Base de dados : LILACS
Pesquisa : N04.590.374 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 4655 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 466 ir para página                         

  1 / 4655 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-567192
Autor: Chehuen Neto, José Antônio; Mello, Cristiana Silva de; Gonçalves, Mariana Paula Cunha; Santos, Elen Evangelista dos; Oliveira, Maria Carolina Barra de; Candido, Paula de Castro Menezes.
Título: A Segunda Opinião Médica Sob a Perspectiva do Profissional / The second medical opinion from the perspective of the professional
Fonte: HU rev;36(2), abr.-jun. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: A "segunda opinião" na área médica é uma "consulta adicional com outro médico ou grupo de médicos, solicitada pelo paciente ou pelo médico que o está atendendo". A crescente conscientização dos pacientes a respeito de seus problemas de saúde, o elevado nível de complexidade científica e técnica da medicina e o crescimento dos problemas legais e econômicos associados à prática médica está tornando a segunda opinião médica cada vez mais importante. Neste trabalho, pesquisamos o profissional, referindo as principais causas da ocorrência da segunda opinião por outro profissional e eventuais mudanças ou consequências deseu envolvimento na situção clínica, em questões éticas ou de postura pessoal. Realizamos estudo transversal utilizando questionário, com amostra de 100 médicos de Juiz de Fora (MG). A busca pela segunda opinião é uma prática frequente, sendo os principais motivos que levam o paciente a buscar uma opinião adicional: falha na relação médico-paciente, excesso de informações obtidas de forma aleatória e dúvidas com relação a tratamento e diagnóstico; utilizada pelo médico como um instrumento de benefício para sua atividade: 79% desses estimulam seus pacientes a procurá-la, principalmente quando percebem insegurança por parte do doente, em casos de prognóstico mais restrito ou com mais de uma possibilidade terapêutica. A tomada da segunda opinião médica pode ser considerada uma ferramenta capaz de beneficiar todas as partes envolvidas: os médicos, pelo reforço do diagnóstico e compartilhamento de casos difíceis; os pacientes, por garantir uma maior segurança quanto à propedêutica a ser executada; e toda a sociedade, ao reduzir gastos com procedimentos desnecessários.

The second medical opinion in medicine is "another consultation with a different physician or group of physicians, requested by the patient or the doctor". The increasing awareness of patients about their health problems, the high level of scientific and technical complexity of medicine and the raise of economic and legal issues associated to the medical practice is making the second medical opinion increasingly important.In this study we investigated the professional, referring to the main causes of the search for a second opinion by another professional and the changes or consequences of their involvement in clinical situation, on ethical issues or personal position. Cross sectional study using a questionnaire with 100 physicians from Juiz de Fora (MG), Brazil, as a sample. This practice is frequent and some of the main reasons that lead patients to seek an additional opinion were: a flaw in patient-doctor relationship, the extra information obtained by patients given in a random sequence and doubts about treatment and diagnosis; is used by doctors like an instrument to benefit their activity so that 79 % of the interviewed professionals encourage their patients to look for it, specially when they notice that the patient is insecure, in cases of a limited prognosis or when there are more than one therapeutic possibility available. This practice can already be considered a tool capable of benefiting all the parts involved: doctors by strengthening the diagnosis and sharing difficult cases, patients because they feel safer with the proposed propedeutics or therapeutics and, finally, the whole society while reducing expenses with unnecessary proceedings.
Descritores: Encaminhamento e Consulta
Assistência à Saúde
-Relações Médico-Paciente
Consultórios Médicos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1004077
Autor: Santana, Taís Fernanda Maimoni Contieri; Pereira, Maria Alice Ornellas.
Título: O cuidado em saúde mental na atenção básica: uma cartografia / Mental health care in primary care: a cartography / El cuidado en salud mental en la atención básica: una cartografía
Fonte: Rev. enferm. UERJ;26:e32305, jan.-dez. 2018. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: cartografar o cotidiano do cuidado ao portador de transtorno psíquico, tendo como sujeitos os profissionais de uma unidade de saúde da família, bem como os de um núcleo de apoio à saúde da família. Método: investigação de natureza qualitativa, com participação de nove profissionais, do noroeste paulista em meados de 2013. Utilizou-se para coleta de dados o estudo de caso, o diário de campo, a entrevista semi-estruturada e o fluxograma analisador. O projeto foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados: foram apreendidos e estruturados em três territórios, sendo, neste estudo, apresentado o território do fazer; evidenciaram-se dificuldades à possibilidade da reversão do cuidado, este embasado, ainda, no modelo médico hegemônico. Conclusão: houve entraves para a efetivação do vínculo, da responsabilização e do comprometimento desses profissionais para vislumbrarem avanços no cotidiano das práticas em saúde mental, o que dificulta a reabilitação psicossocial.

Objective: to map the daily care of patients with psychic disorders, the subjects of the mapping being the personnel of a family health unit and a family health support unit. Method: nine health professionals participated in this qualitative study in northwest São Paulo in mid-2013. Data were collected by case study, field diary, semi-structured interview and analytical flowchart. The project was approved by the research ethics committee. Results: results were captured and structured in three territories, of which the territory of doing was presented in this study. These evidenced the difficulties facing possible reversal of care, which is still based on the hegemonic medical model. Conclusion: there were obstacles to effective bonding, accountability and commitment by these professionals, making it hard to envisage advances in daily mental health practice, which hinders psychosocial rehabilitation.

Objetivo: cartografiar el cotidiano del cuidado al portador del trastorno psíquico, los sujetos siendo los profesionales de una unidad de la salud de la familia, así como los de un núcleo de apoyo a la salud de la familia. Método: investigación de naturaleza cualitativa, con la participación de nueve profesionales, del noroeste de São Paulo, a mediados de 2013. Para la recolección de datos se utilizó el estudio de caso, el diario de campo, la entrevista semiestructurada y el diagrama de flujo analizador. El proyecto fue aprobado por el Comité de Ética en Investigación. Resultados: fueron delimitados y estructurados en tres territorios, siendo que, en este estudio, se presentó el territorio del hacer. Se evidenciaron dificultades en cuanto a la posibilidad de reversión del cuidado, con base aún en el modelo médico hegemónico. Conclusión: hubo obstáculos en cuanto a volver efectivos el vínculo, la responsabilidad y el comprometimiento por parte de esos profesionales para poder vislumbrar avances en el cotidiano de las prácticas en la salud mental, lo que dificulta la rehabilitación psicosocial.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde Mental
Estratégia Saúde da Família
Assistência à Saúde
Mapeamento Geográfico
-Sistema Único de Saúde
Pesquisa Metodológica em Enfermagem
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  3 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-950046
Autor: Aprea, Valeria; Jorro Barón, Facundo; Meregalli, Claudia; Sabatini, María C.
Título: Impacto de una intervención de mejora de calidad de atención para prevenir las úlceras por presión en una Unidad de Cuidados Intensivos Pediátricos / Impact of a health care quality improvement intervention to prevent pressure ulcers in a Pediatric Intensive Care Unit
Fonte: Arch. argent. pediatr;116(4):529-541, ago. 2018. graf, tab.
Idioma: en; es.
Resumo: Introducción. En los niños internados en las unidades de cuidados intensivos, más del 50% de las úlceras por presión (UPP) se relacionan con la presión sostenida de los equipos y dispositivos. las UPP son un indicador indirecto de la calidad de atención. Objetivo. Evaluar el impacto de la implementación de una intervención de mejora de la calidad de atención sobre el desarrollo de UPP en una Unidad de Cuidados Intensivos Pediátricos. Material y métodos. Estudio antes-después, no controlado. Preintervención: medición de UPP; posintervención: se aplicó un paquete de medidas (educación del personal, identificación de los pacientes de riesgo y disminución de la presión mediante el uso de colchones antiescaras y posicionadores de gel de polímero), con iguales mediciones. Resultados. Se incluyeron 152 pacientes, 74 preintervención y 78 posintervención. Se observó una disminución significativa de la incidencia de UPP (pre-: 50,60%; pos-: 23,08%; p = 0,001). Mayor puntaje de riesgo en el grupo posintervención (pre-: 12,4 ± 1,9; pos-: 13,7 ± 2,1; p= 0,001). Sin diferencias en el puntaje de riesgo al día de aparición de la UPP y la cantidad de UPP. El análisis estratificado por riesgo mantuvo la diferencia significativa en la incidencia de UPP (PIM2 < 5: 47,37%; 19,23%; p= 0,004; y PIM2 > 5:55,56%; 30,77%; p= 0,053). Conclusión. Hubo un menor desarrollo de UPP luego de la implementación de una intervención de mejora de la calidad. No se observaron cambios en la cantidad ni en su estadio de mayor gravedad.

Introduction. Among children hospitalized in the intensive care unit who have pressure ulcers (PUs), more than 50% are related to the sustained pressure from a device or equipment. PUs are an indirect indicator of the quality of health care. Objective. To assess the impact of a health care quality improvement intervention on the development of PUs at the pediatric intensive care unit. Materials and methods. Uncontrolled, before and after study. Pre-intervention: measurement of PUs; post-intervention: implementation of a bundle of measures (staff training, identification of patients at risk, and pressure relief by using antibedsore mattresses and polymer gel positioners) and the same measurements. Results. A total of 152 patients were included: 74 before the intervention and 78 after the intervention. A significant reduction was observed in the incidence of PUs (preintervention: 50.60%; post-intervention: 23.08%; p= 0.001). A higher risk score was seen in the post-intervention group (pre-intervention: 12.4 ± 1.9; post-intervention: 13.7 ± 2.1; p= 0.001). No differences were observed in the risk score on the day of PU onset and the number of PUs. The risk-stratified analysis maintained the significant difference in the incidence of PUs (PIM2 < 5: 47.37%; 19.23%; p= 0.004; and PIM2 > 5: 55.56%; 30.77%; p= 0.053). Conclusion. A lower incidence of PUs was observed after the implementation of the health care quality improvement intervention. No changes were detected in the number of PUs or the severity staging.
Descritores: Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica
Lesão por Pressão/prevenção & controle
Assistência à Saúde/métodos
Melhoria de Qualidade
-Leitos
Incidência
Fatores de Risco
Lesão por Pressão/epidemiologia
Assistência à Saúde/normas
Limites: Seres Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  4 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-778495
Autor: Dias, Eduardo Rocha; Silva Junior, Geraldo Bezerra da.
Título: Evidence-Based Medicine in judicial decisions concerning right to healthcare / A Medicina Baseada em Evidências na jurisprudência relativa ao direito à saúde
Fonte: Einstein (Säo Paulo);14(1):1-5, Jan.-Mar. 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To analyze, from the examination of decisions issued by Brazilian courts, how Evidence-Based Medicine was applied and if it led to well-founded decisions, searching the best scientific knowledge. Methods The decisions made by the Federal Courts were searched, with no time limits, at the website of the Federal Court Council, using the expression “Evidence-Based Medicine”. With regard to decisions issued by the court of the State of São Paulo, the search was done at the webpage and applying the same terms and criterion as to time. Next, a qualitative analysis of the decisions was conducted for each action, to verify if the patient/plaintiff’s situation, as well as the efficacy or inefficacy of treatments or drugs addressed in existing protocols were considered before the court granted the provision claimed by the plaintiff. Results In less than one-third of the decisions there was an appropriate discussion about efficacy of the procedure sought in court, in comparison to other procedures available in clinical guidelines adopted by the Brazilian Unified Health System (Sistema Único de Saúde) or by private health insurance plans, considering the individual situation. The majority of the decisions involved private health insurance plans (n=13, 68%). Conclusion The number of decisions that did consider scientific evidence and the peculiarities of each patient was a concern. Further discussion on Evidence-Based Medicine in judgments involving public healthcare are required.

RESUMO Objetivo Analisar, a partir do exame de decisões proferidas por tribunais brasileiros, como a Medicina Baseada em Evidências foi aplicada e se conduziu a decisões bem fundamentadas, sob a perspectiva do melhor conhecimento científico. Métodos Analisaram-se decisões de Tribunais Federais selecionadas pela busca, sem limitação temporal, no sítio do Conselho da Justiça Federal, dedicado à pesquisa unificada de jurisprudência, contendo a expressão “Medicina Baseada em Evidências”. Quanto aos acórdãos da Corte Paulista, a busca foi feita em sua página na internet dedicada à pesquisa de jurisprudência, também por meio da expressão “Medicina Baseada em Evidências”, e sem limitação temporal. Efetuou-se, a seguir, uma análise qualitativa da discussão efetuada em cada processo, verificando se nela se apreciaram a situação do paciente/autor da ação, e a eficácia ou ineficácia de tratamentos ou medicamentos constantes em protocolos já existentes, antes de se deferir a medida buscada em juízo. Resultados Verificou-se que em menos de um terço das decisões examinadas houve uma discussão adequada da eficácia do procedimento buscado judicialmente, em comparação com os disponibilizados em protocolos clínicos pelo Sistema Único de Saúde e por planos privados de saúde, à luz da situação individual do autor da ação. A maioria das decisões envolvia planos de saúde (n=13, 68%). Conclusão O número de decisões em que se deu maior consideração à evidência científica e às peculiaridades dos pacientes foi preocupante. É necessário ampliar a discussão da Medicina Baseada em Evidências nos processos envolvendo a saúde pública.
Descritores: Medicina Baseada em Evidências/legislação & jurisprudência
Direitos do Paciente/legislação & jurisprudência
Assistência à Saúde/legislação & jurisprudência
-Defesa do Paciente/legislação & jurisprudência
Brasil
Stents Farmacológicos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040755
Autor: Konder, Mariana; O'dwyer, Gisele.
Título: As Unidades de Pronto Atendimento como unidades de internação: fenômenos do fluxo assistencial na rede de urgências / Emergency Care Units as hospitalization units: phenomena of the care flow in the emergency network
Fonte: Physis (Rio J.);29(2):e290203, 2019. graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo A Rede de Urgência e Emergência (RUE) do município do Rio de Janeiro foi alvo de investimentos e reestruturação com a disseminação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). Superlotação, baixa qualidade e integração comprometem a conformação dessa rede. Buscou-se analisar a organização e o funcionamento dos fluxos assistenciais estabelecidos na RUE, a partir do acesso ao leito hospitalar. Foram realizadas 36 entrevistas e análise de dados de bancos de dados primários e secundários, utilizando-se estatística descritiva e a análise exploratória. O acesso ao leito hospitalar é infrequente, sendo atendidas apenas 13% das solicitações totais. As solicitações de leito oriundas das UPAs alcançaram percentuais maiores, 40% para UTI e 36% para clínica geral. No entanto, os cerca de 60% restantes, geralmente, recebem alta ou evoluem para óbito antes de alcançar um leito hospitalar, transformando as UPAs em unidades de internação. Outro fenômeno de destaque foi a relação conflituosa entre os componentes pré-hospitalares (atenção primária e UPA) na dinâmica do fluxo do Vaga Zero, comprometendo a continuidade do cuidado. É necessário aprimorar o nível de integração entre unidades que compõem a RUE bem como expandir e qualificar a retaguarda hospitalar.

Abstract Emergency Health Care delivery has been a major issue in the city of Rio de Janeiro was the target of investments and restructuring with the dissemination of Emergency Care Units (UPAs). Overcrowding, poor quality and integration compromise the conformation of this network. The aim was to analyze the organization and functioning of care flows established in the RUE, based on access to the hospital bed. Thirty-six interviews and data analysis of primary and secondary databases were performed, using descriptive statistics and exploratory analysis. Access to the hospital bed is infrequent, with only 13% of total requests being met. Bed requests from UPAs reached higher percentages, 40% for ICUs and 36% for general practice. However, the remaining 60% are usually discharged or die before reaching a hospital bed, turning UPAs into inpatient units. Another prominent phenomenon was the conflictual relationship between the prehospital components (primary care and UPA) in the dynamic of the Vaga Zero flow, compromising the continuity of care. It is necessary to improve the level of integration between units that make up the RUE, as well as to expand and qualify the hospital rearward.
Descritores: Assistência à Saúde
Serviços Médicos de Emergência/provisão & distribuição
Regulação e Fiscalização em Saúde
Acesso aos Serviços de Saúde/organização & administração
Número de Leitos em Hospital
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  6 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-796982
Autor: Aguiar Jr, Pedro Nazareth; Stock, Gustavo Trautman; Lopes Jr, Gilberto de Lima; Almeida, Michelle Samora de; Tadokoro, Hakaru; Gutierres, Bárbara de Souza; Rodrigues, Douglas Antônio.
Título: Disparities in cancer epidemiology and care delivery among Brazilian indigenous populations / Disparidades na epidemiologia e no tratamento de câncer nas populações indígenas brasileiras
Fonte: Einstein (Säo Paulo);14(3):330-337, July-Sept. 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To assess aspects related to cancer in indigenous population. Methods: This is a retrospective study developed in a public university hospital. We included patients with 18 or more years of age, diagnosed with solid tumors, and followed between 2005 and 2015. Clinical features were assessed by descriptive statistics, and survival was evaluated by Kaplan-Meier curves and multivariate Cox regression. Results: Fifty patients were included. The cancer incidence was 15.73 per 100,000. The mean age at diagnosis was 54 years and most patients were female (58%). Cancer of the cervix (28%) and prostate (16%) were the most common. The mean time between the onset of symptoms and the diagnosis was 9 months and from diagnosis to the treatment was 3.4 months. Disease diagnosed at stage IV (17%) had worse overall survival (HR: 11.4; p<0.05). The 5-year survival rate ranged from 88% for prostate cancer to 0% for lung cancer. All 5-year survival rates were lower as compared to other populations. Conclusion: The most prevalent cancer sites were cervix and prostate. Disease stage and primary site were prognostic factors.

RESUMO Objetivo: Avaliar os aspectos relacionados a câncer em populações indígenas. Métodos: Estudo retrospectivo conduzido em um hospital universitário público. Foram incluídos pacientes com 18 anos ou mais, diagnosticados com tumores sólidos e acompanhados entre 2005 e 2015. Os aspectos clínicos foram avaliados por meio de estatística descritiva, e a sobrevida foi avaliada por meio de curvas de Kaplan-Meier e regressão multivariada de Cox. Resultados: Foram incluídos 50 pacientes. A incidência de câncer foi 15,73 por 100 mil. A média de idade ao diagnóstico foi 54 anos, e a maioria era do sexo feminino (58%). O câncer de colo uterino (28%) e o de próstata (16%) foram os mais frequentes. O tempo médio entre o início dos sintomas e o diagnóstico foi 9 meses, e entre o diagnóstico e o tratamento, de 3,4 meses. Doença diagnosticada no estágio IV (17%) resultou em pior sobrevida global (HR: 11,4; p<0,05). A sobrevida em 5 anos variou de 88% para o câncer de próstata a 0% para pulmão. Todas as taxas de sobrevida em 5 anos foram menores em comparação a outras populações. Conclusão: Os locais mais frequentes de neoplasia foram colo de útero e próstata. O estágio da doença e o sítio primário foram fatores prognósticos.
Descritores: Índios Sul-Americanos/estatística & dados numéricos
Neoplasias/epidemiologia
-Neoplasias da Próstata/etiologia
Neoplasias da Próstata/patologia
Neoplasias da Próstata/epidemiologia
Brasil/epidemiologia
Neoplasias do Colo do Útero/etnologia
Neoplasias do Colo do Útero/patologia
Neoplasias do Colo do Útero/epidemiologia
Incidência
Taxa de Sobrevida
Estudos Retrospectivos
Assistência à Saúde/estatística & dados numéricos
Serviços de Saúde do Indígena/estatística & dados numéricos
Estadiamento de Neoplasias
Neoplasias/etnologia
Neoplasias/terapia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040761
Autor: Padre, Priscila Meira Mascarenhas; Martins Filho, Ismar Eduardo; Rodrigues, Vanda Palmarella.
Título: Programa Mais Médicos sob o olhar dos usuários: uma pesquisa avaliativa / The Mais Médicos Program in the user's perspective: an evaluating research
Fonte: Physis (Rio J.);29(2):e290207, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O Programa Mais Médicos (PMM) surge em 2013 como medida para enfrentar a ausência de médico na atenção básica. Gerou polêmicas na sociedade diante da abertura do mercado brasileiro para profissionais estrangeiros, com desaprovação por parte da categoria médica, mas com aparente aceitação popular. Assim, este estudo objetivou avaliar a implantação do PMM de um município no interior baiano por meio dos usuários. Trata-se de uma pesquisa avaliativa realizada em 11 equipes de saúde da família em um município no interior da Bahia, que possuíam médicos vinculados pelo Programa, tendo a participação de 30 usuários. Realizou-se entrevista semiestruturada e os dados foram analisados de acordo com a técnica de análise de conteúdo temática. Foi também construída uma matriz de julgamento de modo a apontar o mérito alcançado pelo PMM. Os resultados revelaram que a implantação do Programa foi satisfatória, havendo forte aprovação popular em torno dele, mesmo existindo um conhecimento superficial acerca do mesmo, ou até um desconhecimento total. Foi evidenciado ainda que não seria necessária a vinda de médicos estrangeiros para o país, uma vez que fossem realizados os devidos ajustes na base jurídico-operacional do Programa de modo a atrair e fixar os profissionais brasileiros.

Abstract The Mais Médicos Program (MMP) appeared in 2013 as a measure to face the absence of doctors in primary care. It generated controversy in the society before the opening of the Brazilian market for foreign professionals, with disapproval by the medical category, but with apparent popular acceptance. Thus, this study aimed to evaluate the implementation of PMM of a countryside municipality in Bahia state, Brazil, through the users. This is an evaluative research performed in 11 family health teams in Bahia countryside, that had doctors bound by Program, with the participation of 30 users. A semi-structured interview was conducted and the data were analyzed according to the thematic content analysis technique. A judgment matrix was also constructed in order to point out the merit achieved by the MMP. The results revealed that the implementation of the Program was satisfactory, with a strong popular approval around, even if there was a superficial knowledge about it, or even a total lack of knowledge. It was also evidenced that it would not be necessary for foreign doctors to come to the country, once the necessary legal adjustments were made in order of the Program to attract and fix the Brazilian professionals.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Direito à Saúde
Brasil
Assistência à Saúde/tendências
Consórcios de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  8 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1049402
Autor: Costa, Carla Rossana de Lima; Brito, Karen Krystine Gonçalves; Oliveira, Mônica Valéria Morais de; Silva, Mirian Alves da; Soares, Maria Júlia Guimarães Oliveira.
Título: Limitação de atividade e consciência de risco em clientes acometidos pela hanseníase / Activities limitation and risk awareness in leprosy patients
Fonte: Rev. bras. ciênc. saúde;23(4):459-470, 2019. tab, ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Caracterizar a limitação de atividade e a consciência de risco entre pacientes com hanseníase e analisar a correla-ção entre os escores da escala SALSA para limitação com a Classificação Operacional, Forma Clínica, Reação Hansênica e Consciência de Risco. Material e Métodos: Estudo descritivo, seccional, quantitativo realizado com indivíduos com hanse-níase utilizando a Screening of Activity Limitation and Safety Awarenes (Escala SALSA) para diagnóstico situacional. Para análise dos dados adotou-se o software estatístico SPSS 20.0. Resultados: O perfil sociodemográfico da amostra aponta ele-vados índices de detecção da doença na população masculina (70,5%), com escolaridade de nível fundamental (58,8%), baixa renda, em faixa etária economicamente produtiva. A faixa etária oscilou entre 15 e 69 anos. Identificou-se leve limitação (escores 25 a 39) e baixa consciência de risco (escores 0 a 5), havendo forte significância estatística entre as mesmas (p=0,001). Ve-rificou-se correlação positiva da limitação de atividade com a reação hansênica (r=0,068) e a consciência de risco (r=0,801). Observou-se ainda que a consciência de risco foi baixa em to-dos os aspectos, contudo estiveram correlacionadas as formas mais graves da doença e aos clientes que já apresentavam alguma limitação. Conclusão: A existência de limitação para AVD's, embora em categoria leve, bem como nenhuma e baixa consciência de risco sinalizam para a necessidade de fortale-cimento de ações de prevenção das incapacidades, dentre as quais, a educação em saúde consolida-se como ferramenta relevante, mediadora de reversibilidade destas consequências. (AU)

Objective: To characterize activity limitation and risk awareness among leprosy patients and analyze the correlation between the SALSA scale scores for limitation with the Operational Classi-fication, Clinical Form, Hansen Reaction and Risk Awareness. Material and Methods: Descriptive, sectional, quantitative study carried out with individuals with leprosy using the Screening of Activity Limitation and Safety Awareness (SALSA Scale) for situational diagnosis. Data analysis was performed using the statistical software SPSS 20.0. Results: The sociodemographic profile of the sample shows high rates of detection of the disease in the male population (70.5%), with a low level of schooling (58.8%), in an economically productive age range. The age ranged from 15 to 69 years. A slight limitation was identified (scores 25 to 39) and low risk awareness (scores 0 to 5), with a strong statistical significance between them (p = 0.001). There was a positive correlation of the activity limitation with the leprosy reaction (r = 0.068) and risk awareness (r = 0.801). It was also observed that the risk awareness was low in all aspects, but the most severe forms of the disease were correlated with the clients that already had some limitation. Conclusion: The existence of limitations for ADLs, although in a mild category, as well as none and low risk awareness, point to the need to strengthen actions to prevent disabilities, among them, health education is consolidated as a relevant tool, mediator of reversibility of these consequences. (AU)
Descritores: Doenças Transmissíveis
Hanseníase/prevenção & controle
-Assistência à Saúde
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR8.1 - Biblioteca Central


  9 / 4655 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1042980
Autor: Pérez Pulido, Miguel Oswaldo; Orlandoni Merli, Giampaolo; Ramoni Perazzi, Josefa; Valbuena Vence, Miguel.
Título: Percepción de la calidad en la prestación de servicios de salud con un enfoque seis sigma / Perceptive analysis of the quality in health services´ delivery with a Six-Sigma approach
Fonte: Rev. cuba. salud pública;44(2), abr.-jun. 2018. tab, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: Garantizar el acceso a servicios de salud de calidad es una de las condiciones necesarias para la reducción de la pobreza y de la desigualdad en un país. Objetivo: Analizar la percepción de la calidad en la prestación de servicios de salud en un hospital asistencial. Métodos: Estudio transversal realizado en pacientes atendidos durante los meses de marzo y abril de 2016 en las áreas de urgencias y consulta externa del Hospital Lázaro Alfonso Hernández Lara, Colombia. La muestra quedó conformada por 220 pacientes, seleccionados de forma aleatoria. Se aplicó la metodología seis sigma, útil para organizar el mejoramiento continuo de los servicios de salud. Los datos de la población objetivo se obtuvieron mediante la encuesta SERVQUAL, instrumento que mide la percepción de la calidad. Resultados: Respecto a la calidad de atención percibida, la dimensión seguridad apareció confundida con empatía, y, como factor diferenciador, surgió la dimensión comodidad, separada de elementos tangibles. La calificación global de la percepción corroboró que alrededor del 50 por ciento de los pacientes tuvieron percepciones bajas en las dimensiones de calidad evaluadas. Conclusiones: Los pacientes manifiestan una baja percepción de la calidad en servicios de salud recibidos. Ello permite recomendar a las directivas del hospital revisar los procesos relacionados con la calidad de los servicios prestados, y proponer políticas de mejoramiento en las áreas de urgencias y de consulta externa de acuerdo con las necesidades y las condiciones de los usuarios(AU)

Introduction: Ensuring access to quality health services is one of the necessary conditions for reducing poverty and inequality in a country. Objective: To analyze the perception of quality in the provision of health services in a public care hospital. Methods: A cross-sectional study of patients treated from March to April 2016 in the emergency and outpatients clinics of Lázaro Alfonso Hernández Lara Hospital, in Colombia. The sample included 220 patients that were randomly selected. Six sigma methodology which is useful for organizing the continuous improvement of health services was applied. Data from the target population were obtained through the SERVQUAL survey, which measures the perception of quality. Results: Regarding the perceived quality of care, the security dimension appeared confused with empathy, and as a differentiating factor, the comfort dimension emerged, separated from tangible elements. The overall rating of perception confirmed that about 50 percent of patients had low perceptions on the quality's dimensions assessed. Conclusions: Patients show low quality's perception regarding the health services they receive. This makes possible to recommend hospital directives to review the processes related to the quality of the services provided, and to propose improvement policies in the emergency and outpatient areas, according to the needs and conditions of the users(AU)
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde/ética
Gestão da Qualidade
Assistência à Saúde
Hospitais
-Estudos Transversais
Análise Fatorial
Colômbia
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  10 / 4655 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-838334
Autor: Ceriani Cernadas, José María.
Título: La práctica médica en la era tecnológica / Medical practice in the technological age
Fonte: Arch. argent. pediatr;115(2):106-107, abr. 2017.
Idioma: en; es.
Descritores: Tecnologia Biomédica
Assistência à Saúde/normas
Medicina
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica



página 1 de 466 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde