Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.219.521.576.343.925 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 181 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 19 ir para página                         

  1 / 181 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1042307
Autor: Manso, Maria Elisa Gonzalez; Maresti, Leandro Tadeu Prazeres; Oliveira, Henrique Souza Barros de.
Título: Analysis of quality of life and associated factors in a group of elderly persons with supplemental health plans in the city of São Paulo, Brazil / Análise da qualidade de vida e fatores associados em um grupo de idosos vinculados ao setor suplementar de saúde da cidade de São Paulo, Brasil
Fonte: Rev. bras. geriatr. gerontol. (Online);22(4):e190013, 2019. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Abstract : To measure the Quality of Life (QoL) and associated factors in a group of elderly persons receiving care through a health plan operator in the city of São Paulo, Brazil. Method: A cross-sectional study was carried out with 169 elderly persons enrolled in a health plan and who were participants in a program to promote health and prevent risks and diseases. The Bref and Old versions of the World Health Organization Quality of Life (WHOQOL) instruments were adopted for the evaluation of the QoL of the elderly. After descriptive analysis, a comparative analysis was performed through the Student's t-tests and ANOVA. The Brown-Forsythe test was applied for situations in which no homogeneity was found and the Tukey test for multiple comparisons was applied. Results: The highest mean QoL values were found in the Psychological [72.1 (±14.3)] and Environment [68 (±15.4)] and Intimacy [72.5 (±20.8)] domains, while the worst results were found in the Physical [64.3 (±18)] domain and in the Death and Dying facet [61.2 (±23.2)]. In this group, factors such as obesity, neoplasia and previous hospitalizations were negatively associated with QoL, whereas young elderly, female, widows, carriers of chronic non-communicable diseases and those limited to two morbidities, who practiced physical activity and had clinical care provided by a reference physician had a positive influence. Conclusion: The findings of this research showed high levels of satisfaction with health and QoL, in addition to raising relevant discussions about predictors that influence the QoL of the elderly receiving care from the supplementary sector. It also emphasizes the need for new strategies of action to ensure improvements in the health care of the elderly. AU

Resumo Objetivo: Mensurar a qualidade de vida (QV) e os fatores associados a um grupo de idosos assistidos por uma operadora de plano de saúde da cidade de São Paulo, Brasil. Método: Estudo transversal com 169 idosos vinculados a um plano de saúde e participantes de um programa de promoção à saúde e prevenção de riscos e doenças. Adotou-se os instrumentos World Health Organization Quality of Life (WHOQOL) versão Bref e Old para a avaliação da QV dos idosos. Após análise descritiva, realizou-se análise comparativa por meio do Teste t Student e ANOVA. O Teste de Brown-Forsythe foi aplicado para situações em que não foram encontradas homogeneidade e o Teste de Tukey para comparações múltiplas. Resultados: As maiores médias de QV foram encontradas nos domínios Psicológico [72,1 (±14,3)] e Meio Ambiente [68,0 (±15,4)] e na faceta Intimidade [72,5 (±20,8)], enquanto que no domínio Físico [64,3 (±18,0)] e na faceta Morte e Morrer [61,2 (±23,2)] foram observadas as piores. Neste grupo, fatores como obesidade, neoplasia e internação hospitalar prévia foram associados negativamente a sua QV, enquanto que idosos jovens, do sexo feminino, viúvos, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e limitadas a duas morbidades, praticar atividade física e ter assistência clínica prestada por um médico de referência influenciaram positivamente. Conclusão: Os achados desta pesquisa mostraram altos níveis de satisfação com a sua saúde e a QV, além de trazer relevantes discussões sobre preditores que influenciam na QV de idosos assistidos pelo setor suplementar. Ressalta ainda, a necessidade de novas estratégias de ação que assegurem melhorias de cuidados à saúde do idoso. AU
Descritores: Qualidade de Vida
Dinâmica Populacional
Saúde do Idoso
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Promoção da Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1421.1 - Centro de Referência e Documentação sobre o Envelhecimento


  2 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049772
Autor: Pires, Jonas Sona de Miranda.
Título: A produção científica em economia política no tema saúde suplementar e planos de saúde no Brasil entre 2004-2012 / Scientific production in political economy in complementary health and health insurance plans in Brazil between 2004-2012.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 77 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A produção acadêmica na área da economia da saúde é um segmento da economia pouco explorado pelos profissionais de saúde, talvez pelo desconhecimento teórico ou pela falta de interesse desses profissionais em se aprofundar nesta área de conhecimento. No entanto, há uma importante produção acadêmica nesta área, e para nortear esse trabalho, fizemos uso da clássica obra de economia de saúde política de Braga e Paula (1981). Contudo, os artigos elaborados nesse campo estão majoritariamente alicerçados em fundamentos da teoria econômica neoclássica. É importante salientar que os autores neoclássicos recusam a economia como ciência social, pois, negam a complexidade das interações sociais com sua visão tecnicista, baseada em modelos abstratos que não consideram a história e as relações humanas. Portanto, o objetivo desse trabalho é caracterizar a produção de conhecimento da economia da saúde no Brasil, delimitando a discussão existente no contexto da economia política, particularmente nas temáticas de Saúde suplementar e Planos de Saúde. Para tanto, o trabalho está organizado em três partes. A primeira apresenta o campo da economia política e sua relação com a economia da saúde, baseado na contribuição sobre o pensamento econômico em Braga e Paula. A segunda, revisa a produção do conhecimento em economia da saúde, organizada pela Associação Brasileira de Economia da Saúde (Abres), entre 2004 a 2012, que descreve as temáticas da Saúde Suplementar e dos Planos de Saúde, verificando sua relação com a economia política. A terceira parte analisa criticamente as convergências e divergências entre a produção do conhecimento da economia da saúde, nos subtemas saúde suplementar e planos de saúde e as contribuições de Braga e Paula sobre o pensamento econômico da economia política da saúde. Nessa análise global, identificamos que o pensamento neoclássico e liberal permanecerá hegemônico entre os autores e economistas que se aventuram pelo campo da economia da saúde enquanto à matriz curricular dos cursos de economia for alicerçada por conteúdo produzido por autores neoclássicos.

The academic production in the area of health economics is a segment of the economy little explored by health professionals, perhaps due to the lack of theoretical knowledge and minimum interest of these professionals to deepen your own knowledge in this field. However, we used an important academic production in this area as the classic work of economics of political health wrote by Braga and Paula (1981). The articles elaborated in the field of health economy are mostly based on the foundations of neoclassical economic theory. It is important to point out that neoclassical authors reject economics as a social science because they deny the complexity of social interactions with their technicist view, based on abstract models that do not consider history and human relations. Therefore, the objective of this work is to characterize the production of knowledge of health economics in Brazil, delimiting the existing discussion in the context of political economy, particularly in the themes of Supplementary Health and Health Plans. For this, the dissertation is organized in three parts. The first part of this dissertation presents the field of political economy and its relationship with the health economy, based on the contribution on economic thinking in Braga and Paula. The second part is a review of the production of knowledge in health economics, organized by the Brazilian Association of Health Economics (Abres), between 2004 and 2012, which describes the themes of Supplementary Health and Health Plans, verifying their relationship with political economy. During the third and last part, we critically analyzes the convergences and divergences between the production of knowledge of health economics, in the subthemes supplementary health and health plans and the contributions of Braga and Paula on the economic thinking of the political economy of health. In this global analysis, we have identified that neoclassical and liberal thinking will remain hegemonic among authors and economists into the field of health economics while the economy graduation courses remain based in models and material produced by neoclassic authors.
Descritores: Economia da Saúde
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Saúde Suplementar
Política de Saúde
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  3 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-907053
Autor: Manso, Maria Elisa Gonzalez.
Título: Envelhecimento, saúde do idoso e o setor de planos de saúde no Brasil / Aging, elder ́s health and health insurance sector in Brazil / Envejecimiento, salud del anciano y el sector de planes de salud en Brasil
Fonte: Rev. Kairós;20(4):135-151, dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo, após uma breve reflexão sobre a saúde do idoso, explana sobre como o sistema de saúde suplementar no Brasil vem assistindo este segmento etário, dando ênfase às normatizações realizadas pela agência reguladora do setor. Estas normas legais buscam a implantação de uma rede de atenção à saúde pautada na promoção desta última e não apenas curadora, mas com enfoque mais cuidador. Para tanto, destaca a estratificação de riscos e a capacidade funcional como sendo balizadores desta.

The article, after a brief reflection concerning the health status of aging individuals, elucidates on how the supplementary health system assists the aging population in Brazil, emphasizing the regulations implemented by the responsible agency related to the sector. These legal norms aim for the proper stabilization of a healthcare network based on prevention instead of only ailments treatments, alongside with an ample focus on the caregiver. For such, risk stratification and functional capacity are highlighted as an indispensable foundation.

El artículo, tras una breve reflexión sobre la salud del anciano, explora sobre cómo el sistema de salud suplementario en Brasil viene viendo este segmento de edad, dando énfasis a las normatizaciones realizadas por la agencia reguladora del sector. Estas normas legales buscan la implantación de una red de atención a la salud pautada en la promoción de esta última y no sólo curadora, sino con enfoque más cuidador. Para ello, destaca la estratificación de riesgos y la capacidad funcional como balizadores de ésta.
Descritores: Idoso
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Assistência Integral à Saúde
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR195.3 - Biblioteca Nadir Gouvêa Kfouri


  4 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: lil-609629
Autor: Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Brasil).
Título: Saúde suplementar / Supplemental health.
Fonte: Brasília; CONASS; 2011. 148 p. mapas, tab, graf. (Coleção para entender a gestão do SUS, 12).
Idioma: pt.
Projeto: Conass. Programa de Informação e Apoio Técnico às Equipes Gestoras Estaduais do SUS.
Resumo: Um dos desafios encontrados nos últimos anos para os gestores da área da saúde tem sido a regulação do setor de saúde suplementar e o estabelecimento da necessária interface com o SUS. Neste livro a regulamentação do setor de planos e seguros de saúde no Brasil é apresentada de forma detalhada com a apresentação das características gerais do sistema de saúde no Brasil, com a situação atual do mercado de saúde suplementar e o papel da ANS. O livro traz também informações atualizadas sobre o ressarcimento dos planos de saúde, a cobertura por região e o faturamento das operadoras, e a recente ampliação de procedimentos previstos. Nele, são abordadas as interfaces do setor de saúde suplementar com o Sistema Único de Saúde (SUS) e os mecanismos de articulação instituciona.
Descritores: Saúde Suplementar
-Planos de Pré-Pagamento em Saúde/normas
Regulamentação Governamental
Seguro Saúde/normas
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 362.110981, B823s


  5 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo SciELO Brasil
Batista, Luis Eduardo
Texto completo
Id: biblio-830857
Autor: Diniz, Carmen Simone Grilo; Batista, Luís Eduardo; Kalckmann, Suzana; Schlithz, Arthur O. C; Queiroz, Marcel Reis; Carvalho, Priscila Cavalcanti de Albuquerque.
Título: Desigualdades sociodemográficas e na assistência à maternidade entre puérperas no Sudeste do Brasil segundo cor da pele: dados do inquérito nacional Nascer no Brasil (2011-2012) / Sociodemographic inequalities and maternity care of puerperae in Southeastern Brazil, according to skin color: data from the Birth in Brazil national survey (2011-2012)
Fonte: Saúde Soc;25(3):561-572, jul.-set. 2016. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Técnológico (CNPq); . Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp).
Resumo: Resumo Historicamente, no Brasil, os indicadores de saúde de mães e bebês segundo cor da pele mostram quadro desfavorável às negras (pretas e pardas). Na última década, a redução das disparidades de renda e escolaridade, assim como a universalização da assistência à saúde, podem ter alterado esse quadro, em alguma medida. O objetivo deste artigo foi analisar as mudanças nas desigualdades sociodemográficas e na assistência à maternidade no Sudeste do Brasil, segundo raça/cor, na última década. Utilizamos dados do inquérito nacional Nascer no Brasil (2011-2012). Análise estatística descritiva foi realizada para a caracterização sociodemográfica, do acesso à assistência pré-natal, antecedentes clínicos e obstétricos, e características da assistência ao parto. Encontramos diferenças desfavoráveis às pretas e pardas quanto à escolaridade, renda e ao trabalho remunerado; as brancas tinham mais planos de saúde privados e maior idade. As pretas e pardas tiveram menor número de consultas, menos ultrassonografias, mais cuidado pré-natal considerado inadequado, maior paridade e mais síndromes hipertensivas. No parto, tiveram menos acompanhantes, mais partos vaginais, embora a cesárea tenha dobrado entre as negras, que com mais frequência entraram em trabalho de parto e tiveram filhos nascidos de termo pleno. Não houve diferença estatisticamente significativa quanto à situação conjugal, intercorrências da gestação, diabetes mellitus, anemias, sífilis, HIV, peregrinação para o parto, near miss materno ou neonatal e na maioria das intervenções no parto vaginal. Ainda que importantes disparidades persistam, houve alguma redução das diferenças sociodemográficas e um aumento do acesso, tanto a intervenções adequadas quanto às desnecessárias e potencialmente danosas.

Abstract Historically, in Brazil, the health indicators of mothers and babies by skin color show an unfavorable picture to black and brown-skinned women. In the last decade, the reduction of disparities in income and education, as well as the universalization of health care, may have altered this situation to some extent. The objective of this study was to analyze the changes in socio-demographic inequalities and maternity care in Southeastern Brazil, by race/color, in the last decade. We used data from the national survey Born in Brazil (2011-2012). Descriptive statistical analysis was performed in order to define socio-demographic characteristics, access to antenatal care, clinical and obstetric history, and characteristics of birth assistance. We found differences unfavorable to black and brown-skinned women in education, income, and paid work; white women had more private health insurance plans, and increased age. Black and brown women had fewer medical appointments, fewer ultrasounds, more antenatal care considered inadequate, higher parity, and more hypertensive disorders. In childbirth, they had fewer companions and more vaginal deliveries, although the cesarean rate has grown twice as high among black women. More often they went into labor and had children born full term. There was no statistically significant difference in marital status, pregnancy complications, diabetes mellitus, anemia, syphilis, HIV, pilgrimage to delivery, neonatal or maternal near miss, and most of the interventions in vaginal delivery. Although major disparities persist, there was some reduction in sociodemographic differences as well as increased access to both appropriate and unnecessary and potentially harmful interventions.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Fatores Socioeconômicos
Grupos Étnicos
Saúde Materno-Infantil
Saúde da Mulher
Assistência Perinatal
Equidade em Saúde
Tocologia
-Cuidado Pré-Natal
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Pessoal de Saúde
Grupo com Ancestrais do Continente Africano
Saúde Reprodutiva
Racismo
Limites: Seres Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Andreazzi, Maria de Fátima Siliansky de
Texto completo
Id: biblio-991983
Autor: Ocké-Reis, Carlos Octávio; Silveira, Fernando Gaiger; Andreazzi, Maria de Fátima Siliansky de.
Título: Avaliação dos gastos das famílias com a assistência médica no Brasil: o caso dos planos de saúde / Português
Idioma: pt.
Descritores: Família
Gastos em Saúde
Inquéritos e Questionários
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Renda
Serviços de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 339.470981, I59


  7 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-991982
Autor: Silveira, Fernando Gaiger; Osório, Rafael Guerreiro; Piola, Sérgio Francisco.
Título: Os Gastos das famílias com saúde / Português
Idioma: pt.
Descritores: Família
Gastos em Saúde
Inquéritos e Questionários
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Preparações Farmacêuticas
Renda
Serviços de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 339.470981, I59


  8 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-991813
Autor: Cerqueira, Vinícius dos Santos; Martinez, Thiago Sevilhano.
Título: Decomposição e determinantes da inflação no Brasil no período 2007-2009 / Decomposition and determinants of inflation in Brazil during 2007-2009
Idioma: pt.
Descritores: Inflação
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Preparações Farmacêuticas
Serviços de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 338.981, I59


  9 / 181 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-974840
Autor: Manso, Maria Elisa Gonzalez; Câmara, Rafaela; Souza, Suely Alves; Maciel, Talita Dias; Farina, Danielle Baptista Livrari.
Título: Programa de gerenciamento de doenças crônicas em um plano de saúde, são paulo, brasil / Programa de gestión de enfermedades crónicas en un seguro salud en el estado de são paulo, brasil / Chronic disease management program in a health plan, são paulo, brazil
Fonte: Ciênc. cuid. saúde;15(2):321-327, Abr.-Jun. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Atualmente as doenças crônicas não transmissíveis são as principais causas de morte no mundo. Consideradas doenças multifatoriais, têm em comum fatores de riscos modificáveis tais como inatividade física, colesterol elevado, excesso de peso, tabagismo, consumo excessivo de bebidas alcoólicas e alimentação não saudável. Com o objetivo de verificar o impacto por um programa de Gerenciamento de Doenças Crônicas, após dois anos de acompanhamento, surgiu esta pesquisa. Trata-se de programa desenvolvido com um grupo de clientes de uma autogestão localizada no estado de São Paulo. É um estudo transversal realizado durante os anos de 2014-2015 com dados de prontuário eletrônico que foram comparados parâmetros clínicos e hábitos de vida de 1.509 indivíduos participantes de um programa de gerenciamento de doenças em dois momentos: na entrada ao programa e após dois anos de participação. Observaram-se resultados satisfatórios na melhora de parâmetros clínicos relacionados aos níveis pressóricos e à dosagem de glicemia em jejum, assim como diminuição do sedentarismo em indivíduos abaixo dos 60 anos.

RESUMEN Actualmente las enfermedades crónicas no transmisibles son las principales causas de muerte en todo el mundo. Consideradas enfermedades multifactoriales, tienen en común factores de riesgo modificables, tales como inactividad física, colesterol alto, sobrepeso, tabaco, exceso de alcohol y alimentación poco sana. Con el objetivo de averiguar el impacto por un programa de Gestión de Enfermedades Crónicas, tras dos años de acompañamiento, se hizo esta investigación. Se trata de un programa desarrollado con un grupo de clientes de una autogestión ubicada en el estado de São Paulo, Brasil. Es un estudio transversal realizado durante los años de 2014-2015 con datos de registros médicos electrónicos, comparándose los parámetros clínicos y hábitos de vida de 1.509 personas que participan en un programa de gestión de enfermedades en dos ocasiones: cuando entran en el programa y después de dos años de participación. Se observaron resultados satisfactorios en la mejora de los parámetros clínicos relacionados con los niveles de presión arterial y a la dosificación de glucemia en ayunas, así como la disminución de la inactividad física en personas con edad abajo de 60 años.

ABSTRACT Currently, non-transmissible chronic diseases are leading causes of death worldwide. Considered as multifactorial diseases, they have common modifiable risk factors such as physical inactivity, high cholesterol, overweight, smoking, excessive alcohol consumption, and unhealthy diets. Aiming at verifying the impact of theChronic Disease Management program, this study arose after two years of follow-up. This is a program developed with a group of customers in a self-management platform in the state of São Paulo. This was a cross-sectional study carried out during 2014 and 2015 with electronic medical record data through the comparison ofthe clinical and lifestyle parameters of 1,509 individuals participating in a disease management program in two moments: at the program'sentry and two years after participation. Satisfactory results in the improvement of clinical parameters related to blood pressure and blood glucose levels in fasting were observed as well as decreased physical inactivity in individuals under 60 years of age.
Descritores: Planos e Programas de Saúde
Envelhecimento
Doença Crônica
Promoção da Saúde
-Causalidade
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  10 / 181 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-621008
Autor: Manso, Maria Elisa Gonzalez; Ribeiro, Mônica Priscila.
Título: Caracterização das condições de saúde de um grupo de idosos pertencente a um plano de saúde / Elderly's health insurance: health condition's characterization
Fonte: RBM rev. bras. med;69(3), mar. 2012.
Idioma: pt.
Resumo: Uma operadora de planos de saúde vem desenvolvendo há três anos ações de promoção de saúde com um grupo de idosos a ela vinculado, moradores no município de São Paulo, SP. Esta pesquisa foi realizada com este grupo de idosos com o objetivo de aprofundar o conhecimento sobre suas condições de saúde e morbidade. Mediante os dados coletados se pretendem posteriormente reestruturar os serviços da operadora, a fim de melhor atender às particularidades e demandas deste segmento etário. Trata-se de estudo exploratório transversal com 124 idosos, cujos dados foram coletados por equipe interdisciplinar composta por enfermeiros, médicos e assistentes sociais, em atendimentos individuais previamente agendados pelos idosos participantes, durante os meses de fevereiro a setembro de 2010. Dos instrumentos utilizados pela equipe e cujos resultados serão descritos abaixo, tem-se: questionário sociodemográfico e de avaliação de morbidade, teste de marcha e equilíbrio e avaliação da capacidade funcional. Os resultados desta pesquisa mostraram que a maioria dos idosos que compõe o grupo são mulheres, porém os homens que dela participam são mais velhos e mais doentes. O grupo é composto, em sua maioria, por aposentados, casados e com elevado grau de instrução. Apesar de todos terem uma ou mais doenças crônicas, associadas entre si ou com outros fatores de risco à saúde, este fato parece não interferir significativamente na avaliação da qualidade de vida que possuem.
Descritores: Morbidade
Perfil de Saúde
Planos de Pré-Pagamento em Saúde
Qualidade de Vida
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde



página 1 de 19 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde