Base de dados : LILACS
Pesquisa : N06.230.150 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 48 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 5 ir para página              

  1 / 48 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-75150
Autor: Ferraz, Carlos Augusto Montenegro.
Título: Teste de esterilidade em artigos médico-hospitalares: requisitos técnicos e interpretaçäo de resultados / Sterilization tests in medical and hospital materials: technical requirement and results interpretation
Fonte: Enfoque (Säo Paulo);16(4):90-4, dez. 1988. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Säo analisadas as características técnicas e operacionais exigidas para a realizaçäo de um teste de esterilidade válido. A partir deste pressuposto, a interpretaçäo dos resultados obtidos, bem com a limitaçöes do método, säo discutidas. Fluxogramas de análie säo sugeridos visando auxiliar tal interpretaçäo, complementando-se com alguns casos hipotéticos. Os limites da aplicaçäo do teste de esterilidade em Instituiçöes Hospitalares säo discutidos e revisados, correlacionando-os com os conceitos adotados no controle da infecçäo hospitalar
Descritores: Esterilização/métodos
-Controle de Qualidade
Produtos Biológicos/análise
Testes Imunológicos
Esterilização/normas
Contaminação de Equipamentos
Ambiente Controlado
Responsável: BR1.1 - BIREME


  2 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1047014
Autor: Gamarra, Graciela; Tullo, Edgar; Salinas, Zunilda; Flores, Laura; Paredes, Mario; González, Hebe; Espínola-Canata, Miriam; Palacios-González, José Miguel; Díaz Ovando, Víctor.
Título: Implementación de herramienta tecnológica (TIC) para la vigilancia de factores ambientales y posibles afecciones relacionadas a la exposición por uso de plaguicidas agrícolas en Paraguay / Implementation of a technological tool (TIC) for the monitoring of environmental factors and possible conditions related to exposure due to the use of agricultural pesticides in Paraguay
Fonte: Rev. salud pública Parag;9(1):[P19-P32], jun. 2019.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: Paraguay, con alto desarrollo de agricultura extensiva, es potencialmente vulnerable a situaciones relacionadas con manejo inadecuado, falta de prevención y riesgos para la salud individual, comunitaria y ambiental, por incumplimiento de buenas prácticas en la selección, manipulación y gestión de plaguicidas. Objetivo: Diseñar e implementar un método de vigilancia con carga de datos del sistema público para detectar, jerarquizar y mapear eventos relacionados al manejo inadecuado de plaguicidas; establecer posibles asociaciones con causas de morbilidad y mortalidad; y seguimiento para evaluar riesgos relativos. Métodos: Con la creación del Sistema de Información Georreferenciado de Evaluación de Casos de afecciones a la Salud (SIGEC), método web que recolecta información del monitoreo comunitario de manejo y posibles efectos de plaguicidas en pequeños productores y empresas agrícolas, y de parcelas de plantaciones en el territorio nacional, se realizó un estudio de vigilancia epidemiológica sobre condiciones de vida, variables ambientales y riesgo de exposición a plaguicidas. Resultados: Al relacionar datos del egreso hospitalario de enfermedades trazadoras (EH) 2011 - 2015, en mapas por Departamentos, Regiones del Estudio Piloto y por Distritos, se observó una concentración de las mismas en 3 a 4 regiones relacionadas al uso de plaguicidas, repitiéndose dicha situación en patologías con concentraciones altas (color rojo) o intermedias (color amarillo), con posible asociación casual o causal. Los demás distritos de estas regiones observadas que se encuentran coloreadas de verde, no implica ausencia de casos registrados, sino que se encuentran en el tercio inferior del total registrado (tabla a la izquierda de los mapas). La poligonización valora el grado de exposición de personas en riesgo y brinda georreferenciamiento de las variables del Monitoreo Comunitario, además permite seguimiento mediante gráficos de puntos, útiles para los tomadores de decisiones en salud. Las herramientas propuestas son amigables y similares a las del Censo Comunitario realizado por estadígrafos regionales en las USF. Conclusiones: La vigilancia epidemiológica basada en el SIGEC complementa la visión parcial de los actuales sistemas de seguimiento del MSP y BS mediante la información en gráficos georreferenciados, visualiza datos del problema de salud planteado, en un territorio específico, utiliza variables ambientales y laborales con posible relación a exposición de plaguicidas, en formato de lectura fácil, convirtiéndola en herramienta útil para el posterior seguimiento a través de investigaciones con diseño pertinente, utilizando modelos estadísticos apropiados, para la posterior aplicación de políticas públicas. Palabras-clave: Exposición a plaguicidas; vigilancia del ambiente del trabajo; monitoreo epidemiológico; programas informáticos

Introduction: Paraguay, with high development of extensive agriculture, is potentially vulnerable to situations related to inadequate management, lack of prevention and risks to individual, community and environmental health, due to non-compliance with good practices in the selection, handling and management of pesticides. Objective: Design and implement a surveillance method with data loading of the public system to detect, prioritize and map events related to the inadequate handling of pesticides; establish possible associations with causes of morbidity and mortality; and monitoring to assess relative risks. Methods: With the creation of the Georeferenced Information System for the Evaluation of Cases of Health Conditions (SIGEC), a web method that collects information on community monitoring of management and possible effects of pesticides on small producers and agricultural companies, and on plantation plots In the national territory, an epidemiological surveillance study was conducted on life conditions, environmental variables and risk of exposure to pesticides. Results: When relating hospital discharge data of tracer diseases (EH) 2011 - 2015, in maps by Departments, Regions of the Pilot Study and by Districts, a concentration of them was observed in 3 to 4 regions related to the use of pesticides, repeating this situation in pathologies with high concentrations (red color) or intermediate (yellow color), with possible causal or casual association. The other districts of these observed regions that are colored green, does not imply absence of registered cases, but they are in the lower third of the total registered (table on the left of the maps). Poligonization assesses the degree of exposure of people at risk and provides georeferencing of the Community Monitoring variables, and also allows monitoring through point charts, useful for health decision-makers. The proposed tools are friendly and similar to those of the Community Census conducted by regional statisticians at the USF. Conclusions: The epidemiological surveillance based on the SIGEC complements the partial vision of the current monitoring systems of the MSP and BS through the information in georeferenced graphs, visualizes data of the health problem raised, in a specific territory, uses environmental and labor variables with possible relation to exposure of pesticides, in easy reading format, making it a useful tool for subsequent monitoring through relevant design investigations, using appropriate statistical models, for the subsequent application of public policies. Key words: Exposure to pesticides; monitoring of the work environment; epidemiological monitoring; Software
Descritores: Vigilância Sanitária Ambiental
Tecnologia da Informação
-Praguicidas
Ambiente de Trabalho
Ambiente Controlado
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Estudo de Validação
Responsável: PY40.1 - Biblioteca


  3 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1018158
Autor: Intituto Internacional para el Desarrollo y Medio Ambiente, Presidencia de la República, Secretaria Técnica de Planifición, Agencia Internacional para el Desarrollo de los EE UU.
Título: Perfil ambiental de Paraguay.
Fonte: San Lorenzo; IIDMA, STP, ADI; jun.1985. 172 p.
Idioma: es; en.
Resumo: El perfil ambiental del Paraguay forma parte de la serie de perfiles amabientales patrocinados por la agencia para el desarrollo Internacional de los EE UU de America, el análisis, la sintesis, la coordinación de los informes sectoriales y la presentación final
Descritores: Ambiente Controlado
Responsável: PY37.1 - Biblioteca
3337892#P416p


  4 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Queiroga, Marcos Roberto
Texto completo
Id: biblio-828767
Autor: Queiroga, Marcos Roberto; Ferreira, Sandra Aires; Boneti, Marina David; Tartaruga, Marcus Peikriszwili; Coutinho, Silvano da Silva; Cavazzoto, Timothy Gustavo.
Título: Caracterização do ambiente físico e prática de atividades físicas em unidades básicas de saúde de Guarapuava, Paraná, 2011-2012 / Characterization of the physical environment and practice of physical activities in Primary Health Care Units in Guarapuava, Paraná State, Brazil, 2011-2012 / Caracterización del ambiente físico y práctica de actividades físicas en Unidades Básicas de Salud del área urbana de Guarapuava-PR, Brasil, 2011-2012
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;25(4):827-836, out.-dez. 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: caracterizar o ambiente físico e a prática de atividades físicas (AF) em unidades básicas de saúde (UBS) da zona urbana de Guarapuava-PR, Brasil, em 2011-2012. MÉTODOS: estudo descritivo com entrevistas às coordenadoras das 27 UBS do município sobre violência, criminalidade e condições dos espaços físicos e de segurança para a prática de AF dentro e fora das UBS; as ruas ao redor do quarteirão foram percorridas para avaliação de fatores ambientais categorizados como favoráveis ou desfavoráveis à implantação/prática de AF. RESULTADOS: os locais mais comuns para AF foram gramados (n=18) e igrejas (n=24); três quintos das UBS apresentaram fatores favoráveis à implantação e prática de AF; no entorno das UBS, a ausência de calçadas (14 UBS) ou irregularidades nas existentes (13 UBS) são condições que poderiam prejudicar a prática de caminhadas. CONCLUSÃO: apesar da identificação de fatores favoráveis à prática de AF, os gestores de saúde devem-se ocupar dos fatores desfavoráveis à prática de AF nas UBS.

OBJECTIVE: to characterize the physical environment and physical activity (PA) in Primary Health Care Units (PHU) in the urban area of Guarapuava-PR, Brazil, 2011-2012. METHODS: this is a descriptive study in which the coordinators of the municipality's 27 PHUs were interviewed about violence, crime and physical space and safety conditions for PAs inside and outside the PHUs; the streets surrounding the area were visited to evaluate environmental factors categorized as favorable or unfavorable to PA deployment and practice. RESULTS: the most common places for PA were grass areas (n=18) and churches (n=24); three fifths of PHUs presented factors favorable to PA deployment/practice; lack of sidewalks (14 PHUs) or uneven sidewalks (13 PHUs) surrounding the PHUs are conditions that could jeopardize the practice of walking. CONCLUSION: despite the identification of favorable factors for PA practice, at PHUs should be focused by health service managers.

OBJETIVO: caracterizar el ambiente físico y la práctica de actividades físicas (AF) en Unidades Básicas de Salud (UBS) de la zona urbana de Guarapuava-PR, Brasil, 2011-2012. MÉTODOS: fueron entrevistadas coordinadoras de 27 UBS del municipio sobre violencia, criminalidad y condiciones de espacio físico y seguridad para la práctica de AF dentro y fuera de las UBS; las calles aledañas fueron recorridas para la evaluación del ambiente físico; las variables ambientales fueron categorizadas como favorables o desfavorables a la implantación/practica de AF. RESULTADOS: los locales más comunes para AF fueron áreas verdes (n=18) e iglesias (n=24), respectivamente; tres quintos de las UBS presentaron factores favorables a la implantación/practica de AF; alrededor de las UBS, la ausencia de veredas (14 UBS) o irregularidades en las existentes (13 USB) son condiciones desfavorables para la práctica de caminadas. CONCLUSIÓN: a pesar del predominio de factores favorables, los gestores en salud deben ocuparse de los factores desfavorables para la practica de AF en las UBS.
Descritores: Exercício Físico
Centros de Saúde
Meio Ambiente
Ambiente Controlado
Ambiente de Instituições de Saúde
-Sistema Único de Saúde
Epidemiologia Descritiva
Setor Público
Área Urbana
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-756579
Autor: Santinha, Gonçalo; Marques, Sara.
Título: Ambiente construído, saúde pública e políticas públicas: uma discussão à luz de perceções e experiências de idosos institucionalizados / Built environment, public health and public policies: understanding institutionalised older people's behaviour
Fonte: Saúde Soc;24(3):1047-1060, jul.-set. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O impacto do ambiente construído na saúde das populações há muito que é reconhecido. Com efeito, esta ligação remonta ao século XIX. Dado o aumento da esperança de vida, as políticas públicas começaram, mais recentemente, a dar particular atenção à maximização da saúde e das capacidades funcionais das pessoas idosas. A ideia consiste em considerar a população idosa não como um problema, mas, antes, como um desafio e como o resultado de um substancial desenvolvimento social, económico e territorial. Como tal, iniciativas do tipo cidades/comunidades amigas dos idosos ganharam protagonismo, reconhecendo-se por esta via o impacto que o desenho, os serviços e as amenidades produzem na saúde e no bem-estar das pessoas. Essas iniciativas, porém, tendem a negligenciar o importante papel que as instituições de apoio à terceira idade detêm na sociedade. É objetivo deste artigo perceber o impacto que o ambiente construído envolvente a essas instituições produz no comportamento dos seus utentes. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com 88 pessoas idosas, com idade média de 75 anos, de 11 instituições localizadas no Distrito de Aveiro, Portugal, representando diferentes padrões geográficos. Foram, igualmente, entrevistadas algumas das pessoas que aí exercem a sua atividade profissional. Embora globalmente os utentes sintam-se satisfeitos com a localização da instituição, foram referidas inúmeras barreiras associadas ao desenho urbano. Os resultados alcançados permitem realçar a importância de se realizar estudos dessa natureza e, consequentemente, reforçar, ao nível das políticas públicas, a ligação da saúde pública com o ordenamento do território.

The importance of the built environment in shaping health outcomes does not come as a surprise. In fact, the linkage between these issues dates back to the 19thcentury, known as the sanitary revolution. Due to the increase in life expectancy, public policies more recently began focusing on how to maximize the health and functional capacity of the elderly. The idea is to look at population ageing not as a problem but rather as a challenge and a legacy of prosperous social, economic and spatial development. As such, initiatives like age-friendly cities/communities have come to the forefront worldwide, recognizing that the design, utilities and amenities of places affect the health and well-being of older people. However, these initiatives tend to neglect the important role supportive care facilities play for a considerable number of older people. This paper seeks to understand the impact of the neighbourhood environment of supportive care facilities on older people's behaviour. Data for the study were gathered from 11 facilities of the Aveiro District, Portugal, located in places with different geographical patterns. Semi-structured group interviews were conducted with 88 older persons with an average age of 75, as well as with the institutional setting's personnel. Although, overall, older people are satisfied with the location of their facility, barriers concerning the design of the built environment were largely mentioned. The results achieved provide additional insights for public policies and to strengthen the link between public health and spatial planning.
Descritores: Dinâmica Populacional
Ambiente Controlado
Saúde do Idoso
Instituição de Longa Permanência para Idosos
Autonomia Pessoal
Política Pública
-Promoção da Saúde
Expectativa de Vida
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-753040
Autor: Druzian, Alessandra Fernandes; Melo, José Aparecido de Oliveira; Souza, Albert Schiaveto de.
Título: The influence of enriched environment on spatial memory in Swiss mice of different ages / A influência do ambiente enriquecido na memória espacial de camundongos Swiss em diferentes faixas etárias
Fonte: Arq. neuropsiquiatr;73(8):692-697, 08/2015. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: The objective of this study was to evaluate the influence of enriched environment on spatial memory acquisition in mice of three different age groups. Weanling, young, and young adult female Swiss mice were housed in a standard control or enriched environment for 50 days, and their spatial memory was tested with the Morris Water Maze. We did not observe an experimental effect for spatial memory acquisition, and there was neither an effect of time of analysis nor an interaction between experimental group and time of analysis. Regarding effects of experimental group and training day in relation to latency in finding the hidden platform, we did find an effect in the experimental young adult mice group (p = 0.027), but there was no interaction between these factors in all three groups. Based on these findings environmental enrichment did not enhance spatial memory acquisition in female Swiss mice in the tested age groups.

O objetivo deste estudo foi avaliar a influência do ambiente enriquecido na aquisição da memória espacial de camundongos em três diferentes faixas etárias. Camundongos fêmeas Swiss recém-desmamados, jovens e adultos jovens foram alojados em ambiente controle ou em ambiente enriquecido durante 50 dias, e sua memória espacial foi testada por meio do Labirinto Aquático de Morris. Não houve efeito do grupo experimental na aquisição de memória espacial, do momento de análise, tampouco da interação entre o grupo experimental e o momento de análise. Quanto aos efeitos do grupo experimental e do dia de treino em relação à latência para encontrar a plataforma escondida, houve efeito do grupo experimental apenas para o grupo experimental adulto jovem (p = 0,027), com menor latência do grupo controle, porém sem interação entre esses fatores para todos os grupos. O enriquecimento ambiental não interferiu na aquisição de memória espacial de camundongos fêmeas Swiss nas faixas etárias analisadas.
Descritores: Ambiente Controlado
Memória Espacial/fisiologia
-Fatores Etários
Modelos Animais
Aprendizagem em Labirinto/fisiologia
Distribuição Aleatória
Valores de Referência
Análise e Desempenho de Tarefas
Fatores de Tempo
Limites: Animais
Feminino
Camundongos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudo de Avaliação
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-744291
Autor: Ersan, Ismail; Arikan, Sedat; Toman, Huseyin; Kara, Selcuk; Gencer, Baran; Erbas, Mesut; Tufan, Hasan Ali; Uzun, Metehan.
Título: Blood gas analyzer utility in evaluating oxygen kinetics of the aqueous humor / Utilidade de um analisador sanguíneo de gás para a avaliação cinética do oxigênio no humor aquoso
Fonte: Arq. bras. oftalmol;78(2):82-84, Mar-Apr/2015. tab.
Idioma: en.
Resumo: Purpose: To measure the partial pressure of oxygen (PO2) and carbon dioxide (PCO2) and the pH of aqueous humor (AH) and arterial blood samples from rabbits using a blood gas analyzer. Methods: Twenty New Zealand rabbits were anesthetized intramuscularly with ketamine and xylazine and were then allowed to breathe room air. Using a gas blood analyzer, arterial blood and AH samples were analyzed for PO2, PCO2, and pH. Results: The mean arterial blood pressure was 87.14 ± 15.0 mmHg. The mean blood and AH PO2 were 95.18 ± 11.76 mmHg and 88.83 ± 9.92 mmHg, the mean blood and AH PCO2 were 25.86 ± 5.46 mmHg and 29.50 ± 5.36 mmHg, and the mean blood and AH pH were 7.38 ± 0.06 and 7.33 ± 0.09, respectively. Conclusion: Conclusions: The blood gas analyzer was easily employed to evaluate the aqueous humor in rabbits. When comparing the results of studies evaluating aqueous PO2, care should be taken to determine the methods used in these studies. .

Objetivo: Medir a pressão parcial de oxigênio (PO2) e dióxido de carbono (PCO2), e o pH de humor aquoso (AH) e de amostras de sangue arterial de coelhos. Método: Vinte coelhos New Zealand foram anestesiados por via intramuscular com cetamina e xilazina, em seguida, foram liberados a respirar o ar ambiente. Utilizando um analisador sanguíneo de gás, amostras de sangue arterial e AH foram analisadas para PO2, PCO2, e pH. Resultados: A pressão arterial média foi de 87,14 ± 15,0 mmHg. A PO2 média do sangue e AH foi 95,18 ± 11,76 mmHg e 88,83 ± 9,92 mmHg; a PCO2 média do sangue e AH foi de 25,86 ± 5,46 mmHg e 29,50 ± 5,36 mmHg; o pH médio do sangue e AH foi 7,38 ± 0,06 e 7,33 ± 0,09, respectivamente. Conclusões: O analisador de gases no sangue foi facilmente empregadas para avaliar o humor aquoso em coelhos. Quando se comparam os resultados de estudos que avaliaram PO2 do humor aquoso, deve ser tomado cuidado para determinar os métodos utilizados nestes estudos. .
Descritores: Microbiologia do Ar
Transplante de Medula Óssea
Infecção Hospitalar/prevenção & controle
Monitoramento Ambiental
Unidades Hospitalares
-Contagem de Colônia Microbiana
Ambiente Controlado
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-716278
Autor: Kunstetter, A.C.; Wanner, S.P.; Madeira, L.G.; Wilke, C.F.; Rodrigues, L.O.C.; Lima, N.R.V..
Título: Association between the increase in brain temperature and physical performance at different exercise intensities and protocols in a temperate environment
Fonte: Braz. j. med. biol. res = Rev. bras. pesqui. méd. biol;47(8):679-688, 08/2014. graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPEMIG; . CNPq.
Resumo: There is evidence that brain temperature (Tbrain) provides a more sensitive index than other core body temperatures in determining physical performance. However, no study has addressed whether the association between performance and increases in Tbrain in a temperate environment is dependent upon exercise intensity, and this was the primary aim of the present study. Adult male Wistar rats were subjected to constant exercise at three different speeds (18, 21, and 24 m/min) until the onset of volitional fatigue. Tbrain was continuously measured by a thermistor inserted through a brain guide cannula. Exercise induced a speed-dependent increase in Tbrain, with the fastest speed associated with a higher rate of Tbrain increase. Rats subjected to constant exercise had similar Tbrain values at the time of fatigue, although a pronounced individual variability was observed (38.7-41.7°C). There were negative correlations between the rate of Tbrain increase and performance for all speeds that were studied. These results indicate that performance during constant exercise is negatively associated with the increase in Tbrain, particularly with its rate of increase. We then investigated how an incremental-speed protocol affected the association between the increase in Tbrain and performance. At volitional fatigue, Tbrain was lower during incremental exercise compared with the Tbrain resulting from constant exercise (39.3±0.3 vs 40.3±0.1°C; P<0.05), and no association between the rate of Tbrain increase and performance was observed. These findings suggest that the influence of Tbrain on performance under temperate conditions is dependent on exercise protocol.
Descritores: Temperatura Corporal/fisiologia
Encéfalo/fisiologia
Ambiente Controlado
Fadiga/fisiopatologia
Condicionamento Físico Animal/fisiologia
Esforço Físico/fisiologia
-Regulação da Temperatura Corporal/fisiologia
Encéfalo/anatomia & histologia
Teste de Esforço
Condicionamento Físico Animal/métodos
Ratos Wistar
Estatística como Assunto
Volição/fisiologia
Limites: Animais
Masculino
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 48 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-643283
Autor: Oliveira, Maria Aparecida.
Título: Condicionantes socioambientais urbanos associados à ocorrência de Dengue no município de Araraquara / Urban social and environmental constraints associated with the occurrence of dengue in the city of Araraquara.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 176 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Saúde Ambiental para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução: Estima-se que 2,5 bilhões de pessoas vivam em áreas de risco de dengue, em mais de 100 países endêmicos. Mais de 50 milhões de infecções ocorrem anualmente com 500.000 casos de dengue hemorrágica e 22.000 mortes, principalmente entre crianças. A cidade de Araraquara apesar de apresentar boas condições sociais e econômicas, tem apresentado graves epidemias de dengue na última década. Objetivo: Este estudo examinou os fatores socioambientais urbanos associados à incidência de dengue em Araraquara, que é uma cidade de médio porte localizada no interior do estado de São Paulo, na região sudeste do Brasil nos anos de 1998 a 2008. Métodos: Foi realizado um estudo ecológico longitudinal, no qual foram avaliados dados de incidência de Dengue notificados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) em todas as semanas epidemiológicas dos anos de 1998 a 2008, no município de Araraquara. As variáveis socioambientais urbanas investigadas foram extraídas do censo demográfico, de imagens de satélite e de planos de informações georreferenciados do ambiente construído. As variáveis meteorológicas investigadas foram obtidas a partir de uma estação automática com medições diárias do para todo o período analisado. Para investigar o padrão espaço temporal da distribuição da incidência de dengue no município, foram utilizadas as técnicas de análise exploratória de dados espaciais. Para investigar o efeito independente de variáveis socioambientais urbanas sobre a ocorrência de casos de dengue nos setores censitários de Araraquara, ao longo do período de 1998 a 2008, foram utilizados modelos de análise multivariada para dados longitudinais, por meio de equações de estimação generalizadas (GEE, Generalized Estimating Equations). Resultados: foram identificados padrões sazonais da incidêcia de dengue. Foram observados efeitos significativos de variáveis socioambientais urbanas, incluíndo as variáveis meteorológicas, epidemiológicas e do ambiente construído, como fatores de risco à ocorrência de dengue e estes fatores variam no tempo e no espaço. Conclusão: os resultados mostraram a complexidade dos fatores associados à incidência de dengue no município de Araraquara, que envolve fatores socioambientais urbanos, em diferentes escalas espaciais e temporais. A consideração dos fatores no planejamento de políticas públicas pode ser importante para o enfrentamento desse grave problema de saúde urbana.
Descritores: Dengue/epidemiologia
Ambiente Controlado
Área Urbana
-Brasil
Sistemas de Informação Geográfica
Estudos Longitudinais
Fatores de Risco
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; DR, 1073. CM. 53505/2012


  10 / 48 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-642635
Autor: Castro, R. C; Marques, I. A; Silva, V. M. R.
Título: Integração do agente de promoção ambiental no programa ambientes verdes e saudáveis e na estratégia de saúde da família na coordenadoria regional de saúde sul do município de São Paulo / Integration broker promotion program in environmental green and healthy environments and family health strategy in the south regional health of São Paulo.
Fonte: São Paulo; Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo; 2012. 3 p.
Idioma: pt.
Resumo: A Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, dando continuidade ao Projeto Ambientes Verdes e Saudáveis - PAVS iniciado em 2005 na Secretaria do Verde e Meio Ambiente-SVMA, incorporou em 2008 este Projeto de grandes dimensões, enquanto um Programa na Estratégia Saúde da Família, na Coordenação da Atenção Básica, objetivando contribuir na construção das políticas públicas Integradas no Município de São Paulo e propor soluções para as demandas de ações socioambientais.
Descritores: Meio Ambiente
Ambiente Controlado
Saúde da Família
Saúde Pública
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: BR1909.5 - Coordenadoria Regional de Saúde – Sul
BR1909.5



página 1 de 5 ir para página              
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde