Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP3.041 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 124 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 13 ir para página                         

  1 / 124 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-1024871
Autor: Perú. Ministerio de Salud; .Dirección General de Operaciones en Salud del Ministerio de Salud.
Título: Directiva administrativa que regula los aspectos metodológicos para la evaluación del cumplimiento de las metas institucionales, indicadores de desempeño y compromisos de mejora de los servicios de salud, alcanzados en el año 2019, para la entrega económica establecida en el artículo 15 del D.L. N° 1153 / Administrative directive that regulates the methodological aspects for the evaluation of the fulfillment of the institutional goals, performance indicators and commitments of improvement of the services of exit, reached in the year 2019, for the economic delivery established in article 15 of the D.L. No. 1153.
Fonte: Lima; Perú. Ministerio de Salud; 20191100. 107 p. tab.
Idioma: es.
Resumo: Contribuir a la mejora del proceso de implementación en el año 2019, de lo dispuesto por el Art. 15 del D.L. N° 1153 y su reglamento.
Descritores: Administração de Serviços de Saúde
Guias como Assunto
Indicadores de Desenvolvimento
Metas
Instalações de Saúde
Responsável: PE18.1 - Biblioteca Central


  2 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-1013126
Autor: Carreira, Gabrielle Braga; Dutra, Viviane Gomes Parreira; Silva, José Henrique Costa Monteiro da; Guimarães, Raphael Mendonça.
Título: Social inequality, human development and fertility pattern in Brazil, 2000-2010 / Desigualdade social, desenvolvimento humano e padrão de fecundidade no Brasil, 2000-2010
Fonte: Rev. Bras. Saúde Mater. Infant. (Online);19(1):217-232, Jan.-Mar. 2019. tab, graf.
Idioma: en.
Resumo: Abstract Objectives: to analyze the fertility pattern in Brazil and its relationship with human development in the Brazilian federation units in 2000 and 2010. Methods: this is an ecological study whose unit of analysis was the Brazilian Federative Units in the period of 2000 and 2010. The fertility was assessed considering the social (HDI), inequality, (Gini, Theil and Income Ratio) and fertility indicators (fertility rate and mean age of fertility). Results: Brazil has been experiencing a rapid fertility transition. The pattern of fertility curves changed in all Federative Units between 2000 and 2010, with a reduction in cusp size and postponement of fecundity. This change was more evident among the Federative Units with better development and lower inequality. The correlation between social and fertility indicators lost strength in the period, corroborating the transition hypothesis. Conclusions: there is a direct relation between the fecundity and inequality indicators, and inversing human development. Changes should be taken in consideration in the age structure of the population, as well as inequality indicators, for better planning in public policies for public health.

Resumo Objetivos: analisar o padrão de fecundidade no Brasil e sua relação com o desenvolvimento humano nas unidades de federação no Brasil em 2000 e 2010. Métodos: trata-se de estudo ecológico cuja unidade de análise foram as Unidades Federativas brasileiras no período de 2000 e 2010. A fecundidade foi avaliada considerando os indicadores sociais (IDH), indicadores de desigualdade (Gini, Theil e Razão de Renda) e os indicadores de fecundidade (taxa de fecundidade e idade média de fecundidade). Resultados: o Brasil vem experimentando rápida transição da fecundidade. O padrão das curvas de fecundidade modificou em todas as UF entre 2000 e 2010, com redução do tamanho da cúspide e postergação da fecundidade. Esta mudança foi mais evidente entre as UF com melhor desenvolvimento e menor desigualdade. A correlação entre indicadores sociais e de fecundidade perdeu força no período, corroborando a hipótese de transição. Conclusões: existe relação direta entre os indicadores de fecundidade e desigualdade, e inversa com desenvolvimento humano. Deve-se considerar as modificações na estrutura etária da população, bem como nos indicadores de desigualdade, para melhor planejamento de políticas públicas na saúde pública.
Descritores: Políticas Públicas de Saúde
Iniquidade Social
Taxa de Fecundidade
Fertilidade
Desenvolvimento Humano
-Brasil
Indicadores de Desenvolvimento
Indicadores Sociais
ABDOMENACEPROMAZINEABORTION, INCOMPLETE
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Artigo Clássico
Responsável: BR663.1 - Biblioteca da Saúde da Mulher e da Criança


  3 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-897213
Autor: Santos, Eli Izidro dos; Carvalho, Ícaro Célio Santos de; Barreto, Ricardo Candéa Sá.
Título: Pobreza multidimensional no estado da Bahia: uma análise espacial a partir dos censos de 2000 e 2010 / Pobreza multidimensional en el estado de Bahia: un análisis espacial de los censos de 2000 y 2010 / Multidimensional poverty in the state of Bahia: a spatial analysis from the censuses of 2000 and 2010
Fonte: Rev. adm. pública (Online);51(2):240-263, Mar.-Apr. 2017. tab, graf, mapas.
Idioma: pt.
Resumo: Resumo Este artigo teve como intuito realizar uma análise do comportamento espacial da pobreza no estado da Bahia nos anos 2000 e 2010, a partir do cálculo do Índice Municipal de Pobreza (IMP), colaborando com as análises da pobreza já realizadas para o estado. O índice permitiu a criação de rankings municipais de pobreza, que em comparação com o ranking do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM), nos mesmos períodos em análise, mostraram-se eficientes para mensuração da pobreza espacial na região. Com isso, encontraram-se evidências de um padrão de espacialização, bem como a existência de clusters de pobreza regional. Para este estudo foram utilizadas, além da renda, outras variáveis como educação, habitação e saúde, o que caracteriza o trabalho como multidimensional.

Resumen Este trabajo tiene como objetivo colaborar con las análisis de comportamiento de la pobreza espacial en el estado de Bahia, en 2000 y 2010 a partir del cálculo del Índice de Pobreza Municipal (PIM), con el fin de colaborar con el análisis de la pobreza en el estado. El índice permitió la creación de rankings de pobreza municipales, que en comparación con el ranking del Índice de Desarrollo Humano (IDHM) durante los mismos periodos de revisión fueron efectivas para la medición de la pobreza espacial en la región. Por lo tanto, se encontraron pruebas de un patrón de espacio, así como la existencia de clusters regionales de pobreza. Para este estudio se utilizaron además de los ingresos, otras variables como la educación, la vivienda y la salud, que cuenta con el trabajo como multidimensional.

Abstract The article aims to collaborate with the analysis about poverty in the state of Bahia, studying the spatial behavior of poverty in the state in 2000 and 2010, using the Municipal Poverty Index (MPI). The MPI allowed the creation of a ranking of municipalities, which in comparison with the ranking based on the Municipal Human Development Index (MHDI) in the same years analyzed, was effective for measuring the spatial poverty in the state. The study found evidence of a pattern of spatialization as well as the existence of clusters of regional poverty. It is a multidimensional study using variables such as income, education, housing and health.
Descritores: Pobreza
Condições Sociais
Análise por Conglomerados
Distribuição Espacial da População
Censos
Indicadores de Desenvolvimento
Iniquidade Social
-Demografia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-1007909
Autor: Barahona-Urbina, Planck; Barahona-Droguett, Manuel.
Título: Desarrollo Económico y Desigualdad como factores asociados a la prevalencia de la obesidad infantil en Chile / Economic development and inequality as factors associated with the prevalence of childhood obesity in Chile
Fonte: Mem. Inst. Invest. Cienc. Salud (Impr.);17(1):39-46, abr. 2019. tab.
Idioma: es.
Resumo: El objetivo de este trabajo fue determinar los factores asociados a la prevalencia de la obesidad en párvulos a nivel nacional en el período 2001-2009 en una muestra de 553.044 párvulos. Se llevó a cabo un modelo de regresión múltiple con introducción por pasos. Como variable endógena, se utilizó la prevalencia de la obesidad en párvulos a nivel nacional. Como variables exógenas se han utilizado distintas variables macroeconómicas: la escolaridad promedio de la población (años), el Índice de Desarrollo Humano (IDH), el índice GINI, el gasto público en salud como porcentaje del PIB y el gasto en educación como porcentaje del PIB. Los resultados mostraron que las variables asociadas a la prevalencia de la obesidad infantil son el Índice de Desarrollo Humano (IDH) y el gasto público en salud. Las conclusiones del trabajo son que a medida que aumenta el Índice de Desarrollo Humano (IDH), la prevalencia en la obesidad infantil disminuye. A medida que aumenta el gasto público en salud por parte del Estado, la prevalencia de la obesidad disminuye. De los resultados del estudio se deduce la importancia que tiene el aumento del gasto público en salud en prestaciones de servicios preventivos y curativos, y en actividades de planificación familiar(AU)
Descritores: Indicadores de Desenvolvimento
Obesidade
-Prevalência
Gastos em Saúde
Educação/economia
Limites: Seres Humanos
Pré-Escolar
Responsável: PY3.1 - Biblioteca


  5 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-1007590
Autor: Montoya-Londoño, Diana Marcela; González-Benítez, Liliana.
Título: Bases neuropsicológicas del desarrollo cognoscitivo entre el nacimiento y los doce años / Neuropsychological basis of the cognitive development from newborn to twelve years old
Fonte: MedUNAB;12(3):157-174, 2009.
Idioma: es.
Resumo: El presente artículo expresa una articulación teórica entre dos posturas clásicas que explican el desarrollo infantil,a partir de la relectura que se hace del modelo teórico de Jean Piaget, a la luz de los desarrollos planteados por la neuropsicología en la perspectiva del modelo de las unidades funcionales de Alexander Luria. En este sentido representa un ejercicio de reflexión que trasciende la sola descripción detallada de los estadios del desarrollo piagetianos entendidos desde la perspectiva cognitiva, hacia una comprensión más interaccionista de la relación que existe entre el cerebro y la cognición. [Montoya DM, González L. Bases neuropsicológicas del desarrollo cognoscitivo entre el nacimiento y los doce años. MedUNAB 2009; 12:157-174].

This paper shows a theoretical articulation between two basic postures that aim at explaining child development, from the reinterpretation of Jean Piaget's theoretical model. This is based upon the neuropsychology developments based upon Alexander Luria's functional units model. This is a reflection exercise that transcends the detailed description of the Piagetian development stages, as understood from the cognitive perspective, and aims at a more interactional understanding of the relationship between brain and cognition. [Montoya DM, González L. Neuropsychological basis of the cognitive development from newborn to twelve years old. MedUNAB 2009; 12:157-174].
Descritores: Desenvolvimento Infantil
-Indicadores de Desenvolvimento
Sistema Internacional de Unidades
Testes Neuropsicológicos
Responsável: CO179.1 - Biblioteca


  6 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-1000720
Autor: Grad, Estela.
Título: Guía para la atención integral del niño de 0 a 5 años / Guide for the integral attention of the child from 0 to 5 years.
Fonte: Buenos Aires; Provincia de Buenos Aires. Ministerio de Salud; 2004. 94 p.
Idioma: es.
Descritores: Crescimento
Indicadores de Desenvolvimento
Responsável: AR338.1 - Biblioteca
AR338.1; 618.90, G72%07/4045%07/4046%07/4047


  7 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-991841
Autor: Cerqueira, Daniel Ricardo de Castro; Lima, Renato Sérgio de; Bueno, Samira; Coelho, Danilo Santa Cruz; Alves, Paloma Palmieri; Reis, Milena; Merian, Filipe.
Título: Atlas da violência 2018:: políticas públicas e retratos dos municípios brasileiros.
Fonte: Brasília; IPEA;Fórum Brasileiro de Segurança Pública; 2018. 35 p. graf, map.
Idioma: pt.
Conferência: Apresentado em: Fórum Brasileiro de Segurança Pública,
Resumo: Retrata as mortes violentas nos municípios brasileiros com população superior a 100 mil residentes, em 2016, com base nos dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade do Ministério da Saúde (SIM/MS). Para tanto, discute o papel da prevenção social dentro de uma abordagem de políticas efetivas de segurança pública. Neste ponto, elabora o que seja este último conceito e os sete elementos fundamentais geralmente presentes nas experiências nacionais e internacionais que lograram êxito na redução de crimes violentos, em período relativamente curto de tempo e apresenta alguns indicadores socioeconômicos selecionados (calculados com base em dados do Censo Demográfico de 2010), a fim de compor uma fotografia para cada um dos 309 municípios listados, trazendo um conjunto de gráficos que correlacionam essas medidas.
Descritores: Causas Externas
Condições Sociais
Desenvolvimento Humano
Homicídio
Indicadores de Desenvolvimento
Mortalidade
Violência
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 363.32, A881


  8 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-991839
Autor: Cerqueira, Daniel Ricardo de Castro; Lima, Renato Sérgio de; Bueno, Samira; Valencia, Luis Iván; Hanashiro, Olaya; Machado, Pedro Henrique G; Lima, Adriana dos Santos.
Título: Atlas da violência 2017.
Fonte: Brasília; IPEA;Fórum Brasileiro de Segurança Pública; 2017. 75 p. graf, map.
Idioma: pt.
Descritores: Causas Externas
Homicídio
Indicadores de Desenvolvimento
Mortalidade
Violência contra a Mulher
-Brasil
Responsável: BR1541.1 - Biblioteca
BR1541.1; 363.32, A881


  9 / 124 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-963784
Autor: Araújo, Kleane Maria da Fonseca Azevedo.
Título: Epidemiologia da hanseníase na Paraíba e sua relação com a cobertura da atenção primária à saúde e condições socioeconômicas / Epidemiology of leprosy in Paraíba and its relationship with the coverage of primary health care and socioeconomic conditions.
Fonte: Belo Horizonte; s.n; 2018. 138 p. tab, graf, mapa.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal de Minas Gerais. Escola de Enfermagem para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A hanseníase é uma doença curável, de elevada transcendência devido às incapacidades físicas oriundas do problema não tratado. Permanece como problema de saúde pública em vários países. Determinada socialmente, ultrapassa as barreiras biológicas, sendo fundamental compreender sua ocorrência nos diferentes contextos. O objetivo deste estudo é analisar a epidemiologia da hanseníase e sua relação com a cobertura da Atenção Primária à Saúde e as condições socioeconômicas na Paraíba, no período de 2001 a 2016. Estudo ecológico misto de múltiplos grupos e de séries temporais que tem os municípios como unidade de análise. Utilizaram-se dados de hanseníase do Sistema de Informação de Agravos de Notificação. Foi realizada análise de tendência por regressão linear generalizada pelo método de Prais-Winsten dos indicadores: taxa de detecção anual de casos novos de hanseníase na população geral e em menores de 15 anos; taxa e proporção de casos diagnosticados com grau 2 de incapacidade física. Analisou-se a distribuição espacial do risco para o adoecimento de hanseníase, por meio de um índice composto de indicadores epidemiológicos que classificou os municípios em alto, médio, baixo e muito baixo risco. Verificou-se a relação da cobertura da Atenção Primária à Saúde e do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal com os indicadores epidemiológicos da hanseníase pela regressão de Poisson com inflação de zeros. Foram analisados 12.134 casos novos de hanseníase. Observou-se na Paraíba tendência decrescente para a taxa de detecção geral (-4,8%), em menores de 15 anos (-6,7%) e estacionária para a taxa (-2,1%) e proporção (2,7%) de casos diagnosticados com grau 2 de incapacidade física. Ressalta-se que a tendência desses indicadores é heterogênea entre as macrorregiões de saúde do estado, apenas a quarta macrorregião apresenta redução na magnitude da endemia. A distribuição espacial é dessemelhante no território paraibano, apresenta clusters de alto risco nas regiões leste e oeste do estado. O aumento da cobertura da Estratégia de Saúde da Família contribuiu significativamente para incremento na taxa de detecção na população geral, mas não apresentou relação com a detecção em menores de 15 anos e taxa de grau 2 de incapacidade física. A melhora do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal contribuiu para aumento de casos da doença na população geral e redução em menores de 15 anos. A hanseníase apresenta-se em declínio na Paraíba, contudo evidencia-se que diagnósticos ocorrem tardiamente e a transmissão permanece ativa. Embora tenha ocorrido aumento na cobertura dos serviços de saúde e dos Índices de Desenvolvimento Humano Municipal, e isso tenha influenciado na melhoria dos indicadores epidemiológicos da hanseníase, persistem situações de pobreza e desigualdades municipais e estas contribuem para permanência da hanseníase. Reforça-se a importância de investimentos nas ações de saúde e políticas inclusivas, com vistas a minimizar as iniquidades existentes e consequentemente controlar a endemia.(AU)

Resumo em língua estrangeira Leprosy is a curable disease of high significance, given to physical disabilities from the untreated problem. It remains a public health problem in several countries. Socially determined, it overcomes the biological barriers, being fundamental to understand its occurrence in different contexts. The aim of this study is to assess the epidemiology of leprosy and its relationship with the coverage of Primary Health Care and socio-economic conditions in the State of Paraiba, in the period from 2001 to 2016. This mixed ecological study of multiple groups and time series has the municipalities as unit of analysis. Leprosy data were used and of the System of Information of Reportable Diseases. Trend analysis was performed by generalized linear regression by the Prais Winsten indicators: annual detection rate of new cases of leprosy in the general population and in children under 15; rate and proportion of cases diagnosed with grade 2 physical disability. We analyzed the spatial distribution of risk for illness by leprosy, through an index formed by epidemiological indicators that ranked the municipalities in high, medium, low, and very low risk. It was found that the ratio of the coverage of Primary Health Care and Municipal Human Development Index with the leprosy epidemiological indicators for Poisson regression with zeros inflation. There were analyzed 12,134 new cases of leprosy. It was observed in Paraiba downward trend for overall detection rate (-4.8%), in children under 15 (-6.7%) and stationary for rate (-2.1%) and proportion (2.7%) of cases diagnosed with grade 2 of physical disability. It should be noted that the trend of these indicators is heterogeneous among the macro-regions of health in the State, only the fourth macro-region presents reduced magnitude of endemy. The spatial distribution is different in the State of Paraiba territory; it presents high-risk clusters in the Eastern and Western regions of the State with time reduction in the Western region. The increase in the coverage of the Family Health Strategy has contributed significantly to increase the detection rate in the general population, but did not show relationship with the detection in children under 15 and grade rate 2 of disability. The improvement of the Municipal Human Development Index contributed to increased cases of the disease in the general population and reduction in children under 15. Leprosy presents itself in decline in Paraiba; however, it is evidenced that diagnoses occur late and the transmission remains active. Although there has been an increase in the coverage of health services and Municipal Human Development Indexes, and this has influenced the improvement of leprosy epidemiological indicators, poverty and municipal inequalities persist, and these contribute to permanence of leprosy. It reinforces the importance of investments in health actions and inclusion policies, in order to minimize existing inequalities and consequently to control the endemy.(AU)
Descritores: Atenção Primária à Saúde
Indicadores de Desenvolvimento
Determinantes Sociais da Saúde
Hanseníase/epidemiologia
-Fatores Socioeconômicos
Brasil
Estudos Retrospectivos
Fatores de Risco
Dissertações Acadêmicas
Disparidades nos Níveis de Saúde
Iniquidade Social
Análise Espacial
Hanseníase/diagnóstico
Limites: Seres Humanos
Criança
Adolescente
Responsável: BR21.1 - Biblioteca J Baeta Vianna- Campus Saúde UFMG
BR21.1; T-WC335, AREP


  10 / 124 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Id: biblio-971768
Autor: Brazil. Ministry of Planning, Budget and Management; .Brazil. Ministry of Social Development and Hunger Alleviation; .Brazil. Ministry of Education; .Brazil. Ministry of Health.
Título: Brazilian development indicators / Indicadores de desarrollo brasileño.
Fonte: Brasília; s.n; Jan. 2013. 59 p. ilus, map, tab, graf.
Idioma: en.
Descritores: Indicadores de Desenvolvimento
Indicadores Econômicos
Indicadores de Serviços
Indicadores de Qualidade de Vida
Indicadores Básicos de Saúde
-Renda/estatística & dados numéricos
Emprego/estatística & dados numéricos
Qualidade de Vida
Expectativa de Vida
Escolaridade
Iniquidade Social
Brasil
Limites: Seres Humanos
Tipo de Publ: Publicações Governamentais
Relatório Técnico
Responsável: BR599.1 - Coordenação Geral de Documentação e Informação (CGDI)
MTBR599.1; 005.216.1(81)(047)=111=134.2, B827b, MTBR599.1. 10001031210



página 1 de 13 ir para página                         
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde