Base de dados : LILACS
Pesquisa : N04.590.233.624.124 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 8 [refinar]
Mostrando: 1 .. 8   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 8 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Chile
Texto completo
Id: biblio-885999
Autor: Jiménez Rodríguez, José Manuel.
Título: Planificación anticipada de las decisiones en el distrito sanitario Córdoba y Guadalquivir, España / Advance planning decisions at Cordoba and Gualdaquivir Health District, Spain / Planejamento antecipado das decisões no distrito de saúde de Córdoba e Guadalquivir, Espanha
Fonte: Acta bioeth;23(1):9-14, jun. 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen: Objetivo: Determinar el conocimiento, actitud y planificación de la voluntad vital anticipada (VVA) en Atención Primaria, e identificar factores asociados. Material/Métodos: Estudio observacional descriptivo transversal. Población diana: médicos y enfermeros adscritos a 15 Unidades de Gestión Clínica del Distrito Sanitario Córdoba-Guadalquivir (España). Muestreo: Multietápico cuya N=269. Instrumento: Cuestionario validado. Análisis estadístico: Descriptivo y bivariante de los datos obtenidos. Resultados: Edad media de los profesionales 51 años (Dt. 8,2) siendo mujeres el 60,9%. El 55,8% fueron médicos y el 79,3% propietarios. La puntuación media años de servicio fue 23,5 (Dt. 9,4). El 50,9% trabajaba en ámbito rural. La puntuación media del conocimiento fue 5,1 (Dt. 2,09). El 98,4 % considera que la VVA está regulada en Andalucía. El 56,9% no ha leído su documento y el 78,1% no ha leído la guía de planificación. El 65,6 no ubica el registro de VVA. El 89,3% no planifica en el último año; quien planifica lo hace <3 veces. El p-valor de la planificación es: (p=0,838) respecto del sexo; (p=0,521) edad; (p=0,841) ámbito de trabajo, (p=0,543) categoría profesional; (p=0,934) años de servicio; (p=0,210) tipo de contrato. Conclusiones: Pocos profesionales sanitarios planifican con el paciente la VVA, no identificándose factores independientes asociados al estudio.

Abstract: Objectives: Determine the knowledge, attitude and advance care planning in primary care and to identify associated factors. Material /Methods: Type of study: Cross-sectional multicentric study. Study population: Physicians and nurses of 15 Clinical Management Units at Cordoba-Guadalquivir Health District (Spain). Sampling: Multistage with N=269. Tools: Validated questionnaire. Analysis: Descriptive and bivariate statistical analyses were done. Results: Mean age of 51 years professional (SD 8.2) and 60.9% of them were women. About 55.8% of participants were physicians and 79.3% had permanent posts. Mean working years was 23.5 (SD 9.4) and about 50.9% of participants worked at rural areas. Mean knowledge score was 5.1 (SD 2.09). 98.4% believe early vital will is regulated in Andalusia. About 56.9% have not read the regulatory document and 78.1% have not read the planning guidebook. More than 65% don't know the corresponding registry office. 89.3% do not plan in the last year; who planned did that <3 times. The p value of planning is: (p = 0.838) about sex; (p = 0.521) age; (p = 0.841) scope of work, (p = 0.543) professional category; (p = 0.934) years of service; (p = 0.210) type of contract. Conclusions: Few medical practitioners plan with the patient. No independent study identifies factors.

Resumo: Objetivo: determinar o conhecimento, atitude e o planejamento da vontade vital antecipada (VVA) na atenção primária à saúde, e identificar fatores associados. Materiais /métodos: Estudo observacional descritivo transversal. População-alvo: médicos e enfermeiros pertencentes a 15 unidades de Gestão Clínica de Saúde do Distrito Sanitário Cordoba-Guadalquivir (Espanha). Amostragem: Multistage cujo N = 269. Instrumento: Questionário validado. Análise estatística: descritiva e bivariante dos dados obtidos. Resultados: a idade média dos profissionais é de 51 anos (DT. 8.2) sendo 60,9% a representação de mulheres. 55,8% foram médicos e 79.3% proprietários. A pontuação média foi de anos de serviço foi de 23,5 (DT. 9.4). 50,9% trabalhavam nas zonas rurais. A pontuação média de conhecimento foi de 5.1 (DT. 2.09). 98.4% considera que a VVA está regulamentada na Andaluzia. 56,9% não leu seu documento e 78,1% não leu o guia de planejamento. Os 65,6% não localizam o registro da VVA. 89,3% não planejam no último ano; quem planeja, o faz < 3 vezes. O p-valor do planejamento é: (p = 0, 838) em relação ao sexo; (p = 0, 521) idade; (p = 0, 841) âmbito de trabalho, (p = 0, 543) categoria profissional; (p = 0, 934) anos de serviço; (p = 0, 210) tipo de contrato. Conclusões: Poucos profissionais de saúde planejam a VVA com o paciente, não identificando fatores independentes associados com o estudo.
Descritores: Médicos
Atenção Primária à Saúde
Planejamento Antecipado de Cuidados
Governança Clínica
-Espanha
Estudos Observacionais como Assunto
Limites: Seres Humanos
Responsável: CL58.1 - Biblioteca


  2 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1016515
Autor: Iñurrategui, María Celia.
Título: Eficacia de las intervenciones basadas en cuidados paliativos en pacientes y cuidadores / Efficacy of palliative care interventions in patients and caregivers
Fonte: Evid. actual. práct. ambul;21(2):52-52, jul. 2018. tab..
Idioma: es.
Descritores: Cuidados Paliativos
Qualidade de Vida
Cuidadores/psicologia
-Literatura de Revisão como Assunto
Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto
Análise de Sobrevida
Metanálise como Assunto
Satisfação do Paciente
Planejamento Antecipado de Cuidados
Limites: Seres Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central


  3 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-971861
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde.
Título: Diretrizes para especialização técnica em nível médio em enfermagem em linha de cuidado: volume 2: doenças crônicas.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúd; 2016. 45 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Administração dos Cuidados ao Paciente
Níveis de Atenção à Saúde
Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde
Avaliação de Processos (Cuidados de Saúde)
Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde)
Enfermagem de Atenção Primária
Pacotes de Assistência ao Paciente
Cuidados de Enfermagem
-Avaliação de Processos e Resultados (Cuidados de Saúde)
Planejamento de Assistência ao Paciente
Equipe de Assistência ao Paciente
Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde
Prestação Integrada de Cuidados de Saúde
Continuidade da Assistência ao Paciente
Determinação de Necessidades de Cuidados de Saúde
Assistência à Saúde
Planejamento Antecipado de Cuidados
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)
ACERVO DIGITAL


  4 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-971860
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde. Departamento de Gestão da Educação na Saúde.
Título: Diretrizes para especialização técnica em nível médio em enfermagem em linha de cuidado: volume 3: saúde materna, neonatal e lactente.
Fonte: Brasília; Ministério da Saúde; 2016. 46 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Cuidado da Criança
Enfermagem Primária
Determinação de Necessidades de Cuidados de Saúde
Assistência à Saúde
Planejamento Antecipado de Cuidados
Enfermagem de Atenção Primária
Pacotes de Assistência ao Paciente
Cuidado do Lactente
Comportamento Materno
-Avaliação de Processos e Resultados (Cuidados de Saúde)
Planejamento de Assistência ao Paciente
Equipe de Assistência ao Paciente
Qualidade da Assistência à Saúde
Administração dos Cuidados ao Paciente
Níveis de Atenção à Saúde
Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde
Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)
ACERVO DIGITAL


  5 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-466460
Autor: Szipilman, Ana Rosa Murad; Miotto, Maria Helena Monteiro de Barros; Barcellos, Ludmila Awad.
Título: O efeito da informação verbal e demonstração na higiene de crianças de seis a doze anos / The effect of verbal information and demonstration on six to twelvw years old children's oral hygiene
Fonte: UFES rev. odontol;7(1):18-29, jan.-abr. 2005. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Esta pesquisa foi realizada no curso de Odontologia-UFES, com projeto aprovado pelo Comitê de Ética, e teve como objetivo avaliar a efetividade de um programa preventivo baseado em educação e motivação, no controle de placa e melhoria de higiene bucal, de cem crianças entre seis a doze anos, selecionadas e alocadas aleatoriamente em três grupos: o grupo I recebeu palestra informativa; o grupo 11, palestra, demonstração e escovação supervisionada; O grupo 111, controle. O índice utilizado para medir placa foi o de Greene & Vermillion, e os dados foram coletados no início, aos quatorze e noventa dias, medidos por um único examinador. A análise estatística foi feita por meio do teste Kruskal-Wallis e análise de variância (ANOVA, ANCOVA, ANOVA para medidas repetidas). Os resultados mostraram diferença estatisticamente significante aos quatorze dias e não significante aos noventa dias. Pôde-se concluir que educação para a melhoria de higiene bucal apresentou bons resultados, quando avaliados em intervalos de tempo pequenos. Intervalos maiores mostraram manutenção do índice ou ainda a sua piora. Técnicas simples ou complexas não modificaram os resultados. Um aumento de conhecimento pode ser esperado, porém este não resultará, necessariamente, em uma mudança de comportamento.
Descritores: Higiene Bucal/educação
Motivação
Odontologia Preventiva/educação
Planejamento Antecipado de Cuidados
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Responsável: BR97.1 - Serviço de Documentação Odontológica


  6 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-873577
Autor: Arcuri, Plínio Miguel; Ramos, Naraiana Barros; Scabar, Luiz Felipe.
Título: Pacientes geriátricos do Brasil / Geriatric patients in Brazil
Fonte: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;24(1):43-45, jan.-mar. 2006. CD-ROM.
Idioma: pt.
Resumo: A população idosa no Brasil tem aumentado progressivamente e estima-se que em 2020 o número de idosos seja de 30 milhões em todo o país. De acordo com o censo realizado em 2000, uma em cada dez pessoas tem 60 anos de idade ou mais. Os problemas de saúde apresentados pelos idosos são mais complexos, pois geralmente são um conjunto composto por alterações e doenças sistêmicas que atuam agravando as doenças bucais para essa clientela específica. Conhecer as alterações psico-sociais, sistêmicas e até mesmo o grau de dependência desses pacientes, aliados aos conhecimentos sobre as principais alterações bucais em idosos, configura o perfil a ser analisado pelo cirurgião-dentista para o sucesso do tratamento odontológico
Descritores: Planejamento Antecipado de Cuidados
Odontologia Geriátrica
Serviços Preventivos de Saúde
Análise Estatística
-Padrões de Prática Odontológica
Assistência Odontológica para Idosos
Relações Dentista-Paciente
Acesso aos Serviços de Saúde
Qualidade da Assistência à Saúde
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  7 / 8 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859940
Autor: Pereira, Inés; Koziol, Silvia; Mauvezin, Joaquín; Notejane, Martín; Bernadá, Mercedes.
Título: Directivas de adecuación del esfuerzo terapéutico en niños: experiencia de la Unidad de Cuidados Paliativos Pediátricos del Centro Hospitalario Pereira Rossell (2009-2015) / Directives on the adequacy of therapeutic effort in children: experience at the Peadiatric Palliative Care Unit of the Pereira Rossell Hospital Centre (2009-2015)
Fonte: Rev. méd. Urug;33(1):24-33, mar. 2017.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: en algunos pacientes las directivas de adecuación del esfuerzo terapéutico (DAET) constituyen una herramienta para alinear el cuidado médico a los objetivos del paciente y su familia. Objetivo: describir las características de los niños asistidos por una unidad de cuidados paliativos pediátricos (UCPP) con DAET y el nivel de respeto de las mismas en los niños fallecidos. Material y método: estudio descriptivo, retrospectivo. Período: 1/1/2009-31/12/2015. Población: niños asistidos por la UCPP. Variables, de los niños con DAET: edad, patología, participantes en la toma de decisiones, forma de registro, medidas a realizar y no realizar, tiempo entre captación por UCPP/DAET, fallecimiento, tiempo entre DAET/fallecimiento, lugar de fallecimiento, respeto de las DAET. Resultados: tenían DAET 11,8% (73/618) de los pacientes; mediana edad: 3,8 años; 75,3% presentaba afectación neurológica severa. Participantes en el proceso de DAET: equipo de salud y cuidador principal: 94,5%. Registro en documento específico: 60,3%. Las DAET incluyeron realizar: analgesia y cuidados de confort: 100%, ingreso a cuidados moderados: 86,3% y no realizar: reanimación cardiopulmonar: 100%, ingreso a terapia intensiva: 86,3%, asistencia ventilatoria mecánica 83,5%. Tiempo entre captación UCPP/DAET: mediana: 13 meses. Falleció 53,4% (39/73), en el hospital 76,9%. Tiempo entre DAET/fallecimiento, mediana: 7 meses. Se respetaron las DAET en 97,4%. Discusión y conclusiones: de los niños asistidos por la UCPP, 11,8% tenía DAET. En su mayoría el proceso fue compartido entre profesionales y cuidadores. Se constató un aumento progresivo de DAET en documentos de registro específico. En casi la totalidad de los niños fallecidos se respetó las DAET.

Introduction: in certain patients, "directives on the adequacy of therapeutic effort" (DAET) known as advanced care planning are important tools to align medical care to patient's and family's objectives of care. Purpose: to describe characteristics of patients assisted by a paediatric palliative care unit (PPCU) with DAET and the degree in which they were respected in children who died. Methods: descriptive, retrospective study. Period: 1/January/2009- 31/December/2015. Population: children assisted by the UCPP with DAET. Variables: age, pathology, prosthesis carried, primary caregiver, participants in decision-making process, form of registration, measures "TO PERFORM" and "NOT TO PERFORM", time between recruitment by PPCU/DAET, death, time between DAET/death, place of death, DAET accomplished. Results: DAET was found in 11.8% (73/618) of patients; median age: 3.8 years old; 75.3% had severe neurological impairment; 84.9% carried at least one prosthesis; primary caregiver: mother 72.6%. Participants in decision-making process: healthcare team and primary caregiver 94.5%. Registration in specific document: 60.3%. DAET included: "TO PERFORM": analgesia and comfort care: 100%, admission to moderate care: 86.3% and "NOT TO PERFORM": cardiopulmonary resuscitation: 100%, admission to intensive care: 86.3%, mechanical ventilator assistance 83.5%. Time between recruitment by PPCU/DAET: median: 13 months. 53.4% (39/73) died, in the hospital 76.9%. Time between DAET/death, median: 7 months. DAET were followed in 97.4%. Discussion and conclusions: 11.8% of children assisted by PPCU had DAET. Decision-making was shared between health providers and caregivers in most cases. DAET were respected in almost all children who had them and died.

Introdução: para alguns pacientes as diretivas de adequação do esforço terapêutico (DAET) são uma ferramenta para compatibilizar a atenção médica e os objetivos do paciente de sua família. Objetivo: descrever as características das crianças atendidas por uma unidade de cuidados paliativos pediátricos (UCPP) com DAET e o nível de respeito das mesmas nas crianças que faleceram. Material y método: estudo descritivo, retrospectivo. Período: 1/1/2009-31/12/2015. População: crianças atendidas pela UCPP. Variáveis: das crianças com DAET: idade, patologia, participantes na toma de decisões, forma de registro, medidas a realizar e a não realizar, tempo entre captação por UCPP/DAET, falecimento, tempo entre DAET/falecimento, lugar de falecimento, respeito as DAET. Resultados: 11,8% (73/618) dos pacientes tinham DAET; a mediana de idade foi: 3,8 anos; 75,3% apresentava afetação neurológica severa. Participantes do processo de DAET: em 94,5% dos casos - equipe de saúde e cuidador principal. Registro en documento específico: 60,3%. As DAET incluíam a realização de: analgesia e cuidados de conforto: 100%, admissão a cuidados moderados: 86,3% e a não realização de: reanimação cardiopulmonar: 100%, admissão a terapia intensiva: 86,3%, assistência ventilatoria mecânica 83,5%. Tempo entre captação UCPP/DAET: mediana: 13 meses. 53,4% (39/73) faleceu sendo 76,9% no hospital. Tempo entre DAET/falecimento, mediana: 7 meses. As DAET foram respeitadas em 97,4%. Discussão e conclusões: 11,8% das crianças atendidas pela UCPP tinha DAET. Na maioria dos casos o processo foi compartilhado entre profissionais e cuidadores. Um aumento progressivo de DAET nos documentos de registro específico foi observado. AS DAET foram respeitadas em praticamente todos os casos.
Descritores: Planejamento Antecipado de Cuidados
Tomada de Decisões
Cuidados Paliativos
Pediatria
Responsável: UY6.1 - Biblioteca


  8 / 8 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-575110
Autor: Matejic, Patricia; Maluenda, María; Vázquez, Rodrigo; Gil, Néstor; Tejerino, Juan Carlos.
Título: Nueva gripe A: cómo enfrentó la crisis el Hospital Italiano de Buenos Aires / New influenza A: how the Hospital Italiano de Buenos Aires faced the crisis
Fonte: Rev. Hosp. Ital. B. Aires (2004);29(2):67-75, dic. 2009. graf, tab.
Idioma: es.
Descritores: Planejamento Antecipado de Cuidados
Surtos de Doenças/estatística & dados numéricos
Epidemiologia/estatística & dados numéricos
Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde
Vírus da Influenza A Subtipo H1N1
Gestão de Recursos
-Argentina
Comunicação em Saúde
Estratégias Locais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: AR2.1 - Biblioteca Central



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde