Base de dados : LILACS
Pesquisa : N06.850.460.350.080 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 921 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 93 ir para página                         

  1 / 921 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1104302
Autor: GCBA. Gerencia Operativa de Epidemiología.
Título: Salud ambiental, vigilancia y monitoreo de la calidad de aire: Contaminante atmosférico: Monóxido de carbono / Environmental health and air quality monitoring: Air pollutant: Carbon monoxide.
Fonte: Buenos Aires; GCBA. Gerencia Operativa de Epidemiología; 10 mar. 2017. a) f: 45 l:50 p. graf, tab. (Boletín Epidemiológico Semanal: Ciudad Autónoma de Buenos Aires, 2, 29).
Idioma: es.
Resumo: El monóxido de carbono es un gas tóxico, inodoro e incoloro que se forma por la combustión incompleta de hidrocarburos como gas o kerosene. Las fuentes pueden ser estufas, calefones, braseros, calderas y hornos en malas condiciones de mantenimiento, así como los escapes de automóviles. Las viviendas o escuelas cercanas a calles de alto tránsito pueden estar también expuestas. Es importante señalar que es además uno de los componentes del humo del tabaco. La exposición al monóxido de carbono en el interior de los hogares produce una intoxicación de características graves e incluso con altos niveles de mortalidad. Respecto de la exposición en el aire exterior, las concentraciones más altas normalmente se miden cerca de las vías de transito principales, dado que los vehículos son la principal fuente de CO. se presentan una serie de gráficos que permiten observar los valores de monóxido de carbono registrados en la Ciudad de Buenos Aires. Dichos registros son obtenidos en las tres estaciones de Monitoreo de Calidad del Aire que posee la Ciudad (Estación La Boca, Parque Centenario y Córdoba), las cuales registran las concentraciones de éste contaminante en forma continua (24 horas diarias, los 365 días del año) mediante métodos homologados internacionalmente. (AU)
Descritores: Monóxido de Carbono/efeitos adversos
Monóxido de Carbono/toxicidade
Monitoramento Ambiental/instrumentação
Monitoramento Ambiental/métodos
Monitoramento Ambiental/estatística & dados numéricos
Poluentes Atmosféricos/análise
Poluentes Atmosféricos/efeitos adversos
Poluição do Ar/análise
Poluição do Ar/prevenção & controle
Poluição do Ar/estatística & dados numéricos
Poluentes Ambientais/análise
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR494.1 - Centro de Documentación en Salud


  2 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-756781
Autor: Galvão, Luiz Augusto C(org); Finkelman, Jacobo(org); Henao, Samuel(org).
Título: Determinantes ambientais e sociais da saúde / Environmental determinants of health and social.
Fonte: Rio de Janeiro; Opas; Editora Fiocruz; 2011. xxix,601 p. mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Este livro tem como objetivo disseminar no Brasil análises e debates para a redução dos danos à saúde associados a problemas ambientais. Os organizadores chamam atenção para a crescente medicalização das agendas de saúde, ignorando com frequência a crescente massa de evidências que associam uma boa ou má saúde individual e coletiva a um grau de determinantes ambientais e sociais, dominados por amplas iniquidades sociais e econômicas que limitam o bem estar e o progresso de amplos setores da população. A coletânea é dividida em três partes. A primeira discute as novas agendas de saúde, o desenvolvimento sustentável e a governança da saúde ambiental. A segunda reúne trabalhos sobre temas técnicos de caráter geral, como epidemiologia, toxicologia, mudanças climáticas, doenças infecciosas emergentes e comunicação de riscos. Aborda também o papel dos laboratórios de saúde ambiental, a deterioração dos ecossistemas e a proteção à saúde do consumidor. Já a terceira parte analisa questões mais especificas ligadas à energia, à universalização do saneamento básico, aos alimentos geneticamente modificados, aos desastres naturais e aos cuidados com a primeira infância...
Descritores: Desenvolvimento Sustentável
Desequilíbrio Ecológico
Meio Ambiente
Monitoramento Ambiental
Planejamento Socioeconômico/políticas
Poluição Ambiental
Saúde Ambiental
-Alimentos Geneticamente Modificados
América Latina
Doenças Transmissíveis Emergentes
Populações Vulneráveis
Saneamento Básico
Limites: Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  3 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-130140
Autor: Cordeiro-Marino, Marilza; Azevedo, Maria Teresa de Paiva; Sant'Anna, Célia Leite; Tomita, Noemy Yamaguishi; Plastino, Estela Maria.
Título: Algae and environment: a general approach.
Fonte: Säo Paulo; Sociedade Brasileira de Ficologia/CETESB; 1992. 131 p. tab.
Idioma: en.
Resumo: As espécies indicadoras de poluiçäo hídrica säo resistentes. A poluiçäo tem vários graus de intensidade, dependendo da diluiçäo do poluente no ambiente, fenômenos de antagonismo, sinergismo, grau de toxidade, etc, afetando a diversidade e a estabilidade dos organismos aquáticos. Para caracterizar zonas de poluiçäo säo usados grupos de organismos aquáticos do zoo e fitoplâncton. No Brasil, para as algas, há dificuldades por causa da falta de especialistas e recursos para a ciência taxonômica. Este trabalho faz levantamento histórico e recomenda a criaçäo de Centro Nacional de Taxonomia, para intercambiar informaçöes e facilitar o uso de algas como indicadores de poluiçäo
Descritores: Monitoramento Ambiental
Eucariotos
Poluição da Água/prevenção & controle
-Biologia
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1/HSA-21/92


  4 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Augusto, Lia Giraldo da Silva
Id: lil-104076
Autor: Augusto, Lia Giraldo da Silva.
Título: Estudo longitudinal e morfológico (medula óssea) em pacientes com neutropenia secundária à exposiçäo ocupacional crônica ao benzeno / Longitudinal and morphological study (marrow) in patients with secondary neutropenias from occupational chronical exposure to benzene.
Fonte: s.l; s.n; 1991. 171 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Ciências Médicas para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: A autora fez um estudo de seguimento de 61 pacientes, no período de 1985 a 1990, e análisou a morfologia de 57 medulas ósseas, desses casos. Todos os pacientes eram portadores de neutropenia no sangue periférico, secundária à exposiçäo ocupacional ao benzeno, oriundos do parque industrial de Cubatäo, e do sexo masculino, com idade variando de 20 a 60 anos de idade média de 35 anos. O estudo das características ocupacionais desses pacientes: 80,0%, eram do ramo da construçäo civil, de empreiteiras de manutençäo e montagem industrial em área de siderurgia, com tempo médio de exposiçäo de 65 meses. O estudo da evoluçäo do sangue através de tábua de vida, pela técnica atuarial, revelou que a probabilidade estimada, do quadro hematológico periférico se recuperar foi de 52,0%, ao final do quinto ano de afastamento do risco (intervalo de confiança de 0,52 ñ 0,06). O estudo da correlaçäo da evoluçäo do sangue periférico com o tempo de exposiçäo, e também com a intensidade das alteraçöes quantitativas no tecido hematopoiético, através do logrank test, mostrou näo ser estatísticamente significante. A análise histológica e citológica de 57 medulas ósseas, dos pacientes esutdados, mostrou alteraçäo em 98,6%). A hipocelularidade global em 89,4% dos casos, foi a alteraçäo quantitativa mais observada, sendo 93,0%, no setor granulocítico; 24,5%, no setor eritroblástico, e 43,8%, no setor megacarioblástico. Cerca de 60,0% das hipocelularidades observadas no tecido hematopoético eram de grau moderado a intenso. Apenas um caso apresentou hipercelularidade. A relaçäo granulocítica/eritroblásstica estaba diminuída em 77,0%. O estudo revelou que 87,7% dos megacarioblastos estavam atípicos. 14,0%, tinham tecido mielodisplásico trilinear (TMDS) e 4 casos (7,0%) apresentavam células imaturas proliferativas em localizaçäo anormal da medula óssea (ALIP)...
Descritores: Benzeno
Monitoramento Ambiental
Concentração Máxima Permitida
Neutropenia
Exame de Medula Óssea
Exposição Ocupacional
Poluição Ambiental/prevenção & controle
-AVALIACAO
Responsável: BR71.1 - Biblioteca Doutor Eduardo Gabriel Saad
BR71.1/Darb Paeb Qrae Zat*A936e


  5 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-184734
Autor: Miranda, Cristina; Massa, José L; Marques, Cristiano Correa de Azevedo.
Título: Análise da ocorrência de leishmaniose tegumentar americana através de imagem obtida por sensoriamento remoto orbital em localidade urbana da regiäo Sudeste do Brasil / Analysis of the occurrence of american cutaneous leishmaniasis in Brazil by remote sensing satellite imagery
Fonte: Rev. saúde pública = J. public health;30(5):433-7, out. 1996. ilus, tab.
Idioma: pt.
Projeto: FAPESP.
Resumo: As áreas onde, segundo notificaçäo, ocorreram casos de leishmaniose tegumentar americana, na regiäo de Lagoinha, Estado de Säo Paulo, Brasil (Lat 23 05 S; Lon 45 11), nos anos de 1993 e 1994, foram localizadas numa imagem do satélite TM-LANDSAT. A composiçäo colorida artificial feita com as bandas 3, 4 e 5 da imagem permitiu a identificaçäo de vegetaçäo arbustiva, ou dentro mesmo dos limites indicados para aquelas localidades ou à distância máxima de cerca de 250 metros do perímetro de cada área. A utilizaçäo de um recurso capaz de possibilitar uma visäo mais abrangente de uma área geográfica tornou evidente as vantagens do sensoriamento remoto orbital para o estudo desta endemia
Descritores: Monitoramento Ambiental
Controle de Mosquitos
Leishmaniose Mucocutânea/epidemiologia
-Plantas
Psychodidae
ABORTION, MISSEDCHLOROPHYTA
Análise Espectral
Comunicações Via Satélite
Leishmaniose Mucocutânea/prevenção & controle
Leishmaniose Mucocutânea/transmissão
Radiação
Limites: Animais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Mello, Rubens Pinto de
Texto completo
Id: lil-344292
Autor: Araújo-Coutinho, Carlos José Pereira da Cunha de; Cunha, Andrea de Barros Pinto Viviani; Serra-Freire, Nicolau Maués; Mello, Rubens Pinto de.
Título: Evaluation of the impact of Bacillus thuringiensis serovar israelensis and Temephos, used for the control of Simulium (Chirostilbia) pertinax Kollar, 1832 (Diptera, Simuliidae) on the associated entomofauna, Paraty, state of Rio de Janeiro, Brazil
Fonte: Mem. Inst. Oswaldo Cruz;98(5):697-702, July 2003. tab.
Idioma: en.
Resumo: The study was set up to evaluate the impact of two commercial larvicide formulations, Bacillus thuringiensis serovar israelensis base (Bti) at 15 ppm/1 min and temephos at 0.03 ppm of active ingredient, used to control Simulium pertinax populations, on associated non-target entomofauna occupying the same breeding sites. The experiments were carried out on the Pedra Branca and Muricana rivers, on the slopes of Serra do Mar massif, municipality of Paraty, state of Rio de Janeiro, Brazil. Bti was applied to the river Pedra Branca and temephosto theriver Muricana. On both rivers, treatment and control sections were labeled as such, each one with two observation posts: slow moving water and fast water regions respectively. Artificial substrata was used to evaluate the abundance of associated entomofauna. Attached immature stages of arthropods were removed from both of its surfaces fortnightly. Were collected, from the two rivers, 28 477 specimens of the entomofauna associated with S. pertinax. The families Hydropsychidae, Chironomidae, Bactidae, Simuliidae, Blephariceridae and Megapodagrionidae were represented. These was an impact of temephos on the entomofauna associated with S. pertinax only in Simuliidae and Chironomidae, and to Bti only in Simuliidae. However, the reduction in their numbers was not statistically significant
Descritores: Artrópodes
Bacillus thuringiensis
Temefós
Monitoramento Ambiental
Inseticidas Organofosforados
-Simuliidae
Temperatura
Movimentos da Água
Poluentes Químicos da Água
Brasil
Controle de Mosquitos
Densidade Demográfica
Concentração de Íons de Hidrogênio
Larva
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001473
Autor: Gomes, L C; Chippari-Gomes, A R; Miranda, T O; Pereira, T M; Merçon, J; Davel, V C; Barbosa, B V; Pereira, A C H; Frossard, A; Ramos, J P L.
Título: Genotoxicity effects on Geophagus brasiliensis fish exposed to Doce River water after the environmental disaster in the city of Mariana, MG, Brazil / Efeitos da genotoxicidade em peixes da espécie Geophagus brasiliensis expostos a água do Rio Doce após o desastre ambiental na cidade de Marina, MG, Brasil
Fonte: Braz. j. biol;79(4):659-664, Nov. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: FAPES.
Resumo: Abstract The Doce River basin has suffered the largest environmental accident ever occurred in Brazil with the influx of tailings from Fundão and Santarém, belonging to Samarco mining company, due to the disaster in Mariana. A spill between 50 and 60 million m3 of tailings was estimated by the company. According to Samarco, the wastewater was composed mainly of clay, silt and heavy metals like iron, copper and manganese. Thereby, the objective of the present study was evaluated the genotoxic damage in juvenile of Geophagus brasiliensis (Quoy e Gaimard, 1824) exposed to Doce river water before (DRWBA - Doce River water before acident) and after (DRWAA - Doce River water after acident) the influx of tailings from the Germano and Santarém Dam disasters in Mariana, MG, Brazil. For this, 24 individuals of the species G. brasiliensis (obtained on IFES/ALEGRE fish culture) were submitted to a bioassay with three treatments and eight replicates. The treatments were: 1) Control water (water from the urban water supply system, filtered with a 0.45 µm membrane), 2) DRBA and 3) DRAA. After 96 h, these fishes were anesthetized to remove blood for evaluation of genotoxic damage (micronucleus and comet). For the bioassay, a total of 80 L of The Doce River water were collected before the influx of tailings and after the influx and then submitted to metal quantification analysis. Fish exposed to DRWBA and DRWAA treatments showed a significant increase in both the number of erythrocyte micronuclei and the DNA damage index in relation to the control fish; however, they did not present any differences between the two treatments. The results demonstrate that the DRWBA treatment was already genotoxic for the fish, mainly due to dissolved Cu concentrations in the water. The DRWAA treatment probably presented genotoxicity due to the increase in the dissolved fraction and synergistic effects of several metals found in the tailings of the Mariana accident.

Resumo A bacia do Rio Doce sofreu o maior acidente ambiental com o influxo de rejeitos de Fundão e Santarém, pertencentes à empresa de mineração Samarco, devido ao desastre em Mariana. Um derramamento entre 50 e 60 milhões de m3 de rejeitos foi estimado pela empresa. De acordo com a Samarco, o rejeito despejado era composto principalmente de argila, silte e alguns metais pesados como ferro, cobre e manganês. Com isso, o presente estudo teve como objetivo avaliar os danos genotóxicos em juvenis de Geophagus brasilienses expostos a água do rio Doce antes (DRWAA - água do Rio Doce antes do acidente) e depois (DRWBA- água do Rio Doce depois do acidente) da chegada dos rejeitos do rompimento das barragens de Germano e Santarém em Mariana, MG, Brasil. Para isso, 24 indivíduos da espécie G. brasilienses (obtidos na piscicultura do IFES/ALEGRE) foram submetidos a um bioensaio com três tratamentos e oito réplicas. Os tratamentos eram: 1) Controle (com água do abastecimento urbano, filtrada com filtro analítico de 0,45 µm); 2) DRWBA e 3) DRWAA. Após um período de 96 h, esses peixes foram anestesiados para retirada de sangue para avaliação dos danos genotóxicos (micronúcleo e cometa). Para a realização do bioensaio, um total de 80 L de água do Rio Doce foram coletados antes da chegada dos rejeitos e outros 80 L foram coletados depois da chegada dos rejeitos e ambas foram submetidas a análises de quantificação de metal. Os peixes expostos ao DRWBA e ao DRWAA apresentaram um aumento significativo na quantidade de micronúcleos eritrocitários e no índice de danos do DNA em relação aos peixes controle, no entanto não apresentaram diferenças entre si. Os resultados obtidos demonstram que a DRWBA já era genotóxica para os peixes, principalmente, em função das concentrações de Cu dissolvido na água. A DRWAA apresentou genotixicidade, provavelmente, em função do aumento da fração dissolvida e do efeito sinérgico de diversos metais presentes nos rejeitos do acidente de Mariana.
Descritores: Dano ao DNA/efeitos dos fármacos
Metais Pesados/análise
Metais Pesados/classificação
Ciclídeos/fisiologia
Ciclídeos/genética
Desastres
-Poluentes Químicos da Água/análise
Poluentes Químicos da Água/classificação
Poluentes Químicos da Água/toxicidade
Brasil
Monitoramento Ambiental/métodos
Metais Pesados/toxicidade
Rios/química
Água Doce/química
Mineração
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  8 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001480
Autor: Peteffi, G P; Fleck, J D; Kael, I M; Rosa, D C; Antunes, M V; Linden, R.
Título: Ecotoxicological risk assessment due to the presence of bisphenol A and caffeine in surface waters in the Sinos River Basin - Rio Grande do Sul - Brazil / Risco ecotoxicológico devido à presença de bisfenol A e cafeína nas águas superficiais na Bacia do Rio Sinos - Rio Grande do Sul - Brasil
Fonte: Braz. j. biol;79(4):712-712, Nov. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: CNPq.
Resumo: Abstract Bisphenol A (BPA) is an emerging contaminant, regularly detected in aquatic ecosystems, considered as an endocrine disrupting compound (EDC). Caffeine is another chemical related to human activity, often found in surface waters. The objective of this study was to evaluate the ecotoxicological risk due to BPA and caffeine in water samples from the Sinos River basin, Rio Grande do Sul, Brazil. Water samples were collected at three sites monthly from May 9 th, 2016 to April 11th, 2017 (n = 36). BPA concentrations in water samples collected were in the range of not detected to 517 ng L-1 and caffeine concentrations in the range of 41.7 to 28,439.6 ng L-1. The concentration of BPA in the analyzed samples had a moderate correlation with caffeine (rs = 0.402). High ecotoxicological risk for BPA was characterized in 77.77% of samples, with 11.11% presenting medium and 11.1% presenting low risk. For caffeine 13.9%, 50% and 36.11% of the samples presented high, medium and low risk, respectively. Caffeine concentrations in water can be used as predictors of BPA concentrations above 10 ng L-1, the lower concentration of ecotoxicological risk, with specificity of 66.7% and sensitivity of 70.4%. The assessment of aquatic risks has shown that both investigated compounds pose risks to organisms in the studied surface waters, mouth of the Pampa stream, mouth of the Luiz Rau stream and catchment point for public supply in Lomba Grande.

Resumo Bisfenol A (BPA) é um contaminante emergente regularmente detectado em ecossistemas aquáticos, é considerado um agente modificador endócrino (EDC). Além disso, outro produto químico relacionado com atividade humana, encontrado com frequência nas águas superficiais, é a cafeína. O objetivo deste estudo foi avaliar a ocorrência de risco ecotoxicológico devido a BPA e cafeína em amostras de água da Bacia Hidrográfica do Rio Sinos, Rio Grande do Sul, Brasil. Foram coletadas amostras de água em três locais mensalmente no período de 9 de maio de 2016 a 11 de abril de 2017 (n = 36). As concentrações de BPA em amostras de água coletadas estavam na faixa de não detectada a 517 ng L-1 e concentrações de cafeína na faixa de 41,7 a 28,439,6 ng L-1. A concentração de BPA nas amostras analisadas apresentou correlação moderada com a cafeína (rs = 0,402). Alto risco ecotoxicológico para BPA foi caracterizado em 77,77% das amostras, com 11,11% apresentando médio e 11,1% apresentando baixo risco. Para cafeína 13,9%, 50% e 36,11% das amostras apresentaram risco alto, médio e baixo, respectivamente. Concentrações de cafeína em água podem ser utilizadas como preditoras de concentrações de BPA acima de 10 ng L-1, menor concentração de risco ecotoxicológico, com especificidade de 66,7% e sensibilidade de 70,4%. A avaliação dos riscos aquáticos revelou que ambos os compostos investigados representam risco para os organismos nas águas superficiais estudadas, foz do arroio Pampa, foz do arroio Luiz Rau e ponto de captação para abastecimento público em Lomba Grande.
Descritores: Fenóis/análise
Poluentes Químicos da Água/análise
Compostos Benzidrílicos/análise
Cafeína/análise
Rios/química
-Brasil/epidemiologia
Monitoramento Ambiental/métodos
Medição de Risco/métodos
Disruptores Endócrinos/análise
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 921 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001488
Autor: Ruocco, A M C; Portinho, J L; Nogueira, M G.
Título: Potential impact of small hydroelectric power plants on river biota: a case study on macroinvertebrates associated to basaltic knickzones / Potencial impacto de pequenas centrais hidreléticas sobre a biota aquática: um estudo de caso sobre macroinvertebrados associados a pedrais basálticos
Fonte: Braz. j. biol;79(4):722-734, Nov. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Small hydroelectric power plants (SHP) have been considered as an alternative for the generation of electricity with reduced environmental impacts. Nevertheless, no studies have addressed changes in a particular kind of river macrohabitat commonly affected by SHPs, the knickzones. This study aimed to assess the impact of a SHP construction on the aquatic macroinvertebrate fauna associated with two basaltic knickzones located in Sapucaí-Mirim River, Southeast Brazil. The first, considered as a functional knickzone, follows the natural dynamics of the river flow and preserves the original rock substrate. The second, considered as non-functional knickzone, was permanently flooded after the SHP construction and the consolidated rock substrate was changed by fine sediment. Sampling was carried out in two seasonal periods and the data were analysed through multivariate analysis. It was observed differences in composition and structure of the macroinvertebrates community between the knickzones and periods. The functional knickzone exhibited a much higher richness, 72 taxa compared to 44 in the non-functional, as well as a large number of exclusive taxa (38, being only nine exclusive to the non-functional). Diversity, equitability and density mean values were also higher in the functional knickzone. The limnological parameters varied significantly between dry and rainy seasons but not between the distinct knickzones. This kind of macrohabitats and its potential role for the rivers biodiversity is practically unknown. In the scenery of fast SHP expansion, further studies and protection measures are necessary.

Resumo Atualmente, a instalação de pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) tem sido a alternativa mais visada quando a questão é suprir a demanda energética, considerando-se os menores impactos ambientais possíveis. Contudo, são escassos os trabalhos que avaliam as alterações causadas por esses empreendimentos, principalmente no que se diz respeito a um tipo de macro-habitat de rios, os pedrais. Assim, este estudo teve como objetivo avaliar o impacto da construção de uma PCH na fauna de macroinvertebrados aquáticos associada a dois pedrais basálticos, localizados no rio Sapucaí-Mirim, no Sudeste do Brasil. O primeiro, considerado como um pedral funcional, segue a dinâmica natural do fluxo do rio e possui o substrato rochoso original. O segundo, considerado como pedral não funcional, foi permanentemente inundado após a construção da PCH e o substrato consolidado foi alterado por sedimentos finos. A amostragem foi realizada em dois períodos sazonais e os dados foram analisados através de análise multivariada. Foram observadas diferenças na composição e estrutura da comunidade de macroinvertebrados entre os pedrais e períodos. O pedral funcional apresentou uma riqueza muito maior, 72 táxons em comparação com 44 no não funcional, bem como um grande número de táxons exclusivos (38, sendo apenas nove exclusivos do não-funcional). Os valores médios da diversidade, equitabilidade e densidade também foram maiores no pedral funcional. Os parâmetros limnológicos variaram significativamente entre as estações seca e chuvosa, mas não entre os diferentes pedrais. Este tipo de macro-habitat e seu potencial papel para a biodiversidade dos rios são praticamente desconhecidos. Assim, mais estudos e medidas de proteção são necessários, principalmente diante do atual cenário de rápida expansão das PCHs.
Descritores: Centrais Elétricas
Biota/fisiologia
-Chuva
Estações do Ano
Brasil/epidemiologia
Limnologia/métodos
Monitoramento Ambiental/métodos
Rios
Inundações
Monitorização de Parâmetros Ecológicos/métodos
Invertebrados/classificação
Invertebrados/fisiologia
Limites: Animais
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 921 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1001492
Autor: Salomão, N V; Silva, M D D; Machado, E L M.
Título: Dynamics of vegetation structure in a fragmented landscape in Minas Gerais, Brazil / Dinâmica da estrutura da vegetação em uma paisagem fragmentada em Minas Gerais, Brasil
Fonte: Braz. j. biol;79(4):678-685, Nov. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Considering that area and edge effects are the most important factors that lead to landscape changes from the fragmentation of terrestrial communities, the present study aimed to analyze changes in the structure of vegetation classes of a fragmented landscape. The methodology employed was based on a model of patch dynamics for the years between 1979 and 2015. The analysis was performed with quantitative (area, shape and edge effect) and qualitative (low declivity of the terrain, fire resistance and tolerance to variation in light) variables of the classes of vegetation. Processes of retraction and expansion of the vegetation classes were identified, as well as the alteration of the structure of the fragments, which resulted in the intensification of the edge effect.

Resumo Considerando que os efeitos de área e os efeitos de borda são os mais importantes fatores que levam às alterações na paisagem através da fragmentação de comunidades terrestre, o presente estudo teve por objetivo analisar as mudanças em área e estrutura das classes de vegetação de uma paisagem fragmentada. Para tanto, a metodologia foi baseada no modelo de dinâmica de manchas entre os anos de 1979 e 2015 e a análise por meio de variáveis quantitativas (área, formato e efeito de borda) e qualitativas (baixa declividade do terreno, resistência ao fogo e tolerância à variação de luz) das classes de vegetação. O presente estudo identificou processos de retração e expansão das classes de vegetação e a alteração na estrutura dos fragmentos resultando na intensificação do efeito de borda.
Descritores: Florestas
Monitoramento Ambiental/métodos
-Brasil
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 93 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde