Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP2.031.312 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 132 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 14 ir para página                         

  1 / 132 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1129030
Autor: Guatemala. Ministerio de Salud Pública y Asistencia Social.
Título: Organización de los servicios y preparación de la respuesta hospitalaria, para el manejo de pacientes asintomáticos leves ante el COVID -19 / Organization of services and preparation of the hospital response, for the management of mild asymptomatic patients to COVID -19.
Fonte: Guatemala; MSPAS; 9 jun. 2020. 15 p. graf.
Idioma: es.
Resumo: Este documento de orientación provisional procura fortalecer la respuesta de los servicios hospitalarios y a nivel domiciliar ante la posibilidad de tener casos en el país de COVID-19, especialmente en la parte de prevención de la transmisión a del fortalecimiento de las precauciones estándar para la prevención y control de infecciones, con énfasis en el lavado de manos y el uso de equipo protección personal por parte del personal de salud. Además, provee orientaciones para organizar los servicios hospitalarios para adecuar áreas de aislamiento, cuidados intermedios y áreas de triage. El documento también orienta para la proyección de costos de insumos: Material medico quirúrgico, medicamentos, recursos humanos, entre otros como preparación para la respuesta.
Descritores: Serviços Hospitalares
Desinfecção das Mãos
Controle de Infecções/organização & administração
Infecções por Coronavirus/prevenção & controle
-Pacientes
Preparações Farmacêuticas
Organizações
Pessoal de Saúde
Proteção Pessoal
Equipamentos e Provisões/provisão & distribução
Recursos Humanos
Limites: Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: GT5.1 - Biblioteca y Centro de Documentación Dr. Julio de León Méndez


  2 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-702588
Autor: Golias, Andrey Rogério Campos; Caetano, Rosangela; Vianna, Cid Manso de Mello.
Título: Caracterização e custos de acidentes de motocicleta com vítimas atendidas em regime de hospitalização no município de Paranavaí-PR no ano de 2007 / Characterization and costs of motorcycle accidents with victims treated under hospitalization in the city of Paranavai in 2007
Fonte: Physis (Rio J.);23(4):1123-1146, 2013. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste estudo foi caracterizar os acidentes de motocicletas ocorridos no município de Paranavaí-PR, em 2007, com enfoque nos custos decorrentes das vítimas que necessitaram de internação, na perspectiva do Sistema Único de Saúde e para o seguro obrigatório que cobre danos pessoais causados por veículos automotores de via terrestre, o DPVAT. Compôs-se de um estudo baseado em buscas e análises das bases de dados do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma e Emergência, do DPVAT e do Sistema de Informações sobre Internações do SUS. A população constou de 655 vítimas (440 homens e 215 mulheres), média de 29,5 anos, sendo que 598 (91,3%) saíram lesionadas e 11 (1,7%) morreram. A frequência da internação hospitalar foi, em média, de 27%. As internações pelo DPVAT corresponderam a 82% dos custos, sendo que o custo médio foi de R$ 1.608,60 e as internações do SUS, 18%, com custo médio de R$ 450,44 por AIH e de R$ 596,37 por paciente. O custo médio da internação dos acidentes analisados foi de R$ 1.321,00, sendo que o custo é maior quanto mais grave é o acidente. Estes são indicativos claros da necessidade de adotar políticas públicas que priorizem a aplicação dos recursos financeiros e humanos na redução dos acidentes e da sua gravidade.

This study aimed to characterize motorcycle accidents in the city Paranavaí, state of Parana, Brazil, in 2007, focusing in hospital costs, in the perspective of the Brazilian National Health System (the so-called SUS) and for the compulsory insurance that covers personal damages caused by road vehicles (DPVAT). It was based on research and analyses of databases of the Trauma and Emergency Integrated Care (SIATE), of DPVAT and SUS Admissions Information System (SIH-SUS). Population consisted of 655 victims (440 men and 215 women), 29.5 years old on average, 598 (91.3%) got injured and 11 (1.7%) died. The frequency of the hospital admission was, on average, 27%. The admissions by DPVAT corresponded to 82% of costs, and the medium cost was of R$ 1,608.60 and SUS admissions, 18%, with medium cost of R$ 450.44 by AIH and R$ 596.37 by patient. Mean cost of all admissions was R$ 1,321.00, and the cost is higher when the accident is more serious. These clearly indicate the need of adopting public policies that prioritize the application of financial and human resources in the reduction of accidents.
Descritores: Sistema Único de Saúde
Motocicletas
Acidentes de Trânsito/economia
Custos Hospitalares
Custos e Análise de Custo/economia
Seguro/economia
-Política Pública
Automóveis
Serviços Hospitalares
Brasil
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR433.1 - CB/C - Biblioteca Biomédica C


  3 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-910836
Autor: Silva, Estefanía; Curry, Damián; Blanco, Fernando; Tosolini, Esteban; Simhan, Javier.
Título: Nivel de conocimiento de enfermedades de transmisión sexual en nuestra población / Level of knowledge of sexually transmitted diseases in our population
Fonte: Hosp. Aeronáut. Cent;12(2):79-86, 2017. tabl, graf.
Idioma: es.
Resumo: Introducción: Entendemos por enfermedades de transmisión sexual (ETS) todas aquellas enfermedades que se transmiten por las relaciones sexuales, aunque también se puedan adquirir por otros medios(1). La educación es la mejor forma de prevención. En primera instancia se debe realizar una correcta evaluación sobre la situación poblacional acerca de los conocimientos de las enfermedades de trasmisión sexual para poder realizar políticas educativas a fin de disminuir la altísima incidencia de éstas enfermedades. Objetivos: Evaluar el nivel de conocimiento sobre las enfermedades de transmisión sexual en nuestra población. Material y Método: Encuesta anónima entregada a pacientes que concurrieron al servicio de Urología por consultorios externos y demanda espontánea del Hospital Aeronáutico Central y otros centros de salud entre septiembre y diciembre de 2015. Se dividieron en grupos según rango etáreo y por nivel de educación. Resultados: Se confeccionó el trabajo con 1006 encuestas. Con respecto al conocimiento de qué es una enfermedad de transmisión sexual, cómo se contagia y cómo se evita, respondieron que si el 97%, 94% y 92% de la población total respectivamente. En el modo de contagio, el 100 % de la población total sabe que se contagian mediante la forma vaginal. Para las otras opciones se demostró que en el nivel de educación primario la mitad de la población considera a la ana y oral. En el nivel Secundario un 73 % considera a la anal y 66 % la oral. Por último en el nivel terciario un 88 % considera a la anal y un 84% la oral como medios de contagio para las ETS en general. Con respecto a la presencia de una ETS se ve un porcentaje decreciente en edad y nivel de educación. En la pregunta acerca del uso del preservativo nunca se cuidan con el mismo en el 11 % del total de menores de 45 años y en el 33 % de los mayores de 45 años. Conclusión: Podemos concluir que hay un bajo nivel de conocimiento sobre las ETS, que contrasta con el obtenido para el HIV. Los porcentajes que utilizan métodos de barrera están muy por debajo de lo deseable. La información otorgada sobre las ETS en los centros de enseñanza y a nivel público es considerada insuficiente.

Introduction: We understand sexually transmitted diseases (STDs) all those diseases that are transmitted by sexual intercourse, although they may also be acquired by other means (1). Education is the best prevention. In the first instance you should make a proper assessment of the population status of knowledge about sexually transmitted diseases to make education policies in order to reduce the high incidence of these diseases. Objectives: To assess the level of knowledge about sexually transmitted diseases in our population. Material and method: Anonymous survey given to patients attending the urology department for outpatient and spontaneous demand Aeronautic Central Hospital and other health centers between September and December 2015. They were divided into groups according to age range and level of education. Results: Working with 1006 surveys was made. With regard to the knowledge of what is a sexually transmitted disease, how it spreads and how to prevent, they replied that if 97%, 94% and 92% respectively of the total population. Mode of transmission, 100% of the total population known to be spread by vaginal way. For other options it showed that at the level of primary education half the population considers anal and oral. At the secondary level 73% considered to anal and oral 66%. Finally at the tertiary level 88% considered to anal and oral 84% as a means of infection for STDs in general. With regard to the presence of an STD a decreasing percentage is age and level of education. In the question about condom use care never the same in 11% of all under-45s and 33% of those over 45 years. Conclusions: We can conclude that there is a low level of knowledge about STDs, which contrasts with that obtained for HIV. The percentages used barrier methods are well below what is desirable. The information provided on STDs in schools and public level is considered insufficient
Descritores: População
Prevenção Primária/educação
Doenças Sexualmente Transmissíveis/prevenção & controle
Conhecimento
-Urologia
Serviços Hospitalares
Limites: Humanos
Tipo de Publ: Estudo de Avaliação
Responsável: AR295.1 - Biblioteca Dr Anibal E Inchausti


  4 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1120442
Autor: Morais, Valdicele Reis de.
Título: A especificidade do trabalho da enfermeira na atenção hospitalar / The nurse's work in a hospital.
Fonte: Salvador; s.n; 2011. 123P p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal da Bahia para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: MORAIS, Valdicele Reis de. A especificidade do trabalho da enfermeira na atenção hospitalar, 2011. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) ­ Curso de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal da Bahia, Orientadora: Professora Doutora Norma Carapiá Fagundes. Trata-se de uma pesquisa qualitativa de natureza exploratória cujo objetivo foi evidenciar a especificidade do trabalho da enfermeira na atenção hospitalar, a partir da caracterização do trabalho e da identificação dos elementos que conferem especificidade ao trabalho desta profissional no hospital. Para a análise tomamos como base os elementos evidenciados por enfermeiras de serviços hospitalares e por enfermeiras especialistas dedicadas ao estudo do tema, além das informações advindas da revisão bibliográfica. Foram realizados dois tipos de grupos de discussão (GD), ao GD1 coube a tarefa de discutir o conceito de especificidade; como esse termo poderia ser utilizado operacionalmente em uma pesquisa sobre o trabalho da enfermeira no hospital e qual a compreensão das participantes acerca do que é específico do trabalho da enfermeira no hospital. O GD2 foi composto por enfermeiras de hospitais públicos, mantendo-se o equilíbrio entre a quantidade de profissionais atuantes na assistência direta e aquelas que estão em funções gerenciais. As questões formuladas para o GD2 objetivaram nortear a discussão acerca do trabalho da enfermeira no hospital considerando as atividades desenvolvidas no dia a dia; a definição das atividades que melhor caracterizam o trabalho desta profissional e o que é específico neste trabalho no hospital. A partir dos resultados produzidos foram construídas três categorias de análise: a coordenação do processo de trabalho no campo da saúde; a assistência direta aos pacientes críticos e a reconfiguração do processo de trabalho em saúde. As discussões revelaram que a percepção das participantes é de que o que confere especificidade ao trabalho da enfermeira no hospital são a articulação dos processos de trabalho em saúde e o gerenciamento do processo de trabalho em enfermagem, evidenciando que há uma dificuldade em se definir características específicas para o processo de trabalho da enfermeira, que as atribuições que conformam a prática desta profissional passaram a ser compreendidas como específicas em função da forma peculiar com que ela as realiza, que as atividades que compreendem o processo de trabalho da enfermeira no hospital vão do apoio à administração da organização ao gerenciamento e prestação da assistência direta ao paciente, com predominância das atividades gerenciais. Foi consenso a compreensão de que a prestação de cuidado direto pela enfermeira a pacientes críticos e com necessidades de cuidados especializados é assumida como uma peculiaridade do trabalho da enfermeira nas unidades especializadas do hospital, em menor proporção, dentro das unidades abertas, mas, sempre justificadas por situações especiais ou críticas. A coordenação da equipe de enfermagem foi pontuada como atribuição específica da enfermeira, decorrente da responsabilidade Legal, neste contexto o termo específico traz a conotação de exclusivo. Discutiu-se o apoio da enfermeira ao trabalho do médico e que embora as profissionais afirmem que são contrárias a esta prática, este é um comportamento naturalizado por algumas profissionais. Pontuou-se a reconfiguração do processo de trabalho em saúde a partir da redelimitação da divisão técnica neste campo, decorrente da ampliação do número de profissões e especialidades, acarretando mais responsabilidades e atribuições para a enfermeira na coordenação do processo de trabalho em saúde. O estudo reforçou a compreensão de que a discussão sobre o trabalho da enfermeira é relevante e que o reconhecimento da categoria está atrelado à manutenção deste debate, em todos os espaços de atuação profissional e de decisão política.(AU)
Descritores: Serviços Hospitalares
Assistência Hospitalar
Serviço Hospitalar de Enfermagem
-Sensibilidade e Especificidade
Limites: Humanos
Responsável: BR342.1 - Biblioteca Universitária de Saúde


  5 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-962967
Autor: Costa, Daniele Bernardi da; Ramos, Daniele; Gabriel, Carmen Silvia; Bernardes, Andrea.
Título: Cultura de segurança do paciente: avaliação pelos profissionais de Enfermagem / Cultura de seguridad para el paciente: evaluación realizada por los profesionales de Enfermería / Patient safety culture: evaluation by Nursing professionals
Fonte: Texto & contexto enferm;27(3):e2670016, 2018. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Objetivo: avaliar a cultura de segurança do paciente das equipes de enfermagem no contexto hospitalar. Método: sob o ponto de vista da enfermagem foi realizado um estudo quantitativo, tipo survey, transversal. A coleta de dados ocorreu entre junho e julho de 2013. Foi utilizado o questionário Hospital Survey on Patient Safety Culture, respondido por 437 profissionais da equipe de enfermagem, com taxa de resposta de 100%. Resultados: entre as doze dimensões avaliadas, apenas seis apresentaram taxas de respostas positivas maiores que 50%, sendo frequência de relato de eventos (61,4%), aprendizado organizacional - melhoria contínua (60,5%), respostas não punitivas aos erros (58%), trabalho em equipe dentro da unidade (57,1%), passagem de plantão/turnos e transferências (53,1%) e retorno da informação e comunicação sobre erro (51,8%). Conclusão: para o alcance de cultura de segurança positiva são necessárias ações de melhoria que envolvam a gestão e as chefias no que se refere: percepção geral da segurança; expectativas sobre o supervisor/chefe e ações promotoras da segurança; abertura da comunicação; apoio da gestão hospitalar para a segurança do paciente e trabalho em equipe entre as unidades.

RESUMEN Objetivo: evaluar la cultura de seguridad del paciente de los equipos de enfermería en el contexto hospitalario. Método: bajo el punto de vista de la enfermería fue realizado un estudio cuantitativo, tipo survey y transversal. La obtención de datos se realizó entre Junio y Julio del 2013. Se usó el cuestionario Hospital Survey on Patient Safety Culture que respondido por 437 profesionales del equipo de enfermería y con una taza de respuesta del 100%. Resultados: entre las doce dimensiones evaluadas apenas seis presentaron tazas de respuestas positivas mayores al 50%, siendo ellas la frecuencia del relato de eventos (61,4%), aprendizaje organizacional - mejora continua (60,5%), respuestas no punitivas a los errores (58%), trabajo en equipo dentro de la unidad (57,1%), pasaje de guardia/turnos y transferencias (53,1%) y proporcionar la información y comunicación sobre el error (51,8%). Conclusión: para llegar a la cultura de seguridad positiva son necesarias acciones de mejoramiento que incluyan la gestión y las jefaturas en lo que se refiere a la percepción general de la seguridad, expectativas sobre el supervisor/jefe y las acciones promotoras de la seguridad, abertura de la comunicación, apoyo de la gestión hospitalaria para la seguridad del paciente y el trabajo en equipo entre las unidades.

ABSTRACT Objective: to evaluate the patient safety culture of nursing teams in the hospital context. Method: from a nursing point of view, a cross-sectional quantitative study, of the survey type, was performed. The data collection occurred between June and July 2013. The questionnaire Hospital Survey on Patient Safety Culture was used, answered by 437 professionals of the nursing team, with a response rate of 100%. Results: among the twelve dimensions evaluated, only six had positive response rates greater than 50%, being the frequency of event reporting (61.4%), organizational learning - continuous improvement (60.5%), non-punitive responses to errors (58%), teamwork within the unit (57.1%), shift/orderly and transfers (53.1%), and feedback of information and communication about error (51.8%). Conclusion: in order to reach a positive safety culture, improvement actions involving management and leadership are required: general perception of safety; expectations about the supervisor/boss and actions that promote safety; the opening of communication; support of hospital management for patient safety and teamwork between units.
Descritores: Qualidade da Assistência à Saúde
Serviços Hospitalares
Enfermagem
Segurança do Paciente
Limites: Humanos
Responsável: BR17.1 - Biblioteca Setorial Centro de Ciências da Saúde (BSCCSM)


  6 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Shimizu, Helena Eri
Id: biblio-1128968
Autor: Shimizu, Helena Eri.
Título: As representações sociais dos trabalhadores de enfermagem não enfermeiros (técnicos e auxiliares de enfermagem) sobre o trabalho em Unidades de Terapia Intensiva em um hospital-escola / The social representations of non-nurse nursing workers (nursing technicians and assistants) about working in Intensive Care Units in a teaching hospital.
Fonte: São Paulo; s.n; 2000. 345 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O estudo objetivou identificar e analisar as representações sociais dos trabalhadores de enfermagem sobre o trabalho em UTIs e os modos de expressão do sofrimento e prazer ligados a esse trabalho. Objetivou ainda reconhecer as formas deenfrentamento do sofrimento construídas por esses trabalhadores, tanto individuais como coletivas, no desenvolvimento do trabalho peculiar nessa unidade. Para tanto, foram realizadas entrevistas com os trabalhadores de enfermagem (técnicos eauxiliares de enfermagem) que atuam em UTI (Pediátrica, Clínica Médica e Clínica Cirúrgica) de um hospital de ensino do Estado de São Paulo. A análise dos dados fundamentou-se na análise de conteúdo, mais precisamente na técnica de análise daenunciação. Utilizou-se também o software ALCEST para identificação dos elementos da enunciação que compõem o núcleo das representações. Os resultados do estudo evidenciaram que o trabalho na UTI possibilita aos trabalhadores de enfermagem tantoa vivência do prazer como do sofrimento. A tarefa do cuidar possibilita aos trabalhadores de enfermagem sentirem-se úteis, na medida em que ajudam, servem, confortam e realizam cuidados que garantem a expectativa de poderem ver os pacientesmelhorarem. No entanto, evidenciou-se que essa tarefa causa, também, muito sofrimento, o que leva os trabalhadores a utilizarem-se de diversos mecanismos de defesa descritos pela Psicopatologia e pela Psicanálise. Aprendeu-se que as formas deorganização edivisão do trabalho na enfermagem e as precárias condições de trabalho são, também, fatores que contribuem para o aumento do desgaste psíquico, desencadeando a criação e manutenção de diversas estratégias coletivas de defesa.Concluiu-se que os trabalhadores de enfermagem precisam ter garantido um espaço institucional para falarem sobre os diversos sentimentos suscitados pelo trabalho que desenvolvem, caso contrário correm o risco de adoecimento e/ou tornarem-se ) alienados. Ficou evidente a necessidade de serem adotados modelos de gerenciamento mais flexíveis, que permitam maior participação dos trabalhadores de enfermagem nas decisões e que haja distribuição de poderes entre todos osmembros da equipe de enfermagem, de modo a resgatar o sentido do trabalho.

The study identifies and analyses social representations of Intensive Care Unit (ICU) nursing staff about their work and how they express feelings of sorrow and pleasure associated to their job, as well as, individual and collective mechanismsdeveloped by them to deal with suffering. Interviews were carried out with auxiliary nursing personel (licensed practical nurse and nurse tecnician) from ICU units (pediatric, medical and surgical) of a teaching hospital in the state of SãoPaulo. In order to identify elements which make up the content of their representations, content analysis method was used, in particular the enunciation technique, together with the use of ALCEST software. The results indicate that ICU unitsprovide nursing personnel the opportunity to experience both pleasure and sorrow. Nursing staff experience a sense of usefulness as they care for, help, serve, comfort and provide health care expected to bring about improvements in theirpatients. However, this task also causes much suffering, forcing nursing staff to utilize, individually, several defense mechanisms. The forms of nursing organization and work division and the precarious working conditions are also factors thatcontribute to create and sustain the various defense strategies used collectively. The study concludes that ICU nursing personnel need more opportunity to express the various feelings experienced in their work, otherwise, they run the riskofbecoming alienated. Therefore, more flexible management models need to be adopted in order to allow greater participation in decisions and distribution of power among all members of the nursing staff.
Descritores: Serviços Hospitalares
Unidades de Terapia Intensiva
Limites: Humanos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  7 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1123699
Autor: Silva, Adriana Marques da.
Título: Processo de trabalho e atividades educativas de trabalhadores de enfermagem em hospitais públicos / Work process and educational activities for nursing personnel in public hospitals.
Fonte: São Paulo; s.n; 2010. 196 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo - USP para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: O estudo tem como tema central a educação dos trabalhadores de enfermagem e a sua articulação com o cotidiano de trabalho. Foi desenvolvido com os objetivos de analisar as concepções dos enfermeiros sobre as relações existentes entre atividades educativas de trabalhadores e processo de trabalho de enfermagem, e as possibilidades de mudança nessa relação na perspectiva da integralidade da saúde, da educação permanente em saúde e do trabalho em equipe, conceitos que compõem o referencial teórico. Na pesquisa de campo foram realizadas 22 entrevistas semi-estruturadas com enfermeiros de dois hospitais públicos, 14 em hospital de ensino e 8 em hospital municipal. Os sujeitos foram selecionados com a utilização da técnica de bola-de-neve, iniciando com a gerente da área de enfermagem de cada hospital estudado. Os resultados mostraram que nos dois hospitais o processo de trabalho dos enfermeiros se compõe de duas dimensões complementares: gerencial e assistencial. Na primeira predominam atividades de gerenciamento de recursos humanos e, na segunda, a sistematização da assistência de enfermagem. Contudo, no hospital de ensino a atuação dos enfermeiros na sistematização da assistência de enfermagem refere-se à execução do cuidado e ao gerenciamento do cuidado e, no hospital municipal, apenas ao gerenciamento do cuidado. Há, em ambos os serviços, uma estreita relação entre processo de trabalho e atividades educativas de trabalhadores de enfermagem, porém, de caráter instrumental, técnico; e os enfermeiros têm a expectativa que as atividades educativas sejam realizadas pela área de educação continuada. Foram identificadas possibilidades de mudanças nas relações entre o processo de trabalho e a atividade educativa, em experiências voltadas a gestão participativa e ao trabalho em equipe, porém uma frágil presença de tematização da integralidade e da educação permanente em saúde.Conclui-se pela necessidade de construção de mudanças do modelo assistencial e das atividades educativas de trabalhadores nos hospitais, na perspectiva da atenção integral à saúde contemplando para além do biológico, também as dimensões da vida social, cultural e emocional.

The study is focused on nursing workers education and the relationship with the daily work. It was developed with the purpose of analyzing the nursess views on the relationship between educational activities for workers and work processes of nurses, and the possibilities for change in this relationship in perspective for integration of health, of continuing health education and teamwork concepts which constitute the theoretical framework. In the field research were carried out as follows: 22 semi-structured interviews with nurses from two hospitals, 14 in educational hospital and 8 in the public hospital. The subjects were selected using the snowball technic, starting with the nurse area manager at each hospital. The results showed that both hospitals nurses work processes is composed by two complementary dimensions: management and care. The first activities are mostly of human resource management and, second, the nursing care systematization. However, in educational hospital the nurses work in nursing care systematization refers to the care implementation and care management and in public hospital, just care management. In both services, we found a close relationship between work processes and educational activities nursing workers, however of instrumental character, technical; though nurses have the expectation that the educational activities be done by the educational area. We identified opportunities for change in relations between the work processes and educational activities, in experiments aimed at participatory management and teamwork, but a weak presence of thematizing completeness and continuing health education. It is needed to change the assistencial model and educational activities for workers in hospitals, in view of the comprehensive health care in addition to addressing the biological, also the dimensions of social, cultural and emotional.
Descritores: Serviços Hospitalares
Educação Continuada
Recursos Humanos
Limites: Humanos
Responsável: BR41.1 - Biblioteca Wanda de Aguiar Horta
BR41.1


  8 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Cunha, Rivaldo Venâncio da
Texto completo
Id: lil-568371
Autor: Morais, Natasha de Oliveira; Paniago, Anamaria Melo Miranda; Negri, Adriana Carla; Oliveira, Olcinei Alves de; Cunha, Rivaldo Venâncio da; Oliveira, Sandra Maria do Valle Leone de.
Título: Exposição ocupacional com material potencialmente contaminado entre profissionais da área de apoio / Occupacional exposure with potentially hazardous biological material among workers in hospital services / Exposición ocupacional con material potencialmente contaminado entre profesionales del área de apoyo
Fonte: Cogitare enferm;14(4), out.-dez. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Pesquisa descritiva, quantitativa, que se propôs a levantar a frequência de acidentes ocupacionais, envolvendomateriais biológicos potencialmente contaminados, que ocorreram entre os profissionais que atuam em um hospital deensino e caracterizar aqueles que acometeram a equipe de higienização e limpeza e lavanderia. Foram analisadas 238 fichasde investigações de acidentes de trabalho do Serviço de Epidemiologia do período de 2004 a 2009. Destas, 10,9% (26/239)correspondiam a acidentes ocorridos com profissionais da limpeza hospitalar, 2,5% de profissionais da lavanderia. Foipredominante o sexo feminino, faixa etária de 30-40 anos, do tipo percutâneo, destacando-se os quirodáctilos como a áreacorporal mais atingida e o líquido potencialmente contaminado foi o sangue. Três grandes pilares de assistência devem serfortalecidos: o sistema de informação para subsidiar a política institucional, a formação continuada dos profissionais quegeram resíduos perfurantes e a aquisição de materiais com dispositivos de segurança.

This is a descriptive and quantitative research which aimed to study the annual frequency of workplaceaccidents that occurred among health professionals and to characterize the occurrence of work acidentes involvinghospital hygiene staff. 238 professional accidents? reports were analyzed, from the Epidemiology Department in an UniversityHospital, from 2004-2009. From the total, 10,9% (26/238) corresponded to accidents with hygiene staff , and 2,5% with theones who worked at the laundry service. Data were gathered from the form of Surveillance System PSBio. It was observedthat there was a greater frequency of accidents, especially among the female workers, aged from 30-40 years, withpredominance of percutaneous exposure, especially the fingers as the most affected part of the body. Three pillars ofassistance should be strengthened: the information system to support the institutional policy, continuing education ofprofessionals who generate perforating residues and purchase of materials with safety devices.

Investigación descriptiva, cuantitativa, que se propuso a levantar la frecuencia de accidentes ocupacionales,envolviendo materiales biológicos potencialmente contaminados, que ocurrieron entre los profesionales que actúan en unhospital de enseñanza y caracterizar aquellos acometieron el equipo de higienización y limpieza y lavandería. Fueronanalizados 238 informes de expedientes de accidentes de trabajo del Servicio de Epidemiología entre 2004-2009. De estos,10.9% (26/239) correspondían a accidentes ocurridos con profesionales de la limpieza hospitalaria, 2.5% de profesionalesde la lavandería. Fue predominante el sexo femenino, faja etaria de 30-40 años, del tipo percutáneo, destacándose losquirodáctilos como área corporal más afectada y el líquido potencialmente contaminado fue la sangre. Tres grandes pilaresde ayuda deben ser fortalecidos: el sistema de información para subsidiar la política institucional, la formación continuadade los profesionales que generan residuos perforadores y la compra de materiales con dispositivos de seguridad.
Descritores: Exposição Ocupacional
EXPOSICAO A AGENTES BIOLOGICOS
Patógenos Transmitidos pelo Sangue
Pessoal de Saúde
Saúde do Trabalhador
Segurança de Equipamentos
Serviços Hospitalares
Responsável: BR16.1 - Biblioteca de Ciências da Saúde


  9 / 132 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1099050
Autor: Vega Jiménez, Junior; Hurtado de Mendoza Amat, José.
Título: El servicio de enfermería contemporáneo, ¿pilar esencial en el establecimiento de la correlación clínico patológica hospitalaria? / The contemporary infirmary service, pillar essential in the establishment of the clinical and pathological correlation hospital?
Fonte: Rev. cuba. enferm;34(3):e1988, jul.-set. 2018.
Idioma: es.
Descritores: Atenção Primária à Saúde/métodos
Autopsia/métodos
Serviços Hospitalares
Cuidados de Enfermagem/métodos
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional


  10 / 132 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Cuba
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1099001
Autor: Schmidt Cati, Catiéle Raquel; Loro Marli, Marli Maria; Aozane Fabi, Fabiele; Soares Jaque, Jaqueline Herter; Toso Gre, Greice Letícia; Bernat Kolankiewicz Adri, Adriane Cristina.
Título: Cultura de segurança do paciente na percepção de profissionais técnicos de enfermagem / Cultura de seguridad del paciente en la percepción de profesionales técnicos de enfermería / Culture of patient safety from the perception of nursing technicians of a general hospital
Fonte: Rev. cuba. enferm;33(4):e1202, oct.-dic. 2017. tab.
Idioma: pt.
Resumo: RESUMO Introdução: instituições hospitalares que têm como premissa norteadora a segurança do paciente oferecem a assistência segura e de qualidade. Neste contexto, identificar indicadores da cultura de segurança, pode servir como iniciativa para acarretar mudanças positivas nas instituições, melhorando a comunicação entre profissionais, a confiança, resultando em eficácia da prevenção. Objetivo: avaliar a percepção dos técnicos de enfermagem atuantes em um hospital geral de porte IV acerca do clima de segurança. Métodos: estudo transversal, realizado com 345 técnicos de enfermagem. Para a coleta de dados utilizou-se o Questionário de Atitude de Segurança, Safety Atitudes Questionnaire, no segundo semestre de 2014. O ponto de corte para avaliação positiva foi ≥75 pontos. Dados analisados pela estatística descritiva. Resultados: os escores por domínio foram: clima de trabalho em equipe 75 porcento satisfação no trabalho 87 porcento clima de segurança 72 porcento do estresse 57 porcento da gerência da unidade 64, percepção da gerência do hospital 63 porcento e condições de trabalho 73 porcento. Conclusões: a satisfação no trabalho e clima de trabalho em equipe foram os domínios que obtiveram médias satisfatórias, o que refle diretamente na qualidade da assistência prestada. As médias mais baixas foram em relação à percepção da gerência, aspecto que pode evidenciar distanciamento entre os profissionais de diferentes níveis hierárquicos. Resultados podem contribuir para o planejamento e organização das ações, no intuito de qualificar o atendimento e os profissionais atuantes(AU)

RESUMEN Introducción: instituciones hospitalarias que tienen como premisa la seguridad del paciente ofrecen asistencia segura y de calidad. En este contexto, identificar indicadores de la cultura de seguridad, que sirvan como iniciativa para provocar cambios positivos en las instituciones, mejorando la comunicación entre profesionales, la confianza, resultando en eficacia de la prevención. Objetivo: evaluar la percepción de los técnicos de enfermería actuantes en un hospital general de porte IV acerca del clima de seguridad. Métodos: estudio transversal, realizado con 345 técnicos de enfermería. Para la recolección de datos se utilizó el Cuestionario de Actitud de Seguridad, Safety Atitudes Questionnaire, en el segundo semestre de 2014. El punto de corte para evaluación positiva fue ≥75 puntos. Los datos fueron analizados por estadística descriptiva. Resultados: las puntuaciones por dominio fueron: clima de trabajo en equipo 75 por ciento, satisfacción en el trabajo 87 por ciento, clima de seguridad 72 por ciento, percepción do estrés 57 por ciento, percepción da gerencia de la unidad 64 por ciento, percepción de gerencia del hospital 63 por ciento y condiciones de trabajo 73 por ciento. Conclusiones: la satisfacción en el trabajo y el clima de trabajo en equipo fueron los dominios que obtuvieron medias satisfactorias, lo que se refleja directamente en la calidad de la asistencia prestada. Las medias más bajas fueron en relación a la percepción de la gerencia, aspecto que puede evidenciar distanciamiento entre los profesionales de diferentes niveles jerárquicos. Los resultados pueden contribuir a la planificación y organización de las acciones, con el fin de calificar la atención y los profesionales actuantes(AU)

ABSTRACT Introduction: Hospitals whose premise guiding patient safety provide safe and quality care. It sought to then evaluate the perception of the nursing technician's patient safety, since these are coordinated by a nurse, and provide direct care to the individual, which features a challenge for patient safety culture. In this context, identify safety culture indicators can serve as an initiative to bring about positive changes in the institutions, improving communication between professionals, trust, resulting in effective prevention. Objective: To assess the perception of nursing technicians working in a size IV general hospital about the climate of safety. Methods: This is a cross-sectional study, conducted with 345 nursing technicians. In order to collect data, we used the Questionário de Atitude de Segurança, Safety Attitudes Questionnaire, in the second half of 2014. The cutting point for positive assessment was ≥ 75 points. Data were analyzed by means of descriptive statistics. Results: The scores by domain were: climate of team work (75 percent), satisfaction in work (87 percent), climate of safety (72 percent), perception of stress (57 percent), perception of unit management (64 percent), perception of hospital management (63 percent) and working conditions (73 percent). Conclusions: work satisfaction and teamwork climate were the domains that obtained satisfactory averages, which directly reflects the quality of care provided. The lowest means were in relation to the management perception, an aspect that can show distancing between professionals of different hierarchical levels. Results can contribute to the planning and organization of the actions, in order to qualify the attendance and the working professionals(AU)
Descritores: Serviços Hospitalares
Cultura Organizacional
Papel do Profissional de Enfermagem
Segurança do Paciente
-Estudos Transversais
Limites: Humanos
Responsável: CU1.1 - Biblioteca Médica Nacional



página 1 de 14 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde