Base de dados : LILACS
Pesquisa : N02.421.668 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 819 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 82 ir para página                         

  1 / 819 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1282585
Autor: Ferreira, Gustavo Costa; Mendonça, Thays Santos; Silva, Eduardo Sérgio; Pereira, Mariana Linhares; Belo, Vinícius Silva; Ferreira, Vitor Costa; Baldoni, André de Oliveira.
Título: Pacientes com diabetes mellitus tipo 2 em uso de medicamentos via judicial: há monitorização clínica e laboratorial? / Patients with type 2 diabetes mellitus using drugs by filing lawsuits: is there clinical and laboratory monitoring? / Pacientes con diabetes mellitus tipo 2 en uso de medicamentos vía judicial: ¿hay monitoreo clínico y laboratorial?
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;15(42):2561, 20200210. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O aumento contínuo do número de processos de judicialização da saúde, a relevância epidemiológica do diabetes mellitus tipo 2 (DM2), a escassez de recursos utilizados para monitorar os investimentos dos processos judiciais e do seu alto custo para a saúde pública, diante disso torna-se necessário estudos que analisem o perfil da judicialização dos antidiabéticos, que é a principal classe de medicamentos alvo dos processos judiciais. Objetivo: Analisar se os pacientes com DM2 atendidos via judicial, foram acompanhados e monitorados no Sistema Único de Saúde (SUS) antes e após os processos judiciais. Além de analisar o perfil de medicamentos judicializados para tratamento da DM2. Métodos: Trata-se de um estudo longitudinal retrospectivo, que utilizou dados secundários, prontuários e arquivos de processos judiciais, de 56 pacientes com DM2 que adquiriram pelo menos um de seus medicamentos por meio da judicialização, no ano de 2019, em um município mineiro. Os dados foram analisados 12 meses antes e 12 meses após a judicialização. Resultados: Dentre as 56 ações judiciais, 39% se concentraram em apenas três unidades de saúde do município. Somente 30 pacientes (53%) antes e 29 (51%) após a judicialização tiveram consultas no SUS. Além disso, apenas 15 (26%) e 13 (23%) pacientes, respectivamente antes e após a judicialização, apresentaram algum exame laboratorial realizado pelo SUS. As insulinas Levemir Flex Pen® (13%), Novo Rapid® (11%) e Lantus® (7%) foram os medicamentos mais judicializados. Conclusão: Observou-se que apesar do SUS prover o insumo terapêutico de elevado custo por meio de uma porta de entrada não convencional, não há monitorização clínica e laboratorial para avaliação da efetividade do uso da tecnologia, conforme recomendam os protocolos clínicos e dispositivos legais brasileiros sobre acesso a medicamentos.

Introduction: The continuous increase in the number of health judicialization processes, the epidemiological relevance of type 2 diabetes mellitus (DM2), the scarcity of resources used to monitor the investments of lawsuits, and their high cost to public health, that said there is a need for studies that analyze the profile of the judicialization of antidiabetics, which is the main class of drugs targeted by lawsuits. Objective: To analyze whether patients with DM2 attended by judicial system, are followed up and monitored in Brazilian Public Health System (SUS) before and after judicial proceedings. In addition to analyzing the profile of drugs legalized for the treatment of DM2. Methods: A retrospective observational study, which secondary database, medical records and judicial files, was conducted with 56 patients with DM2 who have acquired at least one of their medicines through lawsuits, in 2019, in a city in Minas Gerais. The data were analyzed 12 months before and 12 months after judicialization process. Results: Among the 56 lawsuits, 39% were concentrated in only three health units. Only 30 patients (53%) before and 29 (51%) after judicialization had appointments in SUS. Furthermore, only 15 (26%) and 13 (23%) patients, respectively before and after judicialization, had some laboratory test performed by SUS. The insulins Levemir Flex Pen® (13%), Novo Rapid® (11%), and Lantus® (7%) were the most judicialized drugs. Conclusion: It was observed that despite the SUS providing the high-cost therapeutic input through an unconventional gateway, there is no clinical and laboratory monitoring to evaluate the effectiveness of the technology, as recommended by clinical protocols and Brazilian laws about access to medicines.

Introducción: El aumento continuo en el número de procesos de judicialización de la salud, la relevancia epidemiológica de la diabetes mellitus tipo 2 (DM2), la escasez de recursos utilizados para monitorear las inversiones en procesos judiciales y de su alto costo para la salud pública, se vuelven necesarios estudios que analicen el perfil de la judicialización de los antidiabéticos, que es la principal clase de medicamentos a las que se dirigen los procesos judiciales. Objetivo: Analizar si los pacientes con DM2 atendidos vía judicial, fueron acompañados y monitoreados en el Sistema Único de Salud (SUS) antes y después de los procesos judiciales. Además de analizar el perfil de las drogas legalizadas para el tratamiento de la DM2. Métodos: Se trata de un estudio retrospectivo longitudinal, que utilizó datos secundarios, registros médicos y archivos de demandas, de 56 pacientes con DM2 que adquirieron al menos uno de sus medicamentos a través de la judicialización, en el año 2019, en un municipio de Minas Gerais. Los datos fueron analizados 12 meses antes y 12 meses después de la judicialización. Resultados: Entre las 56 acciones judiciales, el 39% se concentró en solo tres unidades de salud en el municipio. Solo 30 pacientes (53%) antes y 29 (51%) después de la judicialización tuvieron consultas en el SUS. Además, solo 15 (26%) y 13 (23%) pacientes, respectivamente antes y después de la judicialización, se sometieron a pruebas de laboratorio realizadas por el SUS. Las insulinas Levemir Flex Pen® (13.0%), Novo Rapid® (11%) y Lantus® (7%) fueron los medicamentos más judicializadas. Conclusión: Se observó que a pesar de que el SUS proporciona un recurso terapéutico de alto costo a través de una puerta de entrada no convencional, no hay monitoreo clínico y laboratorial para la evaluación de la efectividad del uso de la tecnología, según lo recomendado por los protocolos clínicos y dispositivos legales brasileros sobre el acceso a medicamentos.
Descritores: Assistência Farmacêutica
Acesso à Informação
Diabetes Mellitus Tipo 2
Judicialização da Saúde
-Cobertura Universal do Seguro de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  2 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056065
Autor: Hospital das ClínicasNogueira, Marcel; Hospital das ClínicasOtuyama, Leonardo Jun; Hospital das ClínicasRocha, Priscilla Alves; Hospital das ClínicasPinto, Vanusa Barbosa.
Título: Pharmaceutical care-based interventions in type 2 diabetes mellitus: a systematic review and meta-analysis of randomized clinical trials / Intervenções farmacêuticas no diabetes mellitus tipo 2: uma revisão sistemática e metanálise de ensaios clínicos randomizados
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eRW4686, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To investigate the impact of pharmaceutical care-based interventions on type 2 diabetes mellitus . Methods PubMed®, Cochrane and Web of Science data bases were searched for randomized controlled clinical trials. Studies evaluating pharmaceutical care-based interventions in type 2 diabetes mellitus published between 2012 and 2017 were included. Glycated hemoglobin was defined as the primary endpoint; blood pressure, triglycerides and cholesterol as secondary endpoints. The random effects model was used in meta-analysis. Results Fifteen trials involving 2,325 participants were included. Meta-analysis revealed considerable heterogeneity (I2>97%; p<0.001), reduction in glycated hemoglobin (-1.07%; 95%CI: -1.32; -0.83; p<0.001), glucose (-29.91mg/dL; 95%CI: -43.2; -16.6; p<0.001), triglyceride (19.8mg/dL; 95%CI: -36.6; -3.04; p=0.021), systolic blood pressure (-4.65mmHg; 95%CI: -8.9; -0.4; p=0.032) levels, and increased HDL levels (4.43mg/dL; 95%CI: 0.16; 8.70; p=0.042). Conclusion Pharmaceutical care-based clincal and education interventions have significant impact on type 2 diabetes mellitus . The tools Summary of Diabetes Self-Care Activities and the Morisky Medication Adherence Scale may be useful to monitor patients.

RESUMO Objetivo Identificar o impacto das intervenções providenciadas pelo cuidado farmacêutico no diabetes mellitus tipo 2. Métodos Buscas por ensaios clínicos randomizados controlados foram realizadas nas bases PubMed®, Cochrane e Web of Science . Foram incluídos estudos publicados entre 2012 e 2017, que avaliaram o impacto do cuidado farmacêutico no diabetes mellitus tipo 2. A hemoglobina glicada foi o desfecho primário, e os secundários foram pressão arterial, triglicérides e colesterol. O modelo de efeitos aleatórios foi utilizado na metanálise. Resultados Foram incluídos 15 estudos envolvendo 2.325 participantes. A metanálise demonstrou heterogeneidade elevada (I2>97%; p<0,001), redução nos níveis de hemoglobina glicada (-1,07%; IC95%: -1,32; -0,83; p<0,001), glicose (-29,91mg/dL; IC95%: -43,2; -16,6; p<0,001), triglicérides (19,8mg/dL; IC95%: -36,6; -3,04; p=0,021), pressão arterial sistólica (-4,65mmHg; IC95%: -8,9; -0,4; p=0,032) e aumento do colesterol HDL (4,43mg/dL; IC95%: 0,16; 8,70; p=0,042). Conclusão As intervenções clínicas e educacionais providenciadas pelo cuidado farmacêutico têm impacto significativo no diabetes mellitus tipo 2. Ferramentas como o Summary of Diabetes Self-Care Activities e a Morisky Medication Adherence Scale podem ser úteis no acompanhamento dos pacientes.
Descritores: Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
-Pacientes Ambulatoriais/estatística & dados numéricos
Farmacêuticos
Assistência Farmacêutica/estatística & dados numéricos
Autocuidado/estatística & dados numéricos
Triglicerídeos/sangue
Glicemia/análise
Pressão Sanguínea
Hemoglobina A Glicada/análise
Colesterol/sangue
Educação de Pacientes como Assunto/estatística & dados numéricos
Diabetes Mellitus Tipo 2/tratamento farmacológico
Diabetes Mellitus Tipo 2/sangue
Adesão à Medicação/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Tipo de Publ: Metanálise
Revisão Sistemática
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056075
Autor: Girolineto, Beatriz Maria Pereira; Oliveira, Alan Maicon de; Gonçalves, Ana Maria Rosa Freato; Campos, Marília Silveira de Almeida; Pereira, Leonardo Régis Leira.
Título: INSAF-HAS: a tool to select patients with hypertension for pharmaceutical care / INSAF-HAS: ferramenta para seleção de pacientes com hipertensão arterial sistêmica e inserção em serviços de cuidado farmacêutico
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eAO4858, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Resumo: ABSTRACT Objective To develop and validate the content of a tool aimed to select patients with hypertension for pharmaceutical care, based on identification of individuals in greater need of attention. Methods The tool was developed and assessed for face and content validity, which was carried out in three stages. Phase I consisted of comprehensive literature review, which prompted the development of the first version of the tool. Phase II consisted of validation by an expert panel. Phase III consisted of a pilot study with hypertensive patients and preparation of the final version of the instrument. Results Literature review yielded 30 studies, out of which 13 factors associated with hypertension and cardiovascular disease control and complications were selected. Once the initial version of the tool named INSAF-HAS was obtained, four expert meetings were held, each leading to instrument improvement until a final consensus was reached. In the pilot study, INSAF-HAS was applied to 30 patients with a diagnosis of hypertension for applicability pretest; adjustments were made and the final version of INSAF-HAS obtained. Conclusion The INSAF-HAS tool developed in this study has face and content validity, and may contribute to the selection of patients with hypertension in greater need of pharmaceutical care services.

RESUMO Objetivo Desenvolver e realizar a validação de conteúdo de uma ferramenta para seleção de pacientes com hipertensão arterial sistêmica a serem atendidos em serviços de cuidado farmacêutico, com base na identificação daqueles com maior necessidade dessa assistência. Métodos O instrumento foi desenvolvido e avaliado por validação de face e conteúdo, subdividida em três fases. A fase I abordou ampla revisão bibliográfica, que originou a versão inicial da ferramenta. Na fase II, realizou-se a validação com a análise de um painel de experts . A fase III foi composta por estudo piloto realizado com pacientes com hipertensão, tendo sido definida a versão final do instrumento. Resultados A partir da revisão bibliográfica, 30 estudos foram consultados, e foram selecionados 13 fatores associados ao controle e à ocorrência de complicações, relacionados à hipertensão arterial sistêmica e a doenças cardiovasculares. Por conseguinte, mediante a versão inicial da ferramenta intitulada INSAF-HAS, realizaram-se quatro reuniões com especialistas, para obtenção de consenso final. A cada encontro, o instrumento foi aprimorado. No estudo piloto, 30 pacientes com diagnóstico de hipertensão arterial sistêmica foram abordados para o pré-teste de avaliação da aplicabilidade e, após as adequações, obteve-se a versão final do INSAF-HAS. Conclusão A ferramenta elaborada INSAF-HAS apresenta validade de face e conteúdo. Ela deve contribuir para a seleção de pacientes portadores de hipertensão arterial sistêmica e com maior necessidade de participação em serviços de cuidado farmacêutico.
Descritores: Assistência Farmacêutica/normas
Inquéritos e Questionários/normas
Seleção de Pacientes
Hipertensão/tratamento farmacológico
Anti-Hipertensivos/uso terapêutico
-Doenças Cardiovasculares/etiologia
Projetos Piloto
Reprodutibilidade dos Testes
Fatores de Risco
Progressão da Doença
Hipertensão/complicações
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Validação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1285518
Autor: Mota, Karolini de Faria; Baldoni, André Oliveira; Baptista, Elaine Cristina Coelho; Reis, Tiago Marques dos; Pereira, Leonardo Régis Leira; Nascimento, Mariana Martins Gonzaga do; Obreli-Neto, Paulo Roque; Pereira, Mariana Linhares.
Título: Profile of activities developed by community pharmacists: do they corroborate the precepts of the pharmaceutical profession?
Fonte: Braz. J. Pharm. Sci. (Online);56:e18472, 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Studies that addressed the profile of pharmaceutical activities and behaviors in community pharmacies in the last decades pointed to a gap between community pharmacy practice and the precepts of the profession. Facing the need to analyze whether the new legislation has impacted this scenario, the objective of this study was to describe the general profile and academic profile of community pharmacists, and the profile of the activities they develop, as well as to know their place of work. This is a descriptive study, to which all pharmacists in charge of community pharmacies in the metropolitan area of ​​Belo Horizonte-MG (n = 1624) were invited. Data collection was performed through a questionnaire validated online, from October to December 2017, via Google Docs®. Responses were obtained from 109 pharmacists, most of them female, aged 31-40 years, being general graduates, and in private institutions. Pharmacotherapeutic follow-up, an activity linked to clinical management, is performed by only 37.60% of pharmacists, evidencing that there is still a lag in relation to the provision of clinical services by community pharmacists. Thus, we emphasize the importance of implementing the precepts established by Brazilian curricular guidelines for undergraduate pharmacy courses which focus on the development of clinical skills, since the insertion of the pharmacist into the health team and the provision of clinical services to the community can add new value to the use of medications, and contribute effectively to their rational use in Brazil.
Descritores: Farmácias/classificação
Farmacêuticos/ética
Assistência Farmacêutica/estatística & dados numéricos
Ensino/estatística & dados numéricos
Local de Trabalho/estatística & dados numéricos
-Ensino/ética
Epidemiologia Descritiva
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR40.1 - DBD - Divisão de Biblioteca e Documentacão do Conjunto das Químicas


  5 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1290669
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Medicamentos, Insumos y Drogas. Dirección de Farmacovigilancia, Acceso y Uso de Medicamentos. Unidad Funcional de Uso Racional de Medicamentos.
Título: Manual de buenas prácticas de dispensación / Dispensation good practice manual.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Medicamentos, Insumos y Drogas. Dirección de Farmacovigilancia, Acceso y Uso de Medicamentos. Unidad Funcional de Uso Racional de Medicamentos; Dic. 2017. 32 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación describe un conjunto de normas, establecido con el objetivo de asegurar un uso adecuado de los medicamentos, estableciendo criterios, metodologías y requisitos para el cumplimiento de las buenas prácticas de dispensación de productos farmacéuticos establecidas en el Reglamento de Establecimientos Farmacéuticos aprobado por Decreto Supremo Nº 021-2001-SA
Descritores: Assistência Farmacêutica
Qualidade dos Medicamentos Homeopáticos
Atenção à Saúde
Boas Práticas de Dispensação
Dispensários de Medicamentos
Medicamentos de Venda Assistida
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  6 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Acúrcio, Francisco de Assis
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903390
Autor: Faleiros, Daniel Resende; Acurcio, Francisco de Assis; Álvares, Juliana; Nascimento, Renata Cristina Rezende Macedo do; Costa, Ediná Alves; Guibu, Ione Aquemi; Soeiro, Orlando Mario; Leite, Silvana Nair; Karnikowski, Margô Gomes de Oliveira; Costa, Karen Sarmento; Guerra Junior, Augusto Afonso.
Título: Financing of Pharmaceutical Services in the municipal management of the Brazilian Unified Health System / Financiamento da assistência farmacêutica na gestão municipal do Sistema Único de Saúde
Fonte: Rev. saúde pública (Online);51(supl.2):14s, 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Brazilian Ministry of Health.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To discuss factors related to the financing of the Basic Component of Pharmaceutical Services within the municipal management of the Brazilian Unified Health System. METHODS The Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos no Brasil - Serviços (PNAUM - National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines - Services) is a cross-sectional, exploratory, and evaluative study that performed an information survey in a representative sample, stratified by Brazilian regions It considered different study populations in the sampling plan, which represent primary health care services in the cities. Data were collected in 2015 by two methods: in person, by applying direct observation scripts and interviews with users, physicians, and professionals responsible for the dispensing of medicines in primary care services; by telephone interviews with municipal health managers and municipal professionals responsible for Pharmaceutical Services. The results were extracted from the questionnaires applied by telephone. RESULTS Of the sample of 600 eligible cities, we collected 369 interviews (61.5%) with secretaries and 507 (84.5%) with pharmaceutical services managers. 70.8% of the cities have a computerized management system; and 11.9% have qualification/training of professionals. More than half (51.3%) of the cities received funds for the structuring of pharmaceutical services, and almost 60% of these cities performed this type of spending. In 35.4% of cases, municipal secretaries of health said that they use resources of medicines from the Componente Básico da Assistência Farmacêutica (CBAF - Basic Component of Pharmaceutical Services) to cover demands of other medicines, but only 9.7% believed that these funds were sufficient to cover the demands. The existence of a permanent bidding committee exclusively for acquiring medicines was reported in 40.0% of the cities. CONCLUSIONS We found serious deficiencies in the public financing of medicines, as well as little concern about the formality in the use of public resources, expenses that meet individual demands to the detriment of the community, insufficient resources allocated to the Basic Component of Pharmaceutical Services, and exhaustion of the financing model.

RESUMO OBJETIVO Discutir fatores relacionados ao financiamento do Componente Básico da Assistência Farmacêutica no âmbito da gestão municipal do Sistema Único de Saúde. MÉTODOS A Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos no Brasil - Serviços é um estudo transversal, exploratório, de natureza avaliativa, que realizou levantamento de dados em amostra estratificada pelas regiões brasileiras, consideradas diferentes populações de estudo no plano de amostragem representativa de serviços de atenção primária em municípios. Os dados foram coletados em 2015, na forma presencial mediante a aplicação de roteiros de observação direta, entrevistas com usuários, médicos e responsáveis pela entrega dos medicamentos nos serviços de atenção primária e entrevistas telefônicas com gestores municipais de saúde e responsáveis municipais pela assistência farmacêutica. Os resultados foram extraídos dos questionários aplicados por telefone. RESULTADOS Da amostra de 600 municípios elegíveis, foram coletadas 369 entrevistas (61,5%) com secretários e 507 (84,5%) com responsáveis pela assistência farmacêutica. Em 70,8% dos municípios existe sistema informatizado de gestão; e em 11,9% qualificação/capacitação dos profissionais. Mais da metade (51,3%) dos municípios receberam recursos destinados à estruturação da assistência farmacêutica, quase 60% desses municípios realizou este tipo de gastos. Em 35,4% dos casos, secretários municipais de saúde afirmaram utilizar recursos de medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica para cobrir demandas de outros medicamentos, mas apenas 9,7% acreditam que esses recursos são suficientes para atender à demanda. A existência de comissão permanente de licitação exclusiva para a aquisição de medicamentos foi registrada em 40,0% dos municípios. CONCLUSÕES São graves as deficiências, a pouca preocupação com a formalidade na execução dos recursos públicos, os gastos ocorridos para atendimento de demandas individuais em detrimento da coletividade, a insuficiência de recursos destinados ao Componente Básico da Assistência Farmacêutica e a exaustão do modelo de financiamento.
Descritores: Assistência Farmacêutica/economia
Preparações Farmacêuticas/economia
-Atenção Primária à Saúde
Fatores Socioeconômicos
Brasil
Estudos Transversais
Entrevistas como Assunto
Inquéritos Epidemiológicos
Financiamento da Assistência à Saúde
Financiamento Governamental
Programas Nacionais de Saúde
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Acúrcio, Francisco de Assis
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903392
Autor: Gerlack, Letícia Farias; Karnikowski, Margô Gomes de Oliveira; Areda, Camila Alves; Galato, Dayani; Oliveira, Aline Gomes de; Álvares, Juliana; Leite, Silvana Nair; Costa, Ediná Alves; Guibu, Ione Aquemi; Soeiro, Orlando Mario; Costa, Karen Sarmento; Guerra Junior, Augusto Afonso; Acurcio, Francisco de Assis.
Título: Management of pharmaceutical services in the Brazilian primary health care / Gestão da assistência farmacêutica na atenção primária no Brasil
Fonte: Rev. saúde pública (Online);51(supl.2):15s, 2017. tab.
Idioma: en.
Projeto: Brazilian Ministry of Health.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To identify limiting factors in the management of pharmaceutical services in the primary health care provided by the Brazilian Unified Health System (SUS). METHODS This study was based on the data from the Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos no Brasil (PNAUM - National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines), and it was conducted by interviews with professionals responsible for pharmaceutical services in Brazilian cities, in 2015. To identify the management limiting factors, we considered the organizational, operational, and sustainability indicators of the management. For the analyses, we included the weights and structure of analysis plan for complex samples. The results were expressed by frequencies and measures of central tendency with 95% confidence interval, considering the Brazilian geographic regions. RESULTS We identified the following limiting factors: lack of pharmaceutical services in the Municipal Health Secretariat organization chart (24%) and in the health plan (18%); lack of participation of managers in the Health Board and the absence of reference to this topic in the agenda of meetings (58.4%); lack of financial autonomy (61.5%) and lack of knowledge on the available values (81.7%); lack of adoption of operational procedures (about 50%) for selection, scheduling, and acquisition; and the fact that most professionals evaluate the organization of pharmaceutical services as good and great (58.8%), despite the worrisome indicators. CONCLUSIONS Pharmaceutical services management is currently supported by a legal and political framework that should guide and contribute to improve the pharmaceutical services in the Brazilian Unified Health System primary health care. However, there is a mismatch between the goals established by these guidelines and what is actually happening.

RESUMO OBJETIVO Identificar fatores condicionantes da gestão da assistência farmacêutica na atenção primária no âmbito do Sistema Único de Saúde. MÉTODOS Estudo com dados obtidos da Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos no Brasil (PNAUM) - Serviços, realizada por meio de entrevistas com responsáveis pela assistência farmacêutica em municípios, em 2015. Para identificar os fatores condicionantes da gestão foram considerados indicadores organizacionais, operacionais e de sustentabilidade da gestão. Para as análises consideraram-se os pesos amostrais e a estrutura do plano de análise para amostras complexas. Os resultados foram expressos por meio de frequências e medidas de tendência central com intervalo de confiança de 95%, por regiões geográficas do Brasil. RESULTADOS Foram identificados os fatores condicionantes: a ausência da assistência farmacêutica no organograma da secretaria (24%) e no plano de saúde (18%), a não participação dos gestores no conselho de saúde e a não referência desse tema na pauta das reuniões (58,4%), falta de autonomia financeira (61,5%) e conhecimento dos valores disponíveis (81,7%), falta de adoção de procedimentos operacionais em cerca de 50% para seleção, programação e aquisição e o fato da maioria avaliar a organização da assistência farmacêutica como boa e ótima (58,8%), apesar dos indicadores preocupantes apontados. CONCLUSÕES A gestão da assistência farmacêutica encontra-se respaldada em um arcabouço legal e político, que deveria nortear e contribuir para melhoria da assistência farmacêutica na atenção primária no Sistema Único de Saúde. No entanto, há um descompasso entre os objetivos fixados por essas normativas e o que se observa na realidade.
Descritores: Assistência Farmacêutica/organização & administração
Atenção Primária à Saúde
-Assistência Farmacêutica/provisão & distribuição
Brasil
Estudos Transversais
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Acúrcio, Francisco de Assis
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903393
Autor: Nascimento, Renata Cristina Rezende Macedo do; Álvares, Juliana; Guerra Junior, Augusto Afonso; Gomes, Isabel Cristina; Costa, Ediná Alves; Leite, Silvana Nair; Costa, Karen Sarmento; Soeiro, Orlando Mario; Guibu, Ione Aquemi; Karnikowski, Margô Gomes de Oliveira; Acurcio, Francisco de Assis.
Título: Availability of essential medicines in primary health care of the Brazilian Unified Health System / Disponibilidade de medicamentos essenciais na atenção primária do Sistema Único de Saúde
Fonte: Rev. saúde pública (Online);51(supl.2):10s, 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Brazilian Ministry of Health.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To characterize the availability of tracer medicines in pharmaceutical services in primary health care of the Brazilian Unified Health System (SUS). METHODS This is a cross-sectional and evaluative study, part of the Pesquisa Nacional Sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos - Serviços, 2015 (PNAUM - National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines - Services, 2015). To analyze the availability of medicines, we verified 50 items selected from the Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename - National List of Essential Medicines) of 2012. Observation scripts were applied to medicine dispensing services in the primary health care. Interviews were carried out with patients, health care professionals, and public managers, using semi-structured questionnaires. The availability index was presented as the percentage of health units where the medicines were available. For statistical analysis, absolute, relative, and mean frequencies were presented (with 95% confidence intervals). The comparison of groups was carried out by Pearson Chi-square tests or variance analysis, when needed. RESULTS One thousand, one hundred, and seventy-five observation scripts were filled in a national representative sample composed by 273 cities. Statistically significant differences were observed regarding the type of unit, infrastructure, and presence of a pharmacist between regions of Brazil. The average availability of tracer medicines in primary health care was 52.9%, with differences between regions and sampling strata. This index increased to 62.5% when phytotherapic medicines were excluded. We found limited availability of medicines for treatment of chronic and epidemiological diseases, such as tuberculosis and congenital syphilis. CONCLUSIONS The low availability of essential medicines purchased centrally by the Brazilian Ministry of Health indicates deficiencies in supply chain management. The different views on the availability of tracer medicines in SUS confirm the general availability verified in this study. Among patients, about 60% said they obtain medicines in SUS units, data consistent with the lack of medicines reported by medicine dispensers and in line with physicians' evaluations.

RESUMO OBJETIVO Caracterizar a disponibilidade física de medicamentos traçadores nos serviços de assistência farmacêutica na atenção primária do Sistema Único de Saúde. MÉTODOS Estudo transversal de natureza avaliativa, integrante da Pesquisa Nacional Sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos - Serviços, 2015. Para a análise da disponibilidade física, foram verificados 50 itens selecionados da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais 2012. Roteiros de observação foram aplicados nos serviços de dispensação de medicamentos na atenção primária. Foram realizadas entrevistas com usuários, profissionais de saúde e gestores municipais, por meio de questionários semiestruturados. O índice de disponibilidade foi apresentado como o percentual de unidades de saúde onde os medicamentos estavam disponíveis. Para a análise estatística foram apresentadas frequências absolutas, relativas e médias (com intervalos de 95% de confiança). A comparação de grupos foi realizada por meio dos testes Qui-quadrado de Pearson ou análise de variância, quando adequados. RESULTADOS Foram preenchidos 1.175 roteiros de observação em amostra nacional representativa composta por 273 municípios. Observaram-se diferenças estatisticamente significantes em relação ao tipo de unidade, infraestrutura e presença do profissional farmacêutico entre as regiões do Brasil. A disponibilidade média dos medicamentos traçadores na atenção primária foi de 52,9%, com diferenças entre regiões e estratos amostrais. Quando analisados todos os medicamentos, exceto os fitoterápicos, o índice elevou para 62,5%. Verificou-se disponibilidade inadequada de medicamentos para o tratamento de doenças crônicas e para doenças epidemiologicamente importantes, como a tuberculose e a sífilis congênita. CONCLUSÕES A baixa disponibilidade de medicamentos de aquisição centralizada indica possíveis deficiências na gestão da cadeia logística. As diferentes percepções sobre a disponibilidade dos medicamentos traçadores no SUS corroboram com os índices de disponibilidade geral verificados pelo estudo. Dentre os usuários, aproximadamente 60% afirmaram obter os medicamentos que necessitaram nas unidades do SUS, informação coerente com a falta de medicamentos relatada pelos responsáveis pela dispensação de medicamentos e com a avaliação dos médicos.
Descritores: Assistência Farmacêutica/organização & administração
Atenção Primária à Saúde
Medicamentos Essenciais/provisão & distribuição
-Brasil
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Pessoal de Saúde
Medicamentos Essenciais/classificação
Política de Saúde
Pessoa de Meia-Idade
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 819 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Akerman, Marco
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903394
Autor: Akerman, Marco; Freitas, Osvaldo de.
Título: National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines (PNAUM): evaluation of pharmaceutical services in the primary health care / Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos (PNAUM): avaliação dos serviços de atenção farmacêutica primária
Fonte: Rev. saúde pública (Online);51(supl.2):1s, 2017.
Idioma: en.
Descritores: Assistência Farmacêutica
Preparações Farmacêuticas/provisão & distribuição
Acesso aos Serviços de Saúde
-Atenção Primária à Saúde
Brasil
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 819 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Acúrcio, Francisco de Assis
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903395
Autor: Leite, Silvana Nair; Manzini, Fernanda; Álvares, Juliana; Guerra Junior, Augusto Afonso; Costa, Ediná Alves; Acurcio, Francisco de Assis; Guibu, Ione Aquemi; Costa, Karen Sarmento; Karnikowski, Margô Gomes de Oliveira; Soeiro, Orlando Mário; Farias, Mareni Rocha.
Título: Infrastructure of pharmacies of the primary health care in the Brazilian Unified Health System: Analysis of PNAUM - Services data / Infraestrutura das farmácias da atenção básica no Sistema Único de Saúde: Análise dos dados da PNAUM-Serviços
Fonte: Rev. saúde pública (Online);51(supl.2):13s, 2017. tab.
Idioma: en.
Projeto: Brazilian Ministry of Health.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To characterize the infrastructure of the primary health care pharmacies of the Brazilian Unified Health System, aiming at humanizing the offered services. METHODS This is a cross-sectional study, of quantitative approach, from data obtained in the Pesquisa Nacional de Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos - Serviços, 2015 (PNAUM - National Survey on Access, Use and Promotion of Rational Use of Medicines - Services, 2015). Information on 1,175 pharmacies/dispensing units were gathered from direct observation and assessment of dispensing units installations conducted by trained researchers who used a standardized form. The analyzed variables refer to the physical structure of pharmacies or medicine dispensing units of the health units under research. RESULTS The pharmacy area was greater than 14 m2 in 40.3% of the sampled units, highlighting those from Midwest (56.9%) and Southeast (56.2%) regions and those of Northeast, with only 23.3%. About 80.2% units had waiting rooms with chairs for patients, 31.8% of them had dispensing areas inferior to 5m2, while in 46.2% these areas were superior to 10m2. Bars were found in service counters in 23.8% of health units, thus separating the patient from the professional; 44.1% had internet access. In most units, the area of medicine storage had no refrigerator or freezer for their exclusive storage and 13.7% had a specific room for pharmaceutical consultation. CONCLUSION Aiming at achieving care humanization and improving working conditions for professionals, the structuring of the environment of pharmacy services is necessary. This would contribute to the better qualification of pharmacy services, comprising more than medicine delivery. Data on the Northeast region indicated less favorable conditions to the development of adequate dispensing services. Based on the panorama pointed out, we suggest the expansion of stimulus concerning the physical structure of pharmaceutical services, considering regional specificities.

RESUMO OBJETIVO Caracterizar a infraestrutura das farmácias da atenção básica do Sistema Único de Saúde, visando condição para a humanização dos serviços ofertados. METODOS Trata-se de estudo transversal, de abordagem quantitativa, a partir de dados obtidos da Pesquisa Nacional sobre Acesso, Utilização e Promoção do Uso Racional de Medicamentos - Serviços, 2015. As informações de 1.175 farmácias/unidades de dispensação foram oriundas de observação direta e mensuração das instalações das unidades de dispensação realizadas por pesquisadores treinados e uso de formulário padronizado. As variáveis analisadas referem-se à estrutura física das farmácias ou unidades de dispensação de medicamentos das unidades de saúde amostradas. RESULTADOS A área da farmácia foi superior a 14 m2 em 40,3% das unidades pesquisadas, com destaque para as regiões Centro-Oeste (56,9%) e Sudeste (56,2%) e Nordeste com apenas 26,3%. A sala de espera possuía cadeiras para os usuários (80,2%), em 31,8% a área de dispensação era inferior à 5m2 e em 46,2% foi superior a 10m2. Foram encontradas grades no guichê de atendimento, separando o atendente do usuário em 23,8% das unidades; havia acesso à internet em 44,1%. Na maioria das unidades, a área destinada ao armazenamento de medicamentos não possuía refrigerador ou geladeira para o seu armazenamento exclusivo e 13,7% apresentavam área para consulta farmacêutica. CONCLUSÕES É necessária a estruturação da ambiência dos serviços de farmácia visando a humanização do atendimento e a melhoria das condições de trabalho aos profissionais. Isso propicia melhor qualificação do serviço de farmácia para além da entrega do medicamento. Os dados apresentados pela região Nordeste indicam condições menos favoráveis ao desenvolvimento de serviços de dispensação adequados. Com base no panorama apontado, sugere-se a ampliação dos incentivos para a estruturação física dos serviços farmacêuticos, levando em consideração as especificidades regionais.
Descritores: Farmácias/organização & administração
Assistência Farmacêutica/organização & administração
Atenção Primária à Saúde
-Farmácias/normas
Assistência Farmacêutica/normas
Brasil
Estudos Transversais
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 82 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde