Base de dados : LILACS
Pesquisa : N06.850.135.060.075.399 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1247 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 125 ir para página                         

  1 / 1247 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-689538
Autor: Niño de Arboleda, M. N.
Título: Transfusión de plasma y sus efectos adversos / Transfusion of plasma and its adverse effects
Fonte: Acta méd. colomb;38(3):113-115, jul.-sep. 2013.
Idioma: es.
Resumo: Me produjo alegría la solicitud del doctor Eugenio Matijasevic para hacer el comentario editorial sobre los efectos adversos de la transfusión de plasma, por tratarse de un tema de actualidad para la seguridad del paciente. su utilización se ha incrementado para el manejo de situaciones clínicas, como la deficiencia de factores de coagulación en pacientes con sangrado, o antes de un procedimiento invasivo, para revertir la warfarina, o en deficiencia de vitamina K en pacientes con sangrado o previo a un procedimiento invasivo de urgencia, cuando se presenta una coagulopatía dilucional, por ejemplo, en transfusión masiva, coagulación intravascular diseminada o coagulopatía de consumo en pacientes con hemorragia, en el cambio plasmático para tratamiento de púrpura trombocitopénica trombótica (PTT), en el manejo de deficiencias raras de proteínas, o para el tratamiento de deficiencias de factores de coagulación cuando los concentrados no se encuentran disponibles. Las anteriores constituyen las indicaciones para el uso racional del plasma de las guías británicas y americanas . Múltiples estudios han demostrado que una proporción importante, que puede llegar a cerca de 50% de las transfusiones de plasma, no se hacen de acuerdo a las guías, considerando que no están exentas de riesgo y que pueden llegar a producir ciertas complicaciones más comunes que otros componentes sanguíneos.
Descritores: Plasma/efeitos dos fármacos
-Vitamina K
Varfarina
Segurança do Paciente
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Comentário
Responsável: CO70 - Asociación Colombiana de Medicina Interna


  2 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-840292
Autor: Oliveira, João Lucas Campos de; Silva, Simone Viana da; Santos, Pamela Regina dos; Matsuda, Laura Misue; Tonini, Nelsi Salete; Nicola, Anair Lazzari.
Título: Patient safety: knowledge between multiprofessional residents / Segurança do paciente: conhecimento entre residentes multiprofissionais
Fonte: Einstein (Säo Paulo);15(1):50-57, Jan.-Mar. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To assess the knowledge of multiprofesional residents in health about the security of the patient theme. Methods Cross-sectional study, quantitative, developed with graduate courses/residence specialties of health in a public university of Paraná, Brazil. Participants (n=78) answered a questionnaire containing nine objective questions related to patient safety. Data were analyzed using descriptive statistics, in proportion measures. The minimum 75% of correct answers was considered the cutoff for positive evaluation. Results The sample was predominantly composed of young people from medical programs. Almost half of the items evaluated (n=5) achieved the established positive pattern, especially those who dealt with the hand hygiene moments (98.8%) and goal of the Patient Safety National Program (92.3%). The identification of the patient was the worst rated item (37.7%). In the analysis by professional areas, only the Nursing reached the standard of hits established. Conclusion Knowledge of the residents was threshold.

RESUMO Objetivo Verificar o conhecimento de residentes multiprofissionais na área da saúde sobre o tema segurança do paciente. Métodos Estudo transversal, quantitativo, desenvolvido com pós-graduandos dos cursos/especialidades de residência da área da saúde de uma universidade pública do Paraná. Os participantes (n=78) responderam um questionário contendo nove questões objetivas relacionadas com a segurança do paciente. Os dados foram analisados por estatística descritiva, em medidas de proporção. O mínimo de 75% de acertos foi considerado ponto de corte para avaliação positiva. Resultados A amostra foi composta por profissionais predominantemente jovens, oriundos de programas médicos. Quase metade dos itens avaliados (n=5) alcançou o padrão de positividade estabelecido, com destaque para os que trataram dos momentos de higienização das mãos (98,8%) e o objetivo do Programa Nacional de Segurança do Paciente (92,3%). A identificação do paciente foi o pior item avaliado (37,7%). Na análise por áreas profissionais, somente a Enfermagem alcançou o padrão de acertos estabelecido. Conclusão O conhecimento dos residentes foi limiar.
Descritores: Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Segurança do Paciente
Internato e Residência/estatística & dados numéricos
Corpo Clínico Hospitalar/estatística & dados numéricos
-Brasil
Estudos Transversais
Inquéritos e Questionários
Pessoa de Meia-Idade
Programas Nacionais de Saúde
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-891453
Autor: Aguiar, Karina da Silva; Santos, Jamile Machado dos; Cambrussi, Mônica Cristina; Picolotto, Solane; Carneiro, Marcela Bechara.
Título: Patient safety and the value of pharmaceutical intervention in a cancer hospital / Segurança do paciente e o valor da intervenção farmacêutica em um hospital oncológico
Fonte: Einstein (Säo Paulo);16(1):eAO4122, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To demonstrate economic impact of pharmaceutical evaluation in detection and prevention of errors in antineoplastic prescriptions. Methods This was an observational and retrospective study performed in a cancer hospital. From July to August 2016 pharmacists checked prescriptions of antineoplastic and adjuvant drugs. Drug-related problems observed were classified and analyzed concerning drug, pharmaceutical intervention, acceptability and characteristic of the error. In case of problem related to dose, we calculated a deviation percentage related with correct dose and value spent or saved. Data were analyzed using descriptive statistics with frequency and percentage. Results A total of 6,104 prescriptions and 12,128 medications were evaluated. Drug-related problems were identified in 274 (4.5%) prescriptions. Most of them was due to lack of information (n=117; 36.1%). Problems associated with dose accounted for 32.1% (n=98) of the total. In 13 cases (13.3%) ranging of prescribed dose was 50% greater than the correct dose. Intercepted drug-related problems provided savings of R$54.081,01 and expenses of R$20.863,36, therefore resulting in a positive balance of R$33.217,65. Each intervention promoted saving of R$126,78 with an acceptance rate of 98%. Main pharmaceutical interventions were information inclusion (n=117; 36.1%) and dose change (n=97; 29.9%). All errors were classified as error with no harm. Conclusion Simple actions such as prescription checking are able to identify and prevent drug-related problems, avoid financial losses and add immeasurable value to patient safety.

RESUMO Objetivo Demonstrar o impacto econômico da avaliação farmacêutica na detecção e na prevenção de erros em prescrições de antineoplásicos. Métodos Estudo observacional e retrospectivo realizado em um hospital oncológico. De julho a agosto de 2016, prescrições contendo antineoplásicos e fármacos adjuvantes ao tratamento foram avaliadas por farmacêuticos. Os problemas detectados relacionados a medicamentos foram classificados e analisados quanto ao medicamento, à intervenção farmacêutica, à aceitabilidade e à caracterização do erro. Quando o problema envolveu dose, calcularam-se a percentagem de desvio em relação à dose correta e o valor gasto ou economizado. Os dados foram analisados por estatística descritiva com aplicação de frequência e percentual. Resultados Foram avaliadas 6.104 prescrições e 12.128 medicamentos. Identificaram-se problemas relacionados a medicamentos em 274 (4,5%) prescrições, sendo a maioria causado por falta de informações (n=117; 36,1%). Quando reunidos, os problemas envolvendo dose representaram 32,1% (n=98) do total. Em 13 casos (13,3%), a variação da dose prescrita em relação à correta foi maior do que 50%. Os problemas relacionados a medicamentos interceptados representaram economia de R$54.081,01 e gastos de R$20.863,36, resultando em saldo positivo de R$33.217,65. Cada intervenção promoveu economia de R$126,78 com aceitabilidade de 98%. As principais intervenções foram inclusão de informações (n=117; 36,1%) e alteração de dose (n=97; 29,9%). Todos os erros foram considerados sem dano. Conclusão Ações simples de serem implantadas, como análise de prescrições, são capazes de identificar e prevenir problemas relacionados a medicamentos, evitar perdas financeiras e agregar imensurável valor na segurança do paciente.
Descritores: Serviço de Farmácia Hospitalar/estatística & dados numéricos
Prescrições de Medicamentos/estatística & dados numéricos
Segurança do Paciente
Erros de Medicação/prevenção & controle
Neoplasias/tratamento farmacológico
-Serviço de Farmácia Hospitalar/economia
Prescrições de Medicamentos/economia
Institutos de Câncer
Estudos Retrospectivos
Erros de Medicação/economia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-984366
Autor: Silva, Adriane Kênia Moreira; Costa, Dayane Carlos Mota da; Reis, Adriano Max Moreira.
Título: Risk factors associated with in-hospital falls reported to the Patient Safety Commitee of a teaching hospital / Fatores de risco associados às quedas intra-hospitalares notificadas ao Núcleo de Segurança do Paciente de um hospital de ensino
Fonte: Einstein (Säo Paulo);17(1):eAO4432, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective To investigate the use of fall-risk-increasing drugs among patients with falls reported to the Patient Safety Office of a hospital, and to identify the factors associated with high risk for fall. Methods A cross-sectional study, carried out in a teaching hospital. The study population was the universe of fall reports received by the Patient Safety Office. The dependent variable was a high risk for falls. The Medication Fall Risk Score was used to measure fall risk. Descriptive, univariate and multivariate analyses were performed. Results Of the 125 fall reports in the study, 38 (30.4%) were in 2014, 26 (20.8%) in 2015, and 61 (48.8%) in 2016. Half of the patients (63; 50.4%) were classified as high fall risk and 74 (59.2%) had two or more risk factors for the event. The most frequently used drug classes were opioids (25%), anxiolytics (19.7%), beta-blockers (9.9%), angiotensin II antagonists (7%) and vascular-selective calcium channel blockers (7%). After the adjusted analysis, the factors associated with falls were amputation (odds ratio: 14.17), female sex (odds ratio: 2.98) and severe pain (odds ratio: 5.47). Conclusion Medications are an important contributor to in-hospital falls, and the Medication Fall Risk Score can help identify patients at a high risk for falls.

RESUMO Objetivo Investigar o uso de medicamentos que aumentam o risco de queda entre pacientes que tiveram quedas notificadas ao Núcleo de Segurança do Paciente de um hospital, bem como identificar os fatores associados ao risco elevado de queda. Métodos Trata-se de estudo transversal realizado em hospital de ensino. A população do estudo foi composta pelo universo de notificações de queda enviadas para o Núcleo de Segurança do Paciente. A variável dependente foi alto risco para queda. A mensuração do risco de queda foi realizada de acordo com o Medication Fall Risk Score. Foram realizadas as análises descritiva, univariada e multivariada. Resultados Das 125 notificações de queda incluídas no estudo, 38 (30,4%) foram notificadas em 2014, 26 (20,8%) em 2015 e 61 (48,8%) em 2016. Metade dos pacientes (63; 50,4%) foram classificados na categoria alto risco de queda, e 74 (59,2%) apresentaram dois ou mais fatores de risco para o evento. As classes de medicamentos mais frequentes foram opioides (25%), ansiolíticos (19,7%), betabloqueadores (9,9%), antagonistas de angiotensina II (7%) e bloqueadores de canais de cálcio seletivos com efeitos principais vasculares (7%). Após a análise ajustada, os fatores associados com queda foram amputação (odds ratio: 14,17), sexo feminino (odds ratio: 2,98) e dor intensa (odds ratio: 5,47). Conclusão Os medicamentos são importante fator contribuinte para a queda intra-hospitalar, e o Medication Fall Risk Score contribui para a identificação de pacientes com alto risco de quedas.
Descritores: Acidentes por Quedas/estatística & dados numéricos
Segurança do Paciente/estatística & dados numéricos
Pacientes Internados
-Comitê de Profissionais
Estudos Transversais
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Hospitais de Ensino/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1290307
Autor: Prado, Patricia Rezende do; Departamento de Enfermagem Psiquiátrica e Ciências HumanasVentura, Carla Aparecida Arena; Rigotti, Ariane Ranzani; Departamento de Enfermagem Geral e EspecializadaReis, Renata Karina; Departamento de Enfermagem Geral e EspecializadaZamarioli, Cristina Mara; Departamento de Enfermagem Geral e EspecializadaSouza, Fabiana Bolela de; Departamento de Enfermagem Geral e EspecializadaGimenes, Fernanda Raphael Escobar.
Título: Linking worker safety to patient safety: recommendations and bioethical issues for the care of patients in the COVID-19 pandemic / Vinculando la seguridad del profesional a la seguridad del paciente: recomendaciones y cuestiones bioéticas para el cuidado de pacientes en la pandemia del COVID-19-19 / Vinculando a segurança do profissional à segurança do paciente: recomendações e questões bioéticas para o cuidado de pacientes na pandemia da COVID-19
Fonte: Texto & contexto enferm;30:e20200535, 2021.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: the aim of this article is to discuss the implications of the connection between safety and bioethical issues for evidence-based care during the COVID-19 pandemic. Method: reflective analysis with the guiding question: "How can professional and patient safety be linked to bioethical issues during the COVID-19 pandemic?" Results: the COVID-19 pandemic has challenged countries around the world, mainly due to the collapse of the health system that could threaten the safety of patients and healthcare providers. Connecting worker safety to patient safety is imperative for safe care during the COVID-19 pandemic. Aspects related to professional qualification and the provision and proper use of personal protective equipment permeate an environment of economic and political crisis that accentuates tensions and can interfere in decision-making, greatly affecting the results of the care provided. This article presents reflections and recommendations to support healthcare providers in making decisions that involve bioethical issues during the care process in times of scarce resources generated by the COVID-19 pandemic.

RESUMEN Objetivo: el objetivo de este artículo es discutir las implicaciones de la conexión entre la seguridad y las cuestiones bioéticas para el cuidado basado en evidencias, durante la pandemia del COVID-19. Método: análisis reflexivo con la pregunta orientadora: "¿Cómo la seguridad del profesional y del paciente puede vincularse a cuestiones bioéticas, durante la pandemia del COVID-19?" Resultados: la pandemia del COVID-19 desafió a los países, alrededor del mundo, principalmente debido al colapso del sistema de salud, lo que podría amenazar la seguridad de pacientes y profesionales de la salud. Conectar la seguridad del profesional a la seguridad del paciente es un imperativo para una atención segura durante la pandemia del COVID-19. Aspectos relacionados a la calificación profesional, al suministro y al uso adecuado de los Equipamientos de Protección Individual, permean un ambiente de crisis económica y política que agudiza tensiones y puede interferir en la toma de decisiones, afectando especialmente los resultados de la asistencia prestada. Este artículo presenta reflexiones y recomendaciones para apoyar a los profesionales de la salud en la toma de decisiones, en que participan cuestiones bioéticas durante el proceso de cuidar en tiempos de recursos escasos generados por la pandemia del COVID-19.

RESUMO Objetivo: o objetivo deste artigo é discutir as implicações da conexão entre a segurança e as questões bioéticas para o cuidado baseado em evidências durante a pandemia da COVID-19. Método: análise reflexiva com a questão norteadora: "como a segurança do profissional e do paciente pode vincular-se às questões bioéticas durante a pandemia da COVID-19?" Resultados: a pandemia da COVID-19 desafiou países ao redor do mundo, principalmente devido ao colapso do sistema de saúde que poderia ameaçar a segurança de pacientes e profissionais de saúde. Conectar a segurança do profissional à segurança do paciente é um imperativo para um atendimento seguro durante a pandemia da COVID-19. Aspectos relacionados à qualificação profissional e ao fornecimento e uso adequado dos Equipamentos de Proteção Individual permeiam um ambiente de crise econômica e política que acentua tensões e pode interferir na tomada de decisões, afetando sobremaneira os resultados da assistência prestada. Este artigo apresenta reflexões e recomendações para apoiar os profissionais de saúde na tomada de decisões que envolvam questões bioéticas durante o processo de cuidar em tempos de recursos escassos gerados pela pandemia da COVID-19.
Descritores: Saúde do Trabalhador
Gestão da Segurança
Infecções por Coronavirus
Temas Bioéticos
Pandemias
Segurança do Paciente
Limites: Humanos
Adulto
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  6 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1012006
Autor: Vilela, Renata Prado Bereta; Jericó, Marli de Carvalho.
Título: Implementing technologies to prevent medication errors at a high-complexity hospital: analysis of cost and results / Implantação de tecnologias para prevenção de erros de medicação em hospital de alta complexidade: análise de custos e resultados
Fonte: Einstein (Säo Paulo);17(4):eGS4621, 2019. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To calculate the cost and assess the results on implementing technological resources that can prevent medication errors. Methods: A retrospective, descriptive-exploratory, quantitative study (2007-2015), in the model of case study at a hospital in the Brazilian Southeastern Region. The direct cost of each technology was calculated in the drug chain. Technological efficacy was observed from the reported series of the indicator incidence of medication errors. Results: Thirteen technologies were identified to prevent medication errors. The average cost of these technologies per year in the prescription stage was R$ 3.251.757,00; in dispensing, R$ 2.979.397,10; and in administration, R$ 4.028.351,00. The indicator of medication error incidence decreased by 97.5%, gradually between 2007 to 2015, ranging from 2.4% to 0.06%. Conclusion: The average cost per year of the organization to implement preventive technologies in the drug chain totaled up R$ 10.259.505,10. There was an average investment/year of R$ 55,72 per patient and its association with smaller indicator of incidence of medication errors confirms a satisfactory result in this reported series regarding such investment.

RESUMO Objetivo: Calcular o custo e avaliar os resultados da implantação de tecnologias que podem prevenir o erro de medicação. Métodos: Estudo descritivo-exploratório, retrospectivo (2007-2015), quantitativo, nos moldes de estudo de caso em instituição hospitalar da Região Sudeste do Brasil. Calculou-se o custo direto de cada tecnologia na cadeia medicamentosa. A eficácia das tecnologias foi verificada a partir da série histórica do indicador de incidência de erro de medicação. Resultados: Para prevenção do erro de medicação, foram identificadas 13 tecnologias. O custo médio/ano dessas tecnologias na etapa de prescrição foi R$ 3.251.757,00; na dispensação, R$ 2.979.397,10; e na administração, R$ 4.028.351,00. O indicador de incidência de erro de medicação apresentou queda de 97,5%, de forma gradual entre 2007 a 2015, variando de 2,4% a 0,06%. Conclusão: O custo médio/ano para a instituição das tecnologias preventivas na cadeia medicamentosa totalizou R$ 10.259.505,10. Houve investimento médio/ano de R$ 55,72 por paciente. Sua associação com a redução do indicador de incidência de erros de medicação na série histórica apresentada reitera um resultado satisfatório para tal investimento.
Descritores: Erros de Medicação/economia
Erros de Medicação/prevenção & controle
Sistemas de Medicação no Hospital/economia
-Serviço de Farmácia Hospitalar
Tecnologia
Brasil
Preparações Farmacêuticas
Estudos Retrospectivos
Sistemas de Informação Hospitalar
Análise Custo-Benefício
Segurança do Paciente/economia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1291217
Autor: Zamora Soler, José Ángel; Maturana Ibáñez, Vanesa.
Título: El análisis de la calidad asistencial desde la perspectiva de la satisfacción y la experiencia del paciente: una mirada enfermera / An analysis of assistance quality from the perspective of patience satisfaction and experience: A nursing view
Fonte: Rev. colomb. enferm;18(2):[1]-[13], 20191017.
Idioma: es.
Resumo: Este artículo pretende describir dos grandes aspectos: la satisfacción y la experiencia del paciente, y cómo medirlos y analizarlos en los campos de la gestión sanitaria, la gestión clínica y los servicios sanitarios. Dichos elementos están inmersos en el abordaje en seguridad del paciente y permiten que la enfermería se relacione con temas como la calidad de los cuidados, la satisfacción del usuario, su experiencia dentro del sistema, los cambios y la implementación de mejoras así como sus formas de medición y análisis dentro del vasto campo de la gestión clínica y sanitaria. Aunque se trata de un tema ampliamente explorado y complejo, susceptible de ser abordado por métodos cuantitativos y cualitativos, en el que la encrucijada entre calidad total, calidad percibida, satisfacción y experiencia parece conformar la hoja de ruta, el artículo aporta conceptos de reciente aparición como Healthcare Improvement Science (mejora de la ciencia de la salud), centrado en la mejora de la calidad del cuidado de la salud y la reducción de daños a los usuarios de los servicios y sus familias; Magnet Hospital (hospital magnético), que relaciona la satisfacción de los profesionales con la calidad de los cuidados, y Patient Experience Officer (director de la experiencia del paciente), nuevo perfil laboral creado en Estados Unidos, centrado en la mejora continua de la calidad a partir de la experiencia del paciente. Todos estos conceptos han sido desarrollados por instituciones e investigadores reconocidos en la materia. En conclusión, en este artículo se resumen algunas de las cuestiones clave que se deben tener en cuenta a la hora de analizar la experiencia del paciente, que es un elemento importante para la mejora y el mantenimiento de la calidad en la atención sanitaria.

This article aims to describe two major aspects: patient satisfaction and experience and the way these are measured and analyzed within health management, clinical management, and health services. These elements are immersed within processes of patient safety and assume a motive for nursing of interweaving issues such as quality of care, user satisfaction, user experience within the system, change and the implementation of improvements, as well as ways of measuring and analyzing these issues within the vast field of clinical and health management. This is a widely explored and complex topic where total quality, perceived quality, satisfaction, and experience appear to make up a crossroad that needs to be taken into account and whose engagement is susceptible to qualitative and quantitative measurements. This article, however, contributes new concepts like Healthcare Impro-vement Science, centered on the improving the quality of health care and reducing harm to users of services and their families, Magnet Hospital, where the satisfaction of employed professionals is related with quality of care, and Patient Experience Officer, a new job profile created in the United States focused on the continuous improvement of patient experience quality. All these concepts were developed by recognized institutions and researchers in the field. In conclusion, this article summarizes some of the key issues that must be taken into account when analyzing the patient's experience, which is an important element for the improvement and maintenance of quality in health care.
Descritores: Pacientes
Atenção
Gestão da Qualidade
Gestão em Saúde
Segurança do Paciente
Responsável: CO120.1 - Biblioteca Juan Roa Vásquez


  8 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Amaral, Rita Goreti
Texto completo
Id: biblio-1056078
Autor: Araújo, Eduardo Silva; Modesto, Ana Carolina Figueiredo; Ferreira, Tatyana Xavier Almeida Matteucci; Provin, Mércia Pandolfo; Lima, Dione Marçal; Amaral, Rita Goreti.
Título: Pharmaceutical intervention in the rational use of intravenous omeprazole / Intervenção farmacêutica no uso racional de omeprazol intravenoso
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eAO4433, 2020. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To describe the pharmaceutical interventions of a vertical clinical pharmacy service to promote the rational use of intravenous omeprazole. Methods: A prospective and descriptive study carried out at a university hospital in the Midwestern Region of Brazil, from November 2014 to May 2015. The service consisted of the analysis of adequacy of the route of administration of omeprazole in relation to the clinical conditions of the patient, as well as the use of the appropriate diluent. Interventions were recorded in medical records and subsequently evaluated for acceptance. Results: A total of 770 prescriptions were evaluated. Interventions related to diluent replacement were more accepted (p<0.001), and surgeons were the specialty that used the intravenous route inappropriately (p<0.001). Conclusion: Although partially accepted, pharmaceutical interventions could contribute to improve patient safety, since they allowed the use of a safer route of administration.

RESUMO Objetivo: Descrever as intervenções farmacêuticas de um serviço farmacêutico clínico vertical, para a promoção do uso racional do omeprazol intravenoso. Métodos: Estudo prospectivo e descritivo realizado em um hospital universitário da região Centro-Oeste do Brasil, no período de novembro de 2014 a maio de 2015. O serviço consistia na análise da adequabilidade da via de administração do omeprazol em relação às condições clínicas do paciente, bem como a utilização do diluente adequado. As intervenções eram registradas em prontuário e, posteriormente, avaliadas quanto à aceitação. Resultados: Foram avaliadas 770 prescrições. As intervenções relacionadas à substituição do diluente foram mais aceitas (p<0,001), e os cirurgiões foram a especialidade que utilizou a via intravenosa de maneira inadequada (p<0,001). Conclusão: Embora parcialmente aceitas, as intervenções farmacêuticas puderam contribuir com a melhoria da segurança dos pacientes, uma vez que permitiram a utilização de uma via de administração mais segura.
Descritores: Serviço de Farmácia Hospitalar/normas
Omeprazol/administração & dosagem
Inibidores da Bomba de Prótons/administração & dosagem
Administração Intravenosa/métodos
-Prescrições de Medicamentos/estatística & dados numéricos
Brasil
Estudos Prospectivos
Distribuição por Sexo
Distribuição por Idade
Segurança do Paciente
Hospitais Universitários
Erros de Medicação/estatística & dados numéricos
Pessoa de Meia-Idade
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Idoso
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 1247 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Matos, Marcos Antônio Almeida
Texto completo
Id: biblio-1133740
Autor: Tartaglia, Alexsandro; Matos, Marcos Antonio Almeida.
Título: Second victim: after all, what is this? / Segunda vítima: afinal, o que é isso?
Fonte: Einstein (Säo Paulo);18:eED5619, 2020.
Idioma: en.
Descritores: Pessoal de Saúde/psicologia
Erros Médicos/psicologia
-Cultura Organizacional
Gestão da Segurança/normas
Erros Médicos/prevenção & controle
Segurança do Paciente
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1247 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-949229
Autor: Giménez, Mariano Eduardo; Houghton, Eduardo Javier; Zeledón, Manuel E; Palermo, Mariano; Acquafersca, Pablo; Finger, Caetano; Serra, Edgardo.
Título: The critical view of safety prevents the appearance of biliary injuries? analysis of a survey / Visão crítica de segurança previne lesões biliares? análise de um levantamento
Fonte: ABCD arq. bras. cir. dig;31(2):e1380, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Background: The risk of bile duct injury (BDI) during cholecystectomy remains a concern, despite efforts proposed for increasing safety. The Critical View of Safety (CVS) has been adopted promoting to reduce its risk. Aim: To perform a survey to assess the awareness of the CVS, estimating the proportion of surgeons that correctly identified its elements and its relationship with BDI. Methods: An anonymous online survey was sent to 2096 surgeons inquiring on their common practices during cholecystectomy and their knowledge of the CVS. Results: A total of 446 surgeons responded the survey (21%). The percentage of surgeons that correctly identified the elements of CVS was 21.8% and 24.8% among surgeons claiming to know the CVS. The percentage of surgeons that reported BDI was higher among those that incorrectly identified the elements of the CVS (p=0.03). In the multivariate analysis, career length was the most significant factor related to BDI (p=0.002). Conclusions: The percentage of surgeons that correctly identified the Critical View of Safety was low, even among those who claimed to know the CVS. The percentage of surgeons that reported BDI was higher among those that incorrectly identified the elements of the CVS.

RESUMO Racional: O risco de lesão do ducto biliar (BDI) durante a colecistectomia continua a ser preocupante, apesar dos esforços propostos para aumentar a segurança. A Visão Crítica da Segurança (CVS) foi adotada e proposta para redução de seu risco. Objetivo: Realizar levantamento para avaliar a conscientização da CVS, e estimando a proporção de cirurgiões que identificaram corretamente seus elementos e sua relação com BDI. Métodos: Pesquisa online anônima foi enviada para 2096 cirurgiões perguntando sobre suas práticas comuns durante a colecistectomia e seu conhecimento da CVS. Resultados: Um total de 446 cirurgiões responderam a pesquisa (21%). A porcentagem que identificou corretamente os elementos da CVS foi de 21,8% e 24,8% entre os cirurgiões que afirmam conhecê-la. A porcentagem dos que relataram BDI foi maior entre os que incorretamente identificaram os elementos da CVS (p=0,03). Na análise multivariada, o tempo na carreira foi o fator mais significativo relacionado à BDI (p=0,002). Conclusões: A porcentagem de cirurgiões que identificaram corretamente a CVS foi baixa, mesmo entre aqueles que alegaram conhecê-la. A porcentagem de cirurgiões que relataram BDI foi maior entre aqueles que incorretamente identificaram os elementos da CVS.
Descritores: Cirurgia Geral/normas
Ductos Biliares/lesões
Padrões de Prática Médica
Colecistectomia Laparoscópica
Segurança do Paciente
Complicações Intraoperatórias/prevenção & controle
-Estudos Prospectivos
Pesquisas sobre Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Estudo Observacional
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 125 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde