Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP1.001 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1825 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 183 ir para página                         

  1 / 1825 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: lil-705611
Autor: Mantelo Cecilio, Hellen Pollyanna; de Araújo Lopes, Simone; Antoniassi Baldissera, Vanessa Denardi; Carreira, Lígia.
Título: Reorganization of elderly care in a primary health care service through the Altadir method of popular planning / Reorganización de la atención a las personas mayores en un servicio de atención básica de salud utilizando el método Altadir de planificación popular / Reorganização do atendimento ao idoso no serviço de atenção básica de saúde através do método Altadir de Planejamento Popular
Fonte: Invest. educ. enferm;31(3):480-486, Sept.-Dec. 2013. tab.
Idioma: en.
Resumo: This paper's objective was to describe the experience of students and professors in selecting problems and developing strategies to solve these problems using the Altadir method of popular planning during the undergraduate nursing program at the State University of Maringá, Paraná (Brazil). The problem selected was care provided to elderly patients in a primary health care service. This paper provides a reflection on the use of the Altadir method to improve the quality of care delivered to this population.

Este artículo tuvo como objetivo describir la experiencia de los estudiantes y profesores en la selección de problemas y elaboración de estrategias para su solución mediante la utilización del método Altadir de planificación popular durante el desarrollo del curso de graduación en Enfermería de la Universidad Estatal de Maringá, Paraná (Brasil). El problema seleccionado fue la atención que recibían las personas mayores en un servicio de atención básica de salud. Se reflexiona sobre la utilidad del empleo del método Altadir para el mejoramiento de la calidad de la atención de este grupo poblacional.

Este artigo teve como objetivo descrever a experiência dos estudantes e professores na seleção de problemas e elaboração de estratégias para sua solução mediante a utilização do método Altadir de planejamento popular durante o desenvolvimento do curso de graduação em Enfermaria da Universidade Estatal de Maringá, Paraná (Brasil). O problema selecionado foi o atendimento que recebiam as pessoas maiores num serviço de atendimento básico de saúde. Reflexiona-se sobre a utilidade do emprego do método Altadir para o melhoramento da qualidade do atendimento deste grupo populacional.
Descritores: Direitos dos Idosos
Idoso
Políticas Públicas de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: CO103.1 - Biblioteca


  2 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1151894
Autor: Lovera Arellano, Amanda Asunción.
Título: Desarrollo de la medicina tradicional y complementaria en el Perú / Development of traditional medicine and complementary in Peru
Fonte: In: Sousa, Islândia Carvalho; Guimarães, Maria Beatriz; Gallego Pérez, Daniel F. Experiências e reflexões sobre medicinas tradicionais, complementares e integrativas em sistemas de saúde nas Américas / Experiencias y reflexiones sobre medicinas tradicionales, complementarias e integradoras en los sistemas de salud de las Américas. Recife, Fiocruz/PE;ObservaPICS, 2021. p.45-45, graf, ilus.
Idioma: es.
Resumo: El sistema actual de salud en el Perú, está regido por la Ley General de Salud Nº 26842, promulgada el 9 de julio de 1997 y menciona, en el Título XVII: que la promoción de la medicina tradicional es de interés y atención preferente del Estado. Sin embargo no existe una ley o política que regule el uso de la medicina tradicional y complementaria, pero ya se encuentra en el Congreso de la República la propuesta de Ley 1489/2016-CR, que regula el ejercicio y la práctica de la medicina alternativa y complementaria, habiendo sido aprobada por la Comisión de Salud y Población, conjuntamente con otras dos propuestas.
Descritores: Terapias Complementares
Políticas Públicas de Saúde
Medicina Tradicional
-Peru
Atenção Primária à Saúde
Responsável: BR1.1 - BIREME


  3 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Meneghim, Marcelo de Castro
Texto completo
Id: biblio-849014
Autor: Fonseca, Emílio Prado da; Fonseca, Suelen Garcia Oliveira da; Meneghim, Marcelo de Castro.
Título: Análise do acesso aos serviços odontológicos públicos no Brasil / Analysis of public dental services access in Brazil
Fonte: ABCS health sci;42(2):85-92, ago. 29, 2017. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O acesso à saúde bucal tem sido analisado como parte do processo de integralidade do cuidado. Este trabalho teve como objetivo revisar a literatura científica brasileira sobre acesso à saúde bucal entre 2007 e 2014. A partir da pergunta formulada, foram revisadas as bases de dados PubMed/MEDLINE, LILACS, SciELO, Scopus e BIREME/BVS. Além de aspas para palavras compostas, para serem recuperadas juntas, foram utilizados operadores booleanos para ampliar ou especificar a pesquisa em busca da melhor informação. Foram selecionados descritores válidos e aplicados os filtros: texto completo, idiomas (inglês e português), ano, assunto e tipo de documento (artigo completo). Fizeram parte da análise 35 artigos. Houve uma grande diversidade no percurso metodológico (desenho) dos estudos, sendo 24 (68,57%) do tipo epidemiológico transversal e 5 (14,28%) do tipo epidemiológico ecológico. O maior nível de evidência científica encontrado foi do tipo ensaio comunitário, utilizado em apenas 1 (2,85%) artigo. Não foi encontrado nenhum artigo do tipo epidemiológico longitudinal. No presente estudo, identificou-se o acesso à saúde bucal como um dispositivo transformador da realidade, modulado por aspectos contextuais, de serviço e individuais.

Access to oral health has been examined as part of the process of integrality in health care. This paper aimed to review the Brazilian scientific literature on access to oral health between 2007 and 2014. From the elaborated question, these databases were reviewed: PubMed/MEDLINE, LILACS, SciELO, Scopus and Bireme/BVS. In addition to the use of quotation marks for compound words to be retrieved together,boolean operators were applied to expand or specify the search for the best information. Valid descriptors were selected and, then, filters applied: full text, languages (English and Portuguese), year, subject and type of document (full article). A total of 35 articles were selected. There was a great diversity in methodology of the studies, as 24 (68.57%) were cross section and 5 (14.28%) were articles with an ecological approach. The highest level of scientific evidence found was the community trial and was used in only one article (2.85%). It was not found any longitudinal article. It was possible to identify the access to oral health as a device transformer of reality, modulated by contextual, services and individuals factors.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Brasil
Saúde Bucal
Acesso aos Serviços de Saúde
-Acesso Universal aos Serviços de Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Disparidades nos Níveis de Saúde
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  4 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177506
Autor: Cayres, Alina Zoqui de Freitas.
Título: Avanços e recuos na implantação da Rede de Atenção Psicossocial no Estado de São Paulo: regiões de saúde e pactuações interfederativas / Advances and setbacks in the implementation of the Psychosocial Care Network in the State of São Paulo: health regions and inter-federative agreements.
Fonte: São Paulo; s.n; 2020. 258 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O Sistema Único de Saúde (SUS), desde o Pacto pela Saúde, em 2006, passou oficialmente a organizar as ações e serviços de saúde de forma regionalizada, indicar as responsabilidades de cada ente federado e a legitimar ações pactuadas em instâncias colegiadas deliberativas. As regiões de saúde foram constituídas de acordo com a disponibilidade de serviços da atenção básica à média e alta complexidade em uma demarcação geográfica que envolve dado agrupamento de municípios que necessitam desses serviços. A garantia da atenção psicossocial e a Rede de Atenção Psicossocial (RAPS) foi indicada como prioridade e uma das condições para a constituição dessas regiões. Sua função é disponibilizar acesso e organizar ofertas de atendimento às pessoas em sofrimento psíquico, por meio de diferentes modalidades e níveis de complexidade. Na proposta de rede é necessária a elaboração coletiva de um plano de ação regional que deve ser discutido e pactuado em espaços colegiados consultivos e deliberativos de instâncias locais, regionais e estaduais. A partir desses processos, o estudo analisou os avanços e recuos na implantação da RAPS no Estado de São Paulo, em termos das regiões de saúde e das pactuações interfederativas, por meio do Grupo Condutor Estadual (GCE). Trata-se de pesquisa qualitativa, embora tenha realizado levantamento de normativas e dados quantitativos em bases públicas, para subsidiar as discussões da pesquisa. Foram 3 processos de coleta de dados: 1) Acesso a dados em fontes públicas, normas, portarias e documentos oficiais referentes às políticas públicas de Saúde Mental; 2) Consulta a documentos produzidos no GCE; 3) Entrevistas semiestruturadas com membros do GCE (sobre os dados levantados e ações do grupo). Os dados indicaram que há diferenças entre as regiões do Estado de São Paulo, onde a associação de uma maior ou menor cobertura da Atenção Básica e dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de uma região pode relacionar-se com a frequência das internações em psiquiatria realizadas ou recebidas nessa mesma região. É possível que esse fenômeno esteja ligado a uma lógica de funcionamento mais ou menos medico-centrada e hospitalocêntrica (principalmente em regiões com hospitais psiquiátricos), geralmente associado com uma história regional pregressa. Assim como, por conta dessa história, a RAPS paulista convive com a presença de alguns serviços que não se enquadram aos pontos de atenção previstos e às vezes funcionam apartados de sua dinâmica. Observou-se também que as internações são mais prolongadas nas regiões com hospitais psiquiátricos, com risco de gerar novos moradores nestes serviços. E que no perfil dessas internações há aumento de casos relacionados com o uso prejudicial de álcool e drogas. Essas características, associadas com as mudanças na estrutura dos pontos de atenção da RAPS pela publicação da Portaria 3.588/2017 (reforçada em polêmica nota técnica que versa sobre uma pretensa nova política de saúde mental), incluindo o hospital psiquiátrico como serviço previsto em sua estrutura, podem dificultar o processo de desinstitucionalização em andamento no Estado, fragilizar o modelo da atenção psicossocial e dificultar a continuidade da reforma psiquiátrica. Cabe questionar eticamente sobre as consequências que uma internação a longo prazo acarreta tal como a lógica hospitalocêntrica que coexiste na RAPS. É no trabalho micropolítico da rede que será possível fazer um movimento de crítica e ruptura a esse funcionamento quando se oferece as condições de possibilidade necessárias a essa finalidade, como maior investimento físico e formativo nos serviços. Realizar um acompanhamento mais sistemático das informações das regiões e redes de saúde e oferecer apoio técnico regional nas instâncias colegiadas, como os Grupos Condutores Regionais (GCR) e o GCE e às equipes de saúde, podem ajudar a fortalecer a RAPS. É possível que a autonomia entre os entes federados e a descentralização das políticas sustentem o modelo de atenção psicossocial preconizado pela reforma psiquiátrica e a luta antimanicomial, mesmo que de forma desigual nos territórios, a depender das posições e disputas políticas locais e regionais. Contudo, a pesquisa não desconsidera o impacto que as mudanças nas políticas de saúde mental, efeito de um momento de contrarreforma psiquiátrica, associado as diferenças regionais, as transições de gestores, as pactuações e repactuações nos diferentes níveis de gestão e o próprio cenário atual de crise, acarretam nos avanços e recuos dos processos da RAPS.

The Unified Health System (SUS), since the Pact for Health, in 2006, has officially started to organize health actions and services in a regionalized way, indicating the responsibilities of each federated entity, and legitimizing actions agreed in deliberative collegiate instances. The health regions were constituted according to the availability of primary care services for medium and high complexity, in a geographical demarcation that comprehends a given group of municipalities in need of such services. The guarantee of psychosocial care and the Psychosocial Care Network (RAPS) was indicated as a priority and one of the conditions for the constitution of these regions. The RAPS aim is to provide access and organize provision of such care to people in psychological distress, through different modalities and levels of complexity. For the network proposal, the collective elaboration of a regional plan of action is required; one that should be discussed in and agreed upon by local, regional and state consultative and deliberative boards. Starting from these processes, this study analyzed the advances and setbacks in the implementation of RAPS in the State of São Paulo, regarding health regions and inter-federative agreements, through the State Conductor Group (GCE). Although it is qualitative research, a survey of norms and quantitative data on public bases to support the research discussions, was conducted. We followed three data collection processes: 1) Access to data from public sources, rules, ordinances and official documents related to public mental health policies; 2) Consultation of documents produced at the GCE; 3) Semi-structured interviews with GCE members (about the data collected and the group's actions). The data indicated that there are differences between the regions of the State of São Paulo, where the association of a more or less extended coverage of Primary Care and Psychosocial Care Centers (CAPS) in a region may be related to the frequency of hospitalizations for psychiatric care made or received in the same region. This phenomenon may also be linked to a logic of operation more or less medic-centered and hospital admission centric (mainly in regions where there are psychiatric hospitals), generally associated with a previous regional history. Likewise, the RAPS in the state of São Paulo, due to this past, coexist with the practice of some services that do not fit the expected points of attention, and sometimes work aside their dynamics. It was also observed that hospitalisations are longer in regions with psychiatric hospitals, risking to create a precedent by accepting new permanent residents in these premises. Furthermore, there is an increase in cases related to chemical dependence. These characteristics, associated with the changes in the structure of the RAPS points of care, effectuated by the publication of Ordinance 3,588 / 2017 (reinforced in a controversial technical note), which includes the psychiatric hospital as centres of service provided for in its structure, may hinder the ongoing de-institutionalization process in the State, weaken the psychosocial care model and obstruct the continuation of the psychiatric reform. One must question the ethics and consequences of long-term hospitalisation; practice adopted by the hospital-centered logic that coexists in RAPS . It is through the network's micropolitical work that it will be possible to make a critical and disruptive movement, by offering the necessary possibilities, such as greater physical investment, and also in the qualification of service. The undertaking of more systematic monitoring of information received from regions and health networks, the offer of regional technical support in collegiate bodies such as the Regional Conductor Group (GCR) and GCE and health teams, should help to strengthen the RAPS. It is possible that the autonomy of the federated entities and the decentralization of policies support the psychosocial care model advocated by the psychiatric reform and the anti-asylum struggle, even if unevenly in the territories, and subject to local and regional political positions and disputes. The research does not disregard, though, the impact that changes in mental health policies has, added by the effect of a moment of psychiatric counter-reform, regional differences, managers' transitions, pacts and renegotiations at different levels of management, and the current scenario of crisis, as key players in the advances and setbacks in RAPS processes.
Descritores: Saúde Mental
Pesquisa Qualitativa
Políticas Públicas de Saúde
Serviços de Saúde Mental
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1157016
Autor: Silva, Emily Eunice Dal Prá da; Freitas, Flávio Braga de; Metelski, Fernanda Karla; Magro, Márcia Luiza Pit Dal.
Título: Suporte em saúde mental às agentes comunitárias de saúde: o espaço protegido dos grupos interativos / Mental health support for community health agents: interactive groups as protected space / Soporte en salud mental a las agentes comunitarias de salud: el espacio protegido de los grupos interactivos
Fonte: Vínculo;17(2):46-66, jul.-dez. 2020. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: As Agentes Comunitárias de Saúde colaboram com a consolidação da Política Nacional de Humanização, para o que são fundamentais questões como acolhimento, responsabilização e vínculo. Isso impõem demandas psíquicas à essas trabalhadoras e exige ações de respaldo às mesmas. Este estudo teve por objetivo compreender as contribuições de um Grupo Interativo para o suporte em saúde mental às Agentes com vistas ao cuidado humanizado. A metodologia utilizada foi o estudo de caso clínico na perspectiva psicanalítica, de um Grupo Interativo com as Agentes. A elaboração teórica do caso indica que as vivências intoleráveis e os sentimentos pessoais impensáveis e reprimidos gerados pelas experiências pessoais e do trabalho que não podiam ser expressos e elaborados, emergiam de modo inconsciente na forma de atuações, dificultando as relações laborais e o próprio cuidado inerente ao fazer das Agentes. Por sua vez, o Grupo Interativo contribuiu para as Agentes compreenderem e expressarem suas atuações, e ressignificarem vivências traumáticas. Conclui-se que o suporte em saúde mental possibilitado pelo Grupo Interativo gerou desenvolvimento das Agentes, com potencial para o cuidado humanizado.

Community Health Agents collaborate with National Humanization Policy consolidation, for which issues such as reception, accountability and bonding are fundamental. This imposes psychological demands on these workers and requires actions to support them. This study aimed to understand Interactive Group contributions as Agents' mental health support aiming for humanized care. The methodology used was clinical case study, in the psychoanalytic perspective. The theoretical elaboration of the case indicates that intolerable experiences and unthinkable and repressed personal feelings generated by personal and work experiences that could not be expressed and working-through, emerged unconsciously in the form of acting in, hindering labor relations and people health care. In turn, Interactive Group contributed to the Agents to understand and express their actions, and to re-signify traumatic experiences. It is concluded that the support in mental health made possible by the Interactive Group generated Agents' development, with the potential for humanized care.

Las Agentes Comunitarias de Salud colaboran con la consolidación de la Política Nacional de Humanización, por lo que son fundamentales cuestiones como acogimiento, responsabilidad y vínculo. Eso impone demandas psíquicas a esas trabajadoras y exige acciones de respaldo a las mismas. Este estudio tuvo por objetivo comprender las contribuciones de un Grupo Interactivo para soporte en salud mental a las Agentes con vistas al cuidado humanizado. La metodología utilizada fue el estudio de casos clínicos en la perspectiva psicoanalítica de un Grupo Interactivo con las Agentes. La elaboración teórica del caso sugiere que las vivencias intolerables y los sentimientos personales impensables y reprimidos generados por las experiencias personales y del trabajo que no se podían expresar y elaborar surgieron de modo inconsciente como actuaciones, dificultando las relaciones laborales y el propio cuidado inherente al quehacer de las Agentes. A su vez, el Grupo Interactivo contribuyó para que las Agentes comprendan y expresen sus actuaciones y den un nuevo significado a las vivencias traumáticas. Se concluye que el soporte en salud mental posibilitado por el Grupo Interactivo generó el desarrollo de las Agentes, con potencial para el cuidado humanizado.
Descritores: Relações Trabalhistas
Saúde Mental
Agentes Comunitários de Saúde
Assistência à Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Humanização da Assistência
Acolhimento
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  6 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1145569
Autor: Waetge, Tatiana Sanjuan Ganem; Machado, Carlos José Saldanha.
Título: A realidade das informações da política de medicamentos especializados nos websites das Secretarias Estaduais de Saúde / The reality of the information of the specialized drug policy on the websites of the State Health Departments / La realidad de la información especializada sobre políticas de medicamentos en los sitios web del Departamento de Salud del Estado
Fonte: RECIIS (Online);14(4):926-941, out.-dez. 2020. ilus, graf.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo desse artigo é analisar como os sites das Secretarias Estaduais de Saúde da Paraíba, Bahia, Santa Catarina e Rio Grande do Sul disponibilizam informações sobre a política de medicamentos brasileira para os usuários do SUS. Com base em uma metodologia qualitativa, observa-se uma variedade de formas de organização e apresentação das informações estruturadas em uma linguagem predominantemente técnica, em desacordo com o nível de instrução da população, em oposição à uma comunicação pública que deve ser, segundo a norma legal, acessível e compreensível por gestores, profissionais e atores da sociedade civil, superando o linguajar do corpo técnico-burocrático para que a política pública seja apropriada pela sociedade. Ao identificar uma distância existente entre lei e realidade, conclui-se enunciando limites e desafios a serem superados pelos agentes políticos no aprofundamento e desenvolvimento de metodologias voltadas para a qualidade do acesso às informações da política pública de medicamentos pela população.

The objective of this article is to analyze how the websites of the State Health Departments of Paraíba, Bahia, Santa Catarina and Rio Grande do Sul provide information about the Brazilian drug policy for SUS users. Based on a qualitative methodology, a variety of forms of organization and presentation of structured information are observed in a predominantly technical language, in disagreement with the level of education of the population of these states, as opposed to a public communication that must be, according to the legal norm, accessible and understandable by managers, professionals and civil society actors, overcoming the language of the technical-bureaucratic body so that public policy is appropriated by society. When identifying a distance between law and reality, it concludes by stating a limits and challenges to be overcome by the political agents in the deepening and development of methodologies focused on the quality of access to information on public policy of medicines by the population.

El propósito de este documento es analizar cómo los sitios web de los Departamentos de Salud del Estado de Paraíba, Bahía, Santa Catarina y Rio Grande do Sul proporcionan información sobre la política de drogas de Brasil a los usuarios del SUS. Basado en una metodología cualitativa, se puede observar una variedad de formas de organización y presentación de información estructurada en un lenguaje predominantemente técnico, en desacuerdo con el nivel educativo de la población, en oposición a una comunicación pública que debe ser, según la norma, legal, accesible y comprensible para gerentes, profesionales y actores de la sociedad civil, superando el lenguaje del cuerpo técnico-burocrático para que la sociedad se apropie de las políticas públicas. Al identificar una distancia existente entre la ley y la realidad, concluimos estableciendo límites y desafíos que deben superar los agentes políticos en la profundización y el desarrollo de metodologías dirigidas a la calidad del acceso a la información de las políticas públicas sobre medicamentos por parte de la población.
Descritores: Redes de Comunicação de Computadores
Serviços de Informação sobre Medicamentos
Medicamentos do Componente Especializado da Assistência Farmacêutica
Política Nacional de Medicamentos
Acesso a Medicamentos Essenciais e Tecnologias em Saúde
Governo Eletrônico
-Sistema Único de Saúde
Características de Residência/estatística & dados numéricos
Alocação de Custos
Pesquisa Qualitativa
Escolaridade
Políticas Públicas de Saúde
Saúde da População
Limites: Humanos
Adolescente
Adulto
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública


  7 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: lil-791564
Autor: Laurell, Asa Cristina.
Título: Proyectos políticos y opciones de salud en América Latina* (Ideología, discurso y realidades) / Political projects and health actions in Latin America (Ideology, discourse and realities)
Fonte: Rev. cuba. salud pública;42(3), jul.-set. 2016.
Idioma: es.
Resumo: En prácticamente todo el continente americano la crisis ha servido para imponer bajo una u otra forma proyectos neoliberales. Conviene recordar que estos proyectos van más allá de una serie de medidas económicas y significan una radical redefinición de las relaciones entre las naciones, pero ante todo, entre el Capital y el Trabajo que se sintetiza en los conceptos de globalización, liberalización y desregulación. Abarcan así, el conjunto de los procesos económicos, políticos y sociales y se expresan en una ideología definida. Los valores de fondo de esta ideología son el mercado, la competencia y la desigualdad.1 Contra todas las demostraciones de la inexistencia hoy del libre mercado,2 sostiene que este es el motor del progreso, ya que promueve la competencia entre los individuos movilizando al máximo sus capacidades e inventiva. Pero para que ello ocurra es preciso garantizar la desigualdad porque con igualdad no hay competencia. En el terreno de la política social la centralidad del valor de la desigualdad significa una decisión básica, porque implica el rechazo al concepto de los derechos sociales, máxime cuando su contraparte explícita es la obligación del Estado de garantizarlos para todos los ciudadanos. En la visión neoliberal, la universalidad de los derechos y la igualdad en su goce resultan inaceptables porque violan los principios del mercado y la competencia. Plantea entonces que el bienestar social pertenece al ámbito de lo privado -a la familia o a la iniciativa privada- y solo debe ser tarea pública cuando los privados fallan. Por ello, sostiene que el Estado debe proporcionar una asistencia social mínima únicamente a aquellos que fracasaron en satisfacer sus necesidades básicas,3 eso es, a los más pobres. De esta manera, en oposición a una política social basada en la noción de los derechos sociales universales, el neoliberalismo propone otra, selectiva y asistencialista; en vez de propugnar la universalización de la seguridad social y la ampliación de sus beneficios, formula una política restrictiva y discrecional de caridad pública. Que se presente a esta política como de combate a la pobreza o, incluso, solidaria no cambia en nada su esencia. Sin embargo, la aparición...(AU)
Descritores: Equidade em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
-América Latina
México
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  8 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151568
Autor: Lago, Edith Lucia Mendes; Abrahão, Ana Lúcia; Souza, Ândrea Cardoso de.
Título: Rede Cegonha, política pública para o cuidado da mulher: revisão integrativa / Stork Network, public policy for women's health care: an integrative review / Red Cigüeña, política pública para la atención de la mujer: revisión integrativa
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);19(4), dez. 2020. ilus.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: OBJETIVO: Analisar as produções científicas brasileiras sobre as articulações políticas voltadas ao parto e nascimento para mulheres atendidas nos serviços públicos de saúde. MÉTODO: Revisão integrativa nas bases de dados e portais: SciELO, BDENF, Lilacs e Portal Periódico Capes. Incluíram-se artigos publicados em português ou inglês entre julho de 2011 e dezembro de 2018. Após aplicação dos critérios de inclusão e exclusão, foram avaliados 51 artigos a partir de leitura dos títulos e resumos, destes, foram selecionados 30, que foram analisados na íntegra, permanecendo 8 artigos. RESULTADOS: A análise permitiu inferir três categorias: atuação dos profissionais de saúde, impasses da política da Rede Cegonha e a rede e o cuidado à mulher. DISCUSSÃO: Os profissionais atuam para a construção de uma rede potente e acessível às gestantes e puérperas. CONCLUSÃO: A organização da Rede Cegonha ainda possui lacunas organizacionais e estruturais em relação às boas práticas no pré-natal e parto.

OBJECTIVE: This article aimed to analyze Brazilian scientific productions about the workings of public policies aimed at labor and delivery of women in public health care services. METHOD: This was an integrative review of the following databases and portals: SciELO, BDENF, Lilacs, and the Capes Periodical Portal. Articles published between July 2011 and December 2018, both in Portuguese and English, were included. After applying the inclusion and exclusion criteria, 51 articles were evaluated based on their titles and abstracts, and of these, 30 were selected, which were then fully analyzed. Finally, eight articles remained. RESULTS: The analysis yielded three categories: the performance of health professionals, impasses of the Stork Network policy, and the health network and care provided to women. DISCUSSION: Health professional work to build a powerful and accessible network for pregnant and postpartum women. CONCLUSION: the organization of the Stork Network still has organizational and structural gaps in relation to good practices in prenatal care and childbirth.

OBJETIVO: Analizar la producción científica brasileña sobre articulaciones políticas orientadas al parto y nacimiento para mujeres atendidas en servicios públicos de salud. MÉTODO: Revisión integrativa en bases de datos y portales: SciELO, BDENF, Lilacs y Portal Periódico Capes. Se incluyeron artículos publicados en portugués o inglés, entre julio 2011 y diciembre 2018. Aplicados los criterios de inclusión y exclusión, fueron considerados 51 artículos en base a lectura de títulos y resúmenes; de ellos se seleccionaron 30, de los cuales, luego de análisis integral, resultaron seleccionados 8 artículos. RESULTADOS: El análisis permitió establecer tres categorías: actuación de los profesionales de salud, impasses políticos de la Red Cigüeña y la red, y atención de la mujer. DISCUSIÓN: Los profesionales actúan para construir una red sólida y accesible para embarazadas y puérperas. CONCLUSIÓN: La organización de la Red Cigüeña tiene aún vacíos organizativos y estructurales respecto de buenas prácticas en prenatal y parto.
Descritores: Saúde da Mulher
Parto Humanizado
Parto
Gestantes
Políticas Públicas de Saúde
Serviços de Saúde Materno-Infantil
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  9 / 1825 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151565
Autor: Cabral, Luciana da Rocha; Grangeiro, Mikaelly Vasconcelos; Veras, Maria Auxiliadora Alves Vasconcelos; Cabral, Juliana da Rocha; Cavalcante, Edilma Gomes Rocha; Oliveira, Regina Célia de.
Título: Confronting COVID-19 in a health care region: a document analysis / Enfrentamento à COVID-19 em uma regional de saúde: uma análise documental / Enfrentando el COVID-19 en un centro de salud regional: un análisis de documentos
Fonte: Online braz. j. nurs. (Online);19(4), dez. 2020. ilus.
Idioma: en; es; pt.
Resumo: OBJECTIVE: Recognizing the importance of the tertiary Health Care Network (HCN) in confronting COVID-19, a document review was developed based on ordinances, decrees, and laws of the State of Pernambuco and the Federal Union that enabled the reorganization of health services. METHOD: A descriptive study, with document analysis of the municipal legal norms of the VII Regional Health Management of Pernambuco, using Bardin's analysis. RESULTS: Two categories were established: planning to face a Public Health Emergency of International Concern, and financial allocation to strengthen actions against COVID-19. DISCUSSION: Implementation of an emphasis on social distancing and use of facemasks, and expansion of hospital beds occurred. Tripartite efforts of (co)management and (co)financing were required. CONCLUSION: Due to this ongoing emergency situation, it is possible to anticipate some potential for reorganization, using the legal framework and experience in the state and municipalities.

OBJETIVO: reconhecendo a importância da RAS terciária no enfrentamento da COVID-19, buscou-se realizar uma revisão documental de portarias, decretos e leis tangenciais do Estado de Pernambuco e da União que permitiram a reorganização dos serviços de saúde. MÉTODO: Estudo descritivo, de análise documental das normativas legais, pertencentes aos municípios da VII Gerência Região de Saúde de Pernambuco. Utilizou-se análise de Bardin. RESULTADO: Houve agrupamento de duas categorias: planejamento para o enfrentamento de uma emergência de saúde pública de caráter internacional e repasse financeiro para o fortalecimento das ações de combate à COVID-19. DISCUSSÃO: Houve destaque para distanciamento social, uso de máscara e ampliação de leitos hospitalares. Foram demandados esforços tripartites de (co)gestão e (co)financiamento. CONCLUSÃO: Diante dessa situação de emergência ainda não finalizada é possível prever certo potencial da reorganização, por meio do arcabouço legal e experiência no estado e municípios.

OBJETIVO: reconociendo la importancia de la RAS terciaría en el enfrentamiento a la COVID-19; se realizó una revisión de documentos, ordenanzas, decretos y leyes tangenciales del Estado de Pernambuco y la Unión, que permitieron la reorganización de los servicios de salud. MÉTODO: Estudio descriptivo del análisis de la documentación referente a las normas legales que rigen los municipios de la VII Gerencia Regional de la Salud de Pernambuco, utilizando el Análisis de Bardin. RESULTADO: fueron agrupados en dos categorías: planificación para enfrentar la emergencia en salud pública de carácter internacional y repase financiero para fortalecer las acciones de combate al COVID-19. DISCUSIÓN: destacándose el distanciamiento social, uso de mascarilla y ampliación del número de camas hospitalarias. Fueron requeridos esfuerzos tripartitos de cogestión y cofinanciación. CONCLUSIÓN: Ante esta situación de emergencia todavía no finalizada, es posible prever cierto potencial de reorganización a través del marco legal y la experiencia en el estado y los municipios.
Descritores: Infecções por Coronavirus
Normas Jurídicas
Políticas Públicas de Saúde
Pandemias
Serviços de Saúde
-Recursos Financeiros em Saúde
Responsável: BR1342.1 - Biblioteca da Escola de Enfermagem BENF


  10 / 1825 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1151553
Autor: Ribeiro, Polyana de Lima; Cherubim, Daiani Oliveira; Rechia, Flavia Pinhão Nunes de Souza; Padoin, Stela Maris de Mello; Paula, Cristiane Cardoso de.
Título: Dez passos para o sucesso no aleitamento materno: influência na continuidade da amamentação / Ten steps to breastfeeding success: the influence on breastfeeding continuity / Diez pasos para una lactancia exitosa: influencia en la continuidad de la lactancia materna
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);13:451-459, jan.-dez. 2021. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: Avaliar as evidências, de produções científicas brasileiras, acerca da influência dos 10 passos para o sucesso do aleitamento materno na continuidade da amamentação. Método: revisão integrativa de produções científicas brasileiras, desenvolvida em junho de 2017, nas bases eletrônicas de dados LILACS, SCOPUS e PUBMED. Resultados: a normatização da assistência interfere positivamente na continuidade da amamentação. Treinar a equipe de saúde aumenta a prevalência de aleitamento materno. Orientar as vantagens e o manejo da lactação protege contra mastites, aleitamento misto e desmame precoce. Aqueles que receberam apoio no aleitamento materno na primeira meia hora após o parto estiveram mais propensos a mantê-lo no domicílio. Oferta de substitutos do leite materno, chupetas ou bicos artificiais interfere negativamente no estabelecimento e manutenção da amamentação. Conclusão: conclui-se, que os dez passos influenciam na continuidade da amamentação e, portanto, é importante que se amplie a cobertura nacional da IHAC

Objective: To evaluate the evidence of Brazilian scientific production about the influence of the 10 steps to succeed on breastfeeding continuity. Method: integrative review of Brazilian scientific literature developed at the databases LILACS, SCOPUS and MEDLINE in June of 2017. Results: the standardization of care positively interferes on breastfeeding continuity. Health team training increases the prevalence of breastfeeding. Professional orientation on the advantages and management of lactation protects against mastitis, mixed suckling and early weaning. Those who received support in breastfeeding within the first half hour after delivery were more likely to keep it at home. Provision of breast milk substitutes, pacifiers or artificial nipples interferes negatively in stablishing and maintaining breastfeeding. Conclusion: it is concluded that the ten steps influence on the continuity of breastfeeding and, therefore, it is important to expand the Child Friendly Hospital Initiative national coverage

Objetivo: Evaluar la evidencia de la producción científica brasileña sobre la influencia de los 10 pasos para tener éxito en la continuidad de la lactancia materna. Método: revisión integral de la literatura científica brasileña desarrollada en las bases de datos LILACS, SCOPUS y MEDLINE en junio de 2017. Resultados: La estandarización del cuidado interfiere positivamente en la continuidad de la lactancia materna. La capacitación de los equipos de salud aumenta la prevalencia de la lactancia materna. La orientación profesional sobre las ventajas y el manejo de la lactancia protege contra la mastitis, la lactancia mixta y el destete precoz. Aquellos que recibieron apoyo en la lactancia durante la primera media hora después del parto tenían más probabilidades de mantenerlo en casa. La provisión de sustitutos de la leche materna, chupones o pezones artificiales interfiere negativamente en el establecimiento y mantenimiento de la lactancia materna. Conclusión: se concluye que los diez pasos influyen en la continuidad de la lactancia materna y, por tanto, es importante ampliar la cobertura nacional de la Iniciativa Hospital Amigo de los Niños
Descritores: Equipe de Assistência ao Paciente
Aleitamento Materno/instrumentação
Aleitamento Materno/métodos
Educação em Saúde/métodos
-Desmame
Chupetas
Parto
Políticas Públicas de Saúde
Substitutos do Leite Humano
Mastite
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Recém-Nascido
Lactente
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição



página 1 de 183 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde