Base de dados : LILACS
Pesquisa : SH1.030.020 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 368 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 37 ir para página                         

  1 / 368 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Machado, María Helena
Texto completo
Id: biblio-1116320
Autor: Machado, Maria Helena; Pereira, Everson Justino; Ximenes Neto, Francisco Rosemiro Guimarães; Wermelinger, Mônica Carvalho de Mesquita Werner.
Título: Enfermagem em tempos de COVID-19 no Brasil: um olhar da gestão do trabalho / Nursing in COVID-19 times in brazil: a look at work management
Fonte: Enferm. foco (Brasília);11(1,n.esp):32-39, ago. 2020. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Analisar a situação da equipe de Enfermagem no contexto da pandemia no Brasil, tendo como foco a gestão do trabalho desses profissionais. Método: Trata-se de estudo de reflexão sobre as condições de vida e de trabalho dos profissionais de enfermagem no contexto da pandemia de COVID-19, utilizando dados da Organização Mundial da Saúde, do Ministério da Saúde, do Observatório da Enfermagem do Conselho Federal de Enfermagem e da Pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil. Resultados: Há inúmeras fragilidades nas condições de emprego, renda, trabalho, saúde física e mental desses profissionais. Em relação à pandemia de COVID-19, o quadro é de doença instalada em todo o país, mas diferindo significativamente entre estados e regiões. O país já contabiliza 5.533 casos confirmados e 138 óbitos entre profissionais da equipe. Conclusões: A pandemia reforçou com maior amplitude as precárias condições de trabalho dos profissionais da Enfermagem brasileira, sendo necessários mais estudos e diagnósticos, sobre os efeitos que incidem no processo de trabalho durante período atual e no pós-pandemia para o melhor entendimento da realidade posta e exposta, com o intuito propor sugestões às Entidades de Classe, à sociedade e ao Estado no sentido de aproximar a realidade desses profissionais ao que a Organização Internacional do Trabalho tem denominado de "trabalho decente". (AU)

Objective: Analyze the situation of the Nursing team in the context of the pandemic in Brazil, focusing on the management of the work of these professionals. Method: This is a reflection study on the living and working conditions of nursing professionals in the context of the COVID-19 pandemic, using data from the World Health Organization, the Ministry of Health, the Nursing Observatory of the Federal Council of Nursing and the Nursing Profile Research in Brazil. Results: There are numerous weaknesses in the working conditions, income, work, physical and mental health of these professionals. In relation to the COVID-19 pandemic, the picture is of a disease installed throughout the country, but differing significantly between states and regions. The country already accounts for 5,533 confirmed cases and 138 deaths among the professionals of the nursing team. Conclusions: The pandemic has reinforced to a greater extent the precarious working conditions of Brazilian nursing professionals, requiring more studies and diagnoses, on the effects that affect the working process during the current period and in the post-pandemic for a better understanding of the reality posed and exposed, in order to propose suggestions to Class Entities, to society and to the State in order to bring the reality of these professionals closer to what the International Labor Organization has called "decent work". (AU)

Objetivo: Analizar la situación del equipo de enfermería en el contexto de la pandemia en Brasil, centrándose en la gestión del trabajo de estos profesionales. Método: Este es un estudio de reflexión sobre las condiciones de vida y trabajo de los profesionales de enfermería en el contexto de la pandemia COVID-19, utilizando datos de la Organización Mundial de la Salud, el Ministerio de Salud, el Observatorio de Enfermería del Consejo Federal Enfermería e Investigación del Perfil de Enfermería en Brasil. Resultados: Existen numerosas debilidades en las condiciones de empleo, ingresos, trabajo, salud física y mental de estos profesionales. En relación con la pandemia de COVID-19, la imagen es de una enfermedad instalada en todo el país, pero que difiere significativamente entre estados y regiones. El país ya cuenta con 5.533 casos confirmados y 138 muertes entre los profesionales del equipo. Conclusiones: La pandemia reforzó las condiciones de trabajo precarias de los profesionales de enfermería brasileños en mayor medida, requiriendo más estudios y diagnósticos, sobre los efectos que afectan el proceso de trabajo durante el período actual y en la post pandemia para una mejor comprensión de la realidad planteada y expuesta, con el objetivo de proponer sugerencias a las Entidades de Clase, a la sociedad y al Estado para acercar la realidad de estos profesionales a lo que la Organización Internacional del Trabajo ha llamado "trabajo decente". (AU)
Descritores: Recursos Humanos
-Trabalho
Enfermagem
Infecções por Coronavirus
Pandemias
Responsável: BR1898.2 - Biblioteca


  2 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1116579
Autor: Perú. Congreso de la República.
Título: Decreto Legislativo que establece medidas de carácter excepcional para disponer de médicos especialistas y recursos humanos para la atención de casos COVID-19 / Legislative Decree establishing exceptional measures to have specialist doctors and human resources to attend to cases COVID-19.
Fonte: Lima; Perú. Congreso dela República; 20200500. 2 p.
Idioma: es.
Resumo: El documento contiene las medidas de carácter excepcional, que permita disponer de médicos especialistas y recursos humanos para la atención de casos COVID-19.
Descritores: Sociedades
Assistência Integral à Saúde
Decreto Legislativo
Recursos Humanos
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  3 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-690323
Autor: Fraga, Gustavo Pereira; Collet-Silva, Francisco Salles; Souza, Hamilton Petry de.
Título: Mais cirurgiões, menos trauma / More surgeons, less trauma
Fonte: Rev. Col. Bras. Cir;40(4):267-268, jul.-ago. 2013.
Idioma: pt.
Descritores: Especialidades Cirúrgicas/educação
Especialidades Cirúrgicas/estatística & dados numéricos
-Ferimentos e Lesões/prevenção & controle
Brasil
Recursos Humanos
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR1.1 - BIREME


  4 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Texto completo
Id: biblio-978853
Autor: Barbosa, Allan Claudius Queiroz; Amaral, Pedro Vasconcelos; Francesconi, Gabriel Vivas; Rosales, Carlos; Kemper, Elisandréa Sguario; Silva, Núbia Cristina da; Soares, Juliana Goulart Nascimento; Molina, Joaquín; Rocha, Thiago Augusto Hernandes.
Título: Programa Mais Médicos: como avaliar o impacto de uma abordagem inovadora para superação de iniquidades em recursos humanos / More Doctors recruitment program: a new approach to overcome inequalities in human resources / Programa Más Médicos: cómo evaluar el impacto de un enfoque innovador para superar las inequidades en recursos humanos
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;42:e185, 2018. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Apesar de decorridos 40 anos da divulgação dos princípios de Alma-Ata, ainda persistem desafios para a consolidação da atenção primária à saúde (APS) como eixo norteador dos sistemas de saúde ao redor do globo. Dentre os desafios ainda presentes, merecem destaque as questões associadas à iniquidade na distribuição de recursos humanos em saúde. A experiência do Programa Mais Médicos (PMM) no Brasil é um exemplo de proposta voltada para a abordagem dessa agenda inconclusa de Alma-Ata. Ao modificar aspectos centrais da formação, provimento e alocação de profissionais médicos, o PMM mostrou-se uma saída viável para minimizar os desafios de escassez de profissionais. As avaliações do PMM, embora incipientes, produziram evidências positivas quanto a ampliação do acesso e melhoria da qualidade da APS no Brasil, um país de médio desenvolvimento econômico. Apesar disso, é premente a geração de evidências mais sólidas a respeito do impacto do PMM sobre indicadores de desempenho da APS. O debate apresentado ao longo deste trabalho discute a necessidade de se viabilizar estudos quase-experimentais capazes de mensurar o impacto do PMM junto à saúde da população. O artigo propõe, então, um conjunto de diretrizes que pode se configurar como um modelo aplicável para abordar desafios associados à escassez de profissionais em países de médio e baixo desenvolvimento econômico.

ABSTRACT Despite the 40 years elapsed since the Alma-Ata principles were first launched, a series of challenges still persists for the consolidation of primary health care (PHC) as the backbone of health care systems around the world. Among these challenges, especially noteworthy are the issues associated with the inequality in the allocation of human resources. The experience of the More Doctors Program (Programa Mais Médicos, PMM) in Brazil is an example of initiatives that tackle this inconclusive Alma-Ata agenda. By changing key aspects of physician training, provision, and allocation, PMM was shown to be a feasible alternative to minimize the challenge of physician shortage. Assessments of PMM, even though preliminary, have produced positive evidence showing increase in access and improvement of PHC quality in Brazil, a middle income country. Nevertheless, the generation of more robust evidence regarding the impact of PMM on PHC performance indicators is urgent. The discussion proposed in the present article emphasizes the need to prioritize quasi-experimental studies to measure the impact of PMM on population health. The article thus introduces a set of guidelines that may become a useful model to approach challenges associated with the shortage of health care professionals in low and middle income countries.

RESUMEN A pesar de que han transcurrido 40 años desde la proclamación de los principios de Alma-Ata, aún persisten desafíos para la consolidación de la atención primaria de salud (APS) como columna vertebral de los sistemas de atención de salud en todo el mundo. Entre estos desafíos, se destacan los problemas asociados con la desigualdad en la distribución de recursos humanos. La experiencia del Programa Más Médicos (PMM) en Brasil es un ejemplo de las iniciativas que abordan esta agenda inconclusa de Alma-Ata. Al cambiar aspectos clave de la capacitación, la provisión y la asignación de médicos, el PMM demostró ser una alternativa viable para minimizar el desafío de la escasez de profesionales. Las evaluaciones del PMM, aunque preliminares, han producido evidencias positivas que muestran un aumento en el acceso y mejora de la calidad de la APS en Brasil, un país de ingresos medios. Sin embargo, urge generar evidencia más sólida sobre el impacto del PMM en los indicadores de desempeño de la APS. La discusión propuesta en este trabajo enfatiza la necesidad de priorizar estudios cuasiexperimentales para medir el impacto del PMM en la salud de la población. El artículo propone un conjunto de directrices que pueden convertirse en un modelo útil para abordar los desafíos asociados con la escasez de profesionales de la salud en países de ingresos bajos y medios.
Descritores: Distribuição de Médicos
Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde
Assistência à Saúde
Recursos Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  5 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cassiani, Sílvia Helena de Bortoli
Texto completo
Id: biblio-1103894
Autor: Cassiani, Silvia Helena De Bortoli; Fernandes, Maria Neyrian de Fátima; Reveiz, Ludovic; Freire Filho, José Rodrigues; Silva, Fernando Antônio Menezes da.
Título: Combinação de tarefas do enfermeiro e de outros profissionais na atenção primária em saúde: uma revisão sistemática / Combination of tasks of the nurse and others primary health care professionals: a systematic review
Fonte: Rev. panam. salud pública = Pan am. j. public health;44:1-11, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo. Avaliar a efetividade da estratégia de combinação de tarefas dos profissionais de saúde, e do enfermeiro na Atenção Primária de Saúde. Método. Revisão sistemática da literatura alinhada com as recomendações do protocolo dos Principais Itens para Relatar Revisões Sistemáticas e Metanálises, incluindo estudos observacionais e de intervenções, sem estabelecimento de período de publicação, independentemente do país de origem e publicados nos idiomas espanhol, inglês e português. As buscas ocorreram nas bases de dados eletrônicas da MEDLINE, CINAHL, LILACS, EMBASE e Web of Science. Resultados. Incluídos 18 estudos, dos quais 6 foram desenvolvidos nos Estados Unidos; 3 na Holanda; 2 no Reino Unido; um na África do Sul, Austrália, Coreia do Sul, Escócia, Haiti e Japão; e um estudo com desenho observacional prospectivo em 8 países. Os estudos relataram que, a combinação de tarefas entre os profissionais de saúde, possibilita melhor aproveitamento de recursos materiais, otimização do tempo gasto no atendimento, retenção do paciente no tratamento, melhora na qualidade do trabalho com diminuição dos níveis de sofrimento psicológico do enfermeiro e comprometimento e satisfação com o trabalho. Conclusão. A expansão de tarefas do enfermeiro, assim como de outras categorias de profissionais da saúde, a combinação de tarefas, bem como o desenvolvimento de equipes interprofissionais, são estratégias que podem ser empregadas em situações de escassez de recursos humanos e de má distribuição em áreas urbanas e não urbanas com resultados positivos na melhoria da atenção em saúde da população e satisfação dos profissionais e clientes.(AU)
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Enfermagem de Atenção Primária
Mão de Obra em Saúde
-Pessoal de Saúde
Recursos Humanos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  6 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Birolini, Dario
Texto completo
Id: biblio-842652
Autor: ALONSO, NIVALDO; MASSENBURG, BENJAMIN B; GALLI, RAFAEL; SOBRADO, LUCAS; BIROLINI, DARIO.
Título: Surgery in Brazilian Health Care: funding and physician distribution / Cirurgia no Sistema Brasileiro de Saúde: financiamento e distribuição de médicos
Fonte: Rev. Col. Bras. Cir;44(2):202-207, Mar.-Apr. 2017. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: to analyze demographic Brazilian medical data from the national public healthcare system (SUS), which provides free universal health coverage for the entire population, and discuss the problems revealed, with particular focus on surgical care. Methods: data was obtained from public healthcare databases including the Medical Demography, the Brazilian Federal Council of Medicine, the Brazilian Institute of Geography and Statistics, and the National Database of Healthcare Establishments. Density and distribution of the medical workforce and healthcare facilities were calculated, and the geographic regions were analyzed using the public private inequality index. Results: Brazil has an average of two physicians for every 1,000 inhabitants, who are unequally distributed throughout the country. There are 22,276 board certified general surgeons in Brazil (11.49 for every 100,000 people). The country currently has 257 medical schools, with 25,159 vacancies for medical students each year, with only around 13,500 vacancies for residency. The public private inequality index is 3.90 for the country, and ranges from 1.63 in the Rio de Janeiro up to 12.06 in Bahia. Conclusions: A significant part of the local population still faces many difficulties in accessing surgical care, particularly in the north and northeast of the country, where there are fewer hospitals and surgeons. Physicians and surgeons are particularly scarce in the public health system nationwide, and better incentives are needed to ensure an equal public and private workforce.

RESUMO Objetivo: analisar dados demográficos do Sistema Único de Saúde (SUS) brasileiro, que promove cobertura de saúde universal a toda população, e discutir os problemas revelados, com particular ênfase nos cuidados cirúrgicos. Métodos: os dados foram obtidos a partir dos bancos de dados de saúde pública da Demografia Médica, do Conselho Federal de Medicina, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e do Cadastro Nacional dos Estabelecimentos de Saúde. A densidade e a distribuição do trabalho médico e dos estabelecimentos de saúde foram avaliadas, e as regiões geográficas foram analisadas usando o índice de desigualdade público-privado (IDPP). Resultados: o Brasil tem, em média, dois médicos por 1000 habitantes, que são desigualmente distribuídos no país. Tem 22.276 cirurgiões gerais certificados (11,49 por 100.000 habitantes). Existem no país 257 escolas de medicina, com 25.159 vagas por ano, e apenas cerca de 13.500 vagas de residência médica. O índice de desigualdade público-privado é de 3,90 para o país e varia de 1,63 no Rio de Janeiro até 12,06 na Bahia. Conclusão: uma parte significativa da população brasileira ainda encontra muitas dificuldades no acesso ao tratamento cirúrgico, particularmente na região norte e nordeste do país. Médicos e, particularmente, cirurgiões são escassos no sistema público de saúde e incentivos devem ser criados para assegurar uma força médica igual no setor público e no setor privado em todas as regiões do país.
Descritores: Cirurgia Geral/economia
-Brasil
Recursos Humanos
Limites: Humanos
Responsável: BR1.1 - BIREME


  7 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Carvalho, Antonio Ivo de
Id: lil-745028
Autor: Lobato, Lenaura de Vasconcelos Costa; Giovanella, Lígia.
Título: Sistemas de saúde: origens componentes e dinâmica / Health systems: origins and dynamic components
Fonte: In: Giovanella, Lígia; Escorel, Sarah; Lobato, Lenaura de Vasconcelos Costa; Noronha, José Carvalho de; Carvalho, Antonio Ivo de. Políticas e sistema de saúde no Brasil. Rio de Janeiro, Editora Fiocruz, 2014. p.89-120, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Alocação de Recursos/organização & administração
Recursos Humanos
Organização e Administração
Política Pública
Prestação Integrada de Cuidados de Saúde/organização & administração
Serviços de Saúde
Sistemas de Saúde
-Aposentadoria
Modelos Organizacionais
Pensões
Previdência Social
Recursos Financeiros em Saúde
Reforma dos Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Bibliografia
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  8 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-441875
Autor: Ferraz, Neide Maria Freire.
Título: A formação de recursos humanos na enfermagem face à Lei do exercício profissional / Nursing Staff: legislation
Fonte: In: Escola Paulista de Medicina. Departamento de Enfermagem. Anais da Semana comemorativa do Jubileu de Ouro do Curso de Graduação em Enfermagem da Escola Paulista de Medicina. São Paulo, Escola Paulista de Medicina. Departamento de Enfermagem, 1989. p.29-40, ilus.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Semana Comemorativa do Jubileu de Ouro do Curso de Graduação em Enfermagem da Escola Paulista de Medicina, São Paulo, 5-9 jun. 1989.
Descritores: Recursos Humanos de Enfermagem
Recursos Humanos
-Brasil
Recursos Humanos de Enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1/WY3*JUAN


  9 / 368 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-347348
Autor: Vieira, Márcia Aparecida de Almeida.
Título: Evasäo de enfermeiros no Vale do Jequitinhonha/durante o período de 1995-1999: um estudo de causas / Nursing: labor force.
Fonte: Diamantina; UFMG; 2000. 31 p. mapas, tab, graf.
Idioma: pt.
Descritores: Enfermagem
Recursos Humanos
-Brasil
Estudos Retrospectivos
Limites: Humanos
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WY100, VIEV


  10 / 368 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-296246
Autor: Borges, Moema da Silva.
Título: Mel com fel: representações sociais da enfermagem e suas implicações para a cidadania / Honey and gall: social representations of nursing and their implications to the exercise of citizenship.
Fonte: Brasília; s.n; 2000. 140 p. tab, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de Brasília. Faculdade de Ciências da Saúde para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: O presente estudo tem por objetivo conhecer as representações sociais de trabalhadores de enfermagem, que exercem suas atividades no âmbito hospitalar do Distrito Federal, acerca do seu trabalho, e foi desenvolvido com grupos de profissionais oriundos de três tipos diferentes de instituições: a) vínculo público; b) hospitais privados; c) hospital escola. Para identificarmos a estrutura e conteúdo das representações, recorremos a dois estudos. No primeiro, trabalhamos com a entrevista semi-estruturada e, no segundo, empregamos a técnica de livre associação. Os resultados do estudo preliminar revelam que os profissionais identificam o cuidado como seu objeto de trabalho, porém, este assume características diferentes, alinhando-se com a missão institucional em que o profissional está inserido. Sendo assim, nas instituições públicas, o cuidado apresenta-se em uma dimensão assistencialista; no hospital escola, ele é visto sob uma ótica tecnicista; enquanto que, nos hospitais privados, apresenta-se como produto do trabalho. Vale também destacar que os três grupos referem exclusão no mundo do trabalho, percebida como discriminação no acesso ao aperfeiçoamento e/ou status social, advinda, por sua vez, da estratificação social do trabalho. No último estudo, os resultados denotam que as representações dos três grupos de profissionais giram em torno de núcleos centrais que expressam, basicamente, o vínculo religioso e vocacional do trabalho da enfermagem, com perpetuação das relações de gênero. Sendo assim, os resultados nos permitem dizer que os profissionais de enfermagem, que exercem suas atividades no âmbito hospitalar do DF, não possuem clarificação sobre os cuidados, realizando-os destituídos de seu valor maior, ou seja, o empoderamento de quem cuida e de quem é cuidado. Além disso, a identificação da profissão como um sacerdócio contribui, ainda, para o delineamento de uma profissão sem identidade e valor social, o que dificulta o exercício pleno da cidadania de seus profissionais.
Descritores: Valores Sociais
Cuidados de Enfermagem
Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital
-Brasil
Equipe de Enfermagem
Recursos Humanos
História da Enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR905.1 - Biblioteca
BR905.1; 2224



página 1 de 37 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde