Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP1.011.112 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1444 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 145 ir para página                         

  1 / 1444 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-564408
Autor: Pedrosa, José Ivo dos Santos.
Título: Educação popular em saúde e gestão participativa no sistema uníco de saúde / Popular education for health and participative managements in the unified health system (SUS)
Fonte: Rev. APS;11(3), jul.-set. 2008.
Idioma: pt.
Resumo: O artigo apresenta reflexões sobre a contribuição da educaçãopopular e saúde para a gestão participativa no SUS,tendo como base os discursos e as proposições apresentadasnos Anais do III Encontro Nacional de EducaçãoPopular e Saúde, no Relatório do II Encontro Nacionalda Articulação Nacional de Movimentos e Práticas deEducação Popular e Saúde e as competências e diretrizesda Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministérioda Saúde. Comparando proposições e diretrizes, oartigo assinala similitudes entre alguns pontos emergentesdos coletivos da sociedade civil e as ações desenvolvidaspelo Ministério, ressaltando os desafios da educação populare saúde em apresentar características de projeto políticode ampliação dos espaços de interlocução entre a gestãodo SUS e os movimentos sociais, dispositivo com capacidadede mobilizar a população pelo direito à saúde e pelaeqüidade, e estratégia pedagógica constituinte de sujeitoscríticos e propositivos com potencialidade para formulaçãoe deliberação de projetos políticos, no sentido de fortalecera gestão participativa.

This article presents considerations of the contribution ofpopular education and health for participatory managementwithin SUS, based on speeches and proposals presented inthe Annals of the III National Meeting of Popular Educationand Health, in the Report of the II National Meetingof National Articulation of Movements and Popular Educationand Health Practices and the skills and directives ofthe Secretary of Strategic and Participatory Management ofthe Ministry of Health. Comparing proposals and guidelines,it marks similarities between some emerging pointsfrom collective groups within civil society and the actionsundertaken by the Ministry, underscoring the challenges ofpopular education and health in presenting characteristicsof political projects of enlargement of the spaced for dialoguebetween the management of SUS and social movementsto increase the capacity of mobilizing the populationregarding the right to health and fairness and a pedagogicstrategy composed of critical topics and proposals with thepotential to formulate and discuss political projects aimedat strengthening participatory management.
Descritores: Educação em Saúde
-Comportamento Social
Participação da Comunidade
Gestão em Saúde
Participação Social
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  2 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1050480
Autor: Reis, Maria Augusta da Silva.
Título: A inserção de equipes de saúde da família na saúde suplementar: perspectivas para a redução de custos com a assistência / The insertion of family health teams in supplementary health: prospects for cost reduction with assistance.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 47 f p. graf, fig, tab.
Idioma: pt.
Resumo: Ao longo dos anos, o setor suplementar deixou de ser complemento dos serviços de saúde prestados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), para ser alternativa de assistência para a população brasileira. Lideranças do setor de saúde suplementar chamam a atenção para o alto custo da medicina privada, incompatível com a capacidade de pagamento de empresas, indivíduos e famílias, levando à insolvência de operadoras de pequeno e médio porte. Surge a necessidade de se programarem mudanças no modelo assistencial, voltado apenas à assistência à doença, o que, além de não garantir a satisfação e a resolutividade dos problemas dos usuários, ocasiona um desgaste financeiro em virtude dos altos custos dos serviços médicos oferecidos. O objetivo deste trabalho é discutir a repercussão da introdução do Modelo de Atenção Primária na gestão da Saúde Suplementar e seu possível impacto na redução de custos. A metodologia desta pesquisa consiste no levantamento de dados bibliográficos através de revisão narrativa. Foram incorporadas na revisão, referências de sites de instituições governamentais e não governamentais que publicam sobre o tema tratado nesta pesquisa. Apesar do modelo da APS ser incipiente na Saúde Suplementar e os dados até o momento serem insuficientes para uma análise aprofundada, é indiscutível a importância da promoção de saúde e prevenção de doenças propiciada pela atuação das equipes de saúde da família, em qualquer sistema de saúde que se encontrem inseridas

Over the years, the supplementary sector has ceased to be a complement to the health services provided by the Unified Health System (SUS), to be an alternative care for the Brazilian population. Supplementary health sector leaders draw attention to the high cost of private medicine, incompatible with the ability to pay companies, individuals and families, leading to the insolvency of small and medium-sized operators. There is a need to program changes in the care model, which is focused only on disease care, which, in addition to not guaranteeing the satisfaction and resolution of users' problems, causes financial wear and tear due to the high costs of medical services offered. The objective of this study is to discuss the repercussion of the introduction of the Primary Care Model in the management of Supplementary Health and its possible impact on cost reduction. The methodology of this research consists of the collection of bibliographical data through narrative review. Included in the review were references of sites of governmental and non-governmental institutions that publish on the topic addressed in this research. Although the PHC model is incipient in Supplementary Health and the data to date are insufficient for an in-depth analysis, the importance of health promotion and disease prevention promoted by family health teams in any health system that are inserted
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Saúde da Família
Gestão em Saúde
Saúde Suplementar
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 368.942:614.2, R375


  3 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1050473
Autor: Oliveira, Natacha Nassif.
Título: A formação do enfermeiro gestor hospitalar: uma revisão integrativa da literatura / The training of nurse hospital manager: an integrative review of the literature.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 28 f p. tab, fig.
Idioma: pt.
Resumo: Este trabalho tem o objetivo de analisar a formação do enfermeiro gestor hospitalar. Trata-se de uma revisão integrativa da literatura científica, na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), com base nos seguintes descritores: Desenvolvimento de Pessoal, Capacitação Profissional, Enfermagem, Enfermeiros, Gestão em Saúde, Hospital. A seleção das publicações ocorreu por meio da aplicação de filtros contidos na base de dados, considerando, para tanto, a delimitação temporal de 2010 a 2018, o idioma português e a disponibilidade gratuita on-line da versão completa das publicações. Em seguida, procedeu-se com a leitura dos títulos e resumos dos estudos pré-selecionados e, por fim, os critérios de elegibilidade foram avaliados a partir da leitura completa das publicações. A amostra final foi composta por sete estudos. Os resultados apontaram que a formação da graduação do enfermeiro não contempla as diretrizes desejadas para um gestor em saúde, cargo que requer uma formação baseada em princípios administrativos. A formação do enfermeiro ainda se assenta no processo saúde-doença; assim, para que esse profissional possa atuar como um gestor qualificado, que apresente bons resultados, se faz necessário que a graduação aprimore sua grade curricular com o intuído de contemplar as característas desejadas para essa atividade tão requerida dos enfermeiros. Para os profissionais que já executam a função de gestor é recomendável que busquem por processos de formação complementar, que subsidiem o desenvolvimento de competências de gestão. Nesse sentido, as organizações de saúde também devem incentivar, direcionar, capacitar e disponibilizar ferramentas que especializem o enfermeiro para a execução das atividades inerentes ao cargo gerencial

This work aims to analyze the training of nurse hospital manager. This is an integrative review of the scientific literature, in the Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), based on the following descriptors: Staff Development, Professional Training, Nursing, Nurses, Health Management, Hospital. The selection of the publications occurred through the application of filters contained in the database, considering for that the temporal delimitation from 2010 to 2018, the Portuguese language and the free online availability of the full version of the publications. Then, the titles and summaries of the pre-selected studies were read and, finally, the eligibility criteria were evaluated based on the complete reading of the publications. The final sample consisted of seven studies. The results showed that the graduation of the nurse does not include the desired guidelines for a health manager, a position that requires training based on administrative principles. Nursing training is still based on the health-disease process; so that this professional can act as a qualified manager, who presents good results, it is necessary that the graduation courses improve their curriculum with the intuition of contemplating the characteristics desired for this much needed activity of the nurses. For professionals who already perform the managerial function, it is advisable to seek complementary training processes that support the development of management skills. In this sense, health organizations should also encourage, direct, train and provide tools that specialize the nurse for carry out the activities inherent to the managerial position
Descritores: Enfermagem
Gestão em Saúde
Capacitação Profissional
Administração Hospitalar
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 614.2, O48


  4 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1050447
Autor: Nascimento, Cibele Sousa.
Título: Análise das competências desejáveis ao gestor do Sistema Único de Saúde / Analysis of the desirable Competencies of the Unified Health System (SUS) Manager.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2018. 25 f p.
Idioma: pt.
Resumo: A gestão em saúde é um dos grandes desafios para a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS). Por isso, o profissional que assume a posição de gestor em saúde pública, a nível municipal, estadual e federal, precisa desenvolver competências para atuar de forma efetiva e eficiente. Este trabalho tem o objetivo de discutir quais competências são necessárias ao gestor do SUS, a nível estadual e municipal, por meio da análise da publicação do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) denominada "A Gestão do SUS", parte da coleção "Para entender a Gestão do SUS ­ 2015" juntamente com uma revisão e análise crítica da literatura sobre o tema. Para isso foi realizada busca bibliográfica na Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) e na "Scientific Electronic Library Online" (SciELO), entre os anos de 1988 a 2018, com os seguintes descritores: "gestão em saúde"; "gestão por competência"; "complexidade em gestão"; "papel do gestor no SUS". Foram incluídos 15 artigos por atenderem aos objetivos do presente trabalho. Tanto a literatura analisada como a publicação do CONASS, mostram que é necessário ao gestor ter conhecimento da Lei Orgânica do SUS, assim como suas alterações, pois todo seu trabalho é baseado nos princípios ali descritos. Assim como mostram que é fundamental a apropriação de conhecimentos administrativos e suas ferramentas específicas. Em relação às habilidades, tanto na literatura como na publicação do CONASS, o gestor precisa possuir visão sistêmica, compartilhar informações e conhecimentos, liderar equipes, gerenciar pessoas e ter capacidade de inovação. A publicação do CONASS aborda a gestão do SUS em um sentido mais técnico, sem esmiuçar habilidades e atitudes necessárias aos gestores, deixando-as implícitas, já a revisão de literatura permite ampliar o olhar sobre o papel do gestor de saúde do SUS, tornando mais visível a complexidade desta função

Health management is one of the major challenges for the consolidation of the Unified Health System (SUS). Therefore, the professional who assumes the position of manager in public health, at municipal, state and federal level, needs to develop competencies to act effectively and efficiently. This work has the objective of discussing what competencies are necessary to the SUS manager, at the state and municipal level, through the analysis of the publication of the National Council of Health Secretaries (CONASS), entitled "SUS Management", part of the collection "To understand SUS Management - 2015" together with a review and critical analysis of the literature on the subject. For this purpose, a bibliographic search was performed in the Biblioteca Virtual em Saúde (BVS) and "Scientific Electronic Library Online" (SciELO), from 1988 to 2018, with the following descriptors: "health management"; "Management by competence"; "Complexity in management"; "Role of the manager in SUS".A total of 15 articles were included which met the objectives of the study. A documentary analysis of the CONASS publication "Management of SUS" was also carried out, part of the collection "To understand SUS Management - 2015". Both the literature reviewed and the CONASS publication show that it is necessary for the manager to be aware of the SUS Organic Law, as well as its alterations, since all his work is based on the principles described there. Both sources showed its fundamental the appropriation of administrative knowledge and specific tools. Regarding skills, both in the literature and in the CONASS publication, the manager must have systemic vision, share information and knowledge, lead teams, manage people and be innovative. CONASS addresses the management of the SUS in a more technical sense, without scrutinizing skills and attitudes necessary for managers, leaving them implicit, since the literature review allows to a broader view on the role of SUS health manager, making visible the complexity function
Descritores: Competência Profissional
Sistema Único de Saúde
Brasil
Gestão em Saúde
Gestor de Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 614.39(81), N244


  5 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1048119
Autor: Rocha, Najara Barbosa da; Higarashi, Ieda Harumi.
Título: Ensino de gestão em saúde nos cursos paranaenses de Odontologia / Health management teaching of dentistry courses in Parana
Fonte: Rev. ABENO;19(3):78-86, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivou-se analisar o ensino da gestão na Odontologia das universidades do estado do Paraná. Trata-se de pesquisa descritiva, transversal, a partir de dados secundários, no ano de 2019. Foram coletadas informações das instituições de ensino superior, públicas e privadas, que ofereciam curso de Odontologia, tendo como referência a lista de cursos aprovados, iniciados e ativos do cadastro nacional de cursos de educação superior (Cadastro e-MEC). A síntese dos dados foi realizada em formulário padronizado no programa Microsoft Excel, que após a digitação, permitiu análise pelo programa EpiInfo (Versão 7.2) de forma descritiva, e apresentação por meio de frequências absoluta e relativa. Análises bivariadas foram realizadas pelo programa Bioestat utilizando o teste G e Exato de Fischer, ao nível de significância de 5%. No Paraná são ofertados 29 cursos de Odontologia, sendo 5 aprovados, porém ainda não iniciaram suas atividades. Dos cursos pesquisados, 21 são de natureza administrativa privada (particular), sete são públicos e apenas um é público, porém cobra mensalidade dos alunos da graduação. A maioria dos cursos (58,6%) tem disciplina específica de gestão, como componente curricular obrigatório (96,6%), ofertada predominantemente no último ano de graduação (55,2%), com carga horária variando entre 21 e 60 horas-aula (61.9%). A maioria (51,7%) dos cursos de graduação em Odontologia dedica apenas até 1% da carga horária para gestão em saúde. Os resultados mostraram que o ensino de gestão neste estado é pouco explorado, fazendo-se necessária inclusão de maior carga horária voltada para o tema nas matrizes curriculares, objetivando melhorar a formação do futuro cirurgião-dentista (AU).

The study aimed to analyze the teaching of management in dentistry at the universities of the state of Paraná. This was a descriptive, crosssectional research, based on secondary data, conducted in 2019. Information was collected from public and private higher education institutions that offered a dentistry course, based on the list of approved, initiated and postgraduate courses; assets of the national register of higher education courses (e-MEC register). Data were synthesized in a standardized form using Microsoft Excel and after typing, this allowed descriptive analysis by EpiInfo (Version 7.2) and presentation in absolute and relative frequencies. Bivariate analyses were performed by the program Biostat using the G and Fischer's exact tests, at a significance level of 5%. In Paraná, 29 Dentistry courses were offered, of which 5 were approved, but had not yet started their activities. Of the researched courses, 21 were of a private (private) administrative nature, seven were public and only one public course that charged the undergraduate students a monthly fee. Most courses (58.6%) had a specific management discipline, as a compulsory curriculum component (96.6%), offered predominantly in the last year of graduation (55.2%), with hour loads ranging from 21- to 60 hours (61.9%). Most (51.7%) of undergraduate dentistry courses devote only up to 1% of their workload to health management. The results showed that management education in this state has been little explored, making it necessary to include a higher workload focused on the theme in the curriculum matrices, aiming to improve the training of future dentists (AU).
Descritores: Brasil
Educação em Saúde
Gestão em Saúde
Odontólogos
Instituições de Ensino Superior
-Estudos Transversais/métodos
Interpretação Estatística de Dados
Currículo
Avaliação Educacional
Bases de Dados Estatísticos
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  6 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040765
Autor: Moreira, Rosângela Machado; Rocha, Katia Bones.
Título: O trabalho na gestão dos serviços substitutivos de saúde mental: aproximações entre Saúde Coletiva, Saúde Mental e Psicanálise / The work in the management of mental health substitutive services: between Collective Health, Mental Health and Psychoanalysis
Fonte: Physis (Rio J.);29(2):e290216, 2019. tab.
Idioma: pt.
Projeto: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Resumo: Resumo Objetiva-se investigar as inter-relações entre os campos da Saúde Coletiva, da Saúde Mental e da Psicanálise, na gestão de serviços de saúde mental, no contexto do Sistema Único de Saúde. Trata-se de pesquisa qualitativa realizada em quatro municípios do estado do Rio Grande do Sul, Brasil, com seis gestoras de serviços de saúde mental identificadas com a psicanálise. Os instrumentos de coleta de dados empregados foram uma ficha de dados pessoais e sociodemográficos e uma entrevista semiestruturada. Utilizou-se a análise temática para o exame dos dados, resultando na identificação de três temas centrais: 1) Formação e experiência em gestão e em Saúde Coletiva; 2) Lógica manicomial versus lógica reformista: desafios para o gestionar; e 3) Psicanálise: entre contribuições e limites. Os resultados apontam as dificuldades e os desafios para o gestionar diante da coexistência, nos serviços, de diferentes lógicas de cuidado em saúde mental. A Psicanálise é assumida como um posicionamento ético-político a partir da escuta dos processos inconscientes dos sujeitos, os quais se dão no campo transferencial, contribuindo no suporte à compreensão dos casos e no manejo dos aspectos relacionais e institucionais. Por outro lado, há a necessidade de aproximação da psicanálise com o contexto da saúde mental.

Abstract The objective is to investigate the interrelationships between the fields of Collective Health, Mental Health and Psychoanalysis in the management of mental health services in the context of the Unified Health System. This is a qualitative research carried out in four municipalities of the state of Rio Grande do Sul, Brazil, with six managers of mental health services identified with psychoanalysis. The instruments of data collection employed were a personal and sociodemographic data sheet and a semi-structured interview. Thematic analysis was used to analyze the data, resulting in the identification of three central themes: 1) Training and experience in management and in Collective Health; 2) Manicomial logic versus reformist logic: challenges to manage it; and 3) Psychoanalysis: between contributions and limits. The results point out the difficulties and the challenges to manage it in the face of the coexistence in the services of different logics of mental health care. Psychoanalysis is assumed as an ethical-political positioning based on the listening of the subjects' unconscious processes, which occur in the transferential field, contributing in the support to the understanding of the cases and in the management of relational and institutional aspects. On the other hand, there is a need to bring psychoanalysis closer to the context of mental health.
Descritores: Psicanálise
Sistema Único de Saúde/organização & administração
Brasil
Saúde Mental/tendências
Gestão em Saúde
Serviços de Saúde Mental/organização & administração
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  7 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1040752
Autor: Chazan, Luiz Fernando; Fortes, Sandra; Camargo Júnior, Kenneth Rochel de; Freitas, Gabrielle Carvalho de.
Título: O apoio matricial na Atenção Primária em Saúde no município do Rio de Janeiro: uma percepção dos matriciadores com foco na Saúde Mental / The matrix support in primary health care in Rio de Janeiro municipality: the matrix workers' perception in Mental Health
Fonte: Physis (Rio J.);29(2):e290212, 2019.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Os cuidados adequados em saúde mental são considerados um desafio para a saúde pública. A integração desses cuidados com a Atenção Primária à Saúde (APS) é a principal estratégia segundo a OMS. Nesta direção, no Brasil, a criação do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) foi um avanço, composto por uma equipe multidisciplinar que tem como principal ferramenta de trabalho o apoio matricial. O objetivo deste estudo foi analisar e explorar as percepções do trabalho dos matriciadores de saúde mental do município do Rio de Janeiro. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, que usou grupo focal integrado à técnica do aquário, com 26 matriciadores de oito áreas programáticas. A análise de conteúdo se deu pela Análise Estruturada. Foi possível identificar questões que versam sobre os dilemas da formação de profissionais para APS e Saúde da Família, concepções diversas sobre apoio matricial, os impactos para profissionais e pacientes de questões sobre violência e sobrecarga de trabalho, além do suporte da gestão. Concluiu-se que, embora o NASF tenha apresentado avanços importantes na atenção à saúde, ainda é preciso haver uma integração maior dos profissionais e usuários para maior clareza do trabalho dos matriciadores, visando a um fortalecimento das ações no âmbito do SUS.

Abstract Appropriate Mental Health care is considered a public health challenge. Integrating this care with Primary Health Care (PHC) is the main strategy according to WHO. In this direction, the creation of the Support Center for Family Health in Brazil was an advance, made up of a multidisciplinary team that has as main work tool the Matrix Support. This study aimed to analyze and to explore the perceptions of the work of the Mental Health matrix workers of the city of Rio de Janeiro. It is a qualitative research that used the Focal Group along with the aquarium technique with matrix workers from eight programmatic areas. Content analysis took place through Structured Analysis. It was possible to identify questions related to the dilemmas of the training of professionals for PHC and Family Health, different conceptions about matrix support, impacts for professionals and patients on issues of violence and work overload, and management support. It was concluded that although the SCFH has presented important advances in health care, there is still a need for greater integration of professionals and users for greater clarity of the work of the matrix workers, aiming at strengthening SUS actions.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Brasil
Saúde Mental
Saúde da Família
Pessoal de Saúde
Grupos Focais
Gestão em Saúde
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  8 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Lange, Celmira
Texto completo
Id: biblio-1009337
Autor: Lemões Matos, Marcos Aurélio; Lange, Celmira; Castro Przylynski, Denise Somavila; de Llano Pereira, Patrícia Mirapalheta; Machado Antunes, Roberta; Hermes Bester, Gabriele.
Título: Programa mais médicos na fronteira: gestão em saúdeem cidades gêmeas entre Brasil e Uruguai / Programa más médicos en la frontera: gestión en salud en las ciudades gemelas entre Brasil y Uruguay / Program More Medics in the Border: Health Management of Twin Cities Between Brasil and Uruguay
Fonte: Rev. urug. enferm;14(1):38-48, jun 2019.
Idioma: pt.
Resumo: ntrodução:O Programa Mais Médicos criado pela Lei nº 12.871, de 2013, surgiu estruturado em três frentes estratégicas: a primeira foi o provimento emergencial de médicos para Atenção Básica, a segunda, o investimento em infraestrutura neste nível de atenção e a última, medidas relacionadas à formação de médicos no país. O acesso da população aos cuidados médicos é essen-cial para promoção de um cuidado integral aos usuários do Sistema Único de Saúde. No Brasil há uma concentração desses profi ssionais nos grandes centros urbanos, e escassez nas regiões norte e nordeste do país, especialmente na Atenção Básica. As cidades situadas em região de fronteira também sofrem de escassez dos profi ssionais médicos, pois são consideradas áreas longínquas das grandes centros urbanos e capitais.Objetivo: descrever a percepção de seis gestores municipais sobre as potencialidades do Programa Mais Médicos na reorientação da Atenção Básica, em cidades gêmeas entre o Brasil e o Uruguai. Metodologia: Estudo de abordagem qualitativa. A coleta dos dados foi realizada de janeiro a março de 2016 mediante a entrevista semiestruturada. A análise dos dados foi embasada na análise de conteúdo prosposta por Bardin e referencial teórico do Planejamento Estratégico descrito por Matus e Testa. Resultados: Os municípios fronteiriços descentralizaram e planifi caram a atenção em saúde ao alocarem os profi ssionais médicos na Atenção Básica. O provimento e maior permanência do mé-dico nas equipes mobilizou o trabalho multiprofi ssional e ampliou o acesso dos usuários aos servi-ços e ações de saúde. Conclusão: A gestão em saúde aufere maior poder de planejamento ao dispor do profi ssional medico em seu quadro de trabalhadores. Portanto, o Programa Mais Médicos pro-piciou mudanças no modelo de atenção e enfrentamento das desigualdades sociais em saúde nos municípios fronteiriços.

Introducción: El Programa Más Médicos creado por la Ley nº 12.871, de 2013, surgió estructurado en tres frentes estratégicos: la primera fue la provisión de emergencia de médicos para Atención Básica, la segunda, la inversión en infraestructura en este nivel de atención y la última, medidas re-lacionadas con la formación de médicos en el país. El acceso de la población a la atención médica es esencial para promover un cuidado integral a los usuarios del Sistema Único de Salud. En Brasil hay una concentración de estos profesionales en los grandes centros urbanos, y escasez en las regiones norte y noreste del país, especialmente en la Atención Básica. Las ciudades situadas en región de frontera también sufren de escasez del profesional médico , pues son consideradas áreas lejanas de los grandes centros urbanos y capitales. Objetivo: describir la percepción de seis gestores municipales sobre las potencialidades del Pro-grama Más Médicos en la reorientación de la Atención Básica, en ciudades gemelas entre Brasil y Uruguay. Metodología: Estudio de enfoque cualitativo. La recolección de los datos fue realizada de enero a marzo de 2016 mediante la entrevista semiestructurada. El análisis de los datos se basó en el análisis de contenido propuesto por Bardin y referencial teórico de la Planifi cación Estratégica descrito por Matus y Testa. Resultados: Los municipios fronterizos descentralizaron y planifi caron la atención en salud al asignar a los profesionales médicos en la Atención Básica. La provisión y mayor permanencia del médico en los equipos movilizó el trabajo multiprofesional y amplió el acceso de los usuarios a los servicios y acciones de salud. Conclusión: La gestión en salud aporta mayor poder de planifi cación al disponer del profesional médico en su cuadro de trabajadores. Por lo tanto, el Programa Más Médicos propició cambios en el modelo de atención y enfrentamiento de las desigualdades sociales en salud en los municipios fronterizos

Introduction: More Doctors Program, in accordance with Law No. 12,871 of 2013, was structured on three strategic fronts: the fi rst one deal with the emergency of medical care for Basic Care, the second, an investment in infrastructure for Basic Care and the last one, these are measures related to the training of doctors in the country. Access to medical care is essential for the comprehensive health care for users of the Unifi ed Health System (called SUS in Brazil). Health professionals are concentrated in large urban centers and are lacking in the north and northeast regions of Brazil, especially in relation to Basic Care. Cities located in the border region also suff er from a shortage of doctors; as such places are considered remote areas of urban centers and capitals. Objective: " is study aims to describe the perception of six municipal managers about the poten-tial of the More Doctors Program in relation to the reorientation of Basic Care in twin cities betwe-en Brazil and Uruguay. Methodology: " is is a qualitative study with a semi-structured interview. Data collection was performed from January to March in 2016. " e analysis of the data was based on the analysis of content proposed by Bardin and the theoretical reference of Strategic Planning was described by Matus and Testa. Results: Border cities decentralized and planned health care by allocating doctors to Basic Care. " e provision of doctors and their permanence in the teams mobilized the multiprofessional work and extended the access of the users to actions and health services. Conclusion: Health manage-ment has greater planning power by having a medical professional in its workforce. " erefore, the More Doctors Program provided both changes in the care model and confrontation of social ine-qualities in health in border cities
Descritores: Gestão em Saúde
Planejamento em Saúde
Política de Saúde
-Atenção Primária à Saúde
Uruguai
Brasil
Medicina de Família e Comunidade
Limites: Seres Humanos
Responsável: UY7.1 - Biblioteca


  9 / 1444 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1048281
Autor: Barbosa, Taciana Lemos.
Título: Desafios na construção de uma Rede de Atenção Psicossocial no município de Manaus (AM): discursos e práticas de gestores e profissionais / Challenges in the construction of a Psychosocial Care Network in the city of Manaus (AM): speeches and practices of managers and professionals.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2019. 100 f p. fig, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Instituto de Medicina Social para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Ao longo das duas últimas décadas ocorreu significativa reorientação da atenção ao indivíduo com transtorno mental, mediante a criação e ampliação de serviços de cuidado com a finalidade de substituir a lógica exclusivamente centrada na estrutura do hospital para um modelo de atenção psicossocial, diversificando as abordagens terapêuticas e criando novos espaços de atuação. O presente estudo tem por objetivo analisar os principais desafios no desenvolvimento e operacionalização de uma Rede de Atenção Psicossocial, no município de Manaus, conforme modelo preconizado pelas políticas de saúde mental. Trata-se de uma pesquisa de campo qualitativa, com uma abordagem exploratória e descritiva, desenvolvida no primeiro semestre de 2018. As unidades do estudo foram a Secretaria Estadual de Saúde, Secretaria Municipal de Saúde e os Centros de Atenção Psicossocial. Os participantes da pesquisa foram os profissionais da saúde, dirigentes de serviços e representantes da gestão envolvidos na operacionalização da Rede de Atenção Psicossocial. A coleta de dados ocorreu por meio de um roteiro de entrevista semiestruturada, contendo cinco questionamentos que direcionam para a compreensão do objeto de pesquisa. Todas as entrevistas foram gravadas e transcritas na íntegra para posterior análise. Os dados obtidos foram apreciados pela análise temática de Bardin, com a definição das seguintes categorias analíticas: caracterização da rede de cuidados em Saúde Mental e dificuldades na operacionalização do trabalho em rede. A Rede de Atenção Psicossocial de Manaus foi caracterizada como de baixa conectividade utilizando-se de estratégias de integração pouco definidas, prevalecendo a rede de contatos pessoais de seus profissionais e como insuficiente, em virtude da baixa cobertura de serviços, os quais até então existentes, foram viabilizados mediante intervenção judicial. Quanto aos desafios apontados, destacou-se a dificuldade de diálogo entre as diferentes instâncias de gestão e a falta de integração das ações de saúde mental no âmbito da Atenção Primária à Saúde, com o foco das ações ainda mantido nos Centros de Atenção Psicossocial. Concluiu-se que a Rede de Atenção Psicossocial, em Manaus tem pontos de atenção dispersos, tentando atuar dentro das suas possibilidades, e não um trabalho em rede, fazendo-se necessário a definição de lideranças e a construção de um movimento mais coeso em prol da saúde mental do município com o fortalecimento do mecanismo de controle social

Over the last two decades there has been a significant reorientation regarding the attention to individuals with mental disorder, through the creation and expansion of care services with the purpose of replacing the logic exclusively focused on the hospital structure to a psychosocial care model, diversifying the therapeutic approaches and creating new action spaces. The present study aims to analyze the main challenges in the development and operationalization of a Psychosocial Care Network in the city of Manaus, according to the recommended model by mental health policies. It is a qualitative field research, with an exploratory and descriptive approach, developed in the first semester of 2018. The units of the study have been the State Healthcare Department, the Municipal Healthcare Department and the Psychosocial Care Centers. The research had participation of healthcare professionals, service managers and management representatives involved in the Psychosocial Care Network operationalization. The data collection has occurred through a semi-structured interview script, containing five questions that lead to the research object understanding. All interviews have been recorded and transcribed in full for further analysis. The obtained data has been evaluated by the Bardin thematic analysis, with the following analytical categories definition: characterization of the Mental Health care network and difficulties in the network work operationalization. The Psychosocial Attention Network of Manaus has been characterized as low connectivity using poorly defined integration strategies, prevailing the member's personal contacts network and as insufficient due to the low coverage of services, which the existent ones, have been made via judicial intervention. Regarding the challenges pointed out, highlights to the difficulty of dialogue between the different management bodies and the lack of integration of mental health actions in the scope of Primary Attention for Healthcare, with the focus of actions still maintained in the Psychosocial Care Centers. It is concluded that the Network of Psychosocial Attention in Manaus has scattered attention points, trying to act within its possibilities, instead of networking, making necessary to define leaderships and the building of a more cohesive movement for the municipality mental healthcare with the strengthening of the social control mechanism
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Brasil
Colaboração Intersetorial
Gestão em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Integralidade em Saúde
Serviços de Saúde Mental/organização & administração
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C
BR433.1; 616.89:614.39(811.3), B238, T1769


  10 / 1444 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1023696
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Dirección General de la Dirección de Intervenciones Estratégicas en Salud Pública.
Título: Manual de consulta de la DGIESP 2019 / DGIESP 2019 consultation manual.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20190700. 257 p. ilus.
Idioma: es.
Resumo: El manual contine criterios, métodos e información básica que el personal responsable necesita y debe tener presente en su quehacer cotidiano. Asimismo, para mayor información del personal de salud, se les brindarán los nombres específicos de las normas y los documentos técnicos, las guías de las prácticas clínicas y los planes nacionales de atención.
Descritores: Administração de Recursos Humanos
Administração Pública
Desenvolvimento Institucional
Gestão em Saúde
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central



página 1 de 145 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde