Base de dados : LILACS
Pesquisa : N02.278.726 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 88 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 88 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050164
Autor: Kitagawa, Taanny; Sales, Camila Cristiane Formaggi; Paiano, Marcelle; Oliveira, Magda Lúcia Félix de.
Título: Adolescentes internados por tentativa de suicídio com agentes químicos: um estudo transversal / Adolescents hospitalized for attempted suicide with chemical agents: a cross-sectional study
Fonte: Semina cienc. biol. saude;40(1):5-14, jan./jul. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou descrever as internações por de tentativas de suicídio com agentes químicos em adolescentes internados em um hospital de ensino no período de janeiro de 2011 a dezembro de 2015. Pesquisa transversal e descritiva, com análise retrospectiva de fichas de ocorrência toxicológica, arquivadas em um centro de assistência toxicológica do noroeste do Paraná. Foram selecionadas 27 internações de adolescentes que tentaram suicídio com agentes químicos. As idades encontradas variaram de 12 a 19 anos, sendo a maioria dos internados do sexo feminino, com idade entre 16 e 19 anos (70,4%). A residência foi o local de maior ocorrência das intoxicações, e os principais agentes utilizados foram medicamentos (51,9%) e produtos de uso veterinário (14,8%). Conflitos familiares, tentativa de suicídio anterior e transtorno mental foram fatores observados entre a população estudada e que podem ter relação com a ocorrência do evento suicida. A média de internação foi de 6,2 dias. Dez pacientes internados foram classificados como moderados, 15 como graves e dois como fatais. Foram identificados fatores que permitem dimensionar um problema social emergente: tentativas de suicídio com utilização de agentes químicos entre os adolescentes. Corroborou fatores relacionados à tentativa de suicídio: sexo feminino, espaço domiciliar como cenário, utilização de medicamentos como agente tóxico, e conflitos familiares e afetivos como causa principal, embora pouco relatados nas fichas de atendimento. Fatores como tentativa de suicídio anterior e transtorno mental também foram observados entre a população em estudo (AU)

This study aimed to describe hospitalizations for attempted suicide with chemical agents in adolescents admitted to a teaching hospital from January 2011 to December 2015. Transversal and descriptive research, with retrospective analysis of toxicological records, filed in a toxicological assistance center in the northwest of Paraná. We selected 27 hospitalizations of adolescents who attempted suicide with chemical agents. The ages ranged from 12 to 19 years, with the majority of women hospitalized, aged between 16 and 19 (70.4%). Residency was the most frequent site of poisoning, and the main agents used were medicines (51.9%) and veterinary products (14.8%). Family conflicts, previous suicide attempt and mental disorder were observed among the study population and may be related to the occurrence of the suicidal event. The mean hospitalization was 6.2 days. Ten hospitalized patients were classified asmoderate, 15 as severe and two as fatal. Factors that identify an emerging social problem were identified: suicide attempts with the use of chemical agents among adolescents. Corroborated factors related to the suicide attempt: female sex, home space as scenario, use of medication as a toxic agent, and family and affective conflicts as the main cause, although little reported in the service records. Factors such as previous suicide attempt and mental disorder were also observed among the study population (AU)
Descritores: Tentativa de Suicídio
Saúde Mental
-Centros de Controle de Intoxicações
Envenenamento
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  2 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-1058176
Autor: González, F; Retamal, C; Sílva, L; Cerda, P; Medel, P; Solari, S; Mellado, R; Ríos, J. C.
Título: Caracterización de las consultas realizadas a un Centro de Información Toxicológica por productos de aseo y productos cosméticos en niños / Characterization of the phone-calls made to a poison center related to household and cosmetics products exposition in pediatrics
Fonte: Rev. chil. pediatr;90(5):500-507, oct. 2019. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: INTRODUCCIÓN: Los productos de aseo y cosméticos son necesarios en el diario vivir y ampliamente utilizados por la población. Sin embargo, su uso puede no estar exento de riesgos, especialmente cuando no se utilizan o almacenan según lo recomendado. Es importante caracterizar las exposiciones, ya que eso es útil para implementar estrategias para reducir la morbilidad, mortalidad y costos asociados, especialmente en la población infantil. OBJETIVO: Caracterizar los reportes asociados a exposiciones a productos de aseo y productos cosméticos en pacientes menores de 12 años reportados al Centro de Información Toxicológica de la Universidad Católica de Chile (CITUC). PACIENTES Y MÉTODO: Estudio descriptivo transversal de llamados telefónicos reportados a CITUC durante el año 2016. Se analizaron las variables: edad, sexo, agente, interlocutor, localización del interlocutor e inciden te, circunstancia de exposición, vía(s) de exposición, sintomatología, y severidad, mediante fichas de registro manual y desde el software de registro electrónico denominado "INTOX Data Manage ment System" de la OMS. RESULTADOS: Cumplieron criterios de inclusión 3.415 casos. Los menores de 5 años representaron el 91% de las exposiciones y el 58,5% correspondió al sexo masculino. Un 99,4% correspondió a exposiciones accidentales y el 98,6% ocurrieron en el hogar. El 68,3% no presentó síntomas, tras la exposición. Las llamadas fueron realizadas por familiares (57%) y personal de salud (42%). Los 4 agentes con mayor incidencia fueron cloro doméstico (27,6%), limpiadores y lustres de pisos (13,1%), lavalozas (7,9%) y perfumes/colonias (5,8%). La principal vía de exposición fue digestiva (89,4%). CONCLUSIONES: Los productos de aseo y cosméticos son causas comunes de exposiciones especialmente en menores de 5 años. Si bien son productos de baja mortalidad y morbilidad, es importante educar a la población para prevenir posibles intoxicaciones en la población infantil.

INTRODUCTION: Household cleaning products and cosmetics are necessary for daily life and widely used by the population. However, their use may not be risk-free, especially when they are not used or stored as recommended. It is important to characterize exposures, as this is useful for developing stra tegies to reduce morbidity, mortality, and health costs associated, especially in the child population. OBJECTIVE: To describe reports associated with household cleaning products and cosmetics exposure in patients under the age of 12, reported to the Poison Information Center of the Catholic University of Chile (CITUC). PATIENTS AND METHOD: Descriptive cross-sectional study of phone calls to CITUC during 2016. The analyzed variables were age, sex, product, caller, caller and incident location, ex posure circumstances, exposure route(s), symptoms, and severity from manual records and from the WHO's electronic record software 'INTOX Data Management System'. RESULTS: 3,415 cases met the inclusion criteria. Children under the age of five represented 91% of the exposures, and 58.5% were male. 99.4% were accidental exposures, and 98.6% occurred at home. Family members (57%) and health personnel (42%) made the calls. 68.3% of the patients had no symptoms after exposure. The four products with the highest incidence were household bleach (27.6%), floor cleaners and polishers (13.1%), dish soap (7.9%), and perfume/cologne (5.8%). The main exposure route was by ingestion (89.4%). CONCLUSIONS: Household cleaning products and cosmetics are common causes of exposures especially in children under the age of five. Although these products have a low morbidity and mortality rate, it is important to educate the population to prevent possible poisonings in the child population.
Descritores: Centros de Controle de Intoxicações/estatística & dados numéricos
Cosméticos/envenenamento
Produtos Domésticos/envenenamento
-Incidência
Estudos Transversais
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central


  3 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-990747
Autor: Mathias, Thays Lopes; Guidoni, Camilo Molino; Girotto, Edmarlon.
Título: Tendências de eventos toxicológicos relacionados a medicamentos atendidos por um Centro de Informações Toxicológicas / Trends of drug-related poisoning cases attended to at a poison control center
Fonte: Rev. bras. epidemiol;22:e190018, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO: Introdução: Os eventos toxicológicos relacionados a medicamentos têm alto impacto na morbimortalidade, representando a primeira causa de intoxicação no Brasil. Objetivo: Descrever as tendências de casos de eventos toxicológicos relacionados a medicamentos atendidos por um Centro de Informações Toxicológicas. Método: Estudo com abordagem quantitativa (transversal e de tendência), com análise dos dados referentes aos casos de eventos toxicológicos relacionados a medicamentos atendidos pelo Centro de Informações Toxicológicas do Hospital Universitário da Universidade Estadual de Londrina. Os dados foram coletados das fichas de atendimento, referentes ao período de 1985 a 2014. Para a análise estatística, utilizou-se um modelo de regressão linear simples. Resultados: Dos 36.707 casos atendidos pelo serviço, 22,5% (n = 8.608) foram eventos toxicológicos relacionados a medicamentos. Houve um aumento da proporção de casos em ambos os sexos (R2 = 0,195; p = 0,014) e no sexo masculino (R2 = 0,403; p < 0,001). Detectou-se tendência de elevação da proporção de casos envolvendo a classe de analgésicos, anti-inflamatórios e imunossupressores (R2 = 0,521; p = 0,018), antidepressivos (R2 = 0,923; p < 001) e antipsicóticos (R2 = 0,869; p < 0,001). Os antimicrobianos apresentaram tendência de redução da proporção de casos (R2 = 0,773; p = 0,001). Conclusões: Observou-se tendência de aumento da proporção de casos de eventos toxicológicos relacionados a medicamentos no sexo masculino. Também houve aumento nas tendências envolvendo analgésicos/anti-inflamatórios/imunossupressores, antidepressivos e antipsicóticos.

ABSTRACT: Introduction: Drug-related poisonings have a high impact on morbidity and mortality, representing the first cause of intoxication in Brazil. Objective: To describe the trends of cases of drug-related poisonings attended to by a poison control center. Method: A quantitative approach (cross-sectional trend study) with data analysis of cases of drug-related poisonings attended to at the Poison Control Center of University Hospital of the State University of Londrina. Data were collected from service notification records for the period 1985 to 2014. For statistical analysis, a simple linear regression model was used. Results: Of the 36,707 cases attended to by the service, 22.5% (n = 8,608) were drug-related poisonings. There was an increase in the proportion of cases for both sexes (R2 = 0.195, p = 0.014) and males (R2 = 0.403, p < 0.001). There was a trend towards a higher proportion of cases involving the analgesic, anti-inflammatory and immunosuppressive drug classes (R2 = 0.521, p = 0.018), antidepressants (R2 = 0.923, p < 0.001) and antipsychotics (R2 = 0.869; p < 0.001). Antibiotics showed a trend toward a lower proportion of cases (R2 = 0.773, p = 0.001). Conclusions: There was a trend for a higher proportion of cases of drug-related poisonings in males. Also, there was an increased trend towards cases involving analgesics/anti-inflammatories/immunosuppressants, antidepressants and antipsychotics.
Descritores: Envenenamento/etiologia
Envenenamento/epidemiologia
Preparações Farmacêuticas
Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/epidemiologia
-Centros de Controle de Intoxicações
Brasil
Modelos Lineares
Fatores Sexuais
Estudos Transversais
Fatores Etários
Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos/classificação
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-786861
Autor: Martins, Beatriz Ferreira; Hungaro, Anai Adario; Santos, Jéssica Adrielle Teixeira; Meschial, William Campo; Correia, Laiane Mucio; Oliveira, Magda Lúcia Félix de.
Título: Rodenticide poisoning in a Toxicological Assistance Center / Intoxicação por raticida em um Centro de Assistência Toxicológica
Fonte: Rev. RENE;17(1):3-9, jan.-fev. 2016.
Idioma: en.
Resumo: Objective: to characterize rodenticide poisoning sold illegally under the name Chumbinho. Methods: this is a descriptive and cross-sectional study by retrospective analysis of epidemiological forms of Toxicological Occurrence of a Toxicological Assistance Center, from 2006 to 2013. Results: 115 forms were analyzed, with an annual average of 14.4 ± 4.8 cases and 35.6% of the records in the fourth biennial. Most poisonings occurred in males (57.3%), aged between 15 and 49 years (78.3%) and suicide attempted (90.4%). It was found clinical severity of cases because 92.1% intoxicated required hospitalization and occurred four deaths (3.5%). Conclusion: the cases of poisoning by Chumbinho increased gradually over the studied years, in males, in an economically active age, and by intentional poisoning. There is a need for greater sanitary inspection in the region, aiming to reduce supply and improvement of guidance to consumers.

Objetivo: caracterizar as intoxicações por raticida comercializado clandestinamente sob a denominação de chumbinho. Métodos: estudo descritivo e transversal, por análise retrospectiva de fichas epidemiológicas de Ocorrência Toxicológica de um Centro de Assistência Toxicológica, dos anos de 2006 a 2013. Resultados: foram analisadas 115 fichas, com média anual de 14,4 ± 4,8 casos e 35,6% dos registros no quarto biênio. A maioria das intoxicações ocorreu no sexo masculino (57,3%), na faixa etária entre 15 e 49 anos (78,3%) e pela circunstância tentativa de suicídio (90,4%). Constatou-se gravidade clínica dos casos, pois 92,1% intoxicados necessitaram de internação hospitalar e aconteceram quatro óbitos (3,5%). Conclusão: os casos de intoxicação por chumbinhoaumentaram gradualmente nos anos estudados, em indivíduos do sexo masculino, em idade economicamente ativa e por intoxicação intencional. Há necessidade de maior fiscalização sanitária na região, visando diminuição da oferta e aprimoramento das orientações aos consumidores.
Descritores: Enfermagem em Saúde Comunitária
Vigilância Sanitária
Centros de Controle de Intoxicações
Envenenamento
Rodenticidas
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  5 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-832860
Autor: Toscano, Marina Moura; Landim, Jersica Tamara Amorim; Rocha, Artur Bastos; Sousa-Muñoz, Rilva Lopes de.
Título: Intoxicações exógenas agudas registradas em Centro de Assistência Toxicológica / Acute exogenous intoxications reported in a Toxicological Care Center
Fonte: Saude e pesqui. (Impr.);9(3):425-432, set-dez 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi descrever o perfil clínico e sociodemográfico dos casos de intoxicação aguda registrados pelo Centro de Assistência Toxicológica da Paraíba (Ceatox-PB) em 2012. O estudo foi transversal e retrospectivo, pautado na análise documental de dados secundários obtidos no Ceatox (PB). No ano de 2012, foram atendidos 208 casos de intoxicações exógenas no Ceatox-PB. A idade dos pacientes variou de 1 a 77 anos (17,3± 18), com faixa etária mais prevalente inferior a 18 anos (58,2%), e 52,8% do sexo feminino. O principal tipo de intoxicação foi acidente individual (47,6%), e no grupo entre 20-40 anos os casos relacionaram-se a tentativas de suicídio e acidentes individuais. As tentativas de suicídio foram mais frequentes no sexo feminino (60,8%). Os casos ocorreram no ambiente domiciliar (80%) e as causas mais frequentes foram medicamentos (24,6%) e via de intoxicação oral (83,2%). O padrão epidemiológico das intoxicações exógenas notificadas pelo Ceatox-PB, em 2012, foi similar ao relatado em outros estudos, em que jovens e mulheres foram os grupos de maior risco e medicamentos ingeridos de forma acidental, os principais causadores.

Clinical and socio-demographic profile of acute intoxication cases reported at the Toxicological Care Center of Paraíba (Ceatox-PB), Brazil, in 2012, is described by a transversal and retrospective study based on the documental analysis of secondary data retrieved from Ceatox-PB. In 2012, 208 cases of exogenous intoxications were treated at Ceatox-PB. Patients ranged between 1 and 77 years (17,3±18), with prevalent age bracket lower than 18 years (58,2%); 52,8% were female. Main intoxication was accidental (47,6%), and in groups aged 20 - 40 years related to suicide attempts and individual accidents. Attempts at suicide were more frequent in females (60,8%). Cases occurred at home (80%) and medicines taken orally (83,2%) were the most frequent cause (24,6%). Epidemiological pattern of exogenous intoxications at Ceatox-PB in 2012 was similar to that in other studies where young people and females constituted the highest risk group, with main agent as accidentally-taken medicines.
Descritores: Centros de Controle de Intoxicações
Envenenamento
Estudos Epidemiológicos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR313.1 - Biblioteca Ana Bove


  6 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-622053
Autor: Marques, Maria Cristina(org); Diniz, Elizeu(org); Carvalho, Marisa Lima(org); Pereira, Sheila Duarte(org).
Título: Casos e fatos da vigilância sanitária sobre saúde da sociedade / Facts of cases and health surveillance health society.
Fonte: São Paulo; SOBRAVIME;São Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária; 2002. 493 p.
Idioma: pt.
Descritores: Viroses
Centros de Controle de Intoxicações
Infecções Bacterianas
Vigilância Sanitária
Responsável: BR59.2 - Núcleo de Documentação
BR59.2; 614, M319c, ex.1. 724; BR59.2; 614, M319c, ex.2. 1427; BR58.1; 614.3, C331c. 1067


  7 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-332838
Autor: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenaçäo dos Institutos de Pesquisa. Centro de Vigilância Sanitária. Centro de Vigilância Epidemiológica.
Título: Sistema de informaçäo do SETOX - Parte 2 / SETOX information system - Part 2
Fonte: In: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenaçäo dos Institutos de Pesquisa. Centro de Vigilância Sanitária. Centro de Vigilância Epidemiológica. Manual de toxicovigilância. Säo Paulo, Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde, 2001. p.49-98, ilus. (CVS) (CVE)
Idioma: pt.
Símbolo: CVSCVE.
Descritores: Centros de Controle de Intoxicações
Sistemas de Informação
Sistemas de Notificação de Reações Adversas a Medicamentos
Substâncias Tóxicas
-Vigilância Sanitária
Substâncias Perigosas
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; QV605.1, S239m, v.1


  8 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-303586
Autor: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde; Centro de Vigilância Sanitária.
Título: Sistema estadual de toxicovigilância do Estado de Säo Paulo / Säo Paulo State system toxicology surveillance
Fonte: In: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde; Coordenaçäo dos Intitutos de Pesquisa; Centro de Vigilância Sanitária. Vigilância Sanitária de Säo Paulo: uma trajetória no SUS. Säo Paulo, Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde, 2001. p.557-561.
Idioma: pt.
Descritores: Toxicologia
Vigilância Sanitária
Sistemas de Informação
-Centros de Controle de Intoxicações
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; S239v


  9 / 88 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1081344
Autor: São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Centro de Vigilância Sanitária. Núcleo de Toxicovigilância.
Título: Manual de Toxicovigilância: volume 1 – 2ª Revisão 2014 / Toxicovigilance Manual: volume 1 - 2nd Review 2014.
Fonte: São Paulo; Secretaria da Saúde; 2014. 119 p. tab. (Caderno de Toxicovigilância, 1).
Idioma: pt.
Descritores: Centros de Controle de Intoxicações
Planos Governamentais de Saúde
Toxicologia/legislação & jurisprudência
Toxicologia/organização & administração
Vigilância Sanitária
-Substâncias, Produtos e Materiais Tóxicos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; Digital


  10 / 88 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: lil-270446
Autor: Bueno Colman, Elvio Dario.
Título: Proyecto centro toxicológico nacional.
Fonte: Asunción; Centro Toxicológico Nacional; 2000. 30 p. ilus, tab, graf.
Idioma: es; en.
Resumo: Presenta propuesta para la creación de un Centro Toxológico Nacional que lidere en el campo de asistencia, docencia, investigación, vigilancia epidemiológica y la prevención y asesoramiento toxológica
Descritores: Centros de Controle de Intoxicações
-Paraguai
Responsável: PY2.1 - Centro de Documentación
PY2.1; STC, 00. 90



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde