Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP1.001 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1548 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 155 ir para página                         

  1 / 1548 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1007635
Autor: Lima, Allison Padilha de; Cardoso, Fabrício Bruno.
Título: Atividade física de lazer em idosos com diabetes tipo 2: estudo de base populacional / Physical activity of leisure in elderly type 2 diabetes: population based study
Fonte: Licere (Online);22(2):i:01-f:17, junho.2019. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo teve por objetivo verificar os fatores associados à prática de atividade física de lazer em idosos com diabetes tipo 2. Realizou-se um estudo transversal de base populacional, com 204 idosos com diabetes tipo 2, cadastrados em 4 unidades da saúde da família de Passo Fundo, Rio Grande do Sul. Utilizou-se questionários as variáveis sociodemográficas e de saúde, e o nível de atividade física o questionário internacional de atividade física IPAQ. Foram realizadas análises brutas e multivariadas por regressão de Poisson, com intervalos de confiança de 95% a um p≤0.050. Após análise ajustada para a prática de atividade física de lazer se manterão associadas significativamente as variáveis: faixa etária de 60 a 69 anos (RP: 1,96; IC95%: 1,06-3,62), não ter apresentador dor (RP: 7,20; IC95%: 3,42-15,16) e não ter sofrido quedas nos últimos 6 meses (RP: 1,88; IC95%: 1,01-3,52).

This study aimed to verify the factors associated witch the practice of physical activity of leisure in elderly people with type 2 diabetes. A population-based cross-sectional study was carried out with 204 elderly people with type 2 diabetes, enrolled in 4 health units of the Family of Passo Fundo, Rio Grande do Sul. The sociodemographic and health variables questionnaires were used, and the physical activity level was the International IPAQ physical activity questionnaire. Gross and multivariate analyses were performed by Poisson regresseion, with confidence intervals of 95% at a p≤0.050. After the adjusted analysis for the practice of leisure physical activity, the following variables will be significantly associated: age range from 60 to 69 yeras (RP: 1,96; 95%CI: 1,06-3,62), no presenter pain (RP: 7,20; IC95%: 3,42- 15,16) and did not suffer falls in the last 6 months (RP: 1,88; IC95%: 1,01-3,52).
Descritores: Qualidade de Vida
Idoso
Distribuição de Poisson
Dinâmica Populacional
Doença Crônica
Análise Multivariada
Diabetes Mellitus Tipo 2/epidemiologia
Políticas Públicas de Saúde
Estilo de Vida Sedentário
Envelhecimento Saudável
Promoção da Saúde
Atividades de Lazer
Atividade Motora
Obesidade/epidemiologia
Limites: Seres Humanos
Idoso
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG


  2 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1046468
Autor: Justich, Pablo; Cafiero, Pablo; Bordón, Aníbal; Marquiani, Diego; Manjarin, Pablo; Williams, M Rosario.
Título: Cuidados Especiales Ambulatorios Pediátricos. Construyendo políticas sanitarias desde el primer nivel de atención / Outpatient Pediatric Special Care. Developing health policies at the primary level of care
Fonte: Arch. argent. pediatr;117(6):606-625, dic. 2019. tab, graf.
Idioma: en; es.
Resumo: En 1978, la Organización Mundial de la Salud definió la atención primaria de la salud como pilar fundamental de la salud global. En los últimos años, a las causas habituales de mortalidad (infecciosas, carenciales) se sumaron las provocadas por enfermedades crónicas y degenerativas. Es posible brindar atención de alta complejidad a pacientes sin recursos adecuados para su supervivencia luego del egreso. El sistema de salud no supo adaptarse a este cambio y mantuvo un modelo fragmentado, reactivo y centrado en la enfermedad.La "atención primaria selectiva" permite reorientar las bases de la atención primaria según las características de la población. Un grupo de acciones específicas, dirigidas a una población con vulnerabilidades particulares, potencia las virtudes de la atención primaria de la salud. Se describe el modelo de atención "Cuidados Especiales Ambulatorios Pediátricos" implementado en el Centro de Salud y Acción Comunitaria N.º 5 de la Ciudad de Buenos Aires

In 1978, the World Health Organization defined primary health care as the cornerstone of global health. In recent years, the usual causes of mortality (infections, deficiency diseases) now include chronic and degenerative diseases. It is now possible to provide tertiary care to patients without adequate resources for their survival after discharge. The health system has not been able to adapt to such change and has maintained a fragmented, reactive, disease-centered model."Selective primary care" is useful to redirect primary care bases according to the characteristics of the population. A set of specific measures, targeted at a population with specific vulnerabilities, leverages the power of primary health care. Here we describe the "Outpatient Pediatric Special Care" model of care implemented at the Center for Health and Community Action no. 5, in the Autonomous City of Buenos Aires.
Descritores: Pediatria
Pobreza
Atenção Primária à Saúde
Cuidado da Criança
Doença Crônica
Políticas Públicas de Saúde
Limites: Seres Humanos
Recém-Nascido
Lactente
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR94.1 - Centro de Información Pediatrica


  3 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1051551
Autor: Nascimento, Murilo César do; Silva, José Vitor da; Terra, Fábio de Souza; Rodrigues Júnior, Antonio Luiz.
Título: Significados da dengue para enfermeiros da atenção primária à saúde / Meanings assigned to dengue by primary health care nurses / Significados del dengue para los enfermeros de atención primaria de salud
Fonte: REME rev. min. enferm;23:e-1215, jan.2019.
Idioma: pt.
Resumo: INTRODUÇÃO: a dengue permanece como um importante problema de saúde pública e segue impactando o contexto econômico, social e de saúde da população. OBJETIVO: o objetivo desta pesquisa foi de conhecer os significados da dengue para enfermeiros da Atenção Primária à Saúde de um município sul mineiro. MÉTODO: trata-se de um estudo qualitativo fundamentado na Teoria das Representações Sociais. O trabalho de campo contemplou entrevistas individuais aos 17 Enfermeiros das Equipes de Saúde da Família e Unidades Básicas de Saúde de um município de Minas Gerais, entre junho e julho de 2015. Os depoimentos foram gravados, transcritos e, posteriormente, analisados e apresentados por meio do método do Discurso do Sujeito Coletivo. RESULTADOS: os sign ificados da dengue emersos foram: desconforto enorme, problema de saúde pública, descuido das pessoas, consequência da falta de educação, doença viral, preocupação e medo, doença grave, doença causada pela picada do mosquito, epidemia, e outros significados. O significado que apresentou maior grau de compartilhamento das ideias foi o da dengue como um problema de saúde pública. DISCUSSÃO: os achados simbólicos e figurativos emersos evidenciam o quão polissêmico e multifacetado é o tema dengue. Foi uma oportunidade importante para o eu coletivo, constituído pelos enfermeiros da Atenção Primária à Saúde do referido Município se manifestar e representar o que a dengue significa para ele. CONCLUSÃO: conhecer os significados desta doença para os profissionais ora abordados é importante para a compreensão da sua causalidade e para o seu enfrentamento como problema de saúde pública/saúde coletiva na atualidade.(AU)

Introduction: dengue remains an important public health problem and continues to impact the population's economic, social and health contexts. Objective: this study's objective was to identify the meanings of dengue from the perspective of primary health care nurses from a town in the south of Minas Gerais, Brazil. Method: this qualitative study is based on the Theory of Social Representations. The fieldwork included individual interviews held with 17 nurses working in Unidades Básicas de Saúde (UBS) [Primary Health Care Units] and Equipes da Estratégia Saúde na Família (ESF) [Family Health Strategy] from a town in Minas Gerais, Brazil, between June and July 2015. The reports were recorded, transcribed and later analyzed and presented using the Discourse of the Collective Subject (DCS). Results: the following meanings regarding dengue emerged: immense discomfort, public health problem, carelessness people, consequence of lack of education, viral disease, concern and fear, severe disease, disease caused by a mosquito bite, epidemics, and other meanings. The meaning that was most frequently reported was dengue as a public health problem. Discussion: the symbolic and figurative results reveal how polysemic and multifaceted the topic of dengue is. It was an important opportunity for the collective subject, composed of Primary Health Care nurses, to express and represent the meaning it assigns to dengue. Conclusion: identifying the meanings health workers assign to dengue is important to understanding its causality and combat it as a current public health/collective health problem. (AU)

Introducción: el dengue sigue siendo un importante problema de salud pública y continúa impactando el contexto económico, social y de salud de la población. Objetivo: el objetivo de esta investigación fue conocer el significado del dengue para los enfermeros de atención primaria de salud de una ciudad del sur del estado de Minas Gerais. Método: estudio cualitativo basado en la teoría de las representaciones sociales. El trabajo de campo incluyó entrevistas individuales con 17 enfermeros de los equipos de salud familiar y de las unidades básicas de salud de una ciudad de Minas Gerais, entre junio y julio de 2015. Las declaraciones fueron grabadas, transcritas y luego analizadas y presentadas a través del método del discurso del sujeto colectivo. Resultados: los significados del dengue que surgieron fueron: gran incomodidad, problemas de salud pública, descuido de las personas, consecuencia de la falta de educación, enfermedad viral, preocupación y miedo, enfermedades graves, enfermedad causada por la picadura del mosquito, epidemia, entre otros. El significado que más ideas permitió compartir fue el dengue como un problema de salud pública. Discusión: los hallazgos simbólicos y figurativos que surgen muestran cuán polisémico y multifacético es el tema del dengue. Fue una oportunidad importante para el yo colectivo, formado por los mencionados enfermeros, para expresarse y representar lo que el dengue significa para ellos. Conclusión: es importante conocer los significados de la enfermedad para estos profesionales para entender su causalidad y enfrentarla como un problema de salud pública/salud colectiva en la actualidad. (AU)
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Enfermagem em Saúde Pública
Saúde Pública
Dengue
-Pesquisa Qualitativa
Políticas Públicas de Saúde
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR21.2 - BVS Enfermería


  4 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1050656
Autor: Pereira, Karen Barbosa Couto.
Título: Perspectivas para a organização da atenção primária à saúde no estado do Rio de Janeiro frente a nova política nacional de atenção básica / Organizational prospects for primary healthcare in the state of Rio de Janeiro, in respect of the new national policy which outlines the requirements for basic attention.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 39 f p. tab.
Idioma: pt.
Resumo: A organização da atenção básica expressa desafios relacionados às características municipais, à configuração prévia do sistema de saúde local e ao caráter da implantação da Estratégia Saúde da Família. Com a nova Política Nacional de Atenção Básica (2017) houve uma revisão de diretrizes para a organização da atenção básica e a proposição de mudanças, como por exemplo, em relação os tipos de equipes existentes e suas configurações. Essas mudanças expressam mais desafios à atenção básica, e nesse estudo, pretendeu-se suscitar reflexões em torno das perspectivas para a organização da atenção primária à saúde no estado do Rio de Janeiro em relação aos tipos de equipe abordados na nova Política Nacional de Atenção Básica, com foco nos aspectos estruturais e organizacionais. Foi realizada uma pesquisa exploratória documental comparativa não exaustiva, com base na Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) de 2011 e de 2017. Para análise dessas mudanças propostas foi feita uma comparação da PNAB de 2017 com a de 2011. Após as leituras, a busca de dados secundários e análise das duas PNAB, os resultados foram apresentados em dois grupos: a atenção básica no estado do Rio de Janeiro, no âmbito do SUS; tipos de equipes, aspectos estruturais e organizacionais. Os resultados apresentados basearam a discussão sobre as perspectivas para a organização da atenção básica no estado do Rio de Janeiro em relação aos tipos de equipes. Além de equipes de saúde da família, equipe de saúde bucal, equipe de consultório na rua, equipe de agentes comunitários de saúde, existem outras equipes propostas pela Política Nacional de Atenção Básica (2017) e que compõem estratégias de organização e fortalecimento da atenção primária à saúde, como: equipe de Atenção Básica, o atualmente chamado núcleo ampliado de saúde da família e atenção básica e equipe de atenção básica prisional. As mudanças propostas para a organização da atenção básica, nos aspectos citados, trazem impactos e demandam novos esforços para adequação. Entretanto, é fundamental mostrar a importância que o fortalecimento e a reorganização da atenção básica adquirem no contexto da política setorial. Nesse sentido, a principal conclusão deste estudo é que as mudanças propostas na nova política e os resultados a serem alcançados têm que ser avaliados dentro do contexto de mudanças mais gerais que decorrem do papel indutor da esfera federal e da capacidade de resposta dos municípios na gestão relacionada a este nível de atenção

The organization for basic attention, has expressed issues related to the social procedures within districts in the previous local health administration and the approach of the Family Health Strategy, when carrying out these protocols. As a result of the new National Policy of Basic Attention (2017) the guidelines for the organization of basic attention were revised and a proposal for changes suggested. One example being the types of existing teams and their administrations. These changes express further issues in the area of basic attention and this study aims for its audience to reflect on the objectives of the organization of primary health care in the state of Rio de Janeiro in relation to the types of teams outlined in the new National Policy of Basic Attention. It will be focusing on the structural aspects as well as the organizations. An exploratory non-extensive documentary of research was conducted, based on the National Policy of Basic Attention (PNAB) of 2011 and 2017. For the analysis of these changes, a comparation was made between the PNAB of 2017, with that of 2011. After the readings, the results for secondary data and analysis of the two PNAB, were presented in two groups: basic health care in the state of Rio de Janeiro, under SUS; types of teams and structural and organizational aspects. The results were presented as a discussion of the objectives of the organization for primary care in the state of Rio de Janeiro in relation to the types of teams. In addition to family health teams, oral health team, the street office team, the community health agents, there are other teams proposed by the National Policy of Basic Attention (2017) which comprise strategies on organization and strengthening of primary health care, such as: basic attention team, the now-called expanded nuclear family health and basic care and the staff of prison basic attention. The proposed changes to the organization of basic attention, in the aforementioned mentioned citings, aim to make an impact by outlining higher standards and new targets of adequacy. However, it is fundamental to show the importance of the strengthening and re-organization of basic attention in the context of sectoral policy. For this reason, the main conclusion of this study is that the changes proposed in the new policy and the results to be achieved have to be within the context of more general changes that derive from the sphere's inductive role and the responsiveness of district management related to this standard for basic attention
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Administração de Serviços de Saúde
Brasil
Gestão em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 614.2(815.3), P436


  5 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1050634
Autor: Silva, Alzira do Rosário da.
Título: Núcleos ampliados de saúde da família e atenção básica no Brasil: uma revisão bibliográfica no período de 2008 a 2014 / Expanded nuclei of family health and basic care in Brazil: a bibliographic review from 2008 to 2014.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 41 f p. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo discorre sobre os Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF), na Atenção Básica no Brasil, por meio de Revisão Bibliográfica, e seleção de artigos disponíveis no Portal Regional da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) publicados de 2008 a 2014. O ano de 2008 demarca a instituição desse Programa pelo Ministério da Saúde e a delimitação da análise dos artigos até o ano de 2014. Esta pesquisa teve por objetivo identificar, analisar e classificar a produção disseminada pelos profissionais inseridos nos NASfs, para isso adotamos parte da metodologia desenvolvida no âmbito da OPAS (2003) priorizando os itens de classificação denominados "áreas temáticas" e "categorias de análises das características dos estudos". Os resultados corroboram a importância dos NASF na Atenção Básica e destacam a preocupação dos membros das equipes atuantes nesses núcleos com questões subjetivas e objetivas ligadas à práxis profissional. A produção analisada frequentemente demonstrou associação com os seguintes temas: descontentamento com a infraestrutura; reformulação do processo de trabalho; excesso de demanda; adoecimentos e afastamentos, fragmentação do processo de trabalho e de cuidado, dificuldades na atuação multidisciplinar dentre outros. Temáticas cujo enfrentamento demandam ações de capacitação continuada, fixação dos trabalhadores nas equipes e fortalecimento da gestão

This study deals with the Expanded Nuclei of Family Health and Basic Care (NASF), in Primary Care in Brazil, through a Bibliographic Review, and selection of articles available in the Regional Portal of the Virtual Health Library (VHL) published in 2008 to 2014. The year 2008 demarcates the institution of this Program by the Ministry of Health and the delimitation of the analysis of the articles until the year 2014.The aim of this research was to identify, analyze and classify the production disseminated by the professionals included in the NASfs. For this purpose, we adopted part of the methodology developed within PAHO (2003), prioritizing the classification items called "thematic areas" and " of studies ".The results corroborate the importance of NASF in Primary Care and highlight the concern of the members of the teams working in these nuclei with subjective and objective questions related to professional praxis.The production analyzed frequently showed association with the following themes: discontent with the infrastructure; reformulation of the work process; excess demand; illnesses and withdrawals, fragmentation of the work and care process, difficulties in multidisciplinary action, among others. Thematic areas whose confrontation demand continuous training actions, fixation of the workers in the teams and strengthening of the management
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Sistema Único de Saúde
Saúde da Família
Políticas Públicas de Saúde
-Brasil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 614.2(81), S586


  6 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1050459
Autor: Durán Castillo, Maritza de Jesús.
Título: Determinantes sociales de la salud / Social Determinants of Health
Fonte: Med. interna (Caracas);35(2):57-58, 2019.
Idioma: es.
Descritores: Condições Sociais
Seguridade Social
Doenças Transmissíveis Emergentes
Iniquidade Social
Acesso aos Serviços de Saúde
-Direito à Saúde
Saúde Pública
Políticas Públicas de Saúde
Medicina Interna
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  7 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049826
Autor: Alves, Kelly Poliany de Souza.
Título: Entre a transição institucional e a transição nutricional: descortinando a trajetória da nutrição em saúde pública à atenção nutricional no Sistema Único de Saúde / Between the institutional transition and the nutritional transition: unveiling the path of nutrition in public health to nutrition care in the Unified Health System.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 226 f p. tab, fig.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O propósito deste estudo foi analisar a trajetória institucional da área de alimentação e nutrição do Ministério da Saúde, buscando identificar possíveis avanços, resistências e impasses para a organização da Atenção Nutricional no Sistema Único de Saúde (SUS) a partir da gestão federal. Para o desenvolvimento da pesquisa, partimos da perspectiva construcionista de produção de conhecimento e de contribuições da Teoria Ator-Rede para construir uma trilha de estudo que incluiu: um trajeto de exploração de documentos institucionais do Ministério da Saúde e de atos legislativos emitidos no âmbito federal, além de bibliografia já produzida por outros autores acerca do tema em questão; e um trajeto com sujeitos, com a realização de entrevistas semiestruturadas com informantes-chave que vivenciaram ou acompanharam a trajetória institucional da área de alimentação e nutrição do Ministério da Saúde após a extinção do Instituto Nacional de Alimentação e Nutrição (INAN) em 1997 e até a publicação da segunda versão da Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) em 2011. Na análise, buscou-se descortinar as condições de possibilidades nos tempos políticos da gestão federal em que se propuseram e/ou se desenvolveram programas e políticas de alimentação e nutrição a serem implantados nos serviços de saúde pública (antes de 1988) e na rede de serviços do SUS. Apresentam-se as características destes programas e políticas apontando continuidades, rupturas, semelhanças e diferenças, bem como suas repercussões na trajetória institucional da área no Ministério da Saúde. Por fim, discutem-se perspectivas da implementação da diretriz da PNAN sobre organização da atenção nutricional no SUS

The purpose of this study was to analyze the institutional trajectory of the food and nutrition area in the Ministry of Health, seeking to identify possible advances, resistance and impasses for the organization of Nutrition Assistance in the Unified Health System (SUS) from the federal administration. For the development of the research, we started with the constructionist perspective of knowledge production and the contributions of the Actor-Network Theory to build a study trail that included: a route of exploration of institutional documents of the Ministry of Health and of legislative acts issued at the federal level , besides bibliography already produced by other authors on the subject in question; with semi-structured interviews with key informants who lived or followed the institutional trajectory of the food and nutrition area of the Ministry of Health after the end of the National Institute of Food and Nutrition (INAN) in 1997 and until the publication of the second version of the National Food and Nutrition Policy (PNAN) in 2011. In the analysis, we sought to uncover the conditions of possibilities in the political times of federal management in which food and nutrition programs and policies were proposed and / or developed. to be implemented in the public health services (before 1988) and in SUS's service network. We present the characteristics of these programs and policies, pointing out continuities, ruptures, similarities and differences, as weel as its repercussions on the institutional trajectory of the area in the Ministry of Health. Finaly, perspectives of the implementation of the PNAN guideline on the organization of nutricional care in the SUS are discussed
Descritores: Programas e Políticas de Nutrição e Alimentação
Sistema Único de Saúde
Brasil
Gestão em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Nutrição em Saúde Pública
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 612.39(81), A474, T1778


  8 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1050170
Autor: Campero, María Angélica; Ferraris, Luciana.
Título: Descentralización del poder, el poder de las redes / Decentralization of power, the power of networks
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);4(2):98-101, 2015.
Idioma: es.
Resumo: Vivimos en una realidad compleja, multidimensional y cambiante, donde el cumplimiento de los derechos de las personas es incompleto. Genera consecuencias indeseables entre las que destaca la inequidad en el acceso a la salud. Dispuestos a intervenir en tal problemática, se hace necesario comenzar por un análisis que incluya el respeto por las diferencias y considere de manera sustantiva la construcción intercultural e interdisciplinar. A nivel universal, las políticas sociales y económicas han generado una sociedad fragmentada. En el área de la salud, se asocia la inequidad referida a la oportunidad para acceder a la atención de la salud y ofrecer a todos condiciones similares ante la posibilidad de enfermar, sufrir discapacidades o morir. La desigual distribución del poder y del saber, se traduce en dificultades que enfrentan algunos grupos sociales para acceder a la información acerca de la salud propia y de la comunidad, tomar decisiones y actuar en consecuencia. Para postular una SALUD PARA TODOS de calidad cabe sostener una mirada desde el paradigma de la complejidad. Esto exige reformular los postulados y desarrollos capitalistas, con su consecuente jerarquización de poder desde la estrategia de la Atención Primaria. Plantear cambios de paradigmas sanitarios sin contemplar cuestiones como "equidad" y "accesibilidad", es imposible. La población general debe co-construir con los agentes en salud un sistema de salud más integral y real, no por ello utópico. Esto posibilitará a los trabajadores de la salud (salud mental en la cola del tren) brindar un servicio asistencial (diferente del asistencialismo) donde los receptores, los que requieran atención, de la mano de los encargados de desempeñar la labor sean quienes marquen el rumbo

We live in a complex, multidimensional and changing reality, where there prevails the complete fulfillment of the rights of persons, with the consequences that this entails in various areas. One is the unequal access to health. If what we propose is to intervene in this problem, we need to start with an analysis in which prime the perspective of intercultural and interdisciplinary construction, emphasizing on respect for differences. At an universal level, social and political policies have generated a fragmented society. In the area of health inequity is associated with the opportunity of access to health attention and to be able to offer to all, similar conditions in front of the possibility of sickness, suffering, disability or death. The unequal distribution of power and knowledge is translated into difficulties into which some social groups are faced with, to access the information about personal and community health, to make decisions and to act in consequence. To postulate "health for all" demands a higher and complex look. This requires rebuilding developments and postulates of capitalism with its inevitable categorization of power from Primary Care strategy. To offer sanitary changes without contemplating factors like equity and accessibility is impossible. The general population must co-build a health system wholesome but not utopic in conjunction with health personnel. This will allow health workers (mental health in the train queue) to offer services where the patients, those requiring attention, will lead the change hand in hand with those in charge of their care

Vivemos numa realidade complexa, multidimensional e mutante, na qual o cumprimento dos direitos das pessoas é incompleto. Isto gera consequências indesejadas entre as que se destaca a desigualdade no acesso à saúde. Para intervir nessa problemática, torna-se necessário começar por uma análise que inclua o respeito pelas diferenças e dê especial relevância à construção intercultural e interdisciplinar. As políticas sociais e econômicas tem gerado, a nível universal, uma sociedade fragmentada. Na área da saúde, associa-se a desigualdade antes mencionada à oportunidade de acesso ao atendimento da saúde e à oferta geral de condições semelhantes na ocasião da doença, a incapacidade ou a morte. A desigual distribuição do poder e do saber se traduz em dificuldades de acesso à informação a respeito da própria saúde e da comunidade para a tomada de decisões e a atuação adequada. Para postular uma SAÚDE de qualidade PARA TODOS, é necessário manter um olhar desde o paradigma da complexidade. Isto exige reformular os postulados e as ações capitalistas, e sua correspondente hierarquização do poder a partir da estratégia do Atendimento Primário. É impossível propor mudanças de paradigmas sanitários sem considerar questões como "igualdade" e "acessibilidade". A população em geral deve construir conjuntamente com os agentes de saúde um sistema mais integral e real, porém, não utópico. Isto tornará possível que os trabalhadores da saúde (a saúde mental no fim de linha) ofereçam um serviço assistencial (diferente de assistencialista) onde o rumo seja dado pelos receptores, os que precisam de atendimento, junto com os responsáveis de fazer a tarefa
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde Mental
Equidade em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  9 / 1548 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1049923
Autor: Güimil, Eduardo.
Título: Equidad y justicia en la distribución de recursos: Observaciones / Equity and justice in the distribution of resources: Observations
Fonte: Inmanencia (San Martín, Prov. B. Aires);4(2):7-8, 2015.
Idioma: es.
Resumo: La tesis que defiende y reconoce el derecho a un mínimo sanitario decente, se invalida en un sistema de salud como el argentino, altamente fragmentado, donde financiadores y prestadores carecen de coordinación y de normas comunes. La sociedad, segmentada en forma desigual, recibe la "Inequity", para no decir injusticia, término que suena feo y que nadie quiere escuchar
Descritores: Justiça Social
Alocação de Recursos para a Atenção à Saúde
Equidade em Saúde
Equidade na Alocação de Recursos
Justicia
Políticas Públicas de Saúde
Responsável: AR392.1 - Biblioteca


  10 / 1548 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: lil-267115
Autor: Paraguay. Gobierno de Unidad Nacional.
Título: Programa de gobierno 1999-2003: consolidado y complementado.
Fonte: Asunción; Paraguay. Gobierno de Unidad Nacional; nov. 1999. 62 p.
Idioma: es; en.
Resumo: Reune el programa de gobireno 1999-2003, que desarrolla las políticas de estado y directivas del gobierno , que permitan una administración estatal transparente y sistemática, que reduzca la incentidumbre, incremente su eficiencia para la atención de la demanda social, y contribuyan al fortalecimiento del aparato productivo y protejan el equilibrio ambiental. Contiene lo siguiente: marco conceptual del programa de gobierno, condiciones esenciales, el desarrollo sostenible del Paraguay, pilares del sostén de las políticas, reforma del estado: diagnóstico general, objetivos generales, gestión pública, descentralización, empresas públicas, economía y finanzas, seguridad integral, políticas sociales y lucha contra la pobreza: diagnóstico general, objetivos generales, educación , salud, seguridad social, , asentamientos en área rural, mujer, niñez, adolescencia y juventud, población adulta mayor, población indígena, discapacidad, empleom vivienda, reactivación económica, competividad y productividad y otros
Descritores: CONFLICT (PSYCHOLOGY)1
Modernização do Setor Público
Programas Governamentais
Políticas Públicas de Saúde
-Paraguai
Responsável: PY40.1 - Biblioteca
Py350



página 1 de 155 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde