Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.349 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1795 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 180 ir para página                         

  1 / 1795 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1287522
Autor: Amaral, Vanessa de Souza; Oliveira, Deíse Moura de; Azevedo, Clayver Viktor Moreira de; Mafra, Rennan Lanna Martins.
Título: Os nós críticos do processo de trabalho na Atenção Primária à Saúde: uma pesquisa-ação / The critical nodes of the work process in Primary Health Care: an action research
Fonte: Physis (Rio J.);31(1):e310106, 2021.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Pesquisa qualitativa com abordagem da pesquisa-ação cujo objetivo foi identificar os nós críticos inscritos no processo de trabalho da Atenção Primária à Saúde (APS). Participaram 44 profissionais/gestores da APS de um município do interior de Minas Gerais. A coleta de dados ocorreu de junho a dezembro de 2019, por meio da técnica de observação participante e, posteriormente, de oficinas. Os dados foram analisados a partir da técnica de Análise de Conteúdo de Bardin e sob a perspectiva dos referenciais teóricos de Rudimar Baldissera e Paulo Freire. Na análise, emergiram cinco categorias, que expressaram os nós críticos identificados na observação participante e validados pelos profissionais nas oficinas: ambiência, comunicação, educação permanente, planejamento e identidade profissional. Esta pesquisa sinaliza a importância do diálogo e da reflexão crítica das práticas de saúde como instrumentos de transformação do processo de trabalho em saúde.

Abstract Qualitative research with an action research approach whose objective was to identify the critical nodes enrolled in the Primary Health Care (PHC) work process. Forty-four PHC professionals / managers from a municipality in the interior of Minas Gerais participated. Data collection took place from June to December 2019, using the participant observation technique and later through workshops with the participants. The data were analyzed using Bardin's Content Analysis technique and from the perspective of the theoretical frameworks of Rudimar Baldissera and Paulo Freire. The analysis allowed the emergence of five categories, which expressed the critical nodes identified in the participant observation and validated by the professionals in the workshops: ambience, communication, continuing education, planning and professional identity. This research signals the importance of dialogue as an instrument of transformation within the health work process.
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Administração de Recursos Humanos
Atenção Primária à Saúde
Condições de Trabalho
Pessoal de Saúde
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Disseminação de Informação
Educação Continuada
Planejamento em Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  2 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1283330
Autor: Rio de Janeiro (Estado). Secretaria de Estado de Saúde; .Subsecretaria de Educação e Inovação em Saúde; .Superintendência de Educação Permanente.
Título: Bases para diálogos e reflexões em Educação Permanente em Saúde / Basis for dialogues and reflections in Continuing Health Education.
Fonte: Rio de Janeiro; SES-RJ; 10/03/2020. 60 p.
Idioma: pt.
Resumo: Organizada em cinco capítulos, esta publicação apresenta um breve histórico das legislações que embasam a Política Nacional de Educação Permanente em Saúde. Ela traz os conceitos e diretrizes da Educação Permanente em Saúde (EPS), apontando para a sua importância no SUS e o seu papel transversal. Apresenta ainda as instâncias de estruturação e fortalecimento da EPS. Traz, por fim, de forma sistematizada, ferramentas para a implementação da politica, além de abordar a importância do planejamento em educação.
Descritores: Educação em Saúde
Educação Continuada
-Sistema Único de Saúde
Planejamento em Saúde
Responsável: BR454.4


  3 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1283294
Autor: Rio de Janeiro (Estado). Secretaria de Estado de Saúde.
Título: Plano Estadual de Saúde Rio de Janeiro 2020-2023 / Rio de Janeiro State Health Plan 2020-2023.
Fonte: Rio de Janeiro; SES-RJ; 11/02/2020. 204 p.
Idioma: pt.
Resumo: A Secretaria de Estado da Saúde do Rio de Janeiro ­ SES-RJ apresenta o Plano que irá conduzir as ações da saúde pública estadual entre os anos de 2020 e 2023. Este Plano marca a mudança na gestão com a reorientação da política pública de saúde na direção da estruturação e fortalecimento da Rede de Atenção à Saúde (RAS), e a retomada dos investimentos nos sistemas de saúde municipais. A construção do novo Plano foi realizada com a intensa participação da comunidade de trabalhadores de saúde e gestores estaduais, do Conselho Estadual de Saúde e levou em conta a situação sanitária das regiões do estado, em parceria com o COSEMS-RJ. Cabe à SES-RJ conduzir a recuperação do SUS por meio de sua forte operação na prestação de serviços estratégicos à população e no fortalecimento da regionalização. É nosso papel expandir e consolidar o trabalho realizado, oferecendo um sistema público de saúde de qualidade, integrando municípios, prestadores de serviços, universidades, controle social e outros atores intersetoriais, propiciando uma vida de potencialidades e desenvolvimento das comunidades. O plano está organizado em diretrizes, objetivos, metas e indicadores, estruturados para orientar a atuação de gestores e técnicos, dando visibilidade para o cidadão fluminense das condições de saúde mais prevalentes no estado do Rio de Janeiro. Temos a expectativa, no ciclo de 2020 a 2023, de avançar na organização da RAS, cumprindo o papel da SES na coordenação e fomento do SUS, provendo à sociedade os melhores avanços tecnológicos baseados em evidências, aliados a práticas humanizadas e respeitosas, ampliando a expectativa de vida saudável dos cidadãos fluminenses.
Descritores: Planejamento em Saúde/organização & administração
Diretrizes para o Planejamento em Saúde
-Planos Governamentais de Saúde
Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Planejamento Estratégico
Gestão em Saúde
Responsável: BR454.4


  4 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1177858
Autor: Vélez Álvarez, Consuelo; Betancurth Loaiza, Diana Paola; Holguín Zuluaga, Juan Alejandro.
Título: Salud Pública y Bioética, Reflexiones sobre Sars-Cov-2 (Covid-19) en Colombia / Saúde Pública e Bioética, Reflexões sobre Sars-Cov-2 (Covid-19) na Colômbia / Public Health and Bioethics, Reflections on Sars-Cov-2 (Covid-19) in Colombia
Fonte: rev. cuid. (Bucaramanga. 2010);12(1):e1369, ene-2021.
Idioma: en.
Resumo: The quick spread of the COVID-19 disease has generated the establishment of coordination mechanisms, control and lengthy actions by actors and/or agents, which has triggered border barriers between communities and people to curb the contagion. This situation has also produced fear of infection and a survival instinct that has inevitably altered the perception of the other, which is viewed with mistrust when configuring itself as a potentially infectious person; in extreme cases there is even discrimination or exclusion. However, this should not affect collaboration to fight at all levels: governments, public and private sectors, civil society, international and regional organizations, while overcoming selfishness and segregation. So much so that the ethical ideal must transcend political borders, geographical limits and cultural differences, so that the focus is on the common needs of people and the joint responsibility to dialogue about concrete solutions to overcome the difficult situation. In other words, there is a need for constructive cross-disciplinary meetings between governmental and scientific actors that help overcome the crisis.
Descritores: Temas Bioéticos
COVID-19/prevenção & controle
Planejamento em Saúde
-Colômbia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: CO646.1 - Biblioteca


  5 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Tanaka, Clarice
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1281083
Autor: Do Carmo, Carolina Mendes; Fernandes, Amanda Coelho; Mol, Caroline Gomes; Stipanich, Cassio; Da Silva, Deise Ferreira; De Carvalho, Priscila; Pereira, Rita Pavione Rodrigues; Tanaka, Clarice.
Título: Desenvolvimento do mapa estratégico como diretriz de gestão em serviço de fisioterapia hospitalar / Development of a strategic map as a management guideline in hospital-based physiotherapy
Fonte: Fisioter. Bras;20(1):114-118, 20 de fevereiro de 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um relato de caso abordando a experiência de um projeto de gestão desenvolvido na Divisão de Fisioterapia do Instituto Central do Hospital das Clí­nicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. A gestão de serviços de saúde é complexa e desafiadora, devido a fatores como as constantes transformações tecnológicas e terapêuticas, aumento da população idosa e de doenças crônicas, escassez de recursos e carência de gestão eficiente nas organizações. A definição de objetivos, estratégias e instrumentos de monitoramento para direcionar a organização e promover qualidade são determinantes nas ações gerenciais e no desempenho estratégico da empresa. Neste contexto, o projeto objetivou construir um mapa estratégico considerando o Balanced ScoreCard como diretriz gerencial e instrumento de análise do desempenho da Divisão de Fisioterapia. Reuniões estruturadas com membros da liderança de fisioterapia foram realizadas para definir a visão do futuro e objetivos estratégicos a médio e longo prazo, idealizados pela Divisão de Fisioterapia, tendo como base as perspectivas do Balanced ScoreCard, aprendizado e crescimento, processos internos, clientes, sustentabilidade financeira e social. O mapa estratégico foi construí­do em uma representação gráfica permitindo fácil compreensão da visão do futuro e objetivos estratégicos que irão direcionar o comportamento e o desempenho da Divisão de Fisioterapia, nos próximos anos. Além de direcionar as ações de melhorias da Divisão, o mapa estratégico elaborado também apresenta caracterí­sticas marcantes de alinhamento com o mapa estratégico institucional. (AU)

This is a case report addressing a management project developed in the Physiotherapy Division of the Central Institute of Hospital das Clínicas, Faculty of Medicine, University of São Paulo. Managing health services is complex and challenging due to factors such as constant technological and therapeutic changes, increase in the elderly population and chronic diseases, scarcity of resources, and lack of efficient organizational management. The definition of objectives, strategies, and monitoring tools to direct the organization and promote quality help to determine managerial actions and the strategic performance of the service. In this context, this project aimed to build a strategic map using the Balanced Scorecard as a managerial guideline and instrument of performance analysis for the Physiotherapy Division. Structured meetings with members of the physiotherapy leadership team were held to define the vision for the future and strategic medium - and long-term objectives. The strategic map was built as a graphical representation, allowing for easy understanding of the vision for the future and strategic objectives that will guide the behavior and performance of the Physiotherapy Division in the coming years. In addition to directing the improvement actions of the division, the strategic map also presents striking instances of alignment with the institutional strategic map.(AU)
Descritores: Serviço Hospitalar de Fisioterapia
Gestão da Qualidade
-Planejamento Estratégico
Atenção à Saúde
Planejamento em Saúde
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1561.1 - Biblioteca Virtual AMMG


  6 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1253098
Autor: Barbosa, Rafaela da Silva Coelho; Fernandes, Sthefany Gracy Costa; Furtado, Carlos Alberto; Couto, Larissa Gonçalves do; Duarte, Camilla de Paula; Alves, Danielle de Paula Aprigio.
Título: Diagnóstico situacional: ferramenta para o planejamento de ações em fisioterapia na atenção básica à saúde / Situational diagnosis: a tool for planning physical therapy actions in basic health care / Diagnóstico situacional: herramienta para planificar acciones de fisioterapia en atención básica de salud
Fonte: Rev. baiana saúde pública;43(3):719-729, 20190303.
Idioma: pt.
Resumo: A atenção básica, surgida com o objetivo de reorientar os serviços de saúde, possui um desfecho histórico que demarca suas características e estratégias atuais. Este artigo tem como objetivo relatar a experiência da construção de um diagnóstico situacional de saúde na cidade de Teresópolis, Rio de Janeiro, em uma comunidade sob cobertura de uma Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF). Trata-se de um relato de experiência que emerge da vivência de docente e discentes da disciplina fisioterapia na atenção básica, no 3º período de graduação do curso de fisioterapia, do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), em Teresópolis (RJ). A proposta metodológica baseia-se na construção de um diagnóstico situacional de saúde (DSS). Essa vivência ocorreu em uma UBSF nos meses de abril e maio de 2019. Para a realização e suporte teórico, também foi conduzida uma revisão da literatura de assuntos relacionados. Observou-se potencialidades e vulnerabilidades na área de abrangência, condições que apontam a necessidade de reconhecimento do DSS como um instrumento que assimila e analisa os problemas que afetam a comunidade, de forma a contemplar as necessidades da população no planejamento das ações de saúde. O mapeamento permite identificar essas necessidades, corroborando para o planejamento eficaz das ações em saúde, passo fundamental na atenção básica. Essa experiência favorece o fortalecimento do Sistema Único de Saúde, tornando sugestivo o planejamento de abordagens nas demais unidades existentes visando a melhoria da qualidade de oferta do serviço de saúde na atenção primária.

Primary Care has a historical outcome that demarcates its current characteristics and strategies to reorient health services. The objective of this study is report the experience of building a situational health diagnosis in the city of Teresópolis, state of Rio de Janeiro, Brazil, a community covered by a Family Health Basic Unit (UBSF). This is an experience report that emerges from the experience of teachers and students of the Physical Therapy discipline in Primary Care, in the 3rd period of graduation of the Physical Therapy undergraduate course, from Serra dos Órgãos University Center ­ Unifeso, Teresópolis-RJ. Our methodological proposal is based on the construction of a situational health diagnosis (SDH). This experience occurred in a UBSF in April and May 2019. For the performance and theoretical support, a literature review of related subjects was conducted. There were great potentialities and vulnerabilities in the coverage area. Conditions that point to the need for recognition of the SDH tool as an instrument that assimilates and analyzes the problems that affect the community to address the needs of the population in the planning of health actions. The mapping allows identifying the population's needs, corroborating the effective planning of health actions, a fundamental step in primary care. This experience favors the strengthening of the SUS, making it suggestive to plan approaches in other existing units aiming at improving the quality of health service delivery in primary care.

La atención primaria que tiene el objetivo de reorientar los servicios sanitarios logra un resultado histórico que delimita sus características y estrategias actuales. Este estudio tiene como objetivo informar la experiencia de construir un diagnóstico de salud situacional en la ciudad Teresópolis, Río de Janeiro, en una comunidad atendida por una Unidad Básica de Salud Familiar (UBSF). Este es un relato de experiencia que surge de la experiencia de maestros y estudiantes del tercer período de la disciplina Fisioterapia en Atención Primaria, del curso de Fisioterapia del Centro Universitario Serra dos Órgãos (Unifeso), en Teresópolis, RJ. La propuesta metodológica se basa en la construcción de un diagnóstico de salud situacional (DSS). Esta experiencia tuvo lugar en la UBSF en el período de abril y mayo de 2019. Para la realización y el apoyo teórico se realizó una revisión de la literatura acerca del tema. Se encontró potencialidades y vulnerabilidades en el programa de cobertura, condiciones que apuntan a la necesidad de aplicar la herramienta DSS como un instrumento que asimila y analiza los problemas que afectan a la comunidad, con la intención de planificar acciones que abordan las necesidades de la población. El mapeo permite identificar las necesidades de la población, corroborando la planificación efectiva de las acciones sanitarias, un paso fundamental en la atención primaria. Esta experiencia favorece el fortalecimiento del Sistema Único de Salud, por lo que es sugerente planificar enfoques en otras unidades existentes con el objetivo de mejorar la calidad de la prestación de servicios de salud.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Modalidades de Fisioterapia
Estudos de Avaliação como Assunto
Planejamento em Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  7 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1253161
Autor: Santos, Andrea Lais Santos e; Souza, Mariluce Karla Bomfim de.
Título: Planejamento na estratégia saúde da família: contribuições da residência multiprofissional para as práticas nos serviços / Planning in family health strategy: contributions of multi-professional residency to pratices in services / Planificación en la estrategia de salud familiar: aportaciones de la residencia multiprofesional a las prácticas en los servicios
Fonte: Rev. baiana saúde pública;44(1):126-142, 20200813.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo tem por objetivo discutir as estratégias, limites e avanços para o planejamento e programação em saúde em uma Unidade de Saúde da Família (USF), considerando-se as contribuições do projeto de cooperação da residência multiprofissional com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, Bahia. Trata-se de um estudo descritivo e qualitativo, para o qual foi aplicado um roteiro de entrevista semiestruturado, que identificou estratégias, limites e avanços antes e depois de um projeto de intervenção em uma USF. Os resultados foram discutidos à luz de referencial e estudos sobre planejamento em saúde e Atenção Primária à Saúde. As estratégias para o alcance do planejamento antes e depois do projeto piloto foram muito próximas. No entanto, foram identificadas mudanças, como planejar junto à equipe do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e o uso de instrumentos do planejamento. Após aplicação do projeto, alguns limites permaneceram, dentre eles, os recursos materiais, humanos e financeiros. Os avanços apontados pelos participantes incluem a realização de planejamento com envolvimento dos profissionais, engajamento e entrosamento entre a equipe e o NASF. A inserção da residência foi um fator que contribuiu para o avanço do planejamento em saúde da USF estudada, no sentido da compreensão do planejamento, para a melhoria do comprometimento das equipes, na organização dos serviços prestados e na mobilização.

This article aims at discussing the strategies, limits and advances for health planning and programming in a Family Health Unit (FHU), considering the contributions of the cooperation project of the Multiprofessional Residence with the Municipal Health Department of Salvador. This is a descriptive and qualitative study, for which a semi-structured interview script was applied, identifying strategies, limits and advances before and after an intervention project in a FHU. The results were discussed based on referential and studies on Health Planning and Primary Health Care. The strategies for reaching planning before and after the pilot project were very close; however, new strategies were identified, such as planning with the Nucleus for Family Health Support (NFHS) team and the use of planning tools. After applying the project, some limits remained, such as material, human and financial resources. The advances pointed out by the participants were the execution of planning with the involvement of professionals, engagement and understanding between the team and NFHS. The insertion of the Residence was a factor that contributed to the advance of the FHU health planning towards the understanding of the planning, the improvement of the teams' commitment, the organization of the services provided and the mobilization.

Este artículo tiene como objetivo discutir estrategias, límites y avances para la planificación y programación en salud en una Unidad de Salud Familiar (USF), considerando las contribuciones del proyecto de cooperación de la Residencia Multiprofesional con la Secretaría Municipal de Salud de Salvador, Bahia (Brasil). Este es un estudio descriptivo y cualitativo, en el que se aplicó un guion de entrevista semiestructurada para identificar estrategias, límites y avances antes y después del proyecto de intervención en una USF. Los resultados se debatieron a la luz de los estudios sobre planificación sanitaria y atención primaria de salud. Las estrategias para llegar a la planificación antes y después del proyecto piloto eran muy cercanas, sin embargo, se identificaron nuevas estrategias, entre ellas, la planificación con el equipo del Núcleo de Apoyo a la Salud Familiar (NASF) y el uso de herramientas de planificación. Tras la aplicación del proyecto, quedaban algunos límites, entre ellos los recursos materiales, humanos y financieros. Los avances señalados por los participantes fueron la realización de la planificación con la implicación de profesionales, el compromiso y el trabajo en red entre el equipo y la NASF. La inserción de la residencia fue un factor que contribuyó al avance de la planificación sanitaria de la USF hacia la comprensión de la planificación, mejora del compromiso de los equipos, organización de los servicios prestados y movilización.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Família
Estratégia Saúde da Família
Planejamento em Saúde
Responsável: BR15.1 - Biblioteca de Ciências Biomédicas


  8 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1255313
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Planeamiento y Presupuesto. Unidad Funcional de Estudios Económicos en Salud.
Título: Cuentas nacionales de salud, Perú 1995 - 2012 / National health accounts, Peru 1995 - 2012.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Planeamiento y Presupuesto. Unidad Funcional de Estudios Económicos en Salud; 2015. 156 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación provee información del mercado de servicios de salud público-privado y de sus interrelaciones, con lo que constituyen tanto una fuente de información como un instrumento de seguimiento, comunicación, diálogo y concertación para una efectiva rectoría sanitaria y una gestión transparente del sector, exigencia que resulta mayor en el proceso de Reforma Sanitaria emprendido, que discurre en un contexto de crecimiento económico sostenido y por ende de mayores recursos públicos así como del desarrollo del mercado privado de servicios de salud. Asimismo, abarca el estudio en el periodo 1995-2012, con lo que comprende los estudios referidos a los periodos 1995-2000 y 1995-2005 revisando y actualizando sus fuentes de información y compatibilizando la información al año base 2007
Descritores: Orçamentos
Gastos em Saúde
Reforma dos Serviços de Saúde
Controle de Custos
Financiamento da Assistência à Saúde
Planejamento em Saúde
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  9 / 1795 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: lil-619028
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria-Executiva. Subsecretaria de Planejamento e Orçamento.
Título: Plano Nacional de Saúde (PNS): 2012-2015 / National health Plan (PNS): 2012-2015.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; jan. 2012. 59 p. ilus, graf, tab, mapas. (Série B. Textos Básicos de Saúde).
Idioma: pt.
Resumo: Com foco na promoção do acesso com qualidade às ações e serviços de saúde e no fortalecimento do Sistema Único de Saúde (SUS), este Plano Nacional de Saúde (PNS) orientará a gestão federal no setor de 2.012 a 2.015. Ao longo dos últimos cinco anos, o SUS acumulou experiência de planejamento, com base no fortalecimento e aperfeiçoamento de sua lógica federativa e no reforço do controle e participação social. Este plano está estruturado em 14 diretrizes, que compreendem as ações estratégicas e os compromissos para o setor, tendo sido discutido e aprovado no Conselho Nacional de Saúde (CNS), incorporando 2 diretrizes transversais que fazem interface com o Plano Nacional de Saúde. Sua elaboração teve início em fevereiro de 2011, quando foram aprovados, pelo Colegiado de Gestão do Ministério da Saúde, o cronograma e as etapas de sua montagem, desde a análise da situação de saúde brasileira até a formulação das propostas de ação para atingir os compromissos assumidos pelo Governo Federal. No processo de construção deste PNS, ocorreu a compatibilização com o Plano Plurianual (PPA) ­ instrumento de governo que estabelece, a partir de programas e iniciativas, os recursos financeiros setoriais para o período de quatro anos, na perspectiva de integração entre planejamento e orçamento federal. A construção da proposta do PNS, aprovada pelo Conselho Nacional de Saúde, contribuiu para o planejamento do Ministério da Saúde e contemplou ampla discussão técnica e política sobre suas prioridades e desafios. Além do respeito à participação social, foi assegurado o diálogo com estados e municípios por meio da apresentação à Comissão Intergestores Tripartite (CIT). Resultado do acúmulo de debates, este plano é estruturado em duas partes. A primeira destaca o resumo das condições de saúde da população brasileira, o acesso às ações e serviços e questões estratégicas para a gestão do SUS. A segunda aponta as diretrizes e metas a serem alcançadas que contribuirão para o atingimento do objetivo de aprimoramento do SUS, visando o acesso universal, de qualidade, em tempo oportuno, contribuindo para a melhoria das condições de saúde, para a redução das iniquidades e para a promoção da qualidade de vida dos brasileiros.
Descritores: Sistema Único de Saúde/organização & administração
Gestão em Saúde
Planejamento em Saúde/organização & administração
Promoção da Saúde
Acesso aos Serviços de Saúde/organização & administração
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR1.1 - BIREME
BR599.1; 614(81), B823p, MT, 12385. 10001029227; BR599.1; 614(81), B823p, e.2, AG. 10001029228; BR599.1; 614(81), B823p, e.3, AG. 10001029229


  10 / 1795 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1224635
Autor: São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Escola Municipal de Saúde.
Título: Documento de orientações para a elaboração do plano municipal de educação permanente em saúde / Guidance document for the preparation of the municipal plan for permanent health education.
Fonte: São Paulo; SMS; maio 2021.
Idioma: pt.
Descritores: Educação Continuada
Planejamento em Saúde
Responsável: BR59.2 - Núcleo de Documentação



página 1 de 180 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde