Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.219.463.085 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 67 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 67 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177665
Autor: Furtado, Sabrina; Trindade, Nadyne Venturini; Mezzadri, Fernando Marinho.
Título: A atuação do Comitê Paralímpico Brasileiro enquanto organização da sociedade civil de interesse público / The Brazilian Paralympic Committee as a civil society organization of public interest / El desempeño del Comité Paralímpico Brasileño como organización de la sociedad civil de interés público
Fonte: Movimento (Porto Alegre);25(1):e25086, jan.- dez. 2019. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo buscou verificar se o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) atende aos princípios da legislação vigente no tocante à implementação de projetos de interesse social financiados com recursos públicos (2010-2016). Desde 2012, o CPB detém o título de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), o que prescreve a implementação de atividades de interesse público e rigor no processo de prestação de contas. Os dados provenientes dos relatórios de prestação de contas dos repasses adquiridos por meio dos Termos de Parceria e da Lei Agnelo/Piva foram contrastados à luz do Planejamento Estratégico e o Estatuto Social do CPB. Os resultados indicam aspectos conflitantes entre as especificações legais que regem a atuação das organizações de interesse público e as normativas do financiamento dos comitês esportivos nacionais

This study was intended to verify compliance by the Brazilian Paralympic Committee (BPC) with legal principles governing implementation of state-funded public interest projects (2010-2016). Since 2012, the BPC has been classified as a Civil Society Organization of Public Interest (OSCIP). Legislation requires such organizations to implement social interest activities and follow rigorous accountability processes. Data from BPC's accountability reports and funding records for Partnership Terms and the so-called Agnelo/Piva Law were contrasted in light of BPC's Strategic Planning and Bylaws. The results point to conflicts between legal standards governing activities of organizations of public interest and the rules on funding national sports committees

Este artículo tuvo como objetivo verificar si el Comité Paralímpico Brasileño (CPB) cumple con los principios de la legislación vigente en lo que se refiere a la implementación de proyectos de interés social financiados con fondos públicos (2010-2016). Desde 2012, el CPB ha ostentado el título de Organización de la Sociedad Civil de Interés Público (OSCIP), lo que prescribe la implementación de actividades de interés público y rigor en el proceso de rendición de cuentas. Los datos de informes de rendición de cuentas de los fondos obtenidos a través de Términos de Colaboración y de la Ley Agnelo/Piva se contrastaron a la luz de la Planificación Estratégica y del Estatuto Social del CPB. Los resultados indican aspectos contradictorios entre las especificaciones legales que rigen las actividades de las organizaciones de interés público y las normas de financiación de los comités deportivos nacionales
Descritores: Financiamento de Capital
Organizações
Esportes para Pessoas com Deficiência
-Planejamento Estratégico
Normas Jurídicas
Jurisprudência
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Responsável: BR553.1 - Biblioteca Edgar Sperb


  2 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177672
Autor: Santos, Edmilson Santos; Carvalho, Maria José.
Título: Gasto na subfunção Desporto Comunitário na Região Sul do Brasil / Spending in the Community Sport sub-heading in southern Brazil / El gasto en la subfunción Deporte Comunitario en la región sur de Brasil
Fonte: Movimento (Porto Alegre);25(1):e25089, jan.- dez. 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho de natureza descritiva exploratória buscou analisar de forma comparativa o comportamento dos municípios da Região Sul do Brasil no financiamento da subfunção Desporto Comunitário (sDC) de 2005 a 2014. Os recursos investidos na Função Desporto e Lazer (FDL) foram capturados junto ao site do Tesouro Nacional. A adesão e o gasto na subfunção Desporto Comunitário se deram em níveis elevados na região. Os resultados apontam também que os governos municipais são os principais financiadores desta agenda na região, quando comparados com a descentralização top-down. Os dados gerais revelam intensa atividade política na região em torno da agenda do esporte e do lazer e que, mesmo sem regulação federal, os municípios têm sido atores importantes na implementação de políticas públicas de esporte

This descriptive-exploratory study conducted a comparative analysis of the behavior of municipalities in the South region of Brazil when funding the Community Sport sub-heading from 2005 to 2014. Data on resources invested in the Sport and Leisure Heading were collected on the National Treasury website. Adherence to and spending on the sport community sub-heading has been high in the region. The results also indicate that municipal governments are the main funders of that agenda in the region when compared to top-down decentralization. General data reveal intense political activity around the sport and leisure agenda in the region and that municipalities have been important actors in implementing public sports policies even without federal regulation

Este trabajo descriptivo-exploratorio tuvo como objetivo analizar comparativamente el comportamiento de los municipios de la región sur de Brasil en la financiación de la subfunción Deporte Comunitario de 2005 a 2014. Los datos sobre los recursos invertidos en la función Deporte y Ocio se han reunido en el sitio web del Tesoro Nacional. La adhesión y el gasto en la subfunción Deporte Comunitario se han dado en niveles elevados en la región. Los resultados muestran también que los gobiernos municipales son los principales financiadores de esta agenda en la región, en comparación con la descentralización top-down. Los datos generales revelan intensa actividad política en la región en torno a la agenda del deporte y del ocio y que, incluso sin regulación federal, los municipios han sido actores importantes en la implementación de políticas públicas de deporte
Descritores: Política Pública
Esportes
Financiamento de Capital
-Governo
Atividades de Lazer
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR553.1 - Biblioteca Edgar Sperb


  3 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1136980
Autor: Lazzarini, Sérgio Giovanetti; Musacchio, Aldo.
Título: Leviathan as a partial cure? Opportunities and pitfalls of using the state-owned apparatus to respond to the COVID-19 crisis / ¿Leviatán como una cura parcial? Oportunidades y dificultades al usar el aparato estatal para responder a la crisis de COVID-19 / O Leviatã como uma cura parcial? Oportunidades e armadilhas no uso do aparato estatal para responder à crise da COVID-19
Fonte: Rev. adm. pública (Online);54(4):561-577, jul.-ago. 2020. graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract While some argue that market forces are imperative to stimulate the increased supply of critical products and services to address the COVID-19 crisis, others contend that dealing with the pandemic requires coordination and rapid adjustments in supply that may be constrained by a host of factors. Although discussions have centered on policies to promote financial liquidity, we examine whether the state apparatus-not only state-owned enterprises but also development agencies and investment funds-can innovate and adjust production processes to improve infrastructure and capabilities to prevent and treat the disease. Potential actions include public-private effort addressing both discovery and coordination problems-such as a collaborative effort to develop prevention and treatment technologies, as well as state capital to stimulate retooling and expansion of strategic infrastructure. The state apparatus can also help access remote and critical areas with relatively lower private returns. In contrast, support to industries must be implemented with caution, especially for sectors whose demand may suffer permanently due to lifestyle changes. Exit strategies must be carefully crafted to avoid the risk of perpetuating unjustified and ineffective state support, establishing milestones and termination clauses based on clear performance indicators. We argue that, although using the state apparatus as a countermeasure entails a set of risks, not using it may increase the risk of extending the crisis and end with an overloaded state sector (e.g., due to massive bailouts), challenging the implementation of subsequent adjustments.

Resumen Mientras que algunos sostienen que las fuerzas del mercado son imperativas para estimular el suministro de productos y servicios críticos para enfrentar la crisis de COVID-19, otros recomiendan coordinación y ajustes rápidos en el suministro que pueden estar limitados por varios factores. Si bien las discusiones habituales se centran en políticas para promover la liquidez financiera, examinamos si el aparato estatal ‒no solo las empresas estatales, sino también las agencias de desarrollo y los fondos públicos‒ puede promover la experimentación y el ajuste en los procesos de producción. Las acciones potenciales incluyen esfuerzos público-privados que buscan el descubrimiento y la coordinación, como los esfuerzos de colaboración para desarrollar tecnologías de prevención y tratamiento, así como inyecciones de capital para estimular la expansión de la infraestructura estratégica. El aparato estatal también puede ayudar a acceder a áreas remotas y críticas, con rendimientos privados más bajos. Por otro lado, el apoyo selectivo a las industrias debe implementarse con precaución, especialmente en sectores cuya demanda puede sufrir cambios permanentes debido a un nuevo estilo de vida. Para evitar el riesgo de perpetuar el apoyo estatal injustificado, las estrategias de salida deben diseñarse cuidadosamente, con hitos y cláusulas de terminación basadas en indicadores de desempeño. Aunque usar el aparato estatal como contramedida conlleve su propio conjunto de riesgos, quizás paradójicamente no usarlo también aumente el riesgo de extender la crisis y de dar como resultado un sector estatal hinchado (por ejemplo, debido a rescates masivos), lo que dificulta la implementación de ajustes posteriores.

Resumo Enquanto alguns argumentam que as forças de mercado são imperativas para estimular a oferta de produtos e serviços críticos para lidar com a crise da COVID-19, outros recomendam coordenação e ajustes rápidos na oferta que podem ser limitados por uma série de fatores. Embora as discussões usuais coloquem foco em políticas para promover liquidez financeira, examinamos se o aparato estatal - não apenas empresas estatais, mas também agências de desenvolvimento e fundos públicos - pode promover experimentação e ajuste nos processos de produção para aumentar a infraestrutura e capacidade de prevenção e tratamento. Ações potenciais incluem esforços público-privados buscando descoberta e coordenação - como esforços colaborativos para desenvolver tecnologias de prevenção e tratamento, além de injeções de capital para estimular o reequipamento e a expansão da infraestrutura estratégica. O aparato estatal também pode ajudar a acessar áreas remotas e críticas, com retornos privados relativamente mais baixos. Por outro lado, apoio seletivo às indústrias deve ser implementado com cautela, especialmente em setores cuja demanda pode sofrer alterações permanentes devido a mudanças no estilo de vida. Para evitar o risco de perpetuar apoio estatal injustificado e ineficaz, estratégias de saída devem ser elaboradas com cuidado, com marcos e cláusulas de término com base em indicadores de desempenho. Embora o uso do aparato estatal como contramedida acarrete seu próprio conjunto de riscos, talvez paradoxalmente não utilizá-lo também aumente o risco de estender a crise e acabar com um setor estadual inchado (por exemplo, devido a resgates maciços), tornando mais difícil a implementação de ajustes subsequentes.
Descritores: Governo Estadual
Financiamento de Capital
Organizações/economia
Estratégias de Saúde
Infecções por Coronavirus
Capitalismo
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1136983
Autor: Alves, Thiago; Farenzena, Nalú; Silveira, Adriana A. Dragone; Pinto, José Marcelino de Rezende.
Título: Implicações da pandemia da COVID-19 para o financiamento da educação básica / Implicaciones de la pandemia de COVID-19 para la financiación de la educación básica / Implications of the COVID-19 pandemic on funding basic education
Fonte: Rev. adm. pública (Online);54(4):979-993, jul.-ago. 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo do presente artigo é estimar impactos da queda da arrecadação tributária para o financiamento da educação básica em virtude dos efeitos econômicos adversos da pandemia da COVID-19. Para tanto, são analisados três cenários hipotéticos de queda da arrecadação e seus efeitos para as receitas da educação nos estados e municípios, por meio de um modelo de previsão que combinou dados de receitas de impostos com receitas vinculadas a educação e matrículas. No cenário mais otimista, a redução da receita líquida de impostos de 7% implicaria um decréscimo dos recursos para educação básica de R$ 16,6 bilhões por ano. A receita aluno-mês, que, em 2018, foi de R$ 460,00 em média, poderia cair em proporções que variam entre 4,1% e 26,9%, a depender do cenário de redução e do contexto de cada município. Diante da previsível diminuição de recursos, são propostas medidas urgentes para atenuar o aprofundamento das desigualdades na educação, as quais convergem para a transferência de recursos da União aos governos subnacionais. Finalmente ressalta-se o papel virtuoso do investimento na educação, dada a capilaridade desta e o seu caráter intensivo em pessoal.

Resumen El objetivo del artículo es estimar los impactos de la caída de la recaudación tributaria en el financiamiento de la educación básica frente a los efectos económicos adversos de la pandemia de COVID-19. Para ello, se analizan tres escenarios hipotéticos de caída de la recaudación y sus efectos sobre el presupuesto educativo y por alumno en los estados y municipios, por medio de una metodología que combinó datos de ingresos tributarios, recursos impositivos vinculados a la educación y matrículas. En el escenario más optimista, la reducción del 7% de los ingresos tributarios líquidos implicaría una disminución de los recursos para la educación básica de R$ 16,6 mil millones. Los recursos mensuales por alumno que en 2018 fueron de R$ 460,00 en promedio, podrían caer de 4,1% a 26,9%, dependiendo del escenario de reducción. Frente a la previsible disminución de recursos, se proponen medidas urgentes para atenuar la profundización de las desigualdades en la educación, las cuales convergen en la transferencia de recursos federales a los gobiernos subnacionales. Finalmente se resalta el papel virtuoso de la inversión educativa en la economía, dada la capilaridad de la educación y su carácter intensivo en personal.

Abstract This article aims to estimate the impact of lower tax revenues on the funding of basic education, in the context of the economic impact of the COVID-19 pandemic. Three hypothetical scenarios of lowering tax revenues are estimated and analyzed, along with their effects on the investment in education in the states and municipalities, per-pupil and overall, using a methodology that combines data on tax revenues, mandatory allocation in education, and enrollment numbers. In the most optimistic scenario, the reduction of 7% in the net tax revenues would lead to a decrease in investment in basic education of more than R$ 16.6 billion. The monthly per-pupil expenditure, which in 2018 was R$ 460 on average, could drop between 4.1% and 26.9% depending on which scenario is considered. This probable reduction in revenues requires urgent measures to attenuate the deepening of educational inequalities, converging to the transference of federal funds to sub-national governments. Finally, we highlight the economic virtue of investing in education, when considering the capillarity of education, and its character of intensive investment in personnel.
Descritores: Política Pública
Fatores Socioeconômicos
Impostos
Financiamento de Capital
Infecções por Coronavirus
Ensino Fundamental e Médio
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1134745
Autor: Silva, Dirceu Santos; Silvestre, Bruno Modesto; Amaral, Sílvia Cristina Franco.
Título: Assessing the timemania lottery as a sports public policy / A avaliação da loteria timemania como política pública de esporte
Fonte: J. Phys. Educ. (Maringá);31:e3131, 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT This paper analyses the main results of Timemania as a sports public policy based on the efficiency, efficacy and social effectiveness principles. A descriptive-analytical research with qualitative approach was conducted through the analysis of contents from laws and official reports. Results suggest that the Timemania lottery was neither efficacious nor efficient, as it did not achieve the initial goals as to its revenues and debt payment for clubs. Timemania was not effective and did not significantly impact sports development. Finally, it is possible to conclude that Timemania, as a regulatory policy, fulfills the sole role of ensuring financial injection for major Brazilian football clubs.

RESUMO O artigo analisa os principais resultados da Timemania como política pública de esporte a partir dos princípios da eficiência, eficácia e efetividade social. Realizou-se uma pesquisa descritivo-analítica, com abordagem qualitativa, a partir da análise de conteúdos de leis e relatórios oficiais. Os resultados indicam que a Timemania não foi eficaz e eficiente, por não atender os objetivos iniciais de arrecadação e pagamento das dívidas dos clubes. A Timemania não foi efetiva e não impactou de forma significativa no desenvolvimento do esporte. Por fim, conclui-se que a Timemania, como uma política regulatória, cumpre o papel apenas de garantir um aporte financeiro para os clubes de futebol de maior destaque no Brasil.
Descritores: Política Pública/legislação & jurisprudência
Esportes/legislação & jurisprudência
-Futebol/legislação & jurisprudência
Mudança Social
Financiamento de Capital/legislação & jurisprudência
Eficácia
Legislação
Academias de Ginástica/estatística & dados numéricos
Eficiência
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  6 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1138037
Autor: Nesello, Pietro Felice Tomazini; Baroni, Allan Cassio; Selistre, Luciano da Silva.
Título: Level of Evidence and Industry Sponsorship Associated with Favorable Outcomes in Publications on Platelet-Rich-Plasma Therapy in Musculoskeletal Disorders / Nível de evidência e patrocínio industrial associado a desfechos favoráveis nas publicações sobre terapia com plasma rico em plaquetas nas doenças osteomusculares
Fonte: Rev. bras. ortop;55(3):263-268, May-June 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Platelet-rich plasma is derived from centrifuging whole blood. There is increasing interest in the sports medicine and athlete community about providing endogenous growth factors directly to the injury site, using autologous blood products such as platelet-rich plasma. The aim of the present study is to evaluate the association between research financing, conflict of interests, level of evidence and author affiliation with the interpretation of results in articles published on platelet-rich plasma therapy in musculoskeletal ailments. A review of the current literature was performed. The outcome was classified as favorable or unfavorable. The declaration of conflict of interests and the type of funding was extracted from each article. The financing was classified as industry-sponsored; not industry-sponsored; or unidentifiable. The level of evidence was categorized from I to IV. Higher positive outcomes were observed in 134 studies with industry sponsorship compared with not industry-sponsored studies (odds ratio [OR]: 0.26; 95% confidence interval [95%CI]: 0.08-0.85; p < 0.05). Compared with level of evidence I, levels II and IV increase the probability of positive outcomes by 12.42 times (p < 0.01) and 10.97 times (p < 0.01) respectively. Proportionally, industry-sponsored studies are more likely to present positive results, as well as articles with a lower quality of evidence.

Resumo O plasma rico em plaquetas é derivado da centrifugação do sangue total. Há um interesse crescente, na medicina esportiva e na comunidade atlética, no fornecimento de fatores de crescimento endógeno diretamente ao sítio da lesão, usando componentes sanguíneos autólogos, como o plasma rico em plaquetas. O objetivo deste estudo é avaliar a associação entre financiamento de pesquisa, conflito de interesses, nível de evidência e afiliação dos autores com a interpretação dos resultados em publicações sobre terapia com plasma rico em plaquetas nas doenças osteomusculares. Foi realizada uma revisão da literatura atual. O desfecho foi classificado como favorável ou desfavorável. A declaração de conflito de interesses e o tipo de financiamento foram extraídos de cada artigo. O financiamento foi qualificado em patrocínio industrial; não patrocinado pela indústria; ou não identificável. O nível de evidência foi categorizado de I a IV. Foram obtidos os resultados positivos mais altos com 134 estudos financiados pelo setor industrial, em comparação com estudos não financiados pela indústria (razão de probabilidades [RP]: 0,26; intervalo de confiança de 95% [95%IC]: 0,08-0,85; p < 0,05). Em comparação com o nível de evidência I, os níveis II e IV aumentam a probabilidade de resultado positivo em 12,42 vezes (p < 0,01) e 10,97 vezes (p < 0,01), respectivamente. Demonstrou-se que, proporcionalmente, estudos patrocinados pela indústria têm maior probabilidade de apresentar resultados positivos, bem como artigos com menor qualidade de evidência.
Descritores: Plasma
Medicina Esportiva
Plaquetas
Financiamento de Capital
Conflito de Interesses
Doenças Musculoesqueléticas
Peptídeos e Proteínas de Sinalização Intercelular
Ética
Plasma Rico em Plaquetas
Indústrias
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  7 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Packer, Abel Laerte
Id: lil-100251
Autor: D'Ambrosio, Ubiratan; Moraes, Flávio Fava de; Goihman, Samuel; Packer, Abel Laerte.
Título: Pesquisa, financiamento e documentaçäo / Search, financing and documentation
Fonte: In: Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenaçäo dos Institutos de Pesquisa. I Simpósio sobre a situaçäo da pesquisa frente aos problemas de saúde no SUDS-SP. s.l, Säo Paulo (Estado). Secretaria da Saúde. Coordenaçäo dos Institutos de Pesquisa, 1991. p.95-108.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Simpósio sobre a Situaçäo da Pesquisa frente aos Problemas de Saúde no SUDS-SP, 1, Säo Paulo, 26-27 out. 1989.
Descritores: Pesquisa
Financiamento de Capital
Documentação
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2/1315/Cx.P1


  8 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1092257
Autor: Andia, Oscar Iván.
Título: Las causas de la crisis financiera del sistema de salud colombiano desde los medicamentos / The causes of financial crisis of the Colombian health system from the medicines
Fonte: Rev. Univ. Ind. Santander, Salud;51(4):277-278, oct.-dic. 2019.
Idioma: es.
Descritores: Sistemas Nacionais de Saúde
-Financiamento de Capital
Preparações Farmacêuticas
Colômbia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO48.1 - Biblioteca Médica


  9 / 67 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-992113
Autor: Piola, Sérgio Francisco.
Título: Evolução das políticas de financiamento do setor saúde no Brasil.
Fonte: Brasília; IPEA;IPLAN; 1989. 38 p.
Idioma: pt.
Resumo: Descreve a evolução do papel do estado, das políticas e do surgimento/expansão da previdência social, até os meados dos anos 60. Em seguida, apresenta um resumo da evolução das políticas, no período l967 a l980, uma vez que elas determinam o padrão de gasto e financiamento. Finalmente analisa o comportamento do setor diante da crise econômica de 83-84, as principais orientações de política e suas repercussões sobre o gasto setorial
Descritores: Financiamento da Assistência à Saúde
Financiamento de Capital
Gastos em Saúde
Política Pública
Política de Saúde
Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; SAU, 400


  10 / 67 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-992103
Autor: Piola, Sérgio Francisco; Guerra, Antônio José Teixeira; Camargo, Sebastião Francisco; Vianna, Solon Magalhães.
Título: O Financiamento da descentralização dos serviços de saúde: critérios para transferências de recursos federais para estados e municípios.
Fonte: Brasília; IPEA; 1991. 67 p. (Documento de Política / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Discute os antecedentes e a situação atual das transferências intergovernamentais e faz uma apreciação crítica dos critérios de repasse de recursos para estados e municípios previstos na Lei n. 8080/90. Em seguida apresenta uma simulação da aplicação dos critérios da lei, demonstrando o coportamento hipotético da partilha se esses critérios, na forma como foram operacionalizados, já estivessem em vigor naquele ano. Finalmente, tendo em vista os resultados obtidos, propõem novos critérios e diretrizes básicas para uma redefinição das transferências intergovernamentais no campo da saúde.
Descritores: Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde
Política
Financiamento da Assistência à Saúde
Financiamento de Capital
Serviços de Saúde
Sistema Único de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 320.0981, I59



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde