Base de dados : LILACS
Pesquisa : N06.850.392 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 785 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 79 ir para página                         

  1 / 785 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Barbosa, Jaqueline Caracas
Texto completo
Id: biblio-1101144
Autor: Nascimento, Danelle da Silva; Ramos Jr, Alberto Novaes; Araújo, Olívia Dias de; Macêdo, Suyanne Freire de; Silva, Gilberto Valentim da; Lopes, Walquirya Maria Pimentel Santos; Barbosa, Jaqueline Caracas.
Título: Limitação de atividade e restrição à participação social em pessoas com hanseníase: análise transversal da magnitude e fatores associados em município hiperendêmico do Piauí, 2001 a 2014 / Limitación de la actividad y restricción de la participatión social en personas con lepra: análisis transversal de la magnitud y factores asociados en un municipio hiperendémico de Piauí, 2001 a 2014 / Activity limitation and social participation restriction of people with leprosy: a cross-sectional analysis of magnitude and associated factors in a hyperendemic municipality in the state of Piauí, Brazil, 2001-2014
Fonte: Epidemiol. serv. saúde;29(3):e2019543, 2020. tab, graf.
Idioma: en; pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico.
Resumo: Objetivo: analisar a magnitude e os fatores associados à limitação de atividade e restrição à participação social em pessoas com hanseníase de 2001 a 2014, em Picos, Piauí. Métodos: estudo transversal com dados coletados por meio de entrevistas e exames físicos; foram utilizadas as escalas SALSA (Screening of Activity Limitation and Safety Awareness) e de participação social; calcularam-se razões de prevalência (RP) brutas. Resultados: participaram do estudo 263 pessoas com hanseníase; a limitação de atividade foi associada com grau de incapacidade I/II (RP=1,66; IC95% 1,14;2,41), idade ≥60 anos (RP=1,68; IC95% 1,09;3,02) e baixa escolaridade (RP=1,76; IC95% 1,26;2,45); observou-se correlação entre escore olho-mão-pé e limitação de atividade (r=0,29; p<0,001) e restrição à participação (r=0,27; p<0,001). Conclusão a limitação de atividade e a restrição à participação apresentaram alta prevalência no contexto estudado, e foram associadas a gravidade da doença, idade avançada e vulnerabilidade social.

Objetivo: analizar la magnitud y factores asociados con la limitación de actividad y restricción de la participación social en personas con lepra entre 2001 a 2014 en Picos/PI. Métodos: Estudio transversal con dados recopilados en entrevistas y exámenes físicos. Se utilizaron las escalas SALSA (Screening of Activity Limitation and Safety Awareness) y de participación social. Se calcularon las razones de prevalencia bruta (RP). Resultados: 263 personas con lepra participaron en el estudio. La limitación de actividad se asoció con el grado de discapacidad I/II (RP=1,66; IC95% 1,14;2,41), edad ≥ 60 años (RP= 1,68; IC95% 1,09;3,02) y baja escolaridad (RP=1,76; IC95% 1,26;2,45). Hubo una correlación entre la puntuación ojo-mano-pie y la limitación de actividad (r=0,29; p<0,001) y la restricción de participación (r=0,27; p<0,001). Conclusión: la limitación de la actividad y la restricción de participación mostraron una alta prevalencia en el contexto estudiado y se asociaron con la gravedad, la vejez y la vulnerabilidad social.

Objective: to analyse the magnitude and factors associated with activity limitation and social participation restriction of people with leprosy from 2001 to 2014 in Picos, Piauí, Brazil. Methods: this was a cross-sectional study with data collected through interviews and physical examinations; the SALSA Scale (Screening of Activity Limitation and Safety Awareness) and Social Participation Scale were used; crude prevalence ratios (PR) were calculated. Results: 263 people with leprosy participated in the study; activity limitation was associated with grade I/II disability (PR=1.66; 95%CI 1.14;2.41), age ≥60 years (PR=1.68; 95%CI 1.09;3.02) and low schooling (PR=1.76; 95%CI 1.26;2.45); correlation was found between eye-hand-foot score and activity limitation (r=0.29; p<0.001) and participation restriction (r=0.27; p<0.001). Conclusion: activity limitation and participation restriction had high prevalence in the context studied and were associated with disease severity, advanced age and social vulnerability.
Descritores: Doenças Negligenciadas
Participação Social
Hanseníase/complicações
Hanseníase/psicologia
Hanseníase/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Atividades Cotidianas/psicologia
Estudos Transversais
Doenças Endêmicas/estatística & dados numéricos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Idoso
Responsável: BR275.1 - Biblioteca


  2 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1290465
Autor: Nunes, Maria Aparecida.
Título: O Papel das estruturas territoriais na propagação da Covid-19 na fronteira amazônica.
Fonte: Brasília; IPEA; 2021. 27 p. ilus. (Nota Técnica / IPEA. Dirur, 25).
Idioma: pt.
Resumo: Este texto evidencia o papel das infraestruturas de conexão dos territórios na introdução, transmissão e impulsionamento das "ondas" de contaminação pela Covid-19 na rede de cidades amazônicas, bem como analisa se as barreiras sanitárias impostas como medida para o enfrentamento da emergência de saúde tiveram destaque nas estratégias de contenção da doença na tríplice fronteira. Para tanto, definiu-se como recorte temporal o período de março de 2020 a janeiro de 2021.
Descritores: Coronavirus
Doenças Endêmicas
Infecções por Coronavirus
Pandemias
Política de Saúde
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
[{"text": "BR1541.1"}]


  3 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1085045
Autor: Virmond, Marcos da Cunha Lopes(coord).
Título: Caracterização epidemiológica e clínica e avaliação de estratégias de intervenção em duas áreas endêmicas de hanseníase / Epidemiological and clinical characterization and evaluation of intervention strategies in two endemic areas of leprosy.
Fonte: Bauru; s.n; 1982. [74] p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
Hanseníase/prevenção & controle
-Brasil
Doenças Endêmicas/prevenção & controle
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR191.1 - Biblioteca e Centro de Documentação Luiza Keffer
BR191.1; 1237/DA; BR191.1; 1238/DA


  4 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1153173
Autor: Pradhan, Pradeep; Samal, Swagatika.
Título: Rhinosporidiosis of the lacrimal sac masquerading as chronic dacryocystitis: a rare presentation
Fonte: Autops. Case Rep;11:e2020214, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Rhinosporidiosis is a chronic infection of the mucous membrane caused by the Rhinosporiduim seeberi, which infects through transepithelial penetration. Although described worldwide, this entity is mostly found in the western hemisphere, afflicting young people, predominantly males, associated in many cases with recreational or professional contact with bath in ponds, rivers, or stagnant waters. The clinical features are varied depending on the affected membrane, in some cases mimicking other diseases postponing the correct diagnosis. Although nasal obstruction and epistaxis are the common clinical presentations in sinonasal rhinosporidiosis, patients with epiphora without a nasal mass often challenge the diagnosis. In the present case, we have documented a case of isolated lacrimal sac rhinosporidiosis masquerading as chronic dacryocystitis, which was successfully managed by endoscopic excision, accompanied by a literature review.
Descritores: Rinosporidiose/complicações
Doenças do Aparelho Lacrimal/patologia
-Doenças Endêmicas
Dacriocistite/complicações
Infecções por Mesomycetozoea
Limites: Humanos
Masculino
Adulto
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR26.7 - Serviço de Biblioteca e Documentação Científica


  5 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1130693
Autor: Melgarejo-Rojas, Enrique.
Título: COVID-19: extraño nuevo virus, endotelio y enseñanzas de una pandemia. La incertidumbre genera miedos / COVID-19: strange new virus, endothelium and lessons learned from a pandemic. Uncertainty breeds fears
Fonte: Acta méd. colomb;45(3):1-4, jul.-set. 2020.
Idioma: es.
Resumo: La pandemia COVID-19 sorprendió a la humanidad a través de un virus desconocido y con un comportamiento "extraño": para lo cual obviamente no estábamos preparados y que por sus características después de dos meses tornó a epidemia, y tan solo un mes después en pandemia y podrá mutar finalmente a endemia. Hasta la fecha (13 agosto) ha generado 758 761 muertos con una tasa de mortalidad promedio de 3.6 % y casos totales confirmados de 21 079 074. En Colombia hay reportados a la fecha 433 805 confirmados, 14 451 fallecidos con una mortalidad de 3.26%.Se inició como tal, aparentemente el 31 de diciembre de 2019, cuando un grupo de casos de neumonía de origen desconocido se informó en Wuhan, provincia de Hubei, China. El 9 de enero de 2020, el Centro para el Control y la Prevención de Enfermedades de China informó que el agente causante es un nuevo coronavirus 2 del síndrome respiratorio agu-do grave (SARS-CoV-2). La enfermedad causada por SARS-CoV-2 fue posteriormente denominada COVID-19 por la OMS (2, 3).
Descritores: Endotélio
COVID-19
-Síndrome
Organização Mundial da Saúde
Mortalidade
Infecções por Coronavirus
Doenças Endêmicas
Controle
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: CO70 - Asociación Colombiana de Medicina Interna


  6 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1151626
Autor: Mungmungpuntipantip, Rujittika; Wiwanitkit, Viroj.
Título: Correlation between rainfall and the prevalence of scrub typhus: an observation from a tropical endemic country / Correlación entre las precipitaciones y la prevalencia del tifus de matorral: una observación de un país endémico para enfermedades tropicales
Fonte: Int. j. med. surg. sci. (Print);8(1):1-4, mar. 2021. ilus.
Idioma: en.
Resumo: The effect of climatological parameter on infectious disease is an interesting issue in clinical epidemiology. Of several parameters, rainfall is reported for its interrelationship with many tropical diseases such as malaria. In this short communication, the authors report the observation on correlation between rainfall and the prevalence of scrub typhus from a tropical endemic country.

El efecto del parámetro climatológico en las enfermedades infecciosas es un tema interesante en la epidemiología clínica. De varios parámetros, se reportan precipitaciones por su interrelación con muchas enfermedades tropicales como el paludismo. En esta breve comunicación, los autores informan de la observación sobre la correlación entre las precipitaciones y la prevalencia del tifus de matorral de un país endémico tropical.
Descritores: Chuva
Tifo por Ácaros/etiologia
Prevalência
-Tailândia
Clima Tropical
Doenças Endêmicas
Responsável: CL61.1 - Biblioteca Central Campus Sur


  7 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1279491
Autor: Melo, Marcelo R. S; Bouquerel, Bárbara B; Masumoto, Flávia T; França, Rayane S; Netto-Ferreira, André L.
Título: A new species of Characidium (Characiformes: Crenuchidae) from the Chapada dos Veadeiros, Goiás, Brazil
Fonte: Neotrop. ichthyol;19(2):e200152, 2021. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo; . Programa Unificado de Bolsas de Estudos da Universidade de São Paulo.
Resumo: A new species of Characidium is described from the tributaries of the rio Tocantinzinho, rio Tocantins basin, located in the southern portion of the Chapada dos Veadeiros, at about 1,200 meters of elevation, Goiás, Brazil. The new species can be diagnosed by an unusual combination of two apomorphic features present in distinct clades of Characidium, the presence of a scaleless isthmus in allied to with a single row of dentary teeth. Additionally, the new species has a unique color pattern of inconspicuous vertical bars disconnected from the dorsal midline, forming seven to nine square blotches along body sides, and the presence of a dark saddle-shaped mark at the dorsal-fin base. Osteologically, it can be diagnosed by having the first and second anal-fin proximal radials fused and contacting the third hemal spine, which is branched. The new species also has a peculiar, unusual variation of fin-ray counts among its congeners.(AU)

Uma nova espécie de Characidium é descrita dos riachos tributários do rio Tocantins, bacia do rio Tocantins, localizados na vertente sul da Chapada dos Veadeiros, a aproximadamente 1.200 metros de altitude, Goiás, Brasil. A nova espécie pode ser diagnosticada pela combinação não usual de dois caracteres apomórficos presentes em clados distintos de Characidium, a presença do istmo sem escama em conjunto com uma única série de dentes no dentário. Adicionalmente, a nova espécie tem um padrão de coloração único de barras verticais desconectadas na região dorsal, formando sete a nove manchas quadradas ao longo do lado do corpo, e pela presença de uma mancha em forma de sela na base da nadadeira dorsal. Osteologicamente, ela pode ser diagnosticada por possuir o primeiro e segundo radiais da nadadeira anal fusionados e em contato com o terceiro espinho hemal, que é ramificado. A espécie nova também possui uma variação peculiar e pouco usual no número de raios das nadadeiras entre os congêneres.(AU)
Descritores: Doenças Endêmicas/veterinária
Caraciformes/anatomia & histologia
-Coloração e Rotulagem
Altitude
Limites: Animais
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-962127
Autor: Monteiro, Lorena Dias; Martins-Melo, Francisco Rogerlândio; Brito, Aline Lima; Alencar, Carlos Henrique; Heukelbach, Jorg.
Título: Spatial patterns of leprosy in a hyperendemic state in Northern Brazil, 2001-2012 / Padrões espaciais da hanseníase em um estado hiperendêmico no Norte do Brasil, 2001-2012
Fonte: Rev. saúde pública (Online);49:84, 2015. graf.
Idioma: en.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To describe the spatial patterns of leprosy in the Brazilian state of Tocantins. METHODS This study was based on morbidity data obtained from the Sistema de Informações de Agravos de Notificação (SINAN - Brazilian Notifiable Diseases Information System), of the Ministry of Health. All new leprosy cases in individuals residing in the state of Tocantins, between 2001 and 2012, were included. In addition to the description of general disease indicators, a descriptive spatial analysis, empirical Bayesian analysis and spatial dependence analysis were performed by means of global and local Moran's indexes. RESULTS A total of 14,542 new cases were recorded during the period under study. Based on the annual case detection rate, 77.0% of the municipalities were classified as hyperendemic (> 40 cases/100,000 inhabitants). Regarding the annual case detection rate in < 15 years-olds, 65.4% of the municipalities were hyperendemic (10.0 to 19.9 cases/100,000 inhabitants); 26.6% had a detection rate of grade 2 disability cases between 5.0 and 9.9 cases/100,000 inhabitants. There was a geographical overlap of clusters of municipalities with high detection rates in hyperendemic areas. Clusters with high disease risk (global Moran's index: 0.51; p < 0.001), ongoing transmission (0.47; p < 0.001) and late diagnosis (0.44; p < 0.001) were identified mainly in the central-north and southwestern regions of Tocantins. CONCLUSIONS We identified high-risk clusters for transmission and late diagnosis of leprosy in the Brazilian state of Tocantins. Surveillance and control measures should be prioritized in these high-risk municipalities.

RESUMO OBJETIVO : Descrever os padrões espaciais da hanseníase no estado do Tocantins. MÉTODOS : Estudo baseado em dados de morbidade obtidos do Sistema de Informações de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde. Foram incluídos todos os casos novos de hanseníase residentes no estado do Tocantins, entre 2001 a 2012. Além da descrição dos indicadores gerais da doença, foi realizada análise espacial descritiva, análise bayesiana empírica local e análise de dependência espacial por meio dos índices de Moran global e local. RESULTADOS : Foram registrados 14.532 casos novos no período estudado. Pelo coeficiente de detecção geral, 77,0% dos municípios foram classificados como hiperendêmicos (> 40 casos/100.000 habitantes). Para a detecção em menores de 15 anos, 65,4% foram hiperendêmicos (10,0 a 19,9 casos/100 mil habitantes), e 26,6% apresentaram detecção com grau 2 de incapacidade entre 5,0 e 9,9 casos/100 mil habitantes. Houve sobreposição geográfica de aglomerados de municípios com elevados coeficientes de detecção em áreas hiperendêmicas. Foram identificados aglomerados de alto risco para ocorrência (índice global de Moran: 0,51; p < 0,001), transmissão ativa (0,47; p < 0,001) e diagnóstico tardio da doença (0,44; p < 0,001), localizados principalmente nas regiões centro-norte e sudoeste do estado. CONCLUSÕES : Existem aglomerados de elevado risco para transmissão e diagnóstico tardio da hanseníase no estado do Tocantins. As medidas de vigilância e controle devem ser priorizadas nos municípios de alto risco identificados.
Descritores: Doenças Endêmicas/estatística & dados numéricos
Hanseníase/epidemiologia
-Brasil/epidemiologia
Características de Residência
Vigilância da População
Fatores de Risco
Análise Espacial
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 785 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-962199
Autor: Arroz, Jorge Alexandre Harrison.
Título: Increase in cases of malaria in Mozambique, 2014: epidemic or new endemic pattern? / Aumento dos casos de malária em Moçambique, 2014: epidemia ou novo padrão de endemicidade?
Fonte: Rev. saúde pública (Online);50:5, 2016. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: World Vision Mozambique.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To describe the increase in cases of malaria in Mozambique. METHODS Cross-sectional study conducted in 2014, in Mozambique with national weekly epidemiological bulletin data. I analyzed the number of recorded cases in the 2009-2013 period, which led to the creation of an endemic channel using the quartile and C-Sum methods. Monthly incidence rates were calculated for the first half of 2014, making it possible to determine the pattern of endemicity. Months in which the incidence rates exceeded the third quartile or line C-sum were declared as epidemic months. RESULTS The provinces of Nampula, Zambezia, Sofala, and Inhambane accounted for 52.7% of all cases in the first half of 2014. Also during this period, the provinces of Nampula, Sofala and Tete were responsible for 54.9% of the deaths from malaria. The incidence rates of malaria in children, and in all ages, have showed patterns in the epidemic zone. For all ages, the incidence rate has peaked in April (2,573 cases/100,000 inhabitants). CONCLUSIONS The results suggest the occurrence of an epidemic pattern of malaria in the first half of 2014 in Mozambique. It is strategic to have a more accurate surveillance at all levels (central, provincial and district) to target prevention and control interventions in a timely manner.

RESUMO OBJECTIVO Descrever o aumento de casos de malária em Moçambique. MÉTODOS Estudo transversal conduzido em 2014, em Moçambique com dados do boletim epidemiológico semanal nacional. O número de casos registrados no período de 2009 a 2013 foi analisado e um canal endêmico foi criado usando o método de quartil e C-Sum. Taxas de incidência mensal foram calculadas para o primeiro semestre de 2014, permitindo determinar o padrão de endemicidade. Meses em que as taxas de incidência ultrapassaram o terceiro quartil ou a linha C-Sum foram declaradas como meses epidêmicos. RESULTADOS As províncias de Nampula, Zambézia, Sofala e Inhambane foram responsáveis por 52,7% de todos os casos no primeiro semestre de 2014. Também durante esse período, as províncias de Nampula, Sofala e Tete foram responsáveis por 54,9% das mortes por malária. As taxas de incidência da malária em crianças, e todas as idades, registaram padrões na zona de epidemia. Para todas as idades, a taxa de incidência registou um pico em abril (2.573 casos/100 mil habitantes). CONCLUSÕES Os resultados sugerem a ocorrência de um padrão epidêmico de malária no primeiro semestre de 2014 em Moçambique. É de importância estratégica haver vigilância mais acurada e em todos os níveis (distrital, provincial e central), para direccionar as intervenções de prevenção e controle em tempo útil.
Descritores: Doenças Endêmicas/estatística & dados numéricos
Epidemias
Malária/epidemiologia
-Incidência
Prevalência
Estudos Transversais
Análise Espacial
Malária/mortalidade
Pessoa de Meia-Idade
Moçambique/epidemiologia
Limites: Humanos
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Adolescente
Adulto
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Research Support, Non-U.S. Gov't
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 785 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo SciELO Saúde Pública
Barbosa, Jaqueline Caracas
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-903442
Autor: Souza, Eliana Amorim de; Ferreira, Anderson Fuentes; Boigny, Reagan Nzundu; Alencar, Carlos Henrique; Heukelbach, Jorg; Martins-Melo, Francisco Rogerlândio; Barbosa, Jaqueline Caracas; Ramos Jr, Alberto Novaes.
Título: Leprosy and gender in Brazil: trends in an endemic area of the Northeast region, 2001-2014 / Hanseníase e gênero no Brasil: tendências em área endêmica da região Nordeste, 2001-2014
Fonte: Rev. saúde pública (Online);52:20, 2018. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: National Council for Scientific and Technological Development; . National Council for Scientific and Technological Development.
Resumo: ABSTRACT OBJECTIVE To analyze, stratifield by gender, trends of the new case leprosy detection rates in the general population and in children; of grade 2 disability, and of proportion of multibacillary cases, in the state of Bahia, Brazil from 2001 to 2014. METHODS A time series study based on leprosy data from the National Information System for Notifiable Diseases. The time trend analysis included Poisson regression models by infection points (Joinpoint) stratified by gender. RESULTS There was a total of 40,054 new leprosy cases with a downward trend of the overall detection rate (Average Annual Percent Change [AAPC = -0.4, 95%CI -2.8-1.9] and a non-significant increase in children under 15 years (AAPC = 0.2, 95%CI -3.9-4.5). The proportion of grade 2 disability among new cases increased significantly (AAPC = 4.0, 95%CI 1.3-6.8), as well as the proportion of multibacillary cases (AAPC = 2.2, 95%CI 0.1-4.3). Stratification by gender showed a downward trend of detection rates in females and no significant change in males; in females, there was a more pronounced upward trend of the proportion of multibacillary and grade 2 disability cases. CONCLUSIONS Leprosy is still highly endemic in the state of Bahia, with active transmission, late diagnosis, and a probable hidden endemic. There are different gender patterns, indicating the importance of early diagnosis and prompt treatment, specifically in males without neglecting the situation among females.

RESUMO OBJETIVO Analisar, segundo gênero, as tendências temporais dos coeficientes de detecção de casos novos de hanseníase na população geral e em crianças, do coeficiente de grau 2 de incapacidade física e da proporção de casos multibacilares no estado da Bahia, no período de 2001 a 2014. MÉTODOS Estudo de série temporal baseado em dados epidemiológicos relativos à hanseníase oriundos do Sistema de Informação de Agravos de Notificação. A análise de tendência temporal incluiu modelos de regressão de Poisson por pontos de inflexão (Joinpoint), considerando-se a dimensão de gênero. RESULTADOS Dos 40.054 casos notificados no período, verificou-se tendência de redução no coeficiente de detecção geral (Average Annual Percent Change [AAPC] = -0,4; IC95% -2,8-1,9) e aumento em menores de 15 anos sem significância estatística (AAPC = 0,2; IC95% -3,9-4,5). Para o coeficiente de detecção com grau 2 de incapacidade física, a tendência foi de aumento significativo (AAPC = 4,0; IC95% 1,3-6,8), assim como nos casos multibacilares (AAPC = 2,2; IC95% 0,1-4,3). A análise estratificada por gênero indicou tendência de redução dos coeficientes de detecção entre as mulheres e de manutenção entre os homens, sem significância estatística. Em relação ao coeficiente de detecção em menores de 15 anos, a tendência de redução é mais acentuada nas mulheres do que entre os homens. As mulheres apresentaram tendência mais acentuada de aumento na proporção de casos multibacilares e do coeficiente de detecção de grau 2 de incapacidade. CONCLUSÕES O estado da Bahia mantém alta endemicidade, transmissão ativa, diagnóstico tardio e provável endemia oculta de hanseníase. Há um padrão diferencial segundo gênero, tornando central o diagnóstico e tratamento oportuno com estratégias diferenciadas para os homens, sem desconsiderar a situação entre as mulheres.
Descritores: Hanseníase/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil/epidemiologia
Distribuição de Poisson
Características de Residência
Fatores Sexuais
Distribuição por Sexo
Notificação de Doenças
Doenças Endêmicas
Diagnóstico Tardio
Hanseníase/diagnóstico
Hanseníase/transmissão
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Criança
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 79 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde