Base de dados : LILACS
Pesquisa : N04.452.095.738 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 164 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 17 ir para página                         

  1 / 164 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-751417
Autor: Afonso Júnior, José Eduardo; Werebe, Eduardo de Campos; Carraro, Rafael Medeiros; Teixeira, Ricardo Henrique de Oliveira Braga; Fernandes, Lucas Matos; Abdalla, Luis Gustavo; Samano, Marcos Naoyuki; Pêgo-Fernandes, Paulo Manuel.
Título: Lung transplantation / Transplante pulmonar
Fonte: Einstein (Säo Paulo);13(2):297-304, Apr-Jun/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Lung transplantation is a globally accepted treatment for some advanced lung diseases, giving the recipients longer survival and better quality of life. Since the first transplant successfully performed in 1983, more than 40 thousand transplants have been performed worldwide. Of these, about seven hundred were in Brazil. However, survival of the transplant is less than desired, with a high mortality rate related to primary graft dysfunction, infection, and chronic graft dysfunction, particularly in the form of bronchiolitis obliterans syndrome. New technologies have been developed to improve the various stages of lung transplant. To increase the supply of lungs, ex vivo lung reconditioning has been used in some countries, including Brazil. For advanced life support in the perioperative period, extracorporeal membrane oxygenation and hemodynamic support equipment have been used as a bridge to transplant in critically ill patients on the waiting list, and to keep patients alive until resolution of the primary dysfunction after graft transplant. There are patients requiring lung transplant in Brazil who do not even come to the point of being referred to a transplant center because there are only seven such centers active in the country. It is urgent to create new centers capable of performing lung transplantation to provide patients with some advanced forms of lung disease a chance to live longer and with better quality of life.

RESUMO O transplante pulmonar é um tratamento mundialmente aceito para alguma pneumopatias avançadas, conferindo aos receptores maior sobrevida e melhor qualidade de vida. Desde o primeiro transplante realizado com sucesso em 1983, mais de 40 mil transplantes foram feitos em todo mundo. Destes, cerca de 700 foram no Brasil. No entanto, a sobrevida do transplante é menor do que a desejada, com altos índices de mortalidade relacionados à disfunção primária do enxerto, infecções e disfunção crônica do enxerto, principalmente sob a forma da síndrome da bronquiolite obliterante. Novas tecnologias têm sido desenvolvidas para aprimoramento das diversas etapas do transplante pulmonar. Para aumentar a oferta de pulmões, o recondicionamento pulmonar ex vivo vem sendo utilizado em alguns países, inclusive no Brasil. Para suporte avançado de vida no período perioperatório, equipamentos de oxigenação extracorpórea e de suporte hemodinâmico vêm sendo utilizado como ponte para o transplante em pacientes gravemente doentes em lista de espera e para manter pacientes vivos até a resolução da disfunção primária do enxerto pós-transplante. Existe uma demanda reprimida de pacientes que necessitam de transplante pulmonar no Brasil e que nem sequer chegam a ser encaminhados a um centro transplantador, pois só existem sete deles ativos no país. É urgente a criação de novos centros capazes de realizar transplante pulmonar para oferecer a pacientes com algumas pneumopatias avançadas uma chance de viver mais e com melhor qualidade de vida.
Descritores: Transplante de Pulmão/estatística & dados numéricos
Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica/cirurgia
Fibrose Pulmonar Idiopática/cirurgia
-Brasil
Análise de Sobrevida
Causas de Morte
Listas de Espera
Fatores Etários
Transplante de Pulmão/métodos
Transplante de Pulmão/mortalidade
Medição de Risco
Seleção do Doador
Período Perioperatório
Contraindicações
Rejeição de Enxerto/prevenção & controle
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-890724
Autor: Bressan-Neto, Mario; da Silva Herrero, Carlos Fernando Pereira; Pacola, Lilian Maria; Nunes, Altacílio Aparecido; Defino, Helton Luiz Aparecido.
Título: Community Care Administration of Spinal Deformities in the Brazilian Public Health System
Fonte: Clinics;72(8):485-490, Aug. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPESP.
Resumo: OBJECTIVE: Underfunding of the surgical treatment of complex spinal deformities has been an important reason for the steadily growing waiting lists in publicly funded healthcare systems. The aim of this study is to characterize the management of the treatment of spinal deformities in the public healthcare system. METHODS: A cross-sectional study of 60 patients with complex pediatric spinal deformities waiting for treatment in December 2013 was performed. The evaluated parameters were place of origin, waiting time until first assessment at a specialized spine care center, waiting time for the surgical treatment, and need for implants not reimbursed by the healthcare system. RESULTS: Ninety-one percent of the patients lived in São Paulo State (33% from Ribeirão Preto - DRS XIII). Patients waited for 0.5 to 48.0 months for referral, and the waiting times for surgery ranged from 2 to 117 months. Forty-five percent of the patients required implants for the surgical procedure that were not available. CONCLUSION: The current management of patients with spinal deformities in the public healthcare system does not provide adequate treatment for these patients in our region. They experience long waiting periods for referral and prolonged waiting times to receive surgical treatment; additionally, many of the necessary procedures are not reimbursed by the public healthcare system.
Descritores: Doenças da Coluna Vertebral/cirurgia
Coluna Vertebral/anormalidades
Coluna Vertebral/cirurgia
Acesso aos Serviços de Saúde/estatística & dados numéricos
National Health Insurance, United States/estatística & dados numéricos
-Doenças da Coluna Vertebral/etiologia
Fatores de Tempo
Brasil
Estudos Transversais
Análise de Variância
Listas de Espera
Estatísticas não Paramétricas
Mapeamento Geográfico
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-431870
Autor: Troijo, Maria Lice Ferraz; Tavano, Liliam D'Aquino.
Título: Enfrentamento de pais e mães de pacientes portadores de fissura labiopalatal durante à espera da cirurgia / Confrontation of parents and mothers of carrying patients of labiopalatal fiction during the a waits of the surgery
Fonte: Pediatr. mod;42(2):90-94, mar.-abr. 2006. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Fissura Palatina
Fenda Labial
-Listas de Espera
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  4 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-954109
Autor: Jesus, Valeria Santos de; Nascimento, Aline Marques; Miranda, Rogério dos Anjos; Lima, Joel Silva; Tyll, Milene de Andrade Gouvea; Veríssimo, Adriana de Oliveira Lameira.
Título: Waiting for Cardiac Procedure in Congenital Heart Disease: Portrait of an a Hospital in the Amazonian Region / Fila de Espera para Tratamento de Pacientes com Cardiopatia Congênita: Retrato de um Centro de Referência Amazônico
Fonte: Int. j. cardiovasc. sci. (Impr.);31(4):374-382, jul.-ago. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Congenital heart disease is an important cause of morbidity and mortality in childhood, and in 50% of cases, surgery is required in the first year of life. A high deficit of surgical procedures is estimated in Northern Brazil. Objective: To analyze the waiting time for elective surgical treatment and/ or intervention in children with congenital heart disease in a Cardiology referral center, and to make considerations about heart diseases and forms of treatment in that institution. Methods: A cross-sectional study of all patients aged less than 14 years, with a diagnosis of congenital heart disease that were waiting for elective surgical or percutaneous cardiac treatment. Results: Among the 407 children with congenital heart defects, the most prevalent age group was > 2 to 6 years (34.0%). The average waiting time was 23.1 ± 18.3 months, with a median of 19. The most frequent heart disease was ventricular septal defect (28.98%), patent ductus arteriosus (18.42%) and atrial septal defect (11.05%). Most children (63.4%) were not from the metropolitan area. The percutaneous interventions represented only 27.84% of the catheterization procedures and 14,85% of all heart treatments. Approximately 60% of the pediatric surgeries occurred in children who were not previously registered due to urgency cases. Conclusion: Most of the children waiting for a cardiac procedure were not from the metropolitan area and had malformations potentially treatable by catheterization. It is necessary to increase the capacity of the single referral center in the state of Pará, as well as decentralize the high-complexity cardiological care in the metropolitan region

As cardiopatias congênitas são importantes causas de morbimortalidade infantil e, em cerca de 50% dos casos, é necessária a intervenção cirúrgica no primeiro ano de vida. Estima-se alto défice de procedimentos na Região Norte do Brasil. Objetivo: Analisar o tempo de espera para realização de tratamento eletivo cirúrgico e/ou intervencionista de crianças portadoras de cardiopatias congênitas em um centro de referência cardiológico, e fazer considerações sobre as cardiopatias e suas formas de tratamento na referida instituição. Método: Estudo analítico, de caráter transversal do período de janeiro de 2012 a outubro de 2014, de pacientes com idade igual ou inferior a 14 anos diagnosticados com cardiopatias congênitas que estavam na fila de tratamento cardíaco eletivo cirúrgico ou percutâneo. Resultados: Das 407 crianças que aguardavam por tratamento, a faixa etária mais prevalente foi a de > 2 a 6 anos (34,0%). O tempo médio de espera, em meses, foi 23,1 ± 18,3, com mediana de 19. As cardiopatias mais frequentes foram comunicação interventricular (28,98%), persistência do canal arterial (18,42%) e comunicação interatrial (11,05%). A maioria das crianças (63,4%) não pertencia à região metropolitana. As intervenções percutâneas representaram somente 27,84% do total de cateterismos e 14,85% de todos os tratamentos cardíacos. Cerca de 60% do volume de cirurgias pediátricas ocorreu em crianças sem cadastro prévio no sistema, devido ao caráter de urgência. Conclusão: Grande parte das crianças que aguardam por procedimento cardíaco é procedente de fora da região metropolitana e tem malformações potencialmente tratáveis por cateterismo. É necessário aumentar a capacidade operacional do único centro de referência público do Estado, além de descentralizar o atendimento em alta complexidade cardiológica da região metropolitana
Descritores: Criança
Listas de Espera
Cardiopatias Congênitas/cirurgia
Cardiopatias Congênitas/terapia
-Anormalidades Congênitas
Brasil
Cateterismo/métodos
Institutos de Cardiologia
Epidemiologia Descritiva
Prevalência
Estudos Transversais
Coleta de Dados
Procedimentos Cirúrgicos Eletivos/métodos
Comunicação Atrioventricular/terapia
Coração
Comunicação Interventricular/terapia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR44.1 - Serviço de Biblioteca, Documentação Científica e Didática Prof. Dr. Luiz Venere Décourt


  5 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-890934
Autor: Asano, Leonardo Yukio Jorge; Filézio, Marina Rosa; Defino, Mateus Pippa; Andrade, Vinícius Alves de; Cesar, André Evaristo Marcondes; Rodrigues, Luciano Miller Reis.
Título: Radiographic implications of the surgical waiting list for the treatment of spinal deformity / Implicações radiográficas da lista de espera cirúrgica para tratamento de deformidade da coluna vertebral / Implicaciones radiográficas de la lista de espera quirúrgica para el tratamiento de deformidad de la columna vertebral
Fonte: Coluna/Columna;17(1):19-22, Jan.-Mar. 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: The aim of this study was to evaluate the implications of long waiting times on surgery lists for the treatment of patients with scoliosis. Methods: Radiographs of 87 patients with scoliosis who had been on the waiting list for surgery for more than six months were selected. Two surgeons answered questionnaires analyzing the radiographs when entering the waiting list and the current images of each patient. Results: Data from 87 patients were analyzed. The mean waiting time for surgery was 21.7 months (ranging from seven to 32 months). The average progression of the Cobb angle in the curvature was 21.1 degrees. Delayed surgery implied changes in surgical planning, such as greater need of instrumentation, osteotomies, and double approach. Conclusions: Long waiting lists have a significant negative impact on surgical morbidity of patients with scoliosis, since they increase the complexity of the surgery. Level of evidence: IV. Type of study: Descriptive study.

RESUMO Objetivo: A meta desse estudo foi avaliar as implicações das longas listas de espera de cirurgia no tratamento dos pacientes portadores de escoliose. Métodos: Foram selecionados radiografias de 87 pacientes portadores de escoliose que estavam na lista de espera por cirurgia há mais de seis meses. Dois cirurgiões responderam questionários, analisando as radiografias de entrada na lista de espera e as imagens atuais de cada paciente. Resultados: Dados de 87 pacientes foram analisados. A média de espera pela cirurgia foi de 21,7 meses (variando de sete a 32 meses). A média de progressão do ângulo de Cobb na curvatura foi de 21,1 graus. A demora pela cirurgia implicou em alterações no planejamento cirúrgico, como maior necessidade de instrumentação, osteotomias e dupla via de acesso. Conclusão: As longas listas de espera tem um significativo impacto negativo na morbidade cirúrgica dos pacientes com escoliose, por aumentar a complexidade da cirurgia. Nível de evidência: IV. Tipo de estudo: Estudo descritivo

RESUMEN Objetivo: El objetivo de este estudio fue evaluar las implicaciones de los largos tiempos de espera en las listas de cirugía para el tratamiento de pacientes con escoliosis.. Métodos: Se seleccionaron radiografías de 87 pacientes con escoliosis que habían estado en la lista de espera para cirugía durante más de seis meses. Dos cirujanos respondieron cuestionarios analizando las radiografías al entrar en la lista de espera y las imágenes actuales de cada paciente. Resultados: Se analizaron los datos de 87 pacientes. El tiempo promedio de espera para la cirugía fue de 21,7 meses (variando de siete a 32 meses). La progresión promedio del ángulo de Cobb en la curvatura fue de 21,1 grados. La demora de la cirugía implicó cambios en la planificación quirúrgica, como mayor necesidad de instrumentación, osteotomías y doble vía de acceso. Conclusiones: Las largas listas de espera tienen un impacto negativo significativo en la morbilidad quirúrgica de los pacientes con escoliosis, ya que aumentan la complejidad de la cirugía. Nivel de evidencia: IV. Tipo de estudio: Estudio descriptivo.
Descritores: Doenças da Coluna Vertebral/complicações
-Escoliose
Doenças da Coluna Vertebral/diagnóstico por imagem
Listas de Espera
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Estudos de Validação
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante


  6 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-988264
Autor: Fraga, Letícia de Oliveira; Lira, Antonio Carlos Onofre.
Título: Transparência no Sistema Único de Saúde: inciativas e desafios na divulgação eletrônica das listas de espera / Transparency in the Sistema Único de Saúde: initiatives and challenges in the electronic dissemination of waiting lists
Fonte: Cad. Ibero Am. Direito Sanit. (Impr.);7(2):110-123, abr./jun. 2018. Ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho analisou o processo de implantação da transparência e divulgação das listas de espera por procedimentos assistenciais eletivos na saúde pública do Brasil, entendendo a transparência como estratégia potencial de promover maior equidade no acesso aos serviços de saúde. Metodologia: Foi realizada uma cuidadosa revisão de literatura e levantamento documental normativo. Resultados: Identificou-se iniciativas e mudanças provocadas pela obrigatoriedade da publicização destas listas no Brasil e em experiências internacionais. Conclusão: É notória a importância da transparência na saúde, por meio da divulgação eletrônica das filas de espera para procedimentos eletivos no Sistema Único de Saúde (SUS), como estratégia de promover a equidade no acesso e possibilitar a ampla fiscalização e acompanhamento pelos pacientes, além do controle exercido por todos os órgãos de controle da Administração Pública e da sociedade. (AU)

This work analyzed the process of implementation of transparency and dissemination of waiting lists for elective health care procedures in Brazil, understanding transparency as a potential strategy to promote greater equity in acess to health services. Methodology: It was verified on a careful review of the literature and a normative survey. Results: Initiatives and changes was identified as mandatory publication of these lists in Brazil and international experiences. Conclusion: The importance of transparency in health is evident throught the electronic dissemination of queues for elective procedures in the Sistema Único de Saúde (SUS), as a strategy to promote equity in acess and make possible the extensive supervision and monitoring by patients, in addition to the control exercised by the public administration and society. (AU)

El estudio hizo un análisis del proceso que estableció la divulgación transparente de las listas de espera por los procedimientos médicos electivos de salud pública en Brasil, creyendo que la transparencia tiene el potencial de promover oportunidades iguales para obtenerse los tratamientos en establecimientos de salud. Metodología: Fue hecho una revisión exhaustiva de la literatura y la norma, Resultados: Se identificaron iniciativas y cambios provocados por la obligación de publicarse las listas de espera en Brasil, así como ocurre en otros países. Conclusión: Es muy importante la divulgación de las listas de espera por los procedimientos médicos electivos del Sistema Único de Salud de Brasil (SUS) como estrategia para lograr equidad en la obtención de los tratamientos, así como para que los pacientes, la sociedad y la administración pública hagan el control y la fiscalización del acceso (AU)
Descritores: Listas de Espera
Regulação e Fiscalização em Saúde
-Responsabilidade Social
Equidade/legislação & jurisprudência
Responsável: BR208.2 - PRODISA - Programa de Direito Sanitário


  7 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-992016
Autor: Marinho, Alexandre; Cardoso, Simone de Souza; Almeida, Vívian Vicente de.
Título: Uma Política de investimentos defensiva para o resultado operacional de hospitais públicos na presença de filas e de desigualdades de acesso a hospitais privados / Texto para Discussão (TD) 1418: Uma política de investimentos defensiva para o resultado operacional de hospitais públicos na presença de filas e de desigualdades de acesso a hospitais privados.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2009. 47 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: Desenvolve um arcabouço analítico para orientar os investimentos em capacidade de atendimento hospitalar em um sistema de saúde complexo. O eixo principal da análise é o superavit financeiro-operacional dos hospitais públicos. Apresenta como destaques: a alocação de uma parcela fixa de atendimento para os hospitais públicos; a admissão de uma demanda aleatória; a caracterização da presença de filas para atendimento; e a instituição de punições para a ocorrência de excesso de demanda nos hospitais públicos.
Descritores: Equidade no Acesso aos Serviços de Saúde
Hospitais
Hospitais Privados
Hospitais Públicos
Investimentos em Saúde
Listas de Espera
Setor Privado
Setor Público
Sistema Único de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1418


  8 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-992009
Autor: Marinho, Alexandre.
Título: A Economia das filas no Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro / Texto para Discussão (TD) 1390: A economia das filas no Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro.
Fonte: Brasília; IPEA; 2009. 16 p. (Estado de uma Nação : Texto de apoioTexto para Discussão / IPEATexto de apoio.Estado de uma Nação. TD).
Idioma: pt.
Resumo: As Filas são um resultado do descompasso entre a demanda e a oferta, visto que o sistema de preços não é o mecanismo determinante da produção e do consumo de bens e produtos em saúde. No caso do SUS, a causa das filas é determinada em três âmbitos: governamental, que decide o tamanho do orçamento geral da saúde; autoridades individuais e instituições médicas, científicas, jurídicas e empresariais atuantes no setor; profissionais de saúde, os médicos, que decidem quais são as necessidades clínicas dos pacientes.
Descritores: Agendamento de Consultas
Assistência à Saúde
Exames Médicos
Hospitalização
Listas de Espera
Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
Serviços de Saúde
Sistema Único de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1390


  9 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-992007
Autor: Marinho, Alexandre.
Título: A Situação dos transplantes de órgãos no Brasil / Texto para Discussão (TD) 1389: A situação dos transplantes de órgãos no Brasil.
Fonte: Brasília; IPEA; 2009. 15 p. graf. (Estado de uma Nação : Texto de apoioTexto para Discussão / IPEATexto de apoio.Estado de uma Nação. TD).
Idioma: pt.
Resumo: Faz uma análise histórica sobre os transplantes de órgãos no Brasil e no mundo. Apresenta uma avaliação preliminar dos gastos e a produção de transplantes do Sistema Nacional de Transplantes (SNT). Avalia a eficiência desse Sistema.
Descritores: Brasil
Listas de Espera
Sistema Único de Saúde
Transplantados
Transplantes
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1389


  10 / 164 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Marinho, Alexandre
Texto completo
Id: biblio-991990
Autor: Marinho, Alexandre; Cardoso, Simone de Souza; Almeida, Vívian Vicente de.
Título: Os Transplantes de órgãos nos estados brasileiros / Texto para Discussão (TD) 1317: Os transplantes de órgãos nos estados brasileiros.
Fonte: Rio de Janeiro; IPEA; 2007. 39 p. graf. (Texto para Discussão / IPEA).
Idioma: pt.
Resumo: A espera por córneas e pâncreas diminuiu, enquanto fígado e coração significam mais tempo na fila de transplantes. A pesquisa avalia que quem está no Norte e Nordeste espera mais e São Paulo apresenta os melhores números do País. Os estados da região Sul, Sudeste (com a exceção do Rio de Janeiro) e Centro-Oeste do país, em geral, têm menores tempos de espera que os demais estados da federação.
Descritores: Análise Estatística
Brasil
Causas Externas
Custos e Análise de Custo
Gastos em Saúde
Listas de Espera
Mortalidade
Sistema Único de Saúde
Transplantes
Violência
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 330.908, I59 TDI1317



página 1 de 17 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde