia intensiva durante o handover; analisar tal processo de comunicação quanto à existência de ruídos e suas repercussões na segurança da prática de cuidado ao paciente hospitalizado; e discutir a comunicação na clínica do cuidado de enfermagem na terapia intensiva sob a ótica da segurança do paciente. Método: Estudo de campo, qualitativo e de cunho exploratório. O lócus foi a Unidade de Terapia Intensiva cirúrgica de um hospital federal, tendo participado 42 membros da equipe de enfermagem atuantes no handover e no cuidado direto ao paciente. A produção dos dados ocorreu através de gravação de áudio durante o handover, observação sistemática das práticas de cuidado da equipe de enfermagem e entrevista semiestruturada. Os áudios foram transcritos para um instrumento de handover elaborado com base na literatura, que foram analisados através de estatística descritiva quanto à presença ou ausência da informação nos itens que o compunham, sua completude e a presença de erros. Os dados da observação passaram por descrição densa. As entrevistas foram analisadas através da análise de conteúdo temático. Resultados: Houve ausência e incompletude de algum tipo de informação em todos os instrumentos. O erro esteve presente em 2,3% dos instrumentos analisados. Dentre as ausências, destaca-se o item avaliação do quadro do paciente, ausente em 99,2%, seguido pelo item plano de cuidados com 91,6% e os dados de identificação do perfil clínico do paciente com 67,93%. Quanto à incompletude, no item Dados objetivos, que se referem ao exame físico do paciente, as informações estavam incompletas em 100% dos instrumentos; nos Dados subjetivos, que tratavam da história do paciente e sua evolução clínica, estavam incompletos em 88,5% dos instrumentos; e os dados de perfil clínico dos pacientes com 32% de incompletude. A observação das práticas assistenciais mostrou que as falhas na comunicação entre os profissionais de enfermagem interferiram diretamente no processo de cuidar, pois geraram procedimentos desnecessários que poderiam acarretar danos aos pacientes. Os dados das entrevistas apontaram o reconhecimento da importância do handover, a comunicação face-a-face na beira de leito com a presença de todos os membros, livre participação destes no processo de comunicação, a utilização da comunicação verbal e escrita, o bom relacionamento entre a equipe de enfermagem. Também foram evidenciados ruídos como a ausência/incompletude de informações sobre o paciente, além chegadas atrasadas ou saídas antecipadas, tom de voz baixo, conversas paralelas, uso de dispositivos celulares, e pouca participação dos técnicos. Conclusão: Entender o papel da comunicação é importante para evitar ruídos que podem causar a descontinuidade da informação e resultar em procedimentos que colocam em risco a segurança do paciente. A partir dos ruídos identificados, propõe-se a elaboração de barreiras de segurança que promovam a comunicação efetiva no handover de enfermagem na Unidade de Terapia Intensiva.(AU)
Descritores: Comunicação
Unidades de Terapia Intensiva
Equipe de Enfermagem
Transferência da Responsabilidade pelo Paciente/estatística & dados numéricos
Segurança do Paciente/estatística & dados numéricos
-Hospitais Federais
Limites: Humanos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  5 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Rivera, Francisco Javier Uribe
Texto completo
Id: biblio-839895
Autor: Binsfeld, Luciane; Rivera, Francisco Javier Uribe; Artmann, Elizabeth.
Título: O processo de conformação do perfil assistencial nos hospitais federais da cidade do Rio de Janeiro, Brasil / The process of defining the hospital care profile in federal hospitals in the city of Rio de Janeiro, Brazil
Fonte: Ciênc. saúde coletiva;22(1):209-220, jan. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo analisa o processo de conformação do perfil assistencial nos hospitais federais no município do Rio de Janeiro. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem qualitativa e que utilizou entrevistas semiestruturadas realizadas junto a gestores hospitalares. A análise dos dados foi realizada a partir da formação do Discurso do Sujeito Coletivo. Na percepção dos gestores esse processo é decorrente de um conjunto de estratégias emergentes, as propostas e as necessidades de mudança se constituem de reações adaptativas que as unidades desenvolvem de forma desarticulada visando à resolução de problemas identificados pelos profissionais e gestores. O processo é considerado muito mais a partir de uma perspectiva política do que racional e sistêmica. Algumas experiências de trabalho com a missão hospitalar, como o enfoque da démarche stratégique, já apontam para uma construção mais colegiada na definição do perfil assistencial, que considera o hospital como componente de uma rede integrada de serviços e que adota um processo de decisão menos incremental e mais integrador.

Abstract This article analyzes the process of shaping the care profile of federal hospitals in the city of Rio de Janeiro. This is a qualitative, descriptive study that draws on semi-structured interviews with hospital administrators. Data analysis used the Collective Subject Discourse approach. Managers believe this process is the result of a set of emerging strategies, proposals and need for change, which result in adaptive reactions that hospitals develop with no coordination between them to resolve problems identified by professionals and managers. The process is analyzed much more from a political point of view than from a rational and systemic one. Some of the experience with the hospital mission, such as the focus on a strategic approach, already signals a more collegiate approach to defining the profile of care, where the hospital is one component of an integrated network of services, with a decision process that is less incremental and more integrating.
Descritores: Prestação Integrada de Cuidados de Saúde/organização & administração
Administração Hospitalar/métodos
Administradores Hospitalares/estatística & dados numéricos
Hospitais Federais/organização & administração
-Brasil
Entrevistas como Assunto
Estados Unidos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-762135
Autor: Araújo, Cláudia Mendes de.
Título: Assistência domiciliar de saúde: desafios no atendimento aos usuários do SUS que residem em área de violência urbana / Home health care: challenges in meeting the PHS users who live in areas of urban violence.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; jun. 2015. xi,61 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Esta pesquisa tem como objeto a realização da visita domiciliar de saúde por profissionais ligados a hospitais federais no Rio de Janeiro, a pacientes que residem em localidades com violência urbana. A violência na atualidade se tornou um problema de saúde pública e é necessário criar estratégias de acessibilidade aos serviços oferecidos pelo SUS para os pacientes que residem em áreas de violência. A questão que norteou o estudo foi: De que forma os serviços de saúde hospitalar se organizam para garantir a assistência domiciliar em saúde de quem reside em área de violência urbana? Constitui objetivo geral do estudo:Discutir as estratégias utilizadas pelos serviços de atenção domiciliar para garantir a assistência de saúde aos pacientes que residem em área de violência urbana. Os objetivos específicos foram: 1) Elencar as estratégias utilizadas pelos serviços de atenção domiciliar para garantir a assistência dos pacientes que residem em área de violência urbana; 2)Comparar as estratégias utilizadas pelos serviços selecionados; e 3) Identificar, com base nas experiências dos serviços analisados, as estratégias com possibilidades de aplicação na UDOMI. Trata-se de um estudo descritivo de campo acerca das ações dos gestores dos serviços de atenção domiciliar dos hospitais federais do Rio de Janeiro para garantir o atendimento de pacientes elegíveis ao serviço de atenção domiciliar que residem em área de violência urbana. Os dados foram obtidos por meio de entrevista dirigida a quatro gestores de quatro hospitais federais situados no município do Rio de Janeiro.

Os resultados foram analisados a partir das entrevistas e interpretados à luz das referências bibliográficas pertinentes à temática do estudo. Os resultados mostram que os quatro serviços estudados já vivenciaram situação de violência urbana e, em função disso, três deles se recusam a atenderem áreas onde a violência se faz mais presente. Contudo, para tentar viabilizar o atendimento ao paciente, esses serviços se disponibilizam em atender em outro endereço caso o paciente tenha a possibilidade de ir para a casa de algum familiar / amigo que resida em local seguro. Os serviços estudados consideram o mapeamento / conhecimento da rede importante, mas têm dificuldades em utilizá-la, seja pela sua falta de capacitação, seja pela falta de pessoal para realizar o mapeamento. Um dos serviços já iniciou esse processo de capacitação da rede para os cuidados dentro da especificidade das patologias dos seus pacientes. Conclui-se que a estratégia mais utilizada pelos serviços para garantir a atenção domiciliar é solicitar outro endereço ao paciente para realizar a visita com segurança para a equipe de saúde. Como isso nem sempre é possível, o paciente geralmente permanece internado ou sem o atendimento domiciliar.

The object of this research is the accomplishment of health home visits by professionals, linked to federal hospitals in Rio de Janeiro, to patients living in places with urban violence. Currently, violence has become a public health problem and it is necessary to create accessibility strategies to the services of fered by SUS for patients living in violent areas. The question that guided the study was: How do the hospital health services are organized to ensure the home health care for those who live in violent urban areas? The general objective of the study is: To discuss the strategies used by home care services to ensure health care for patients who live in violent urban areas. The specific objectives were: 1) To list the strategies used by home care services to ensure the care of patients who live in violent urban areas; 2)To compare the strategies used by the selected services; 3) To identify, based on the experiences of the analyzed services, the strategies with application possibilities in UDOMI. This is a descriptive field study on the actions of managers of home care services of the federal hospitals of Rio de Janeiro to ensure the care of patients living in violent urban areas and that are able to the receive home care service. Data were obtained by means of interview stargeted to four managers of four federal hospitals situated in the municipality of Rio de Janeiro. The results were analyzed from the interviews and interpreted in the light of the bibliographic references pertaining to the subject of study.

The results unveil that the fourstudied services have experienced situation of urban violence, and because of this three ofthem refuse to provide care in areas in which violence is more present. Nevertheless, in orderto try to enable patient care, these services are available to provide care in another address ifthe patient has the possibility of walking to the house of a relative/ friend who lives in a safeplace. The mapping / knowledge of network has been considered important by the studiedservices, but they have difficulties in using it, either due to their lack of training or due to thelack of staff to perform the mapping. One of the services has already started this network training process for the care within the specificity of the pathologies of their patients. It isconcluded that the strategy most commonly used by services to ensure home care is to requestthe patient to show another address to accomplish the visit with safety for the health team. Asthis is not always possible, the patient usually remains admitted or without home care.
Descritores: Pessoal de Saúde
Assistência Domiciliar
Zona de Risco
Sistema Único de Saúde
População Urbana
Violência
-Hospitais Federais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T303.6098153, A663a


  7 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-681323
Autor: Chíndia, Emílio Domingos.
Título: Estudo exploratório sobre satisfação do usuário de consultas externas do Hospital Josina Machel, Luanda, Angola / Exploratory study on user satisfaction outpatient Josina Machel Hospital - Luanda, Angola.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2011. 75 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Este estudo, de carácter descritivo e exploratório, analisou aspectos da satisfação do usuário de consultas externas do Hospital Josina Machel em Luanda, Angola. Foram entrevistados oito mulheres e seis homens, além de um supervisor de consultas externas. Os usuários, com idade a 18 anos, que aceitaram participar da pesquisa, assinaram o termo de consentimento livre e esclarecido ou, de alguma forma, validaram seu acordo com o termo Os critérios de seleção incluíram: ter frequentado pelo menos 2 vezes oHJM – serviço de consultas externas no último ano e achar-se em tratamento. A idade dos respondentes variou entre 19 e 60 anos. A escolaridade mínima foi a oitava classe, enquanto a máxima foi a decima segunda classe. Um dos entrevistados não possuia qualquer escolaridade formal. Doze são funcionários públicos e dois não têm vínculo laboral. O número de agregados familiares (residentes no mesmo domicílio, além do entrevistado) variou de 4 à 12 pessoas. (...) Foram entrevistados usuários das consultas de cardiologia, cirurgia geral, endocrinologia, medicina interna, oftalmologia, e ortopedia nos meses de Junho e Julho de 2011. A satisfação dos usuários foi analisada dentro das dimensões Agilidade, Dignidade, Instalações e Comparticipação (co-pagamento). Os usuários mostraram sua insatisfação por longos períodos de espera para a consulta, burocracia no processo de tramitação das fichas de atendimento, a falta (falha) de água corrente no hospital, a com participação nos custos com saúde bem como ineficientes mecanismos gerais de acolhimento. Por outro lado manifestaram sua satisfação com o atendimento médico.
Descritores: Avaliação em Saúde
Hospitais Federais/organização & administração
Entrevistas como Assunto
Satisfação do Paciente
Pesquisa Qualitativa
Qualidade da Assistência à Saúde
-Angola
Agendamento de Consultas
Custos de Cuidados de Saúde/tendências
Cuidados Médicos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T 363.119673, C539e


  8 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-678013
Autor: Bax, Ana Maria Cunha.
Título: A vivência dos sentidos sociocomunicantes do enfermeiro em unidade cardiointensiva: traduzindo a comunicação não-verbal do cliente / The socio-communicating senses of the nurse in the cardiac-intensive unit: translating non-verbal communication of the patient.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; dez. 2010. 212 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O estudo trata de investigar como os enfermeiros na Unidade cardio-intensiva percebem as manifestações não-verbais do cliente sob seus cuidados. Valorizamos destacar o enfoque subjetivo considerando que o cuidado de enfermagem prestado ao cliente nesta unidade está predominantemente dirigido às alterações relativas ao órgão coração. Traçamos como objetivos: Identificar com quais sentidos corporais o enfermeiro percebe essas manifestações e discutirmos como essa comunicação não-verbal subsidia um cuidado singular de enfermagem. Descrever as diferentes manifestações não-verbais desta clientela através de sua vivência na prática assistencial. Metodologia: O estudo foi desenvolvido utilizando a técnica da Vivência dos Sentidos Sóciocomunicantes de Araújo e o método do Grupo Pesquisador de Gauthier. Foram desenvolvidas dinâmicas criativas como o relaxamento, o desenho e a dramatização; aplicadas a 14 enfermeiros atuantes em unidade cardiointensiva em um hospital federal no Rio de Janeiro no período de junho a setembro de 2009....
Descritores: Cardiopatias/enfermagem
Comunicação não Verbal
Cuidados de Enfermagem
-Hospitais Federais
Limites: Humanos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; T616 EEAN


  9 / 19 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-638189
Autor: Lameira, Danielle Jeniffer de Olivera Martins.
Título: Análise comparativa do quadro de recursos humanos em saúde de um hospital federal, no município do Rio de Janeiro, no período 2007 - 2010 / Comparative analysis of the framework for health human resources of a federal hospital in the municipality of Rio de Janeiro, in the period 2007 - 2010.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2010. 73 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Especialista.
Resumo: Este estudo descritivo buscou analisar comparativamente a força de trabalho de uma unidade de saúde federal em 2010, a fim de observar se o quadro dos recursos humanos em saúde desse local, em comparação ao período de 2007, ratifica ou não as tendências das propostas preconizadas na Reforma do Estado brasileiro na década de 1990...
Descritores: Hospitais Federais
Mão de Obra em Saúde/estatística & dados numéricos
Serviços Terceirizados/estatística & dados numéricos
-Distribuição de Médicos/estatística & dados numéricos
Administração de Recursos Humanos
Emprego
Relações Trabalhistas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; T362.1042, L228a


  10 / 19 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-481712
Autor: Santana, Rosimere Ferreira.
Título: A comunicação entre cuidadores principais e idosos com demência: implicações para o cuidado de enfermagem / the communication between caregivers and elderlies with dementia in home care and impliations for the nursing care.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; dez. 2007. 273 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio de Janeiro. Escola de Enfermagem Anna Nery para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O objeto desta pesquisa é a comunicação entre cuidadores e idosos com demência no âmbito doméstico e suas implicações para o cuidado de enfermagem. As questões norteadoras foram: 1) Como se dá a comunicação entre cuidadores e idosos com demência?; 2) Quais as estratégias de comunicação utilizadas pelo cuidador principal junto ao idoso com demência?; 3) Quais são os resultados obtidos na utilização de tais estratégias?; 4) Que fatores influenciam o estabelecimento e os resultados dessa comunicação?. Para tanto, foram traçados os seguintes objetivos: 1. Descrever o processo de comunicação entre cuidadores principais e idosos com demência; 2. Identificar as estratégias utilizadas pelo cuidador para estabelecer a comunicação com o idoso demenciado; 3. Caracterizar os limites e possibilidades das estratégias de comunicação para a efetividade da comunicação; 4. Analisar os fatores que influenciam os cuidadores na efetividade da comunicação junto ao idoso com demência...
Descritores: Cuidadores
Demência/enfermagem
Enfermagem Geriátrica
Saúde do Idoso
Assistência Domiciliar
Hospitais Federais
Cuidados de Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação
BR442.1; D193 EEAN



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde