Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.540.514.481 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-961650
Autor: Villalobos Dintrans, Pablo.
Título: Envejecimiento y cuidados a largo plazo en Chile: desafíos en el contexto de la OCDE / Aging and long-term care in Chile: challenges in the OECD context / Envelhecimento e assistência a longo prazo no Chile: desafios no contexto da OCDE
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;41:e86, 2017. graf.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN Chile se encuentra en pleno proceso de transición demográfica y su población envejece rápidamente. Esta situación presenta múltiples desafíos de política pública, incluidos los del área de la salud pública. En concreto, la relación entre el envejecimiento y la pérdida de la autonomía exige diseñar con urgencia una política de cuidados a largo plazo en el país. El objetivo de este documento es describir el escenario actual de los cuidados a largo plazo en Chile usando la experiencia de los países de la Organización para la Cooperación y el Desarrollo Económico, para poner de manifiesto la necesidad de avanzar en el diseño y el financiamiento de una política coordinada en el país, que permita afrontar con antelación los desafíos del envejecimiento en las próximas décadas.

ABSTRACT Chile is fully in the process of demographic transition, with a rapidly aging population. This situation poses multiple public policy challenges, including those in the public health sector. Specifically, the association between aging and the loss of autonomy calls for the rapid design of a long-term care policy in the country. The purpose of this article is to describe Chile's current situation with respect to long-term care in aging, using the experience of the countries of the Organisation for Economic Co-operation and Development to draw attention to the need to move forward with the design and financing of a coordinated policy in the country that will permit early action to meet the challenges of aging in the coming decades.

RESUMO O Chile está em pleno processo de transição demográfica e a população do país está envelhecendo rapidamente. Esta situação apresenta vários desafios de políticas públicas, inclusive em saúde pública. Especificamente, a relação entre o envelhecimento e a perda de autonomia requer o planejamento com urgência de uma política de assistência a longo prazo no país. O objetivo deste documento é descrever o cenário atual de assistência a longo prazo diante do envelhecimento no Chile com base na experiência dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico a fim de evidenciar a necessidade de avançar no planejamento e financiamento de uma política coordenada que permita enfrentar com antecedência os desafios do envelhecimento no país nas próximas décadas.
Descritores: Fatores de Tempo
Seguro de Assistência de Longo Prazo
Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico/organização & administração
-Chile
Limites: Seres Humanos
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-992065
Autor: Marinho, Alexandre; Cardoso, Simone de Souza; Almeida, Vívian Vicente de.
Título: Avaliação de eficiência em sistemas de saúde: Brasil, América Latina, Caribe e OCDE / Texto para Discussão (TD) 1784: Avaliação de eficiência em sistemas de saúde: Brasil, América Latina, Caribe e OCDE.
Fonte: Brasília; IPEA; 2012. 92 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Compara a eficência do sistema de saúde brasileiro com os sistemas de saúde de outros países. Realiza avaliações de eficiência que procuram inferir em que medida o investimento, em termos monetários, no sistema de saúde do Brasil, comparado com os sistemas de saúde dos países da OCDE, da América Latina e Caribe seria eficiente em maximinizar indicadores relacionados ao desempenho desses sistemas.
Descritores: América Latina
Avaliação em Saúde
Brasil
Eficiência
Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico
Região do Caribe
Serviços de Saúde
Sistemas de Saúde
-América Latina
Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1784


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-992004
Autor: Marinho, Alexandre; Cardoso, Simone de Souza; Almeida, Vívian Vicente de.
Título: Brasil e OCDE: avaliação da eficiência em sistemas de saúde.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2009. 65 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Avalia a eficiência na provisão de serviços de saúde no Brasil, em comparação com os países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). As principais metodologias de avaliação utilizadas são as fronteiras de eficiência, calculadas em modelos de Análise Envoltória de Dados - Data Envelopment Analysis (DEA) e de fronteiras estocásticas (stochastic frontiers), e os resultados não são totalmente desfavoráveis ao Brasil.
Descritores: Brasil
Eficiência
Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico
Serviços de Saúde
Sistemas de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1370



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde