Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP1.011.112.128 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 164 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 17 ir para página                         

  1 / 164 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1177328
Autor: Azevedo, Sâmia Jamylle Santos de; Moura, Larissa Kelly Silva de; Nascimento, Camila Matias; Costa, Theo Duarte da; Salvador, Pétala Tuani Candido de Oliveira.
Título: Percepções de gestores de um hospital universitário sobre a qualidade em saúde / Percepciones de los gerentes de un hospital universitario sobre la calidad de la salud / Perceptions of the managers of a university hospital about quality in health
Fonte: Rev. enferm. UFSM;10:e95, 2020. ilus.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: descrever as percepções de gestores de um hospital universitário sobre a qualidade em saúde. Método: trata-se de estudo do tipo descritivo, com abordagem qualitativa, realizado em hospital universitário do Nordeste do Brasil. A população de estudo foi composta por 60 gestores. Os dados foram coletados entre 2017 e 2018, a partir de entrevista semiestruturada. Realizou-se análise textual lexicográfica com suporte do software IRaMuTeQ. Resultados: foram analisados 593 segmentos de texto com elucidação das classes: "Influência do modelo de gestão", "Ferramentas de gestão da qualidade", "Concepções de qualidade em saúde" e "Ações de promoção em saúde". Os gestores compreendiam que o modelo de gestão adotado influencia na assistência e, consequentemente, na qualidade do atendimento. Conclusão: verificou-se que os gestores relacionaram a qualidade à resolutividade do atendimento aos usuários, bem como a um bom relacionamento entre profissionais e à consequente melhoria no processo de trabalho.

Objective: to describe the perceptions of managers of a university hospital about quality in health. Method: this is a descriptive study, with a qualitative approach, carried out in a university hospital in Northeast Brazil. The study population was composed of 60 managers. Data were collected between 2017 and 2018, based on a semi-structured interview. Lexicographic textual analysis was performed with the support of the IRaMuTeQ software. Results: 593 text segments were analyzed and classified in the following categories: "Influence of the management model", "Quality management tools", "Conceptions of quality in health" and "Health promotion actions". The managers understood that the management model adopted influences care, and, consequently, its quality. Conclusion: it was found that managers related quality to the problem-solving service provided to users, as well as to a good relationship between professionals and the consequent improvement in the work process.

Objetivo: describir las percepciones de los gerentes de un hospital universitario sobre la calidad de la salud. Método: estudio descriptivo, con enfoque cualitativo, realizado en un hospital universitario en el noreste de Brasil. La población del estudio consistió en 60 gerentes. Los datos se recopilaron entre 2017 y 2018, a partir de entrevistas semiestructuradas. El análisis textual lexicográfico se realizó con el apoyo del software IRaMuTeQ. Resultados: se analizaron 593 segmentos de texto con las clases: "Influencia del modelo de gestión", "Herramientas de gestión de calidad", "Concepciones de calidad en salud" y "Acciones de promoción de la salud". Los gerentes entendieron que el modelo de gestión adoptado influye en la atención y, en consecuencia, en la calidad de la atención. Conclusión: se encontró que los gerentes relacionan la calidad con la capacidad de resolución de problemas de atención a los usuarios, así como con una buena relación entre los profesionales y la consiguiente mejora en el proceso de trabajo.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Gestão da Qualidade
Gestão em Saúde
Gestor de Saúde
Hospitais
Limites: Humanos
Responsável: BR568.1 - Biblioteca Central Manoel Marques de Souza, Conde de Porto Alegre


  2 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Souza, Silvia Regina de
Texto completo
Id: biblio-1151217
Autor: Zanqueta, Daiane; Accorsi, Letícia; Soares, Maria Rita Zoéga; Souza, Silvia Regina de; Vila, Edmarcia Manfredin.
Título: Produção de materiais psicoeducativos a gestores da saúde para intervenção na pandemia da Covid-19 / Production of materials to for health managers for intervention in the Covid-19 pandemic
Fonte: Rev. Saúde Pública Paraná (Online);3(supl. 1):168-188, dez. 11, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Intervenção psicológica é uma condição fundamental de saúde pública para superar a pandemia do Coronavirus Disease 2019. Profissionais da saúde e gestores, que estão na linha de frente no combate a essa doença, lidam diariamente com medo, ansiedade e estresse. Este relato de experiência descreve o processo de elaboração de um material psicoeducativo para gestores, a fim de orientá-los no manejo das variáveis ambientais que possam afetar a saúde mental dos trabalhadores sob sua responsabilidade. O material foi elaborado por docentes e discentes de Psicologia da Universidade Estadual de Londrina e colaboradores do projeto "Suporte Covid-19: atendimento aos profissionais e pacientes do Hospital Universitário". Os conteúdos foram ela-borados com base em documentos específicos sobre como atuar em situação de estresse, desenvolvidos pela Fundação Oswaldo Cruz e Sociedade Brasileira de Psicologia. O material produzido foi disponibilizado on-line e por meio de cartazes fixados no hospital. (AU)

Psychological intervention is a fundamental public health condition to overcome the Coronavirus Disease 2019 pandemic. Health professionals and managers, who are at the forefront in combating this disease, deal with fear, anxiety and stress on a daily basis. This experience report describes the process of preparing psychoeducational material for managers, in order to guide them in the management of environmental variables that may affect the mental health of the workers under their responsibility. The material was prepared by professors and students of Psychology at the State University of Londrina and collaborators in the project "Support Covid-19: care for professionals and patients at the University Hospital. The contents were prepared based on specific documents on how to act in a stressful situation, developed by the Oswaldo Cruz Foundation and the Brazilian Psychological Society. The material produced was made available online and through posters posted at the hospital. (AU)
Descritores: Psicologia
Saúde Mental
Pessoal de Saúde
Infecções por Coronavirus
Gestor de Saúde
Materiais
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1961 - Biblioteca


  3 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-702584
Autor: Vianna, Renata Pestana; Lima, Luciana Dias de.
Título: Colegiados de Gestão Regional no estado do Rio de Janeiro: atores, estratégias e negociação intergovernamental / Regional Management Boards (CGR): actors, strategies and intergovernmental negotiations
Fonte: Physis (Rio J.);23(4):1025-1049, 2013. graf, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo analisou a conformação dos Colegiados de Gestão Regional (CGRs) no estado do Rio de Janeiro, no contexto do Pacto pela Saúde, a partir de quatro dimensões principais: indução e implantação inicial, institucionalidade, processo político e padrões de relacionamento (intergovernamental e entre organismos de gestão compartilhada) e capacidade de atuação dos CGRs. Foram identificados os principais atores envolvidos e as estratégias utilizadas no processo de implantação, bem como a dinâmica de funcionamento e o conteúdo das negociações nessas instâncias regionais. A implantação dos CGRs no Rio de Janeiro ocorreu tardiamente se comparado a outros estados do Brasil, acompanhando, no entanto, o padrão de desenvolvimento das políticas de regionalização no estado. Percebeu-se que o funcionamento dessas instâncias de negociação e pactuação intergovernamental apresentou variações entre as regiões, relacionadas, principalmente, à preexistência de práticas de planejamento, estruturas e mecanismos de cogestão regional. Em relação às potencialidades e desafios dos CGRs, observou-se que, embora constituídas recentemente, essas instâncias lograram promover maior integração entre os entes governamentais nos espaços regionais. Além disso, favoreceram a troca de experiência e o aprendizado entre os gestores, particularmente em relação às políticas públicas de saúde. No entanto, o trabalho empírico sugere que ainda é preciso avançar no que diz respeito ao desenvolvimento de uma cultura de planejamento regional, que possibilite maior autonomia das regiões no desenvolvimento de políticas ajustadas a suas próprias realidades. Nesse processo, a função indutora e coordenadora atribuída à esfera estadual será de extrema importância.

The study analyzed the conformation of the Regional Management Boards (CGRs) in the state of Rio de Janeiro, in the context of the Health Pact, based on four key dimensions: induction and initial deployment, institution, political process and relationship patterns (intergovernmental and between joint management organisms) and capacity for action of CGRs. The main actors involved and the strategies used in the deployment process and the dynamics of the operation and content of negotiations in these regional bodies were identified. The deployment of CGRs was late in Rio de Janeiro as compared with other Brazilian states, following, however, the pattern of development of regionalization policies in the state. It was noticed that the functioning of these bodies and intergovernmental negotiation pact showed variations between regions, mainly related to preexisting planning practices, structures and mechanisms for regional co-management. Regarding the potential and challenges of CGRs, it was observed that although recently established, these instances succeeded in promoting greater integration between government agencies in regional areas. Moreover, they favored the exchange of experience and learning among managers, particularly in relation to public health policies. However, empirical work suggests that it is still necessary to move forward with regard to the development of a culture of regional planning, which allows greater autonomy for regions in developing policies adjusted to their own realities. In this process, the inducing and coordinating function assigned to the state level will be of utmost importance.
Descritores: Regionalização
Gestão em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Planejamento em Saúde
Política de Saúde
-Políticas, Planejamento e Administração em Saúde
Sistema Único de Saúde
Brasil
Saúde Pública
Gestor de Saúde
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  4 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Shimizu, Helena Eri
Texto completo
Id: lil-702587
Autor: Shimizu, Helena Eri.
Título: Percepção dos gestores do Sistema Único de Saúde acerca dos desafios da formação das Redes de Atenção à Saúde no Brasil / Perception of managers of the Unified Health System about the challenges in the formation of Health Care Networks in Brazil
Fonte: Physis (Rio J.);23(4):1101-1122, 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O estudo teve como objetivo analisar as percepções de gestores sobre os desafios da formação de Redes de Atenção à Saúde no Brasil. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas com sete gestores envolvidos com a formulação de políticas públicas de saúde. As falas foram analisadas com auxílio do software Analyse Lexicale par Contexte d´un Ensemble de Segments de Texte (ALCESTE). Identificaram-se três eixos temáticos. O primeiro foi denominado "A fragmentação do SUS dificulta o direito à saúde", e constituiu-se pela classe um, que trata dos fatores que contribuem para a fragmentação do sistema de saúde, e pela classe cinco, que aborda a saúde como direito social. O segundo eixo temático, denominado "O Estado na conformação das redes SUS", é composto pelas classes dois, que demonstra as dificuldades na regionalização da saúde, três, que trata da governança regional, e quatro, que versa sobre a contratualização das redes regionais. O terceiro eixo, "Redes e a integralidade", é formado apenas pela classe seis, que aborda os desafios da formação de redes que garantam a integralidade da atenção. O estágio do desenvolvimento das redes regionais de atenção é considerado incipiente; todavia, a regulamentação da Lei Orgânica da Saúde, contendo diretrizes para a organização da regionalização, é considerada estratégica para organização das Redes de Atenção à Saúde.

The study aimed to analyze the perceptions of managers about the challenges in the formation of Health Care Networks in Brazil. Semistructured interviews with seven managers involved with the formulation of public health policies were carried out. The speeches were analyzed with the aid of software Analyse Lexicale par Contexte d´un Ensemble de Segments de Texte (ALCESTE). We identified three main themes. The first was called "Fragmentation of SUS hinders the right to health", and was constituted by class one, which addresses factors that contribute to the fragmentation of the health system, and class five, which addresses health as a social right. The second main theme, called "The State of SUS in shaping networks", is composed of class two, which shows the difficulties in the regionalization of health; three, which deals with regional governance; and four, which deals with the contracting of regional networks. The third axis, "Networks and completeness", is formed only by class six, which addresses the challenges of networking to ensure comprehensive care. The stage of development of regional networks of care is considered incipient, yet the regulation of Health Law containing guidelines for the organization of regionalization is considered strategic for the organization of Health Care Networks.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Regionalização
Sistema Único de Saúde/organização & administração
Gestão em Saúde
Políticas Públicas de Saúde
Gestor de Saúde
-Brasil
Saúde Pública
Entrevistas como Assunto
Pesquisa Qualitativa
Integralidade em Saúde
Governança
Política de Saúde
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  5 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1146916
Autor: Silva, Victor Lucas de Melo; Felix, Rayane Saraiva; Souza, Nayara de; Nascimento, Camila Matias; Moura, Larissa Kelly Silva de; Salvador, Pétala Tuani Candido de Oliveira.
Título: Estresse gerencial: análise de conceito na perspectiva evolucionária de Rodgers / Managerial stress according to rodgers' evolutionary concept analysis / Estrés gerencial: análisis de concepto en la perspectiva evolutiva de Rodgers
Fonte: Rev. Pesqui. (Univ. Fed. Estado Rio J., Online);13:94-102, jan.-dez. 2021. il, tab.
Idioma: en; pt.
Resumo: Objetivo: analisar o conceito estresse gerencial na perspectiva evolucionária de Rodgers. Método: estudo descritivo de abordagem mista, cuja fonte da coleta de dados foi o Banco de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). A busca foi realizada em maio de 2017, através do descritor "Estresse Ocupacional". Foram incluídas produções brasileiras disponíveis na íntegra. Os dados quantitativos foram analisados a partir de estatística descritiva simples, e a variável qualitativa através da análise de similitude com suporte do IRAMUTEQ. Resultados: a amostra final contou com 12 estudos. Na análise conceitual foram encontrados os seguintes vocábulos: estresse ocupacional, indivíduo, ambiente, saúde e físico. Conclusão: conceituou-se estresse gerencial como um conjunto de fatores organizacionais e interpessoaisno local de trabalho, que causam o desgaste fisiológico e psicológico do trabalhador, o que afeta a saúde doindivíduo, assim como reflete diretamente na instituição

Objective: to analyze the concept of managerial stress in Rodgers' evolutionary perspective. Method: descriptive study of mixed approach, whose source of data collection was the Bank of Theses and Dissertations of the Coordination of Improvement of Higher Education Personnel (CAPES). The search was carried out in May of 2017, through the descriptor "Occupational Stress". Brazilian productions available in full were included. The quantitative data were analyzed from simple descriptive statistics, and the qualitative variable through the similarity analysis with IRAMUTEQ support. Results: the final sample had 12 studies. In the conceptual analysis were found the following words: occupational stress, individual, environment, health and physical. Conclusion: management stress was defined as a set of organizational and interpersonal factors in the workplace, which cause the physiological and psychological erosion of the worker, which affects the health of the individual, as well as reflects directly in the institution

Objetivo: analizar el concepto de estrés gerencial en la perspectiva evolutiva de Rodgers. Método: estudio descriptivo de enfoque mixto, cuya fuente de recolección de datos fue el Banco de Tesis y Disertaciones de la Coordinación de Perfeccionamiento de Personal de Nivel Superior (CAPES). La investigación se realizó en mayo de 2017, a través del descriptor "estrés ocupacional". Las producciones brasileñas disponibles en su totalidad se incluyeron. Los datos cuantitativos se analizaron a partir de estadística descriptiva simples y la variable cualitativa a través del análisis de la similitud con soporte del IRAMUTEQ. Resultados: la muestra final contó con 12 estudios. En el análisis conceptual se encontraron los siguientes vocablos: estrés ocupacional, individuo, ambiente, salud y físico. Conclusión: estrés gerencial fue concebido como un conjunto de factores organizacional e interpersonales en el lugar de trabajo, que causan el desgaste fisiológico y psicológico del trabajador
Descritores: Administração de Serviços de Saúde
Formação de Conceito
Gestor de Saúde
Estresse Ocupacional
-Esgotamento Profissional
Recursos Humanos
Processo de Enfermagem
Limites: Humanos
Responsável: BR1208.1 - BSEN - Biblioteca Setorial de Enfermagem e Nutrição


  6 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1039826
Autor: Heidmann, Andréia; Trindade, Letícia Flores; Schmidt, Catiele Raquel; Loro, Marli Maria; Fontana, Rosane Teresinha; Kolankiewicz, Adriane Cristina Bernat.
Título: Contributive factors for the consolidation of patient safety culture in the hospital environment / Factores que contribuyen a consolidar la cultura de seguridad del paciente en el ámbito hospitalario / Fatores contribuintes para consolidação da cultura de segurança do paciente no âmbito hospitalar
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(1):e20190153, 2020. graf.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objective: To understand the contributing factors for the consolidation of the patient safety culture, from a management perspective, in an accredited hospital. Method: A qualitative study developed in a hospital institution of size IV, accredited by the National Accreditation Organization as level II, located in the northwest region of the State of Rio Grande do Sul/Brazil. The inclusion criteria were the following: having been in the leadership position of the institution for over a year and actively participating in the accreditation process. Leaders on vacation or absent due to illness in August 2018 were excluded. The collection was performed using the Focus Group technique in August 2018. Data were explored by thematic analysis. Results: The group reported teamwork, professional appreciation, management support, implementation of protocols, professional satisfaction, and working conditions as factors that contributed to the consolidation of the safety culture. Conclusions and implications for practice: The identified factors allowed for a cultural change in the institution through participatory management in processes and results that encourage workers to assume significant roles in advancing patient safety by assimilating and taking responsibility for change, which plays a crucial role in developing safe care.

RESUMEN Objetivo: Comprender los factores que contribuyen a la consolidación de la cultura de seguridad del paciente, desde la perspectiva de los líderes, en un hospital acreditado. Método: Estudio cualitativo, desarrollado en una institución hospitalaria de tamaño IV, acreditado por la Organización Nacional de Acreditación de nivel II, ubicado en la región noroeste del estado de Rio Grande do Sul/Brasil. En la inclusión de la investigación se tuvo en cuenta: actuar en posición de liderazgo en la institución por más de un año y participar activamente en el proceso de acreditación. Se excluyeron los líderes en vacaciones o en licencia por enfermedad. La recolección de datos se realizó utilizando la técnica del grupo de enfoque en agosto de 2018. El análisis de datos se realizó mediante análisis temático. Resultados: El grupo informó que el trabajo en equipo, el reconocimiento profesional, el apoyo administrativo, la implementación del protocolo, la satisfacción laboral y las condiciones laborales son factores que contribuyeron a consolidar una cultura segura. Conclusiones e implicaciones para la práctica: Los factores identificados han permitido un cambio cultural en la institución, a través de la gestión participativa de los procesos y resultados, que alientan a los trabajadores a asumir roles significativos en el avance de la seguridad del paciente al asimilar y asumir la responsabilidad del cambio, que fueron fundamentales para desarrollar una atención segura.

RESUMO Objetivo: Compreender os fatores contribuintes para a consolidação da cultura de segurança do paciente, na perspectiva de lideranças, em um hospital acreditado. Método: Estudo qualitativo, desenvolvido em uma instituição hospitalar de porte IV, acreditada pela Organização Nacional de Acreditação nível II, situado na região noroeste do Estado do Rio Grande do Sul/Brasil. Constituíram-se em inclusão: atuar em cargo de liderança na instituição há mais de um ano e ter participado ativamente no processo de acreditação. Excluídas lideranças em período de férias ou licença saúde. A coleta foi realizada por meio de técnica de Grupo Focal, em agosto de 2018. Análise dos dados foi por análise temática. Resultados: O grupo relatou o trabalho em equipe, a valorização profissional, o apoio da gerência, a implantação de protocolos, a satisfação profissional e as condições de trabalho como fatores que contribuíram na consolidação da cultura segura. Conclusões e implicações para a prática: Os fatores identificados permitiram a mudança cultural na instituição, por meio de uma gestão participativa nos processos e resultados, que encorajam os trabalhadores ​​a assumir papéis significativos no avanço da segurança do paciente, assimilando e assumindo a responsabilidade pelas mudanças, que foram fundamentais para desenvolver uma assistência segura.
Descritores: Segurança do Paciente
-Equipe de Assistência ao Paciente
Condições de Trabalho
Administração de Serviços de Saúde
Grupos Focais
Pesquisa Qualitativa
Gestor de Saúde
Satisfação no Emprego
Limites: Humanos
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  7 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1056965 LILACS-Express
Autor: Santos, Renata Oliveira Maciel dos; Ramos, Danielle Nogueira; Migowski, Arn.
Título: Barreiras na implementação das diretrizes de detecção precoce dos cânceres de mama e colo do útero no Brasil / Barriers to implementing early breast and cervical cancer detection guidelines in Brazil
Fonte: Physis (Rio J.);29(4):e290402, 2019. tab.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Diretrizes clínicas podem melhorar a qualidade e a segurança da atenção à saúde, reduzindo ações inapropriadas, entretanto, a implementação desses documentos é influenciada por diversos fatores. O objetivo deste estudo foi identificar as barreiras na implementação das diretrizes para a detecção precoce do câncer de mama e do colo do útero no Brasil sob a perspectiva dos gestores do SUS. Trata-se de uma pesquisa transversal e exploratória com desenho quantitativo-qualitativo, com 60 gestores. As principais barreiras para o câncer de mama foram: conflitos com as sociedades de especialidades médicas (31,0%); baixa adesão dos profissionais (20,7%); desorganização dos serviços (17,2%); e para o câncer do colo do útero: pouca tradição organizacional no uso de diretrizes (25,0%); baixa adesão dos profissionais (21,4%); desorganização dos serviços de saúde (21,4%). Demais barreiras identificadas foram a precariedade do sistema de informação e alta rotatividade dos profissionais. Diferenças regionais se destacam na demanda inapropriada da população na Região Sul e na escassez de recursos financeiros na Região Norte. Os resultados reiteram pressupostos de como a comunicação ineficiente pode impactar na prática e adesão dos profissionais e usuários às recomendações e que as barreiras se relacionam a condições interdependentes e de forma sinérgica se potencializam nas dimensões práticas, sistêmicas e organizacionais.

Abstract Clinical guidelines can improve the quality and safety of health care by reducing inappropriate actions. However, the implementation of these documents is influenced by several factors. This study aimed to identify the barriers in the implementation of guidelines for early breast and cervical cancer detection in Brazil, as seen from the public health managers (SUS) perspective. This is a cross-sectional and exploratory research with quantitative-qualitative design, involving 60 managers. The implementation main barriers for breast cancer were: medical society conflicts (31.0%), low professionals' adherence (20.7%); and disorganization of health services (17.2%). For the cervical cancer, these are: little organizational tradition in the use of guidelines (25.0%); low professionals' adherence (21.4%); and disorganization of health services (21.4%). Other identified barriers were the precariousness of the information health system and high turnover of professionals. Regional differences stood out in the inappropriate demand of the population in the South Region and lack of financial resources in the North Region. The results reinforce the fact that inefficient communication does affect the medical practice. Moreover, the adherence of both professionals and users to recommendations are related to interdependent and synergistic conditions that become more relevant at the practical, systemic, and organizational dimensions.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Neoplasias da Mama/prevenção & controle
Neoplasias do Colo do Útero/prevenção & controle
Guias de Prática Clínica como Assunto
Gestor de Saúde
Prática Clínica Baseada em Evidências
-Brasil
Serviços de Saúde da Mulher
Protocolos Clínicos
Saúde da Mulher
Políticas Públicas de Saúde
Limites: Feminino
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  8 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1056146
Autor: Barros, Leylaine Christina Nunes de; Oliveira, Ellen Synthia Fernandes de; Hallais, Janaína Alves da Silveira; Teixeira, Ricardo Antônio Gonçalves; Barros, Nelson Filice de.
Título: Práticas Integrativas e Complementares na Atenção Primária à Saúde: Percepções dos Gestores dos Serviços / Prácticas Integradoras y Complementarias en la Atención Primaria de Salud: percepciones de los gestores de servicios / Integrative and Complementary Practices in Primary Health Care: Perceptions of Service Managers
Fonte: Esc. Anna Nery Rev. Enferm;24(2):e20190081, 2020. graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo Compreender os sentidos atribuídos pelos gestores dos Serviços da Região Metropolitana de Goiânia sobre a oferta de Práticas Integrativas e Complementares (PIC) na Atenção Primária à Saúde (APS). Método Estudo descritivo e exploratório, de abordagem qualitativa, realizado entre agosto e dezembro de 2017, com 21 gestores, mediante utilização de entrevistas semiestruturadas que foram gravadas, transcritas e analisadas com a técnica de análise de conteúdo temática. Resultados Os entrevistados demonstraram compreender o contexto em que as PIC estão inseridas, embora tenham apresentado dificuldades e insegurança na sua conceituação. Dos resultados emergiram três categorias, quais sejam: PIC para gestores; aspectos positivos e negativos da oferta das PIC para a equipe de saúde; aspectos positivos e negativos da disponibilização das PIC para os usuários dos serviços. Conclusão e implicações para a prática Conclui-se que há forte influência do modelo biomédico em detrimento da integralidade na organização dos serviços de APS, o que implica com a baixa e descontínua oferta das PIC na Região Metropolitana de Goiânia. Esta conclusão convida para a ampliação dos espaços de reflexão sobre a pluralidade de racionalidades de cuidado no Sistema Único de Saúde.

RESUMEN Objetivo Comprender los significados atribuidos por los gestores de los Servicios de la Región Metropolitana de Goiánia acerca del ofrecimiento de Prácticas Integradoras y Complementarias (PIC) en la Atención Primaria de Salud (APS). Método Estudio descriptivo y exploratorio, cualitativo, realizado entre agosto y diciembre de 2017 con 21 gestores. Se realizaron entrevistas semiestructuradas, grabadas, transcriptas y analizadas con la técnica del análisis de contenido temático. Resultados Los entrevistados demostraron comprender el contexto en lo cual se insertan las PIC, aunque tengan presentado dificultades e inseguridad en su conceptualización. Emergieron tres categorías de los resultados: PIC para los gestores; aspectos positivos y negativos del ofrecimiento de PIC para el equipo de salud; aspectos positivos y negativos de la disponibilidad de PIC a los usuarios de los servicios. Conclusiones e implicaciones para la práctica Se concluye que hay fuerte influencia del modelo biomédico en detrimento de la integralidad en la organización de los servicios de APS, lo que resulta en el bajo y discontinuo ofrecimiento de PIC en la Región Metropolitana de Goiánia. Esta conclusión invita a la ampliación de los espacios de reflexión sobre la pluralidad de racionalizaciones de la atención en el Sistema Único de Salud.

ABSTRACT Objective To understand the meanings attributed by the managers of the Services of the Metropolitan Region of Goiânia to the offer of Integrative and Complementary Practices (ICP) in Primary Health Care (PHC). Method Descriptive and exploratory study, with a qualitative approach, conducted between August and December 2017, with 21 managers, using semi-structured interviews that were recorded, transcribed, and analyzed with the thematic content analysis technique. Results The interviewees demonstrated an understanding of the context in which the ICP are placed, although they have presented difficulties and insecurity expressing their concepts. The results have elicited three categories, as follows: ICP for managers; positive and negative aspects of the provision of ICP for the health team; positive and negative aspects of the provision of ICP for service users. Conclusion and implications for the practice It is possible to conclude that there is a strong influence of the biomedical model, instead of a more integrated approach in the organization of PHC services, which leads to a low and discontinuous offer of ICP in the Metropolitan Region of Goiânia. This conclusion invites us to expand the spaces for reflection on the plurality of rationales of care in the Unified Health System.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/organização & administração
Terapias Complementares
Gestor de Saúde
Integralidade em Saúde
-Sistema Único de Saúde/organização & administração
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Responsável: BR442.1 - Biblioteca Setorial de Pós-Graduação


  9 / 164 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Saúde Pública
Shimizu, Helena Eri
Texto completo
Id: biblio-1125335
Autor: Pereira, Vinícius Oliveira de Moura; Shimizu, Helena Eri; Ramos, Maíra Catharina; Fagg, Christopher William.
Título: Regionalização em saúde em Minas Gerais: uma análise da percepção dos representantes de Comissões Intergestores Regionais / Health Regionalization in Minas Gerais: An Analysis of the Perception of Representatives of Regional Inter-managerial Commissions
Fonte: Physis (Rio J.);30(1):e300117, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este estudo tem como objetivo analisar a percepção de representantes de Comissões Intergestores Regionais (CIRs) sobre o processo de regionalização em saúde no Estado de Minas Gerais. Foram realizadas entrevistas com representantes de dez regiões de saúde do estado. Os dados, analisados por meio do software IRAMUTEQ, geraram um dendograma com dois eixos temáticos. O primeiro eixo, denominado "O papel das CIRs e dos principais atores no processo de governança regional", subdividiu-se nas classes 4, 3 e 2, que abordaram, respectivamente, o protagonismo dos apoiadores do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS) nas CIRs; a CIR como espaço de pactuação das ações regionais; atores envolvidos na governança da região de saúde. O segundo, denominado "Organização da assistência nas redes de atenção", subdividiu-se nas classes 5, 1 e 6, que descreveram, respectivamente, vazios assistenciais nas regiões de saúde; fragilidades e potencialidades do processo de regionalização; dificuldades de provisão de serviços de média e alta complexidade. A regionalização em saúde em Minas Gerais, apesar de estratégias bem-sucedidas, apresenta grandes desafios. O financiamento insuficiente do SUS, em um cenário de disputas políticas, e fragmentação de recursos prejudica a provisão da atenção nas regiões de saúde. Trata-se, portanto, de um processo em construção.

Abstract This study aims to analyze the perception of representatives of Regional Inter-managerial Commissions on the process of health regionalization in the State of Minas Gerais. Interviews were conducted with representatives of 10 state health regions. The data, analyzed through IRAMUTEQ software, generated a dendogram with two thematic axes. The first axis, called "The role of CIR and key actors in the regional governance process", was subdivided into classes 4, 3 and 2, which addressed, respectively, the role of the Council of Municipal Health Secretaries supporters in the Commissions; the Commissions as a space for agreement on regional actions; the actors involved in the governance of the health region. The second, called "Organization of assistance in the care networks" was subdivided into classes 5, 1 and 6, which described, respectively, care gaps in the health regions; weaknesses and potentialities of the regionalization process; difficulties in providing medium and high complexity services. Health regionalization in Minas Gerais, despite successful strategies, brings great challenges. Insufficient financing of the SUS in a scenario of political disputes and resource fragmentation undermines the provision of care in health regions. It is a process still under construction.
Descritores: Regionalização/organização & administração
Sistema Único de Saúde
Gestão em Saúde
Gestor de Saúde
Governança
Investimentos em Saúde
-Atenção Primária à Saúde
Regionalização/métodos
Regionalização/normas
Brasil
Direção e Governança do Setor de Saúde
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  10 / 164 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1135692
Autor: Silva, Renan Carlos Freitas da; Santos, Erlene Roberta Ribeiro dos; Martelli, Petrônio José de Lima; Lorena Sobrinho, José Eudes; Souto, Camila da Costa Lima.
Título: A governança e o planejamento na perspectiva regional de saúde / Governance and planning from a regional health perspective
Fonte: Physis (Rio J.);30(3):e300331, 2020. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo O princípio da descentralização do SUS percorreu uma longa trajetória desde sua fundação. As normativas instituídas ao longo do tempo apontaram um processo da regionalização em detrimento da municipalização. A publicação do Decreto n° 7.508/11 legitimou as regiões de saúde e seu respectivo espaço de pactuação para a elaboração do planejamento e a tomada de decisão. Considerando tais aspectos, o estudo analisou a governança e o planejamento em saúde na II Região de Saúde do Estado de Pernambuco, por meio de estudo qualitativo, utilizando a análise documental proveniente das atas e pautas da Comissão Intergestores Regional e a análise de conteúdo de entrevistas semiestruturadas realizadas com os gestores municipais da região. Os resultados demonstraram o protagonismo da CIR na governança regional, apesar das evidentes fragilidades no processo de planejamento regional e nas estruturas das redes de atenção à saúde.

Abstract The principle of SUS decentralization has come a long way since its foundation. The regulations over time pointed to a process of regionalization to the detriment of municipalization. The publication of Decree No. 7.508 / 11 legitimized the health regions and their respective agreement space for the preparation of planning and decision making. Considering such aspects, the study analyzed governance and health planning in the II Health Region of the State of Pernambuco, through a qualitative study, using document analysis from the minutes and guidelines of the Regional Inter-Management Commission and the analysis of the content of interviews semi-structured with municipal managers in the region. The results attested CIR's role in regional governance, despite the evident weaknesses in the regional planning process and in the structures of health care networks.
Descritores: Regionalização
Sistema Único de Saúde/organização & administração
Gestão em Saúde
Atenção à Saúde
Governança
Planejamento em Saúde
-Brasil
Gestor de Saúde
Disparidades nos Níveis de Saúde
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C



página 1 de 17 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde