Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP1.011.112.128 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 153 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 16 ir para página                         

  1 / 153 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1127560
Autor: Cardoso, Maria Filomena Passos Teixeira; Martins, Maria Manuela Ferreira Pereira da Silva; Ribeiro, Olga Maria Pimenta Lopes; Pereira, Virgínia Lucinda Sousa Cruz; Pires, Regina Maria Ferreira; Santos, Margarida Reis.
Título: Atitude dos enfermeiros gestores face à morte: repercussões da pandemia por COVID-19 / Nursing managers' attitudes towards death: repercussions of the COVID-19 pandemic / Actitudes de los gerentes de enfermería ante la muerte: repercusiones de la pandemia COVID-19
Fonte: J. Health NPEPS;5(2):42-59, set. 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar as atitudes dos enfermeiros gestores face à morte, antes e após o período crítico da pandemia por COVID-19. Método: estudo quantitativo, transversal e comparativo, realizado em uma instituição hospitalar do Norte de Portugal. A coleta de dados ocorreu através de questionário, que integrava a Escala de Avaliação do Perfil de Atitudes acerca da Morte, em dois momentos. O primeiro ocorreu em 2018, com participação de 28 enfermeiros gestores, e o segundo, em 2020, com 21 enfermeiros gestores. Resultados: globalmente, os participantes manifestaram maior concordância com as atitudes "aceitação neutral/neutralidade" e "medo". Embora algumas das cinco dimensões das atitudes não tenham apresentado diferenças significativas entre o primeiro e segundo momento, constatou-se que em relação à "aceitação como aproximação", a média obtida no momento, após o período crítico da pandemia por COVID-19, foi superior. Conclusão: a partir dos resultados emerge a importância de se investir na preparação dos enfermeiros gestores para lidar com a morte e o processo de morrer, com uma dupla intencionalidade: minimizar o seu sofrimento e assegurar a otimização do acompanhamento e apoio aos enfermeiros da equipe que lidera.

Objective: to analyze the attitudes of nurse managers towards death, before and after the critical period of the pandemic by COVID-19. Method: quantitative, cross-sectional and comparative study, carried out in a hospital in Northern Portugal. Data collection occurred through a questionnaire, that integrated the Attitude Profile Assessment Scale about Death, in two stages. The first occurred in 2018, with the participation of 28 nurse managers, and the second, in 2020, with 21 nurse managers. Results: globally, the participants showed greater agreement with the attitudes of "neutral acceptance/neutrality" and "fear". Although some of the five dimensions of attitudes did not show significant differences between the first and second moments, it was found that in relation to "acceptance as approximation", the average obtained at the moment, after the critical period of the pandemic by COVID-19, was superior. Conclusion: from the results emerges the importance of investing in the preparation of nurse managers to deal with death and the process of dying, with a double intention: to minimize their suffering and ensure the optimization of monitoring and support to the nurses of the team that leads.

Objetivo: analizar las actitudes de los gerentes de enfermería hacia la muerte, antes y después del período crítico de la pandemia por COVID-19. Método: estudio cuantitativo, transversal y comparativo, realizado en un hospital del norte de Portugal. La recolección de datos se realizó a través de un cuestionario, que integró el Escala de Evaluación del Perfil de Actitud sobre la Muerte, en dos etapas. El primero ocurrió en 2018, con la participación de 28 gerentes de enfermería, y el segundo, en 2020, con 21 gerentes de enfermería. Resultados: globalmente, los participantes mostraron mayor acuerdo con las actitudes de "aceptación neutral/neutralidad" y "miedo". Si bien algunas de las cinco dimensiones de las actitudes no mostraron diferencias significativas entre el primer y segundo momento, se encontró que en relación a la "aceptación como aproximación", el promedio obtenido en el momento, luego del período crítico de la pandemia por COVID-19, fue superior. Conclusión: de los resultados surge la importancia de invertir en la preparación de los gerentes de enfermería para afrontar la muerte y el proceso de morir, con una doble intención: minimizar su sufrimiento y asegurar la optimización del seguimiento y acompañamiento a los enfermeros del equipo que lideran.
Descritores: Atitude Frente a Morte
Infecções por Coronavirus
Gestor de Saúde
-Enfermagem
Pandemias
Responsável: BR1972.9 - DE - Departamento de Enfermagem


  2 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1122771
Autor: Pernambuco. (Estado) Secretaria de Saúde; .Comissão de Integração Ensino-Serviço Estadual de Pernambuco; .Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco..
Título: Oficina regional de educação permanente em saúde: II e XII regiões de saúde: relatório final / Regional workshop on permanent health education: II and XII health regions: final report.
Fonte: Pernambuco; Pernambuco (Estado) Secretaria de Saúde; 2019. 25 p. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: As Oficinas Regionais foram realizadas com os objetivos de mobilizar e formar politicamente gestores estaduais e municipais, trabalhadores, docentes e estudantes das instituições de ensino, conselheiros e movimentos sociais; discutir e incorporar novas proposições ao Plano de Educação Permanente em Saúde de Pernambuco (PEPS-PE 2019-2022); mobilizar e reestruturar as CIES regionais; apoiar o desenvolvimento dos Planos Regionais e Municipais de Educação Permanente em Saúde. (AU)
Descritores: Educação Continuada
-Atenção Primária à Saúde
Educação em Saúde
Planos Regionais
Gestão em Saúde
Gestor de Saúde
Política de Saúde
Responsável: BR1903.1 - Biblioteca Nelson Chaves
BR1903.1; 061.3:614(813.42), P452o


  3 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1122766
Autor: Pernambuco. (Estado) Secretaria de Saúde; .Comissão de Integração Ensino-Serviço Estadual de Pernambuco; .Escola de Governo em Saúde Pública de Pernambuco.
Título: Oficina regional de educação permanente em saúde: IV e V regiões de saúde: relatório final / Regional workshop on permanent health education: IV and V health regions: final report.
Fonte: Pernambuco; Pernambuco. (Estado) Secretaria de Saúde; 2019. 32 p. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: As Oficinas Regionais foram realizadas com os objetivos de mobilizar e formar politicamente gestores estaduais e municipais, trabalhadores, docentes e estudantes das instituições de ensino, conselheiros e movimentos sociais; discutir e incorporar novas proposições ao Plano de Educação Permanente em Saúde de Pernambuco (PEPS-PE 2019-2022); mobilizar e reestruturar as CIES regionais; apoiar o desenvolvimento dos Planos Regionais e Municipais de Educação Permanente em Saúde. (AU)
Descritores: Gestão em Saúde
Educação Continuada
-Atenção Primária à Saúde
Educação em Saúde
Planos Regionais
Políticas Públicas de Saúde
Gestor de Saúde
Responsável: BR1903.1 - Biblioteca Nelson Chaves
BR1903.1; 061.3:614(813.4), P452o


  4 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1122537
Autor: Oliveira, Éder Samuel Bonfim Esteves; Oliveira, Veneza Berenice de; Caldeira, Antônio Prates.
Título: Internações por condições sensíveis à Atenção Primária em Minas Gerais, entre 1999 e 2007 / Hospitalization due to Primary Care sensitive conditions in Minas Gerais, between 1999 and 2007
Fonte: Rev. baiana saúde pública;41(1):144-157, dez. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O indicador internações por condições sensíveis à Atenção Primária tem sido utilizado no Brasil para avaliar o impacto das atividades da Estratégia Saúde da Família, possibilitando a identificação de fragilidades regionais, para que possam ser enfrentadas de modo mais efetivo pelos gestores de saúde. Este estudo objetivou analisar as taxas de Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária nas regiões de saúde de Minas Gerais, no período de 1999 a 2007. Desenvolveu-se estudo ecológico, com análise de correlação entre as taxas de internações e a cobertura da Estratégia Saúde da Família. Os números de internações foram fornecidos pelo departamento de informática do Sistema Único de Saúde e a população, a cada ano, foi obtida com base nas estimativas populacionais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Os resultados indicaram que, no período avaliado, as taxas das Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária passaram de 244,19 para 143,5/10.000 habitantes, uma redução de 41,2% ao longo dos anos. Houve redução em todas as regiões de saúde, mas de forma heterogênea, com piores resultados para as regiões mais carentes. Registrou-se correlação negativa e estatisticamente significante entre a cobertura populacional pela Estratégia Saúde da Família e o número dessas internações. Concluiu-se que houve melhora da efetividade da Atenção Primária em Saúde em Minas Gerais e redução das taxas e do percentual das Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária no total de internação entre os anos de 1999 e 2007
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Qualidade da Assistência à Saúde
Sistema Único de Saúde
Estratégia Saúde da Família
Gestor de Saúde
Hospitalização
-Assistência à Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR2149.1 - Biblioteca


  5 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Lago, Tânia Di Giacomo do
Texto completo
Id: lil-570325
Autor: Lago, Tânia Di Giacomo do; Batista, Karina Barros Calife; Lavras, Carmen; Feliciello, Domenico.
Título: Atenção a gestante e a puérpera no SUS-SP: manual de orientação ao gestor para a implantação da linha de cuidado da gestante e da puérpera.
Fonte: São Paulo; SES/SP; 2010. 82 p.
Idioma: pt.
Resumo: Em que pesem os avanços ocorridos no âmbito do SUS desde sua criação, particularmente os relacionados à ampliação de cobertura e à qualificação da assistência e de seus mecanismos gestores, ainda há muito que ser construido na perspectiva de garantir uma atenção à saúde de qualidade a todos os brasileiros. Adequar o seu financiamento, amadurecer o modelo de gestão tripartite, superar a fragmentação das ações e serviços de saúde e qualificar suas práticas clínicas constituem os desafios que necessitam ser enfrentados na atualidade para que se possa garantir oferta qualificada de cuidados em saúde. Embora, nas últimas décadas, a cobertura de atenção ao pré-natal tenha aumentado garantir sua qualidade permanece como o maior desafio e como uma prioridade. Mesmo reconhecendo que os resultados nesse campo dependem de fatores relativos ao desenvolvimento econômico, social e humano de cada região, que terminam por conferir maior ou menor suporte às mulheres nessa fase do ciclo de vida, é preciso potencializar os recursos humanos e materiais existentes no Estado de São Paulo para o progressivo enfrentamento da morbimortalidade materna e perinatal. Nessa perspectiva, deve-se considerar que a melhoria da qualidade da atenção exige também uma mudança sensível na atitude dos profissionais de saúde e na eficiência e presteza dos serviços. Há que se investir na qualificação da atenção pré-natal, da atenção ao parto e ao puerpério, devendo-se, para isso, garantir o acesso das usuárias aos serviços de saúde e instituir uma abordagem integral do processo saúde doença através de ações intersetoriais de promoção da saúde e de prevenção, diagnóstico e tratamento adequado dos problemas que ocorrem nesse período. A atenção à gestante e à puérpera no SUS São Paulo é orientada por diretrizes e procedimentos constantes em duas publicações da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES SP): O manual Técnico de pré-natal e puerpério...
Descritores: Administração dos Cuidados ao Paciente
Assistência Centrada no Paciente
Assistência à Saúde
Cuidado Pré-Natal
Gestor de Saúde
Planejamento em Saúde
Redes Comunitárias
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Tipo de Publ: GOVERNMENT PUBLICATIONS
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR9l.2; WA310, L177a, 2010


  6 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-972123
Autor: Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo.
Título: Linha de cuidado criança: manual do gestor.
Fonte: São Paulo; SES-SP; 2018. 263 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Criança
Gestor de Saúde
Serviços de Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WS105, S239i


  7 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-972121
Autor: São Paulo (Estado) Secretaria da Saúde.
Título: Linha de cuidado: gestante e puérpera: manual de orientação ao gestor.
Fonte: São Paulo; SES-SP; 2018. 99 p. tab.
Idioma: pt.
Descritores: Gestor de Saúde
Serviços de Saúde
Gestantes
Limites: Humanos
Responsável: BR91.2 - Centro de Documentação
BR91.2; WQ200, S239l


  8 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-475174
Autor: Liss, Per-Erik.
Título: Allocation of scarce resources in health care: values and concepts
Fonte: Texto & contexto enferm;15(n.esp):125-134, 2006.
Idioma: en.
Resumo: In many countries, a gap exists between the population's need for health care and available resources. These nations have attempted to eliminate or reduce the gap through such activities as improving efficiency and narrowing responsibilities. Since these measures have proven insufficient, decisions must be made regarding how to best use the scarce resources. The priority-setting and rationing processes involve key decisions in the sense that they have consequences for people's health and quality of life and they should therefore be rational and based on solid grounds. This means that the decisions involve three issues: facts, concepts and values. In this presentation the focus is on the conceptual and value issues. A basic ethical platform as a guide for decision-making will be presented. The ethical principles that constitute the platform contain central concepts like health care need, cost-effectiveness, health and goal. A short presentation of these concepts will be carried out. This will end with the concept of a goal and its importance for decision-making.

Em muitos países existe uma lacuna entre a necessidade da população por cuidado de saúde e os recursos disponíveis. Estas nações têm tentado eliminar ou reduzir a lacuna por meio de atividades como, por exemplo, o melhoramento da eficiência e a atribuição de responsabilidades. Uma vez que estas medidas têm sido provadas como insuficientes, as decisões devem ser tomadas levando em consideração o melhor uso dos escassos recursos. O estabelecimento de prioridades e o processo de racionalização envolvem decisões chave no sentido de que elas têm conseqüências para a saúde e a qualidade de vida da população e devem, deste modo, ser racionais e baseadas em fundamentos sólidos. Isto significa que as decisões envolvem três questões: fatos, conceitos e valores. Neste artigo, o foco é sobre as questões conceituais e valorativas. É apresentada uma plataforma ética básica como guia para a tomada de decisão. Os princípios éticos que constituem a plataforma incluem conceitos centrais, tais como, necessidade de cuidado de saúde, custo-efetividade, saúde e objetivo. Uma curta apresentação destes conceitos é realizada e é finalizada com o conceito de objetivo e sua importância para a tomada de decisão.

En muchos países existe un vacío entre la necesidad de cuidados de salud de la población y los recursos disponibles para realizar esos cuidados. Esas naciones han procurado eliminar o reducir el vacío existente a través de la realización de actividades, como, por ejemplo: la mejoría de la eficacia y la atribución de responsabilidades. Puesto que esas medidas han probado que son insuficientes, las decisiones deben ser tomadas considerando el mejor uso de los escasos recursos. El establecimiento de prioridades y el proceso de racionalización implica decisiones claves, ya que ellas tienen consecuencias para la salud y la calidad de vida de la población, y por ello, deben ser racionales y basadas en argumentos sólidos. Eso significa que las decisiones a ser tomadas engloban tres cuestiones: hechos, conceptos y valores. En el presente artículo, el foco es sobre las cuestiones conceptuales y valorativas. Es presentada una plataforma ética básica que sirve como guía para la toma de decisiones. Los principios éticos que constituyen la plataforma contienen conceptos centrales, tales como: necesidad de cuidado de salud, costo-eficacia, salud y objetivo del cuidado de salud. Una breve presentación de esos conceptos es realizada, finalizando con el concepto de objetivo del cuidado de salud y su importancia para la toma de decisiones.
Descritores: Alocação de Recursos
Assistência à Saúde
Gestor de Saúde
Recursos em Saúde
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  9 / 153 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cordeiro, Ana Lucia Arcanjo Oliveira
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1119680
Autor: Cordeiro, Ana Lúcia Arcanjo Oliveira.
Título: Capital intelectual na gestão das enfermeiras em organizações hospitalares / Intellectual Capital in Nursing Care Management in Hospital Organizations.
Fonte: Salvador; s.n; 2016. 140 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Bahia para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Este estudo aborda o Capital Intelectual (CI) na gestão das enfermeiras em organizações hospitalares. Seu objetivo geral consistiu em analisar a presença e a utilização dos componentes do CI, por essas enfermeiras, na sua prática de gestão. Compreenderam objetivos específicos: identificar os componentes do Capital Humano (CH); do Capital Estrutural (CE) e do Capital do Cliente (CC) na gestão de enfermeiras em hospitais, assim como identificar o nível de presença desses elementos na gestão, e descrever como tais componentes são utilizados. Trata-se de um estudo exploratório, descritivo e explicativo, na perspectiva mista de investigação, sendo empregados, simultaneamente, os métodos quantitativo e qualitativo, o que permitiu visão ampliada do objeto de estudo. Foram entrevistadas doze enfermeiras gestoras, atuantes em hospitais da cidade de Salvador-Ba. A coleta de informações teve como instrumento um questionário, englobando três partes distintas: a primeira constando de informações sobre as gestoras, que permitiram traçar o perfil das participantes do estudo. A segunda constou de um check list, contendo os componentes do Capital Intelectual e suas respectivas variáveis: do Capital Humano; do Capital Estrutural e do Capital do Cliente, adaptado das propostas de Stewart (1998), Gracioli (2005) e Kim, Jang (2011), visando a identificação e classificação dessas variáveis pelas gestoras, conforme o nível de presença existente em sua prática de gestão, utilizando uma escala do tipo Likert, composta por cinco pontos de intervalo: muito presente, presente, mais ou menos presente, raramente presente e ausente. A terceira parte constou de questões formuladas para a entrevista semiestruturada, buscando informações sobre a utilização desses componentes presentes na gestão. Os dados foram analisados com base na Teoria do Capital Intelectual, proposta por Thomas Stewart (1998). A técnica para a análise dos dados quantitativos foi a estatística descritiva, envolvendo a análise de frequência, média, percentagem e desvio padrão. A abordagem qualitativa baseou-se na técnica de análise temática de conteúdo, segundo Bardin. O projeto desta pesquisa foi aprovado pelo Comitê de Ética, da Fundação Monte Tabor, sob Parecer 812.679 de 30/09/2014. Os resultados demonstraram que os componentes do Capital do Cliente estão mais presentes na gestão das enfermeiras; seguidos dos componentes do Capital Humano e do Capital Estrutural, respectivamente. A utilização dos componentes do Capital Intelectual foi estruturada em três categorias e sete subcategorias de análise: Gestão de pessoas (processo admissional, manutenção de talentos, capacitação dos profissionais, trabalho coletivo); Gestão de processos operacionais (tecnologia assistencial, tecnologia administrativa) e Gestão de atendimento ao cliente (avaliação da satisfação do atendimento de enfermagem). Concluímos que os componentes do CI, integrantes dos Capitais Humano, Estrutural e do Cliente, estão presentes na gestão de enfermeiras em organizações hospitalares, em diferentes níveis, e são utilizadas na Gestão de Pessoas, na Gestão de Processos Operacionais e na Gestão do Atendimento ao Cliente, contribuindo para o desenvolvimento do CI da organização hospitalar.(AU)
Descritores: Administração de Recursos Humanos
Gestão em Saúde
Gestor de Saúde
Administração Hospitalar
-Gestão de Recursos
Enfermeiras e Enfermeiros
Limites: Humanos
Adulto
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  10 / 153 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-962059
Autor: Portulhak, Henrique; Martins, Daiana Bragueto; Espejo, Márcia Maria dos Santos Bortolocci.
Título: Business performance management in university hospitals: a diagnosis in Brazilian institutions / Evaluación del desempeño empresarial en hospitales universitarios: un diagnóstico en las instituciones brasileñas
Fonte: Rev. salud pública;19(5):697-703, sep.-oct. 2017. tab.
Idioma: en.
Resumo: ABSTRACT Objectives To investigate whether business performance management practices are used by Brazilian federal university hospitals, and if so, to determine which practices are used and explore characteristics that may be related to their adoption. Method Descriptive ex post facto research on the effects of the studied variables in relation to the technical procedures. Secondary data and survey resources were used. Results Four hospitals use practices to assess business performance. Three of them stated that they use two different types of practices and that 75 % of university hospitals with at least one business performance management practice also have a strategic plan that includes vision, mission, objectives and long-term operational plans. Among the hospitals that do not use business performance management practices, 55.6 % claim to have strategic planning composed at least of mission, vision and long-term objectives. However, they stated that the entity has no plans to adopt any method. Conclusions This diagnosis intends to draw the attention of managers and other actors in the field of public health on the possibilities offered by performance evaluation systems to promote administrative improvements in a complex internal scenario with a need for rationalization of hospital costs in order to direct these institutions towards achieving their social mission.(AU)

RESUMEN Objetivo Investigar si la evaluación del desempeño empresarial es una práctica utilizada por los hospitales federales brasileños, y en caso que haya instituciones que utilicen esta herramienta, verificar cuales prácticas son utilizadas e investigar las posibles características que permiten adoptar las mismas. Método El estudio utilizó la investigación descriptiva, siendo ex post facto en cuanto a los efectos en las variables estudiadas, y con relación a los procedimientos técnicos, se utilizaron datos secundarios y recursos de encuesta. Resultados Los resultados muestran que cuatro hospitales utilizan prácticas sobre la evaluación del desempeño empresarial; tres de ellos declararon que utilizan dos tipos de prácticas diferentes y que el 75 % de los hospitales universitarios que tienen al menos una práctica de evaluación del desempeño empresarial, también tienen un plan estratégico con visión, misión e objetivos y planes operativos a largo plazo. Entre los hospitales que no tienen prácticas sobre la evaluación del desempeño empresarial, el 55,6 % afirman tener una planificación estratégica compuesta al menos de misión, visión y objetivos a largo plazo. Sin embargo, declararon que la entidad no tiene planes de adoptar ningún método elencado. Conclusiones Este diagnóstico pretende llamar la atención a la gerencia y a los funcionarios del campo de la salud pública, sobre las posibilidades que ofrecen los sistemas de evaluación del desempeño de las entidades, para promover mejoras administrativas en un escenario interno complejo, así como la continua necesidad de racionalización de los costos hospitalarios, de forma tal que conduzca estas instituciones a alcanzar su misión social.(AU)
Descritores: Sistemas de Informação Hospitalar/organização & administração
Gestor de Saúde
Hospitais Universitários/organização & administração
-Brasil
Epidemiologia Descritiva
Avaliação de Desempenho Profissional/métodos
Responsável: BR1.1 - BIREME



página 1 de 16 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde