Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.219.521.576.343.800.400 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 162 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 17 ir para página                         

  1 / 162 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Médici, André Cezar
Id: biblio-935774
Autor: Médici, André Cezar(org).
Título: A Medicina de grupo no Brasil.
Fonte: Rio de Janeiro-RJ; OPAS; 1991. 64 p.
Idioma: pt.
Descritores: Sistemas Pré-Pagos de Saúde
Política de Saúde
Cobertura de Serviços Privados de Saúde
Limites: Masculino
Feminino
Seres Humanos
Responsável: BR276.2 - Biblioteca Doutor Orlando Costa
BR276.2; 614.2, M489m, AG


  2 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-784703
Autor: Garcia, Marcelo Pereira; Bardanachvili, Eliane; Silva, Leticia Tereza Barbosa da; Ribeiro, Lucas Sisinno; Costa, Stéphanie Lyanie de Melo e.
Título: SiCKO – SOS Saúde e a mercantilização da vida / SiCKO and the commodification of life / SiCKO y la mercantilización de la vida
Fonte: RECIIS (Online);9(3):1-5, jul.-set.2015.
Idioma: pt.
Resumo: SiCKO é um documentário de Michael Moore que critica o sistema de saúde dos Estados Unidos da América e apresenta como negociatas políticas e lobbying de seguradoras de saúde e empresas farmacêuticas mantêm um sistema que trata saúde como mercadoria, martirizando vidas em nome do lucro. O exemplo de outros países que adotaram a medicina socializada serve para mostrar uma proposta alternativa de saúde, entendida como um direito de todos, financiado solidariamente pela sociedade e garantido através de políticas públicas e práticas eficazes...

SiCKO is a Michael Moore's documentary that criticizes the United States health system and shows howpolitical bargaining and lobbying from health insurers and pharmaceutical companies created a system thattreats health as a commodity, martyring lives to earns profits. The comparison with other countries thathave adopted socialized medicine, highlights an alternative health care proposal, that understands it as acitizen's right, jointly funded by society and guaranteed by effective public policies and practices...

Sicko es un documental de Michael Moore que critica el sistema de salud de los Estados Unidos, que noslleva a comprender cómo la negociación política y cabildeo de las aseguradoras de salud y compañíasfarmacéutica han creado un sistema que trata a la salud como una mercancía, torturando vidas para obtenerganancias. El ejemplo de otros países que han adoptado la medicina socializada demostra una propuestaalternativa de atención de salud, entendida como un derecho de todos, financiado conjuntamente por laempresa y garantizado por las políticas y prácticas públicas eficaces...
Descritores: Cobertura de Serviços Privados de Saúde/economia
Sistemas de Saúde
Seguro Saúde
Direito à Saúde
Sistemas Pré-Pagos de Saúde/economia
-Resenhas de Livros como Assunto
Canadá
Cuba
França
Indústria Farmacêutica/economia
Reino Unido
Estados Unidos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  3 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-764465
Autor: Teich, Vanessa; Piha, Tony; Fahham, Lucas; Squiassi, Haline Bianca; Paloni, Everton de Matos; Miranda, Paulo; Araújo, Denizar Vianna.
Título: Acute Coronary Syndrome Treatment Costs from the Perspective of the Supplementary Health System / Custos de Tratamento da Síndrome Coronariana Aguda sob a Perspectiva do Sistema de Saúde Suplementar
Fonte: Arq. bras. cardiol;105(4):339-344tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: AbstractBackground:Acute coronary syndrome (ACS) is defined as a “group of clinical symptoms compatible with acute myocardial ischemia”, representing the leading cause of death worldwide, with a high clinical and financial impact. In this sense, the development of economic studies assessing the costs related to the treatment of ACS should be considered.Objective:To evaluate costs and length of hospital stay between groups of patients treated for ACS undergoing angioplasty with or without stent implantation (stent+ / stent-), coronary artery bypass surgery (CABG) and treated only clinically (Clinical) from the perspective of the Brazilian Supplementary Health System (SHS).Methods:A retrospective analysis of medical claims of beneficiaries of health plans was performed considering hospitalization costs and length of hospital stay for management of patients undergoing different types of treatment for ACS, between Jan/2010 and Jun/2012.Results:The average costs per patient were R$ 18,261.77, R$ 30,611.07, R$ 37,454.94 and R$ 40,883.37 in the following groups: Clinical, stent-, stent+ and CABG, respectively. The average costs per day of hospitalization were R$ 1,987.03, R$ 4,024.72, R$ 6,033.40 and R$ 2,663.82, respectively. The average results for length of stay were 9.19 days, 7.61 days, 6.19 days and 15.20 days in these same groups. The differences were significant between all groups except Clinical and stent- and between stent + and CABG groups for cost analysis.Conclusion:Hospitalization costs of SCA are high in the Brazilian SHS, being significantly higher when interventional procedures are required.

Fundamento:Síndrome coronariana aguda (SCA) é definida como um “grupo de sintomas clínicos compatíveis com isquemia miocárdica aguda”, representando a principal causa de óbito no mundo, com elevado impacto clínico e financeiro. Nesse sentido, o desenvolvimento de estudos econômicos que avaliem os custos despendidos no tratamento da SCA deve ser considerado.Objetivo:Avaliar custos e tempo de internação hospitalar entre grupos de pacientes que trataram SCA, submetidos a procedimentos de angioplastia com ou sem implante de stent (stent+ / stent-), revascularização (Revasc) e tratados apenas clinicamente (Clínico), sob a perspectiva do sistema de saúde suplementar (SSS) brasileiro.Métodos:Realizou-se uma análise retrospectiva de contas médicas de beneficiários de planos de saúde considerando dados de custos de internação e tempo de permanência hospitalar para o manejo de pacientes submetidos a diferentes tipos de tratamento para SCA, no período entre 1/2010 e 6/2012.Resultados:Os custos médios por paciente foram de R$ 18.261,77, R$ 30.611,07, R$ 37.454,94 e R$ 40.883,37 nos grupos Clínico, stent-, stent+ e Revasc, respectivamente. Os custos médios por dia de internação foram de R$ 1.987,03, R$ 4.024,72, R$ 6.033,40 e R$ 2.663,82, respectivamente. Os tempos médios de internação foram de 9,19 dias, 7,61 dias, 6,19 dias e 15,20 dias nesses mesmos grupos. As diferenças foram estatisticamente significativas entre todos os grupos, exceto Clínico e stent- e entre os grupos stent + e Revasc, para a análise de custos.Conclusão:O custo hospitalar da SCA é elevado no SSS brasileiro e significativamente mais alto quando há a necessidade da realização de procedimentos intervencionistas.
Descritores: Síndrome Coronariana Aguda/terapia
Angioplastia Coronária com Balão/economia
Ponte de Artéria Coronária/economia
Gastos em Saúde
Sistemas Pré-Pagos de Saúde/economia
-Síndrome Coronariana Aguda/economia
Brasil
Hospitalização/economia
Estudos Retrospectivos
Estatísticas não Paramétricas
Stents/economia
Fatores de Tempo
Limites: Idoso
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-764249
Autor: Confederación Odontológica de la República Argentina.
Título: La libre elección en la odontología / Free choice in dentistry
Fonte: Salud bucal;(140):15-20, ene.-mar. 2015. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Odontólogos
Legislação Referente à Liberdade de Escolha do Paciente/normas
Prática Profissional/tendências
Sistemas Pré-Pagos de Saúde
-Argentina
Assistência Odontológica Integral/normas
Direitos do Paciente/normas
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  5 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Barreto, Sandhi Maria
Texto completo
Id: lil-735701
Autor: KELLES, Silvana Márcia Bruschi; MACHADO, Carla Jorge; BARRETO, Sandhi Maria.
Título: Ten-years of bariatric surgery in Brazil: in-hospital mortality rates for patients assisted by universal health system or a health maintenance organization / Dez anos de cirurgia bariátrica no Brasil: mortalidade intra-hopitalar em pacientes atendidos pelo sistema único de saúde ou por operadora da saúde suplementar
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;27(4):261-267, Nov-Dec/2014. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (FAPEMIG).
Resumo: BACKGROUND: Bariatric surgery is an option for sustained weight loss for the morbidly obese patient. In Brazil coexists the Unified Health System (SUS) with universal coverage and from which depend 150 million Brazilians and supplemental health security, predominantly private, with 50 million beneficiaries. AIM: To compare access, in-hospital mortality, length of stay and costs for patients undergoing bariatric surgery, assisted in one or another system. METHODS: Data from DATASUS and IBGE were used for SUS patients' and database from one health plan of southeastern Brazil for the health insurance patients. RESULTS: Between 2001 and 2010 there were 24,342 and 4,356 surgeries performed in SUS and in the health insurance company, respectively. The coverage rates for surgeries performed in 2010 were 5.3 and 91/100.000 individuals in SUS and health insurance respectively. The rate of in-hospital mortality in SUS, considering the entire country, was 0.55 %, 0.44 % considering SUS Southeast, and 0.30 % for the health insurance. The costs of surgery in the SUS and in the health insurance trend to equalization over the years. CONCLUSION: Despite differences in access and characteristics that may compromise the outcome of bariatric surgery, patients treated at the Southeast SUS had similar rate of in-hospital mortality compared to the health insurance patients. .

RACIONAL: A cirurgia bariátrica é uma opção de perda de peso sustentada para o indivíduo obeso mórbido. No Brasil coexistem o Sistema Único de Saúde, de cobertura universal do qual dependem 150 milhões de brasileiros e a saúde suplementar, de caráter predominantemente privado, com 50 milhões de beneficiários. OBJETIVO: Comparar acesso, mortalidade intra-hospitalar, tempo de permanência e custos para pacientes submetidos à cirurgia bariátrica, assistidos por um ou outro sistema. MÉTODOS: Foi utilizado o sistema TabNet do DATASUS e IBGE para pacientes SUS e banco de dados de uma operadora da região sudeste do Brasil para a saúde suplementar. RESULTADOS: Entre 2001 e 2010 foram 24.342 e 4.356 operações pelo SUS e operadora, respectivamente. Taxas operatórias realizadas em 2010 foram de 5,3 e 91/100.000 indivíduos no SUS e na operadora na saúde suplementar respectivamente. A taxa de mortalidade intra-hospitalar no SUS, considerando todo o Brasil, foi de 0,55%, na região sudeste 0,44%, e na operadora 0,30%. Os custos das operações no SUS e na saúde suplementar tendem à equiparação ao longo dos anos. CONCLUSÃO: Apesar da diferença no acesso e de características que podem comprometer o resultado da cirurgia bariátrica, os pacientes atendidos no SUS da região sudeste tiveram taxa de mortalidade intra-hospitalar semelhante aos da saúde suplementar. .
Descritores: Cirurgia Bariátrica/mortalidade
Sistemas Pré-Pagos de Saúde
Mortalidade Hospitalar
Obesidade Mórbida/mortalidade
Obesidade Mórbida/cirurgia
Cobertura Universal
-Brasil
Fatores de Tempo
Limites: Adolescente
Adulto
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: lil-690739
Autor: Biscione, Fernando Martín; Szuster, Daniele Araújo Campos; Drumond, Eliane de Freitas; Ferreira, Graziele Umbelina Alves; Turci, Maria Aparecida; Lima Júnior, Jorge Faria; Bersan, Sérgio Adriano Loureiro.
Título: Avaliação de efetividade da atenção domiciliar de uma cooperativa médica de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil / Home care effectiveness assessment in a health maintenance organization in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil / Evaluación de la eficacia de un programa de atención domiciliaria en una cooperativa médica de Belo Horizonte, Minas Gerais, Brasil
Fonte: Cad. saúde pública = Rep. public health;29(supl.1):s73-s80, Nov. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A retrospective cohort study was performed to assess the impact of a Case Management Home Care Program supplied by the Unimed-BH medical cooperative on hospitalization-free survival time among eligible patients 60 years or older. A Cox proportional hazards model was fitted to assess the impact of home visits by health professionals on hospitalization-free survival time in a sample of 2,943 elders, while adjusting for patient age, physical dependence, medicines, feeding route, pressure ulcers, supplemental oxygen therapy, cognitive impairment, outpatient visits, and hospitalizations in the preceding quarter. Risk factors for shorter hospitalization-free survival time were: degree of physical dependence, enteral nutrition, supplemental oxygen therapy, pressure ulcers, and hospital admissions in the previous quarter. Higher rates of home visits by physicians and nurses showed a protective dose-response effect on hospitalization-free survival time. The data suggest that regular home visits by physicians and nurses lengthen hospitalization-free survival time among elderly patients enrolled in the program.

Foi realizado estudo de coorte retrospectiva com o objetivo de avaliar o impacto do plano de cuidados do Programa de Atenção Domiciliar da Unimed-BH, modalidade Gerenciamento de Casos (PrGC/AD), sobre o tempo livre de hospitalização entre os pacientes com 60 anos ou mais assistidos pelo programa. Utilizou-se o modelo de Cox para avaliar o efeito do intervalo entre as visitas domiciliares dos profissionais do programa sobre o tempo livre de hospitalização de 2.943 idosos, ajustado por idade, medicamentos em uso, via de alimentação, úlcera de pressão, déficit cognitivo, dependência física, oxigenioterapia, consultas ambulatoriais e hospitalizações no trimestre anterior. Foram fatores de risco para menor tempo livre de hospitalização: o grau de dependência física, alimentação enteral, oxigenioterapia suplementar, úlceras de pressão e hospitalizações no trimestre anterior. Observouse efeito protetor dose-resposta da frequência de visitas médicas e de enfermagem. Os resultados sugerem que visitas domiciliares regulares de médico e enfermeiro aumentam significativamente o tempo livre de hospitalização nos pacientes assistidos pelo PrGC/AD.

Se realizó un estudio de cohorte retrospectivo para evaluar el impacto de un plan de asistencia del Programa de Atención Domiciliaria de Unimed-BH, modalidad de Gestión de Casos (PrGC/AD), sobre el tiempo libre de hospitalización en pacientes con 60 años o más. Se usó el modelo de riesgos proporcionales de Cox para evaluar el efecto del intervalo entre las visitas domiciliarias de los profesionales del programa sobre el tiempo libre de hospitalización de 2.943 ancianos, ajustado por edad, medicamentos usados, vía de alimentación, úlcera por presión, deterioro cognitivo, dependencia física, oxigenoterapia, consultas ambulatorias y hospitalizaciones en el trimestre anterior. Fueron factores de riesgo para un menor tiempo libre de hospitalización: grado de dependencia física, alimentación enteral, oxigenoterapia suplementaria, úlcera por presión y hospitalizaciones en el trimestre anterior. Las frecuencias de visitas médicas y de enfermeros tuvieron un efecto protector dosis-respuesta. Los resultados sugieren que las visitas domiciliarias regulares de médico y enfermero aumentan el tiempo libre de hospitalización en los pacientes asistidos por el PrGC/AD.
Descritores: Sistemas Pré-Pagos de Saúde/normas
Serviços de Saúde para Idosos/normas
Serviços de Assistência Domiciliar/normas
Hospitalização/estatística & dados numéricos
-Brasil
Estudos de Coortes
Serviços de Assistência Domiciliar/estatística & dados numéricos
Avaliação de Programas e Projetos de Saúde
Estudos Retrospectivos
Fatores de Tempo
Limites: Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Feminino
Seres Humanos
Masculino
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-689041
Autor: Di Caudo, Osvaldo.
Título: Protagonismo de la atención odontológica actual en la salud bucal: 2da parte / Leadership of current dental care in oral health: 2nd part
Fonte: Rev. Círc. Argent. Odontol;70(216):13-15, jun. 2013. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El presente trabajo parte de un análisis de la atención odontológica actual y la dificultad que tiene un vasto sector de la población en lograr el acceso a una atención odontológica de calidad. Se sugieren algunas alternativas factibles de ser implementadas, que permitirían allanar varias dificultades que en el presente se suscitan. La búsqueda de un perfil profesional distinto, orientado hacia la salud pública, permitiría anticiparse a la enfermedad, disminuyendo considerablemente la patología bucal. Los nuevos profesionales así formados podrán asegurarse una inserción laboral y una retribución acorde a la capitación recibida. El rol del estado deberá ser protagónico, esencial e indelegable, lo que mancomunado con la participación de entidades profesionales, descubrirán nuevos cursos de acción, asegurando el acceso a la salud a toda la población. La problemática de la comunidad deber ser escuchada, interpretada y atendida, para permitir un desarrollo humano conforme al progreso experimentado en otros países.
Descritores: Assistência Odontológica Integral/tendências
Qualidade da Assistência à Saúde/tendências
Saúde Bucal
Sistemas Pré-Pagos de Saúde/tendências
-Argentina
Recursos Humanos em Saúde
Odontologia em Saúde Pública
Odontologia Estatal
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  8 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-679781
Autor: Confederación Odontológica de la República Argentina.
Título: Círculo Odontológico de Paraná: gestión institucional para promover la dignidad profesional y dar respuesta a la sociedad / Dental Cyrcle of Parana: institutional management to promote professional dignity and give answers to the society
Fonte: Salud bucal;(127):6-12, mar.-abr. 2012. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Odontologia Comunitária
Política de Saúde
Sociedades Odontológicas
-Argentina
Sistemas Pré-Pagos de Saúde
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  9 / 162 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lana, Francisco Carlos Felix
Id: lil-667719
Autor: Pimenta, Adriano Marçal; Castanheira, Carlos Henrique Campos; Lana, Francisco Carlos Félix; Malta, Deborah Carvalho.
Título: Ações de prevenção de riscos e doenças no setor suplementar de saúde / Acciones de prevención de riesgo y enfermedades en el sector de salud suplementaria / Actions of risk/disease prevention by private health insurance companies
Fonte: REME rev. min. enferm;16(4):564-571, out.-dez. 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo com esta pesquisa foi descrever o perfil dos programas de promoção da saúde e prevenção de riscos e doençasdesenvolvidos por 29 operadoras de planos privados de saúde de Belo Horizonte-MG. Trata-se de um estudo transversal,descritivo-exploratório, no qual foram utilizados dados repassados ao grupo de pesquisa pela Agência Nacional de SaúdeSuplementar, que, em maio de 2008, enviou um requerimento de informações solicitando às operadoras que respondessema um questionário sobre o desenvolvimento de programas de promoção da saúde e prevenção de riscos e doenças. O perfildesses programas foi caracterizado por meio da apresentação de tabelas de distribuição de frequências absolutas e/ourelativas das variáveis de interesse. As ações de prevenção de riscos e doenças foram realizadas por 41,4% das operadoras.As doenças/situações de saúde mais enfatizadas para o adulto e o idoso foram diabetes mellitus, hipertensão, sobrepeso/obesidade e alimentação saudável. Com a implantação dos programas, houve redução do número de exames, consultas,atendimentos de urgência/emergência e custos assistenciais. Os resultados alcançados podem ser considerados positivosaté o momento. Entretanto, fazem-se necessárias a ampliação do número de operadoras oferecendo os programas, aintegração das ações desenvolvidas e a ênfase na promoção da saúde.
Descritores: Doença Crônica/prevenção & controle
Sistemas Pré-Pagos de Saúde
Promoção da Saúde
Serviços de Saúde
Fatores de Risco
Saúde Suplementar
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  10 / 162 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Cherchiglia, Mariângela Leal
Lana, Francisco Carlos Felix
Texto completo
Id: lil-611088
Autor: Freitas, Rosiene Maria de; Cherchiglia, Mariângela Leal; Lana, Francisco Carlos Félix; Malta, Deborah Carvalho; Andrade, Eli Iola Gurgel.
Título: Estudo dos modelos assistenciais praticados por operadoras de planos privados de saúde / Study of care models practiced by private operators of health plans
Fonte: Physis (Rio J.);21(4):1561-1577, out.-dez. 2011.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou identificar a adoção, pelas operadoras, de modelos assistenciais que busquem a integralidade do cuidado, a partir da indução pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). O universo foi composto por operadoras de planos de saúde atuantes no estado de Minas Gerais, nas modalidades autogestão, filantropia, medicina de grupo e cooperativa médica. As empresas foram descritas a partir dos cadastros da ANS. Foi realizada entrevista telefônica assistida por computador - ETAC - para obtenção de dados sobre o acesso dos beneficiários aos serviços, estruturação da rede e implantação de modelos segundo linhas materno-infantil, adulto/idoso, cardiovascular e neoplasias. Foram constatadas 182 empresas em atividade no estado; 108 foram elegíveis para o estudo; 27,1 por cento das operadoras informaram ter implantado programas de cuidado na linha materno-infantil; 22,2 por cento, na linha de cuidado ao adulto/idoso e 9,2 por cento em neoplasias. Inadequadas estruturas internas e o pequeno porte da maioria das operadoras podem explicar, em parte, a dificuldade de implantação e modelos de atenção mais cuidadores. Ressalta-se a ampla margem de inovações ainda existente para a introdução dessas práticas por parte das operadoras.

This study aimed to identify the adoption by private health insurance companies, from the induction by the Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) of models that foments integrality. The universe were companies in Minas Gerais, in the modalities self-management, philanthropy, group medicine and medical cooperative. The companies were described from ANS official registers. Also, was made a computer-assisted telephone interview - ETAC- which approached: the beneficiaries' access to services, the structuring of the network, and the introducion of care models on maternal and child health, adult/elderly, cardiovascular and cancer. There were found 182 companies in Minas Gerais; 108 were elegible; 27,1 percent reported the deployment of care models on maternal and child health; 22,2 percent on adult/elderly health and 9,25 percent on cancer. Inadequate internal structures and the small size of most companies may somehow explain the difficulty of implementing models of care that foments integrality. We highlight the wide scope for innovations that still exists for the introduction of these practices by the companies.
Descritores: Assistência à Saúde/estatística & dados numéricos
Regulação e Fiscalização em Saúde
Seguro Saúde
Saúde Suplementar/organização & administração
Sistemas Pré-Pagos de Saúde/tendências
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C



página 1 de 17 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde