Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.540.514.718.800 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1043 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 105 ir para página                         

  1 / 1043 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1131744
Autor: Mendes, Maria Fernanda; Pitombeira, Milena Sales; Dias-Carneiro, Rafael Paternò Castello; Ferreira, Lis Campos; Martins, Gabriela Joca; Brum, Doralina Guimarães.
Título: The challenges of monitoring neurological manifestations associated with COVID-19 in Latin America: does the World Health Organization need changes? / Os desafios do monitoramento das manifestações neurológicas associadas à COVID-19 na América Latina: a Organização Mundial de Saúde precisa mudar?
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;78(8):526-527, Aug. 2020. tab.
Idioma: en.
Descritores: Pneumonia Viral
Infecções por Coronavirus
Pandemias
-Organização Mundial da Saúde
Betacoronavirus
América Latina
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Comentário
Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151820
Autor: Carazo Salas, Juan.
Título: La medicina alternativa en Costa Rica, un capítulo que apenas se inicia / Alternative medicine in Costa Rica, a chapter that is just beginning.
Fonte: s.l; s.n; s.f. 521-539 p.
Idioma: es.
Resumo: La Organización Mundial de la Salud junto con más de una decena de centros colaboradores se han dado a la tarea, desde el año 1991, de validar la eficacia y seguridad de las medicinas tradicionales, alternativas y complementarias, así como de promover el acercamiento de sus países miembros a estas formas de atención sanitaria. Muchos de estos países ya han incluido a las medicinas alternativas dentro de sus sistemas de salud. En Costa Rica se ha venido trabajando al respecto, pero son muchos los desafíos que aún se presentan para su integración al sistema de salud imperante.
Descritores: Terapias Complementares
Medicina Tradicional
-Organização Mundial da Saúde
Sistemas de Saúde
Costa Rica
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1089521
Autor: Pinto, Luiz Felipe; Soranz, Daniel; Ponka, David; Pisco, Luís Augusto; Hartz, Zulmira Maria.
Título: 40 anos de Alma-Ata: desafios da Atenção Primária à Saúde no Brasil e no mundo / 40 years of Alma-Ata: Challenges of Primary Health Care in Brazil and in the World
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(4):1178-1178, abr. 2020.
Idioma: pt.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde Global
Congressos como Assunto/história
Promoção da Saúde/história
-Fatores de Tempo
Organização Mundial da Saúde
Brasil
Cazaquistão
Limites: Humanos
História do Século XIX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Costa Rica
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-960268
Autor: Lizano Vega, Merceditas.
Título: Cambios que alimentan la esperanza / Changes that fuel hope
Fonte: Rev. costarric. salud pública;26(1):99-101, ene.-jun. 2017.
Idioma: es.
Descritores: Organização Mundial da Saúde/história
Organizações de Planejamento em Saúde
-Diretores Médicos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CR1.1 - BINASSS - Biblioteca Nacional de Salud y Seguridad Social


  5 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-890417
Autor: Esher, Angela; Coutinho, Tiago.
Título: Uso racional de medicamentos, farmaceuticalização e usos do metilfenidato / Rational use of medicines, pharmaceuticalization and uses of methylphenidate
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(8):2571-2580, Ago. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O uso racional de medicamentos (URM) é considerado um dos elementos-chave recomendados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para as políticas de medicamentos. O crescimento excessivo no uso de medicamentos em muitos países tem sido apontado como uma importante barreira para o alcance do URM e faz parte de um fenômeno denominado ´farmaceuticalização´ da sociedade. Desta forma, o presente artigo objetiva apresentar movimentos para racionalizar o uso do metilfenidato no Brasil e discutir os limites impostos tendo como referência o conceito de farmaceuticalização da sociedade. Trata-se de estudo exploratório, realizado por meio de narrativa da literatura científica. As controvérsias acerca dos usos do metilfenidato o torna um bom exemplo deste fenômeno podendo auxiliar na reflexão e na construção de novos caminhos para os limites encontrados pelo conceito de uso racional de medicamentos.

Abstract The rational use of medicines (URM) is considered one of the key elements recommended by the World Health Organization (WHO) for pharmaceutical policies. The excessive increase in the use of medicines in many countries has been identified as a major barrier to the achievement of URM and is part of a phenomenon called the 'pharmaceuticalization' of the society. This paper aims to present innitiatives to rationalize the use of methylphenidate and its limits in Brazil, considering the concept of pharmaceuticalization of the society. It is an exploratory study, based on a narrative review of the scientific literature. Controversies about the uses of methylphenidate make it a good example of this phenomenon and may help in the reflection and construction of new paths to the limits found by the concept of rational use of medicines.
Descritores: Padrões de Prática Médica/normas
Controle de Medicamentos e Entorpecentes
Estimulantes do Sistema Nervoso Central/uso terapêutico
Metilfenidato/uso terapêutico
-Organização Mundial da Saúde
Brasil
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-952599
Autor: Yamauti, Sueli Miyuki; Bonfim, José Ruben de Alcântara; Barberato-Filho, Silvio; Lopes, Luciane Cruz.
Título: Essencialidade e racionalidade da relação nacional de medicamentos essenciais do Brasil / The essentiality and rationality of the Brazilian national listing of essential medicines
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;22(3):975-986, mar. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A adoção de listas de medicamentos essenciais, compostas por produtos selecionados, é uma das estratégias para seu uso racional. Neste estudo, objetivou-se analisar o elenco de fármacos da Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (Rename) do ano de 2013 quanto aos critérios de essencialidade e de racionalidade. O conjunto de fármacos da Rename foi comparado à 18ª lista modelo de medicamentos essenciais (EML) da Organização Mundial da Saúde (OMS) para a verificação de sua essencialidade. Os fármacos presentes na Rename, mas inexistentes na EML, foram avaliados quanto à racionalidade utilizando-se a classificação descrita em La revue Prescrire para detectar aqueles sem valor terapêutico agregado. Detectou-se que a Rename possui 413 fármacos, dos quais 190 não constam na EML e 63 não apresentam valor terapêutico agregado. Além disso, foram identificadas discrepâncias entre as recomendações da OMS e a seleção de fármacos da Rename. Fármacos não essenciais e sem valor terapêutico agregado não deveriam constar em uma lista de medicamentos financiada pelos três entes federativos.

Abstract One strategy to implement the rational use of medicines is the adoption of an 'essential medicines list'. The objective of this study was to analyze the list of medicines contained in the Brazilian National Relation of Essential Medicines (Rename, 2013) in terms of essentiality and rationality. Essentiality was determined by comparing this list to the 18th Essential Medicines List (EML) published by the World Health Organization (WHO). Drugs which were part of the Brazilian National Relation of Essential Medicines but not included in the EML were assessed using the classification described in La revue Prescrire to detect medications without added therapeutic value. It was discovered that the Brazilian National Relation of Essential Medicines contains 190 medications not included in the EML, of which 63 have no added therapeutic value. In addition, discrepancies were identified between the recommendations of the WHO and the drugs included in the Brazilian National Relation of Essential Medicines. It is concluded that drugs that are non-essential and provide no added therapeutic value should not be included in a list of essential medicines funded by the three Brazilian federal entities.
Descritores: Preparações Farmacêuticas/normas
Medicamentos Essenciais/normas
-Organização Mundial da Saúde
Brasil
Preparações Farmacêuticas/classificação
Preparações Farmacêuticas/provisão & distribução
Medicamentos Essenciais/classificação
Medicamentos Essenciais/provisão & distribução
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150821
Autor: Zerón y Gutiérrez de Velasco, Agustín.
Título: Vacuna y vacunación / Vaccine and vaccination
Fonte: Rev. ADM = ADM;77(6):282-286, nov.-dic. 2020. ilus.
Idioma: es.
Descritores: Vacinas Virais
Infecções por Coronavirus/imunologia
Imunogenicidade da Vacina
-Organização Mundial da Saúde
RNA Mensageiro
Proteína S
Programas de Imunização
Infecções por Coronavirus/mortalidade
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  8 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-881143
Autor: Giugliani, Camila.
Título: Cólera no século 21 / Cholera in the 21st century
Fonte: Rev. bras. med. fam. comunidade;3(12):306-311, nov. 2008. ilus..
Idioma: en; pt.
Resumo: Este artigo tem por objetivo contar a vivência de uma epidemia de cólera, que deixou mais de dois mil mortos, no ano de 2006 em Angola. Descrevo as minhas observações e sentimentos, assim como algumas intervenções da equipe da organização Médecins du Monde na tentativa de contribuir para o controle da epidemia. O relato desta experiência é um exemplo real de como algumas populações ainda se encontram vulneráveis a doenças facilmente preveníveis

The objective of this article is to report the experience of a cholera outbreak causing more than two thousand deaths in 2006 in Angola. I describe my observations and feelings, as well as some of the interventions performed by the team of the organization Médecins du Monde, aimed at contributing to control the outbreak. This report is a real example of how some populations are still vulnerable to easily preventable diseases
Descritores: Cólera
-Organização Mundial da Saúde
Doença
Medicina de Família e Comunidade
Relatório de Pesquisa
Epidemias
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR408.1 - Biblioteca da Faculdade de Medicina - BFM


  9 / 1043 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-974738
Autor: Stedile, Nilva Lúcia Rech; Schneider, Vania Elisabete; Nunes, Monique Walltrick; Kappes, Adriane Carine.
Título: A aplicação do modelo FPSEEA no gerenciamento de resíduos de serviço de saúde / Application of the DPSEEA Model to Healthcare Waste Management
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;23(11):3683-3694, Oct. 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Para compreender a complexa relação entre o campo ambiental e o da saúde é indispensável o uso de indicadores. Para propor os de Saúde Ambiental, o Ministério da Saúde recomenda um Modelo proposto pela OMS. Este, denominado Modelo FPSEEA, é composto pelos elementos: Força Motriz, Pressão, Situação, Exposição, Efeito, Ações. O objetivo deste artigo é propor a aplicação deste Modelo no Gerenciamento dos Resíduos de Serviço de Saúde (RSS). Trata-se de pesquisa documental utilizando duas fontes de dados: a) relatórios técnicos de pesquisas sobre RSS dos últimos 15 anos (ambulatorial, odontológico, hospitalar, veterinário, universitário e de UBS) na Universidade de Caxias do Sul; b) Manual do MS "Saúde Ambiental: guia básico para construção de indicadores". Os resultados evidenciam que o Modelo é relevante por permitir analisar determinado contexto, propor indicadores e definir ações específicas para, no caso deste estudo, monitorar e aprimorar formas de manejo dos RSS. Evidenciam, ainda, que o modelo proposto constitui uma importante ferramenta de análise, tanto na MWM, como no planejamento de ações que minimizem os riscos, especialmente biológicos e químicos, resultando em saúde e proteção do ambiente.

Abstract The use of health indicators is indispensable for understanding the complex relationship between the environmental and health fields. For the proposition of environmental health indicators, the Brazilian Ministry of Health (MH) recommends using a model proposed by the World Health Organization. This model is composed of the following elements: Driving Force, Pressure, State, Exposure, Effect, and Action; it is called the DPSEEA model. The objective of this study is to propose the application of this model in healthcare waste (HCW) management. This study was performed by documentary research using two data sources: a) technical reports on research on HCW from the last 15 years (outpatient, dental, hospital, veterinary, university, and primary care unit) at the University of Caxias do Sul, Brazil; and b) the MH manual entitled "Environmental Health: Basic Guide for the Construction of Indicators". The results show that the model is relevant because it makes it possible to analyse a particular context, proposing indicators and defining specific actions for the case of this study, to monitor and improve methods of managing HCW. The results also show that the proposed model is an important analytical tool for both medical waste management and planning actions that will minimize risks, particularly chemical and biological, resulting in environmental health and protection.
Descritores: Saúde Ambiental
Gerenciamento de Resíduos/métodos
Modelos Teóricos
-Organização Mundial da Saúde
Brasil
Indicadores Básicos de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1043 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1148400
Autor: Dagum, Hugo; Escudero, Facundo.
Título: Quiste bucal mandibular infectado bilateral: reporte de caso estudiado con CBCT / Bilateral mandibular infected buccal cyst: report of a case studied by CBCT
Fonte: Rev. Ateneo Argent. Odontol;63(2):9-12, nov. 2020. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El quiste bucal mandibular infectado (QBMI), también conocido como quiste de bifurcación, es un quiste odontogénico inflamatorio poco frecuente y descripto por primera vez por Stoneman y Worth. Ha sido incluido en la clasificación de la OMS de quistes y tumores odontogénicos en 1992. Este quiste suele darse, específicamente, en pacientes entre 6 y 13 años, y su localización más frecuente son el primer y segundo molar permanente y, eventualmente, segundo premolar. Su fisiopatología sigue sin estar clara y se han propuesto múltiples teorías. Este quiste se observa como una inflamación en el vestíbulo del molar afectado. Los síntomas frecuentes son dolor en el área afectada y supuración, pero también muchos casos permanecen asintomáticos. Radiográficamente se describe como un área radiolúcida circunferencial. El quiste está revestido con un epitelio escamoso no queratinizado con infiltrado inflamatorio de células en el tejido conectivo. La mayoría de las características clínicas e histológicas son similares a las reportadas para los quistes paradentales, de ahí la importancia de un buen diagnóstico radiográfico complementario en base a tomografía computada de haz cónico. Los enfoques conservadores suelen ser el tratamiento de elección, con la enucleación del quiste y el seguimiento del diente afectado (AU)

Mandibular infected buccal cyst (MIBC), also known as bifurcation cyst; it is a rare inflammatory odontogenic cyst first described by Stoneman and Worth. It was included in the WHO classification of cysts and odontogenic tumours in 1992. It usually occurs, specifically, in patients between 6 and 10 years of age and its most frequent location is the first and second permanent molars, and eventually the second premolar. Its pathophysiology remains unclear and multiple theories have been proposed. This cyst is seen as an inflammation in the vestibule of the affected molar. Frequent symptoms are pain in the affected area and suppuration, but many cases remain asymptomatic. Radiographically it is described as a circumferential radiolucent area. The cyst is lined with a nonkeratinized squamous epithelium with an inflammatory cell infiltrate in the connective tissue. Most of clinical and histological characteristics are like those reported for paradental cysts, hence the importance of a good complementary radiographic diagnosis based on cone beam computed tomography. Conservative approaches are usually the treatment of choice, with enucleation of the cyst and monitoring of the affected tooth (AU)
Descritores: Cistos Maxilomandibulares/classificação
Cistos Odontogênicos/diagnóstico por imagem
Tomografia Computadorizada de Feixe Cônico
-Organização Mundial da Saúde
Cistos Odontogênicos/cirurgia
Procedimentos Cirúrgicos Bucais
Dente Molar/lesões
Limites: Humanos
Masculino
Adolescente
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: AR29.1 - Biblioteca



página 1 de 105 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde