Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.219.702 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 297 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 30 ir para página                         

  1 / 297 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1017041
Autor: Labbé, Tomás P; Barake, M. Francisca; Álamos, M. Florencia; Molina, Cleofe G; Ríos, Juvenal A.
Título: Realidad de la investigación en salud en Chile: participación de los médicos en el Fondo Nacional de Investigación (FONIS) en la última década / Reality of health research in Chile: participation of doctors in the National Research Fund (FONIS) in the last decade
Fonte: ARS med. (Santiago, En línea);42(2):76-80, 2017. Graf.
Idioma: es.
Resumo: Chile es uno de los países de la OCDE que menos invierte en ciencia y tecnología, y la investigación en salud no está exenta de este problema. Existe evidencia reportada en publicaciones nacionales de que la participación de médicos en la investigación ha experimentado un marcado retroceso en las últimas décadas. El objetivo de este artículo es analizar específicamente la participación de los médicos como investigadores responsables en proyectos financiados por el Fondo Nacional de Investigación en Salud (FONIS). Este programa fue diseñado para promover investigaciones que resuelvan problemas prioritarios de salud y de esa manera entregar enfoques diagnósticos y terapéuticos a la medida del fenotipo local. Nuestros análisis muestran un estancamiento real y una disminución porcentual, misma tendencia que estudios previos. La implementación de recomendaciones internacionales en el campo de la medicina rasnacional en las políticas de salud nacionales podría revertir el aparente proceso de retirada de los médicos de las actividades de I+D, lo que beneficiaría la salud de los pacientes y reduciría los costos para el sistema, de, por ejemplo, la importación de la terapéutica.(AU)

Chile is one of the OECD countries that invests less in science and technology, and health research is not exempt from this problem. Evidence reported in national publications shows that the participation of physicians in research has experienced a marked decline in recent decades. The objective of this article is to specifically analyze the participation of physicians as responsible researchers in projects funded by the National Fund for Health Research (FONIS). This program was designed to promote research that addresses priority health issues and thereby delivers diagnostic and therapeutic approaches tailored to the local phenotype. Our analyzes show a real stagnation and a percentage decrease, same trend as previous studies. The implementation of international recommendations in the field of translational medicine in national health policies could reverse the apparent process of withdrawal of physicians from R&D activities, which would benefit the health of patients and reduce the costs for the system, for instance, in the ones implied of importing therapeutics.(AU)
Descritores: Pesquisa
Saúde
-Desenvolvimento Institucional
Diagnóstico
Investimentos em Saúde
Medicina
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: CL10.1 - Biblioteca Biomédica


  2 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-609624
Autor: Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Brasil).
Título: A gestão administrativa e financeira no SUS / Administrative management and financial in the SUS.
Fonte: Brasília; CONASS; 2011. 132 p. tab, graf. (Coleção para entender a gestão do SUS, 8).
Idioma: pt.
Projeto: Conass. Programa de Informação e Apoio Técnico às Equipes Gestoras Estaduais do SUS.
Resumo: O presente livro aborda questões relacionadas à gestão administrativa e financeira do SUS, envolvendo toda a sistemática processual, indo do planejamento à aquisição, da elaboração à assinatura dos contratos administrativos, abordando inclusive a fiscalização dos mesmos. Trata da incorporação de novos conhecimentos e novas tecnologias e modernas ferramentas gerenciais e administrativas, principalmente no campo da tecnologia da informação e comunicação. O livro aborda também, de forma detalhada, as alternativas de gerência de unidades públicas de saúde como Organizações Sociais, Fundação Estatal e Consórcios Públicos.
Descritores: Financiamento da Assistência à Saúde
Sistema Único de Saúde/organização & administração
-Administração Pública/economia
Investimentos em Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 362.110981, B823g


  3 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-230387
Autor: Ribeiro, Antônio Inácio.
Título: Administraçäo e marketing em odontologia / Administration and marketing in odontology.
Fonte: Curitiba; Odontex; s.d. 115 p.
Idioma: pt.
Descritores: Odontologia
-Investimentos em Saúde
Administração de Serviços de Saúde
Custos de Cuidados de Saúde
Informática Médica
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR1.1/3222.00; BR97.1; D88 R484a


  4 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-960470
Autor: Terán Rosero, Gustavo Javier; Mora Chuquer, Edwin Jonathan; Gutiérrez Villarreal, Milena del Rocío; Maldonado Tapia, Sonia Cumanda; Delgado Campaña, Wilmar Alberto; Fernández Lorenzo, Angie.
Título: Gestión de la innovación en los servicios de salud pública / Innovation management in public health services
Fonte: Rev. cuba. invest. bioméd;36(3):0-0, set. 2017.
Idioma: es.
Resumo: Los términos conocimiento, tecnología e innovación cada vez más forman parte del vocabulario empresarial, al reconocerse como pilares para el éxito de cualquier organización en el siglo XXI. Especialmente en la prestación de servicios sociales como la salud pública la gestión de la innovación debe constituir una prioridad para la atención con calidad y efectividad de los acuciantes problemas de salud que afectan a la humanidad. El objetivo del artículo es analizar el desarrollo de la gestión de la innovación en los servicios de salud pública. El análisis bibliográfico realizado incluyó material de los últimos seis años en cuatro bases de datos regionales, acerca de la gestión de la innovación en servicios de salud pública. La investigación ha constituido una preocupación constante en los servicios de salud pública, lo que requiere de la gestión continua de la innovación en sus entidades, con énfasis en los aspectos que la literatura considera más relevantes, como el talento humano, la estrategia y cultura organizacional, la relación con los clientes y entidades colaboradoras, en especial, las educativas. La gestión de la innovación constituye una prioridad para las entidades de salud, en correspondencia con las políticas públicas que promueven la solución continua a los problemas poblacionales de salud(AU)

The terms knowledge, technology and innovation are increasingly part of the business vocabulary, recognizing as pillars for the success of any organization in the twenty-first century. Especially in the provision of social services such as public health, innovation management must be a priority for the quality and effectiveness of the pressing health problems that affect humanity. The objective of this article is to analyze the development of innovation management in public health services. The bibliographic analysis included material from the last six years in four regional databases on the management of innovation in public health services. Research has been a constant concern in the public health services, which requires the continuous management of innovation in its entities, with emphasis on the aspects that literature considers more relevant, such as human talent, strategy and organizational culture, the relationship with clients and collaborating entities, especially educational ones. Innovation management is a priority for health institutions, in accordance with public policies that promote a continuous solution to population health problems(AU)
Descritores: Pesquisa Biomédica/métodos
Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde
-Administração de Serviços de Saúde/normas
Investimentos em Saúde/normas
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  5 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897209
Autor: Costa, Giovanni Pacelli Carvalho Lustosa da; Gartner, Ivan Ricardo.
Título: O efeito da função orçamentária alocativa na redução da desigualdade de renda no Brasil: uma análise dos gastos em educação e saúde no período de 1995 a 2012 / El efecto de la función asignativa en la reducción de la desigualdad de ingresos en Brasil: un análisis del gasto en educación y salud 1995-2012 / The effect of allocation function in budgeting to reduce income inequality in Brazil: an analysis of spending on education and health from 1995 to 2012
Fonte: Rev. adm. pública (Online);51(2):264-293, Mar.-Apr. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A desigualdade de renda é apontada como um dos grandes problemas da sociedade atual. A fim de reverter o cenário desigual, o Estado pode atuar utilizando a função orçamentária alocativa. Este estudo buscou identificar os impactos da função alocativa do orçamento sobre a desigualdade de renda, para as unidades federativas brasileiras no período de 1995 a 2012. Foram considerados como proxy da função alocativa os gastos com educação e saúde, enquanto foram utilizados como proxy da desigualdade de renda o coeficiente de Gini, o coeficiente de Theil, a proporção entre os 10% mais ricos e os 40% mais pobres, e a proporção entre os 20% mais ricos e os 20% mais pobres. A relação funcional entre os dois conjuntos de variáveis foi explorada a partir da análise de dados em painel e da regressão tobit em painel. Considerando-se os gastos agregados em educação e saúde de estados e municípios no período, concluiu-se que as unidades da federação que investiram mais em saúde conseguiram reduzir as desigualdades de renda com maior intensidade, ocorrendo efeito oposto com as despesas com ensino. Quando os gastos em saúde e ensino foram desagregados em várias rubricas, concluiu-se que as unidades da federação com maior volume de gastos nas seguintes subfunções (2o nível da função): atenção básica, assistência hospitalar, suporte profilático e ambulatorial, e educação infantil conseguiram reduzir as desigualdades de renda com maior intensidade.

Resumen La desigualdad de ingresos se ve como un problema importante de la sociedad contemporánea. Con el fin de revertir la situación desigual, el Estado puede actuar mediante la función asignativa de presupuesto. Este estudio trata de identificar los impactos de la función de la asignación de recursos del presupuesto en la desigualdad de ingresos para los estados de Brasil 1995 a 2012. Fueron considerados como un indicador de la función asignativa el gasto en educación y salud, mientras que se utilizaron como apoderado la desigualdad de ingresos el coeficiente de Gini, el coeficiente de Theil, la relación entre el 10% más rico y el 40% más pobre, y la relación entre el 20% más rico y el 20% más pobre. La relación funcional entre los dos conjuntos de variables se exploró a partir del análisis de datos de panel y el panel de regresión Tobit. Teniendo en cuenta los gastos agregados sobre la educación y la salud de los estados y municipios en el período, se concluyó que las Unidades de la Federación que han invertido más en salud han logrado reducir la desigualdad de ingresos con mayor intensidad, que se producen efecto contrario con el costo de la educación. Cuando el gasto en salud y educación ha sido dividido en varias secciones, se concluyó que las unidades de la federación con mayor volumen de gasto en la siguientes subfunciones (segundo nivel de función): atención primaria, atención hospitalaria, asistencia preventiva y la atención ambulatoria, y educación de la primera infancia han logrado reducir la desigualdad de ingresos con mayor intensidad.

Abstract Income inequality is seen as a major problem of contemporary society. In order to reverse inequality the state can use allocation function in budgeting. This study sought to identify the impacts of allocation function in budgeting on income inequality for Brazilian states from 1995 to 2012. Spending on education and health was considered as an allocative function proxy, while the Gini coefficient, the Theil coefficient, was used as a proxy for income inequality. This found the ratio between the richest 10% and the poorest 40%, and the ratio between the richest 20% and poorest 20%. The functional relationship between the two sets of variables was explored in the analysis of panel data and tobit regression. Considering aggregate expenditure on education and health of states and municipalities in the period, it was concluded that federative units that invested more in health have been better at reducing income inequality, with the opposite effect occurring for the cost of education. When spending on health and education are broken down into several sections, it can be seen that the federation units with higher volume of spending in the following sub-functions (2nd level of function) — Primary health care, hospital and outpatient care, prophylactic and therapeutic support and early childhood education — have made greater gains in reducing income inequality.
Descritores: Fatores Socioeconômicos
Orçamentos
Gastos em Saúde
Educação/economia
Iniquidade Social
FREEZING0
Investimentos em Saúde
-Brasil
Taxas, Razões e Proporções
Administração Financeira
FUNERAL RITESABATTOIRS
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-383
Autor: Galliano, Leony; Corrêa, Leandro; Souza Sobrinho, Antônio; Rosa, Daiana; Gomes, Francisco; Melo, Marceli; Domingues, Marlos; Hallal, Pedro.
Título: Bolsas de ensino e pesquisa para a Educação Física no Brasil concedidas pelo CNPq: análise temporal de 2005 a 2014 / Scholarships of teaching and research for Physical Education in Brazil granted by CNPq: a temporal analysis of 2005 to 2014
Fonte: Rev. bras. ativ. fís. saúde;21(1):85-93, jan. 2016. tab, fig.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo objetivou identificar as verbas por tipo e modalidade de bolsas de ensino e pesquisa concedidas pelo CNPq entre 2005 e 2014 nas grandes áreas de conhecimento, especialmente a de Ciências da Saúde com foco na subárea da Educação Física. As buscas ocorreram no mês de março de 2015 e realizadas no painel de investimentos do CNPq (http://www.cnpq.br/painel-de-investimentos) para informações sobre bolsas e no site da CAPES para identificar os cursos de pós-graduação. Foram investidos R$813.435.000,00 nas diferentes modalidades de bolsa, principalmente produtividade em pesquisa (30,0%). A área de Ciências da Saúde foi a quinta em termos de recebimento de verbas (11,0%). Entre as subáreas das Ciências da Saúde, a Medicina foi a que mais recebeu bolsas de ensino e pesquisa (38%) e a Educação Física ficou em sétimo lugar (4,0%). As subáreas que mais cresceram em investimentos no período analisado foram a Fisioterapia/Terapia Ocupacional (775%) e a Educação Física (738%), sendo esta última a sétima das subáreas em recebimento de bolsas de produtividade. Entretanto, foi a quarta em termos de crescimento de investimentos. Do total de bolsas de ensino e pesquisa, 64,3% foram destinadas a pesquisadores da região Sudeste, 15,4% na região Sul e 14,6% no Nordeste. Em contrapartida, apenas 4,1% para a região Centro-oeste e 1,6% a pesquisadores da região Norte.

The aim of the present study was to evaluate funding of the Brazilian Research Council (CNPq) via scholarships between 2005 and 2014 in Health Sciences and particularly in the sub-area of Physical Education. The search for scholarships was carried out in March, 2015 in the investments panel of the CNPq website (http://www.cnpq.br/painel-de-investimentos), as well as in the CAPES website to identify programs. Total funding was BRL 813,435,000.00; the main type of scholarship was the "research productivity" (30.0%). Health Sciences field placed fifth according to the total amount (11.0%). Within this field, Medicine received the biggest share of scholarships and funding (38%) while Physical Education placed seventh (4.0%). The sub-areas with the highest increases in funding were Physiotherapy/Occupational Therapy (775%) and Physical Education (738%). Physical Education ranked seventh in the receipt of productivity scholarships, but was the fourth in terms of growth in the number of scholarships. Of all scholarships, 64.3% were given to researchers in the Southeast region, 15.4% to South region and 14.6% to Northeast. On the other hand, only 4.1% were awarded to researchers from Center-west region and 1.6% to North region.
Descritores: Pesquisa
Brasil
Educação
Investimentos em Saúde
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  7 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-992095
Título: Brasil em desenvolvimento 2015 : Estado, planejamento e políticas públicas.
Fonte: Brasília; ; 2015.
Idioma: pt.
Resumo: Trata do entendimento da saúde como direito social e dos principais riscos, para o sistema de saúde, da abertura ao capital estrangeiro. Assim, apresenta o conflito existente entre as duas visões opostas: saúde como direito social versus saúde como mercadoria. Apresenta uma descrição do comércio internacional de serviços de saúde e uma análise das fontes de dados disponíveis. Analisa os riscos para o sistema de saúde, em termos de equidade e de brain drain interno, que podem resultar da abertura ao capital estrangeiro, apontando também algumas oportunidades. Por fim, sugere como a regulação do setor de saúde pode ajudar a mitigar os potenciais riscos dessa abertura.
Descritores: Capitalismo
Comércio
Instituições Privadas de Saúde
Investimentos em Saúde
Serviços de Saúde
Sistemas de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 338.981


  8 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-992016
Autor: Marinho, Alexandre; Cardoso, Simone de Souza; Almeida, Vívian Vicente de.
Título: Uma Política de investimentos defensiva para o resultado operacional de hospitais públicos na presença de filas e de desigualdades de acesso a hospitais privados / Texto para Discussão (TD) 1418: Uma política de investimentos defensiva para o resultado operacional de hospitais públicos na presença de filas e de desigualdades de acesso a hospitais privados.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2009. 47 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Desenvolve um arcabouço analítico para orientar os investimentos em capacidade de atendimento hospitalar em um sistema de saúde complexo. O eixo principal da análise é o superavit financeiro-operacional dos hospitais públicos. Apresenta como destaques: a alocação de uma parcela fixa de atendimento para os hospitais públicos; a admissão de uma demanda aleatória; a caracterização da presença de filas para atendimento; e a instituição de punições para a ocorrência de excesso de demanda nos hospitais públicos.
Descritores: Equidade no Acesso aos Serviços de Saúde
Hospitais
Hospitais Privados
Hospitais Públicos
Investimentos em Saúde
Listas de Espera
Setor Privado
Setor Público
Sistema Único de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1418


  9 / 297 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-991944
Autor: Magalhães, Luis Carlos Garcia de; Leal, João Carvalho; Safatle, Leandro Pinheiro; Aurea, Adriana Pacheco; Tomich, Frederico Andrade; Silveira, Fernando Gaiger; Barbosa, Luiz Coimbra; Castro, Bruno Ribeiro de.
Título: Estratégias empresariais de crescimento na indústria farmacêutica brasileira: investimentos, fusões e aquisições, 1988-2002 / Texto para Discussão (TD) 995: Estratégias empresariais de crescimento na indústria farmacêutica brasileira: investimentos, fusões e aquisições - 1988-2002.
Fonte: Brasília; IPEA; 2003. 39 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: "Analisa as estratégias e o comportamento dos investimentos na indústria farmacêutica brasileira nos anos 1990, considerando separadamente a fabricação de farmoquímicos e de medicamentos. Analisa as estratégias e a dinâmica das reestruturações societárias - fusões e aquisições - na indústria farmacêutica doméstica, enfatizando a reorganização patrimonial das grandes empresas framacêuticas mundiais e suas implicações na estrutura industrial e na oferta doméstica de medicamentos no mesmo período."
Descritores: Brasil
Estratégias
Indústria Farmacêutica
Investimentos em Saúde
Preparações Farmacêuticas
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI995


  10 / 297 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-991939
Autor: Marinho, Alexandre; Moreno, Arlinda Barbosa; Ribeiro, Carlos Dimas Martins; Barreto, Carlos Maurício Guimarães; Cavalini, Luciana Tricai.
Título: Os Determinantes dos investimentos em capital fixo no sistema hospitalar brasileiro: um guia metodológico integrado com bases de dados e fontes de informações / Texto para Discussão (TD) 972: Os determinantes dos investimentos em capital fixo no sistema hospitalar brasileiro: um guia metodológico integrado com bases de dados e fontes de informações.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2003. 43 p. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: "Oferece aos gestores, avaliadores e demais interessados no setor saúde brasileiro um inventário das variáveis determinantes dos investimentos em capital fixo no sistema hospitalar. Descreve as principais fontes de dados e de informação da pesquisa. Descreve a legislação referente ao capital fixo hospitalar."
Descritores: Bases de Dados como Assunto
Demografia
Hospitais
Indicadores Básicos de Saúde
Investimentos em Saúde
Legislação
Perfil de Saúde
Regulamentação Governamental
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI972



página 1 de 30 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde