Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP2.016.157 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 1154 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 116 ir para página                         

  1 / 1154 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1087408
Autor: Siqueira, Ana Carolina Fratane; Barbosa, Paula Raiany Oliveira; Silva, Laura Johanson da; Porto, Fernando Rocha.
Título: Uso do polvo de crochê em prematuros na unidade neonatal: uma análise de notícias eletrônicas / Use of crochet octopus for premature infants in the neonatal unit: an electronic news analysis / Uso del pulpo de ganchillo para bebés prematuros en una unidad neonatal: un análisis de noticias electrónicas
Fonte: Rev. enferm. UERJ;27::e43566, jan.-dez. 2019. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: analisar os argumentos contidos nas notícias veiculadas na mídia eletrônica sobre o uso de polvos de crochê nas unidades neonatais de terapia intensiva brasileiras. Método: estudo documental exploratório, retrospectivo, com abordagem qualitativa, que utilizou como fonte de dados 21 notícias eletrônicas veiculadas de 2017 a 2018. Resultados: melhora dos sinais vitais e da frequência respiratória, frequência cardíaca estável, maior oxigenação foram os principais benefícios para os prematuros. Os argumentos mais frequentes foram de autoridade, provas concretas e consenso. Conclusão: as notícias ressaltaram os benefícios do uso do polvo de crochê pelos recém-nascidos internados na unidade neonatal, especialmente antes da nota técnica do Ministério da Saúde, quando foram mais numerosas. Entretanto, não há de estudos científicos que comprovem a eficácia do instrumento. Os argumentos identificados no estudo revelam estratégias de convencimento que foram usadas para a formação da opinião pública em relação ao uso do polvo de crochê em prematuros.

Objective: to examine the arguments contained in the news published in the electronic media about the use of crochet octopuses in Brazilian neonatal intensive care units. Method: exploratory and retrospective documentary study, with a qualitative approach, which used 21 electronic news from 2017 to 2018 as data source. Results: improved vital signs and respiratory rate, stable heart rate, greater oxygenation were the main benefits for patients, premature babies. The most frequent arguments were authority, hard evidence and consensus. Conclusion: the news highlighted the benefits of the use of crochet octopus by newborns admitted to the neonatal unit, especially before the technical inform from the Ministry of Health, when they were more numerous. However, there are no scientific studies that prove the instrument's effectiveness. The arguments identified in the study reveal convincing strategies that were used to form public opinion regarding the use of crochet octopus in premature infant.

Objetivo: analizar los argumentos contenidos en las noticias en medios electrónicos sobre el uso del pulpo de ganchillo en las unidades de cuidados intensivos neonatales brasileños. Método: estudio documental exploratorio y retrospectivo, con enfoque cualitativo, que utilizó como fuente de datos 21 noticias electrónicas de 2017 a 2018. Resultados: mejores signos vitales y frecuencia respiratoria, frecuencia cardíaca estable, mayor oxigenación fueron los principales beneficios señalados. Los argumentos más frecuentes fueron autoridad, pruebas contundentes y consenso. Conclusión: las noticias destacaron los beneficios del uso del pulpo por los recién nacidos ingresados en la unidad neonatal, especialmente antes de la nota técnica del Ministerio de Salud, cuando eran más numerosos. Sin embargo, no hay estudios científicos que demuestren la efectividad del instrumento. Los argumentos identificados en el estudio evidencian estrategias convincentes que se utilizaron para formar la opinión pública sobre el uso del pulpo en los bebés prematuros.
Descritores: Recém-Nascido Prematuro
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Humanização da Assistência
Meios de Comunicação de Massa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Recém-Nascido
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  2 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1097123
Autor: Monteiro, Ana Claudia Moreira.
Título: O cuidado de Enfermagem ao familiar acompanhante da criança com câncer em cuidados paliativos: um olhar fenomenológico / Nursing care to the family member accompanying the child with cancer in palliative care: a phenomenological view.
Fonte: Rio de Janeiro; s.n; 2018. 124 p. ilus.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade do Estado do Rio de Janeiro para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A atuação da equipe de enfermagem junto à criança com câncer e familiares abrange cuidados nos diversos níveis de atendimento à saúde que incluem: planejamento e implementação de intervenções apropriadas da equipe interdisciplinar. Esses cuidados são preventivos, curativos e paliativos. O cuidado curativo consiste no diagnóstico, tratamento e controle do câncer; com o agravamento da doença, chega-se ao cuidado paliativo. Neste contexto, é importante cuidar da criança, incluindo os familiares, preocupando-se com suas reações e sentimentos. Assim sendo, traçou-se como questão norteadora: Quais as expectativas dos familiares acompanhantes de crianças com câncer quando buscam a equipe de enfermagem no contexto dos cuidados paliativos? Objeto de estudo: a expectativa do familiar acompanhante da criança em cuidados paliativos sobre o cuidado prestado a ele pela equipe de enfermagem. Objetivos: Compreender o significado do cuidado de enfermagem para o familiar acompanhante da criança com câncer no contexto dos cuidados paliativos; Descrever o cuidado prestado pela equipe de enfermagem ao familiar acompanhante da criança com câncer no contexto dos cuidados paliativos; Analisar compreensivamente as expectativas dos familiares acompanhantes de crianças com câncer quando buscam a equipe de enfermagem no contexto dos cuidados paliativos. Metodologia: Trata-se de estudo qualitativo pautado na fenomenologia sociológica de Alfred Schütz através dos motivos para e porque da apreensão dos significados do vivido desses familiares. Foi realizado após a aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) sob o Parecer nº 2.250.573 e do Comité de Ética e Pesquisa do Instituto Nacional de Câncer (CEP INCA) sob o Parecer nº 2.289.477. Resultados e discussão: Foram identificadas cinco categorias concretas do vivido dos familiares acompanhantes de crianças com câncer em cuidados paliativos, descritas como: a) Das fragilidades nos cenários de saúde à possibilidade de se sentir cuidado, através do aprendizado sobre os cuidados paliativos prestados às suas crianças; b) Aceitar o cuidado paliativo realizado pela equipe de enfermagem e equipe multiprofissional para facilitar o enfrentamento emocional na vivência dos familiares; c) Destacar os cuidados especiais prestados pela equipe de enfermagem para obter tranquilidade e confiabilidade; d) Receber os cuidados da equipe de enfermagem e de outros profissionais por meio de carinho e atenção promovendo humanização; e) Buscar a fé para vivenciar a doença da minha criança que aos olhos dos profissionais é incurável. Considerações finais: Este estudo possibilitou apreender a expectativa dos familiares acerca do cuidado recebido por eles através da equipe de enfermagem; as expectativas são: a abordagem multidisciplinar com os profissionais que atendem a criança e sua família no contexto dos cuidados paliativos, especialmente a enfermagem, que está presente nas 24 horas prestando esta assistência através dos cuidados técnicos que são realizados diariamente. É necessária a criação de estratégias de inclusão do familiar acompanhante da criança com câncer sob cuidados paliativos, durante a hospitalização, estimulando sua presença e se mostrando disponível para que o familiar possa expressar suas angústias e limitações, sendo assim, o familiar se sente cuidado pela equipe à medida que os cuidados são prestados às suas crianças.

The practice of the nursing team regarding the child with cancer and their family includes care at various levels of health care that include: planning and implementation of adequate interdisciplinary team interventions. These types of care are preventive, curative, and palliative. Curative care consists of the diagnosis, treatment and control of the cancer; with the worsening of the disease comes the palliative care. In this context, it is important to take care of the child, including the family, caring about their reactions and feelings. Thus, the following guiding question was drawn: What are the expectations of the family members accompanying the child with cancer when they seek the nursing team in the context of palliative care? Object of study: the expectation of the family member accompanying the child in palliative care about the care provided to him by the nursing team. Objectives: To understand the meaning of nursing care for the family member accompanying the child with cancer in the context of palliative care; To describe the care provided by the nursing team to the family member accompanying the child with cancer in the context of palliative care; To comprehensively analyze the expectations of the family member accompanying children with cancer when they seek the nursing team in the context of palliative care. Methodology: This is a qualitative study based on Alfred Schütz's sociological phenomenology through the in- order-to motives and because motives from the apprehension of meanings of the family members' lived experiences. The study was conducted after approval by the Ethics and Research Committee of the State University of Rio de Janeiro (UERJ) under Opinion No. 2.250.573 and by the Ethics and Research Committee of the National Cancer Institute (INCA) under Opinion No. 2.289.477. Results and discussion: We identified five concrete categories of the lived experiences of the family members accompanying children with cancer in palliative care, described as: a) From the weaknesses in the healthcare scenario to being able to the possibility of feeling cared for when they learn about the palliative care provided to their children; b) To accept the palliative care carried out by the nursing team and the multiprofessional team to facilitate the emotional confrontation in the family member's experience; c) To point out the special care provided by the nursing team in order to obtain tranquility and trust; d) To receive the nursing team's and other professionals' care through affection and attention, promoting humanization; e) To seek their faith to experience their child's illness, which in the eyes of the professionals is incurable. Final considerations: This study allowed us to apprehend the family members' expectations about the care they receive from the nursing team; these expectations are: multidisciplinary approach with the professionals that assist the child and their family in palliative care, especially the nursing team present in the 24 hours providing this assistance conducting daily technical care. It is necessary to create strategies to include the family member accompanying the child with cancer under palliative care during hospitalization, stimulating their presence and making oneself available so that family members can express their anguish and limitations; therefore, the family member feels cared as care is provided to their children.

La actuación del equipo de enfermería junto al niño con cáncer y familiares abarca cuidados en los diversos niveles de atención a la salud que incluyen: planificación e implementación de intervenciones apropiadas del equipo interdisciplinario. Estos cuidados son preventivos, curativos y paliativos. El cuidado curativo consiste en el diagnóstico, tratamiento y control del câncer; con el agravamiento de la enfermedad se llega al cuidado paliativo. En este contexto, es importante cuidar del niño, incluyendo a los familiares, preocupándose por sus reacciones y sentimientos. Por lo tanto, se trazó como cuestión orientadora: ¿Cuáles son las expectativas de los familiares acompañantes de niños con cáncer cuando buscan el equipo de enfermería en el contexto de los cuidados paliativos? Objeto de estudio: la expectativa del familiar acompañante del niño en cuidados paliativos sobre el cuidado prestado a él por el equipo de enfermería. Objetivos: Comprender el significado del cuidado de enfermería para el familiar acompañante del niño con cáncer en el contexto de los cuidados paliativos; Describir el cuidado prestado por el equipo de enfermería al familiar acompañante del niño con cáncer en el contexto de los cuidados paliativos; Analizar comprensivamente las expectativas de los familiares acompañantes de niños con cáncer cuando buscan el equipo de enfermería en el contexto de los cuidados paliativos. Metodología: Se trata de un estudio cualitativo pautado en la fenomenología sociológica de Alfred Schütz a través de los motivos para y porque de la aprehensión de los significados del vivido de esos familiares. Fue realizado después de la aprobación del Comité de Ética e Investigación de la Universidad del Estado de Rio de Janeiro (UERJ) bajo el Dictamen nº 2.250.573 y del Comité de Ética e Investigación del Instituto Nacional de Cáncer (CEP INCA) bajo el Dictamen nº 2.289.477. Resultados y discusión: Se identificaron cinco categorías concretas de lo vivido de los familiares acompañantes de niños con cáncer en cuidados paliativos, descritos como: a) De las fragilidades en los escenarios de salud a la posibilidad de sentirse cuidado, a través del aprendizaje sobre los cuidados paliativos prestados a sus niños ; b) Aceptar el cuidado paliativo realizado por el equipo de enfermería y equipo multiprofesional para facilitar el enfrentamiento emocional en la vivencia de los familiares; c) Destacar los cuidados especiales prestados por el equipo de enfermería para obtener tranquilidad y confiabilidad; d) Recibir los cuidados del equipo de enfermería y de otros profesionales por medio de cariño y atención promoviendo humanización; e) Buscar la fe para experimentar la enfermedad de mi niño que a los ojos de los profesionales es incurable. Consideraciones finales: Este estudio posibilitó la aprehensión de la expectativa de los familiares acerca del cuidado recibido por ellos a través del equipo de enfermeira; las expectativas son: el abordaje multidisciplinario con los profesionales que atienden al niño y su familia en el contexto de los cuidados paliativos, especialmente la enfermería, que está presente en las 24 horas prestando esta asistencia a través de los cuidados técnicos que se realizan diariamente. Es necesaria la creación de estrategias de inclusión del familiar acompañante del niño con cáncer bajo cuidados paliativos durante la hospitalización, estimulando su presencia y mostrándose disponible para que el familiar pueda expresar sus angustias y limitaciones, por tanto, el familiar se siente cuidado por el equipo a medida que los cuidados se prestan a sus niños.
Descritores: Cuidados Paliativos
Família
Criança
Cuidadores
Humanização da Assistência
Neoplasias/enfermagem
Cuidados de Enfermagem
-Enfermagem Pediátrica
Pesquisa Metodológica em Enfermagem
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)
BR1366.1; 614.253.5, M775, TE765


  3 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1057120
Autor: Silva, Angelica Baptista; Assumpção, Augusta Maria Batista de; Andrade Filha, Ianê Germano de; Regadas, Cláudia Tavares; Castro, Márcia Corrêa de; Silva, Carlos Renato Alves; Assumpção, Marlene Roque; Santos, Rafaele Cristine Barcelos dos; Silvério, Talita Osório; Santos, Priscila Barbosa dos; Silva, Danielle Aparecida da; Paulino, Beatriz Vieira; Pastorelli, Pernelle Paula Laurencine.
Título: Cross-cultural adaptation of the Zero Mothers Die (ZMD App) in Brazil: contributing to digital health with the approach on care centred for e-pregnant woman / Adaptação transcultural do aplicativo Zero Mothers Die para dispositivos móveis no Brasil: contribuições para a saúde digital com abordagem do cuidado centrado na e-gestante
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);19(4):751-762, Sept.-Dec. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: to describe the adaptation process of the Zero Mothers Die app, developed in Europe, is to combat maternal mortality, was brought into the Brazilian context with an individualized auscultation methodology for pregnant women and mothers who attended a high complexity referred teaching hospital. Methods: the research consisted of two parts: the participant observation technique was used by health professionals to translate the platform; with an approach in the service with online forms for pregnant women, and the content analysis was performed by grounded theory of the data. During five months, 109 pregnant women and mothers installed the app, but only 17 completed the questionnaire. Results: the women and health professionals pointed out questions such as interactivity, application interface, content, pregnancy and childcare clinical management, which contributed for the Brazilian version. Conclusions: the participatory medicine and e-pregnant woman are new premises of a humanization policy for women and childcare. The insertion of an app with information based on the best evidence in the prenatal routine in the health establishments with teaching activities that can provide new dialogue connections with the pregnant women and chances to update the professional in training.

Resumo Objetivos: descrever o processo de adaptação do aplicativo para combate à mortalidade materna Zero Mothers Die, desenvolvido na Europa, ao contexto brasileiro com metodologia de ausculta individualizada das gestantes e mães usuárias em hospital referência de alta complexidade e de ensino. Métodos: a pesquisa contou com duas partes: utilizou-se a técnica de observação participante para a tradução da plataforma pelos profissionais de saúde; abordagem no serviço com formulários online direcionados a gestantes e análise de conteúdo à luz da teoria fundamentada nos dados. Durante cinco meses, 109 gestantes e mães instalaram o aplicativo, 17 preencheram o questionário. Resultados: as mulheres e os profissionais de saúde apontaram questões de interatividade, interface do aplicativo, conteúdo, manejo clínico da gravidez e do cuidado à criança, que contribuíram para a versão brasileira. Conclusões: a medicina participatória e a e-gestante são novas premissas de uma política de humanização para o cuidado da mulher e da criança. A inserção de um aplicativo com informação baseada na melhor evidência em rotina pré-natal de estabelecimentos de saúde com atividades de ensino pode oportunizar novos canais de diálogo com a gestante e atualização do profissional em treinamento.
Descritores: Cuidado Pré-Natal
Mortalidade Materna
Pessoal de Saúde/educação
Telemedicina
Aplicativos Móveis
-Atenção Primária à Saúde
Recursos Audiovisuais
Brasil
Cuidado da Criança
Comparação Transcultural
Saúde da Mulher
Assistência Integral à Saúde
Acesso à Informação
Gestantes
Humanização da Assistência
Saúde Reprodutiva
Maternidades
Hospitais de Ensino
Limites: Humanos
Feminino
Gravidez
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  4 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1052618
Autor: Silva, Lorenna; Sales, Nayara; Santos, Renata; Albuquerque, Nayale.
Título: Percepção das mulheres em situação de Abortamento frente ao cuidado de Enfermagem / Perception of women in abortion situation front of nursing care / Percepción de mujeres en abortación concuidado de enfermeira
Fonte: Rev. Ciênc. Plur;6(1):44-55, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Introdução:O aborto na vida da mulher pode modificar alguns funcionamentos fisiológico e psicológico do seu corpo e desenvolver medo, angústia e solidão. Daí ser fundamental encontrar uma equipe de enfermagem qualificada para recebê-la, de maneira coerente e ética.Objetivo:Identificar o cuidado da enfermagem a partir dos relatosdas mulheres em situação de abortamento. Metodologia:Estudo de campo, exploratório, de abordagem qualitativa, realizado no Hospital Jesus Nazareno em Caruaru, estado de Pernambuco,em agosto de 2016. Participaram oitomulheres que receberam a assistência de enfermagem durante o processo abortivo. Considerando-se as observâncias éticas da Resolução 466/12do Ministério da Saúde no Brasil,aplicou-se uma entrevista com as questões norteadoras: "Como você foi recebida no hospital?", "De que forma recebeu a notícia sobre o aborto?", "Como você relata os cuidados da equipe de enfermagem?". Os dados foram transcritos das gravações e interpretados pela análise de conteúdo temáticade Bardin. Resultados:Após análisedos dados, emergiramas seguintes categorias: "Acolhimento versus humanização" e "Medicalização na Assistência", revelandoa partir das falas das entrevistadas o acolhimento satisfatório desde a chegada até o atendimento final, com resolutividade,correlacionadocom os sentimentos vivenciadosexpressosnos relatos. Conclusões:Diante do exposto e corroborando com o objetivo do trabalho percebeu-se a importância do acolhimentoadequado às mulheres na unidade, que ainda pode e deve ser melhorado, a ausência do profissional enfermeiroem todas as etapasdeste cuidado, além da medicalização muitopresente no modelo do setor da saúde. (AU)

Introduction:Abortion in the life of a woman who is anxiously awaiting the arrival of her child can modify some normal physiological and psychological functioning of her body, especially when she is not expecting this to happen. The predominant feelings of aborted women, mostly spontaneous abortions, are fear, anguish and loneliness. The commitment to welcoming as a form of care is extremely relevant in the nursing team. Objective:To identify nursing care from the discourses of aborted women. Methodology:This is a descriptive exploratory field study with a qualitative approach, carried out at the Jesus Nazareno Hospital, located in the city of Caruarustate of Pernambuco, in August 2016. Eight women participated in the study. facing an abortion process, based on data saturation criteria, and an interview was conducted with the following guiding questions: "How were you received at the hospital?", "How did you receive the news about abortion?" and "How did you report the care of the nursing staff? ". The data obtained from the interviews were organized through the transcription of the recordings and analyzed through the application of Bardin's thematic content analysis technique. All ethical observances contemplated in Resolution No. 466/12 / MS. Results:After applying the analysis, the following categories emerged: "Welcome versus humanization" and "Medicalization in Assistance". Presenting from the speeches of the interviewees the reception in the service correlating with the feelings experienced. Conclusions:Given the above and corroborating with the objective of the study, it was realized the importance of adequate reception to women in the unit, the absence of the professional nurse before this care, in addition to the medicalization present in the health sector model.(AU).

Introducción:el aborto en la vida de una mujer que espera ansiosamente la llegada de su hijo puede modificar el funcionamiento fisiológico y psicológico normal de su cuerpo, especialmente cuando no espera que esto suceda. Los sentimientos predominantes de las mujeres abortadas, en su mayoría abortos espontáneos, son miedo, angustia y soledad. El compromiso con la atención como forma de atención es extremadamente relevante en el equipo de enfermería. Objetivo:identificar los cuidados de enfermería a partir de los discursos de las mujeres abortadas. Metodogía:Estudio exploratorio de campo descriptivo con enfoque cualitativo, realizado en el Hospital Jesús Nazareno, ubicado en la ciudad de Caruaru, estado de Pernambuco, en agosto de 2016. Ocho mujeres participaron en el estudio. frente a un proceso de aborto, basado en criterios de saturación de datos, y se realizó una entrevista con las siguientes preguntas orientadoras: "¿Cómo fue recibido en el hospital?", "¿Cómo recibió las noticias sobre el aborto?" y "¿Cómo lo recibió? ¿Informar el cuidado del personal de enfermería? ". Los datos obtenidos de las entrevistas se organizaron mediante la transcripción de las grabaciones y se analizaron mediante la aplicación de la técnica de análisis de contenido temático de Bardin. Se consideraron todas las observancias éticas contempladas en la Resolución N ° 466/12 / MS.Resultados:Después de aplicar el análisis, surgieron las siguientes categorías: "Bienvenida versus humanización" y "Medicalización en asistencia". Presentando a partir de los discursos de los entrevistados, la recepción en el servicio se correlaciona con los sentimientos experimentados. Conclusiones:dado lo anterior y corroborando con el objetivo del estudio, se dio cuenta de la importancia de una recepción adecuada para las mujeres en la unidad, la ausencia de la enfermera profesional antes de esta atención, además de la medicalización presente en el modelo del sector de la salud.(AU).
Descritores: Serviços de Saúde da Mulher
Enfermagem
Aborto
Humanização da Assistência
Acolhimento
-Mulheres
Brasil
Entrevistas como Assunto
Pesquisa Qualitativa
Limites: Humanos
Feminino
Adolescente
Adulto
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  5 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Progianti, Jane Márcia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-947712
Autor: Moreira, Noelle Juliana Melo de Paula; Souza, Norma Valéria Dantas de Oliveira; Progianti, Jane Márcia.
Título: Condições de trabalho no hospital: percepções de enfermeiras obstétricas / Work conditions in the hospital: perceptions of obstetric nurses / Las condiciones laborales en el hospital: la percepción de enfermeras obstétricas
Fonte: Rev. enferm. UERJ;25:[e26999], jan.-dez. 2017.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: descrever as percepções de enfermeiras obstétricas sobre suas condições de trabalho. Método: pesquisa qualitativa com 15 enfermeiras obstétricas atuantes em hospitais da cidade Rio de Janeiro. As entrevistas foram realizadas no período de abril a maio de 2016 e após foram transcritas, codificadas, categorizadas e discutidas à luz do referencial de Bourdieu. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética e pesquisa/CAAE 54061315.9.0000.5282. Resultados: as condições de trabalho percebidas pelas enfermeiras foram a instabilidade no vínculo de contrato, levando ao medo de perder o emprego; a busca por produtividade que descaracteriza o cuidado humanizado e a violência simbólica representada pela desqualificação e divisão sexual do trabalho. Conclusão: essas condições apontam para a precarização do trabalho e podem interferir diretamente na implantação das práticas de cuidado humanizadas no parto e nascimento e na saúde das enfermeiras.

Objective: to describe the obstetric nurses' perceptions about their working conditions. Method: qualitative research with 15 obstetric nurses working in hospitals in the city of Rio de Janeiro, Brasil. The interviews were carried out from April to May 2016 and were then transcribed, coded, categorized and discussed based on Bourdieu's reference. The research was approved by the Ethics and Research Committee / CAAE 54061315.9.0000.5282. Results: the working conditions perceived by nurses were caracterized by instability in the job contract, leading to fear of losing their job; the search for productivity that de-characterizes the humanized care and symbolic violence represented by the disqualification and sexual division of labor. Conclusion: these conditions indicate to the precariousness of work and may interfere directly in the development of humanized care practices in childbirth and birth as well as in nurses' health.

Objetivo: describir las percepciones de las enfermeras obstétricas sobre sus condiciones de trabajo. Método: investigación cualitativa con 15 enfermeras obstétricas que trabajan en hospitales de la ciudad de Río de Janeiro, Brasil. Las entrevistas se llevaron a cabo de abril a mayo de 2016 y luego fueran transcritas, codificadas, categorizadas y discutidas según el referencia lde Bourdieu. La investigación fue aprobada por el Comité de Ética e Investigación / CAAE 54061315.9.0000.5282. Resultados: las condiciones laborales percibidas por las enfermeras se caracterizaron por la inestabilidad en el contrato de trabajo, lo que generó temor a perder su trabajo; la búsqueda de la productividad que descaracteriza el cuidado humanizado; y la violencia simbólica representada por la descalificación y la división sexual del trabajo. Conclusión: estas condiciones indican la precariedad del trabajo y pueden interferir directamente en el desarrollo de prácticas de cuidado humanizado en el parto y el nacimiento, así como en la salud de las enfermeras.
Descritores: Mulheres Trabalhadoras
Saúde da Mulher
Humanização da Assistência
Divisão do Trabalho baseado no Gênero
Enfermagem Obstétrica
-Condições de Trabalho
Pesquisa Metodológica em Enfermagem
Hospitais
Limites: Humanos
Feminino
Responsável: BR1366.1 - Biblioteca Biomédica B - CB/B (Odontologia e Enfermagem)


  6 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1015711
Autor: Campagnoni, Juliana Praxedes; Barbosa, Simone dos Santos Pereira; Sauer, Ana Gabrieli; Zenevicz, Leoni Terezinha; Brum, Crhis Netto de; Martins, Emanuelly Luize; Reinaldo, Ricardo Demeneck; Souza, Jeane Barros de.
Título: Música no hospital: promoção da saúde na oncologia / Music in the hospital: health promotion in oncology
Fonte: Rev. bras. promoç. saúde (Impr.) = Braz. j. health promot;32:1-8, 28/03/2019.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Compartilhar a experiência da utilização da música no ambiente hospitalar para promover a saúde de pacientes oncológicos e de seus familiares. Síntese dos dados: Trata-se de um relato de experiência, realizado no ano de 2018, proveniente de um programa de extensão de uma universidade federal de um estado do sul do Brasil, que conta com a participação de docentes e acadêmicos, que semanalmente cantam nos quartos dos pacientes internados em um hospital público da região, com atuação na unidade da oncologia, radioterapia e quimioterapia, com o apoio de dois violões e um violino. Os autores perceberam que a música desperta sorrisos, abraços e esperança, proporcionando momentos de lazer e reflexão não somente aos pacientes, mas também aos familiares que os acompanham e à equipe multiprofissional, promovendo a saúde na área hospitalar. Conclusão: A participação nessa atividade de extensão proporcionou aos acadêmicos e aos promotores do evento a oportunidade de desenvolver um olhar diferenciado sobre o paciente e sobre o ato de cuidar e o despertar de um sentimento tão nobre e significativo, que é o cuidado humanizado no serviço de saúde. (AU)
Descritores: Humanização da Assistência
Assistência ao Paciente
Promoção da Saúde
Hospitalização
Oncologia
Música
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  7 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1053528
Autor: Santos, Hisabela Marinheiro dos; Silva, Laura Johanson da; Góes, Fernanda Garcia Bezerra; Santos, Ana Carolina Nascimento dos; Araújo, Bárbara Bertolossi Marta de; Santos, Inês Maria Meneses dos.
Título: Banho enrolado em bebês prematuros em unidade neonatal: a prática na perspectiva de enfermeiros / Swaddle bathing in premature babies in a neonatal unit: the practice from the perspective of nurses
Fonte: Rev Rene (Online);21:42454, 2020.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: compreender a prática do banho enrolado em bebês prematuros, em unidade neonatal, na perspectiva de enfermeiros. Métodos: pesquisa qualitativa, realizada por meio de entrevista semiestruturada, com 13 enfermeiros atuantes em unidades neonatais, captados através da técnica de amostragem bola de neve. Dados submetidos à análise temático-categorial. Resultados: os enfermeiros consideraram benefícios relacionados ao conforto e à estimulação no banho enrolado, entretanto, citaram desafios para a prática, relacionados ao desconhecimento, à baixa adesão e sobrecarga de trabalho da equipe de enfermagem, ausência de rotinas e protocolos institucionais, além da escassez ou mesmo inadequação dos recursos materiais disponíveis nas instituições. Conclusão: a prática do banho enrolado, na perspectiva de enfermeiros, tem efeitos positivos para o desenvolvimento de bebês prematuros, porém existem desafios gerenciais que precisam ser superados para efetiva implementação.(AU)
Descritores: Banhos/métodos
Recém-Nascido Prematuro
Unidades de Terapia Intensiva Neonatal
Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde
Enfermeiras Pediátricas
Imersão
-Humanização da Assistência
Limites: Humanos
Feminino
Recém-Nascido
Adulto
Pessoa de Meia-Idade
Responsável: BR6.1 - BCS - Biblioteca de Ciências da Saúde


  8 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-832246
Autor: Borges, Fernanda Ribeiro; Takamatsu, Goyatá, Sueli Leiko; Resck, Zelia Marilda Rodrigues.
Título: Visita domiciliar na formação de estudantes universitários segundo a política de humanização: análise reflexiva / Home visit in the training of university students according to the humanization policy: reflective analysis
Fonte: Rev. APS;19(4):630-634, out. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de uma análise reflexiva sobre a visita domiciliar como estratégia pedagógica para estudantes universitários da área da saúde na formação da atenção humanizada, apoiando-se em revisão bibliográfica. A análise foi conduzida a partir de três eixos temáticos: os modelos assistenciais e gerenciais à luz da Política Nacional de Humanização, o processo de formação dos profissionais voltados para a humanização e a importância da visita domiciliar como estratégia pedagógica para o ensino-aprendizagem da assistência humanizada. Embora a visita domiciliar seja uma prática antiga nos serviços de saúde, ainda não está totalmente implantada no cotidiano do processo de trabalho na Estratégia de Saúde da Família. Isso se deve às dificuldades em operar mudanças no modelo assistencial e gerencial que, historicamente, preconizou uma abordagem individual, curativista e assistencialista, assim como ao despreparo das equipes de saúde da família e dos futuros profissionais para a realização de visitas domiciliares como instrumento de abordagem familiar, na prevenção e na promoção à saúde e como prática transformadora para a assistência humanizada.

It is a reflective analysis of the home visit as a pedagogical strategy for college students in the health field in forming the humanized care, relying on literature review. The analysis was conducted from three themes: the care and management models in the light of the National Humanization Policy, the process of training of professionals directed to humanization, and the importance of home visits as a pedagogical strategy for teaching-learning humanized care. Although the home visit is an old practice in the health services, it is not yet fully implemented in the daily work process in the Family Health Strategy. This is due to difficulties in operating changes in the healthcare and managerial model, which historically advocated an individual approach, curative and welfare, as well as the unpreparedness of health teams of family and future professionals in conducting home visits, and approach tool family, on prevention and health promotion and how transformative practice for humanized care
Descritores: Humanização da Assistência
Visita Domiciliar
-Atenção Primária à Saúde
Estudantes de Ciências da Saúde
Capacitação de Recursos Humanos em Saúde
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  9 / 1154 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831938
Autor: Santos, Keite Helen dos; Marques, Dalvani; Pozzuto, Lara; Sideri, Karolina Pessote.
Título: O trabalho de profissionais na residência multiprofissional em saúde / Work of professionals in health multiprofessional residency
Fonte: Rev. APS;19(3):495-499, jul 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Trata-se de um estudo de caso sobre a atuação interprofissional de residentes em saúde durante atendimentos de puericultura de uma criança com paralisia cerebral. Objetivou-se conhecer as rotinas de atendimento, as rotinas familiares, o processo saúde-doença e a compreensão da família sobre a doença da criança, buscando construir um plano terapêutico singular, capaz de identificar as necessidades de saúde do núcleo familiar, encorajar a verbalização de dificuldades, intermediar o acesso a serviços de atenção secundária e integrar as redes de apoio sociais. O projeto terapêutico singular envolvendo a enfermagem, a fonoaudiologia e a nutrição possibilitou intervenções que abrangeram a criança e seu núcleo familiar. É necessária uma maior atenção a esses casos devido a dificuldades em acessar os serviços de Atenção Primária à Saúde, buscando oferecer apoio às famílias, bem como atenção integral à saúde desses sujeitos.

The aim of this paper is to describe the activities of the Multiprofessional Residency in Child and Adolescent Health based on a case report in Primary Health Care. The preparation of the article is the result of experiences in the territory, in particular the development of child care appointment of children with cerebral palsy. Singular Therapeutic Project involving nursing, speech and language pathology and nutrition have allowed interventions that embraces the child and family context. It is necessary more attention to these cases due to difficulties to access the Primary Health Care, seeking to provide support to these families and integral attention to the health of these individuals.
Descritores: Paralisia Cerebral
Cuidado da Criança
-Atenção Primária à Saúde
Processo Saúde-Doença
Humanização da Assistência
Internato e Residência
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central


  10 / 1154 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-831890
Autor: Azevedo, Amaralina Rodrigues; Duque, Kristiane de Castro Dias.
Título: O cuidar versus a medicalização da saúde na visão dos enfermeiros da atenção primária à saúde / The caring versus the medicalization of health in the view of nurses from Primary Health Care
Fonte: Rev. APS;19(3):403-411, jul 2016.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo objetivou conhecer as ações específicas da enfermagem identificadas como cuidado, discutir a relação entre o cuidar como objeto específico da enfermagem na sua relação com o processo de medicalização da saúde e os entraves para a realização do cuidado humanizado em enfermagem. Realizou-se uma pesquisa qualitativa do tipo exploratória e descritiva. A coleta dos dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas com enfermeiros atuantes na Estratégia Saúde da Família de um município de Minas Gerais. Conclui-se que o cuidado específico da enfermagem na APS não ocorre de maneira eficaz, sendo realizado de forma fragmentada e sob constante luta para modificação da cultura da medicalização já incutida nas populações, inclusive em alguns profissionais. Os empecilhos impostos pela gestão e sua burocracia representam tal conceito, na medida em que não incitam a prática do acolhimento, a escuta qualificada e o atendimento humanizado no cotidiano da prática em saúde.

This study aimed at knowing the specific nursing actions identified as caring, discussing the relation between caring as a specific nursing goal in its relation to health medicalization process and the obstacles to the achievement of humanized caring in nursing. A qualitative, exploratory and descriptive research was made. The data collection was made through semi-structured interviews with active nurses at the Family Health Strategy in a city in the state of Minas Gerais, Brazil. As a conclusion, the specific nursing caring at Primary Health Care does not occur in an effective way, being held in a fragmented manner and under the constant struggle to modify the medicalization culture already inculcated in the populations, including some professionals. The hindrances imposed by management and its bureaucracy represent such concept, as it do not incite the welcome practice, the qualified listening and the humanized attendance in the health practice daily routine.
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Cuidados de Enfermagem
-Enfermagem
Estratégia Saúde da Família
Humanização da Assistência
Medicalização
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR378.1 - Biblioteca Central



página 1 de 116 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde