Base de dados : LILACS
Pesquisa : SH1.030.050.050 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 379 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 38 ir para página                         

  1 / 379 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-264117
Autor: Paraguay. Presidencia de la República. Secretaría Técnica de Planificación. Dirección General de Estadística, Encuestas y Censos.
Título: Sistema de Indicadores Socio-Económicos y Demográficos: Atlas Temático Departamental del Paraguay.
Fonte: Asunción; Dirección General de Estadística, Encuestas y Censos; abr. 1999. 47 p. mapas, tab.
Idioma: es; en.
Resumo: Conjunto de indicadores socioeconómicos y demográficos, con mapas temáticos a nivel departamental. Indicadores elaborados a partir de censos, permiten conocer la evolución de la situación del país, necesidades básicas insatisfechas, nivel de instrucción, actividad económica, niveles de empleo, servicios básicos
Descritores: Indicadores Sociais
Indicadores Demográficos
Indicadores Econômicos
-Paraguai
Responsável: PY2.1 - Centro de Documentación
PY2.1/310/131


  2 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1049082
Autor: Barbosa, Thania Aparecida Gomes da Silva; Gazzinelli, Andrea; Andrade, Gisele Nepomuceno de.
Título: Mortalidade infantil evitável e vulnerabilidade social no vale do jequitinhonha, Minas Gerais, Brasil / Avoidable child mortality and social vulnerability in vale do jequitinhonha, Minas Gerais, Brazil / Mortalidad infantil evitable y vulnerabilidad social en el Valle del Jequitinhonha, Minas Gerais, Brasil
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1246, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: OBJETIVO: analisar a ocorrência de mortalidade infantil segundo critérios de evitabilidade e de vulnerabilidade social no Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. MÉTODOS: estudo transversal realizado com dados dos sistemas de informação do Ministério da Saúde, entre 2009 e 2014. Foi considerado o índice de vulnerabilidade social das cidades e as causas de morte foram classificadas conforme lista de causas evitáveis por intervenção do SUS. Foram calculadas as proporções, taxas corrigidas de mortalidade infantil geral e estratificadas. Diferenças foram avaliadas por meio do teste qui-quadrado em todo o período e entre os triênios 2009-11 e 2012-14. RESULTADOS: a taxa de mortalidade infantil média foi de 21,7 óbitos /1.000 nascidos vivos. No total, 69,5% dos óbitos foram classificados como evitáveis. Foram observadas reduções de 34,9 e 26,5% nos óbitos evitáveis por ações de atenção à mulher na gestação (p=0,00) e ao recém-nascido (p=0,04), respectivamente, e aumento de 65,8% nos óbitos evitáveis por ações de atenção à mulher no parto (p=0,01). Foi demonstrada predominância de óbitos evitáveis nos municípios de mais vulnerabilidade social (p=0,00). CONCLUSÕES: os resultados destacaram a importância das causas evitáveis relacionadas ao cuidado em saúde no momento do parto e, apesar das reduções observadas, na gestação e ao recém-nascido. Também evidenciaram a maior proporção de óbitos evitáveis na população mais vulnerável. O desafio de reduzir essa mortalidade indica a urgência por ações que visem à redução das desigualdades sociais, bem como a necessidade de melhorias no acesso e na qualidade dos serviços assistenciais.(AU)

Objective: to analyze the occurrence of child mortality according to avoidability and social vulnerability criteria in Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais. Methods: a crosssectional study conducted with data from the Ministry of Health's information systems between 2009 and 2014. The social vulnerability index of the cities was considered and the causes of death were classified according to the list of preventable causes by SUS intervention. The proportions, and corrected rates of general and stratified child mortality were calculated. The differences were assessed using the Chi-square test, throughout the period and between the three year periods of 2009-11 and 2012- 14. Results: the mean infant mortality rate was 19.5 deaths/1,000 live births. In the total, 69.6% of the deaths were classified as preventable. Reductions were observed of 35.7% and 26.1% in the preventable deaths due to actions of care to women during pregnancy (p = 0.00) and newborns (p = 0.04), respectively, and an increase of 71.3% in preventable deaths due to actions of care to women in childbirth (p = 0.01). A predominance of preventable deaths was demonstrated in municipalities with greater social vulnerability (p = 0.00). Conclusions: the results highlighted the importance of preventable causes related to health care at delivery and, despite the observed reductions, in pregnancy and the newborn. They also evidenced the highest proportion ...(AU)

Objetivo: analizar la incidencia de mortalidad infantil según los criterios de prevención y vulnerabilidad social en el Valle del Jequitinhonha, Minas Gerais. Métodos: estudio transversal realizado con datos de los sistemas de información del Ministerio de Salud, entre 2009 y 2014. Se consideró el índice de vulnerabilidad social de las ciudades y las causas de muerte se clasificaron según la lista de causas evitables por intervención del SUS. Se calcularon las proporciones, las tasas corregidas de mortalidad infantil general y estratificadas. Las diferencias se evaluaron mediante la prueba de chi-cuadrado durante todo el período y entre los trienios 2009-11 y 2012-14. Resultados: la tasa promedio de mortalidad infantil era de 21,7 muertes / 1.000 nacimientos vivos. En total, el 69,5% de las muertes se clasificaron como evitables. Se observaron reducciones de 34,9 y 26,5% en muertes prevenibles debido a acciones de atención de las mujeres durante el embarazo (p = 0.00) y recién nacidos (p = 0,04), respectivamente, y un aumento de 65, 8% en muertes evitables mediante acciones de atención a mujeres en el parto (p = 0.01). La prevalencia de muertes evitables se demostró en municipios con mayor vulnerabilidad social (p = 0,00). Conclusiones: los resultados realzaron la importancia de las causas evitables relacionadas con la atención médica en el parto y, a pesar de las reducciones observadas, en el embarazo y el recién nacido. También mostraron la mayor proporción de muertes evitables en la población más vulnerable. El desafío de reducir esta mortalidad indica la urgencia de acciones dirigidas a reducir las desigualdades sociales, así como la necesidad de mejorar el acceso y la calidad de los servicios asistenciales.(AU)
Descritores: Mortalidade Infantil
Causas de Morte
Indicadores Sociais
Vulnerabilidade Social
Estudos Ecológicos
-Fatores Socioeconômicos
Fatores de Risco
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  3 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1014576
Autor: Guimarães, Vanessa; Bahiense, Laura; Infante, Eduardo; Zamberlan, Fabio Luiz.
Título: Elaboração e análise de indicadores sociais para o apoio à tomada de decisão no processo de despoluição da Baía de Guanabara / Elaboration and analysis of social indicators as an instrument to support decision making in the process of depollution of the Guanabara Bay
Fonte: Saúde Soc;28(2):310-325, abr.-jun. 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Projeto: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).
Resumo: Resumo Apesar dos esforços de despoluição desde os anos 1990, não houve percepção, por parte da opinião pública, de que houve evolução do deteriorado quadro social da região da bacia da Baía de Guanabara (RJ). A importância dos indicadores sociais emerge em um momento em que se faz necessário prestar contas à população quanto aos investimentos e resultados obtidos, direcionar as ações às questões sociais e locais em situação de maior urgência e acompanhar os resultados para a identificação de ajustes nas ações para o alcance de melhores resultados. A atual agenda de discussão das questões sociais do entorno da baía configurou a base para a elaboração de um sistema de indicadores sociais. Três bacias hidrográficas em processo de despoluição também foram estudadas, com foco em suas abordagens quanto às questões sociais. Um modelo teórico de indicadores foi elaborado e testado em um recorte da bacia da Baía de Guanabara, por intermédio da utilização de dados públicos disponíveis. O modelo se mostrou ferramenta útil para uma abordagem holística da bacia ao informar sobre o melhor direcionamento de ações de despoluição para resultados mais efetivos em ambas as questões, sociais e ambientais.

Abstract Despite the efforts in the depollution since the 1990s, evolution of the damaged social scenario in the region of the watershed of the Guanabara Bay is not perceived by the public opinion. The importance of social indicators emerges in a moment in which rendering account to the population regarding investiments and results obtained, orienting actions for emergency social and local issues and monitoring results for identification of adjustments to the actions for the achievement of better results is necessary. The current agenda for debating social issues of the region of the bay represented the basis for the creation of a system of social indicators. Three watersheds in depollution process were also studied, focusing on their approaches regarding social issues. A theoretical model of indicators was developed and tested in a draft of the Guanabara Bay watershed, using the public data available. The model proved to be a useful tool for an holistic approach of the bay by providing information on the better orientation of depollution actions for more effective results in both social and environmental issues.
Descritores: Bacias Hidrográficas
Saúde Ambiental
Purificação da Água
Indicadores Sociais
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013126
Autor: Carreira, Gabrielle Braga; Dutra, Viviane Gomes Parreira; Silva, José Henrique Costa Monteiro da; Guimarães, Raphael Mendonça.
Título: Social inequality, human development and fertility pattern in Brazil, 2000-2010 / Desigualdade social, desenvolvimento humano e padrão de fecundidade no Brasil, 2000-2010
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);19(1):217-232, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: to analyze the fertility pattern in Brazil and its relationship with human development in the Brazilian federation units in 2000 and 2010. Methods: this is an ecological study whose unit of analysis was the Brazilian Federative Units in the period of 2000 and 2010. The fertility was assessed considering the social (HDI), inequality, (Gini, Theil and Income Ratio) and fertility indicators (fertility rate and mean age of fertility). Results: Brazil has been experiencing a rapid fertility transition. The pattern of fertility curves changed in all Federative Units between 2000 and 2010, with a reduction in cusp size and postponement of fecundity. This change was more evident among the Federative Units with better development and lower inequality. The correlation between social and fertility indicators lost strength in the period, corroborating the transition hypothesis. Conclusions: there is a direct relation between the fecundity and inequality indicators, and inversing human development. Changes should be taken in consideration in the age structure of the population, as well as inequality indicators, for better planning in public policies for public health.

Resumo Objetivos: analisar o padrão de fecundidade no Brasil e sua relação com o desenvolvimento humano nas unidades de federação no Brasil em 2000 e 2010. Métodos: trata-se de estudo ecológico cuja unidade de análise foram as Unidades Federativas brasileiras no período de 2000 e 2010. A fecundidade foi avaliada considerando os indicadores sociais (IDH), indicadores de desigualdade (Gini, Theil e Razão de Renda) e os indicadores de fecundidade (taxa de fecundidade e idade média de fecundidade). Resultados: o Brasil vem experimentando rápida transição da fecundidade. O padrão das curvas de fecundidade modificou em todas as UF entre 2000 e 2010, com redução do tamanho da cúspide e postergação da fecundidade. Esta mudança foi mais evidente entre as UF com melhor desenvolvimento e menor desigualdade. A correlação entre indicadores sociais e de fecundidade perdeu força no período, corroborando a hipótese de transição. Conclusões: existe relação direta entre os indicadores de fecundidade e desigualdade, e inversa com desenvolvimento humano. Deve-se considerar as modificações na estrutura etária da população, bem como nos indicadores de desigualdade, para melhor planejamento de políticas públicas na saúde pública.
Descritores: Políticas Públicas de Saúde
Iniquidade Social
Taxa de Fecundidade
Fertilidade
Desenvolvimento Humano
-Brasil
Indicadores de Desenvolvimento
Indicadores Sociais
ABDOMENACEPROMAZINEABORTION, INCOMPLETE
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  5 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897210
Autor: Tronco, Giordano Benites; Ramos, Marília Patta.
Título: Linhas de pobreza no Plano Brasil Sem Miséria: análise crítica e proposta de alternativas para a medição da pobreza conforme metodologia de Sonia Rocha / Las líneas de pobreza en el Plano Brasil Sem Miséria: crítica y alternativas propuestas a la medición de la pobreza / Poverty lines in the Brasil Sem Miséria Plan: a review and proposed alternatives in poverty measurement according to the methodology of Sonia Rocha
Fonte: Rev. adm. pública (Online);51(2):294-311, Mar.-Apr. 2017. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente trabalho critica a metodologia de medição da pobreza empregada pelo governo federal no âmbito do Plano Brasil Sem Miséria. Foi efetuada uma comparação, via compilação e análise descritiva de dados secundários da PNAD, entre essa metodologia e aquela utilizada pela economista Sonia Rocha, a qual estabelece linhas de pobreza regionalizadas e indexadas aos valores de cestas de consumo observadas nas diferentes regiões do país. Os resultados das duas medições foram comparados, mostrando que as linhas do PBSM são incapazes de captar 12,9 milhões de brasileiros que vivem em situação de pobreza. Como conclusão do artigo, são sugeridas, para o aperfeiçoamento da medição do governo, a regionalização das linhas e sua indexação ao preço de cestas de consumo regionais.

Resumen Este trabajo aporta una metodología de medición de la pobreza crítica utilizados por el gobierno federal bajo el Plano Brasil Sin Pobreza. Se hizo una comparación a través de la recopilación y análisis de datos secundarios, entre esta metodología y la utilizada por la economista Sonia Rocha, que establece líneas de pobreza regionalizadas e indexadas a valores de cestas de consumo observados en diferentes regiones del país. Los resultados de las dos mediciones son comparados, lo que demuestra que las líneas de PBSM son incapaces de identificar 12,9 millones de brasileños que viven en la pobreza. Para mejorar la medición del gobierno, sugerimos la regionalización de las líneas, así como la indexación del precio de las cestas de consumo regionales.

Abstract This paper criticizes the methodology of poverty measurement used by the Brazilian federal government called Brasil Sem Miséria Plan (PBSM). Using a compilation and analysis of secondary data collected from the National Household Sample Survey (PNAD), we conducted a comparison between the government methodology and that one used by the economist Sonia Rocha. Her methodology establishes poverty lines which are regionalized and indexed to the consumer basket values found in different regions of the country. The results of both methodologies are compared, showing that PBSM lines are incapable of detecting 12.9 million Brazilians living in poverty. In our conclusions, we present suggestions to improve the government's poverty measurement methodology, i.e., the need of a regionalization of poverty lines and that they become indexed to regional consumer basket prices.
Descritores: Pobreza
Política Pública
Regionalização
Indicadores Sociais
Estudos de Avaliação como Assunto
FUROSEMIDEABBREVIATIONS AS TOPIC
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  6 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897207
Autor: Silva, Andréa Ferreira da; Sousa, Janaildo Soares de; Araujo, Jair Andrade.
Título: Evidências sobre a pobreza multidimensional na região Norte do Brasil / Pruebas en pobreza multidimensional del norte de Brasil / Evidences on multidimensional poverty in the northern region of Brazil
Fonte: Rev. adm. pública (Online);51(2):219-239, Mar.-Apr. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O presente artigo tem como objetivo apresentar novas perspectivas para a compreensão da pobreza multidimensional na região Norte do Brasil nos anos de 2006 a 2013, com a finalidade de auxiliar a administração pública no desenvolvimento de políticas focadas no combate à pobreza e na aceleração do processo de desenvolvimento. Foi utilizada uma metodologia construída por Bourguignon e Chakravarty (2003), que apresenta uma forma alternativa de medir a multidimensionalidade da pobreza. Por meio de dados construídos da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), os resultados das seis dimensões analisadas revelaram uma redução da proporção de pobres multidimensionais da população nortista, de 30,71% em 2006, para 25,79% em 2013. Para as análises isoladas das regiões metropolitana, urbana e rural, verificou-se que a pobreza foi mais intensa na região rural.

Resumen Este artículo tiene como objetivo presentar nuevas perspectivas para la comprensión de la pobreza multidimensional en el norte de Brasil, en los años 2006-13, con el fin de ayudar al gobierno en el desarrollo de políticas centradas en la lucha contra la pobreza y la aceleración del proceso de desarrollo. Se utilizó una metodología construida por Bourguignon y Chakravarty (2003), que presenta una forma alternativa de medir la multidimensionalidad de la pobreza. Construido a partir de datos de la Encuesta Nacional de Hogares por Muestreo (Pnad), los resultados de las seis dimensiones analizadas revelaron una reducción en la proporción de pobres multidimensionales de la población del norte, 30,71% en 2006 a 25,79% en 2013. Para el análisis aislado de las regiones metropolitanas, urbanas y rurales, se encontró que la pobreza es más intensa en el campo.

Abstract This paper aims to present new perspectives for the understanding on multidimensional poverty in northern Brazil in the years 2006-13, in order to assist the government in developing policies focused on fighting poverty and advancing the development process. The study used a methodology built by Bourguignon and Chakravarty (2003), which presents an alternative way of measuring the multidimensionality of poverty. The data was collected from the National Household Sample Survey (PNAD) and the results of six dimensions analyzed revealed a reduction in the proportion of multidimensional poor of the northern population, from 30.71% in 2006 to 25.79% in 2013. As for isolated analysis of metropolitan regions in urban and rural areas, it was found that poverty was more intense in rural areas.
Descritores: Pobreza
Política Pública
Amostragem
Indicadores Sociais
-Indicadores Econômicos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  7 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-620898
Autor: Campos, Ana Cristina Viana; Borges, Carolina Marques; Leles, Cláudio Rodrigues; Vargas, Andréa Maria Duarte; Ferreira, Efigênia Ferreira e.
Título: Indicadores socioeconômicos e de saúde da Atenção Básica nos municípios da região metropolitana de Belo Horizonte / Socioeconomic and health indicators of primary health care in the metropolitan region of Belo Horizonte
Fonte: Arq. odontol;48(1):6-12, 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: investigar a associação entre os indicadores socioeconômicos e de saúde da Atenção Básica nos municípios da Região Metropolitana de Belo Horizonte, Minas Gerais. Materias e Métodos: estudo ecológico com utilização de dados secundários referentes à Região Metropolitana de Belo Horizonte. As variáveis dependentes foram os indicadores de saúde geral e de saúde bucal da Atenção Básica. As variáveis exploratórias foram taxa de alfabetização, Índice de Desenvolvimento Humano, Índice de Gini e Índice Mineiro de Responsabilidade Social. A análise de Cluster Hierárquico foi realizada para segmentação dos municípiosa partir dos indicadores socioeconômicos, por meio do método Between-linkage group e a medida Distância Euclidiana Quadrática. A comparação dos indicadores de saúde da Atenção Básica entre os clusters foi feita através do teste t-Student, com nível de significância estabelecido em 5%. Resultados: os municípios foramagrupados em dois clusters: 1) piores indicadores socioeconômicos (N=23) e 2) melhores (N=10). O cluster 1apresentou maiores cobertura da Estratégia de Saúde da Família e média anual de visitas domiciliares (76,6 ±32,5; 6,1 ± 24,6, respectivamente) do que o cluster 2 (70,4 ± 27,9; 0,8 ± 0,6, respectivamente) (p < 0,05). Emrelação aos indicadores de Saúde Bucal não houve diferenças estatisticamente significantes entre os clusters.Conclusão: sugere-se que há uma associação entre municípios da região metropolitana de Belo Horizontecom piores indicadores socioeconômicos e maior cobertura da Saúde da Família e média de visita domiciliar.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Serviços de Saúde Bucal
-Indicadores Econômicos
Indicadores Sociais
Responsável: BR365.1 - BIB - Biblioteca


  8 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-985277
Autor: Jannuzzi, Paulo de Martino.
Título: A importância da informação estatística para as políticas sociais no Brasil: breve reflexão sobre a experiência do passado para considerar no presente / The importance of statistical information for social policies in Brazil: brief reflection on past experience to consider at present
Fonte: Rev. bras. estud. popul;35(1):e0055, 2018.
Idioma: pt.
Descritores: Características da População
Interpretação Estatística de Dados
Censos
Iniquidade Social/estatística & dados numéricos
Determinantes Sociais da Saúde
-Pobreza
Política Pública
Indicadores Sociais
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  9 / 379 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-914277
Autor: Fernández, José Fernando Tabares; Molina, Víctor Alonso; Franco, Saúl Antonio.
Título: Pluriversidad y ontologías múltiples. Otras miradas a la política pública del deporte en Colombia / Pluriversidade e múltiplas ontologias. Outras visões sobre a política pública de esporte na Colômbia / Pluriversity and multiple ontologies. Other views on the public policy of sport in Colombia
Fonte: Pensar prát. (Impr.);21(2):484-494, abr.-jun.2018. tab.
Idioma: pt.
Resumo: El artículo se centra en el segundo momento de la investigación indicadores para el deporte en Colombia, problematizándolos como rastros de la política pública. Busca la crítica y proposi-ción de marcos coherentes con horizontes tales como desarrollo humano, convivencia, paz y objetivos del Plan. Las fuentes utilizadas fueron El Plan Decenal del Deporte 2009-2019 y los planes de desarrollo e informes de gestión de las cinco principales ciudades entre 2012-2015. Hasta esta fase se constató la predominancia de indicadores cuantitativos, así como la necesi-dad de construir otros que superen la lógica instrumental y permitan avanzar en la búsqueda de recortes de la realidad más pertinentes con los objetivos del Plan, en un país que en su constitución se reconoce como pluriétnico y multicultural.

Summary the article focuses on the second moment of the research indicators for the sport in Colombia, problematizandolos as traces of public policy. Search for criticism and proposition of mark consistent with horizons such as human development, coexistence, peace and goals of the Plan. The sources used were the ten-year sports Plan 2009-2019, development plans, and annual reports of five major cities between 2012-2015. Up to this stage is found the predomi-nance of quantitative indicators, as well as the need to build others that exceed the instrumen-tal logic and contribute to advance the objectives of the Plan, in a country that in the search for more relevant reality cuts in its Constitution is recognized as multi-ethnic and multicultur-al.

O artigo enfoca o segundo momento de indicadores de pesquisa para o esporte na Colômbia, problematizandolos como vestígios de políticas públicas. Busca de crítica e proposição de marca consistente com horizontes como desenvolvimento humano, a coexistência, a paz e metas do plano. As fontes utilizadas foram o esporte dez anos plano 2009-2019 e planos de desenvolvimento e relatórios anuais das cinco principais cidades entre 2012-2015. Até esta fase encontra-se o predomínio de indicadores quantitativos, bem como a necessidade de cons-truir outros que excedem a lógica instrumental e contribuir para avançar os objetivos do plano, em um país que, na busca de uma realidade mais relevante, cortes em sua constituição é reconhecida como multi-étnica e multicultural.
Descritores: Política Pública
Esportes
Colômbia
Diversidade Cultural
Indicadores Sociais
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR512.1 - Biblioteca Setorial do Centro de Ciências da Saúde


  10 / 379 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-986163
Autor: Carvalho, Fátima Cristina Dias de; Vasconcelos, Thiago Brasileiro de; Arruda, Gisele Maria Melo Soares; Macena, Raimunda Hermelinda Maia.
Título: Modificações nos indicadores sociais da região nordeste após a implementação da atenção primária / Changes in social indicators of the northeastern region after the implementation of primary health care / Modificaciones en los indicadores sociales de la región nordeste después de la implementación de la atención primaria
Fonte: Trab. educ. saúde;17(2):e0018925, 2019. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O objetivo foi descrever a implementação da Atenção Primária à Saúde no Nordeste brasileiro e sua correlação com os indicadores sociais. Trata-se de estudo ecológico com dados do Departamento de Atenção Básica do Ministério da Saúde e Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, tendo como variável de estudo o número de Agentes Comunitário de Saúde, Equipes de Saúde da Família e Núcleos de Apoio à Saúde da Família. O cálculo da tendência temporal de Agentes Comunitários de Saúde e Equipes de Saúde da Família foi realizado por regressão joinpoint de Poisson. Foi observada correlação forte (r ≥ 0,7) entre os indicadores sociais e a implantação da Atenção Primária à Saúde e do Núcleo de Saúde da Família na região Nordeste, esgotamento sanitário ina-dequado, taxa de fecundidade total, domicílio com água encanada, percentual de domicílios com coleta de lixo, esperança de vida ao nascer, taxa de envelhecimento e probabilidade de sobreviver até 60 anos. As variáveis de desenvolvimento e de saúde apresentaram modificação no coeficiente de correlação e de determinação, com significância estatística (p < 0,05). Há uma tendência temporal de crescimento na implantação da Atenção Primária à Saúde no Nordeste, bem como a existência de forte correlação entre os indicadores sociais e de saúde.

Abstract The goal of the present study was to describe the implementation of Primary Health Care in the Northeastern Region of Brazil and its correlation with social indicators. It is an ecological study with data from the Primary Health Care Department (Departamento de Atenção Básica, in Portuguese) of the Brazilian Ministry of Health and from the Brazilian Institute of Geography and Statistics (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, in Portuguese), and the variable of the study is the number of Community Health Workers, Health of the Family Teams and Health of the Family Support Centers. The calculation of the time trend of the Community Health Workers and of the Health of the Family Teams was performed using Poisson's joinpoint regression. We observed a strong correlation (r ≥ 0.7) between the social indicators and the implementation of Primary Health Care and of the Health of the Family Center in the Northeastern Region, inadequate sanitary sewage systems, total fertility rate, houses with indoor plumbing, percentage of houses with garbage collection, life expectancy at birth, aging rate, and probability of living until the age of 60 years. The health and development variables presented a statistically significant (p < 0.05) change in the correlation and determination coefficient. There is a time trend regarding the increase in the implementation of Primary Health Care in the Northeast, and there is also a strong correlation between the social and health indicators.

Resumen El objetivo fue describir la implementación de la Atención Primaria de la Salud en el Nordeste brasileño y su correlación con los indicadores sociales. Se trata de un estudio ecológico con datos del Departamento de Atención Básica del Ministerio de Salud de Brasil y del Instituto Brasileño de Geografía y Estadística, tomando como variable de estudio el número de Agentes Comunitarios de Salud, Equipos de Salud de la Familia y Núcleos de Apoyo a la Salud de la Familia. El cálculo de la tendencia temporal de Agentes Comunitarios de Salud y Equipos de Salud de la Familia fue realizado por la regresión joinpoint de Poisson. Se observó una fuerte correlación (r ≥ 0,7) entre los indicadores sociales y la implantación de la Atención Primaria de la Salud y del Núcleo de Salud de la Familia en la región Nordeste, alcantarillado sanitario inadecuado, tasa de fecundidad general, domicilio con agua entubada, porcentaje de domicilios con servicio de recolección de residuos, esperanza de vida al nacer, tasa de envejecimiento y probabilidad de sobrevivir hasta los 60 años. Las variables de desarrollo y salud presentaron modificación en el coeficiente de correlación y de determinación, con significación estadística (p < 0,05). Se observa una tendencia temporal de crecimiento en la implantación de la Atención Primaria de la Salud en el Nordeste, así como la existencia de una fuerte correlación entre los indicadores sociales y de salud.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde Pública
Saúde da Família
Indicadores Sociais
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR15.3 - Biblioteca Emília Bustamante



página 1 de 38 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde