Base de dados : LILACS
Pesquisa : N06.850.310.410 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 107 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 11 ir para página                         

  1 / 107 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Takahashi, Renata Ferreira
Texto completo
Id: biblio-961034
Autor: Santos, Talita Raquel dos; Padoveze, Maria Clara; Nichiata, Lúcia Yasuko Izumi; Takahashi, Renata Ferreira; Ciosak, Suely Itsuko; Gryschek, Anna Luiza de Fátima Pinho Lins.
Título: Indicators to assess the quality of programs to prevent occupational risk for tuberculosis: are they feasible? / Indicadores para avaliação da qualidade de programas de prevenção de risco ocupacional de tuberculose: São viáveis? / Indicadores para evaluar la calidad de los programas de prevención de riesgos laborales por tuberculosis: ¿son viables?
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);24:e2695, 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: to analyze the feasibility of quality indicators for evaluation of hospital programs for preventing occupational tuberculosis. Method: a descriptive cross-sectional study. We tested indicators for evaluating occupational tuberculosis prevention programs in six hospitals. The criterion to define feasibility was the time spent to calculate the indicators. Results: time spent to evaluate the indicators ranged from 2h 52min to 15h11min 24sec. The indicator for structure evaluation required less time; the longest time was spent on process indicators, including the observation of healthcare workers' practices in relation to the use of N95 masks. There was an hindrance to test one of the indicators for tuberculosis outcomes in five situations, due to the lack of use of tuberculin skin test in these facilities. The time requires to calculate indicators in regarding to the outcomes for occupational tuberculosis largely depends upon the level of organizational administrative structure for gathering data. Conclusions: indicators to evaluate the structure for occupational tuberculosis prevention are highly feasible. Nevertheless, the feasibility of indicators for process and outcome is limited due to relevant variations in administrative issues at healthcare facilities.

Resumo Objetivo: analisar a viabilidade de indicadores de qualidade para avaliação de programas hospitalares de prevenção de tuberculose ocupacional. Método: estudo descritivo transversal. Testaram-se indicadores de avaliação de programas de prevenção de tuberculose ocupacional em seis hospitais. O critério para definir a viabilidade foi o tempo necessário para aplicar os indicadores. Resultados: o tempo necessário para avaliar os indicadores variou de 02'52'' até 15h11'24''. O indicador para a avaliação da estrutura demandou menor tempo; o maior tempo foi utilizado com os indicadores de processo, incluindo a observação das práticas dos trabalhadores de saúde em relação ao uso de máscaras N95. Um dos indicadores de resultados de tuberculose deixou de ser testado em cinco situações devido à falta de uso do teste tuberculínico nessas instituições. O tempo necessário para aplicar indicadores em relação aos resultados de tuberculose ocupacional depende em grande parte do nível da organização da estrutura administrativa para a coleta de dados. Conclusões: os indicadores de avaliação da estrutura de prevenção de tuberculose ocupacional são altamente viáveis. No entanto, a viabilidade de aplicação dos indicadores de processo e de resultado é limitada devido a variações relevantes em questões administrativas nas instituições de saúde.

Resumen Objetivo: analizar la viabilidad de los indicadores de calidad de la evaluación de los programas hospitalarios para la prevención de la tuberculosis en el trabajo. Metodología: estudio descriptivo transversal. Se probaron los indicadores dirigidos a evaluar los programas para la prevención de la tuberculosis laboral en seis hospitales. El criterio para definir la viabilidad fue el tiempo para aplicar los indicadores. Resultados: el tiempo empleado para la evaluación de los los indicadores varió desde 02'52 '' hasta 15h11'24 ''. El indicador para la evaluación de la estructura requiere menos tiempo; se invirtió más tiempo en los indicadores de proceso, lo que incluye la observación de las prácticas de los empleados del cuidado de salud en relación con el uso de máscaras N95. No se pudo probar uno de los indicadores de resultados de tuberculosis en cinco situaciones debido a la falta de uso de la prueba de la tuberculina en estas centros. El tiempo necesario para aplicar los indicadores en relación con los resultados por tuberculosis laboral depende en gran medida del nivel de organización de la estructura administrativa para la recopilación de datos. Conclusiones: los indicadores para evaluar la estructura para la prevención de la tuberculosis laboral son altamente factibles. Sin embargo, la viabilidad de aplicación de los indicadores de proceso y el resultado es limitada debido a las variaciones relevantes en cuestiones administrativas en los centros sanitarios.
Descritores: Serviços Preventivos de Saúde/normas
Tuberculose Pulmonar/prevenção & controle
Tuberculose Pulmonar/transmissão
Pessoal de Saúde
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional/prevenção & controle
Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde
Doenças Profissionais/prevenção & controle
-Estudos de Viabilidade
Risco
Estudos Transversais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Tipo de Publ: Estudo Multicêntrico
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-960955
Autor: Moreno-Arroyo, Mª Carmen; Puig-Llobet, Montserrat; Falco-Pegueroles, Anna; Lluch-Canut, Maria Teresa; García, Irma Casas; Roldán-Merino, Juan.
Título: What is the perception of biological risk by undergraduate nursing students? / Qual a percepção do risco biológico tem os estudantes da Licenciatura em Enfermagem? / ¿Qué percepción del riesgo biológico tienen los estudiantes de Grado de Enfermería?
Fonte: Rev. latinoam. enferm. (Online);24:e2715, 2016. tab.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objective: to analyze undergraduate nursing students' perception of biological risk and its relationship with their prior practical training. Method: a descriptive cross-sectional study was conducted among undergraduate nursing students enrolled in clinical practice courses in the academic year 2013-2014 at the School of Nursing at the University of Barcelona. Variables: sociodemographic variables, employment, training, clinical experience and other variables related to the assessment of perceived biological risk were collected. Both a newly developed tool and the Dimensional Assessment of Risk Perception at the worker level scale (Escala de Evaluación Dimensional del Riesgo Percibido por el Trabajador, EDRP-T) were used. Statistical analysis: descriptive and univariate analysis were used to identify differences between the perception of biological risk of the EDRP-T scale items and sociodemographic variables. Results: students without prior practical training had weaker perceptions of biological risk compared to students with prior practical training (p=0.05 and p=0.04, respectively). Weaker perceptions of biological risk were found among students with prior work experience. Conclusion: practical training and work experience influence the perception of biological risk among nursing students.

Resumo Objectivo: analisar a percepção do risco biológico nos estudantes da Licenciatura de Enfermagem e a sua ligação com a formação prática previa. Método: estudo descritivo transversal realizado na Escola de Enfermagem da Universidade de Barcelona, em estudantes da Licenciatura de Enfermagem matriculados em disciplinas práticas do curso académico 2013-2014 (N=78). Variáveis: sociodemográficas, laborais, de formação, clinicas e referidas na avaliação do risco biológico percebido. Foi utilizado um instrumento de elaboração própria e a escala EDRP-T. Analise estatístico: descritivo e univariante para detectar se existiam diferenças entre a percepção do risco biológico dos itens da escala EDRP-T e as variáveis sociodemográficas. Resultado: os estudantes sem formação prática previa tiveram menos percepção do conhecimento e menor percepção dos danos derivados do risco biológico em comparação com os estudantes com previa formação prática (p=0.0.5 e p=0.04 respectivamente). Detectou-se menor percepção do risco biológico em estudantes com experiencia laboral previa. Conclusão: a formação práticas e experiencia laboral influenciam na percepção do risco biológico em estudantes de Enfermagem. Faltam estudos que relacionem a percepção do risco com o uso das medidas de prevenção durante a formação pratica e os acidentes do tipo biológicos ocorridos.

Resumen Objetivo: analizar la percepción del riesgo biológico en los estudiantes de Grado de Enfermería y su relación con la formación práctica previa. Método: estudio descriptivo transversal realizado en la Escuela de Enfermería de la Universidad de Barcelona en estudiantes de Grado de Enfermería matriculados en asignaturas prácticas del curso académico 2013-2014. Variables: sociodemográficas, laborales, de formación, clínicas y referidas a la evaluación del riesgo biológico percibido. Se utilizó un instrumento de elaboración propia y la escala Evaluación dimensional del Riesgo Percibido (EDRP-T). Análisis estadístico: descriptivo y univariante para detectar si habían diferencias entre la percepción de riesgo biológico de los ítems de la escala EDRP-T y las variables sociodemográficas. Resultados: los estudiantes sin formación práctica previa tenían menor percepción de conocimiento y menor percepción de daño derivado del riesgo biológico con respecto a los estudiantes con formación práctica previa (p=0.05 y p=0.04 respectivamente). Se detectó menor percepción del riesgo biológico en los estudiantes con experiencia laboral previa. Conclusión: la formación práctica y la experiencia laboral influyen en la percepción del riesgo biológico de los estudiantes de enfermería.
Descritores: Estudantes de Enfermagem
Sangue
Líquidos Corporais
Atitude Frente à Saúde
Exposição Ocupacional
-Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Risco
Estudos Transversais
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  3 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-686275
Autor: Fraguás, Suzana Almeida; Silvino, Zenith Rosa; Flach, Diana Mary Araújo de Melo; Couto, Ingrid Ramos Reis; Andrade, Marilda.
Título: Imunização contra hepatite b: uma questão de saúde do trabalhador de enfermagem / La inmunización contra la hepatitis b: un asunto de enfermería en salud ocupacional / Immunization against hepatitis b: a matter of occupational health nursing
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);5(1):3150-3158, jan.-mar. 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Conhecer a situação vacinal para hepatite B da equipe de enfermagem que se envolveu em acidentes com material biológico. Método: Trata-se de uma pesquisa exploratória descritiva com abordagem quantitativa realizada em 259 fichas de trabalhadores atendidos na unidade de referência para profissionais de saúde vítimas de acidentes biológicos no município do Rio de Janeiro. Resultados: Foram identificados 173 (66,8%) profissionais com esquema vacinal para hepatite B completo. Sendo 27,0% auxiliares de enfermagem, 61,4% técnicos de enfermagem e 11,6% enfermeiros. Conclusão: Fica evidenciada a importância de implementação e desenvolvimento de projetos de educação permanente em todas as instituições de saúde, no intuito de conscientizar os profissionais de enfermagem no que diz respeito à própria saúde diante das condições insalubres da natureza de suas funções rotineiras e o seu potencial de risco de se infectarem pelo vírus da Hepatite B.

Conocer el estado de vacunación para la hepatitis B al personal de enfermería que estuvo involucrado en accidentes con material biológico. Método: Se realizó una investigación exploratoria descriptiva con enfoque cuantitativo llevado a cabo en 259 trabajadores de las hojas tratadas en el centro de referencia para las víctimas de accidentes biológicos profesionales de la salud en el municipio de Río de Janeiro. Resultados: Se identificaron 173 (66,8%) los profesionales con el horario de vacunación contra la hepatitis B para completar. Siendo el 27,0% auxiliares de enfermería, técnicos de enfermería, 61,4% y las enfermeras 11,6%. Conclusión: Es evidente la importancia de la implementación y desarrollo de proyectos de educación continua en todas las instituciones de salud con el fin de educar a los profesionales de enfermería con respecto a su propia salud en las condiciones insalubres de la naturaleza rutinaria de sus funciones y su potencial riesgo de infectarse con hepatitis B.

Objective: To know the vaccination status for hepatitis B nursing staff who was involved in accidents with biological material. Method: This is an exploratory descriptive research with quantitative approach carried out in 259 sheets workers treated at the referral center for health professionals biological accident victims in the municipality of Rio de Janeiro. Results: We identified 173 (66.8%) professionals with hepatitis B immunization schedule to complete. Being 27.0% nursing auxiliaries, nursing technicians, 61.4% and 11.6% nurses. Conclusion: It is evident the importance of implementation and project development of continuing education in all health institutions in order to educate nursing professionals regarding their own health on the unsanitary conditions of the routine nature of their functions and their potential risk of becoming infected with Hepatitis B.
Descritores: Cobertura Vacinal
Equipe de Enfermagem
Exposição Ocupacional
Hepatite B
-Brasil
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  4 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Costa, Ana Maria Duarte Dias
Id: biblio-851565
Autor: Carmo, Márcia Rosental Costa; Costa, Ana Maria Duarte Dias.
Título: Procedimentos de biossegurança em Odontologia / Procedures of biosecurity in dentistry
Fonte: JBC j. bras. clin. estet. odontol;5(26):116-9, mar.-abr. 2001. CD-ROM.
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho avalia os métodos mais freqüentemente empregados no controle de infecções, bem como estabelece o atual nível de conhecimento dos odontólogos sobre os procedimentos de biossegurança. Os resultados demonstram deficiências dos acadêmicos dos últimos períodos dos Cursos de Odontologia de faculdade pública e privada, bem como por parte dos profissionais formados em diferentes épocas, com relação ao controle de infecções no consultório odontológico, o que é agravado pela ausência de normas preestabelecidas e de regulamentação precisa para o exercício das diversas especialidades, fazendo com que a qualidade e segurança dos tratamentos decorram apenas do senso de responsabilidade de cada profissional
Descritores: Controle de Infecções/métodos
Controle de Infecções/normas
Odontólogos
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional/prevenção & controle
-Educação em Odontologia
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico


  5 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-851131
Autor: Melo, José Aparecido Jam de.
Título: Evolução da síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS - SIDA) na clínica odontológica. O papel do cirurgião-dentista / The evolution of the acquired immunodeficiency syndrome in dental clinc and the dental team role
Fonte: J. Health Sci. Inst = Rev. Inst. Ciênc. Saúde;15(Nº Especial):7-12, mar. 1997. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Evolução da infecção pelo HIV na clínica odontológica, mostrando a sua transmissão e seus diferentes estágios. A epidemiologia no mundo e Brasil, em especial, na clínica odontológica, o papel do cirurgião-dentista, discutindo os seus procedimentos, diante dos pacientes e suas manifestações bucais como a sua própria biossegurança durante o trabalho
Descritores: Complexo Relacionado com a AIDS/prevenção & controle
Padrões de Prática Odontológica/normas
Relações Dentista-Paciente
-Controle de Doenças Transmissíveis
Complexo Relacionado com a AIDS/complicações
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional/prevenção & controle
Limites: Seres Humanos
Adulto
Tipo de Publ: Artigo de Revista
Relatos de Casos
Estudo Comparativo
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico


  6 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-850020
Autor: Silva, Francisco Augusto Gondim; Guedes, Eveline Andrade; Miasato, José Massao.
Título: Prevalência da vacinação contra hepatite B de graduandos em Odontologia do UNIFESCO/RJ / Prevalence of hepatitis B vaccination of undergraduate students in Odontology from UNIFESO/RJ
Fonte: Arq. odontol;45(03):117-121, 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Durante o atendimento odontológico existe um risco potencial para a transmissão de doenças infecciosas tanto para o paciente como para o dentista. Dentre estas doenças, incluem-se as hepatites virais,as quais podem ocasionar complicações importantes como a cirrose e o câncer. Foi verificada a cobertura vacinal para hepatite B nos alunos do curso de graduação em Odontologia do UNIFESO, no estado do Rio de Janeiro, através de um instrumento de coleta de dados, com participação voluntária, sendo a amostra final composta de 180 participantes. Os dados foram analisados estatisticamente no SPSS® versão 11.01. Os resultados demonstraram que 133 alunos (73,9%) já haviam sido vacinados para hepatite B com pelo menos uma dose, 37 (20,5%) não tinham se vacinado e 10 (5,6%) não responderam. Quanto ao número de doses aplicadas durante o processo de vacinação 44 alunos (24,4%) receberam uma dose, 89 (49,5%) duas doses, 37 (20,5%) nenhuma, e 10 (5,6%) não responderam. Nenhum participante assinalou a série vacinal completa.Cento e sessenta e cinco alunos (91,7%) não sabiam da necessidade da verificação da soroconversão após a3ª dose, uma vez que a simples vacinação não é garantia da proteção imunológica, estando estes indivíduossusceptíveis ao risco ocupacional na prática odontológica. Concluiu-se que há necessidade de maiores informações aos estudantes quanto à importância da vacinação e da verificação laboratorial da sua eficácia, com o propósito de reduzir o risco ocupacional de infecção pelo vírus da hepatite B.
Descritores: Hepatite B
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional
Vacinação
-Interpretação Estatística de Dados
Riscos Ocupacionais
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  7 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-719741
Autor: Couto, Ingrid Ramos Reis; Andrade, Marilda; Souza, Fabiana Assumpção Barbosa de; Gonçalves, Berenice das Dores; Abrahão, Ana Lúcia; Sanches, Ieda Cristina Pereira.
Título: Frequência de taxa tuberculínica entre os trabalhadores do Hospital Antônio Pedro / Frecuencia de la tasa de tuberculosis entre los trabajadores del Hospital Antonio Pedro / Frequency of tuberculin rate among workers of the Hospital Antônio Pedro
Fonte: Rev. pesqui. cuid. fundam. (Online);6(3):958-965, jul.-set. 2014. tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objective: describing the frequency of positivity rate of tuberculosis among the workers of a university hospital in the municipality of Niterói, in Rio de Janeiro, in the period from January 2008 to March 2011. Also, identifying in which sectors where the conversion of tuberculin evidence has occurred. Method: this is a transversal and retrospective study, of descriptive type, developed from a database provided by PCTH (Hospital Tuberculosis Control Program) of the referred university hospital in Niterói - RJ. Results: from the total of 663 employees, 261(39%) have presented a positivity rate in tuberculosis test, being 45% of them of male gender. The nutrition sector and the emergency sector were the ones that have presented the higher positivity rates in tuberculosis test, with, respectively, 12% and 13%. Both have had 10% of conversion rate of its professionals in three years. Conclusion: this survey indicates that there are risks of tuberculosis infection in healthcare units with incidence of tuberculosis cases.

Objetivo: descrever a frequência da taxa de positividade tuberculínica entre os trabalhadores de um hospital universitário do município de Niterói, RJ no período de janeiro de 2008 a março de 2011; - identificar os setores onde ocorreu conversão na prova tuberculina. Método: trata-se de um estudo transversal, retrospectivo, de tipo descritivo, desenvolvido a partir de um banco de dados fornecido pelo PCTH (programa de controle da tuberculose hospitalar) do referido hospital. Resultados: do total de 663 funcionários, 261(39%) apresentaram taxa de positividade na prova tuberculínica, sendo 45% do sexo masculino. Os setores que apresentaram maiores taxas de positividade na prova tuberculínica foram o serviço de nutrição (12%) e emergência (13%) onde a taxa de conversão entre os profissionais foi de 10% no período de 3 anos. Conclusão: este estudo indica que há risco de infecção tuberculosa em unidades de saúde com incidência de casos de tuberculose.

Objetivo: describir la tasa de frecuencia de positividad de tuberculosis entre los trabajadores de un hospital universitario de la ciudad de Niterói, Rio de Janeiro, en el período comprendido entre enero de 2008 y marzo de 2011; - identificar los sectores donde se produjo la conversión en la prueba tuberculina. Método: se trata de un estudio transversal y retrospectivo, de tipo descriptivo, desarrollado a partir de una base de datos proporcionada por PCTH (programa de control de tuberculosis hospitalaria) del referido hospital. Resultados: del total de 663 empleados, 261 (39%) mostraron positividad en la prueba tuberculina, siendo 45% hombres. Los sectores con las mayores tasas de positividad tuberculina fueron los servicios de nutrición (12%) y de emergencia (13%), donde la tasa de conversión entre los profesionales fue de 10% en 3 años. Conclusión: este estudio indica que hay riesgo de infección por tuberculosis en los centros de salud con la incidencia de la tuberculosis.
Descritores: Pessoal de Saúde
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional
Tuberculose/transmissão
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  8 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-715945
Autor: Toledo, Mercionara Machado.
Título: Utilização das normas de biossegurança pelos cirurgiões dentistas do serviço público de uma cidade do centro oeste de Minas Gerais.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2010. 56 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Associação Brasileira de Odontologia - Seção Minas Gerais para obtenção do grau de Especialista.
Resumo: O controle de infecções nos consultórios tem sido um dos grandes desafios para os profissionais que atuam na Odontologia. Durante os atendimentos os profissionais devem utilizar meios que previnam e evitem o risco de infecção e transmissão cruzada. Foi realizada uma pesquisa com 41 cirurgiões dentistas que atuam no serviço público do município de Sete Lagoas/MG...
Descritores: Controle de Infecções Dentárias/estatística & dados numéricos
/estatística & dados numéricos
EXPOSICAO A AGENTES BIOLOGICOS/estatística & dados numéricos
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional
-Relações Dentista-Paciente
Equipamentos de Proteção/estatística & dados numéricos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca
BR365.1; D52, T649u, 2010. MP


  9 / 107 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-693341
Autor: Lima, Bruno Francisco Real de; Waffae, Maria Cristina; Figueiredo, Elizabeth Niglio de; Filipinni, Rosangela; Luz, Maria Claudia de Brito; Azzalis, Ligia Ajaime; Junqueira, Virginia Berlanga Campos; Fonseca, Fernando Luiz Affonso; Chaves, Loide Corina.
Título: Infecção ocupacional pelo vírus da hepatite B: riscos e medidas de prevenção / Occupational infection by the hepatitis b virus: risk and prevention measures
Fonte: Rev. bras. crescimento desenvolv. hum;23(2):184-189, 2013. tab.
Idioma: en.
Resumo: Introdução: a infecção pelo vírus da hepatite B (VHB) é um dos problemas mais sérios de saúde pública, em virtude do número elevado de pessoas infectadas por este agente etiológico. Objetivos: verificar o conhecimento apresentado pela equipe de enfermagem sobre o modo de transmissão do vírus da hepatite B (VHB) e os decorrentes agravos à saúde humana; Identificar o conhecimento da equipe de enfermagem sobre as medidas de prevenção utilizadas para evitar as infecções ocupacionais por este vírus e investigar a situação de imunização contra o VHB dos componentes da equipe de enfermagem. Método: estudo quantitativo realizado em 2008. A amostra foi composta por 38 componentes da equipe de enfermagem de um Hospital Público de Ensino do ABC paulista e, para a coleta de dados utilizou-se um formulário. Resultados: a transmissão sexual foi referida pela maior parte (24,57 por cento) das respostas dos componentes da equipe de enfermagem, como modo de transmissão do VHB. O uso de equipamentos de proteção individual (EPI) foi citado por 41,54 por cento destes profissionais como medida de prevenção para evitar a transmissão do VHB. Apenas 2,63 por cento dos participantes referiram desconhecer algum caso de colega que já foi vítima de acidente com materiais perfuro cortantes. Todos os participantes deste estudo são imunizados contra o VHB. Conclusão: os profissionais deste estudo estão preparados quanto à utilização das precauções padrão.

INTRODUCTION: infection by the hepatitis B virus (HBV) is one of the most serious problems of public health because of the great number of people infected by this etiological agent. OBJECTIVES: to check the knowledge presented by the nursing staff on the mode of transmission of hepatitis B virus (HBV) and the resulting damage to human health and to identify the knowledge of the nursing staff on prevention measures used to avoid occupational infection by this virus and, further, to investigate the immunization situation of the nursing staff against HBV. METHODS: a quantitative study conducted in 2008. The sample consisted of 38 numbers of the nursing staff of a Teaching Public Hospital in ABC (São Paulo) a form being used to make the data collection. RESULTS: sexual intercourse was reported by most (24.57 %) of the nursing staff as a mode of transmission of HBV. The use of personal protective equipment (PPE) was mentioned by 41.54 % of these professionals as a way of avoiding HBV infection. Only 2.63% of participants reported not knowing if some colleague had already been the victim of an accident with drill cutting materials. All the participants in this study had previonsly been immunized against HBV. CONCLUSION: the professionals in this study are prepared for the use of standard precautions.
Descritores: Doença Crônica
Pessoal de Saúde
Vírus da Hepatite B
Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional
Equipe de Enfermagem
Exposição Ocupacional
Saúde Pública
-Pesquisa
Limites: Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  10 / 107 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-687063
Autor: Alarco, J. Jhonnel; Alvarez-Andrade, Esmilsinia V.
Título: Tuberculosis y estudiantes de medicina / Tuberculosis and medical students
Fonte: Rev. ANACEM (Impresa);6(2):119-119, ago. 2012.
Idioma: es.
Descritores: Exposição Ocupacional
Estudantes de Medicina
Tuberculose Pulmonar/transmissão
-Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional
Riscos Ocupacionais
Teste Tuberculínico
Tuberculose Pulmonar/prevenção & controle
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Carta
Responsável: CL1.1 - Biblioteca Central



página 1 de 11 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde