Base de dados : LILACS
Pesquisa : N04.452.758.708.600 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 5 [refinar]
Mostrando: 1 .. 5   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 5 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-850096
Autor: Saliba, Orlando; Góes, Bruno Cabus; Gardin, Cléa Adas Saliba; Santos, Renata Reis dos; Gardin, Artênio José Isper.
Título: Honorários praticados por operadoras de planos odontológicos e pelo SUS em relação aos definidos pelo Conselho Federal de Odontologia / Fees charged by dental insurance companies and SUS as compared to those defined by the Brazilian Federal Dental Council
Fonte: Arq. odontol;47(04):215-218, 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Investigou-se o repasse de honorário ao cirurgião-dentista ofertado pelas empresas operadoras de planos odontológicos por grupos de procedimentos odontológicos. Materiais e Métodos: Os valores praticados por operadoras de planos foram definidos a partir da média obtida entre valores das tabelas de cinco planos com abrangência nacional. Esses valores médios e os valores pagos pelo SUS foram comparados com os estabelecidos na tabela VRCC – CFO. Para a comparação, foram obtidos valores médios para os seguintes grupos de procedimentos: preventivos, de dentística, de endodontia e de cirurgia.Os valores dos procedimentos preventivos foram comparados com os demais grupos de procedimentos. Resultados: Os planos aplicaram um desconto médio de 54,51% sobre os preços sugeridos pelo CFO. O maior desconto foi observado no grupo de procedimentos preventivos (57,09%, em média). Conclusão: As empresas operadoras de planos e convênios investigadas estão aplicando um desconto abusivo sob os preços sugeridos pelo CFO. É necessário identificar alternativas para que se possam reverter o quadro identificado por esse estudo.
Descritores: Determinação do Valor Econômico de Organizações de Saúde/estatística & dados numéricos
Honorários Odontológicos/legislação & jurisprudência
Implementação de Plano de Saúde/organização & administração
-Planos de Sistemas de Saúde
Seguro Odontológico/legislação & jurisprudência
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  2 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-620894
Autor: Saliba, Orlando; Góes, Bruno Cabus; Gardin, Cléa Adas Saliba; Santos, Renata Reis dos; Gardin, Artênio José Isper.
Título: Honorários praticados por operadoras de planos odontológicos e pelo SUS em relação aos definidos pelo Conselho Federal de Odontologia / Fees charged by dental insurance companies and SUS as compared to those defined by the Brazilian Federal Dental Council
Fonte: Arq. odontol;47(4):215-218, 2011. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Investigou-se o repasse de honorário ao cirurgião-dentista ofertado pelas empresas operadoras de planos odontológicos por grupos de procedimentos odontológicos. Materiais e Métodos: Os valores praticados por operadoras de planos foram definidos a partir da média obtida entre valores das tabelas de cinco planos com abrangência nacional. Esses valores médios e os valores pagos pelo SUS foram comparados com os estabelecidos na tabela VRCC – CFO. Para a comparação, foram obtidos valores médios para os seguintes grupos de procedimentos: preventivos, de dentística, de endodontia e de cirurgia.Os valores dos procedimentos preventivos foram comparados com os demais grupos de procedimentos. Resultados: Os planos aplicaram um desconto médio de 54,51% sobre os preços sugeridos pelo CFO. O maior desconto foi observado no grupo de procedimentos preventivos (57,09%, em média). Conclusão: As empresas operadoras de planos e convênios investigadas estão aplicando um desconto abusivo sob os preços sugeridos pelo CFO. É necessário identificar alternativas para que se possam reverter o quadro identificado por esse estudo.
Descritores: Determinação do Valor Econômico de Organizações de Saúde/estatística & dados numéricos
Honorários Odontológicos/legislação & jurisprudência
Implementação de Plano de Saúde/organização & administração
-Planos de Sistemas de Saúde
Seguro Odontológico/legislação & jurisprudência
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  3 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-516503
Autor: Musso, Carlos.
Título: Obras maestras del arte universal y la medicina: Esta noche se improvisa por Luigi Pirandello (1867-1936) / Universal art masterpieces and medicine: by Luigi Pirandello: Tonight we improvise
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;11(5):145-145, sept.-oct. 2008.
Idioma: es.
Descritores: Conhecimento
Determinação do Valor Econômico de Organizações de Saúde
Prática Profissional
Limites: Seres Humanos
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  4 / 5 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-422217
Autor: Araujo, Angela Maria.
Título: A regulação do mercado de saúde suplementar no Brasil: barreiras à entrada e à saída de operadoras de planos privados de assistência à saúde / Regulation of the market of suplemental health in Brazil: barriers to the entrance and the exit of operators of private plans of health assistance.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2004. 116 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A presente dissertação tem como objetivos estudar os instrumentos regulatórios mais utilizados para a intervenção do Estado na regulação da atividade econômica, concentrando-se na instituição de barreiras à entrada e à saída das operadoras de planos privados de assistência à saúde no mercado de saúde suplementar e demonstrar a adequação das operadoras à legislação vigente. O mercado de saúde suplementar envolve diferentes atores, com interesses e diretrizes próprios; a ação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) deve promover o equilíbrio entre os consumidores, agentes econômicos e o Estado, procurando que os poderes normatizador, regulador e fiscalizador da Agência sejam exercidos com independência. O estudo foi desenvolvido sob a perspectiva das teorias da regulação econômica, demonstrando que a regulação e a normatização estabelecidas pela ANS, na área contábil e econômico-financeira, definem as condições de entrada, permanência e saída, obrigando à constituição de reservas e garantias. Sob este prisma, a ANS pretende dar segurança ao consumidor, garantindo a capacidade econômico-financeira das operadoras para cumprir os contratos firmados, além de assegurar a transparência e a competitividade do setor.
Descritores: Cobertura de Serviços Privados de Saúde/legislação & jurisprudência
Regulamentação Governamental
Economia da Saúde
Planos e Programas de Saúde
Determinação do Valor Econômico de Organizações de Saúde
Assistência à Saúde
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; R362.10425, A663r


  5 / 5 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-310618
Autor: Ginnari, Guillermo; Bernardi, Jacqueline; Fernández, José; Contreras, Anadinora; Guzmán, Ricardo; Rengifo, César.
Título: Autoestima y desarrollo organizacional / Autoesteem and organizational development
Fonte: Salus militiae;25(1):39-50, ene.-jun. 2000. tab, graf.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Jornadas Científicas Nacionales, 36, Caracas, 2000.
Resumo: La autoestima del médico tiene papel relevante en el funcionmiento hospitalario generando procesos de interrelación en las diferentes variables que intervienen en el sistema. Dadas las condiciones de infraestructura del Hospital Naval "Dr. Raúl Perdomo Hurtado" (HNRP), determinadas a través de la base empírica observable, se planteó como hipótesis que la autoestima de su personal médico se encontraba con índices bajos, motivo por el cual se realizó la presente investigación de campo, prospectiva de carácter correlativo y de tipo expofacto, con una muestra aleatoria no inducida y conformada por 120 sujetos médicos distribuidos en cuatro grupos: grupo experimental de 30 médicos del HNRP, grupo referencial Nº1 de 30 médicos del Hospital Militar "Dr. Carlos Arvelo" (HOSPIMIL), grupo referencial Nº2 de 30 médicos del Hospital de Clínicas Caracas y grupo referencial Nº3 de 30 médicos del Hospital de Pariata. Se utilizó como instrumento una entrevista semiestructurada, y dos cuestionarios test de inteligencia emocional que miden conciencia de propio valor y confianza en si mismo. Ninguno de los grupos estudiados presentó incentivos laborales óptimos. La autoestima del personal médico del HNRP fue normal, los grupos números 1 y 2 presentaron un autoestima por encima de valor estándar alto, que a su vez coincidia con mejores condiciones laborales
Descritores: CONDUCTOMETRYABDOMEN
Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde
Médicos
Determinação do Valor Econômico de Organizações de Saúde
Relações Comunidade-Instituição/normas
Autoimagem
Planejamento Social
-Medicina
Venezuela
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde