Base de dados : LILACS
Pesquisa : SH1.010.010.015.006 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 12 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 2 ir para página        

  1 / 12 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Queiroz, Maria Goretti
Texto completo
Id: biblio-1048033
Autor: Martins, Ângela Barbosa; Menezes, Ida Helena Carvalho Francescantonio; Queiroz, Maria Goretti.
Título: Estudantes de Odontologia cotistas e o instrumental odontológico / Dentistry quota students and dental instruments
Fonte: Rev. ABENO;19(3):58-68, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A Política de Cotas para o ensino superior no Brasil propõe a reserva de vagas para estudantes oriundos de escolas públicas, pretos, pardos, indígenas e de baixo poder aquisitivo. A aquisição do instrumental exigido no curso de Odontologia representa uma dificuldade para a permanência da maioria desses estudantes. O objetivo deste estudo foi conhecer a experiência de cotistas em relação à aquisição e uso dos instrumentais e materiais para as aulas práticas de um curso de graduação em Odontologia. Foi realizada pesquisa de abordagem qualitativa, por meio de entrevistas semiestruturadas, com 16 estudantes de todos os anos do curso, de todas as modalidades de cotas segundo a Lei 12.711/2012, escolhidos de forma aleatória. O tratamento dos dados baseou-se na modalidade temática da Análise de Conteúdo, de onde emergiram três categorias: "Inclusão", "Exclusão" e "Discriminação". O apoio da comunidade universitária, família e colegas figura como mecanismo de inclusão, por favorecer a permanência desses estudantes, assim como o programa de empréstimo de instrumental a estudantes de baixa renda dessa Universidade. Por outro lado, o programa também foi considerado fator de exclusão por não oferecer todo instrumental solicitado e alguns apresentarem baixa qualidade. Os entrevistados relataram sofrer discriminação, por pequena parte dos professores, e se sentirem excluídos quando utilizam instrumentos fora do padrão exigido. O desafio para a instituição pesquisada é garantir as adequadas condições materiais para o aprendizado desses estudantes, propor estratégias para a melhoria do programa de instrumental e implementar ações visando à capacitação docente (AU).

The Quota Policy for higher education in Brazil proposes to reserve vacancies for black, brown and indigenous students from public and lowincome schools. The acquisition of the required instruments in the dentistry course represents a difficulty for the permanence on the course for most of these students. The objective of this study was to understand the experience of quota students regarding the acquisition and use of instruments and materials for the practical classes of an undergraduate course in dentistry. Qualitative research was conducted through semi-structured interviews with 16 students chosen at random from all years of the course, and from all quota groups according to Law 12.711 / 2012. The treatment of the data was based on the thematic modality of Content Analysis, from which three categories emerged: "Inclusion", "Exclusion" and "Discrimination". The support of the university community, family and colleagues appears as an inclusion mechanism, as it favors the permanence of these students, as well as the instrumental loan program for low-income students of this University. On the other hand, the program was also considered an exclusion factor because it did not offer all the requested instruments and some were of low quality. Respondents reported being discriminated against by a small number of teachers and feeling excluded when using non-standard instruments. The challenge for the researched institution is to guarantee the adequate material conditions for the education of these students, to propose strategies for the improvement of the instrumental program and to implement actions aiming at teacher development (AU).
Descritores: Política Pública
Inclusão Educacional
Educação Superior
Discriminação Social
Ação Afirmativa
-Estudantes de Odontologia
Brasil
Entrevista
Pesquisa Qualitativa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  2 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Bastos, Antonio Virgilio Bittencourt
Texto completo
Id: biblio-989819
Autor: RIBEIRO, Elisa Maria Barbosa de Amorim; PEIXOTO, Adriano de Lemos Alves; MIRANDA, José Garcia Vivas; BASTOS, Antônio Virgílio Bittencourt.
Título: The use of Social Network Analysis in a study of intergroup relations between affirmative action and regular students in a public university / O uso de Análise de Redes Sociais no estudo das relações intergrupais entre cotistas e não cotistas de uma universidade pública
Fonte: Estud. Psicol. (Campinas, Online);36:e170167, 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Higher education has joined affirmative action and promoted the coexistence between different social groups at universities. This study evaluated the interaction pattern between 926 affirmative action and regular students from 25 different undergraduate programs from a public university using an informal social networks questionnaire. Homophily was the parameter chosen to measure intergroup relations. This behavior was evaluated according to the student's term, yield rate (percentage of admitted students who enroll), field of knowledge and nature of relationship. The results showed a low degree of integration between groups in highly competitive undergraduate programs. The group of regular students showed a greater tendency for endogeneity. These results point to need to create a culture of inclusion that provides a distribution of resources between different social groups.

A adesão ao sistema de cotas no ensino superior promoveu a convivência entre grupos sociais distintos. O estudo avaliou o padrão de interação entre 926 estudantes cotistas e não cotistas de 25 turmas de uma universidade pública brasileira, utilizando um questionário de redes sociais informais. Homofilia foi o parâmetro escolhido para medir as relações intergrupais. Esse comportamento foi avaliado de acordo com o semestre, a concorrência, a área de conhecimento e a natureza da relação. Os resultados demonstraram baixo grau de integração entre os grupos nos cursos de alta concorrência, bem como maior tendência à endogenia no grupo de não cotistas. Tais resultados apontam a necessidade de se criar uma cultura inclusiva, que propicie a distribuição de recursos entre os diferentes grupos sociais envolvidos.
Descritores: Inclusão Educacional
Educação Superior
Ação Afirmativa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR27.1 - Biblioteca do Campus II


  3 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1004428
Autor: Viana, Iclicia; Maheirie, Kátia.
Título: Identidades em reinvenção: o fortalecimento coletivo de estudantes indígenas no meio universitário / Reinventing identities: the collective strengthening of indigenous students within a university environment / Identidades en reinvención: el fortalecimiento colectivo de estudiantes indígenas en el contexto universitario
Fonte: Rev. polis psique;7(3):224-249, set.-dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: A presença indígena nos espaços acadêmicos tem crescido nos últimos anos, especialmente por conta das políticas de ação afirmativa. A entrada nesse universo - espaços historicamente brancos e elitizados - tem produzido fissuras no olhar estereotipado construído sobre os povos indígenas e, ao mesmo tempo, tem visibilizado os preconceitos e racismos de nossa sociedade. Nesse cenário, a formação superior tem sido reivindicada, cada dia mais, como instrumento de luta necessário para o fortalecimento dos movimentos indígenas. Este texto discute aspectos gerais da presença indígena nas universidades brasileiras, bem como a potência na reinvenção identitária e no fortalecimento de coletivos, marcando a universidade como um novo território de fronteira e de luta que afeta e é afetada pelos povos indígenas. (AU)

The indigenous presence in academic environments has grown in recent years, particularly because of affirmative action policies. Entry into this universe - historically white and elitist - has produced fissures in the stereotypical gaze cast on indigenous peoples and, at the same time, has made visible the prejudices and racisms of our society. Within this scenario, higher education has become increasingly looked upon as an instrument of struggle necessary for the strengthening of indigenous movements. This text discusses general aspects of the indigenous presence in Brazilian universities: it deals with the power within the reinvention of identity and the strengthening of collectives, the staking of the university as a new liminal territory and of the struggle that affects and is affected by indigenous peoples. (AU)

La presencia indígena en los espacios académicos ha crecido en los últimos años, especialmente por cuenta de las políticas de acción afirmativa. La entrada en ese universo - espacios históricamente blancos y elitizados- ha producido fisuras en la mirada estereotipada construida sobre los pueblos indígenas y al mismo tiempo ha visibilizado los prejuicios y racismos en nuestra sociedad. En ese escenario, la formación superior ha sido reivindicada, cada día más, como instrumento de lucha necesario para el fortalecimiento de los movimientos indígenas. Este texto discute aspectos generales de la presencia indígena en las universidades brasileñas, así como la potencia de la reinvención identitaria y en el fortalecimiento de colectivos, marcando la universidad como un nuevo territorio de frontera y de lucha que afecta y es afectada por estos pueblos. (AU)
Descritores: Universidades
Educação Superior
População Indígena
Ação Afirmativa
Construção Social da Identidade Étnica
-Direitos dos Povos Indígenas
Responsável: BR574.2 - Biblioteca


  4 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1017137
Autor: Parapar, Noelia.
Título: ASDRA (Asociación Síndrome de Down de la República Argentina). Por la plena inclusión de personas con síndrome de Down / ASDRA (Asociación Síndrome de Down de la República Argentina). For the full inclusion of people with Down syndrome
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);7(1):42-43, 2018. ilus..
Idioma: es.
Descritores: Organizações sem Fins Lucrativos
Síndrome de Down
Ação Afirmativa
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  5 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-514572
Autor: Naiff, Denis Giovani Monteiro; Naiff, Luciene Alves Miguez; Souza, Marcos Aguiar de.
Título: As representações sociais de estudantes universitários a respeito das cotas para negros e pardos nas universidades públicas brasileiras / College students social representations on racial quotas in public universities in Brazil
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;9(1):219-232, abr. 2009. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: É bastante atual e polêmico o debate existente sobre a questão das cotas para negros e pardos nas universidades públicas brasileiras. Dentro deste contexto, a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - UFRRJ - tem discutido com a sua comunidade a implantação de cotas raciais em seu vestibular. Este trabalho teve como objetivo conhecer as representações sociais que os alunos da UFRRJ possuem sobre as cotas para negros e pardos na Universidade. Foram entrevistados 100 alunos dos cursos de licenciatura que foram submetidos a uma tarefa de evocação livre perante o termo indutor “Cotas para negros e pardos nas Universidades”. Os dados foram analisados com auxilio do programa de computador EVOC 2003. Os resultados apontam para uma atitude majoritariamente contrária contrastando com uma representação estruturada em torno de elementos justificadores da implantação das cotas, o que pode estar indicando a existência de uma zona muda das representações sociais sobre o objeto estudado. (AU)

Today there is a constant debate concerning racial quotas for non-white students in public universities in Brazil. For instance the Federal Rural University of Rio de Janeiro (UFRRJ) is carrying out a public debate on the proposal of establishing racial quotas for the vestibular exam (similar to the SAT) with the main objective of understanding what are the social representations of the students in this particular subject. The debate was followed by interviews with 100 students that were asked to talk freely about their ideas and thoughts on racial quotas. The data was analyzed using the computer program EVOC 2003, among other methodologies. Considering social representation analysis the results show that the majority of the interviewees agree with racial quotas theoretically but on practical terms they are against it. This contradiction is defined as “mute zone” where you have to identify other forms of extracting the information you need other than using mainly the discourse. (AU)
Descritores: Estudantes
Universidades
Ação Afirmativa
-Racismo
Discriminação Social/psicologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Adulto Jovem
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  6 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-725165
Autor: Niskier, Clarice.
Título: "A liberdade é azul", mas está no vermelho: blue", but the color of freedom seems to be in the red / "Three colors
Fonte: Ide (São Paulo);37(58):109-120, jul. 2014.
Idioma: pt.
Resumo: Dinheiro é excitante. Dinheiro é sexo. Dinheiro é liberdade. Comprar é excitante. É erótico. Armadilha. Nem toda soma de dinheiro é capital. O dinheiro torna-se capital no modo de produção capitalista. Assim a mercadoria também torna mercadoria-capital. Entender a mais-valia. O artista vive no azul da liberdade e no vermelho das dívidas. E das dúvidas. Necessidade de esclarecimentos. Estudo. Capital humano. Psicanálise, Ciência, Cabala, Teatro, Amor, Poesia, Humor. Muito humor para suportar as vozes dissonantes. O artista busca diálogo. Diálogo com seu Eu e com o Outro. Erotiza a vida e a vida o erotiza. É livre com ou sem dinheiro. Mas com dinheiro ele é mais livre. "O dinheiro não é tudo. Mas quando você tem muito dinheiro pelo menos ninguém chama: Hei, você aí!", Millôr Fernandes.

Money is exciting. Money is sex. Money is freedom. Buying is exciting. It is erotic. It is a trap. Not all sum of money is capital. Money becomes capital in the capitalism. This way goods also become capitalgoods. Understanding the surplus value. The artist, always in the red, has an account in the black when the topic is freedom. Full of doubts, the artist needs enlightening. Studying. Human capital. Psychoanalysis, Science, Cabala, Theater, Love, Poetry, Humor. A lot of humor to handle the dissonant voices. The artist seeks dialogue. A dialogue between the Self and the Other. He eroticizes life and it is eroticized by it. He is free with or without money. But he has more freedom with money. "Money isn't everything. But when you have a lot of it no one calls you: 'Hey, you there!'", Millôr Fernandes.
Descritores: Comunismo
Humorismo
Ego
Fetichismo (Psiquiátrico)/psicologia
Ação Afirmativa
Teoria Freudiana
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-976620
Autor: Moura, Maria Rosimére Salviano de; Tamboril, Maria Ivonete Barbosa.
Título: "Não é assim de graça!": Lei de Cotas e o desafio da diferença / "It is not free like that!!": Quota Act and challenges of difference / "¡No es así gratuitamente!": Ley de Cuotas y el reto de la diferencia
Fonte: Psicol. esc. educ;22(3):593-601, set.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo, de cunho qualitativo, investigou a experiência de escolarização vivenciada por um grupo de estudantes cotistas, de um Campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), por meio de grupos focais. Os estudantes tratam as cotas como fruto de um direito, em função do processo de desigualdade social vivenciado historicamente pelos grupos aos quais pertencem e apontam a manutenção do princípio meritocrático nas cotas, a partir de uma perspectiva de atribuição do mérito, na qual as diferenças são consideradas. O critério étnico-racial das cotas, especificamente quanto ao estabelecimento de cotas para negros, revela que os discursos tensionados existentes na sociedade brasileira sobre a temática também se manifestam entre os estudantes. Defende-se que Psicologia tem muito a contribuir no processo de inserção de estudantes beneficiários de políticas de ações afirmativas, alicerçando seu trabalho na análise da dinâmica da inclusão/exclusão que se estabelece nas instituições.

The qualitative study investigated the experience of schooling experienced by a group of quota students, from a Campus of the Federal Institute of Education, Science and Technology of Rondônia (IFRO), through focus groups. The students treat quotas as the result of a right, in function of the process of social inequality historically experienced by the groups to which they belong and point out the maintenance of the meritocratic principle in quotas, from a perspective of attribution of merit, in which the differences are considered. The ethnic-racial criterion of quotas, specifically regarding the establishment of quotas for blacks, reveals that the tensed discourses in Brazilian society on the subject also manifest among students. It is argued that Psychology has much to contribute in the process of insertion of students who are beneficiaries of affirmative action policies, grounding their work in analyzing the dynamics of inclusion / exclusion established in institutions.

El estudio, de cuño cualitativo, investigó la experiencia de escolarización vivenciada por un grupo de estudiantes cotizantes, de un Campus del Instituto Federal de Educación, Ciencia y Tecnología de Rondônia (IFRO), por intermedio de grupos focales. Los estudiantes tratan las cuotas como fruto de un derecho, en función del proceso de desigualdad social vivenciado históricamente por los grupos a los cuales pertenecen y apuntan la manutención del principio de merecimiento en las cuotas, a partir de una perspectiva de atribución del mérito, en la cual las diferencias son consideradas. El criterio étnico-racial de las cuotas, específicamente cuanto a lo establecimiento de cuotas para negros, revela que los discursos tensionados existentes en la sociedad brasileña sobre la temática también se manifiestan entre los estudiantes. Se defiende que Psicología tiene mucho a contribuir en el proceso de inserción de estudiantes beneficiarios de políticas de acciones afirmativas, respaldando su trabajo en el análisis de la dinámica de la inclusión/exclusión que se establece en las instituciones.
Descritores: Relações Raciais
Grupos Étnicos
Grupos Focais
Ação Afirmativa
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR27.1 - Biblioteca do Campus II


  8 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-946810
Autor: Santos, Elisabete Figueroa dos; Scopinho, Rosemeire Aparecida.
Título: A questão étnico-racial no Brasil contemporâneo: notas sobre a contribuição da teoria das representações sociais / The ethnic and racial issues in contemporary Brazil: comments on the contribution of the social representation theory
Fonte: Psicol. saber soc;4(2):168-182, jul.-dez. 2015.
Idioma: pt.
Resumo: As reflexões propostas neste artigo buscaram evidenciar a participação das representações sociais na construção do racismo e discutir o seu papel na produção de alteridades e identidades. Tomamos como referência o contexto social brasileiro, onde o debate étnico-racial foi ampliado nas últimas décadas, mas no qual há ainda um quadro incipiente de formulações analíticas consensuais no campo acadêmico, assim como de proposições inclusivas no campo das políticas públicas que avancem para além das cotas ou reserva de vagas. Diante deste cenário, pontuamos que o referencial da Teoria das Representações Sociais é oportuno para possibilitar o conhecimento dos diferentes universos que transitam pelos mesmos espaços, por vezes de maneira desigual, e disputam a esfera pública. Salienta-se a necessidade de avançar na agenda de ações programáticas coerentes com as realidades e demandas dos diferentes segmentos sociais, por meio de planejamentos a curto, médio e longo prazos para que as representações sociais atravessadas pelo racismo sejam deslocadas, estereótipos sejam superados e novos significados sejam atribuídos às identidades de brancos e negros no Brasil. (AU)

The present essay tries to evidence the participation of social representations in the construction of racism and to discuss their role in the production of otherness and identity. The Brazilian social context has been taken as reference, where the ethnic and racial debate has grown within the last two decades, but in which there is still an incipient presence of consensual academic analysis, as well as a lack of inclusive propositions in public policies that could go beyond quotas or vacancy reserve. By observing this scenario, we clarify that the SRT (Social Representation Theory) is useful in order to make possible the acknowledgement of the different realities which may transit within the same spots, sometimes unequally, and dispute the public spheres. Here we highlight the need for going further in the agenda of coherent pragmatic actions and demands from diverse social segments, by planning short, mid and long term so that the social representations traversed by racism can be put aside, stereotypes can be overcome and new challenges can be put to the identity of black and white people in Brazil. (AU)
Descritores: Psicologia Social
Política Pública
Estereotipagem
Racismo/psicologia
Identificação Social
-Personalidade
Grupos de Populações Continentais/psicologia
Ação Afirmativa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  9 / 12 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-955864
Autor: Miranda, Sheila Ferreira.
Título: Políticas de identidade no contexto da discussão racial: a academia negra no Brasil / Políticas de identidad en el contexto de la discussion racial: la academia negra en Brazil / Identity policies in the context of racial discussion: the black academy in Brazil
Fonte: Psicol. soc. (Online);29:e171201, 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O artigo busca a construção de um quadro teórico de análises acerca da situação dos negros no espaço acadêmico brasileiro, questionando o sentido de produção do processo identitário desses sujeitos, tendo em vista sua configuração em meio a uma comunidade hegemônica de valores etnocêntricos. Tendo a Teoria da Identidade como pressuposto fundamental, defendemos a tese da impossibilidade da discussão da carência de negros no sistema docente brasileiro quando unicamente guiada pelos pressupostos do mérito e qualificação pessoais, tendo em vista as evidências dos efeitos da transmissão intergeracional da pobreza aliados à discriminação racial e de uma lógica guiada pela sustentação dos privilégios a determinados grupos hegemônicos. Finalmente, corroboramos a necessidade da realização - de fato, e não só de direito - da proposta de ações afirmativas implementada pela Lei 12.990, levando-se em consideração a carência de concursos realizados nessa perspectiva.

Resumen El artículo intenta construir un resumen teórico del análisis de la situación de los negros en el espacio académico brasileño, cuestionando el sentido de la producción del proceso de identidad de estos sujetos, basado en el entorno de los valores etnocéntricos de la comunidad hegemónica. Teniendo la teoría de la Identidad como un presupuesto fundamental, defendemos la tesis de la imposibilidad de discusión de la falta de negros en el sistema de enseñanza brasileño cuando sólo guiados por presupuestos personales de méritos y calificación dada la evidencia de los efectos de la transmisión de la pobreza junto a la discriminación racial y la lógica guiada por la defensa de sus privilegios a ciertos grupos hegemónicos. Por último, se evidencia la necesidad de la realización (y no sólo los derechos) de la propuesta de acción afirmativa implementadas por la Ley 12.990, teniendo en cuenta la falta de competencia que se celebra en esta perspectiva.

Abstract The article seeks to build a theoretical framework for analysis of the situation of blacks in Brazilian academic space, questioning the sense of production of the identity process of these subjects in view of their setting amid a hegemonic community of ethnocentric values. Taking the Theory of Identity as a fundamental assumption, we defend the thesis of the impossibility to discuss the shortage of blacks in Brazilian teaching system guided only by personal assumptions of merit and qualification, given the evidence of the effects of intergenerational transmission of poverty coupled with racial discrimination, a scenario that privileges certain hegemonic groups. Finally, it corroborates the need to apply the proposed affirmative action implemented by Law 12,990, considering the lack of public tenders in this perspective.
Descritores: Relações Raciais
Docentes
Identificação Social
Teoria Crítica
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Ação Afirmativa
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 12 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-955847
Autor: Mallado, Concepción Mimbrero; Silva, Joilson Pereira da; Espinosa, Leonor Cantera.
Título: Competencias de género y cultura del trabajo en una Federación / Competências de gênero e cultura de trabalho em uma Federação / Gender competences and work culture in a Federation
Fonte: Psicol. soc. (Online);29:e157579, 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: Resumen En este manuscrito abordamos las competencias de igualdad de género en la implementación de la transversalidad de género en organizaciones. El objetivo de este artículo es analizar estas competencias y conocer su relación con la cultura del trabajo engendrada en una federación de asociaciones de Andalucía, España. Empleamos una metodología cualitativa desde un abordaje de la Psicología Social Discursiva, aplicando las técnicas de entrevista y de observación participante en ocho miembros de la organización. Los resultados muestran que las personas participantes presentan todas las competencias de igualdad de género (conocimiento, metodológica, participativa y personal) facilitando la aplicación del mainstreaming de género en la organización. Además, el reparto equitativo de tareas, la cooperación y la confianza mutua, favorece el aprendizaje de estrategias comunes y eficaces para la solución de problemas y estar alerta para detectar situaciones que amenacen el clima positivo organizativo y de género.

Resumo Neste manuscrito abordamos as competências de igualdade de gênero na implementação da transversalidade de gênero nas organizações. O objetivo deste artigo foi analisar essas competências e conhecer sua relação com a cultura de trabalho produzida em uma federação de associações de Andaluzia, Espanha. Utilizamos uma metodologia qualitativa desde uma abordagem da Psicologia Social Discursiva, aplicando as técnicas de entrevista e de observação participante em oito membros da organização. Os resultados mostram que os participantes apresentam todas as competências de igualdade de gênero (conhecimento, metodológica, participativa e pessoal), facilitando a aplicação do mainstreaming de gênero na organização. Ademais, a divisão equitativa das tarefas, cooperação e a confiança mútua favorecem a aprendizagem de estratégias comuns e eficazes para a solução de problemas e estar alerta para detectar situações que ameaçam o clima positivo organizativo e de gênero.

Abstract This manuscript tackles the competences of gender equality in the implementation of gender mainstreaming in organizations. The aim of this article was to analyze these competences and know its relation to the work culture engendered by a federation of associations of Andalusia, Spain. We used a qualitative methodology from an approach of Discursive Social Psychology, applying the techniques of interviewing and participant observation in eight members of the organization. The results show that participants have all the competences of gender equality (knowledge, methodological, participative and personal) facilitating the implementation of gender mainstreaming in the organization. In addition, the equal sharing of tasks, cooperation and mutual trust, promotes learning of common and effective strategies to solve problems and be alert to situations that threaten the positive organizational climate and the gender.
Descritores: Competência Profissional
Mulheres Trabalhadoras
Cultura Organizacional
Organizações
Ação Afirmativa
Limites: Seres Humanos
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 2 ir para página        
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde