Base de dados : LILACS
Pesquisa : N04.590.874.500 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 27 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 3 ir para página          

  1 / 27 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1139121
Autor: Vilar, Andréa Maria Alves; Oliveira, Márcia Farias de; Mattos, Corina Maria; Silvino, Zenith Rosa.
Título: Ultrassonografia Intervencionista para implantação e monitoramento de cateter venoso central de inserção periférica: scoping review / Ultrasonido intervencionista para implantación y monitorización de catéter venoso central insertado periféricamente: revisión del alcance / Interventional ultrasound for implantation and monitoring of peripherally inserted central venous catheter: scoping review
Fonte: Rev. enferm. UERJ;28:e50366, jan.-dez. 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo discutir as evidências disponíveis sobre uso de ultrassonografia na implantação/manutenção de cateter venoso central de inserção periférica no neonato crítico. Método scoping review, baseada nas recomendações de especialistas do Joanna Briggs Institute. Para identificar a questão de investigação foi seguida a versão PCC - Population, Concept and Context. As buscas foram realizadas entre janeiro e março de 2020, em três bases dados e no Google Scholar. Resultados das 354 publicações encontradas resultou uma amostra de 15 artigos, publicados em diversos países, entre 2016 e 2020, em inglês e português. A maioria evidenciava uso da ultrasound point of care (POCUS) para escolha do sítio venoso ou localização da ponta do cateter. Conclusão são necessários mais estudos, investigando a efetividade da POCUS na inserção/manutenção de cateter epicutâneo em neonatos críticos, para basear sua adoção como padrão ouro nesta clientela. O manejo por enfermeiros ainda é incipiente.

RESUMEN Objetivo discutir la evidencia disponible sobre el uso de el ultrasonido en la inserción y mantenimiento de catéteres venosos centrales de inserción periférica en neonatos críticos. Método esta revisión de alcance se basó en recomendaciones de expertos del Instituto Joanna Briggs. Se utilizó el enfoque de población, concepto y contexto (PCC) para identificar la pregunta de investigación. El estudio se realizó entre enero y marzo de 2020 en tres bases de datos y Google Scholar. Resultados en las 354 publicaciones encontradas se obtuvo una muestra de 15 artículos publicados en varios países entre 2016 y 2020, en inglés y portugués. La mayoría mostró que se usaba el punto de atención de ultrasonido (POCUS) para elegir el sitio venoso o ubicar la punta del catéter. Conclusión se necesitan más estudios para investigar la efectividad de POCUS en la inserción y mantenimiento de catéteres epicutáneos en neonatos críticos, para respaldar su adopción como el estándar de oro en esta clientela. El manejo por parte de enfermeras es aún incipiente.

ABSTRACT Objective to discuss the available evidence on the use of ultrasound in insertion and maintenance of peripherally inserted central venous catheters in critical neonates. Method this scoping review was based on recommendations by experts from the Joanna Briggs Institute. The population, concept and context (PCC) approach was used to identify the research question. The study was carried out between January and March 2020 in three databases and Google Scholar. Results a sample of 15 articles published in several countries between 2016 and 2020, in English and Portuguese, was obtained in the 354 publications found. Most showed ultrasound point of care (POCUS) being used to choose the venous site or locate the catheter tip. Conclusion further studies are needed to investigate the effectiveness of POCUS in insertion and maintenance of epicutaneous catheters in critical neonates, to support its adoption as the gold standard in this clientele. Handling by nurses is still incipient.
Descritores: Cateterismo Venoso Central/instrumentação
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Terapia Intensiva Neonatal
Ultrassonografia de Intervenção/normas
-Cuidados Críticos/métodos
Testes Imediatos
Limites: Humanos
Recém-Nascido
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  2 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-875299
Autor: Brasil. Ministério da Saúde. Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS.
Título: Teste qualitativo para a detecção de fibronectina fetal para diagnóstico trabalho de parto prematuro / Qualitative test for the detection of fetal fibronectin for the diagnosis of preterm labor.
Fonte: Brasília; CONITEC; 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: CONTEXTO: Parto prematuro é definido como nascimento antes das 37 semanas completas, ou seja, antes de 259 dias. Conforme o material publicado pela Organização Mundial de Saúde, o Relatório de Ação Global sobre o Nascimento Prematuro, cerca de 15 milhões de nascimentos prematuros ocorrem em todo o mundo, anualmente. O Brasil aparece em décimo lugar entre os dez países com os maiores números de partos prematuros, apresentando em 2010, 202.630 (7,08%) partos pré-termos (OMS, 2012). Assim, a prematuridade, ainda hoje, é um grande problema de saúde pública, constituindo-se em uma das causas de morbidade e mortalidade neonatal. No Brasil, o exame disponibilizado em serviços públicos de saúde para avaliação de gestante em risco de parto prematuro é a medida do colo uterino realizada por meio de ultrassonografia transvaginal (Febrasgo, 2012), onde o encurtamento do comprimento do colo do útero ou presença de dilatação observados por meio da ultrassonografia transvaginal pode predizer a possibilidade de parto prematuro espontâneo (Honest et al., 2003). No entanto, há grande variação entre os estudos com relação à idade gestacional para realização da ultrassonografia transvaginal, bem com a definição do ponto (medida em milímetros) de corte para avaliação da acurácia na previsão de parto prematuro espontâneo (Honest et al., 2003). TRATAMENTO RECOMENDADO: O fato de existir dificuldades relacionadas ao diagnóstico inicial do TPP faz com que até o momento não exista protocolo, baseado em evidências, sobre quais alterações de contratilidade uterina e do colo uterino justificam a realização do tratamento (Bittar, Zugaib, 2009). A maior parte dos tratamentos visa prevenir complicações neonatais por meio do uso de corticosteróides e antibióticos, além de evitar partos traumáticos. No entanto, existem práticas obstétricas para as quais ainda se tem pouca evidência de eficácia na prevenção ou tratamento de parto prematuro, como: repouso, hidratação, sedação, monitoramento de atividade uterina em casa e tocólise (Goldenberg, 2002). A TECNOLOGIA: A fibronectina fetal é uma glicoproteína adesiva complexa da matriz extracelular que ocupa o espaço entre trofoblasto e decídua materna, funcionando como material responsável pela adesão entre as membranas fetais e os tecidos uterinos (El-Messidi, Cameron, 2010; Renzo et al., 2011). Tal proteína pode ser detectada nas secreções cervico-vaginais das mulheres durante as primeiras 22 semanas de gravidez. Ainda, não se sabe o real significado da sua presença na vagina durante as primeiras 22 semanas de gravidez (El-Messidi, Cameron, 2010; Renzo et al., 2011), mas pode ser apenas um reflexo do crescimento normal de trofoblastos e da placenta. A detecção de fibronectina fetal nas secreções cervico-vaginais entre a 22ª e a 34ª semana de gestação completa está associada ao parto pré-termo nas mulheres grávidas sintomáticas e assintomáticas, pois, se relaciona com modificações bioquímicas, as quais levarão a alterações cervicais e contrações uterinas (Morrison, 1993, Goldenberg,1996). Para a detecção da fibronectina fetal, podem ser utilizados dois tipos de teste: o qualitativo e o quantitativo. No Brasil, está disponível o teste rápido (qualitativo), em que o resultado é obtido em dez minutos. EVIDÊNCIAS CIENTÍFICAS: O demandante realizou uma revisão sistemática cujo objetivo foi avaliar a acurácia de dois testes diagnósticos para detecção de partos prematuros em gestantes de risco, sintomáticas, entre a 20ª e 34ª semanas de gestação, o teste para detecção de fibronectina fetal e a medida do colo uterino por meio de ultrassonografia transvaginal, onde empregaram a seguinte estrutura para o acrônimo "PICO": População - Gestantes em trabalho de parto prematuro, sintomáticas, entre a vigésima quarta e a trigésima quarta semanas de gestação. Intervenção - Teste para detecção de fibronectina fetal. Comparador - Avaliação da medida do colo do útero por meio de Ultrassonografia Transvaginal. Outcome (Desfecho) - Acurácia de ambos os testes em diagnosticar a ocorrência ou não de partos antes da 34ª semana de gestação. Utilizando-se dos seguintes critérios de inclusão de artigos: Estudos que avaliem a acurácia de ambos os testes (sensibilidade, especificidade, valor preditivo negativo, valor preditivo positivo, likelihood + (LR+), likelihood- (LR-) na ocorrência de partos antes da 34ª semana de gestação, publicados no período de janeiro de 2000 a maio de 2013, que incluíram gestantes sintomáticas de risco para partos prematuros e que realizaram o teste da fibronectina fetal ou foram avaliadas quanto à medida do colo uterino entre a 20ª e 34ª semanas de gestação. Como fonte de busca foram utilizados o PUBMED, EMBASE e LILACS com os seguintes termos: fibronectina fetal, medida de colo uterino, acurácia do diagnóstico, parto prematuro, sensibilidade e especificidade e likelihoodratios. Sendo incluídos apenas estudos que apresentassem os dados de sensibilidade ou especificidade ou valor preditivo positivo ou valor preditivo negativo ou likelihoodratio de ambos os testes para detecção de partos prematuros antes da 34ª semana. Esses critérios foram aplicados pelo primeiro autor na leitura dos resumos e títulos dos artigos, e checada pelo segundo autor. Qualquer discrepância foi discutida e resolvida entre os autores. Se o título ou resumo atendesse à questão clínica delineada e aos tipos de publicação procurados, o texto integral do artigo foi recuperado para uma avaliação mais detalhada. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A evidência atualmente disponível sobre a validade, eficácia e segurança da fibronectina fetal na predição de provável trabalho de parto prematuro, pela apresentação do proponente foi baseada em estudos observacionais de baixa qualidade pelo pouco rigor metodológico, além de revisão sistemática que inclui estudos apresentando grande heterogeneidade com nível de evidência baixa (GRADE [resultados inconsistentes, presença de indirectividade, imprecisão, ausência de cegamento, provável viés de seleção]) e grau de recomendação fraca a favor da tecnologia (GRADE ­ as vantagens provavelmente superam as desvantagens). A avaliação econômica apresentada (análise de custo-efetividade e de impacto orçamentário) apresenta limitações e incompletude em seus principais aspectos, não permitindo conclusões razoáveis e seguras. Neste sentido, os resultados apresentados pelos estudos mais recentes ( Baaren et al. 2013; Deshpande et al. 2013) sugerem que a fibronectina fetal em combinação com a medida do colo uterino através de ultrassonografia transvaginal pode predizer trabalho de parto prematuro com maior segurança e confiabilidade do que o uso do teste isolado da fibronectina fetal. DELIBERAÇÃO FINAL: Os membros da CONITEC presentes na reunião do plenário do dia 04/02/2015 deliberaram, por unanimidade, por não recomendar a incorporação do teste qualitativo para detecção de fibronectina fetal para diagnóstico trabalho de parto prematuro. DECISÃO: PORTARIA Nº 15, de 9 de abril de 2015 - Torna pública a decisão de não incorporar o teste qualitativo para a detecção de fibronectina fetal para diagnóstico do trabalho de parto prematuro no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS.
Descritores: Fibronectinas/sangue
Testes Imediatos
Trabalho de Parto Prematuro/diagnóstico
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Análise Custo-Benefício/economia
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Relatório Técnico
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1039539
Autor: Menegozzo, Carlos Augusto M; Cazolari, Priscila Gadelho; Novo, Fernando da Costa Ferreira; Colleoni, Ramiro; Utiyama, Edivaldo Massazo.
Título: Prospective Analysis of Short- and Mid-term Knowledge Retention after a Brief Ultrasound Course for Undergraduate Medical Students
Fonte: Clinics;74:e1087, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: OBJECTIVES: The benefits of implementing point-of-care ultrasound (POCUS) in the emergency department are well established. Ideally, physicians should be taught POCUS during medical school. Several different courses have been designed for that purpose and have yielded good results. However, medical students need specifically designed courses that address the main objectives of knowledge acquisition and retention. Despite that, there is limited evidence to support knowledge retention, especially in the mid-term. The purpose of this study is to evaluate short- and mid-term knowledge retention after a student-aimed ultrasound course. METHODS: Medical students participating in a medical student trauma symposium (SIMPALT) in 2017 were included. Their profiles and baseline ultrasound knowledge were assessed by a precourse questionnaire (PRT). The same questionnaire was used one week (1POT) and three months (3POT) after the course. RESULTS: Most of the participants were 1st- to 4th- year medical students. None had prior ultrasound knowledge. They reported costs as the major barrier (65%) to enrollment in an ultrasound course. A comparison between the PRT and 1POT results showed a statistically significant difference (p<0.02), while no difference was found between 1POT and 3POT (p>0.09). CONCLUSION: Our findings support the use of a tailored ultrasound course for medical students. Knowledge acquisition and mid-term retention may be achieved by this specific population.
Descritores: Retenção Psicológica
Estudantes de Medicina/psicologia
Ultrassonografia/métodos
Conhecimento
Educação de Graduação em Medicina/métodos
Testes Imediatos
-Estudos Prospectivos
Inquéritos e Questionários
Avaliação Educacional
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897006
Autor: Silva Filho, José Damião da; Pinheiro, Marta Cristhiany Cunha; Sousa, Mariana Silva; Gomes, Vivian da Silva; Castro, Issis Maria Nogueira de; Ramos Júnior, Alberto Novaes; Bezerra, Fernando Schemelzer de Moraes.
Título: Detection of schistosomiasis in an area directly affected by the São Francisco River large-scale water transposition project in the Northeast of Brazil
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;50(5):658-665, Sept.-Oct. 2017. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Programa Pesquisa para o Sistema Único de Saúde.
Resumo: Abstract INTRODUCTION: The development of the São Francisco River Integration Project [Projeto de Integração do Rio São Francisco (PISF)] in the State of Ceará, Brazil, has resulted in environmental and socioeconomic changes with potential risks to public health. We aimed to determine the presence of Schistosoma mansoni infections in schoolchildren (aged 7-14 years) and workers from the construction site in an area under the direct influence of the PISF in the municipality of Brejo Santo-CE, to aid in the prevention and control of schistosomiasis. METHODS: We conducted a cross-sectional study using two S. mansoni-detection methods: detection of S. mansoni eggs by the Kato-Katz parasitological method in stool samples (assessed in triplicate for each sample) and S. mansoni circulating cathodic antigen by the point-of-care immunochromatographic rapid test (POC-CCA) in urine. RESULTS In general, the positivity rates for S. mansoni detection were 1.9% (2/106) among schoolchildren and 2.9% (4/138) among workers. No child had evidence of S. mansoni eggs in their stools; 1.9% tested positive by the POC-CCA method. Among workers, two (1.4%) tested positive by the Kato-Katz test and three (2.2%) by the POC-CCA test. If the POC-CCA test results that were scored as traces were considered negative, then the positivity rates dropped to 0.9% and 0.7% for schoolchildren and workers, respectively. CONCLUSIONS: The active transmission of schistosomiasis in a region covered by the PISF was recognized, reinforcing the necessity to consolidate surveillance and control actions, as well as structural sanitation measures to reverse the social determinants of the disease.
Descritores: Schistosoma mansoni/isolamento & purificação
Esquistossomose mansoni/urina
Esquistossomose mansoni/epidemiologia
Rios
-Contagem de Ovos de Parasitas
População Rural
Fatores Socioeconômicos
Esquistossomose mansoni/prevenção & controle
Esquistossomose mansoni/transmissão
Brasil/epidemiologia
Prevalência
Estudos Transversais
Fatores de Risco
Cromatografia de Afinidade
Testes Imediatos
Pessoa de Meia-Idade
Doenças Profissionais
Limites: Humanos
Animais
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-842847
Autor: Monteiro, Wuelton Marcelo; Brito, Marcelo Augusto Mota; Lacerda, Marcus Vinícius Guimarães.
Título: Accuracy of CareStart™ G6PD rapid diagnostic test: variation in results from different commercial versions
Fonte: Rev. Soc. Bras. Med. Trop;50(2):282-283, Mar.-Apr. 2017.
Idioma: pt.
Descritores: Testes Imediatos/normas
Deficiência de Glucosefosfato Desidrogenase/diagnóstico
-Kit de Reagentes para Diagnóstico
Reprodutibilidade dos Testes
Sensibilidade e Especificidade
Ensaios Enzimáticos Clínicos/métodos
Ensaios Enzimáticos Clínicos/normas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  6 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-774691
Autor: Maranhão-Filho, Péricles; Maranhão, Eliana T.
Título: Vibração palpebral: o teste clínico mais sensível na paralisia facial / Palpebral vibration: the clinical test more sensitive in facial paralysis
Fonte: Rev. bras. neurol;51(4):114-115, out.-dez. 2015. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Nesta nota os autores chamam atenção para a importância do fenômeno da vibração palpebral e ressaltam um teste de beira de leito, descrito por Wartenberg, capaz de antever a paralisia facial.

In this note the authors call attention to the importance of the eyelid vibration phenomenon, and highlight a predictor bedside test, described by Wartenberg, able to foresee a facial palsy.
Descritores: Vibração
Pálpebras/fisiopatologia
Paralisia Facial/diagnóstico
Paralisia Facial/prevenção & controle
Testes Imediatos
-Diagnóstico Precoce
Músculos Oculomotores
Limites: Humanos
Responsável: BR14.1 - Biblioteca Central


  7 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Vieira, Silvia Regina Rios
Texto completo
Id: biblio-983871
Autor: Schmidt, Débora; Coelho, Ana Cláudia; Vieira, Fernando Nataniel; Torres, Vitor Félix; Savi, Augusto; Vieira, Silvia Regina Rios.
Título: Critical illness polyneuromyopathy in septic patients: Is it possible to diagnose it in a bedside clinical examination? / Polineuromiopatia do doente crítico em pacientes sépticos: É possível diagnosticar em um exame clínico à beira do leito?
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;77(1):33-38, Jan. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To determine the sensitivity and specificity of peripheral and respiratory muscle strength tests in diagnosing critical illness polyneuromyopathy (CIPNM), compared with an electrophysiological examination. Methods: Fifty septic patients who required mechanical ventilation for at least five days, and without a previous history of muscle weakness, were included. Peripheral muscle strength was assessed using the Medical Research Council (MRC) score, handgrip strength by dynamometry, and respiratory muscle strength with maximum respiratory pressures. Diagnosis of CIPNM was either confirmed or rejected by an electrophysiological examination. Receiver operating characteristic curve analysis was performed to determine the cut-off values with the best sensitivity (SN) and specificity (SP) of the studied variables in the presence or absence of CIPNM. Results: Patients with CIPNM were older, more critical (APACHE IV/SAPS 3), had a longer hospitalization, required mechanical ventilation for longer, and had a higher rate of intensive care unit readmission. Cutoff values identified CIPNM patients using MRC scores, dynamometry according to sex, maximal expiratory and inspiratory pressures, as well as being confirmed by the electrophysiological examination, with good sensitivity and specificity: < 40 (SN: 0.893; SP: 0.955); < 7 kg (SN: 1; SP: 0.909) for men, < 4 kg (SN: 0.882; SP: 1) for women; < 34 cmH2O (SN: 0.808; SP: 0.909) and > −40 cmH2O (SN: 0.846; SP: 0.909), respectively. Conclusion: The MRC score, dynamometry or maximum respiratory pressures can be used to identify patients with CIPNM at the intensive care bedside assessment. The healthcare professional can choose any of the methods studied to evaluate the patient, based on his experience and the resource available.

RESUMO Objetivo: Determinar a sensibilidade (SN) e especificidade (SP) dos testes de força muscular periférica e respiratória no diagnóstico da Polineuromiopatia do Doente Crítico (PNDC) em comparação com o estudo eletrofisiológico. Métodos: Foram incluídos 50 pacientes sépticos, em ventilação mecânica (VM) durante pelo menos cinco dias e sem história prévia de fraqueza muscular. A força muscular foi avaliada utilizando o escore Medical Research Council (MRC), a força de preensão palmar e as pressões respiratórias máximas. O diagnóstico de PNDC foi confirmado ou excluído pelo estudo eletrofisiológico. A análise da curva ROC foi realizada para determinar os valores de corte com a melhor SN e SP. Resultados: Os pacientes com PNDC eram mais velhos, mais graves, tiveram hospitalização mais longa, necessitaram de VM por mais tempo e apresentaram maior taxa de readmissão na Unidade de Terapia Intensiva. Os valores de corte identificaram os pacientes com PNDC usando o MRC, a dinamometria de acordo com o sexo, as pressões expiratórias e inspiratórias máximas, também confirmado pelo estudo eletrofisiológico, com boa sensibilidade e especificidade: < 40 (SN: 0.893; SP: 0.955), < 7 kg (SN: 1; SP: 0,909) para homens, < 4 kg (SN: 0,882; SP: 1) para mulheres, <34 cmH2O (SN: 0,808; SP: 0,909) e > −40 cmH2O (SN: 0,846; SP: 0,909), respectivamente. Conclusão: Tanto o MRC, a dinamometria quanto as pressões respiratórias máximas podem ser usadas para identificar pacientes com PNDC na avaliação à beira do leito, podendo o profissional de saúde escolher qualquer um dos métodos baseado em sua experiência e no recurso disponível.
Descritores: Polineuropatias/diagnóstico
Polineuropatias/fisiopatologia
Estado Terminal
Sepse/fisiopatologia
-Valores de Referência
Músculos Respiratórios/fisiopatologia
Estudos Prospectivos
Reprodutibilidade dos Testes
Sensibilidade e Especificidade
Estatísticas não Paramétricas
APACHE
Eletromiografia/métodos
Força Muscular/fisiologia
Dinamômetro de Força Muscular
Testes Imediatos
Pressões Respiratórias Máximas
Unidades de Terapia Intensiva
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1143709
Autor: Araújo, Túlio César Vieira de; Souza, Marize Barros de.
Título: Adesão das equipes aos testes rápidos no pré-natal e administração da penicilina benzatina na atenção primária / Adopción de los equipos a las pruebas prenatales rápidas y la administración de penicilina benzatínica en atención primaria / Team adherence to rapid prenatal testing and administration of benzathine penicillin in primary healthcare
Fonte: Rev. Esc. Enferm. USP;54:e03645, 2020. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Identificar os fatores relacionados ao processo de trabalho no que se refere à adesão das equipes de Atenção Primária ao teste rápido para HIV, sífilis, hepatites B e C durante o acompanhamento do pré-natal e a administração da penicilina benzatina na atenção primária à saúde. Método Estudo descritivo, exploratório, quantitativo, realizado entre os meses de julho e novembro de 2018, com profissionais das equipes da Estratégia de Saúde da Família do Seridó Norte-Rio-Grandense. Resultados Participaram do estudo 18 municípios, 94 Unidades Básicas de Saúde e 100 equipes de Estratégia de Saúde da Família. O enfermeiro era o principal envolvido no serviço de testagem, 93% das equipes entrevistadas ofereciam o teste na rotina do serviço. Dessas equipes, 97,8% realizavam a testagem no pré-natal, 51,6% disponibilizavam o teste para a gestante no início do terceiro trimestre e 57% ofereciam o teste rápido para os(as) parceiros(as) sexuais. A penicilina benzantina estava disponível em 87,1% das equipes, todavia, 49,5% não administravam a medicação na atenção primária. Conclusão O processo de testagem se mostrava fragilizado, pois, mesmo havendo disponibilidade do teste no pré-natal, as demais atividades interligadas ao processo de trabalho não ocorriam adequadamente.

RESUMEN Objetivo Identificar los factores relacionados con el proceso de trabajo relativo a la adhesión de los equipos de atención primaria a las pruebas rápidas de detección del VIH, la sífilis y la hepatitis B y C durante el seguimiento prenatal y la administración de penicilina benzatínica en la atención primaria de salud. Método Estudio descriptivo, exploratorio y cuantitativo, realizado entre julio y noviembre de 2018, con profesionales de la Estrategia de Salud Familiar de la región Seridó en el Río Grande do Norte. Resultados Participaran del estudio 18 municipios, 94 Unidades básicas de salud y 100 equipos de Estrategia de Salud Familiar. El enfermero fue el principal involucrado en el servicio de pruebas, el 93% de los equipos entrevistados ofrecieron la prueba en la rutina del servicio. De estos equipos, 97,8% realizó la prueba prenatal, 51,6% puso la prueba a disposición de la mujer embarazada al principio del tercer trimestre y el 57% ofreció la prueba rápida para parejas sexuales. El 87,1% de los equipos disponía de penicilina benzatina, pero el 49,5% no la administraba en la atención primaria. Conclusión El proceso de prueba se debilitó porque, aunque la prueba estaba disponible en el período prenatal, las demás actividades relacionadas con el proceso de trabajo no se desarrollaron adecuadamente.

ABSTRACT Objective To identify the factors related to the work process regarding the adherence of Primary Healthcare teams to the rapid test for HIV, syphilis, hepatitis B and C during prenatal care and administration of benzathine penicillin in primary healthcare. Method A descriptive, exploratory and quantitative study conducted between the months of July and November 2018, with professionals from the Family Health Strategy teams of the Seridó Norte-Rio-Grandense region in Rio Grande do Norte State, Brazil. Results There were 18 municipalities, 94 Basic Health Units and 100 Family Health Strategy teams which participated in the study. The nurse was the main person involved in the testing service, and 93% of the interviewed teams offered the test in the service routine. Of these teams, 97.8% underwent prenatal testing, 51.6% offered the test to the pregnant woman at the beginning of the third trimester, and 57% offered the rapid test to sexual partners. Benzantine penicillin was available in 87.1% of the teams; however, 49.5% did not administer the medication in primary healthcare. Conclusion The testing process proved to be fragile because even if the test was available in prenatal care, the other activities linked to the work process did not occur properly.
Descritores: Cuidado Pré-Natal
Sífilis/prevenção & controle
HIV
Estratégia Saúde da Família
Testes Imediatos
Hepatite Viral Humana/prevenção & controle
-Pessoal de Saúde
Enfermagem de Atenção Primária
Limites: Humanos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta


  9 / 27 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Bastos, Marcus Gomes
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1048672
Autor: Bastos, Marcus Gomes; Ronzani, Flávio Augusto Teixeira; Carmo, Wander Barros do; Toledo, Gabriela Cumani; Paula, Rogério Baumgratz de.
Título: Integração do ensino da ultrassonografia point of care no currículo de graduação em medicina: um relato de experiência / Integrating the teaching of point of care ultrasonography in the undergraduate medical curriculum: a case report
Fonte: HU rev;45(1):98-103, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução: O termo ultrassonografia a beira do leito ou point of care (POCUS) tem sido utilizado para descrever o uso de ultrassons portáteis pelo médico quando do atendimento ao paciente. A POCUS está cada vez mais sendo integrada a prática médica como extensão do exame físico tradicional. Objetivo: Apresentar a experiência da implementação do ensino da POCUS no currículo de graduação da Faculdade de Medicina da UFJF. Relato de experiência: São descritos o processo e as condições de implementação da disciplina Ecografia Clínica (EC) I com os alunos do quarto período do curso de medicina da UFJF. Resultados: Na avaliação cognitiva (AC) com opções de múltipla escolha, 88% dos estudantes obtiveram notas iguais ou superiores 80 pontos. Na AC de associação de imagens, o resultado foi ainda melhor, com 96% dos discentes obtendo notas iguais ou superiores a 80 pontos (nenhum aluno obteve nota inferior a 60 pontos). No OSCE, o aproveitamento igual ou superior a 80 pontos foi alcançado por 92% dos alunos. A avaliação de satisfação com a disciplina EC I (escala do tipo Likert) pelos estudantes revelou que a maioria absoluta deles considera que a ultrassonografia melhorou a sua educação médica, melhorou a qualidade do seu exame físico e deveria ser mais inserida no currículo médico. Conclusão: A inserção da ultrassonografia no ensino de graduação em medicina é pedagogicamente adequada e aprovada pelos estudantes.

Introduction: The term bedside ultrasound (POCUS) has been used to describe the use of portable ultrasounds by the physician when providing patient care. POCUS is increasingly being integrated in medical practice as an extension of the traditional physical examination. Objective: To report the experience of the implementation of the teaching POCUS in the undergraduate curriculum of the Faculty of Medicine of UFJF. Experience report: The process and the conditions for the implementation of the discipline Clinical Ultrasound I with the students of the fourth period of the UFJF medical course are described. Results and discussion: In the cognitive assessment (CA) with multiple choice options, 88% of students scored 80 points or higher. In the CA using image association, the result was even better, reaching 96% of students with grades equal to or greater than 80 points (no student scored below 60 points). In the OSCE, achievement equal to or greater than 80 points was achieved by 92% of the students. Satisfaction assessment with the discipline clinical ultrasound I (Likert scale) by medical students revealed that the absolute majority of them consider that ultrasound has improved their medical education, improved the quality of their physical examination and should be more inserted in the medical curriculum doctor. Conclusion: The insertion of the ultrasonography in the teaching of graduation in medicine is pedagogically adequate and approved by the students.
Descritores: Pacientes
Faculdades de Medicina
Estudantes de Medicina
Ultrassonografia
Sistemas Automatizados de Assistência Junto ao Leito
Relatório de Pesquisa
Testes Imediatos
Desempenho Acadêmico
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  10 / 27 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1124031
Autor: Duboscq, Cristina; Ceresetto, José; Shanley, Claudia; Rabinovich, Oscar; Bullorsky, Laura; Palmer, Silvina; Stemmelin, Germán.
Título: Utilización de un dispositivo portátil para monitorear la relación internacional normalizada en pacientes con anticoagulante lúpico positivo / Use of a portable device to monitor the international normalized ratio in patients with positive lupus anticoagulant
Fonte: Acta bioquím. clín. latinoam;53(4):539-543, dic. 2019. graf.
Idioma: es.
Resumo: La certeza del valor de la relación internacional normalizada (RIN), ensayo para controlar la anticoagulación con dicumarínicos, en pacientes con anticoagulante lúpico positivo (AL) es desconocida especialmente para los dispositivos al lado del paciente (POCT). El objetivo de este trabajo fue investigar si existe correlación entre el valor del RIN obtenido por el método tradicional y el obtenido con un dispositivo portátil en pacientes con AL positivo. Se estudiaron 35 pacientes anticoagulados por enfermedad tromboembólica con diagnóstico de AL positivo persistente a los que se les determinó al mismo tiempo el RIN por el método tradicional y con CoaguChek durante 4 controles consecutivos. El rango del RIN fue 1,9 a 5,60 y el RIN-POCT estuvo entre 2,0 y 4,92. La comparación del RIN vs RIN-POCT mostró r=0,98, pendiente: 1,56 (0,98-1,12) y una ordenada al origen de -0,088 (-0,282-0,007). El sesgo fue 2,1%. Para un nivel del RIN menor de 3,5 (n=136 controles) la diferencia del RIN promedio fue de 0,17 con un rango de 0,01-0,56. Un paciente, con triple positividad, mostró una diferencia entre ambos métodos mayor de 0,4 en dos controles. Para un RIN mayor de 4,5 el grado de concordancia fue menor pero no tiene implicancia clínica. Los resultados del RIN obtenidos por CoaguChek en los pacientes estudiados con AL positivo son útiles para la práctica clínica. Los datos obtenidos demuestran que hay una buena correlación entre el RIN tradicional y el CoaguChek. Por la gran diversidad de los equipos POCT los resultados no son extrapolables a otros dispositivos. Dada la heterogeneidad de los anticuerpos antifosfolípidos, es recomendable probar en cada paciente si hay una buena concordancia entre el RIN tradicional y el RIN-POCT.

The certainty of the value of the international normalized relation (INR) assay to control dicoumarin anticoagulation in patients with positive lupus anticoagulant (LA) is unknown especially for the point of care testing (POCT). The aim of this work was to investigate if there was a correlation between the INR values obtained by the traditional method and those obtained with a POCT in patients with positive LA. The population under study were 35 patients anticoagulated by thromboembolic disease with a persistent positive LA, whose INR was determined at the same time by the traditional method and with CoaguChek during 4 consecutive controls. The INR range was 1.9 to 5.60 and the RIN-POCT was between 2.0-4.92. The comparison of INR vs. INR - POCT showed r=0.98, slope: 1.56 (0.98-1.12) and ordered to the origin -0.088 (-0.282-0.007). The bias was 2.1%. For an INR level lower than 3.5 (n=136 controls) the average INR difference was 0.17 with a range of 0.01-0.56. One patient, with triple positivity showed a difference between both methods greater than 0.4. in two controls. For INR greater than 4.5, the degree of concordance is lower but has no clinical implications. The data obtained show that there is a good correlation between the traditional INR and the CoaguChek. The results of INR obtained by CoaguChek in patients studied with positive LA are useful for clinical practice. Due to the large diversity of POCT, the results cannot be extrapolated to other devices. Given the heterogeneity of antiphospholipid antibodies, it is advisable to test in each patient whether there is a good agreement between the traditional INR and INR-POCT.

A certeza do valor da razão internacional normalizada (RIN ou IIN), ensaio que controla a anticoagulação com dicumarínicos, em pacientes com anticoagulante lúpico positivo (AL) é desconhecida especialmente para os dispositivos de teste do tipo point-of-care (POCT). Este trabalho teve como objetivo pesquisar se existe correlação entre o valor de RIN obtido pelo método tradicional e aquele obtido com um dispositivo portátil em pacientes com AL positivo. Foram estudados 35 pacientes anticoagulados por doença tromboembólica com diagnóstico de AL positivo persistente aos quais lhes determinaram, ao mesmo tempo, a RIN pelo método tradicional e com CoaguChek durante 4 controles consecutivos. O intervalo de RIN foi de 1,9 a 5,60 e o de RIN-POCT ficou entre 2,0 e 4,92. A comparação de RIN vs RIN-POCT mostrou r=0,98, pendente: 1,56 (0,98-1,12) e uma ordenada à origem de -0,088 (-0,282-0,007). O viés foi 2,1%. Para um nível de RIN menor a 3,5 (n=136 controles) a diferença de RIN em média foi de 0,17 com um intervalo de 0,01-0,56. Um paciente, com tríplice positividade, mostrou uma diferença entre ambos os métodos maior a 0,4 em dois controles. Para um RIN de mais de 4,5, o grau de concordância foi menor, mas não tem consequências clínicas. Nos pacientes estudados com AL positivo, os resultados da RIN obtidos por CoaguChek são úteis para a prática clínica. Os dados obtidos demonstram que existe uma boa correlação entre a RIN tradicional e o CoaguChek. Devido à grande diversidade dos equipamentos POCT, os resultados não são extrapoláveis a outros dispositivos. É recomendável, visto a heterogeneidade dos anticorpos antifosfolípídes, provar em cada paciente a existência de uma boa concordância entre a RIN tradicional e a RIN-POCT.
Descritores: Inibidor de Coagulação do Lúpus/análise
Anticorpos Antifosfolipídeos
Anticorpos
Anticoagulantes
-Tempo
Trabalho
Viés
Doença
Inibidor de Coagulação do Lúpus
Coeficiente Internacional Normatizado
Diagnóstico
Equipamentos e Provisões
Controle
Testes Imediatos
Métodos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Ensaio Clínico
Ensaio Clínico Controlado
Responsável: AR144.1 - CIBCHACO - Centro de Información Biomedica del Chaco



página 1 de 3 ir para página          
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde