Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.219.463.060 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 990 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 99 ir para página                         

  1 / 990 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1139543
Autor: Machado, José Angelo; Quaresma, Guilherme; Araújo, Carmem E. Leitão.
Título: Municipal expenditures using own-source revenues and resilience of territorial inequalities in health / Despesa municipal com receitas próprias e resiliência das desigualdades territoriais em saúde
Fonte: Saúde Soc;29(4):e190491, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract The objective of this study is to assess the importance of municipal expenses executed with own-source revenues for the maintenance of the territorial inequalities between resources allocated by Brazilian municipalities in the health sector, in spite of the redistributive effects attributed to the vertical transfers of the Brazilian National Health System. The formation of municipal own-source revenues is strongly impacted by regional economic inequalities, corresponding to almost 60% of the resources allocated by municipalities to health in recent years. Based on the Tree Edge Removal method, the total expenditures and those executed with own-source revenues by the municipalities were spatially distributed, thereby enabling identification of clusters from 2005 to 2015 in both cases. Central and dispersion measures were calculated for the two types of expenditure in this interval for the clusters. In the end, we found municipal expenditures with own-source revenues show levels of inequality which are significantly higher than those of the total municipal health expenditure, and even more significant is that these inequalities increase in time with higher intensity in the case of the former. Since municipalities are the main implementers of public health policy, results suggest higher levels of territorial equity will necessarily require adjustments in fiscal federalism in this sector.

Resumo O objetivo deste estudo é dimensionar a importância das despesas municipais executadas com receitas próprias para a manutenção das desigualdades territoriais entre recursos alocados pelos municípios brasileiros no setor da saúde a despeito dos efeitos redistributivos atribuídos às transferências verticais do Sistema Único de Saúde. Correspondendo a quase 60% dos recursos alocados à saúde pelos municípios nos últimos anos, a formação das receitas próprias municipais é fortemente impactada pelas desigualdades econômicas regionais. Com base no método da Árvore Geradora Mínima, as despesas totais e as executadas com receitas próprias pelos municípios foram distribuídas espacialmente, permitindo identificar a formação de clusters para o período compreendido entre 2005 e 2015 em ambos os casos. Para os clusters foram calculadas medidas centrais e de dispersão para os dois tipos de despesa neste intervalo. Ao final, constatamos que as despesas municipais com receitas próprias apresentam níveis de desigualdade significativamente superiores aos da despesa municipal total em saúde e, mais que isto, que estas desigualdades aumentam no tempo com intensidade superior no caso da primeira. Em sendo os municípios os principais implementadores da política pública de saúde, os resultados sugerem que maiores níveis de equidade territorial irão requerer, necessariamente, ajustes no federalismo fiscal neste setor.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Orçamentos
Cidades
Disparidades nos Níveis de Saúde
Despesas Públicas
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  2 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1140310
Autor: Tocantins (Estado). Secretaria da Saúde.; .Laboratório Central do Tocantins - LACEN.
Título: Manual de compras do LACEN / LACEN purchasing manual.
Fonte: Palmas; [S.n]; 2017. 13 p.
Idioma: pt.
Resumo: Apresenta o manual de compras do Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen-TO) com trâmites e processos necessários para a realização das solicitações de compras e/ou contratação de serviços objetivando padronizar procedimentos a fim de garantir a qualidade dos resultados, agilidade e economia de recursos às rotinas de compras.

It presents the purchasing manual of the Central Laboratory of Public Health of Tocantins (Lacen-TO) with the necessary procedures and procedures to carry out purchase requests and / or contracting services, aiming to standardize procedures in order to guarantee the quality of results, agility and saving resources to purchasing routines.

Presenta el manual de adquisiciones del Laboratorio Central de Salud Pública de Tocantins (Lacen-TO) con los trámites y trámites necesarios para la realización de solicitudes de compra y / o contratación de servicios con el fin de estandarizar procedimientos a fin de garantizar la calidad de resultados, agilidad y ahorro de recursos para las rutinas de compra.

Il présente le manuel de passation des marchés du Laboratoire Central de Santé Publique de Tocantins (Lacen-TO) avec les procédures et procédures nécessaires à la réalisation des demandes d'achat et / ou des contrats de services afin de standardiser les procédures afin de garantir la qualité des résultats, l'agilité et économiser des ressources pour acheter des routines.
Descritores: Orçamentos/organização & administração
Serviços Laboratoriais de Saúde Pública
Administração de Instituições de Saúde
-Equipamentos de Laboratório
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Guia
Manual de Referência
GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR1965


  3 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1140607
Autor: Tocantins (Estado). Secretaria da Saúde..
Título: RDQA - Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior da Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins [1º Quadrimestre de 2020] / RDQA - Detailed Report for the Previous Quadrimester of the Tocantins State Health Department [1st Quadrimester of 2020].
Fonte: Palmas; Secretaria de Estado da Saúde; 2020. 361 p.
Idioma: pt.
Resumo: O Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior (RDQA) apresentam os resultados alcançados com a execução da PAS a cada quadrimestre e orientam eventuais redirecionamentos. Eles têm a função de comprovar a aplicação de todos os recursos do Fundo de Saúde. É instrumento indissociável do Plano e de suas respectivas Programações, sendo a principal ferramenta para subsidiar o processo de monitoramento e avaliação da gestão. Tem seu modelo padronizado pela Resolução nº 459 do Conselho Nacional de Saúde - CNS, de 10 de outubro de 2012, publicada no DOU de 21/12/2012, conforme dispõe o Parágrafo 4º do Artigo 36 da Lei Complementar nº 141/2012. A Programação Anual de Saúde (PAS) é a referência de execução das ações e serviços públicos em saúde, cujo processo de sua gestão é demonstrado no Relatório de Gestão: a cada quadrimestre no RDQA e ao final do exercício no Relatório Anual de Gestão (RAG).

The Detailed Report for the Previous Quadrimester (RDQA) presents the results achieved with the execution of the PAS every four months and guides any redirections. They have the function of proving the application of all the resources of the Health Fund. It is an inseparable instrument of the Plan and its respective Programs, being the main tool to support the process of monitoring and evaluation of management. Its model is standardized by Resolution No. 459 of the National Health Council - CNS, of October 10, 2012, published in the DOU of 12/21/2012, as provided in Paragraph 4 of Article 36 of Complementary Law No. 141/2012. The Annual Health Program (PAS) is the benchmark for executing public health actions and services, whose management process is demonstrated in the Management Report: every four months in the RDQA and at the end of the year in the Annual Management Report (RAG) ).

El Informe Detallado del Cuatrimestre Anterior (RDQA) presenta los resultados obtenidos con la ejecución del PAS cada cuatro meses y orienta las redirecciones. Tienen la función de acreditar la aplicación de todos los recursos del Fondo de Salud, instrumento inseparable del Plan y sus respectivos Programas, siendo la principal herramienta de apoyo al proceso de seguimiento y evaluación de la gestión. Su modelo se encuentra estandarizado por la Resolución No. 459 del Consejo Nacional de Salud - CNS, de 10 de octubre de 2012, publicada en el DOU de 21/12/2012, según lo dispuesto en el numeral 4 del artículo 36 de la Ley Complementaria No. 141/2012. El Programa Anual de Salud (PAS) es el referente para la ejecución de acciones y servicios de salud pública, cuyo proceso de gestión se demuestra en el Informe de Gestión: cuatrimestral en el RDQA y al final del año en el Informe Anual de Gestión (RAG) ).

Le rapport détaillé du quadrimestre précédent (RDQA) présente les résultats obtenus avec l'exécution du PAS tous les quatre mois et guide les éventuelles réorientations. Ils ont pour fonction de prouver l'application de toutes les ressources du Fonds de la Santé, instrument indissociable du Plan et de ses Programmes respectifs, étant le principal outil d'appui au processus de suivi et d'évaluation de la gestion. Son modèle est normalisé par la résolution n ° 459 du Conseil national de la santé - CNS du 10 octobre 2012, publiée au DOU du 21/12/2012, comme prévu au paragraphe 4 de l'article 36 de la loi complémentaire n ° 141/2012. Le Programme Annuel de Santé (PAS) est la référence pour la mise en Å“uvre d'actions et de services de santé publique, dont le processus de gestion est démontré dans le rapport de gestion: tous les quatre mois dans le RDQA et en fin d'année dans le rapport annuel de gestion (RAG) ).
Descritores: Regionalização/organização & administração
Planos Governamentais de Saúde/estatística & dados numéricos
Vigilância em Saúde Pública
-Assistência Farmacêutica/estatística & dados numéricos
Orçamentos/estatística & dados numéricos
Educação em Saúde
Indicadores Básicos de Saúde
Pessoas com Deficiência/estatística & dados numéricos
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Gestão em Saúde
Serviços de Saúde Materno-Infantil
Governança
Judicialização da Saúde
Assistência Domiciliar/estatística & dados numéricos
Número de Leitos em Hospital/estatística & dados numéricos
Serviços de Saúde Mental/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR1965


  4 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1140610
Autor: Tocantins (Estado). Secretaria da Saúde..
Título: RDQA 2º Quadrimestre de 2020 Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior da Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins / RDQA 2nd Quadrimester of 2020 Detailed Report of the Previous Quadrimester of the State Health Department of Tocantins.
Fonte: Palmas; Secretaria de Estado da Saúde; 2020. 456 p.
Idioma: pt.
Resumo: O Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior (RDQA) apresentam os resultados alcançados com a execução da PAS a cada quadrimestre e orientam eventuais redirecionamentos. Eles têm a função de comprovar a aplicação de todos os recursos do Fundo de Saúde. É instrumento indissociável do Plano e de suas respectivas Programações, sendo a principal ferramenta para subsidiar o processo de monitoramento e avaliação da gestão. Tem seu modelo padronizado pela Resolução nº 459 do Conselho Nacional de Saúde - CNS, de 10 de outubro de 2012, publicada no DOU de 21/12/2012, conforme dispõe o Parágrafo 4º do Artigo 36 da Lei Complementar nº 141/2012. A Programação Anual de Saúde (PAS) é a referência de execução das ações e serviços públicos em saúde, cujo processo de sua gestão é demonstrado no Relatório de Gestão: a cada quadrimestre no RDQA e ao final do exercício no Relatório Anual de Gestão (RAG).

The Detailed Report for the Previous Quadrimester (RDQA) presents the results achieved with the execution of the PAS every four months and guides any redirections. They have the function of proving the application of all the resources of the Health Fund. It is an inseparable instrument of the Plan and its respective Programs, being the main tool to support the process of monitoring and evaluation of management. Its model is standardized by Resolution No. 459 of the National Health Council - CNS, of October 10, 2012, published in the DOU of 12/21/2012, as provided in Paragraph 4 of Article 36 of Complementary Law No. 141/2012. The Annual Health Program (PAS) is the benchmark for executing public health actions and services, whose management process is demonstrated in the Management Report: every four months in the RDQA and at the end of the year in the Annual Management Report (RAG) ).

El Informe Detallado del Cuatrimestre Anterior (RDQA) presenta los resultados obtenidos con la ejecución del PAS cada cuatro meses y orienta las redirecciones. Tienen la función de acreditar la aplicación de todos los recursos del Fondo de Salud, instrumento inseparable del Plan y sus respectivos Programas, siendo la principal herramienta de apoyo al proceso de seguimiento y evaluación de la gestión. Su modelo se encuentra estandarizado por la Resolución No. 459 del Consejo Nacional de Salud - CNS, de 10 de octubre de 2012, publicada en el DOU de 21/12/2012, según lo dispuesto en el numeral 4 del artículo 36 de la Ley Complementaria No. 141/2012. El Programa Anual de Salud (PAS) es el referente para la ejecución de acciones y servicios de salud pública, cuyo proceso de gestión se demuestra en el Informe de Gestión: cuatrimestral en el RDQA y al final del año en el Informe Anual de Gestión (RAG) ).

Le rapport détaillé du quadrimestre précédent (RDQA) présente les résultats obtenus avec l'exécution du PAS tous les quatre mois et guide les éventuelles réorientations. Ils ont pour fonction de prouver l'application de toutes les ressources du Fonds de la Santé, instrument indissociable du Plan et de ses Programmes respectifs, étant le principal outil d'appui au processus de suivi et d'évaluation de la gestion. Son modèle est normalisé par la résolution n ° 459 du Conseil national de la santé - CNS du 10 octobre 2012, publiée au DOU du 21/12/2012, comme prévu au paragraphe 4 de l'article 36 de la loi complémentaire n ° 141/2012. Le Programme Annuel de Santé (PAS) est la référence pour la mise en Å“uvre d'actions et de services de santé publique, dont le processus de gestion est démontré dans le rapport de gestion: tous les quatre mois dans le RDQA et en fin d'année dans le rapport annuel de gestion (RAG) ).
Descritores: Orçamentos/estatística & dados numéricos
Gestão em Saúde
Registros Públicos de Dados de Cuidados de Saúde
-Assistência Farmacêutica
Regionalização/estatística & dados numéricos
Educação em Saúde/estatística & dados numéricos
Indicadores Básicos de Saúde
Serviços de Saúde Materno-Infantil/estatística & dados numéricos
Vigilância em Saúde Pública
Judicialização da Saúde
Serviços de Saúde Mental/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR1965


  5 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1128994
Autor: Brasil. Ministério da Saúde.
Título: Manual de orçamento e finanças públicas para Conselheiros de Saúde / Budget and public finance handbook for Health Counselors.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2014. 140 p. ilus. (Série A. Normas e manuais técnicos).
Idioma: pt.
Resumo: O Manual do Orçamento e Finanças Públicas para Conselheiros e Conselheiras de Saúde foi atualizado para ajudar a fortalecer a ação do controle social no acompanhamento das políticas públicas no Sistema Único de Saúde (SUS), possibilitando um cenário novo na saúde e garantindo mais democracia e acesso aos brasileiros e brasileiras ao SUS. As atualizações deste Manual são relacionadas à adequação da legislação vigente, e para isso a Comissão Permanente de Financiamento e Orçamento (Cofin), do Conselho Nacional de Saúde (CNS), fez um processo coletivo de trabalho para melhor apresentar os conceitos sobre orçamento e finanças públicas aos conselheiros e conselheiras de todo Brasil. Sabemos que assuntos ligados ao orçamento e finanças públicas são, por natureza, de difícil entendimento ao público e geralmente exigem atenção e explicações que facilitem a sua compreensão. O Manual do Orçamento e Finanças Públicas é o resultado do esforço, compromisso e a dedicação que o Conselho Nacional de Saúde tem alcançado na busca de um processo de educação permanente que qualifique e capacite todos os conselheiros e conselheiras em todo país no exercício de seu papel diante das políticas de saúde. Para o Controle Social esta ferramenta oferecida a mais de 100 mil conselheiros e conselheiras de saúde em todo território Brasileiro poderá garantir mais avanços para o SUS. As Comissões de Orçamentos dos conselhos estaduais e municipais de saúde estão consolidadas, o que mostra o fortalecimento do sistema. Este Manual é um instrumento para auxiliar nas ações de controle e fiscalização do orçamento e finanças da saúde do povo brasileiro.
Descritores: Conselhos de Saúde/economia
Conselhos de Saúde/legislação & jurisprudência
Despesas Públicas/organização & administração
-Orçamentos/organização & administração
Auditoria Financeira/economia
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1025644
Autor: Ceriani, Leticia.
Título: Hantavirus o cómo un Estado ausente agrava las situaciones epidemiológicas / Hantavirus or how an absent state aggravates epidemiological situations
Fonte: Salud(i)ciencia (Impresa) = Salud(i)ciencia (En linea);23(5):473-475, jun. 2019.
Idioma: es.
Descritores: Orçamentos
Saúde Pública
Hantavirus
Política de Saúde
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  7 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1139889
Autor: Silva, Sandro Pereira; Amorim, Brunu Marcus Ferreira; Russo, Felipe Mendonça.
Título: Perfil dos beneficiários do abono salarial no Brasil e proposta de ação emergencial no contexto do Covid-19 / Nota Técnica n. 76 (Disoc) : Perfil dos beneficiários do abono salarial no Brasil e proposta de ação emergencial no contexto do Covid-19.
Fonte: Brasília; IPEA; 2020. 21 p. ilus. (Nota Técnica / IPEA. Disoc, 76).
Idioma: pt.
Resumo: Este texto aborda diversos aspectos do Programa Abono Salarial, uma política social no Brasil que, embora mobilize um volume considerável de recursos orçamentários e atenda a um amplo contingente de indivíduos, ainda é pouco estudada. São gastos anualmente em torno de R$ 20 bilhões, algo próximo a 0,3% do PIB, depositados em parcela única com diferentes valores até o teto de 1 SM a mais de 20 milhões de trabalhadores. Esse montante de recursos impacta diretamente na renda disponível das famílias, aumentando o consumo agregado e contribuindo na dinâmica da economia real.
Descritores: Coronavirus
Infecções por Coronavirus
Orçamentos
Política Pública
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
[{"text": "BR1541.1"}]


  8 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1122463
Autor: Silva, Jorge Luiz Lima da.
Título: O financiamento de pesquisa em tempos de "vacas magras" / Research funding in "lean times" / La financiación de investigación en tiempos de "vacas flacas"
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);14(2):106-109, jun. 2015. ilus.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: O patrocínio da pesquisa e consequente estímulo na elaboração de estudos que produzam resultados a serem vislumbrados, usufruídos e discutidos pela sociedade, infelizmente, não cresceu na mesma proporção dos avanços na saúde. Em geral, os países em desenvolvimento possuem grande potencial de formação de pesquisadores, fonte de recursos biológicos e de projetos; contudo, carece de recursos financeiros, de infraestrutura e materiais específicos para o desenvolvimento de pesquisas. No Brasil, as universidades federais e institutos de pesquisa são os que mais produzem o conhecimento científico, até porque a pesquisa, ciência, tecnologia e inovação começam na educação. Não obstante a essa constatação lógica, o Ministério do Planejamento anunciou importantes cortes para o ano de 2015, com previsíveis prejuízos para a pesquisa, ensino e, consequentemente, para a saúde da população.

The sponsorship of research and its consequent stimulus in the development of studies that produce results to be seen, used and discussed by society, , has, unfortunately, not grown at the same rate of advances in health. In general, developing countries have great potential for training researchers as sources of biological resources and projects. However, they lack financial resources, infrastructure and specific materials for the development of research. In Brazil, the federal universities and research institutes are the main generators of scientific knowledge being that research, science, technology and innovation start in education. Despite this logical determination, the Ministry of Planning has announced major cuts to the year 2015, with predictable losses in research, teaching and, consequently, to the health of the population.

El patrocinio para la investigación y consecuente el estímulo para la elaboración de estudios que produzcan resultados a ser vislumbrados, aprovechados y discutidos por la sociedad, infelizmente, no creció con la misma proporción de los avances en la salud. En general, los países en desarrollo tienen gran potencial de formación de investigadores, fuente de recursos biológicos y de proyectos; sin embargo, carece de recursos financieros, de infraestructura y materiales específicos para que ocurra el desarrollo de investigaciones. En Brasil, las universidades federales e institutos de pesquisa son los que más producen el conocimiento científico, hasta porque la investigación, ciencia, tecnología e innovación comienzan en la educación. A pesar de esa constatación lógica, el Ministerio de Planeamiento anunció importantes cortes para el año 2015, con previsibles perjuicios para la investigación, enseñanza y consecuentemente, para la salud de la población.
Descritores: Pesquisa/educação
Pesquisa Científica e Desenvolvimento Tecnológico
Financiamento da Pesquisa
-Publicações Periódicas como Assunto
Orçamentos
Acesso à Informação
Enfermagem Baseada em Evidências
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  9 / 990 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1123413
Autor: Gleriano, Josué Souza; Fabro, Gisele Caroline Richi; Tomaz, Wanderson Borges; Goulart, Bethania Ferreira; Chaves, Lucieli Dias Pedreschi.
Título: Reflexões sobre a gestão do Sistema Único de Saúde para a coordenação no enfrentamento da COVID-19 / Reflections on the management of Brazilian Unified Health System for the coordination in facing COVID-19 / Reflexiones sobre la gestión del Sistema Unico de Salud de Brasil para la coordinación en el enfrentamiento a la COVID-19
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(spe):e20200188, ago. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Refletir acerca da gestão em saúde do Sistema Único de Saúde (SUS), na perspectiva de desafios e possibilidades para superar lacunas de coordenação no enfrentamento da COVID-19. Método: Trata-se de estudo reflexivo, fundamentado na formulação discursiva sobre a gestão em saúde no SUS organizado nas seguintes seções: introdução com a contextualização da temática, macrodesafios no âmbito do SUS na coordenação da atenção à saúde no enfrentamento da COVID-19, aspectos para subsidiar ações de coordenação da gestão e considerações finais. Resultados: Constatam-se desafios na coordenação entre os entes federativos, de financiamento, de consolidação da vigilância em saúde, da regulação, da capacidade instalada e gestão de pessoas que remetem à importância de estabelecer estratégias para o fortalecimento do SUS, principalmente, na coordenação da gestão em saúde. Conclusões e implicações para a prática: Destaca-se a relevância da autoridade da gestão regulatória no SUS para a coordenação e sua potencialidade de organização em prover melhores condições de atenção, porém, entende-se que é necessário revistar a territorialidade, o planejamento e o processo de trabalho, como elementos constituintes da vigilância em saúde.

Objective: to reflect on the Unified Health System (SUS) health management, from the perspective of challenges and possibilities to overcome coordination gaps in facing COVID-19. Method: this is a reflective study, based on the discursive formulation on health management in SUS organized in the following sections: an introduction with the context of the theme, macro challenges in the scope of SUS in the coordination of health care in facing COVID-19, aspects of supporting management oordination actions and final considerations. Results: there are challenges in the coordination among federal entities, financing, consolidation of health surveillance, regulation, installed capacity, and in the management of people who refer to the importance of establishing strategies to strengthen SUS, mainly in the coordination of healthcare management. Conclusions and implications for practice: the relevance of the regulatory management authority in SUS for coordination and its organizational potential in providing better care conditions is highlighted, but it is understood that it is necessary to review the territoriality, planning, and work process, as constituent elements of health surveillance.

Objetivo: reflexionar sobre la gestión de la salud del Sistema Único de Salud (SUS), desde la perspectiva de los retos y posibilidades de superar las lagunas de coordinación en el enfrentamiento a la COVID-19. Método: Se trata de un estudio reflexivo, basado en la formulación discursiva sobre la gestión de la salud en el SUS organizada en las siguientes secciones: introducción con la contextualización del tema, macro retos en el ámbito del SUS en la coordinación de la atención de la salud para el enfrentamiento a la COVID-19, aspectos para apoyar las acciones de coordinación de la gestión y onsideraciones finales. Resultados: existen desafíos en la coordinación entre las entidades federales, el financiamiento, la consolidación de la vigilancia de la salud, la regulación, la capacidad instalada y la gestión de las personas que se refieren a la importancia de establecer estrategias para fortalecer el SUS principalmente en la coordinación de la gestión en salud. Conclusiones e implicaciones para la práctica: Se destaca la relevancia de la autoridad de gestión reguladora en el SUS para la coordinación y su potencial organizativo para proporcionar mejores condiciones de atención, aunque se entiende que es necesario revisar la territorialidad, la planificación y el proceso de trabajo, como elementos constitutivos de la vigilancia de la salud.
Descritores: Pneumonia Viral/epidemiologia
Sistema Único de Saúde/organização & administração
Infecções por Coronavirus/epidemiologia
Gestão em Saúde
Pandemias
Betacoronavirus
-Administração de Recursos Humanos
Planejamento Estratégico
Brasil/epidemiologia
Orçamentos/organização & administração
Estratégias
Atenção à Saúde
Vigilância em Saúde Pública
Limites: Humanos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  10 / 990 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-964833
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Dirección General de Promoción de la Salud; .Dirección de Promoción de Vida Sana.
Título: Gestión local para la implementación y el funcionamiento de la casa materna / Local management for the implementation and operation of the mother house.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 2010000. 56 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El documento técnico, propone estandarizar la gestión local con participación de la comunidad y de los actores sociales, dentro de los cuales, el Gobierno Regional y Local, juegan un papel fundamental como gestores principales para el desarrollo de la estrategia de la Casa Materna en el marco de los procesos de Descentralización, Aseguramiento Universal en Salud y del Presupuesto por Resultados. Así mismo, establece y describe el proceso de implementación de la Casa Materna a través de sus 05 fases, planteando las responsabilidades de cada uno de los involucrados en el mismo y señalando que el personal de salud juega un rol de facilitador mientras que el Comité de Gestión de la Casa Materna es el responsable de la implementación, funcionamiento y sostenibilidad de la misma.
Descritores: Promoção da Saúde
-Orçamentos
Competência Cultural
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central



página 1 de 99 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde