Base de dados : LILACS
Pesquisa : SH1.050.020 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 3 [refinar]
Mostrando: 1 .. 3   no formato [Detalhado]

página 1 de 1

  1 / 3 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-980888
Autor: Araújo, Kizi Mendonça de.
Título: Por uma ciência democrática e cidadã / On behalf of a democratic and citizen science / En defensa de la ciencia democrática y ciudadana
Fonte: RECIIS (Online);12(4):354-356, out.-dez. 2018.
Idioma: pt.
Descritores: Ciência
Democracia
Participação Cidadã em Ciência e Tecnologia
Promoção da Saúde
Direitos Humanos
-Pesquisadores
Sistema Único de Saúde
Constituição e Estatutos
Atividades Científicas e Tecnológicas
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  2 / 3 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-859769
Autor: Narita, Stella(edt).
Título: Direitos sociais: direitos humanos a serem universalizados / Social rights: universalizing human rights
Fonte: Rev. psicol. (Fortaleza, Online);1(1):[115-129], jan.-jul. 2010.
Idioma: pt.
Resumo: O presente trabalho discorre sobre o tema direitos humanos e, particularmente, sobre os direitos sociais, que ganham concretude por meio das políticas públicas. Problematiza e levanta questões sobre a efetivação (ou não) dos direitos sociais e discute aspectos psicossociais que afetam os indivíduos e a sociedade, na medida em que a conquista formal dos direitos sociais não implica em implementação prática desses direitos para determinados grupos sociais. O Estado - democrático e de direito - existe formalmente mas, de fato, grande parte da população vive sob a condição de nãocidadania, participando de um contrato social excludente, em um não-Estado de direito.

This paper discourses about human rights and especially about the social rights that are becoming more concrete through the public policies. It addresses problems and raises questions about whether to bring into the effect (or not) social rights and discusses psychosocial aspects affecting both the individuals and the society, as long as formal achievement of social rights does not imply practical implementation of these rights for specific social groups. The Democratic government and the State of Law exist, but in fact a large part of the population does not enjoy full citizen rights, taking part in an excluding social contract, in a non State of Law.
Descritores: Direitos Humanos
-Participação Cidadã em Ciência e Tecnologia
ERYTHROCYTES, ABNORMALABATTOIRS
Psicologia Social
Marginalização Social
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR6.3 - Biblioteca de Ciências Humanas


  3 / 3 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-829374
Autor: Tokuda, André Masao Peres; Peres, Wiliam Siqueira; Andrêo, Caio.
Título: Família, Gênero e Emancipação Psicossocial / Family, Gender and Psychosocial Emancipation / Familia, Género y la Emancipación Psicosocial
Fonte: Psicol. ciênc. prof;36(4):921-931, out.-dez. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O contemporâneo aponta crises de paradigmas que solicitam mudanças conceituais nas composições familiares, em suas relações e estratégias de poder. Estas mudanças atingem principalmente as mulheres, porém, ainda ocorrem diversos modos de violências contra elas, como as de gênero. Estas análises se mostram presentes na experiência de estágio curricular em Psicologia Clínica, realizada em uma vila periférica por graduando(a)s de Psicologia. Este cenário aponta para regulações e controles sobre os corpos, sexos, sexualidade, gênero e práticas relacionais dentro da própria família, na qual ainda se mantêm estilos de vida restritos a padrões heteronormativos que excluem outros arranjos possíveis de composições familiares e relacionais. Desta forma, queremos problematizar as diversas experiências que despotencializam as mulheres, e também propor uma Psicologia Política de promoção dos direitos sexuais e humanos que contemplem uma vida em que as pessoas possam ter seus desejos e singularidades respeitadas, para que alcancem emancipação psicossocial e tenham acesso à cidadania....(AU)

Abstract Modern times point out paradigm crisis that require conceptual changes in the compositions family, their relationships and power strategies. These modifications affect women in particular, however, there are other several kinds of violence versus women, among them, the ones related to gender. These analysis were studied during the Clinic Psychology curricular apprenticeship, which took place in a suburb, by Psychology undergraduates. This panorama points out to regulations and control over ones’ bodies, sexes, genders, sexualities and other related practices inside their own family, in which heteronormative standards are still kept and other possible types of family formations and relations are excluded. This way we want to problematize the different thoughts that disempower women, and, moreover, the conception of a Political Psychology to promote sexual and human rights, enabling people to find out their own desires and singularities and leading them to social emancipation....(AU)

Resumen Los tiempos modernos señalan crisis de paradigma que requiere cambios conceptuales en la familia, sus relaciones de poder. Estas modificaciones afectan mujeres en particular, sin embargo, hay otros varios tipos de violencia contra las mujeres, las relacionadas con el género. Estos análisis se estudiaron durante el aprendizaje curricular en Psicología Clínica, por los estudiantes de Psicología. Este panorama apunta el control sobre los cuerpos, géneros, sexualidade y otras prácticas relacionadas dentro de propia familia, en el que las normas heteronormativas todavía se mantienen y otros posibles tipos de formaciones de la familia y las relaciones son excluidos. De esta manera queremos problematizar los pensamientos que discapacitan a las mujeres, y, por otra parte, la concepción de una Psicología Política promotora los derechos sexuales y humanos, lo que permite la gente a descubrir sus propios deseos y las singularidades y los lleva a la emancipación social....(AU)
Descritores: Família
Direitos Humanos
Psicologia Clínica
Psicologia Social
Sexualidade
Violência
Mulheres
-Participação Cidadã em Ciência e Tecnologia
Estilo de Vida Saudável
Inter-Relação
Mudança Social
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 1
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde