Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.540.452 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 59 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 59 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-981571
Autor: Council of Ministers of Health of the System for Central American Integration.
Título: Health Plan for Central America and the Dominican Republic 2010 - 2015.
Fonte: s.l; s.n; s.f. 128 p. ilus, tab.
Idioma: en.
Conferência: Apresentado em: XXXI Meeting of COMISCA, San José, 3-4 Dec. 2009.
Resumo: This Health Plan complements the Health Agenda, agreed in the XXIII Forum of the Health Sector of Central America and Dominican Republic Sector (RESSCAD) and approved by the XXIX Meeting of the Council of Ministers of Health of Central America (COMISCA) of the System for Central American Integration (SICA), held in Tegucigalpa in January 31st, 2009. The Subregional Technical Commission for Elaboration of the Agenda and Health Plan (COTESAS) led the process of formulation and dissemination of the Health Agenda for Central America and the Dominican Republic (Subregion). Subsequently, the Technical Commission developed the Health Plan itself, in an intense and extensive process of consultations with the countries and subregional entities. Countless ordinary meetings and virtual sessions of the Commission led to the definition of a conceptual framework for the Health Plan, as well as the identification and definition of expected results, lines of action, indicators, management modalities and monitoring. The Health Plan was designed with inputs from organizations that are part of the family of specialized agencies participating in the SICA. These specialized agencies include the Nutrition Institute for Central America and Panama (INCAP), the Forum for Health, Potable Water and Sanitation of the Dominican Republic (FOCARD-APS), the Council of Institutions of Social Security in Central America and the Dominican Republic (CISSCAD), and the Center for Coordination of Prevention and Natural Disasters in Central America (CEPREDENAC). The Health Plan was designed to benefit from potential inter institutional synergies, and was guided by agreement documents issued by the different entities that are involved in integration efforts in Central America. Some of these agreement documents include the Strategic Social Agenda of the System for Central American Integration (SISCA), the Meso-american Public Health Plan, the Plan for Care of Indigenous Communities, the Subregional Program for Food Security in Central America (PRESANCA), and the Subregional Strategy for Health and the Agro-environment for Central America (ERAS). (AU)
Descritores: Sistemas de Saúde/tendências
República Dominicana
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
-América Central
Desenvolvimento de Pessoal
Atenção à Saúde
Planejamento em Saúde/tendências
Conselhos de Planejamento em Saúde
Organizações de Planejamento em Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1009188
Autor: Lima, Jordão Horácio da Silva.
Título: Os desafios da implementação da Estratégia Global sobre Saúde Pública, Inovação e Propriedade Intelectual no Brasil / The challenges of implementing the Global Strategy on Public Health, Innovation and Intellectual Property in Brazil.
Fonte: São Paulo; s.n; 2019. 539 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Saúde Ambiental para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A aprovação da Estratégia Global e do Plano de Ação sobre Saúde Pública, Inovação e Propriedade Intelectual (GSPOA), no âmbito da Organização Mundial da Saúde (OMS), está baseada na percepção da necessidade de melhoria nas condições de acesso dos países em desenvolvimento a medicamentos e outros produtos que atendam às suas necessidades específicas de saúde pública. Para tanto, a GSPOA está dividida em 8 elementos principais, 25 subitens, distribuídos por 108 pontos de ação, que visam aumentar a eficácia na promoção da inovação dentro dos países, através do desenvolvimento institucional, investimento e coordenação de áreas relevantes para a inovação em saúde. Nesse contexto, o escopo da presente investigação doutoral consiste em perscrutar os desafios para a plena implementação da referida política internacional no Brasil. Trata-se de estudo de caso - enquanto método de investigação qualitativa - que tem sua aplicação quando o pesquisador busca uma compreensão extensiva e com mais objetividade e validade conceitual, do que propriamente estatística. Perquiriu-se, destarte, políticas públicas nacionais, observando racionalmente se promoveram alguma alteração efetiva no âmbito interno, relacionadas com a pesquisa e desenvolvimento e ao acesso a medicamentos seguros, eficazes, de qualidade, e, principalmente, a preços acessíveis. Partindo de uma perspectiva crítica, e marcos teóricos consagrados, buscou-se situar a GSPOA num contexto de saúde transnacional em uma era de globalização, e os desafios para implementar mais completamente um direito à saúde, que transcenda medicamentos e exigências individuais, e que promova a reconsideração da relação sistêmica entre pesquisa farmacêutica, interesse comercial e assistência à saúde pública. Observamos que, para o período de 2008-2015, houve um processo de recrudescimento das políticas de inovação na seara da saúde, bem como êxito na promoção de iniciativas relativas à identificação de lacunas, e na formulação de estratégias que priorizam explicitamente a pesquisa e desenvolvimento em doenças negligenciadas de maior incidência no país. No entanto, verificou-se que tais ferramentas ainda são insuficientes para a efetiva superação do hiato tecnológico, e do déficit público referente às importações de insumos para o setor saúde. Um dos principais desafios relacionados com a inovação em saúde seria justamente colocar o sistema universal de saúde em posição de centralidade no âmbito das políticas do Estado. Em suma, tem-se que tais desafios têm origem orçamentário-financeira, normativa e institucional. Orçamentário-financeira porque o subfinanciamento do SUS é histórico, impactando nas demandas de pesquisa e desenvolvimento na seara sanitária. Quanto ao aspecto normativo, contata-se que opções equivocadas, especialmente quando da promulgação da Lei de Propriedade Industrial (nº 9.279/1996), comprometem a instrumentalização de políticas progressistas para que a propriedade intelectual responda melhor às reais necessidades de saúde pública. Em relação ao marco institucional, constatou-se que o diálogo entre os órgãos da Administração Pública, envolvidos na seara do acesso a medicamentos, em suas mais diversas interfaces, tem sua ação prejudicada diante da sobreposição dos interesses econômicos frente à segurança sanitária. A superação de tais entraves, para a plena implementação da GSPOA no Brasil, é deveras imprescindível, numa ação positiva no contexto do direito social à saúde e ao acesso universal a medicamentos

The approval of the Global Strategy and Plan of Action on Public Health, Innovation and Intellectual Property (GSPOA) within the framework of the World Health Organization (WHO) is based on the perception of the need to improve the access conditions of developing countries to medicines and other products that meet your specific public health needs. To this end, GSPOA is divided into 8 main elements, 25 sub-items, distributed by 108 action points, aimed at increasing efficiency in promoting innovation within countries, through institutional development, investment and coordination of areas relevant to innovation in health. In this context, the scope of this doctoral research consists of examining the challenges for the full implementation of this international policy in Brazil. It is a case study - as a method of qualitative research - that has its application when the researcher seeks an extensive understanding and with more objectivity and conceptual validity, than properly statistical. National public policies have been sought, rationally observing whether they have promoted any effective changes at the internal level related to research and development and access to safe, effective, quality and, above all, affordable medicines. From a critical perspective, and with established theoretical frameworks, the aim was to situate the GSPOA in a transnational health context in an era of globalization, and the challenges to more fully implement a right to health, which transcends medicines and individual demands, and promotes the reconsideration of the systemic relationship between pharmaceutical research, commercial interest and public health assistance. We note that, for the period 2008-2015, there was a process of strengthening innovation policies in health, as well as successful initiatives to identify gaps, and the formulation of strategies that explicitly prioritize research and development in neglected diseases of greater incidence in the country. However, it was verified that such tools are still insufficient for the effective overcoming of the technological gap, and of the public deficit regarding imports of inputs for the health sector. One of the main challenges related to health innovation would be precisely to place the universal health system in a position of centrality within the scope of State policies. In summary, these challenges have a budgetary-financial, normative and institutional origin. Budgetary-financial because SUS underfunding is historical, impacting the demands of research and development in the sanitary seara. Regarding the normative aspect, it is suggested that misguided options, especially when promulgating the Industrial Property Law (No. 9.279 / 1996), compromise the use of progressive policies so that intellectual property responds better to the real needs of public health. In relation to the institutional framework, it was found that the dialogue between the Public Administration organs, involved in the area of access to medicines, in its most diverse interfaces, is affected by the overlapping of economic interests in relation to health security. The overcoming of such obstacles, for the full implementation of the GSPOA in Brazil, is indeed essential, in a positive action in the context of the social right to health and universal access to medicines
Descritores: Saúde Pública
Planos Regionais
Propriedade Intelectual
Inovação
Acesso a Medicamentos Essenciais e Tecnologias em Saúde
-Política Pública
Brasil
Relatos de Casos
Pesquisa Qualitativa
Países em Desenvolvimento
Organizações de Planejamento em Saúde
Acesso aos Serviços de Saúde
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; DR1504; BR67.1; DR1504 revisada


  3 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-997611
Autor: Cosme Casulo, Jorge.
Título: La estrategia integral de salud: un enfoque necesario / Health comprehensive strategy: a necessary approach
Fonte: Medisan;21(8), ago. 2017.
Idioma: es.
Resumo: En la cobertura universal de salud se destaca la importancia del financiamiento en los sistemas de salud y de los recursos de la población para acceder a los servicios sanitarios, donde también influyen otros aspectos, como la falta de voluntad política, de conocimiento, organización y preparación de las autoridades y los directivos de los diferentes sectores y niveles, para lograr una atención que se corresponda con los determinantes sociales de la salud. A pesar de que se definen los problemas exógenos que afectan a la salud de la población y que influyen en los sistemas de salud, como el medio ambiente, los desastres naturales, entre otros; no se precisa cómo estos sistemas deben interactuar de forma más activa con los fenómenos que los originan y los factores que intervienen, por lo que en este artículo se realizan algunas propuestas a tales efectos.

In the health universal covering, the importance of financing the health systems and the population's resources stands out to make the health services disposable, where there is also the influence of other aspects such as the lack of political will, knowledge, organization and training of authorities and heads of the different sectors and levels, to achieve a care in correspondence with the health social determinants. Although exogenous problems which affect the population's health and that influence in the health systems, as environment, natural disasters, among others are defined, is not stated how these systems should interact in a more active way with the phenomena that originate them and the factors that intervene, so that some proposals to such effects are described in this work
Descritores: Estratégias Nacionais
Políticas Públicas de Saúde
Financiamento da Assistência à Saúde
Organizações de Planejamento em Saúde
-Estratégias
Economia e Organizações de Saúde
Organizações em Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: CU418.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Santiago de Cuba


  4 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-971836
Autor: Fundação Oswaldo Cruz.
Título: Fiocruz: uma instituição a serviço da vida.
Fonte: Rio de Janeiro; FIOCRUZ; s.d. 95 p. ilus.
Idioma: en; pt.
Descritores: Institutos Governamentais de Pesquisa
História
Gestão de Ciência, Tecnologia e Inovação em Saúde
Educação Continuada
Assistência Farmacêutica
-Organizações de Planejamento em Saúde
Atenção à Saúde
Monitoramento Epidemiológico
Vigilância Sanitária
Políticas Públicas de Saúde
Brasil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Livros de Texto
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)
MTBR599.1; 640.522.2(81)(09)=134.3=111, F981f, MTBR599.1. 10001031851


  5 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-932927
Autor: Reichmann, Maria de Lourdes Aguiar Bonadia; Sandoval, Maria Regina Cardoso; Formaggia, Denise Maria Elizabeth; Presotto, Douglas; Nunes, Vania de Fátima Plaza; Santos, Liamara Sirna dos; Glasser, Carmem Moreno; Costa, Marco Antonio da Costa.
Título: Orientação para projetos de Centros de Controle de Zoonozes.
Fonte: São Paulo; São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde. Instituto Pasteur; 2000. 45 p. ilus. (Manual Técnico do Instituto Pasteur, 2).
Idioma: pt.
Descritores: Organizações de Planejamento em Saúde/normas
Centros de Informação
Orientação
Zoonoses/epidemiologia
-Especificações para Construção
Raiva
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; R352o


  6 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-867255
Autor: Maia Junior, Adelson Francisco.
Título: Secretários Municipais de Saúde: o SUS visto pela ponta da corda / Municipal Secretaries of health - SUS seen by the end of the rope.
Fonte: Bauru; s.n; 2014. 112 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de odontologia de Bauru para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Após vinte e quatro anos, o Sistema Único de Saúde brasileiro consagra-se por uma consolidação na assistência, acesso e na qualidade de serviços para a sociedade, principalmente nas esferas estaduais e municipais. Os modelos organizativos ajudaram a construir uma base, que já se encontra desgastado e carente de uma reestruturação, principalmente no âmbito da organização do Sistema, através de uma revisão das atribuições de cada ente participativo e do repasse de recursos, equilibrados pela necessidade municipal, invertendo o processo verticalização do Sistema. Outro ponto abordado foi a necessidade de incorporar um perfil profissional dos gestores municipais de saúde, peça fundamental do SUS, que assume um cargo político com responsabilidade técnica e administrativa e que hoje segura a ponta da corda em um eterno cabo de guerra contra o Estado e a União. Foi realizada como metodologia uma análise descritiva qualitativa e quantitativa da literatura e do cenário das políticas públicas em saúde, abordando os antecedentes históricos do SUS, o modelo atual das Políticas públicas de Saúde e do Sistema, no âmbito federal, estadual e municipal respectivamente, o perfil dos municípios brasileiros, assim como dos gestores municipais que organizam e controlam o Sistema na ponta mais difícil, a que se defronta com a real necessidade e com o próprio usuário do Sistema, e por fim proposto um novo modelo reestruturante do SUS, com caráter mais municipalista, atingindo uma questão primordial: O equilíbrio organizativo, financeiro e gestor do Sistema Único de saúde.

After twenty and four years the Brazilian health consecrated by a consolidation assistance, access and quality of service to society, especially in state and municipal level. Organizational models helped to build a base, which is already worn out and in need of restructuring, particularly in the organization of the system, through a review of the responsibilities of each participating entity and the transfer of resources, balanced by the need municipal , reversing the process of up righting system . Another point raised was the need to incorporate a professional profile of local health managers , keystone SUS , assuming political office with administrative and technical responsibility and today holds the end of the rope in an eternal tug of war against the state and Union was conducted as a descriptive analysis methodology qualitative and quantitative literature and landscape of public health policies , addressing the historical background of the SUS , the current model of public Policy and Health System , at the federal , state and municipal respectively the profile of municipalities , as well as municipal managers who organize and control the system in tip harder , which faces the real need and the proper user of the system, and finally proposed a new model of restorative SUS with a more municipalist reaching a primary issue : balancing organizational, financial and Manager of the Unified health.
Descritores: Sistema Único de Saúde/organização & administração
Sistema Único de Saúde/tendências
Sistemas Locais de Saúde/organização & administração
-Brasil
Organizações de Planejamento em Saúde/organização & administração
Organizações de Planejamento em Saúde/tendências
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  7 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-780885
Autor: Board of Representatives for the Global Initiative for Chronic Obstructive Lung Disease in Brazil; Board of Representatives for the Global Initiative for Asthma in Brazil; Board of Representatives for the World Health Organization Global Alliance against Chronic Respiratory Diseases in Brazil; Medical Association of Minas Gerais; Minas Gerais Society of Pulmonology and Thoracic Surgery; Federal University of Minas Gerais Hospital das Clínicas; Health Committee of the Legislative Assembly of Minas Gerais.
Título: Open letter to city, state, and federal health authorities, to State Health Councils, and to the National Council of Municipal Health Secretaries in Brazil / Carta aberta às autoridades federais, estaduais e municipais do setor da saúde, aos Conselhos Estaduais de Saúde e ao Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde
Fonte: J. bras. pneumol;42(2):160-160, Mar.-Apr. 2016.
Idioma: en.
Descritores: Organizações de Planejamento em Saúde
Política de Saúde
Doenças Respiratórias/terapia
-Brasil
Doença Crônica
Congressos como Assunto
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-756761
Autor: Maia Junior, Adelson Francisco.
Título: Secretários Municipais de Saúde: o SUS visto pela ponta da corda / Municipal Secretaries of health - SUS seen by the end of the rope.
Fonte: Bauru; s.n; 2014. 112 p. ilus, tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de odontologia de Bauru para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Após vinte e quatro anos, o Sistema Único de Saúde brasileiro consagra-se por uma consolidação na assistência, acesso e na qualidade de serviços para a sociedade, principalmente nas esferas estaduais e municipais. Os modelos organizativos ajudaram a construir uma base, que já se encontra desgastado e carente de uma reestruturação, principalmente no âmbito da organização do Sistema, através de uma revisão das atribuições de cada ente participativo e do repasse de recursos, equilibrados pela necessidade municipal, invertendo o processo verticalização do Sistema. Outro ponto abordado foi a necessidade de incorporar um perfil profissional dos gestores municipais de saúde, peça fundamental do SUS, que assume um cargo político com responsabilidade técnica e administrativa e que hoje segura a ponta da corda em um eterno cabo de guerra contra o Estado e a União. Foi realizada como metodologia uma análise descritiva qualitativa e quantitativa da literatura e do cenário das políticas públicas em saúde, abordando os antecedentes históricos do SUS, o modelo atual das Políticas públicas de Saúde e do Sistema, no âmbito federal, estadual e municipal respectivamente, o perfil dos municípios brasileiros, assim como dos gestores municipais que organizam e controlam o Sistema na ponta mais difícil, a que se defronta com a real necessidade e com o próprio usuário do Sistema, e por fim proposto um novo modelo reestruturante do SUS, com caráter mais municipalista, atingindo uma questão primordial: O equilíbrio organizativo, financeiro e gestor do Sistema Único de saúde...

After twenty and four years the Brazilian health consecrated by a consolidation assistance, access and quality of service to society, especially in state and municipal level. Organizational models helped to build a base, which is already worn out and in need of restructuring, particularly in the organization of the system, through a review of the responsibilities of each participating entity and the transfer of resources, balanced by the need municipal , reversing the process of up righting system . Another point raised was the need to incorporate a professional profile of local health managers , keystone SUS , assuming political office with administrative and technical responsibility and today holds the end of the rope in an eternal tug of war against the state and Union was conducted as a descriptive analysis methodology qualitative and quantitative literature and landscape of public health policies , addressing the historical background of the SUS , the current model of public Policy and Health System , at the federal , state and municipal respectively the profile of municipalities , as well as municipal managers who organize and control the system in tip harder , which faces the real need and the proper user of the system, and finally proposed a new model of restorative SUS with a more municipalist reaching a primary issue : balancing organizational, financial and Manager of the Unified health...
Descritores: Sistema Único de Saúde/organização & administração
Sistema Único de Saúde/tendências
Sistemas Locais de Saúde/organização & administração
-Brasil
Organizações de Planejamento em Saúde/organização & administração
Organizações de Planejamento em Saúde/tendências
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR28.1 - Serviço de Biblioteca e Documentação Professor Doutor Antônio Gabriel Atta


  9 / 59 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-726794
Autor: Castañeda-Orjuela, Carlos.
Título: Observatorio Nacional de Salud: gestión del conocimiento en salud para la toma de decisiones informadas / Colombian National Health Observatory: Health knowledge management for informed decision making
Fonte: Biomédica (Bogotá);34(3):324-325, July-Sept. 2014.
Idioma: es.
Descritores: Órgãos Governamentais/organização & administração
Sistemas de Informação em Saúde/organização & administração
Organizações de Planejamento em Saúde/organização & administração
Gestão do Conhecimento
Vigilância da População
-Colômbia
Tomada de Decisões
Metas
Política de Saúde
Formulação de Políticas
Saúde Pública
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  10 / 59 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-712399
Autor: Zerda, Álvaro.
Título: Evaluación económica de tecnologías en salud: retos y perspectivas / Economic health technology assessment: Challenges and perspectives
Fonte: Biomédica (Bogotá);34(2):161-163, abr.-jun. 2014.
Idioma: es.
Descritores: Avaliação da Tecnologia Biomédica/tendências
-Academias e Institutos/legislação & jurisprudência
Academias e Institutos/organização & administração
Colômbia
Análise Custo-Benefício
Tomada de Decisões Gerenciais
Custos de Cuidados de Saúde
Política de Saúde
Organizações de Planejamento em Saúde/legislação & jurisprudência
Organizações de Planejamento em Saúde/organização & administração
Avaliação da Tecnologia Biomédica/métodos
Avaliação da Tecnologia Biomédica/organização & administração
Limites: Seres Humanos
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde