Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP1.011.102.113 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 332 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 34 ir para página                         

  1 / 332 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1253746
Autor: Calou, Cinthia Gondim Pereira.
Título: Maternidade segura: estrutura física e organizacional de instituições habilitadas pela Rede Cegonha / Safe maternity: physical and organizational structure of institutions qualified by the Stork Network.
Fonte: Fortaleza; s.n; maio 2018. 162 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A estratégia Rede Cegonha representa um conjunto de iniciativas que envolvem mudanças no processo de cuidado à gravidez, ao parto e nascimento, articulando os pontos de atenção em rede à regulação obstétrica. Para isso, torna-se fundamental a avaliação contínua da qualidade dos serviços de saúde e do cuidado em saúde desempenhado por uma equipe comprometida com as condições de estrutura física e organizacionais, apoiada por uma gestão articulada para o alcance da qualidade do cuidado, e consequente redução da mortalidade materna e neonatal. O presente estudo objetivou analisar a adequabilidade da estrutura física e organizacional de maternidades habilitadas pela Rede Cegonha. Adotou-se o modelo teórico Quality Maternal and Newborn Care (QMNC). Trata-se de um estudo de avaliação normativa, transversal com abordagem quantitativa realizado em três maternidades no estado do Ceará. A amostra foi composta por 347 puérperas e 12 gestores das maternidades. A coleta de dados se deu no período de março a outubro de 2017, por meio de formulários estruturados voltados para as puérperas e gestores; e um checklist com indicadores avaliativos da estrutura física e organizacional. Foram utilizadas duas técnicas de coletas de dados: a entrevista e observação sistemática. O estudo atende aos requisitos éticos com o reconhecimento do Comitê de Ética da Maternidade Escolar Assis Chateaubriand (MEAC) no Protocolo 1.939.946. Os dados foram compilados e analisados por meio do programa estatístico Statistical Package for the Social Sciences (SPSS), versão 20.0. A estrutura física de todas as maternidades foi classificada como inadequada, especialmente no alojamento conjunto e na Unidade de Cuidados Intermediário Neonatal Canguru. Os recursos humanos foi o melhor avaliado nas três maternidades. A Unidade de Tratamento Intensivo neonatal foi o único setor classificado com melhor adequação. Os enfermeiros foram os profissionais que mais se capacitaram e desempenhavam a função de gestores. As Maternidades B e C não tinham implantado o Colegiado Gestor. Acerca do grau de satisfação, os resultados demonstraram que as puérperas atendidas na Maternidade A e B estavam satisfeitas com todos os recursos. Enquanto que as puérperas da Maternidade C tiveram um alto nível de insatisfação quanto aos recursos humanos, concernentes ao Acolhimento com Classificação de Risco, com o fato dela não ser apresentada a equipe de saúde, de não ter oportunidade de fazer perguntas e de não receber orientações. A maioria das puérperas se mostrou satisfeita com o tempo de espera nas três maternidades. O local do acompanhante foi avaliado com insatisfação. Conclui-se que apenas os recursos humanos se encontravam adequados nas maternidades investigadas. Destaca-se escores muito baixos para os recursos físicos, sendo classificados como inadequados. As puérperas atendidas nas maternidades A e B mostraram-se satisfeitas com todos os recursos, enquanto as puérperas da Maternidade C tiveram um alto nível de insatisfação quanto aos recursos humanos. (AU)
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Estrutura dos Serviços
Satisfação do Paciente
Maternidades
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  2 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1102929
Autor: Andrade, Camila Gomes de Souza; Souza, Mariluce Karla Bonfim de.
Título: Produção científica e elementos conceituais relacionados às condições sanitárias na atenção primária à saúde / Scientific production and conceptual elements related to sanitary conditions in primary health care
Fonte: Rev. APS;22(2):440-454, 20190401.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo de revisão teve por objetivo analisar a produção científica sobre condições sanitárias das unidades de saúde da Atenção Primária à Saúde (1999-2013), considerando o perfil da produção e os elementos conceituais relacionados ao tema. Foram utilizadas as bases on-line LILACS, SciELO e MEDLINE, e selecionados 27 artigos. Os estudos selecionados foram realizados no contexto nacional e internacional. Quanto aos aspectos metodológicos, a maioria dos estudos é descritiva, sendo três do tipo revisão. Muitos relacionaram gestão e organização, vigilâncias e processo de trabalho com aspectos gerenciais e operacionais dos serviços de saúde. Quanto aos elementos conceituais, destacam-se: estrutura, qualidade, avaliação, condições de trabalho e capital social, com base em referenciais teóricos, como Starfield e Donabedian, e normativos. Este estudo aponta para o crescente interesse sobre o tema e a possibilidade de utilização de diversas perspectivas para discussão das condições sanitárias e para o estímulo a mudanças que qualifiquem os serviços e as práticas em saúde.

This review article aimed to analyze the scientific production on sanitary conditions of health facilities of Primary Health Care (1999-2013), considering the production profile and the conceptual elements related to the topic. The online databases LILACS, SciELO and MEDLINE were used, and 27 articles were selected. The selected studies were performed in national and international context. As for the methodological aspects, most studies are descriptive, with 3 of them being review studies. Many connected management and organization, surveillance and the process of working with management and operational aspects of health services. As for the conceptual elements, the ones that stand out are: structure, quality evaluation, working conditions and social capital, based on theoretical frameworks, as Starfield and Donabedian and normative. This study show the growing interest in the subject and the possibility of using different perspectives to discuss sanitary conditions and the stimulus to change that qualify services and health practices.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Centros de Saúde
Perfis Sanitários
Atividades Científicas e Tecnológicas
-Qualidade da Assistência à Saúde
Estrutura dos Serviços
Estudos Retrospectivos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  3 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1037803
Autor: Silvestre, Alexandra Lunardon.
Título: Avaliação da estrutura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de um município da região metropolitana de Curitiba - PR / Evaluation of the structure of the Mobile Emergency Care Service (SAMU) in a municipality in the metropolitan region of Curitiba - PR.
Fonte: Curitiba; s.n; 20161206. 170 p. ilus, graf, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Paraná para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Com a finalidade de melhor atender a grande demanda das urgências em saúde no Brasil, foi criada a Política Nacional de Atenção às Urgências (PNAU), que normatizou os serviços que prestam atendimento à população e criou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência - SAMU. É um serviço essencial à população acometida por um agravo de urgência e emergência e tem como objetivo reduzir a morbi-mortalidade, com atendimento de qualidade e com diminuição do tempo de chegada de usuários a um serviço de referência. A estrutura organizacional do SAMU inclui recursos humanos, materiais, tecnológicos, de informação e o modelo de gestão, que influenciam diretamente na qualidade da assistência. Trata-se de pesquisa avaliativa, sob a perspectiva gerencial, conduzida por uma abordagem qualitativa e quantitativa. O objetivo foi avaliar a estrutura organizacional do SAMU de um município da região sul do Brasil, com ênfase nos aspectos humanos, materiais, tecnológicos, de informação e normativos relacionados ao modelo de gestão. Como método de procedimento, utilizou-se o estudo de caso, em quatro etapas metodológicas. Ocorreram entrevistas em profundidade e preenchimento de questionário estruturado por dois informantes-chaves da gestão do SAMU no município. Foram realizados seis encontros nos meses de julho a agosto de 2016, os quais foram gravados e transcritos. A coleta de dados também ocorreu em diferentes documentos, como normativas institucionais e relativas à PNAU, escalas de trabalho, ofícios, informativos, check lists, livro-ponto, livros de registro de intercorrências e de troca de plantões. Outra etapa de pesquisa foi a observação sistemática não-participante nas viaturas, realizada pela pesquisadora e pelos membros das equipes do SAMU, em conjunto. Foram coletados dados para medir indicadores já validados em outras pesquisas. Os dados quantitativos foram submetidos à análise de frequência absoluta e relativa, e cálculo dos indicadores. Os dados qualitativos foram submetidos à análise temática. Os resultados relativos aos recursos humanos evidenciaram: equipes completas; jornada de trabalho adequada para a enfermagem e condutores, mas inadequada para os médicos contratados; taxa de rotatividade baixa, considerando que a maioria dos profissionais são funcionários estatutários; taxa de absenteísmo adequada, com afastamentos para tratamento de saúde; taxa de educação permanente adequada, sendo atividade essencial para a qualificação do atendimento. Os recursos materiais apresentaram-se adequados, atingindo 94,8% do previsto pela legislação. Evidenciou-se a necessidade de melhorias na comunicação entre as viaturas de atendimento e a Central de Regulação Médica de Urgências, elemento fundamental e ordenador da Rede de Atenção à Saúde; assim como a carência de meios de comunicação mais eficazes entre a base e as viaturas nos atendimentos em zona rural. Ressalta-se a análise e monitoramento de indicadores ligados ao SAMU como indispensáveis à gestão e ao planejamento. Propõe-se aos gestores a utilização periódica dos instrumentos de avaliação da estrutura do SAMU aplicados nesta pesquisa, como subsídios relevantes à tomada de decisão em prol do aprimoramento do atendimento às urgências pré-hospitalares.

In order to better meet the high demand for health emergencies in Brazil, the National Emergency Care Policy (PNAU) was created, which standardized the services that provide care to the population and created the Mobile Emergency Care Service (SAMU). It is an essential service to the population affected by urgent and emergency illness and aims to reduce morbidity and mortality, with quality caring and decreasing in the arrival time of patients to a referral service. SAMU's organizational structure includes human, material, technological, information resources and the management model, that directly influence the quality of care. It is an evaluation research, from the managerial perspective, conducted by a qualitative and quantitative approach. The objective was to evaluate the organizational structure of the SAMU of a municipality in the southern region of Brazil, focusing on human, material, technological, information and normative aspects related to the management model. As method of procedure, the case study was used in four methodological stages. In-depth interviews were conducted with two key informants from SAMU management in the municipality. Six meetings were held in the months of July to August 2016, which were recorded and transcribed. Data collection also took place in different documents, such as institutional and PNAU regulations, work scales, offices, information sheets, check lists, point books, intercurrent registration books and shift shifts. Another research step was the systematic non-participant observation in the vehicles, carried out by the researcher and the team members of SAMU, together. Data were collected to measure indicators already validated in other surveys. The quantitative data were submitted to the analysis of absolute and relative frequency and calculation and analysis of the indicators. Qualitative data were submitted to thematic analysis. The results related to human resources showed: complete teams; adequate workday for nursing and drivers, but inadequate for contracted physicians; low turnover rate, considering that most of the professionals are employed under the statutory regime; adequate absenteeism rate, with leave for health treatment; adequate permanent education rate, being an essential activity to qualify the service. The material resources were adequate, reaching 94.8% of what is foreseen by the legislation. It was evidenced the need for improvements in the communication between the attendance vehicles and the Central Emergency Medical Regulation, fundamental element and that orders the Network of Attention to Health; as well as the lack of more effective means of communication between the base and the vehicles in the rural areas. It is important to analyze and monitor indicators linked to SAMU as indispensable for management and planning. It is proposed to the managers, the periodic use of the instruments of evaluation of the structure of the SAMU applied in the research, as relevant subsidies to the decision making in order to improve the attendance to the prehospital urgencies.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Serviços Médicos de Emergência
Pesquisa sobre Serviços de Saúde
Ambulâncias
Avaliação em Saúde
Estrutura dos Serviços
-Emergências
Atenção à Saúde
Enfermagem
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: BR501.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde / Sede Botânico
BR501.1; 616.025, S587


  4 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1150232
Autor: Vitali, Marieli Mezari; Pires, Denise Elvira Pires de; Forte, Elaine Cristina Novatzki; Farias, Joni Marcio; Soratto, Jacks.
Título: Job satisfaction and dissatisfaction in primary health care: an integrative review / Satisfacción e insatisfacción laboral en la atención primaria de salud: una revisión integrativa / Satisfação e insatisfação profissional na atenção primária à saúde: uma revisão integrativa
Fonte: Texto & contexto enferm;29:e20180181, Jan.-Dec. 2020. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: identify the factors that contribute to job satisfaction or job dissatisfaction among Primary Health Care workers. Method: this integrative review was conducted in Public/Publish Medline, Scopus, American Psychological Association, Web of Science, Latin America and Caribbean Health Sciences Literature, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature, and Scientific Electronic Library Online using the following descriptors and keywords: job satisfaction, personal satisfaction, dissatisfaction, health personnel, Primary Health Care. The studies presenting abstracts written in English, Spanish or Portuguese, published between 1972 and 2017, with full texts available, were included. Results: 63 papers were identified with 204 satisfaction factors and 174 dissatisfaction factors and were grouped into the following categories: career, which gathered professional aspects of the work routine; infrastructure, which included factors related to the physical work environment such as material resources and inputs; interpersonal relations comprised factors related to the professional relationship established with the work team, patients, service users and families; and psychosocial aspects, which refer to the health workers' internal aspects and the influence of social issues. Conclusion: the factors promoting satisfaction or dissatisfaction among PHC workers are ambiguous, though aspects leading to satisfaction are mostly related to the categories career and interpersonal relations, while dissatisfaction is related to aspects that prevent an individual from achieving a promising professional career and weaknesses in the services' infrastructure.

RESUMEN Objetivo: identificar los factores que contribuyen a la satisfacción e insatisfacción de los profesionales de la salud que laboran en Atención Primaria de Salud. Método: esta es una revisión integradora realizada en Public / Publish Medline, Scopus, American Psychological Association, Web of Science, Latin American and Caribbean Literature in Social Sciences, Cumulative Index to Nursing y Allied Health Literature and Scientific Eletronic Library Online, con las siguientes palabras clave y palabras clave: satisfacción laboral, satisfacción personal, insatisfacción, personal de salud, trabajadores de salud y Atención Primaria de Salud. Los estudios incluidos fueron artículos con resúmenes disponibles en inglés, español o portugués entre los años 1972 a 2017 que tenía texto completo. Resultados: se identificaron 63 artículos, con 204 de satisfacción y 174 factores de insatisfacción, que se agruparon en las categorías: carrera, que agregó aspectos profesionales de la rutina laboral; se incluyeron infraestructura, factores relacionados con el ambiente físico de trabajo, aspectos materiales e insumos; relaciones interpersonales, factores cubiertos en función de la relación del profesional con el equipo de trabajo, pacientes, usuarios del servicio y familiares; aspectos psicosociales, aspectos internos contemplados del profesional de la salud y la influencia de los aspectos sociales. Conclusión: los factores que promueven la satisfacción e insatisfacción en la APS son ambiguos con predominio de aspectos satisfactorios relacionados com la carrera profesional y las relaciones interpersonales, e insatisfactorios relacionados con las debilidades de una carrera profesional prometedora y la infraestructura de servicios.

RESUMO Objetivo: identificar os fatores que contribuem para a satisfação e insatisfação dos profissionais de saúde que atuam na Atenção Primária à Saúde. Método: trata-se de uma revisão integrativa realizada na Public/Publish Medline, Scopus, American Psychological Association, Web of Science, Literatura Latino Americana e do Caribe em Ciências Sociais, Cumulative Index to Nursing and Allied Health Literature e Scientific Eletronic Library Online, com os seguintes descritores e palavras-chave: satisfação profissional, satisfação pessoal, insatisfação, pessoal de saúde, trabalhadores de saúde e Atenção Primária à Saúde. Os estudos incluídos foram artigos com resumos disponibilizados em inglês, espanhol ou português entre os anos de 1972 a 2017 que dispuseram texto na íntegra. Resultados: foram identificados 63 artigos, com 204 fatores de satisfação e 174 de insatisfação, os quais foram agrupados nas categorias: carreira, que agregou aspectos profissionais da rotina de trabalho; infraestrutura, foram incluídos fatores relacionados ao ambiente físico de trabalho, aspectos materiais e insumos; relacionamento interpessoal, abrangeram fatores pautados na relação do profissional com equipe de trabalho, pacientes, usuários do serviço e familiares; aspectos psicossociais, contemplou questões internas do profissional de saúde e a influência de questões sociais. Conclusão: os fatores promotores de satisfação e insatisfação na APS são ambíguos com uma predominância dos aspectos satisfatórios relacionados a carreira profissional e das relações interpessoais, e insatisfatórios relacionados a fragilidades de uma carreira profissional promissora e a infraestrutura dos serviços
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Estrutura dos Serviços
Pessoal de Saúde
Instalações de Saúde
Relações Interpessoais
Satisfação no Emprego
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  5 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1181441
Autor: Portella Martell, Julio(edt); Moscoso, Betsy(edt).
Título: Estructura normativa de la organización / Normative structure of the organization.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Instituto de Desarrollo de Recursos Humanos; 2002. 161 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente documento de gestión, expone con detalle la estructura y funciones de la dependencia de la que tratan, las relaciones de cada unidad y de cada cargo, así como la especificación de la autoridad y responsabilidad inherente al cargo, líneas de responsabilidad, canales de comunicación y otros. Asimismo, describe el conjunto de normas, pautas e instrucciones que indican las especificaciones organizacionales y regulan el comportamiento de los individuos dentro de la organización a la que pertenecen
Descritores: Estrutura dos Serviços
Modelos Estruturais
Normas Jurídicas
Organização e Administração
-Peru
Tipo de Publ: Manual de Referência
Caso Julgado
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MS/IDREH 0041"}]


  6 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1181440
Autor: Portella Mendoza, Julio(edt); Chávez Pita, Julio(edt).
Título: Manuales de organización, funciones y procedimientos / Manuals organization, functions and procedures.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Instituto de Desarrollo de Recursos Humanos; 2002. 92 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación describe un conjunto de elementos de estructura, dentro de los cuales se encuentran los recursos humanos, materiales, financieros y tecnológicos. La correcta conjunción, balance, organización y utilización de estos recurso, es decir, su adecuada administración y gerencia, por lo general logra mayor producción y calidad de los servicios
Descritores: Desenvolvimento Institucional
Empresas e Organizações de Serviço
Estrutura dos Serviços
Organização e Administração
Técnicas e Procedimentos Diagnósticos
-Peru
Tipo de Publ: Manual de Referência
Caso Julgado
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MS/IDREH 0010"}]


  7 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1181431
Autor: Cabezas Sánchez, César(edt); Yagui Moscoso, Martín(edt); Tapia Flores, Rosario Esther(edt); Cárdenas Cáceres, José(edt); Caballero Ñopo, Zila Patricia(edt); Garro Núñez, Gladys María(edt); Belleza Zamora, Rosario Ysabel(edt).
Título: Modelo de organización y funciones de la Oficina/Unidad Regional de Investigación en Salud / Model of organization and functions of the Office / Regional Health Research Unit.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Instituto Nacional de Salud; 2011. 60 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El presente documento técnico, plasma una propuesta de organización, funciones y requisitos, que deberían cumplir las oficinas o unidades de investigación; con el objetivo de promover la investigación en salud para generar evidencias que permitan una mejor toma de decisiones, teniendo como base la descentralización defunciones y las prioridades de investigación en salud a nivel regional y nacional; así como también el respeto de las normas éticas, las buenas prácticas clínicas, normas nacionales relacionadas y los estándares dentro de las prácticas de investigación en salud
Descritores: Academias e Institutos
Estrutura dos Serviços
Gestão do Conhecimento para a Pesquisa em Saúde
Organização e Administração
Organizações em Saúde
Pesquisa
-Peru
Tipo de Publ: Manual de Referência
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MS/INS 0126", "_b": "(Formato Digital)"}]


  8 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1181347
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Instituto Nacional de Salud. Oficina General de Asesoría Técnica. Oficina Ejecutiva de Organización.
Título: Manual de Organización y Funciones - MOF. Unidades orgánicas: Oficina General de Información y Sistemas - Oficina General de Administración. Documentos de gestión / Organization and Functions Manual - MOF. Organizational structures: General Office of Information and Systems - General Office Administration. Documents management.-v.2
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Instituto Nacional de Salud. Oficina General de Asesoría Técnica. Oficina Ejecutiva de Organización; Abr. 2003. 254 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El presente manual describe con detalle los objetivos, funciones específicas, autoridad, responsabilidad y relaciones de las unidades orgánicas y célula básica de la organización, es decir los puestos y cargos que conforman las unidades orgánicas de la institución, así como las responsabilidades, obligaciones, líneas de autoridad y niveles de coordinación. En el presente volumen, contiene MOF de dos unidades orgánicas: 1. Oficina general de información y sistemas y 2. Oficina general de administración
Descritores: Academias e Institutos
Desenvolvimento Institucional
Estrutura dos Serviços
Organização e Administração
-Peru
Tipo de Publ: Caso Julgado
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MS/INS 0132", "_b": "T. 2", "_c": "2"}]


  9 / 332 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1181346
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Instituto Nacional de Salud.
Título: Manual de Organización y Funciones - MOF. Unidades orgánicas: Centro Nacional de Salud Ocupacional y Protección del Ambiente para la Salud - Centro Nacional de Salud Intercultural. Documentos de gestión / Organization and Functions Manual - MOF. Organizational units: National Center for Occupational Health and Environmental Health - National Center for Intercultural Health. Documents management.-v.3
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Instituto Nacional de Salud; Abr. 2003. 239 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El presente manual describe con detalle los objetivos, funciones específicas, autoridad, responsabilidad y relaciones de las unidades orgánicas y célula básica de la organización, es decir los puestos y cargos que conforman las unidades orgánicas de la institución, así como las responsabilidades, obligaciones, líneas de autoridad y niveles de coordinación. En el presente volumen, contiene MOF de dos unidades orgánicas: 1. Centro Nacional de Salud Ocupacional y Protección del Ambiente para la Salud y 2. Centro Nacional de Salud Intercultural
Descritores: Academias e Institutos
Desenvolvimento Institucional
Estrutura dos Serviços
Organização e Administração
-Peru
Tipo de Publ: Caso Julgado
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MS/INS 0132", "_b": "T. 3", "_c": "3", "_t": "(Formato Digital)"}]


  10 / 332 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1181281
Autor: Perú. Ministerio de Salud. Instituto Nacional de Salud.
Título: Reglamento de organización y funciones y disposiciones reglamentarias / Regulation of organization and functions and regulations.-v.2
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud. Instituto Nacional de Salud; Feb. 1998. 371 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: La presente publicación abarca las normas legales, directivas y resoluciones administrativas, aspectos no menos importantes que están orientadas a normar la capacidad del personal, el mecanismo para el otorgamiento de becas, la evaluación semestral del personal, la seguridad en los locales y otros temas que deben ser conocidos por los trabajadores que les servirá para un mejor desempeño en el INS
Descritores: Academias e Institutos
Desenvolvimento Institucional
Estrutura dos Serviços
Organização e Administração
-Peru
Tipo de Publ: Caso Julgado
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central
[{"text": "PE18.1", "_a": "MS/INS 0135", "_b": "T. 2", "_c": "2"}]



página 1 de 34 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde