Base de dados : LILACS
Pesquisa : N04.452.677.420 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 89 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 9 ir para página                      

  1 / 89 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Id: biblio-1149246
Autor: Botello Ramirez, Emilia; Beltrán González, Benita Mavel; Cárdenas Domínguez, Tamara.
Título: Clima organizacional en los procesos de mejora de la calidad universitaria / Organizational climate in the university quality improvement processes
Fonte: Edumecentro;13(1):283-289, ene.-mar. 2021.
Idioma: es.
Resumo: RESUMEN La percepción de los trabajadores sobre el funcionamiento de las estructuras y procesos que ocurren en su medio laboral se denomina clima organizacional. Cada institución manifiesta un clima propio influenciado de forma positiva o negativa por factores internos y externos tanto físicos como estructurales. Aunque los estudios de clima se aplican con mayor frecuencia en el mundo empresarial, su uso se extiende a otras organizaciones complejas como las académicas por la variedad de subsistemas y el capital humano que la componen y las diversas percepciones que generan. El presente artículo tiene como objetivo: exponer algunas consideraciones acerca del uso de los estudios sobre clima organizacional en los procesos de mejora de la calidad universitaria, a través de un acercamiento a sus definiciones y la experiencia del uso de estos estudios en ámbitos académicos, de manera específica en la Universidad de Ciencias Médicas de Villa Clara.

ABSTRACT The perception of workers about the functioning of the structures and processes that occur in their work environment is called organizational climate. Each institution manifests its own climate influenced positively or negatively by internal and external factors, both physical and structural. Although climate studies are more frequently applied in the business world, its usage extends to other complex organizations such as academic ones due to the variety of subsystems and the human capital that compose it and the diverse perceptions that they generate. This article aims to: present some considerations about the use of studies on organizational climate in the processes of improvement of university quality, through approaching to its definitions and the experience of the use of these studies in the academic environment, specifically at Villa Clara University of Medical Sciences.
Descritores: Organização e Administração
Qualidade de Vida
Educação Médica
Participação nas Decisões
Responsável: CU425.1 - Centro Provincial de Información de Ciencias Médicas de Villa Clara


  2 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1145160
Autor: Silva, Kátia Jamile da; Vendruscolo, Carine; Maffissoni, André Lucas; Durand, Michelle Kuntz; Weber, Mônica Ludwig; Rosset, Daisi Mara.
Título: Best practices in nursing and their interface with the expanded family health and basic healthcare centers / Las mejores prácticas en enfermería y su interfaz con el núcleo extendido de salud de la familia y atención primaria / Melhores práticas em enfermagem e sua interface com o núcleo ampliado de saúde da família e atenção básica
Fonte: Texto & contexto enferm;29:e20190013, Jan.-Dec. 2020.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: to know and reflect on the best practices in nursing and their interface with the Expanded Family Health and Basic Healthcare Centers (NASF-AB). Method: this is a participatory research based on Paulo Freire's methodological framework and developed from thematic investigation, coding, decoding, and critical unveiling. The information was produced and analyzed in four Culture Circles, with an average of five nurses and duration of two hours each, between April and June 2018. The investigation revealed four generating themes, unveiled during the meetings. In this study, the theme "best nursing practices that favor relations with NASF-AB" will be discussed. Results: nurses acknowledge communication as a tool that promotes best practices in nursing. It was possible to deepen the dialogue and knowledge about NASF-AB's work process and the role of nursing. Nurses act as a link between the support team and the Family Health team, a skill resulting from their training focused on management, having leadership and dialogue as resources for conflict resolution. Conclusion: the present study contributed to improve nurses' thinking and acting in relation to the proposed theme. The reflections made during Culture Circles boosted transformative attitudes in the practice settings. Nurse approximation with NASF-AB favors autonomy and collaborative practices (understood as best practices), encouraging interprofessional and solve-problem actions within Basic Care.

RESUMEN Objetivo: conocer y reflexionar sobre las mejores prácticas en enfermería y su interfaz con el Núcleo Extendido de Salud de la Familia y Atención Primaria (NASF-AB). Método: investigación participativa basada en el marco metodológico de Paulo Freire y desarrollada a partir de las etapas de investigación temática, codificación, decodificación y develación crítica. La información fue producida y analizada en cuatro Círculos de Cultura, con un promedio de cinco enfermeros y una duración de dos horas cada uno, entre abril y junio de 2018. La investigación reveló cuatro temas generadores, develados durante los encuentros. En este estudio se discutirá el tema: mejores prácticas de enfermería que favorecen las relaciones con la NASF-AB. Resultados: las enfermeras reconocen la comunicación como una herramienta que promueve las mejores prácticas en esta interfaz. Se logró profundizar el diálogo y el conocimiento sobre el tema, sobre el proceso de trabajo NASF-AB y el papel de la enfermería en este contexto. Se perciben a sí mismos como un vínculo entre el equipo de apoyo y el equipo de Salud de la Familia, habilidad resultante de su formación enfocada al ejercicio de la gestión y al liderazgo y al diálogo como recursos para la resolución de conflictos. Conclusión: el estudio contribuyó a la mejora del pensamiento y la actuación de los enfermeros en relación con el tema propuesto, ya que las reflexiones realizadas durante los Círculos Culturales estimularon actitudes transformadoras en los escenarios de práctica. Se observa que la aproximación de enfermeras con la NASF-AB favorece la autonomía y las prácticas colaborativas (entendidas como mejores prácticas), estimulando movimientos interprofesionales y resolutivos en el ámbito de la Atención Primaria.

RESUMO Objetivo: conhecer e refletir sobre as melhores práticas em enfermagem e sua interface com o Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica. Método: pesquisa participante pautada no referencial metodológico de Paulo Freire e desenvolvida a partir das etapas de investigação temática, codificação, decodificação e desvelamento crítico. As informações foram produzidas e analisadas em quatro Círculos de Cultura, com média de cinco enfermeiras e duração de duas horas cada, entre abril e junho de 2018. A investigação revelou quatro temas geradores, desvelados durante os encontros. Neste estudo será discutido o tema: melhores práticas de enfermagem que favorecem as relações com o Núcleo Ampliado. Resultados: as enfermeiras reconhecem a comunicação como ferramenta que promove as melhores práticas nessa interface. Foi possível aprofundar o diálogo e o conhecimento sobre o tema, sobre o processo de trabalho do Núcleo e o papel da enfermagem nesse contexto. Elas se percebem como elo entre a equipe apoiadora a equipe de Saúde da Família, habilidade decorrente da sua formação voltada para o exercício da gestão e tendo a liderança e o diálogo como recursos para a resolução de conflitos. Conclusão: o estudo contribuiu para o aprimoramento do pensar e do agir das enfermeiras em relação ao tema proposto, pois as reflexões tecidas durante os Círculos impulsionaram atitudes transformadoras nos cenários de prática. Nota-se que a aproximação das enfermeiras com os Núcleos favorece a autonomia e as práticas colaborativas (compreendidas como melhores práticas), estimulando movimentos interprofissionais e resolutivos no âmbito da Atenção Primária.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Prática de Saúde Pública
Enfermagem Baseada em Evidências
Integralidade em Saúde
Participação nas Decisões
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  3 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cortes, Soraya M. Vargas
Id: lil-201592
Autor: Cortes, Soraya M. Vargas.
Título: As origens da idéia de participaçäo na área de saúde / The sources of ideas concerning participation in health
Fonte: Saúde debate;(51):30-7, jun. 1996.
Idioma: pt.
Resumo: Desde os anos setenta, acadêmicos e políticos têm discutido a idéia de constituir formas de participaçäo direta nas instituiçöes ou em projetos de desenvolvimento governamentais e näo-governamentais. No Brasil, a reforma do sistema de saúde, em curso desde meados da década passada, criou as comissöes interinstitucionais de saúde, e, mais tarde, os conselhos de saúde. Estes fóruns passaram a fazer parte do sistema e foram ampliando gradativamente seu papel planejador e supervisor dos serviços de saúde localizados dentro de suas jurisdiçöes territoriais. Inúmeros autores analisaram o processo de reforma do sistema de saúde brasileiro (Campos, 1990; Médici, 1987; Oliveira e Teixeira, 1986; Paim, 1989; Possas, 1981; Teixeira, 1989 entre outros) e vários outros tem descrito e analisado a questäo da paticipaçäo popular ou de usuários neste sistema em transformaçäo (Carvalheiro et al, 1992; Carvalho e Santos, 1992; Ceccim et al, 1990; Cortes, 1995; Fatin, 1989; IBAM et al, 1991; IBAM et al, 1993; Jacobi, 1990; Martes, 1990; Rosa, 1989; Valla, 1989 entre outros)
Descritores: Reforma dos Serviços de Saúde
Política de Saúde
Sistemas de Saúde
-Participação nas Decisões
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  4 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-291207
Autor: Carvalho, Marta Lúcia O; Pirotta, Katia Cibelle MAchado; Schor, Neia.
Título: Apoio: a forma predominante de participaçäo masculina na regulaçäo da fecundidade do casal / Support: the predominating form of male participation in regulating the couple fertility
Fonte: Saúde Soc;9(1/2):61-76, jan.-dez. 2000. tab.
Idioma: pt.
Projeto: CNPq e FAPESP. Trabalho realizado no Departamento de Saúde Materno-Infantil - FSP/USP.
Resumo: 254 mulheres em idade reprodutiva, usuárias de métodos contraceptivos reversíveis, que referiam ter parceito sexual, foram entrevistadas em seus domicílios, na região sul de São Paulo, com o objetivo de identificar como elas definem as formas de participação, 82,7 por cento das entrevistadas referiram que seus parceiros participavam do processo de regulaçao da fecundidade, apesar de 78,8 por cento delas usarem métodos femininos, o que aponta para a desvinculação entre o tipo de método contraceptivo usado e a percepção dessas mulheres a respeito da participação masculina na regulação da fecundidade do casal. A forma predominante de participação masculina na contracepção esteve associada à função de apoio ao uso de método feminino de alta eficácia. Nas respostas as mulheres, assumem a contracepçãp como uma tarefa de sua responsabilidade, e o papel do homem como acessório de apoio à essa função
Descritores: Comportamento Contraceptivo
Anticoncepção/métodos
-Mulheres
Entrevistas como Assunto
Homens
Atitude Frente a Saúde
Participação nas Decisões
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-86627
Autor: D'Innocenzo Maria.
Título: O papel da(o) enfermeira(o) na assistência de enfermagem / The paper of nurse in the assistance nursing
Fonte: In: Anon. Anais do Primeiro Ciclo de Debates sobre Assistência de Enfermagem. s.l, s.n, 1988. p.163-8, ilus.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Ciclo de Debates sobre Assistência de Enfermagem, 1, Säo Paulo, 29-31 out. 1988.
Resumo: A autonomia, a crescente participaçäo nas decisöes da Empresa e uma atuaçäo mais influente e determinante no serviço de enfermagem caracterizam o papel do Gerente de Enfermagem. A constnate renovaçäo e adequaçäo dos conhecimentos tecno-humano-científico-administrativo contribuem para uma melhor resoluçäo dos problemas encontrados, visando uma perfeita Assistência de Enfermagem dentro da Instituiçäo
Descritores: Cuidados de Enfermagem
-Participação nas Decisões
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/WY3*CIEN


  6 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-755399
Autor: Garcia, Alessandra Bassalobre; Maziero, Vanessa Gomes; Rocha, Fernanda Ludmilla Rossi; Bernardes, Andrea; Gabriel, Carmen Silvia.
Título: Influência da cultura organizacional na gestão participativa em organizações de saúde / Influencia de la cultura organizacional en la gestión participativa en las organizaciones de salud / Influence of organizational culture on participatory Imanagement in health organizations
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);7(2):2615-2627, abr.-jun. 2015. ilus, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: To analyzes cientific literature about organizational culture's influencein facilitating participatory management in health organizations. Method: integrative review of literature; Databases: Scopus, Web of Science, SciELO, LILACS, PubMed e Medline. Inclusion criteria: original and review papers,available in Portuguese, English or Spanish; the papers' year of publication was unlimited. Results: it was found 450 papers and, after selection, six of them were analyzed. Among the papers analyzed, three of them were publications in health management field, one in management area, one in nursing and one medicine area, there was variation between 1992 and 2009 in the papers publication year. The studies showed that organizational culture influences the kind of management of the institution. Conclusion: The organizational culture will direct the management style adopted, and thus, will influence organizational change.

Objetivo: Analisar a produção científica existente sobre a influência da cultura organizacional na viabilização da gestão participativa em organizações de saúde. Método: Revisão integrativa da literatura;Base de Dados: Scopus, Web of Science, SciELO, LILACS, PubMed e Medline. Critérios de inclusão: artigos originais e de revisão, disponíveis nos idiomas português, inglês ou espanhol; Não foi limitado o ano das publicações. Resultados: Encontrados 450 artigos, após seleção, foram analisados seis deles. Dentre os artigos analisados, três se caracterizaram por serem publicações na área de gerenciamento em saúde, um na área de gerenciamento, um na área de enfermagem e um na área de medicina; no ano de publicação, houve variação entre 1992 e 2009. Os estudos evidenciaram que a cultura de uma organização influencia o tipo de gestão da instituição. Conclusão: A cultura de uma organização é que direcionará o estilo de gestão adotado, e, consequentemente, influenciará na mudança organizacional.

Objetivo: Analizar la literatura científica existente sobre la influencia de la cultura organizacional para facilitar la gestión participativa en las organizaciones de salud. Método: revisión Integradora; Bases de datos: Scopus, Web of Science, SciELO, LILACS, MEDLINE y PubMed. Criterios de inclusión: artículos originales y de revisión, disponibles em Portugués, Inglés o Español, sin limite del año. Resultados: Se encontraron 450 artículos, después de la selección, seis de ellos fueron analizados. Entre los artículos analizados, três fueron publicaciones en el campo de la gestión de la salud, uno em el ámbito de la gestión, una em la enfermería y una em la medicina; el año de publicación varió entre 1992 y 2009. Los estúdios mostraron que la cultura organizacional influye em el tipo de gestión de la institución. Conclusión: La cultura de una organización dirige el estilo de gestión adoptado, y por lo tanto influye en el cambio organizacional.
Descritores: Administração Hospitalar/métodos
Administração Hospitalar/tendências
Cultura Organizacional
Gestão em Saúde
Modelos Organizacionais
Participação da Comunidade
Participação nas Decisões
Planejamento Participativo
-Brasil
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Introdutório
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  7 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Assis, Marluce Maria Araújo
Mishima, Silvana Martins
Texto completo
Id: lil-218299
Autor: Assis, Marluce Maria Araújo; Pereira, Maria José Bistafa; Mishima, Silvana Martins.
Título: Planejamento em saúde: uma possibilidade de açäo participativa / Integrated planning in health: a possibility of a participative action
Fonte: Rev. latinoam. enferm;5(4):55-60, out. 1997.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo pretende relatar uma experiência vivenciada com o processo de planjamento integrado em uma Unidade Básica de Saúde de Ribeiräo Preto-SP. Elegemos como objeto de análise as interaçöes e diálogos que se expressaram no âmbito do Sitema Local de Saúde. Assim procuramos levar em consideraçäo as dinâmicas particulares desta realidade e os agentes sociais envolvidos (docentes, alunos, dirigentes, trabalhadores de saúde e membros da comunidade), na tentativa de compreender o agir comunicativo segundo HABERNAS (1989). Acreditamos ser este um espaço em aberto na perspectiva de ampliar o nível de participaçäo integrada na administraçäo dos serviços públicos de saúde.
Descritores: Participação da Comunidade
Planejamento em Saúde
-Brasil
Participação nas Decisões
Sistemas Locais de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  8 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-522786
Autor: Costa, Maria Bernadete de Sousa; Lopez Salazar, Pedri Eugenio.
Título: Análisis de la gestión municipal de los servicios de salud / Análise da gestão municipal dos serviços de saúde / Analysis of municipal health service management
Fonte: Rev. enferm. UERJ;16(4):465-471, out.-dez. 2008. ilus.
Idioma: es.
Resumo: Este estudio está centrado en el modelo actual de gestión en salud, buscando asociar las relaciones que se producen entre el estilo de gestión adoptado por los gestores municipales de salud y los resultados producidos en la conformación actual del Sistema Único de Salud (SUS). Tiene como objetivo analizar la relación entre el perfil del gestor y los resultados del cambio. La investigación fue cumplida en el Estado de Paraíba - Brasil, en 2004, con una muestra de 142 gestores. Los resultados revelaron que la gestión municipal de salud no es participativa porque no ocurrió la participación de los grupos integrantes del sistema conforme la literatura. El perfil profesional de los gestores no tuvo influencia sobre los resultados analizados. Se concluyó que la gestión del SUS depende de la participación de todos: gestores, directores, profesionales del área de salud, consejos de salud, comunidad, instituciones de salud públicas y convenidas y demás órganos gubernamentales.

Este estudo centra-se no atual modelo de gestão em saúde, buscando associar as relações que se produzem entre o estilo de gestão adotado pelos gestores municipais de saúde e os resultados produzidos na atual conformação do Sistema Único de Saúde (SUS). Tem como objetivo analisar a relação entre o perfil do gestor e os resultados da mudança. A pesquisa quantitativa realizou-se no Estado da Paraíba, em 2004, com uma amostra de 142 gestores. Os resultados revelaram que a gestão municipal de saúde não é participativa, visto que não ocorreu a participação dos grupos integrantes do sistema conforme a literatura. O perfil profissional dos gestores não influenciou nos resultados analisados. Concluiu-se que a gestão do SUS depende da participação de todos: gestores, diretores, profissionais da área de saúde, conselhos de saúde, comunidade, instituições de saúde públicas e conveniadas e demais órgãos governamentais.

This study examined the present model of health sector management to identify associations between managerial style among municipal health managers and results obtained in the Unified Health System (SUS) in its current form. It analyzed the relationship between manager profile and the results of the change. The quantitative research was performed in Paraiba State, in 2004, with a sample of 142 managers. The results revealed that municipal health management is not participatory, as it did not include participation by the groups that make up the system, as in the literature. The manager professional profile did not influence the results. It was concluded that management of the SUS depends on participation by all: managers, directors, health professionals, community, public and associated private health institutions and other governmental organizations.
Descritores: Gestor de Saúde
Gestão em Saúde
Participação nas Decisões/organização & administração
Sistema Único de Saúde/organização & administração
-Brasil
Pesquisa em Enfermagem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  9 / 89 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-501533
Autor: Souza, Mariluce Karla Bomfim de; Melo, Cristina Maria Meira de.
Título: Perspectiva de enfermeiras gestoras acerca da gestão municipal da saúde / Nurses in managerial positions: perspectives on municipal health management
Fonte: Rev. enferm. UERJ;16(1):20-25, jan.-mar. 2008.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo tem como objetivo caracterizar a gestão municipal da saúde sob a perspectiva de enfermeiras gestoras. Trata-se de um estudo de caso, de abordagem qualitativa, que utilizou a técnica de entrevista semi-estruturada para a coleta dos dados, além da análise documental realizada em um município baiano, em 2006. Participaram espontaneamente 15 enfermeiras gestoras, ocupantes de funções nos diferentes espaços da Secretaria Municipal de Saúde, cujos depoimentos foram submetidos à análise de conteúdo. Os resultados demonstraram divergências sobre o formato da gestão do Sistema Único de Saúde Municipal. Quanto à operacionalização do sistema de saúde e a dinâmica dos conselhos, as entrevistadas concordaram que a verticalização do poder interfere no processo de tomada de decisões. Concluiu-se que a gestão da saúde é um processo complexo e que se dá num contexto de influências políticas locais, estaduais e federal.

The purpose of this study was to characterize the municipal management of health from the perspective of nurses in managerial positions. It reports on a qualitative case study using the technique of semi-structured interviews, plus documentary analysis, conducted in a town in Bahia State in 2006. Fifteen nurses performing managerial duties in the various departments of the municipal health department participated spontaneously, and their statements were subjected to content analysis. The results revealed divergences on the format of management of the municipal unified health system (SUS). As regards operationalization of the health system and the dynamics of the boards of health, interviewees agreed that the verticalization of power interferes with decision-making processes. It was concluded that health management is a complex process that takes place in a context of local, state and federal political influences.

Este estudio tiene como objetivo caracterizar la gerencia municipal de la salud bajo la perspectiva de enfermeras gestoras. Se trata de un estudio de caso, de enfoque cualitativo, que utilizó la técnica de entrevista semiestructurada para la recolección de los datos, más allá del análisis documental cumplido en una ciudad de Bahia - Brasil, en 2006. Partciparon espontáneamente 15 enfermeras gestoras, que actuaban en diferentes espacios de la Secretaría Municipal de Salud, cuyas deposiciones fueron sometidas al análisis de contenido. Los resultados habían demostrado divergencias en el formato de la gerencia del Sistema Único de Salud municipal. Cuanto a la operatividad del sistema de salud y de la dinámica de los consejos, habían convenido que la acción vertical del poder interviene en el proceso de toma de decisiones. Se concluyó que la gerencia de la salud es un proceso complejo y que acaece en un contexto de influencias políticas locales, estaduales y federal.
Descritores: Política
Enfermeiras Administradoras
Gestão em Saúde
Governo Local
Sistema Único de Saúde/organização & administração
-Brasil
Participação nas Decisões
Pesquisa Qualitativa
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  10 / 89 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-400064
Autor: Labbadia, Lilian Lestingi; Matsushita, Mari Sahamura; Piveta, Valdecira Maria; Viana, Teresinha de Aguiar; Cruz, Fátima Solange Lafayette.
Título: O processo de acreditação hospitalar e a participação da enfermeira / The process hospital accreditation and the nurse role
Fonte: Rev. enferm. UERJ;12(1):83-87, abr. 2004.
Idioma: pt.
Resumo: Considerando a necessidade da exelência da qualidade dos serviços de saúde, o objetivo deste estudo é divulgar a metologia de acreditação hospitalar através da revisão da literatura e identificar o papel da enfermeira nesse processo. O conhecimento desse método é fundamental tanto para a escolha da melhor estratégia para implantar o processo como contribuir para o aumento da segurança e confiança dos clientes/pacientes nos serviços que os recebam.
Descritores: Enfermeiras e Enfermeiros
Administração de Serviços de Saúde
Avaliação em Enfermagem
Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde
Participação nas Decisões
-Controle de Qualidade
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)



página 1 de 9 ir para página                      
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde