Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP1.001.012.038 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1462 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 147 ir para página                         

  1 / 1462 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1140905
Autor: Mazzeo, Victoria; Lago, María.
Título: Las divisiones espaciales de la Ciudad de Buenos Aires / Space divisions of the City of Buenos Aires.
Fonte: Buenos Aires; GCBA. Dirección General de Estadística y Censos; oct. 2009. a) f: 81 l:92 p. tab, mapas. (Población de Buenos Aires, 6, 10).
Idioma: es.
Resumo: Ante la escasez de trabajos que presenten, describan y sistematicen las distintas unidades que con diferentes propósitos dividen el territorio de la Ciudad, pareció oportuno elaborar este informe tratando de responder algunos interrogantes básicos sobre estas divisiones, tales como: ¿cuándo se establecieron?, ¿qué propósitos tienen?, ¿cómo se relacionan entre sí?, ¿cómo operan en la recopilación de datos demográficos? y ¿cómo inciden en la difusión de la información demográfica?. En este informe se incluyen, tanto por su antigüedad como por su relevancia actual en la vida de los habitantes de la Ciudad, las siguientes divisiones: parroquias, secciones de policía, circunscripciones electorales, secciones de registro civil, distritos escolares, barrios, divisiones censales, centros de gestión y participación, comunas y zonas sanitarias. (AU)
Descritores: Urbanização/tendências
Sistemas Locais de Saúde
Área Programática de Saúde
Dados Demográficos
Cidades/estatística & dados numéricos
Planejamento de Cidades/organização & administração
Planejamento de Cidades/tendências
Planejamento de Cidades/estatística & dados numéricos
Território Sociocultural
Tipo de Publ: Relatório Técnico
Responsável: AR494.1 - Centro de Documentación en Salud
AR494.1; CEDOS/CD 5, SP5.006.052_08


  2 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Id: biblio-1088659
Autor: Berazategui Rodríguez, Rúver Máximo; Fraga Cabrera, Ariel Gustavo; Hagobian Karamanokian, Berch Gerardo; Méndez Pizzo, Adriana.
Título: Servicio cirugía pediátrica descentralizado, UdelaR-ASSE: 2003-2015 / Decentralized pediatric surgery service UdelaR-ASSE: 2003-2015 / Serviço de cirurgia pediátrica descentralizado UdelaR-ASSE: 2003-2015
Fonte: An. Facultad Med. (Univ. Repúb. Urug., En línea);4(1):47-54, jul. 2017. tab.
Idioma: es.
Resumo: En salud, contribuye a la mejora en la calidad de vida de las personasun sistema de salud eficiente, eficaz y equitativo. En los niños con patología quirúrgica de alta prevalencia el acceso a un servicio cercano a la zona en que residen contribuye a estos objetivos. En un contexto de crisis la Clínica Quirúrgica Pediátrica (CQP) ve una oportunidad para descentralizar. El objetivo es describir el Servicio de Cirugía Pediátrica Descentralizado dependiente de la CQP, entre 2003-2015. Se realizó un análisis documental y la caracterización delservicio. El análisismuestra: 10 unidades de cirugía pediátrica programada, correspondientes a los Hospitales de: las Piedras, Durazno, Centro Hospitalario Pereira Rossell (CHPR), Rocha, Minas, San Carlos, Rivera, Salto, Bella Unión y Florida. Se realizó de 2003 al 2015 un total de 1369 policlínicas, 11265 consultas,345 fechas quirúrgicas y 1994 niños operados. Se integraron 2 Unidades Docentes Asistenciales, y 113 estudiantes: 33 pregrados, 46 practicantes internos y 34 residentes y posgrados. Se realizaron 7 jornadas: "semana de cirugía pediátrica del interior", en el Hospital de Rivera. Se elaboró un manual de procedimientos con funcionarios y autoridades. Se incorporó a los familiares acompañando a los niños en sala de recuperación post- anestésica. El proceso de descentralización se encuentra consolidado, con una experiencia de trabajo interinstitucional entre la academia y el subsector público de salud. Elmismo ha cumplido con los objetivos de brindar una asistencia equitativa, cubriendo una demanda insatisfecha y resolviendo la patología de alta prevalencia en forma oportuna.

In health, an efficient, effective and equitable health system contributes to the improvement of people's quality of life. In children with surgical pathology of high prevalence, the access to a service nearby to the area in which they reside, contributes to these objectives.In a crisis context, the Pediatric Surgical Clinic (PSC) sees the opportunity to decentralize. The objective is to describe the decentralized Service of Pediatric Surgery dependent to the PSC in the period 2003-2015. Following our objective, we made a documentary analysis of the decentralization and a description of the service. The analysis shows: 10 units of pediatric surgery scheduled, corresponding to Hospitals: Las Piedras, Durazno, Centro Hospitalario Pereira Rossell (CHPR), Rocha, Minas, San Carlos, Rivera, Salto, Bella Union and Florida. It has been made between 2003 and 2015 a total of 1369 clinics, corresponding to 11265 consultations, with 345 surgical dates that concluded in 1994 children operated. Two pedagogical units were integrated, and 113 students: 33 undergraduate, 46 internal practitioners and 34 residents and postgraduate. Seven meetings called "week of pediatric surgery" were made in the Rivera Hospital. A procedure manual was developed with officials and authorities. Was included the family members to accompany their children in the post-anesthetic recovery room.The decentralization process is consolidated, with the inter-institutional work experience between the academia and the public health sub-sector. It has fulfilled with the objectives of providing an equal assistance, covering an unsatisfied demand and solving the pathology of high prevalence in a properly manner.

Em saúde, a melhoria da qualidade de vida decorre de um sistema eficiente, eficaz e equitativo. Em crianças com patologia cirúrgica de alta prevalência, o acesso a um serviço próximo da área de residência contribui para esses objetivos. Em um contexto de crise, a Clínica Cirúrgica Pediátrica (CQP) vê uma oportunidade para descentralizar. O objectivo é descrever o Serviço de Cirurgia Pediátrica Descentralizado dependente da CQP, entre os anos de 2003 e 2015. Realizou-se uma análise documental e foi caracterizado o serviço. A análise se refere a 10 unidades de cirurgia pediátrica programada, correspondendo aos hospitais de Las Piedras, Durazno, CHPR, Rocha, Minas, San Carlos, Rivera, Salto, Bella Unión e Florida. No período acima foram realizados 1369 ambulatórios, 11265 consultas, 345 datas cirúrgicas e 1994 cirugias pediátricas. Foram integradas duas Unidades Docentes Assistenciais e participaram 113 estudantes (33 graduandos, 46 praticantes internos, e 34 residentes e pós-graduandos). Foram realizadas 7 jornadas ("Semana de Cirugía Pediátrica del Interior"), no Hospital de Rivera. Foi elaborado um manual de procedimentos, com participação de funcionários e autoridades. As crianças foram acompanhadas por seus familiares na sala de recuperação pós-anestésica. O processo de descentralização está consolidado, com uma experiência de trabalho interinstitucional entre a academia e o subsector público da saúde. Ele atingiu os objetivos de prestar uma assistência equitativa, cobrindo uma demanda insatisfeita e resolvendo a patologia de alta prevalência em tempo hábil.
Descritores: Pediatria
Procedimentos Cirúrgicos Operatórios/estatística & dados numéricos
Sistemas Locais de Saúde/organização & administração
Serviços de Saúde da Criança/estatística & dados numéricos
-Procedimentos Cirúrgicos Operatórios/classificação
Uruguai
Estudos Retrospectivos
Pessoal de Saúde/educação
Governança Clínica
Limites: Humanos
Criança
Tipo de Publ: Estudo Observacional
Responsável: UY1.1 - BINAME - Biblioteca Nacional de Medicina


  3 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Uruguai
Texto completo
Id: lil-686433
Autor: Soler, Roberto; Fumero, Myriam; de Lima, Javier; Robano, Augusto.
Título: Descentralización de la atención de prótesis buco maxilo facial en el Uruguay / Decentralized care of oral maxillofacial prosthetics in Uruguay
Fonte: Odontoestomatol;15(21):59-67, mayo 2013.
Idioma: es.
Resumo: La rehabilitación integral del paciente mutilado facial implica un gran desafío, el poderle brindar un tratamiento económicamente accesible y en el mismo medio donde el paciente vive es de importancia capital.Independientemente de la cobertura de salud que el paciente tenga, de su nivel socioeconómico ó de su lugar de residencia en el territorio nacional.El objetivo de este artículo es la divulgación de los logros alcanzados en la descentralización de la Prótesis Buco Maxilo Facial en nuestro País, fruto del trabajo conjunto entre dos Instituciones, la Universidad de la República y la Administración de los Servicios de Salud del Estado.

The rehabilitation of facial maimed patients, means a great challenge. The chance to provide accessible and economic care in the same environment where the patient lives, is paramount, regardless the health coverage the patient might have, his socioeconomic status residence place in the country.The aim of this article is the dissemination of the achievements of the decentralization of Maxillofacial Prosthetics care, that is a joint work between of two institutions, the University of the Republic and the Administration of State Health Services.
Descritores: Política
Prótese Maxilofacial
Sistemas Locais de Saúde
Responsável: UY20.1 - Departamento de Documentación y Biblioteca


  4 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-547744
Autor: Figueiredo, Paula Pereira de; Cezar-Vaz, Marta Regina; Soares, Jorgana Fernanda de Souza; Sena, Janaina; Cardoso, Letícia Silveira.
Título: Processo de trabalho da Estratégia Saúde da Família: a concepção de gestão que permeia o agir em saúde / Work process of the Family Health Strategy: a design management that permeates health action
Fonte: Physis (Rio J.);20(1):235-259, 2010. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este estudo, de caráter explicativo e transversal, e natureza predominantemente qualitativa, tem o objetivo de analisar o processo de trabalho dos gestores municipais da Estratégia Saúde da Família (ESF), a fim de apreender a concepção de gestão que permeia seu agir em saúde. Os dados foram coletados através de entrevista semiestruturada gravada, junto aos gestores da ESF pertencentes a 12 municípios da Terceira Coordenadoria Regional de Saúde do Rio Grande do Sul (3ªCRS/RS), totalizando 15 sujeitos. A análise temática congregou uma abordagem dialética, seguindo os passos de pré-análise, exploração e tratamento do material e interpretação dos resultados. Os resultados foram organizados em três subtemas elucidativos das ações desenvolvidas pelos gestores investigados: 1) Ações de organização/funcionamento da Saúde da Família; 2) Ações de formação/educação permanente ou continuada; 3) Ações de monitoramento e avaliação. Apreendem-se do processo de trabalho duas concepções de gestão, sendo a primeira relacionada à gestão clássica/tradicional e a segunda relativa aos preceitos da cogestão. À guisa de conclusão, depreende-se que o processo de trabalho dos gestores da ESF na 3ªCRS/RS apresenta fortalezas e fragilidades, relacionadas à concepção de gestão que estrutura seu trabalho. Assim, sugere-se a revisão de algumas práticas, de modo que a cogestão seja a concepção preferencial utilizada para a administração da Saúde da Família.

This work, which has explanatory cross-sectional nature and is largely qualitative, aims to analyze the work process of municipal managers of the Family Health Strategy (FHS) in order to grasp the concept of management that permeates their health actions. Data were collected through semistructured interviews taped, with the managers of the FHS belonging to 12 municipalities of the Terceira Coordenadoria Regional de Saúde do Rio Grande do Sul (3ªCRS/RS), totaling 15 subjects. The thematic analysis brought together a dialectical approach, following the footsteps of pre-analysis, exploitation and processing of material and interpretation of results. The results were organized into three sub-themes elucidating the actions developed by the managers under consideration: 1) Action for organization / operation of Family Health; 2) Actions for training and continuing education; 3) Actions for monitoring and evaluation. Two management concepts arise from the work process, the first being related to the management classic / traditional and the second on the precepts of co-management. In conclusion, it appears that the working process of the managers at the 3rd ESF CRS / RS has strengths and weaknesses related to design management structures that work. Thus, it is suggested to revise some practices, so that the co-management is the preferred design used for the administration of Family Health.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Sistemas Locais de Saúde
Gestão em Saúde
Estratégia Saúde da Família
Gestor de Saúde
-Equipe de Assistência ao Paciente
Brasil
Administração em Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  5 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-662577
Autor: Bispo Júnior, José Patrício; Martins, Poliana Cardoso.
Título: Envolvimento comunitário na Estratégia de Saúde da Família: dilemas entre institucionalização e efetiva participação / Community engagement in Family Health Strategy: dilemmas between institutionalization and effective participation
Fonte: Physis (Rio J.);22(4):1313-1332, 2012. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo analisa o desempenho dos Conselhos Locais de Saúde enquanto instrumentos da participação social no âmbito da Estratégia de Saúde da Família. Trata-se de pesquisa quali-quantitativa com triangulação de métodos. O campo de estudo foi o município de Vitória da Conquista-BA. Os dados e informações foram obtidos por meio de análise da agenda de compromissos, dos formulários de acompanhamento, das atas das reuniões dos conselhos e por entrevistas semiestruturadas com informantes-chave. Os resultados demonstraram que os conselhos locais de saúde apresentam desempenho limitado, com baixa frequência de realização de reuniões, agenda de compromissos voltada para o próprio conselho e reuniões pautadas nas dificuldades de acesso aos serviços de saúde. Os baixos níveis de mobilização social e envolvimento comunitário são o principal entrave para o bom desempenho desses fóruns. São apontados problemas sobre representatividade dos conselheiros, desmotivação em participar de atividades voluntárias e sentimento de despreparo em decorrência das fragilidades da formação e capacitação. Conclui-se que a institucionalização dos conselhos locais não é condição suficiente para promover a participação comunitária. São sugeridas algumas iniciativas com potencial de promover a mobilização social e despertar as comunidades para a importância da participação e do envolvimento coletivo.

This paper analyzes the performance of Local Health Councils as tools for social participation in the Family Health Strategy. It is a quali-quantitative research with triangulation method. The research took place in the city of Vitoria da Conquista, state of Bahia, Brazil. Data and information were gathered through the analysis of the agenda, follow-up forms, minutes of meetings of the council and semi-structured interviews with key informants. The results show that the local health councils have limited performance, with a low frequency of meetings, commitments directed to the council itself and meetings on difficulties to access health care services. Low levels of social mobilization and community engagement are the main draw-backs for the good performance of these forums. Some problems stand out: counselors' representativeness, lack of motivation to perform voluntary tasks and feeling unprepared due to a poor graduation and training program. We conclude that institutionalization of local councils is not enough to promote community participation. It requires actions that can promote social mobilization and inform communities of the importance of group participation and engagement.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Sistemas Locais de Saúde
Saúde da Família
Participação da Comunidade
Estratégia Saúde da Família
Conselhos de Saúde
-Sistema Único de Saúde
Brasil
Gestão em Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  6 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1182636
Autor: Organización Panamericana de la Salud.
Título: Sistemas locales de salud: Abriendo caminos hacia la salud para todos / Local systems health: Opening roads towards health for all.
Fonte: Cajamarca; Perú. Ministerio de Salud; Mar. 1993. 215 p. tab.
Idioma: es.
Conferência: Apresentado em: Encuentro para el Fortalecimiento de las Zonas de Desarrollo Integral de la Salud (ZONADIS), 1, Cajamarca, 11-13 Marzo 1993.
Resumo: El presente documento detalla: introducción, objetivos, metodología, el contexto, las experiencias en áreas de validación de sistemas locales de salud, conclusiones y recomendaciones, anexos
Descritores: Assistência Integral à Saúde
Estratégias de Saúde Globais
Sistemas Locais de Saúde
-Peru
Responsável: PE18.4 - Centro de Documentación
[{"text": "PE18.1", "_a": "MINSA 1713"}]


  7 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1182346
Autor: Perú. Ministerio de Salud.
Título: Municipios y comunidades saludables en el Perú / Municipies and healthy communities in Perú.
Fonte: Lima; Organización Panamericana de la Salud; 1999. 65 p.
Idioma: es.
Descritores: Cidade Saudável
Política de Saúde
Promoção da Saúde
Sistemas Locais de Saúde/organização & administração
Limites: Humanos
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1 MINSA 0310"}]


  8 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1182345
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Dirección General de Medicamentos, Insumos y Drogas.
Título: Iniciativa de Enfermedades Infecciosas en América del Sur: resumen del segundo estudio para determinar la calidad de antimicrobianos y antituberculosos utilizados en la red BEPECA de la Dirección de Salud Callao.
Fonte: Lima; DIGEMID; julio 2009.
Idioma: es.
Descritores: Antibióticos Antituberculose
Auditoria Administrativa
Avaliação de Medicamentos
Efetividade
Peru
Produtos com Ação Antimicrobiana
Sistemas Locais de Saúde
Responsável: BR1.1 - BIREME
[{"text": "PE267.1"}]


  9 / 1462 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177779
Autor: Organización Panamericana de la Salud.
Título: ÁNCASH: fortaleciendo la respuesta del gobierno nacional y regional a la emergencia por COVID-19 / ANCASH: strengthening the national and regional government response to the COVID-19 emergency.
Fonte: Lima; Organización Panamericana de la Salud; abr. 6, 2021. 38 p. ilus..
Idioma: es.
Resumo: El trabajo en conjunto de la Organización Panamericana de la Salud, el Programa Mundial de Alimentos, el Estado y la sociedad civil ha sido muy valioso. Se estableció una dinámica cercana, fluida y de permanente retroalimentación con la DIRESA Áncash, que permitió que el personal de salud aproveche de la mejor manera la asistencia técnica. El componente tecnológico del proyecto fue innovador y muy útil. La introducción de herramientas tecnológicas, como la Sala de Situación Interactiva y el aplicativo móvil Alerta COVID, han permitido tener información en tiempo real del comportamiento de la enfermedad en la región. Implementar un plan de trabajo con la participación activa de los agentes comunitarios de salud fue determinante, porque reforzaron los mensajes de conductas saludables, la vigilancia sanitaria y fueron el nexo entre la comunidad y el servicio de salud. La entrega de bonos y kits de higiene permitió que la población vulnerable pueda mantener una cuarentena en aislamiento con las necesidades básicas cubiertas.
Descritores: Pneumonia Viral/prevenção & controle
Sistemas Locais de Saúde/organização & administração
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
Comunicação em Saúde
Pandemias/prevenção & controle
Monitoramento Epidemiológico
-Peru/epidemiologia
Limites: Humanos
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR1.1 - BIREME


  10 / 1462 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1177349
Autor: Spedo, Sandra Maria.
Título: Desafios para implementar a integralidade da assistência à saúde no SUS: estudo de caso no município de São Paulo (SP) / Challenges to implementing the entire health care SUS: a case study in São Paulo, SP.
Fonte: São Paulo; s.n; 2009. 180 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Introdução. O Sistema Único de Saúde (SUS) apresentou avanços significativos durante as duas décadas de sua existência. Contudo, a integralidade se destaca como o princípio que, ainda, não foi efetivamente incorporado na organização dos serviços e no cotidiano da atenção. Para realização desta pesquisa, e considerando a polissemia do termo, definiu-se um conceito operacional de integralidade, circunscrito a um de seus múltiplos sentidos, relacionado ao modo de organizar os serviços de saúde. Assim, denominou-se integralidade da assistência à dimensão relacionada com a continuidade do cuidado em saúde, garantida pelo acesso a serviços que incorporam distintas densidades tecnológicas, distribuídos em todos os níveis de complexidade do sistema de saúde. Objetivo. Avaliar a incorporação do princípio da integralidade na gestão e organização dos serviços de saúde em um território selecionado do município de São Paulo, SP. Métodos. A pesquisa foi desenvolvida utilizando a estratégia metodológica do estudo de caso, a partir das seguintes fontes de evidência: (a) documentos de gestão (leis, decretos, portarias, planos, normas técnicas, relatórios de gestão, atas de reunião); b) entrevistas não-estruturadas com informantes-chaves selecionados entre os gestores do SUS no município; c) grupo focal com usuários de uma Unidade Básica de Saúde do território selecionado; d) observação participante, desenvolvida em serviços de saúde e instâncias político-administrativas da Secretaria Municipal de Saúde (SMS-SP). Utilizou-se a técnica da análise temática para analisar o material coletado. Os temas destacados foram: descentralização da gestão municipal; regionalização intramunicipal; e, acesso a ações e serviços de média complexidade. Resultados. Os resultados são apresentados na forma de três artigos, sendo cada um deles correspondente a um dos temas destacados. Os artigos elaborados são: (1) O desafio da descentralização do Sistema Único de Saúde (SUS) em município de grande porte: o caso de São Paulo (SP), Brasil; (2) A regionalização intramunicipal do Sistema Único de Saúde (SUS): um estudo de caso do município de São Paulo (SP), Brasil; e (3) O difícil acesso a serviços de média complexidade do SUS na maior metrópole brasileira, São Paulo (SP), Brasil. Considerações finais. Constatou-se que a política de saúde implementada pela SMS-SP contribuiu para manter e aprofundar a fragmentação do sistema de saúde no município de São Paulo. As estruturas existentes e os mecanismos utilizados pela gestão municipal não tem contribuído para efetivar a integralidade da assistência. O SUS em São Paulo continua distante da imagem objetivo de um sistema de saúde que incorpore o princípio da integralidade como um de seus eixos estruturantes.

Introduction: The Single Health System (Sistema Único de Saúde SUS) presented expressive development during the two decades of its existence. Nevertheless, the issue, which has not been incorporated in the services organization and in the daily basis of the attention, is the global approach. In order to carry out this research and considering the polysemantic word, an operational concept of integrality has been defined, limited to one of its meanings and related so as to organize the health services. Therefore, it has been established the integrality of the health care to the scope related to the permanence of health care, guaranteed by the access to the services, which comprise several levels of technology along all levels of complexity of the health system. Objective: To evaluate the incorporation of the principle of the integrality in the management and organization of health services in a specific area of the city of São Paulo. Methods: The research was performed by utilizing the methodological strategy of case study derived from the following sources of data: (a) management papers (laws, decrees, plans, technical specifications, management reports, minutes of meetings); (b) non-structured interviews with key informers selected among the SUS managers of the city; (c) focal group with users of a Basic Unit of Health of the selected area; (d) active observation, developed in health services and political administrative areas of the City Health Department (SMS-SP). The subject analysis technique has been used for the gathering of the data. The selected subjects were: (1) the decentralization of city management; intercity regionalization, and access to actions and services of medium complexity. Results: Results are presented in the form of 3 articles, being each one related to the selected subjects described. The articles are: (1) The challenge of the decentralization of the Single Health System (SUS in a large city: the instance of the City of São Paulo (SP), Brazil; (2) The intercity regionalization of the Single Health System (SUS): a case study of the City of São Paulo (SP), Brazil; and (3) The complex access to services of medium complexity of SUS in the largest Brazilian metropolis. Final considerations: It has been verified that the Health System applied by the SMS-SP has been a factor to maintain and intensified the fragmentation of the Health System in the City of São Paulo. The present structures and mechanisms used by the City administration have not played the part to produce the integrality of the health care. The SUS in São Paulo is still far from the objective image of a health care system that comprises the principle of global approach as one of its structuring axis.
Descritores: Regionalização da Saúde
Sistema Único de Saúde
Sistemas Locais de Saúde
Assistência Integral à Saúde
Política de Saúde
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência



página 1 de 147 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde