Base de dados : LILACS
Pesquisa : N03.540.571 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 194 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 20 ir para página                         

  1 / 194 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1134094
Autor: Gorsky, Martin; Sirrs, Christopher.
Título: Universal health coverage as a global public health goal: the work of the International Labour Organisation, c. 1925-2018 / Cobertura universal como meta global de saúde pública: o trabalho da Organização Internacional do Trabalho, c. 1925-2018
Fonte: Hist. ciênc. saúde-Manguinhos;27(supl.1):71-93, Sept. 2020.
Idioma: en.
Projeto: Wellcome Trust Medical Humanities Investigator Award.
Resumo: Abstract We examine the efforts of the International Labour Organisation (ILO) to extend medical care under social security, through international conventions, advocacy and technical assistance. We consider the challenges faced by the ILO in advancing global health coverage through its labourist, social security model. The narrative begins in the interwar period, with the early conventions on sickness insurance, then discusses the rights-based universalistic vision expressed in the Philadelphia Declaration (1944). We characterize the ILO's postwar research and technical assistance as "progressive gradualism" then show how from the late-1970s the ILO became increasingly marginalized, though it retained an advisory role within the now dominant "co-operative pluralistic" model.

Resumo Analisamos os esforços da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em ampliar o cuidado médico sob seguridade social, via convenções, amparo e assistência técnica internacionais. Consideramos os desafios da OIT no desenvolvimento da cobertura global de saúde por meio do modelo trabalhista e de seguridade social. A narrativa inicia no período entreguerras, com as primeiras convenções sobre seguro saúde, depois discute a visão universalista baseada em direitos da Declaração da Filadélfia (1944). Classificamos a pesquisa e a assistência da OIT no pós-guerra como "gradualismo progressivo" e mostramos como, a partir do final da década de 1970, a OIT foi marginalizada, embora mantivesse um papel de conselheira dentro do atual modelo "pluralista cooperativo" dominante.
Descritores: Saúde Global/história
Cobertura Universal do Seguro de Saúde/história
Sindicatos/história
-Previdência Social/história
Limites: Humanos
História do Século XX
História do Século XXI
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-1236202
Autor: Bedrikow, B; Rocha Gomes, J; Lombardi, C.
Título: Hanseniase e trabalho / ?.
Fonte: s.l; s.n; 1997. 1 p.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Encontro Estadual de Avaliacao da Hanseniase no Estado de Sao Paulo, 9, Sao Paulo, 1997.
Descritores: Categorias de Trabalhadores
Hanseníase/psicologia
Sindicatos
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
[{"text": "BR191.1", "_a": "06047/s"}]


  3 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1055770
Autor: Souza, Helton Saragor de; Mendes, Áquilas Nogueira; Chaves, Alessandro Rodrigues.
Título: Trabalhadores da enfermagem: conquista da formalização, "dureza" do trabalho e dilemas da ação coletiva / Nursing workers: achievement of formalization, hard work and collective action dilemas
Fonte: Ciênc. Saúde Colet;25(1):113-122, jan. 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A singularidade das categorias de enfermagem na participação sociopolítica, especificamente sua ação coletiva, é a temática analisada. O artigo associa as condicionantes: origem social e aspectos do mercado de trabalho à ação política dos profissionais. A partir da associação analítica do estudo de caso ampliado, articulamos a interpretação da base de dados da Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil, especificamente, sob os eixos: identificação socioeconômica, mercado de trabalho e condições de trabalho, com estudo etnográfico e entrevistas semiestruturadas em três unidades hospitalares. A revisão bibliográfica demonstra a inserção desses indivíduos sem secundarizar sua particularidade: o processo histórico de proletarização na formação social brasileira, a inserção feminina no mercado de trabalho e a relação com sindicatos. O histórico dos trabalhadores pautados pela inexperiência em ações de resistência ou representação sindical, associado à valorização do emprego como ascensão social resultam na configuração de regimes de trabalho assimétricos, elemento dificultador de ações organizadas, aspecto fundamental para a melhora das condições de trabalho.

Abstract The singularity of the collective action of nursing categories in sociopolitical participation is the subject of our analysis. This paper attaches the compelling factors of social origin and aspects of the labor market to the political action of professionals. Based on the analytical association of the extended case method, we articulated the interpretation of the database of the Brazilian Nursing Profile Survey, specifically, in the light of socioeconomic identification, labor market, and working conditions, with an ethnographic study and semi-structured interviews in three hospital units. The bibliographic review shows the incorporation of these individuals without underestimating their particularity: the historical process of proletarianization in the Brazilian social formation, the inclusion of women in the labor market, and the relationship with unions. The history of workers based on inexperience in actions of resistance or union representation associated with the valorization of employment as a social ascent results in asymmetrical work regimes, a hindering element to coordinated actions, a fundamental aspect for the improvement of working conditions.
Descritores: Enfermagem
Emprego
Sindicatos/organização & administração
-Brasil
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1143499
Autor: Lopes, Fábio José Orsini; Silva, Guilherme Elias da; Shiozaki, Marcos Paulo; Freitas, Sylvia Mara Pires de.
Título: (de)forma trabalhista: flexibilização e precarização pela(s) perspectiva(s) da(s) psicologia(s) do trabalho / (de)forma laboral: flexibilización y precarización por la(s) perspectiva(s) de la(s) psicología(s) del trabajo / Labor (de)form: flexibilization and precariousness by the perspective of the work psychology
Fonte: Psicol. Estud. (Online);25:e48213, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Assente nas intersecções das perspectivas da sociologia e direito do trabalho, do existencialismo de Jean-Paul Sartre e da psicanálise sobre a reforma trabalhista, e, especialmente, sobre a terceirização, este artigo reúne reflexões frutos da apresentação de seus autores em Mesa Redonda que integrou a programação do II Encontro do Laboratório Interinstitucional de Subjetividade e Trabalho, II Simpósio Psicologia e Trabalho: Dimensões Sociais e Subjetividade e VIII Encontro de Psicologia Organizacional e do Trabalho (EPOT) realizado no período de 21 a 23 de novembro de 2018, na Universidade Estadual de Maringá, Paraná. Discute-se a compreensão de principais mudanças frutos da reforma trabalhista; da flexibilização como diretriz da estruturação social de trabalho; e do papel da terceirização - destacando a questão da vulnerabilidade, do isolamento, da desproteção e do desamparo do trabalhador. Finaliza com o empenho de chamar a atenção sobre a necessidade de o psicólogo do trabalho não restringir seu foco às condições externas de trabalho, sendo igualmente necessário apreender como ocorre a sua relação com essas condições, isto é, dispor-se a ter consciência reflexiva e crítica sobre as implicações de seus fazeres diante a precarização do trabalho e da vida do trabalhador.

RESUMEN Basado en las intersecciones de las perspectivas de la sociología y el derecho laboral, del existencialismo de Jean-Paul Sartre y el psicoanálisis sobre la reforma laboral, y especialmente en la externalización, este artículo recoge reflexiones resultantes de la presentación de sus autores en la Mesa Redonda que integró el Programa de la II Reunión Del Laboratorio Interinstitucional de Subjetividad y Trabajo, II Simposio Psicología y Trabajo: Dimensiones Sociales y Subjetividad y VIII Reunión de Psicología Organizacional y del Trabajo (EPOT) celebrada del 21 al 23 de noviembre de 2018 en la Universidad Estatal de Maringá, Paraná. Se discute la discusión de los principales cambios resultantes de la Reforma Laboral; flexibilidad como guía para la estructuración del trabajo social; y el papel de la subcontratación: destacando el problema de la vulnerabilidad de los trabajadores, el aislamiento, la desprotección y la impotencia. Concluye con el esfuerzo de llamar la atención sobre la necesidad de que el psicólogo ocupacional no restrinja su enfoque a las condiciones de trabajo externas, así como a comprender cómo se produce su relación con estas condiciones, es decir, a estar dispuesto a ser reflexivo y crítico consciente de las implicaciones de sus acciones ante la precariedad del trabajo y de la vida del trabajador.

ABSTRACT Based on the intersections of the perspectives of sociology and labor law, Jean-Paul Sartre's existentialism and psychoanalysis about labor reform, and especially on outsourcing, this article gathers reflections resulting from the presentation of its authors in the Round Table that integrated the Program of the II Meeting of the Interinstitutional Laboratory of Subjectivity and Work, II Symposium Psychology and Work: Social Dimensions and Subjectivity and VIII Meeting of Organizational and Work Psychology (EPOT) held from November 21 to 23, 2018 at the University State of Maringá, Paraná. It discusses the understanding of the main changes resulting from the labor reform; flexibility as a guideline for social work structuring; and the role of outsourcing - highlighting the issue of worker vulnerability, isolation, unprotection and helplessness. It concludes with the effort to draw attention to the need for the occupational psychologist not to restrict his focus to external working conditions, as well as to understand how his relationship with these conditions occurs, that is, to be willing to have reflexive and critical awareness about the implications of their actions in the face of the precariousness of work and worker life.
Descritores: Saúde do Trabalhador
-Psicologia
Legislação
Serviços Terceirizados
Direito ao Trabalho
Sindicatos
Responsável: BR513.1 - Biblioteca Central


  5 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-977307
Autor: Araújo-dos-Santos, Tatiane; Oliveira, Andressa Santos; Santos, Handerson Silva; Melo, Cristina Maria Meira de; Costa, Heloniza Oliveira Gonçalves.
Título: Denúncias das trabalhadoras da enfermagem aos sindicatos: o desafio da resistência e da ação / Denuncias de las trabajadores de enfermería a los sindicatos: el reto de la resistencia y de la acción / Complaints of female nursing workers to unions: the challenge of resistance and action
Fonte: Rev. baiana enferm;32:e20453, 2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo analisar as denúncias realizadas por enfermeiras, técnicas e auxiliares de enfermagem nos sindicatos que representam essas categorias no estado da Bahia. Método pesquisa exploratória, qualitativa e documental. Os dados foram agrupados em cinco tipologias da precarização. A análise baseou-se no materialismo dialético. Resultados foram analisadas 64 denúncias. As tipologias de precarização mais frequentes foram Condenação e descarte do direito do trabalho (35,1%) e Vulnerabilidade no trabalho (23,9%). As denúncias revelaram que as trabalhadoras eram atingidas pela precarização do trabalho, sendo o descumprimento do direito trabalhista a principal manifestação da precarização. Conclusão as denúncias realizadas por trabalhadoras do campo da enfermagem nos sindicatos, ainda que sejam uma das formas de resistência à precarização do trabalho, foram em número pequeno, o que pode revelar o medo da perda do emprego, como também a alienação dessas trabalhadoras em relação à luta por seus direitos.

Objetivo analizar las denuncias reportadas por enfermeras, técnicas y auxiliares de enfermería en los sindicatos que representan esas categorías en el estado de Bahía. Método investigación exploratoria, cualitativa y documental. Los datos fueron agrupados en cinco tipologías de la precarización. El análisis se basó en el materialismo dialéctico. Resultados fueron analizadas 64 denuncias. Las tipologías de precarización más frecuentes fueron Condena y desecho del derecho laboral (35,1%) y Vulnerabilidad en el trabajo (23,9%). Las denuncias revelaron que las trabajadoras eran afectadas por la precarización del trabajo, siendo el incumplimiento del derecho laboral la principal manifestación de la precarización. Conclusión las denuncias reportadas por trabajadoras del área de enfermería en los sindicatos, aunque sean una de las formas de resistencia a la precarización del trabajo, fueron en número reducido, lo que puede revelar el miedo de la pérdida del empleo y también la alienación de esas trabajadoras con relación a la lucha por sus derechos.

Objective analyze the complaints of female nurses, nursing technicians and auxiliary nurses to the unions representing these categories in the state of Bahia. Method exploratory, qualitative and documentary research. The data were grouped in five typologies of insecurity. The analysis was based on dialectic materialism. Results Sixty-four complaints were analyzed. The most frequent typologies of precariousness were Condemnation and discarding of labor laws (35.1%) and Vulnerability at work (23.9%). The complaints revealed that the workers were affected by the job precariousness, non-compliance with labor laws being the main manifestation of the precariousness. Conclusion the number of nursing workers' complaints to the unions, despite being one of the forms to resist the job precariousness, was low, which may reveal the fear of losing their job, as well as these workers' alienation from the struggle for their rights.
Descritores: Trabalho
Condições de Trabalho
Enfermagem
Sindicatos
Enfermeiras e Enfermeiros
Assistentes de Enfermagem
-Mulheres Trabalhadoras
Instituições Privadas de Saúde/organização & administração
Limites: Humanos
Feminino
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  6 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-958629
Autor: Almeida, Deybson Borba de; Silva, Gilberto Tadeu Reis da; Freitas, Genival Fernandes de; Padilha, Maria Itayra; Almeida, Igor Ferreira Borba de.
Título: Discursive archaeology: constituting knowledge of militant nurses in trade associations / Arqueología del discurso: los saberes constitutivos de enfermeras militantes en entidades de clase / Arqueologia discursiva: os saberes constitutivos de enfermeiras militantes em entidades de classe
Fonte: Rev. bras. enferm;71(3):1128-1134, May-June 2018. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To analyze the constituting knowledge of militant nurses in trade associations. Method: Historical research, based on the oral history method, with a qualitative approach carried out with 11 nurses who are/were militants for professional issues since the 1980s in the state of Bahia. The data collected through semi-structured interviews were organized in the software n-vivo 10 and analyzed based on dialectical hermeneutics. Results: We identified pedagogical, administrative, public health, sociological, and trade union background knowledge as constituent of militant individuals. Final considerations: The constituting knowledge of militant nurses are inscribed in the Social Sciences, distanced from biomedical knowledge and power, pointing at ways for structuring nursing curricula. We identified the Brazilian Association of Nursing as a space for political formation.

RESUMEN Objetivo: Analizar los saberes constitutivos de enfermeras militantes en entidades de clase. Método: Investigación histórica, basada en el método de historia oral, de enfoque cualitativo realizada con 11 enfermeras que militaron o militan por las cuestiones profesionales desde la década de 1980 en el estado de Bahía. Los datos recogidos mediante entrevistas semiestructuradas se organizaron en el programa informático n-vivo 10 y se analizaron con base en la hermenéutica dialéctica. Resultados: Se identificaron los saberes pedagógicos, administrativos, de salud colectiva, sociológicos y de formación sindical como saberes constitutivos de sujetos militantes. Consideraciones finales: Los saberes constitutivos de enfermeras militantes están inscritos en las Ciencias Sociales, alejados del saber y del poder biomédico, señalando caminos para la estructuración de los currículos de enfermería. Se identificó a la Asociación Brasileña de Enfermería como un espacio de formación política.

RESUMO Objetivo: Analisar os saberes constitutivos de enfermeiras militantes em entidades de classe. Método: Pesquisa histórica, baseada no método de história oral, de abordagem qualitativa realizada com 11 enfermeiras que militaram/militam pelas questões profissionais desde a década de 1980 no estado da Bahia. Os dados coletados por meio de entrevistas semiestruturadas foram organizados no software n-vivo 10 e analisados com base na hermenêutica dialética. Resultados: Identificados os saberes pedagógico, administrativo, saúde coletiva, sociológico e de formação sindical como saberes constitutivos de sujeitos militantes. Considerações finais: Os saberes constitutivos de enfermeiras militantes estão inscritos nas Ciências Sociais, distanciados do saber e do poder biomédico, apontando caminhos para estruturação dos currículos de enfermagem. Identificou-se a Associação Brasileira de Enfermagem como um espaço de formação política.
Descritores: Sociedades de Enfermagem/organização & administração
Participação da Comunidade/métodos
Enfermeiras e Enfermeiros/psicologia
-Política
Sociedades de Enfermagem/história
Brasil
Participação da Comunidade/história
Pesquisa Qualitativa
Sindicatos/história
Sindicatos/tendências
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Feminino
Idoso
História do Século XX
Tipo de Publ: Artigo Histórico
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1041327
Autor: Vasconcelos, Francisco de Assis Guedes de; Bricarello, Liliana Paula; Costa, Nilce Maria da Silva Campos; Moraes, Bibiana Arantes; Akutsu, Rita de Cassia Coelho de Almeida.
Título: The 80-year history of the professional associations of nutritionists in Brazil: A historical-documentary analysis / As entidades de classe na história de 80 anos do nutricionista no Brasil: uma análise histórico-documental
Fonte: Rev. Nutr. (Online);32:e180160, 2019.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To carry out a mapping of the historical trajectory of the professional associations of nutritionists (scientific associations, councils and professional labor unions) in Brazil. Methods The study consists of a historical-documentary analysis. To obtain the data, information and documents, the websites of the Federal Council of Nutritionists; Brazilian Association of Food and Nutrition; National Federation of Nutritionists and Nutritionists' Unions were browsed. A systematic bibliographic survey was carried out in the databases of the Scientific Electronic Library Online and National Library of Medicine to retrieve scientific articles about the associations of nutritionists in Brazil over the 80 years of their history, focusing on the last ten years. Results The historical analysis indicates that, over the course of eighty years, there has been strengthening of professional associations of nutritionists and achievements concerning training regulation, professional practice, fields of work and working conditions. The labor reform act of 2017 reduces the rights related to working conditions, creating setbacks in the achievements of nutritionists. Conclusion The professional associations of nutritionists have played an important role in the process of professionalization and legitimacy of training and performance of the profession in the country. There are indications of the unified performance of professional associations, but it is still incipient and scarce. Nowadays, unified, transparent and committed action of these professional associations is imperative for the professionalization and improvements of the working conditions of Brazilian nutritionists.

RESUMO Objetivo Realizar mapeamento da trajetória histórica das entidades de classe do nutricionista (associações científicas, conselhos e sindicatos profissionais) no Brasil. Métodos O estudo consiste em uma análise histórico-documental. Para obtenção dos dados, informações e documentos foram feitas visitas aos sítios eletrônicos do Conselho Federal de Nutricionistas; Associação Brasileira de Alimentação e Nutrição; Federação Nacional de Nutricionistas e Sindicatos de Nutricionistas. Realizou-se levantamento bibliográfico sistematizado nas bases Scientific Electronic Library Online e National Library of Medicine para capturar artigos científicos sobre a temática no Brasil ao longo dos 80 anos de sua história, com ênfase nos últimos dez anos. Resultados A análise histórica da Associação Brasileira de Alimentação e Nutrição, do Sistema Conselho Federal/Conselhos Regionais de Nutricionistas e da Federação Nacional de Nutricionistas/Sindicatos de Nutricionistas indica que, ao longo da trajetória de oitenta anos, houve fortalecimento das entidades de classe, com várias conquistas no arcabouço de regulamentação da formação, exercício profissional, campos de atuação e condições de trabalho. A reforma trabalhista, instituída em 2017, imprime redução de direitos relativos às condições de trabalho, acenando para retrocessos nas conquistas trabalhistas do nutricionista. Conclusão As entidades de classes do nutricionista têm desempenhado relevante papel no processo de valorização e legitimidade da formação e atuação da profissão no país. Há indícios da atuação unificada das entidades de classe, mas ainda incipientes e pontuais. Na atualidade, urge uma atuação unificada, transparente e comprometida destas entidades de classe em busca de valorização da profissão e melhorias das condições de trabalho do nutricionista brasileiro.
Descritores: Nutricionistas/história
-Sociedades
Credenciamento
Ciências da Nutrição
Nutricionistas
Sindicatos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR13.3 - Biblioteca das Faculdades de Odontologia e Nutrição


  8 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-620490
Autor: Dau, Denise Motta(org); Rodrigues, Iram Jacome(org); Conceição, Jefferson José da(org).
Título: Terceirização no Brasil: do discurso da inovação à precarização do trabalho (atualização do debate e perspectivas) / Outsourcing in Brazil: the discourse of innovation to the casualization of labor (update of the debate and perspectives).
Fonte: São Paulo; Annablume; 2009. 301 p. tab.
Idioma: pt.
Resumo: No Brasil a terceirização é caracterizada, em larga medida, pela precarização do trabalho: redução de salários e benefícios, aumento de jornadas de trabalho, geração de insegurança no emprego, quebra de solidariedade entre os trabalhadores, entre outros aspectos. Terceirizar ao máximo é entendido como trajetória desejável da empresa. Isto, evidentemente, trouxe impactos profundos sobre o mercado de trabalho e o sindicalismo. Este livro representa um esforço para retirar o falso véu de modernidade da terceirização, sem, no entanto, negar os fatores competitivos relacionados à especialização e escalas de produção e sem deixar de reconhecer os novos elementos de contradição que a terceirização traz para o mundo do trabalho e ação sindical. A obra reúne textos de pesquisadores sobre a temática das relações de trabalho, ligados a universidades como USP, UFSCar, UFRJ, UNICAMP e outras; de assessores que trabalham com o movimento sindical; e de dirigentes sindicais, de diferentes ramos, que integram a Central Única dos Trabalhadores (CUT). Há também gestores públicos, membros de organizações não-governamentais e convidados internacionais. Em suma, trata-se de um feliz encontro de olhares diversos sobre o mesmo objeto.
Descritores: Emprego/tendências
Mercado de Trabalho
Serviços Terceirizados/tendências
-Brasil
Financiamento da Assistência à Saúde
Preconceito
Relações Interpessoais
Setor Público
Sindicatos
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 658.4058, D235t


  9 / 194 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-160777
Autor: Faria, Marcília de Araújo Medrado(coord); Jatene, Adib(coord).
Título: Saúde e movimentos sociais: o SUS no contexto da revisäo constitucional de 1993 / Health and social movements.
Fonte: Säo Paulo; EDUSP; 1995. 215 p.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Seminário \"Saúde e Movimentos Sociais\", Säo Paulo, 7-9 dez. 1993.
Resumo: Aborda a identificaçäo da situaçäo atual do SUS, seus principais problemas, da relaçäo com as organizaçöes sociais, e por propostas para o seu fortalecimento
Descritores: Participação da Comunidade
Sistemas de Saúde/organização & administração
-Sindicatos
Constituição e Estatutos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1/362.1*203


  10 / 194 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Lacaz, Francisco Antônio de Castro
Texto completo
Id: lil-213489
Autor: Lacaz, Francisco Antonio de Castro.
Título: Reforma sanitária e saúde do trabalhador / Health care reform and occupational health
Fonte: Saúde Soc;3(1):41-59, 1994.
Idioma: pt.
Resumo: Discute a ausência da análise dentro da luta dos trabalhadores pela melhoria das condiçöes e defesa da saúde-trabalho da Reforma Sanitária. Atenta para sua importância no que se refere à ampliaçäo das suas bases sociais na medida em que, ao introduzir o elemento dos atores sociais, permite pensar a superaçäo de um "certo esgotamento" que se aponta com respeito ao movimento pela Reforma Sanitária no Brasil
Descritores: Reforma dos Serviços de Saúde/organização & administração
Saúde do Trabalhador
-Direitos Civis
Sindicatos
Política de Saúde/tendências
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência



página 1 de 20 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde