Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.219.151.125 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1233 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 124 ir para página                         

  1 / 1233 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-743928
Autor: Cañas, Alejandra; Alba, Luz-H; Becerra, Nelci; Murillo, Raúl; Páez, Nelson; Mosquera, Catalina.
Título: Eficacia y seguridad del uso de medicamentos para la cesación de la adicción al tabaco: revisión de guías de práctica clínica / Efficacy and safety of medication use for the cessation of tobacco addiction: Are view of Clinical Practice Guidelines
Fonte: Rev. salud pública;16(5):661-673, set.-oct. 2014. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo Revisar la eficacia y seguridad de medicamentos para cesación del tabaquismo en el contexto de construcción de guías de práctica clínica (GPC). Métodos Revisión sistemática de GPC para adaptación mediante ADAPTE. Los desenlaces fueron cesación ≥6 meses y seguridad de las intervenciones. Las GPC se calificaron por pares con DELBI. Se extrajeron resultados de estudios agregativos incluidos en las guías seleccionadas. Resultados Los fármacos duplican la cesación comparados con placebo (tasas de 25,0 % hasta 27,0 % al combinarse con consejería). Los mayores incrementos en cesación se obtienen con ansiolíticos y antidepresivos (8,7% a 19,4%), y los menores con terapia de reemplazo nicotínico -TRN- (5,2% a 12,9%). La nortriptilina tiene eficacia similar al bupropion (aproximadamente 10,0 %). Con limitadas excepciones (parche e inhalador, tabletas y bupropion), las combinaciones de medicamentos no incrementan la abstinencia. Conclusiones TRN, vareniclina, bupropion y nortriptilina son eficaces para dejar de fumar. Las combinaciones de medicamentos requieren más evidencia y deberían restringirse a personas con alta dependencia o con falla terapéutica inicial. Serían deseables análisis de costo-efectividad para valorar implementación de programas en países en desarrollo.

Objective To review the efficacy and safety of pharmacotherapy for smoking cessation in the context of clinical practice guidelines (CPG). Methods A systematic review of CPGs was conducted, aimed at adapting recommendations for Colombia following the ADAPTE methodology. Outcomes comprised 6-months or higher smoking cessation rates and intervention safety. CPGs were peer-assessed based on DELBI. Results from aggregative studies included in selected CPGs were obtained. Results Pharmacotherapy doubles smoking cessation rates as compared with placebos (rates @25% and up to 27 % when combined with counseling). The highest efficacy was observed for ansyolitic and antidepressive drugs (8.7 % to 19.4 %), and the lowest for nicotine replacement therapy -NRT- (5.2 % to 12.9 %). Nortriptiline shows an efficacy similar to that of bupropion (@10%). With limited exceptions, combined pharmacotherapy for smoking cessation has shown no significant increase in cessation rates. Conclusions NRT, varenicline, bupropion and nortriptiline are effective treatments for smoking cessation. Combination of drugs deserves further clinical evidence and should be restricted to highly dependent smokers or initial therapeutic failure. Cost-effectiveness analyses might help to introduce smoking cessation programs in low and middle income countries.
Descritores: Guias de Prática Clínica como Assunto
Abandono do Hábito de Fumar
Produtos para o Abandono do Uso de Tabaco
-Ansiolíticos/efeitos adversos
Ansiolíticos/uso terapêutico
Antidepressivos/efeitos adversos
Antidepressivos/uso terapêutico
Arritmias Cardíacas/induzido quimicamente
Bupropiona/efeitos adversos
Bupropiona/uso terapêutico
Dor no Peito/induzido quimicamente
Clonidina/efeitos adversos
Clonidina/uso terapêutico
Colômbia
Análise Custo-Benefício
Vias de Administração de Medicamentos
Erupção por Droga/etiologia
Quimioterapia Combinada
Gastroenteropatias/induzido quimicamente
Mucosite/induzido quimicamente
Nortriptilina/efeitos adversos
Nortriptilina/uso terapêutico
Distúrbios do Início e da Manutenção do Sono/induzido quimicamente
Abandono do Hábito de Fumar/economia
Abandono do Hábito de Fumar/métodos
Produtos para o Abandono do Uso de Tabaco/efeitos adversos
Produtos para o Abandono do Uso de Tabaco/economia
Resultado do Tratamento
Vareniclina/efeitos adversos
Vareniclina/uso terapêutico
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  2 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-659907
Autor: Castro- Jaramillo, Héctor E..
Título: The cost-effectiveness of enzyme replacement therapy (ERT) for the infantile form of Pompe disease: comparing a high-income country's approach (England) to that of a middle-income one (Colombia) / Costo-Efectividad de la terapia del reemplazo enzimático (TRE) para la forma infantil de la enfermedad Pompe: perspectiva económica comparativa de un país ingresos altos (Inglaterra) vs uno de ingresos medios (Colombia)
Fonte: Rev. salud pública (Córdoba);14(1):143-155, jun. 2010. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Objectives Determining the cost-effectiveness of enzyme replacement therapy (ERT) for the classical infantile form of Pompe disease (complete acid a-glucosidase deficiency-related) in two different settings: England and Colombia. Pompe disease is very rare (1:40,000 births incidence). Methods A literature review was made and historic databases searched for National Health Service (NHS) reimbursed costs in England and by health insurers in Colombia; expert opinion was elicited. Two Markov models were constructed for comparing both countries; alive with symptoms and dead were the transition states used. Patients aged < 6 months receiving ERT were assumed to have 75 % survival rate and better health-related quality of life (HR-QoL) compared to those without treatment (0.700 HR- QoL using the EQ-5D scale). Results The incremental cost-effectiveness ratio (ICER) per quality-adjusted life year (QALY) gained was £234,307.7 for England and £109,991 for Colombia. Uncertainty about Anal HR-QoL with ERT, disease progression and cost from palliative care had the biggest impact on the ICER in both models. If ERT costs were reduced to 10,000 times per dose and HR-QoL was 0.750-0.820 ICER, then £165,000 could be attainable for England and £65,000 for Colombia. Transaction costs per case in Colombia were high. Conclusions ERT was more effective than no ERT in treating infantile Pompe disease, but high levels of uncertainty still remain about survival and progression rates and QoL in the long-run. ICERs were high compared to CE thresholds. Manufacturers' ERT costs and monopoly had a major impact on Anal CEA results.

Objetivo Determinar la costo-efectividad de la TRE como indicación para la forma clásica de la enfermedad de Pompe (relacionada con deficiencia completa de a-glucosidasa ácida) desde dos perspectivas, Inglaterra y Colombia. La enfermedad de Pompe es muy rara (incidencia 1:40000 nacimientos). Métodos Revisiónbibliográfica y bases de datos para calcular costosasociados al tratamiento en NHS en Inglaterra, aseguradores de salud en Colombia y opinión de expertos. Dos procesos de Markov fueron construidos para comparar entre países; los estados de transición fueron: vivo sintomático y fallecido. En pacientes de < 6 meses de edad con TRE, se asume un incremento de 75 % de sobrevida y mejor calidad de vida comparada con los que no reciben TRE (HR-QoL 0.700 usando EQ-5D). Resultados Inglaterra alcanzo ICER por QALY ganado £234307, 7 y Colombia £109991. Incertidumbre sobre HR-QoL con TRE, progresión de enfermedad y costo de cuidado paliativo tuvieron el mayor impacto en losICERs;sí el costo de TREfuera 10.000 menor y la HR-QoLalcanzara 0.750-0.820 ICERs de £165000y £65000 podrían obtenerse para Inglaterra y Colombia respectivamente. Los costos transaccionales en Colombia son representativos. Conclusiones La TRE es más efectiva que no dar tratamiento, pero incertidumbre sobre tasas desobrevida, progresión y HR-QoLpermanecen en el largo plazo. Los ICERsson altos comparados a los umbrales establecidos de CE. Los costos de TRE y el podermonopolístico del fabricante tienen un impacto importante en los resultados Anales de CEA. Investigación adicional debe realizarsea futuro.
Descritores: Países Desenvolvidos/economia
Países em Desenvolvimento/economia
Terapia de Reposição de Enzimas/economia
Doença de Depósito de Glicogênio Tipo II/tratamento farmacológico
alfa-Glucosidases/uso terapêutico
-Colômbia
Análise Custo-Benefício
Inglaterra
Doença de Depósito de Glicogênio Tipo II/economia
Doença de Depósito de Glicogênio Tipo II/mortalidade
Cadeias de Markov
Modelos Econômicos
Qualidade de Vida
Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida
Taxa de Sobrevida
Resultado do Tratamento
Limites: Feminino
Seres Humanos
Lactente
Recém-Nascido
Masculino
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-659899
Autor: González-Mariño, Mario A..
Título: Evaluación de la utilidad de un programa de cribado mamográfico en Bogotá, Colombia / Evaluating the usefulness of a breast screening program in Bogotá, Colombia
Fonte: Rev. salud pública (Córdoba);14(1):41-52, jun. 2010. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: Objetivo Evaluar mediante un modelo de simulación la utilidad de un programa organizado de cribado mamográfico en Bogotá, Colombia. Material y Métodos Diseño análisis de costo-efectividad usando el modelo Markov. Se compara la realización de cribado mamográfico bienal en mujeres de 50 a 69 años con respecto al statu quo en el cual no existe este programa. Se evalúa sobrevida, costos e incrementos en la tasa de costo-efectividad. Resultados El modelo muestra una reducción de la tasa de mortalidad por cáncer de mama en el esquema de cribado mamográfico de ciclo bienal. Se observa que hay un incremento lineal de los años de vida acumulados desde el tercer ciclo con un ahorro acumulado de costos de tratamiento en las diferentes tasas de cribado generando ahorros al sistema de salud.La Razón de costo por año de vida ganado y Producto interno bruto se hace menor de 3 por encima del 50 % de cobertura (indicando que es una intervención costo-efectiva). El costo medio del programa experimenta una disminución porcentual del 40 % cuando se llega al ciclo 10. De allí la disminución de este costo es menor. Conclusiones Según el modelo desarrollado es costo-efectivo adelantar un programa de cribado mamográfico bienal con cobertura mayor al 50 %, obteniéndose reducción en la mortalidad que se hace más notoria desde el tercer ciclo del esquema evaluado, obteniendo un ahorro en los recursos queelsistema de salud destina al cáncer de mama.

Objective Using a simulation model for evaluating the usefulness of an organized breast cancer screening program in Bogotá, Colombia Material and methods The Markov model was used for designing a cost-effectiveness analysis; this was compared to a biennial breast cancer screening for women aged 50 to 69 years old. The disease's natural history, breast screening studies and publications concerning breast cancer were used as input for the model; the number of diagnosed cancer cases, stage distribution and mortality, survival, costs and increased effectiveness rate were also analyzed. Results The model showed that breast cancer mortality rate decreased in biennial breast cancer screening. Life-years-gained became increased from the third cycle onwards. The ratio between the cost of a life-year-gained and gross domestic product was lower than 3 when more than 50 % of the population were screened (meaning that such program would be cost-effective). The program's lowest average cost was achieved by increasing the number of screening cycles as far as the sixth cycle. Conclusions The simulation model for studying the impact of changing a breast cancer screening program's coverage for women aged 50 to 69 years led to ascertaining that introducing biennial frequency would be cost-effective when more than 50 % of the population were studied. A lower mortality rate would result, mainly from the third cycle onwards, thereby saving important health system resources in Bogotá, Colombia.
Descritores: Neoplasias da Mama
Detecção Precoce de Câncer/economia
Mamografia/economia
-Neoplasias da Mama/economia
Neoplasias da Mama/mortalidade
Neoplasias da Mama/prevenção & controle
Colômbia/epidemiologia
Simulação por Computador
Análise Custo-Benefício
Detecção Precoce de Câncer/métodos
Custos de Cuidados de Saúde/estatística & dados numéricos
Mamografia/métodos
Cadeias de Markov
Modelos Econômicos
Modelos Estatísticos
Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde)
Limites: Idoso
Feminino
Seres Humanos
Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-659898
Autor: Alvis-Guzmán, Nelson; Alvis-Estrada, Luis; de La Hoz, Fernando.
Título: The cost of connecting poor households to natural gas in Colombia and its impact on health, 2007 / Impacto en la salud y el costo de conexión de gas natural domiciliario en los hogares pobres en Colombia, 2007
Fonte: Rev. salud pública (Córdoba);14(1):28-40, jun. 2010. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: Objective Assessing the cost of subsidizing access to household natural gas (HNG) and its impact on the health of about 35,000 poor households (socioeconomic strata 1 and 2) in Colombia, sponsored by a Global Partnership on Output-Based Aid (GPOBA) project. Methods The following studies were combined: an analysis of secondary data and analysis of databases provided by the Promigas foundation, demographic data from the 2005 DANE census and databases regarding Central Bank economic statistical series; an analysis of the burden of disease estimated from parameters identified in previous studies; an analysis of the cost of the burden of illness and the estimated costs which were avoided by implementing the HNG connections program; and an analysis of the cost effectiveness of the program linking homes to HNG services. Results The OBA project led to about 4,000 to 5,000 cases of acute respiratory disease (ARD) and 1,200 to 2,300 outpatient cases of chronic obstructive pulmonary disease (COPD) being avoided during the study period; around 1,200 hospitalizations due to ARD and 500 due to COPD were also avoided. Forty-five to 170 deaths (representing about 45,000 to 90,000 disability-adjusted life years (DALY)) were also avoided. The economic cost of the burden of disease arising from ARI and COPD in such scenario without HNG would have been between 10.7 and 23.6 million dollars, whilst HNG led to costs becoming reduced by about 32 %. Conclusions This study was a good estimator of the potential impact of the poorest and most vulnerable households gaining universal access to HNG.

Objetivo Valorar el impacto sanitario y económico de subsidiar el acceso al Gas Natural Domiciliario (GND) a hogares pobres (estratos socioeconómicos 1 y 2) en Colombia, auspiciado por Global Partnership on Output Based Aid (GPOBA), proyecto OBA. Métodos Se combinaron los siguientes estudios: a) Análisis de bases de datos secundarios tomadas de Fundación Promigas, censo DANE 2005, y series estadísticas del Banco de la República b) Análisis de carga de enfermedad estimada a partir de los parámetros de estudios previos c) Análisis de costos de la carga de enfermedad estimada y de los costos evitados luego de implementado el programa de conexiones de GND d) Análisis de costo efectividad del programa de conexiones de los hogares al servicios de GND. Resultados La presencia del proyecto OBA evitaría, durante el periodo de estudio, cerca de 4 mil y 5 mil casos ambulatorio de IRA y entre 1 200 y 2 300 de EPOC. Además, se evitarían cerca de 1200 hospitalizaciones por IRA y cerca de 500 por EPOC. Igualmente se evitaría entre 45 y 170 muertes que representaría cerca de 45 mil a 90 mil AVAD. Los costos económicos de la carga de enfermedad por IRA y EPOC en el escenario sin GND serían entre 10,7 y 23,6 millones de dólares mientras que con GND los costos se reducirían en cerca de un 32 %. Conclusiones El presente estudio es un buen estimador de los potenciales efectos de la universalización del acceso al GND por parte de los hogares más pobres y vulnerables.
Descritores: Redução de Custos/estatística & dados numéricos
Efeitos Psicossociais da Doença
Financiamento Governamental
Gás Natural/economia
Custos de Cuidados de Saúde/estatística & dados numéricos
Áreas de Pobreza
Doenças Respiratórias/prevenção & controle
-Colômbia
Análise Custo-Benefício
Árvores de Decisões
Seguimentos
Gás Natural/provisão & distribuição
Hospitalização/economia
Anos de Vida Ajustados por Qualidade de Vida
Doenças Respiratórias/economia
Doenças Respiratórias/epidemiologia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048431
Autor: Sampaio, Thamiris Brandão Peixoto; Renni, Marcos Jose Pereira; Costa, Rodrigo Saar da.
Título: Análise de Custo-efetividade e Impacto Orçamentário de Anticoagulantes no Tratamento da Trombose Venosa Profunda em Pacientes Oncológicos / Analysis of Cost-effectiveness and Budget Impact of Anticoagulants in the Treatment of Deep Venous Thrombosis in Oncology Patients / Análisis de Costo-efectividad e Impacto Presupuestal de Anticoagulantes en el Tratamiento de la Trombosis Venosa Profunda en Pacientes Oncológicos
Fonte: Rev. bras. cancerol;65(3), 19/09/2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: A trombose venosa profunda é uma complicação comum e intimamente relacionada às neoplasias. Novos anticoagulantes orais foram lançados nos últimos anos, entre eles, a rivaroxabana. Objetivo: O estudo analisou o custo-efetividade e o impacto orçamentário da rivaroxabana versus enoxaparina. Método: Trata-se de uma coorte retrospectiva, realizada com população oncológica sob a perspectiva do Sistema Único de Saúde. Por meio do modelo de árvore de decisão, foram comparados desfechos de sangramento e retrombose, e custos do tratamento da trombose venosa profunda com rivaroxabana ou enoxaparina, em um horizonte temporal de sete meses. Custos diretos foram extraídos do Sistema de Gerenciamento da Sistema de Gerenciamento da Tabela de Procedimentos, Medicamentos, Órteses, Próteses e Materiais e Medicamentos Especiais do SUS (SIGTAP-SUS), e empregou-se a Planilha Brasileira de Impacto Orçamentário de tecnologias da saúde para avaliação do impacto orçamentário com base na população brasileira de 2017, em cinco anos. A análise de sensibilidade simulou cenários tanto na avaliação de custo-efetividade quanto na de impacto orçamentário. Resultados: Cento e cinquenta e três pacientes foram incluídos na análise de custo-efetividade com diversas neoplasias. A rivaroxabana demonstrou não inferioridade terapêutica comparada à enoxaparina. A razão de custo-efetividade incremental foi de R$ 5.521,71 por unidade de benefício ganho com a nova alternativa, rivaroxabana. Na análise de sensibilidade, a rivaroxabana manteve-se dominante. Foi demonstrada uma economia no impacto orçamentário incremental de R$ 85.950.791.129,21 com a utilização de rivaroxabana ao longo de cinco anos em comparação ao cenário de referência, e esta se manteve como opção mais econômica perante as análises de sensibilidade. Conclusão: A rivaroxabana, nesse contexto, apresentou-se como uma importante alternativa terapêutica.

Introduction: Deep vein thrombosis is a common complication and closely related to neoplasms. New oral anticoagulants have been launched in recent years, among them rivaroxaban. Objective: The study analyzed the cost-effectiveness and budget impact of rivaroxaban versus enoxaparin. Method: This is a retrospective cohort, performed with oncological population from the perspective of Sistema Único de Saúde (National Health System). The decision tree model compared outcomes of bleeding and rethrombosis, and costs of treatment of deep venous thrombosis with rivaroxaban or enoxaparin in a time horizon of seven months. Direct costs were extracted from the SIGTAP-SUS, and the Brazilian Spreadsheet for Budgetary Impact of Health Technologies was used to evaluate the budgetary impact based in the Brazilian population of 2017 over a five-year period. The sensitivity analysis simulated scenarios for both cost-effectiveness and budget impact assessments. Results: One hundred and fifty-three patients were included in the cost-effectiveness analysis with several neoplasms. Rivaroxaban demonstrated no therapeutic inferiority compared to enoxaparin. The incremental cost-effectiveness ratio was R$ 5,521.71 per benefit unit spared with the new alternative, rivaroxaban. In the sensitivity analysis, rivaroxaban remained dominant. An economy in incremental budget impact of R$ 85,950,791,129.21 was demonstrated with the use of rivaroxaban over five years in comparison to the reference scenario, and this continued as the most economic option in relation to sensitivity analyzes. Conclusion: In this context rivaroxaban was an important therapeutic alternative.

Introducción: La trombosis venosa profunda es una complicación común e íntimamente relacionada a las neoplasias. Los nuevos anticoagulantes orales. Objetivo: El estudio analizó el Costo-Efectividad y el Impacto Presupuestario de la rivaroxabana versus enoxaparina. Método: En el modelo de árbol de decisión se compararon los resultados de la hemorragia y la retrombosis, y los costos del tratamiento de la trombosis venosa profunda con rivaroxabana o enoxaparina, con una cohorte retrospectiva, realizada con población oncológica bajo la perspectiva del Sistema Único de Salud en un horizonte temporal de siete meses. Los costos directos fueron extraídos del SIGTAP-SUS, y se empleó la Planilla Brasileña de Impacto Presupuestario de Tecnologías de la Salud para evaluación del Impacto Presupuestario con base en la población brasileña de 2017 en un horizonte temporal de cinco años. El análisis de sensibilidad simuló escenarios tanto en la evaluación de Costo-Efectividad y en la de Impacto Presupuestario. Resultados: Ciento cincuenta y tres pacientes fueron incluidos en el análisis de Costo-Efectividad con diversas neoplasias. La rivaroxabana demostró no inferioridad terapéutica comparada a la enoxaparina. La razón de costo-efectividad incremental fue de R $ 5.521,71 por unidad de beneficio ganada con la nueva alternativa, rivaroxabana. En el análisis de sensibilidad, la rivaroxabana se mantuvo dominante. Se demostró una economía em el Impacto Presupuestario incremental de R$ 85.950.791.129,21 con la utilización de rivaroxabana a lo largo de 5 años en comparación al escenario de referencia, y ésta se mantuvo como opción más económica ante los análisis de sensibilidad. Conclusión: La rivaroxabana, en este contexto, se presentó como una importante alternativa terapéutica.
Descritores: Farmacoeconomia
Trombose Venosa/tratamento farmacológico
Neoplasias/complicações
-Sistema Único de Saúde
Análise Custo-Benefício
Enoxaparina
Rivaroxabana
Anticoagulantes/economia
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR440.1 - Biblioteca Geraldo Matos de Sá . Hospital do Câncer I


  6 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1038412 LILACS-Express
Autor: Ceriani Cernadas, José M(edt).
Título: Resúmenes de trabajos seleccionados publicados en las revistas de las Sociedades de Pediatría del Cono Sur 2016 / Selected abstracts of papers published in the journals of the Pediatric Societies of Southern Countries 2016
Fonte: Arch. argent. pediatr;116(1):173-182, feb. 2018.
Idioma: es.
Descritores: Oxigenoterapia
Insuficiência Respiratória
Doenças Respiratórias
Solução Salina Hipertônica
Análise Numérica Assistida por Computador
Bronquite
Recém-Nascido Prematuro
Resistência à Insulina
Epinefrina
Adenovírus Humanos
Sensibilidade e Especificidade
Poluição do Ar em Ambientes Fechados
Análise Custo-Benefício
Dengue
Tratamento de Emergência
Material Particulado
Lactente Extremamente Prematuro
Glucocorticoides
Insulina
Óxido Nítrico
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Criança
Adolescente
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  7 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049745
Autor: Oliveira, Renato Almeida Rosa de.
Título: Análise da custo-efetividade do rastreamento e das modalidades terapêuticas do câncer de próstata / Cost-effectiveness analysis of prostate cancer screening and therapeutic modalities.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 124 p. ilust, tabelas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Fundação Antônio Prudente para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O câncer de próstata é a segunda neoplasia maligna mais comum no mundo. Apesar do emprego do rastreamento populacional com o uso do PSA (Prostate specific antigen) ter proporcionado diminuição na mortalidade pela doença, sua validade tem sido questionada em alguns grandes estudos. A da falta de políticas de prevenção efetivas e de dados brasileiros sobre o comportamento do câncer de próstata desfavorecem a análise sobre a realidade dessa população. As opções terapêuticas curativas para o câncer de próstata em seus estágios iniciais incluem a prostatectomia radical, radioterapia, ablação prostática com ultrassom de alta frequência (HIFU), todas elas relacionadas a complicações e sequelas funcionais, as quais podem ser diminuídas com o uso de técnicas minimamente invasivas, porém acarretando impacto no aumento de custos das fontes pagadoras. O presente estudo analisa a relação custoefetividade de um programa de rastreamento populacional de câncer de próstata na cidade de São Paulo (SP ­ Brasil), bem como custo-efetividade das cirurgias (aberta e robótica); a relação de custo minimização entre radioterapia e terapia ablativa (HIFU), e os custos de hormonioterapia, quimioterapia e outras terapias sistêmicas paliativas realizadas no A.C.Camargo Cancer Center entre os anos de 2013 e 2018. A análise dos resultados demonstrou que o rastreamento populacional e a prostatectomia radical robótica são custo-efetivas em relação ao não rastreamento e à prostatectomia aberta, segundo os padrões de cálculo estabelecidos pela OMS (AU)

Prostate cancer is the second most common malignancy in the world. Despite of prostate specific antigen (PSA) based population screening had shown mortality reduction, its validity has been questioned in some large studies. The lack of effective Brazilian prevention policies and data on prostate cancer behavior undermine a population's reality analysis. Curative treatment options for initial prostate cancer include radical prostatectomy, radiotherapy and high frequency ultrasound prostate ablation (HIFU), all of them related to complications and functional sequelae, which can be diminished by using minimally invasive techniques, however, affecting the rising costs of paying sources. This study analyzes the cost-effectiveness of a prostate cancer population screening program in the city of São Paulo (SP - Brazil), as well as the cost-effectiveness of surgeries (open and robotic approaches); a minimized-cost relationship between radiotherapy and ablative therapy (HIFU), and general costs of hormone therapy, chemotherapy and other palliative systemic therapies performed at the A.C.Camargo Cancer Center between 2013 and 2018. Results demonstrated that PSA based population screening and Robotic radical prostatectomy are cost-effective compared to not-screening population and open prostatectomy, according to WHO calculation standards (AU)
Descritores: Neoplasias da Próstata
Avaliação da Tecnologia Biomédica
Economia da Saúde
Programas de Rastreamento
Análise Custo-Benefício
Antígeno Prostático Específico
Custos e Análise de Custo
Responsável: BR30.1 - Biblioteca
BR30.1


  8 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-887368
Autor: Peña Blasco, Guillermo; Blasco Pérez-Aramendía, Ma. Jesús.
Título: Estudio coste-beneficio de la vacunación contra varicela en Aragón / A cost-benefit analysis of varicella vaccination in Aragón
Fonte: Arch. argent. pediatr;115(5):432-438, oct. 2017. tab.
Idioma: en; es.
Resumo: Fundamento. La varicela, enfermedad infecto-contagiosa que afecta a la infancia de forma benigna, puede complicarse en adultos y niños vulnerables y ser mortal. Existen vacunas eficaces. Se estudiaron retrospectivamente los costes que supuso esta enfermedad en la población aragonesa en el período 2004-2014 y las hospitalizaciones generadas. Se compararon con los gastos que supondría haber vacunado a esas personas y también los gastos de vacunar a la población de 1 año de edad durante todo ese período. Mediante un análisis coste-beneficio, se evaluó el impacto económico de la vacunación. Método. Se utilizaron datos de la Autonomía de Aragón (España) de estos 11 años (incidencia anual de varicela, altas hospitalarias por este motivo, precio de la consulta de atención primaria y de hospitalización de cada año, así como el coste de días de trabajo según el salario mínimo anual y medicaciones utilizadas). Se calcularon los costes capitalizados, se compararon con los gastos capitalizados de vacunación y se realizó un análisis de sensibilidad. Resultados. Se obtuvo un índice beneficio-coste de 1,6 vacunando y revacunando a todos los niños que se enfermaron. Resultó un índice beneficio-coste de 1,24 al vacunar a toda la población de 12 meses con vacuna de 28,59€. En estos 11 años, el 53% de las hospitalizaciones fueron niños menores de 5 años. Conclusiones. Las campañas públicas de vacunación con 2 dosis a población menor de 4 años suponen ahorro y rentabilidad porque el precio de la vacuna permite un índice beneficio-coste superior a 1. Es esperable una gran disminución de hospitalizaciones en la población de 3-4 años.

Background. Varicella, a contagious and infectious disease that is usually benign in children, may become complicated among adults and vulnerable children and may even be life-threatening. There are effective vaccines. A retrospective study was conducted about costs and resulting hospitalizations related to this disease in the population of Aragón in the 2004-2014 period. Costs were compared to the expenses that would have been incurred if those people had received the vaccine and also to the expenses of vaccinating the 1-year-old population over the entire period. A cost-benefit analysis was done to assess the economic impact of varicella vaccination. Method. Data for the 11-year period were provided by the Autonomous Community of Aragón (Spain) and included annual varicella incidence, hospital discharges of varicella cases, costs of primary health care visits and hospitalizations for each year, costs of each workday as per the minimum annual salary and of drugs used). Capitalized costs were estimated and compared to capitalized expenses of vaccination, and a sensitivity analysis was performed. Results. A benefit-cost ratio of 1.6 was obtained considering that all children who had varicella had been vaccinated and had received a booster dose. A benefit-cost ratio of 1.24 was obtained considering that the vaccine had been administered to every 1-year-old individual at a price of EUR 28.59 per vaccine. Over the 11-year period, 53% of hospitalizations corresponded to children younger than 5 years old. Conclusions. Public campaigns for the immunization of children younger than 4 years old with 2 doses lead to cost savings and are cost-effective because the vaccine price results in a benefit-cost ratio greater than 1. A major reduction is expected in the number of hospitalizations among children aged 3-4 years.
Descritores: Varicela/prevenção & controle
Análise Custo-Benefício
Vacina contra Varicela/economia
-Espanha
Estudos Retrospectivos
Limites: Seres Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Adulto Jovem
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  9 / 1233 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-905582
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.
Título: Ampliação do transplante de células-tronco hematopoiéticas para mucopolissacaridose tipo I / Extension of hematopoietic stem cell transplantation for mucopolysaccharidosis type I.
Fonte: Brasília; CONITEC; jan. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: A mucopolissacaridose do tipo I (MPS I) é uma doença lisossômica progressiva, de herança autossômica recessiva, causada pela atividade deficiente da alfa-L-iduronidase (IDUA), enzima codificada pelo gene IDUA. A IDUA é responsável pela clivagem dos resíduos de ácido idurônico dos glicosaminoglicanos (GAGs) heparan e dermatan sulfato. Na MPS I ocorre o acúmulo desses GAG parcialmente degradados no interior dos lisossomos e o aumento da sua excreção na urina [1]. Em consequência, os pacientes apresentam comprometimento dos sistemas respiratório, nervoso, musculoesquelético, gastrointestinal (fígado e baço) e cardiovascular, entre outros. A MPS I está associada a três formas clássicas, que diferem entre si com base na presença de comprometimento neurológico, na velocidade de progressão da doença e na gravidade do acometimento dos órgãos-alvo [1]: -Forma grave (síndrome de Hurler): os pacientes costumam ser diagnosticados até os 2 anos de idade, apresentar atraso de desenvolvimento cognitivo aparente entre os 14 e 24 meses e estatura geralmente inferior a 110 cm. A história clínica é dominada por problemas respiratórios: a maioria das crianças apresenta história de infecção de vias aéreas, otite média recorrente e rinorreia. É o fenótipo mais grave da MPS I [2], envolvendo ainda características faciais grosseiras, hepatoesplenomegalia, valvulopatia cardíaca, opacificação de córnea, hidrocefalia e manifestações musculoesqueléticas, como rigidez, contraturas e disostose múltipla. O óbito ocorre geralmente durante a primeira década de vida por insuficiência cardíaca ou respiratória [3]; -Forma intermediária ou moderada (síndrome de Hurler-Scheie): esses pacientes costumam apresentar evidência clínica da doença entre os 3 e 8 anos de idade. A baixa estatura final é relevante, a inteligência pode ser normal, e a sobrevivência até a idade adulta é comum [3]; -Forma atenuada (síndrome de Scheie): a sintomatologia desses pacientes costuma iniciar-se entre os 5 e 15 anos de idade e progride de forma lenta. O curso clínico é dominado por problemas ortopédicos, e a altura final é normal ou quase normal, assim como o tempo de vida, o qual, entretanto, pode se mostrar reduzido pela doença cardíaca [3]. METODOLOGIA E ESTUDOS SELECIONADOS: A busca de evidências foi realizada no Pubmed utilizando a seguinte estratégia: "Bone Marrow Transplantation"[Mesh] AND "Mucopolysaccharidosis I"[Mesh] OR ("Stem Cell Transplantation"[Mesh]) AND "Mucopolysaccharidosis I"[Mesh], limitado para estudos em humanos. O resultado foram 191 artigos, destes nenhum ensaio clínico, mas para a melhor tomada de decisão foram selecionados os estudos com maior número de pacientes e desfechos relevantes [22­33]. Além disso, foram avaliados dois relatos de casos brasileiros encontrados [34,35] e um estudo recente avaliando a implementação de um protocolo internacional para TCTH alogênico em pacientes com mucopolissacaridose [36]. RESULTADOS: O TCTH (alogênico mieloablativo) foi eficaz em reduzir a progressão de alguns desfechos em crianças com MPS I grave [22,27,28,37­39]. Entre os efeitos positivos dessa terapia encontram-se a diminuição da hepatoesplenomegalia, da opacificação de córnea e das complicações cardiopulmonares. Segundo Wraith et al. (2007), o TCTH parece não ter efeito sobre as anormalidades esqueléticas, sobre a valvulopatia cardíaca e no comprometimento ocular [20]. Segundo estudo de Fahnehjelm et al., entretanto, o TCTH alogênico parece reduzir, porém, não eliminar a opacificação de córnea [40]. O TCTH (alogênico mieloablativo) foi eficaz em reduzir a progressão de alguns desfechos em crianças com MPS I grave [22,27,28,37­39]. Entre os efeitos positivos dessa terapia encontram-se a diminuição da hepatoesplenomegalia, da opacificação de córnea e das complicações cardiopulmonares. Segundo Wraith et al. (2007), o TCTH parece não ter efeito sobre as anormalidades esqueléticas, sobre a valvulopatia cardíaca e no comprometimento ocular [20]. Segundo estudo de Fahnehjelm et al., entretanto, o TCTH alogênico parece reduzir, porém, não eliminar a opacificação de córnea [40]. Os pacientes avaliados foram transplantados com idades variando entre 0,2 e 7,9 anos e foram seguidos por períodos igualmente variáveis, mas em geral superior a 5 anos [22­33]. Nos estudos brasileiros, os pacientes foram transplantados com idades de 2-4 anos em um estudo (n=3) [34] e 1,9 e 2,2 anos em outro (n=2) [35]. Apesar da heterogeneidade da doença tornar mais difícil a interpretação dos resultados, dados disponíveis demonstram os seguintes resultados: A taxa de mortalidade relatada foi se reduzindo ao longo do tempo, de 49% de sobrevida em 2 anos num estudo de 1996 [25], a 77% em 3 anos [47] a 86% de sobrevida em 5 anos [31]. Vale relatar outro estudo publicado em 2017 e avaliando o TCTH alogênico nas MPSs (n=62 pacientes, MPS I n=56), cuja sobrevida global foi excelente (95,2%) e a vida livre de eventos (90,3%) com baixa toxicidade: 13,3% e 14,8% de doença do enxerto contra o hospedeiro aguda e crônica, respectivamente [36]. Quanto à funcionalidade e qualidade de vida: a pontuação de uma escala que avalia comportamento adaptativo foi melhor em pacientes transplantados antes dos 2 anos de idade, quando comparados transversalmente a um grupo não transplantado [32]. A capacidade cognitiva, e não a idade, no transplante correlacionou-se significativamente com o nível adaptativo final. Outro estudo com 47 pacientes transplantados entre 6 e 44 meses não apresentou impacto significativo do tipo de transplante, número de transplantes, idade no transplante, tempo desde o transplante no funcionamento adaptativo; no entanto, indivíduos submetidos a TCTH em uma idade mais avançada relataram qualidade de vida física mais pobre. [49] DISCUSSÃO E CONCLUSÃO: A morbi-mortalidade relacionada ao TCTH alogênico vem reduzindo-se progressivamente com o advento de novos protocolos, imunossupressores, melhor seleção dos pacientes candidatos e doadores [36]. Além disso é válido salientar que a TRE intravenosa não atravessa a barreira hematoencefálica e deve ser realizada semanalmente por toda a vida, fatos que podem contribuir para considerar a TCTH como alternativa terapêutica. Deste modo, o TCTH alogênico mieloablativo aparentado (preferencialmente com doadores homozigotos normais, ou seja, não portadores de mutações patogênicas no gene IDUA) e não aparentado parece ter um risco de morbi-mortalidade progressivamente menor ao passar dos anos e alguns efeitos positivos na MPS I, especialmente nos pacientes com idade de 2,5 anos ou menos. Uma vez que a média de idade ao diagnóstico para MPS I na população brasileira é de aproximadamente 6 anos [55] e que há consenso sobre benefícios do TCTH se realizado até 3 anos de idade, o TCTH alogênico está indicado até 3 anos de idade.
Descritores: Mucopolissacaridose I/cirurgia
Transplante de Células-Tronco Hematopoéticas
-Avaliação da Tecnologia Biomédica
Sistema Único de Saúde
Brasil
Análise Custo-Benefício
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1233 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-905576
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos.
Título: Implantação endoscópica da prótese esofageana metálica auto expansível para tratamento da disfagia decorrente dos tumores esofágicos avançados e obstrutivos / Endoscopic implantation of the self-expanding metallic esophageal prosthesis for the treatment of dysphagia due to advanced and obstructive esophageal tumors.
Fonte: Brasília; CONITEC; mar. 2018. graf, ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: Estima-se a ocorrência de cerca de 10.810 novos casos por ano de neoplasias malignas do esôfago, sendo a maioria diagnosticado apenas em estágios avançados, com tratamento prioritariamente paliativo. A disfagia é o sintoma mais frequente e que mais compromete a qualidade de vida do paciente, impactando negativamente no desfecho dos tratamentos oncológicos e cirúrgicos que possam ser ministrados para esta condição. O tratamento disponível no SUS é a sonda nasoenteral para alimentar os pacientes. TECNOLOGIA: Implantação endoscópica da prótese esofageana metálica auto expansível (PEMAE). INDICAÇÃO: Alívio da disfagia nas obstruções malignas do esôfago e junção esofagogástrica. CARACTERIZAÇÃO DA TECNOLOGIA: A implantação endoscópica da prótese esofageana metálica auto expansível é um método comum para paliação dos cânceres esofágicos avançados, tendo a rápida resposta clínica e baixa incidência de recorrência da disfagia como principais vantagens. PERGUNTA: Para pacientes com câncer de esôfago avançado, a implantação endoscópica da prótese esofageana metálica auto expansível é a opção mais eficiente e segura para o alívio da disfagia em relação a outros métodos paliativos? EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: Na busca de artigos que tivessem o alivio da disfagia como desfecho mensurado, primário ou secundário nas bases de dados, não foram encontrados estudos de comparação direta das PEMAE com a sonda nasoenteral, entretanto encontrou-se revisão sistemática (RS) comparando as PEMAE com todos os outros métodos de tratamento a fim de determinar sua eficácia e segurança. Neste estudo, as PEMAE demonstraram resultados significativamente melhores no controle da disfagia e menor taxa de recidiva do sintoma do que as próteses plásticas. A análise do tempo de hospitalização, mortalidade relacionada ao procedimento e eventos adversos maiores também se mostraram mais favoráveis no grupo PEMAE, com significância estatística. AVALIAÇÃO ECONÔMICA: Avaliação de custo-efetividade com horizonte temporal de 6 meses cujos eventos de saúde foram definidos com base na revisão sistemática da literatura e os custos foram estimados pela metodologia de microcusteio de acordo com os valores de compras públicas. A estratégia de implantação endoscópica da PEMAE apresentou um custo de R$6.888,96 com taxa de efetividade clínica de 0,91, e o custo do suporte nutricional com sonda e dieta enteral foi de R$22.564,78 com efetividade clínica de apenas 0,44 e uma RCEI de R$ -33.374,08 Na análise de sensibilidade, no pior cenário (50% dos pacientes utilizariam a PEMAE), a PEMAE demonstrou ser mais barata e mais efetiva do que a passagem da sonda. AVALIAÇÃO DE IMPACTO ORÇAMENTÁRIO: A quantidade de indivíduos com câncer esofágico (10.810 novos casos por ano) e os dados de mortalidade para câncer esôfago avançado (70%) foram estimados utilizando-se os dados do INCA em 2016. Dados de estudos nacionais foram utilizados para determinar a quantidade de pacientes com câncer esofágico que evoluem anualmente para condição avançada (75%), sendo 30% dos casos os candidatos ao tratamento paliativo por sonda nasoenteral ou PEMAE. O gasto orçamentário total em cinco anos calculado foi de R$ 109.456.481,25 e R$ 358.218.852,15 para a implantação endoscópica da prótese esofageana metálica auto expansível e suporte nutricional com passagem de sonda nasoenteral, respectivamente, com uma diferença de R$249.068.088,34, favorecendo a proposta de incorporação da tecnologia em demanda. CONSIDERAÇÕES: Os resultados da RS demonstraram a eficácia e segurança da implantação endoscópica da PEMAE para controle da disfagia em comparação com outros métodos. Na avaliação econômica, esse procedimento foi mais custo-efetivo do que a passagem da sonda nasoenteral. RECOMENDAÇÃO PRELIMINAR: Os membros do Plenário da CONITEC, em sua 61ª reunião ordinária, recomendaram que a matéria fosse enviada à Consulta Pública com manifestação preliminar favorável à incorporação. Considerou-se que o procedimento é substituto ao existente no SUS, apresenta uma técnica segura, é mais eficaz no controle e recidiva da disfagia, com elevado perfil de segurança e com menor custo. CONSULTA PÚBLICA: Foram recebidas duas contribuições no formulário de experiência ou opinião e uma técnico-científica, sendo todas da região sudeste, Estado de São Paulo e que concordaram totalmente com a recomendação inicial da CONITEC. As duas contribuições de experiências ou opinião foram de profissionais que relataram ter experiência com a tecnologia avaliada, sendo que um deles também relatou experiência profissional com outra tecnologia. Na 63ª reunião ordinária, após apreciação das contribuições encaminhadas pela consulta pública, o plenário da CONITEC entendeu que as argumentações apresentadas corroboram com a recomendação inicial. RECOMENDAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC presentes na 63ª reunião ordinária, no dia 01 de fevereiro de 2018, deliberaram, por unanimidade, por recomendar a incorporação no SUS do procedimento de implantação endoscópica da prótese esofageana metálica auto expansível para tratamento da disfagia decorrente dos tumores esofágicos avançados e obstrutivos. DECISÃO: Incorporar a implantação endoscópica da prótese esofageana metálica autoexpansível para tratamento da disfagia dos tumores esofágicos avançados e obstrutivos no âmbito do Sistema Único de Saúde SUS, dada pela Portaria nº 15, publicada no DOU nº 61, do dia 29 de março de 2018, seção 1, pág. 240.(AU)
Descritores: Próteses e Implantes
Neoplasias Esofágicas
Neoplasias Esofágicas/reabilitação
Implante de Prótese/métodos
Endoscopia/métodos
-Avaliação da Tecnologia Biomédica
Avaliação em Saúde
Sistema Único de Saúde
Brasil
Análise Custo-Benefício
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 124 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde