Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP3.061.124 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 61 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 7 ir para página                  

  1 / 61 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Capitani, Eduardo Mello de
Id: lil-532236
Autor: Quagliato Jr, Reynaldo; Capitani, Eduardo Mello De; Rezende, Sílvio de Moraes; Zambon, Lair; Balthazar, Alípio Barbosa; Bertuzzo, Carmen Silva.
Título: Raça e paracoccidioidomicose / Race and paracoccidioidomycosis
Fonte: RBM rev. bras. med;66(10), out. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Estudar a incidência racial da paracoccidioidomicose na forma crônica pulmonar do adulto (PCM).Métodos: 54 pacientes com PCM foram classificados pela cor da pele em brancos e não brancos e a frequência foi comparada com o censo oficial do Estado de São Paulo (2000) e com o registro dos ambulatórios do Hospital de Clínicas, Unicamp. Posteriormente os pacientes foram reclassificados de acordo com seus antecedentes familiares.Resultados: A frequência de pacientes com PCM anotada no prontuário como brancos, de acordo com a cor da pele, foi de 75,9%, similar ao censo do IBGE (70,4%) e ao registro hospitalar (80,7%). Após a reclassificação, utilizando os antecedentes familiares dos pacientes, o resultado foi de 53,7%.Conclusão: Nossos resultados mostram a dificuldade de tentar estabelecer a raça como variável epidemiológica para correlacionar fatores de risco em doença infecciosa no nosso país, devido à miscigenação. Neste contexto, definir raça pela cor da pele pode ser pouco acurado.
Descritores: Distribuição por Etnia
Paracoccidioidomicose/diagnóstico
Paracoccidioidomicose/epidemiologia
-Dermatomicoses
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR12.1 - Biblioteca Setorial da Ciências da Saúde


  2 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-909800
Autor: Merlo, Gustavo H. S; Piardi, Carla C; Gabrielli, Ezequiel; Muniz, Francisco Wilker M. G; Rosing, Cassiano K; Colussi, Paulo Roberto G.
Título: Association between history of orthodontic treatment and sociodemographic factors in adolescents / Associação entre histórico de tratamento ortodôntico e fatores sociodemográficos em adolescentes
Fonte: Acta odontol. latinoam;31(1):3-10, 2018. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The aim of this study was to assess history of orthodontic treatment and its determinants in adolescents. This was a crosssectional study conducted in the city of Passo Fundo, Brazil, on a representative sample of adolescents aged 15 to 19 years, regularly enrolled in 20 high schools. A structured questionnaire was applied to assess demographic, behavioral and health variables. The association between history of orthodontic treatment and the dependent variables was analyzed by the chisquare test or Fisher's exact test. Additionally, multivariate regression with robust variance was performed. A total 736 students were examined and interviewed, of whom 57.6% had undergone orthodontic treatment, while 42.4% had not. In the multivariable analysis, the following variables were significantly associated with history of orthodontic treatment: female (PR= 1.26; 95% CI: 1.11 ­ 1.43), white (PR= 1.32; 95% CI: 1.11 ­ 1.56), mothers with higher level of education (PR=1.49; 95% CI: 1.28 ­ 1.74), tooth loss (PR=1.21; 95% CI: 1.06 ­ 1.39), and concern about oral health (PR=0.69; 95% CI: 0.61 ­ 0.78). Attending a private school was not significantly associated with history of orthodontic treatment (p>0.05). This study found a high rate for history of orthodontic treatment among adolescents, associated with gender, ethnicity, adolescent's mother with higher education, and tooth loss. Concern about oral health was a protective factor for orthodontic treatment (AU)

Esse estudo objetivou verificar o histórico de tratamento ortodôntico e seus fatores associados. Esse estudo transversal foi conduzido na cidade de Passo Fundo, Brasil, com uma amostra representativa dos adolescentes regularmente matricu lados no ensino médio, com idades entre 15 e 19 anos, de 20 escolas. Um questionário estrutura foi aplicado para acessar variáveis demográficas, comportamentais e de saúde. As associações entre histórico de tratamento ortodôntico e as variáveis independentes foram analisadas pelos testes de quiquadrado ou exato de Fisher. Além disso, regressão multivariada com variância robusta foi realizada. 736 estudantes foram examinados e entrevistados. Tratamento ortodôntico foi reali zado por 57,6% dos adolescentes, enquanto que 42,4% dos participantes não o mencionaram. Na análise multivariada, as seguintes variáveis estiveram significativamente associadas com histórico de tratamento ortodôntico: sexo feminino (PR= 1,26; 95%CI: 1,11 ­ 1,43), branco (PR= 1,32; 95%CI: 1,11 ­ 1,56), mães com alto nível educacional (PR=1,49; 95%CI: 1,28 ­ 1,74), perda dentária (PR=1,21; 95%CI: 1,06 ­ 1,39) e preocupação com a saúde bucal (PR=0,69; 95%CI: 0,61 ­ 0,78). Ir a uma escola privada não esteve significativamente associado com histórico de tratamento ortodôntico (p>0,05). Esse estudo demonstrou que altos níveis de histórico de tratamento ortodôntico são encontrados em adolescentes e isso está associado com sexo, etnia, alta escolaridade da mãe do adolescente e perda dentária. Preocupação com a saúde bucal mostrouse como um fator protetor para o tratamento ortodôntico (AU)
Descritores: Ortodontia Corretiva
Serviços de Odontologia Escolar
Fatores Socioeconômicos
Demografia
-Brasil
Atitude Frente à Saúde
Distribuição de Qui-Quadrado
Estudos Transversais
Análise Estatística
Comportamento do Adolescente
Distribuição por Idade e Sexo
Distribuição por Etnia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  3 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Texto completo
Id: biblio-938729
Autor: São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde. Coordenação de Epidemiologia e Informação.
Título: Análise do quesito raça/cor a partir de Sistemas de Informação da Saúde do SUS.
Fonte: São Paulo; São Paulo (Cidade). Secretaria da Saúde; maio 2011. 54 p. graf, tab. (Bol. CEInfo Análise, 6, 5).
Idioma: pt.
Resumo: Este Boletim traz a análise do preenchimento do quesito raça/cor nos Sistemas de Informação de Saúde do SUS, gerenciados e/ou analisados pela Coordenação de Epidemiologia e Informação (CEInfo) da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), que tem como missão: promover a produção e o uso da informação voltada para a gestão de políticas públicas de saúde e melhoria das condições de saúde para a população da cidade de São Paulo. A oportunidade de aprofundar a análise pelo recorte étnico-racial através deste boletim surge dentro do Projeto Questão Étnico-Racial e Direito à Saúde: qualificando práticas com a coordenação do CEFOR e da CEInfo, construído com os representantes das diversas áreas de gestão da SMS com o objetivo de implementar ações estratégicas para consolidação da política de saúde integral da população negra no âmbito do município de São Paulo.
Descritores: Distribuição por Etnia
Sistemas de Informação/estatística & dados numéricos
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR2093.1 - Centro de Epidemiologia e Informação
BR2093.1; 614.2, S239a


  4 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-881238
Autor: Santos, Ediálida Costa; Scala, Luiz Cesar Nazário; da Silva, Ageo Cândido.
Título: Prevalência de hipertensão arterial e fatores de risco em remanescentes de quilombos, Mato Grosso, Brasil / Prevalence of arterial hypertension and risk factors in quilombos remnants in the State of Mato Grosso, Brazil
Fonte: Rev. bras. hipertens;22(3):100-105, jul.-set.2015.
Idioma: pt.
Resumo: A hipertensão arterial, importante problema de saúde pública, apresenta elevada prevalência e gravidade em negros, sendo escassos os estudos brasileiros sob o tema. O objetivo do estudo foi analisar a prevalência de hipertensão e fatores associados em uma população rural de remanescentes de quilombos no estado de Mato Grosso, Brasil. Estudo observacional, de corte transversal, realizado em 2012, abrangendo todos os adultos ≥ 18 anos residentes no quilombos rural de Mata Cavalo, município de Nossa Senhora do Livramento. Foram obtidos dados demográficos, socioeconômicos, de hábitos de vida, medidas antropométricas e da pressão arterial. A hipertensão foi definida pelo critério ≥ 140/90 mmHg, ou uso de medicação anti-hipertensiva. A relação entre variáveis independentes e hipertensão foi avaliada pela razão de prevalência com respectivos intervalos de confiança de 95% e nível de significância de p ≤ 0,05. A análise de 81,5% da população de estudo, 49% do sexo feminino, média de idade de 51,8 (± 17,7) anos revelou baixos índices de renda e escolaridade. A prevalência de hipertensão arterial foi de 52,5%, com discreto e não significativo predomínio em mulheres. Observou-se associação significativa entre hipertensão e idade, sedentarismo no trabalho, presença de história familiar para hipertensão, circunferência da cintura aumentada e relação cintura-quadril em faixa de risco. Em face da elevada prevalência de hipertensão observada em comunidade quilombola de Mato Grosso, Brasil, associada a fatores de risco bem conhecidos, o presente estudo chama a atenção para a necessidade da execução de políticas de saúde pública mais abrangentes, com o objetivo de atingir segmentos sociais específicos.

The hypertension, an important public health problem, presents a high prevalence and severity in blacks, being scarce Brazilian studies on the subject. The objective of the study was to analyze the prevalence of hypertension and associated factors in a rural population of remnants of the quilombos in the State of Mato Grosso, Brazil. This is an observational study, cross-sectional, conducted in 2012, covering all adults ≥ 18 years residing in rural quilombo Mata Cavalo, municipality of Nossa Senhora do Livramento. Were obtained demographic and socioeconomic data, lifestyle habits, anthropometric measurements and blood pressure. Hypertension was defined by criterion ≥ 140/90 mmHg, or use of antihypertensive medication. The relationship between independent variables and hypertension was presented by prevalence ratio with their respective 95% confidence intervals and significance level of p ≤ 0.05. The analysis of 81.5% of the study population, 49% female, mean age of 51.8 (±17.7) years revealed low levels of income and education. Theprevalence of hypertension was 52.5%, with a slight but not significant predominance in women. There was a significant association between hypertension and age, sedentary at work, presence of family history of hypertension, waist circumference increased and waist-hip ratio in risk range. In view of the high prevalence of hypertension observed in the quilombola community of Mato Grosso, Brazil, associated with the well-known risk factors, the present study draws attention to the need for the implementation of more comprehensive public health policies, with the objective of achieving specific social segments.
Descritores: Distribuição por Etnia
Hipertensão
Prevalência
Fatores de Risco
População Rural
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR26.1 - Biblioteca Central


  5 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-873922
Autor: Carvalho, Ricardo Wathson Feitosa de; Avelar, Rafael Linard; Araújo, Fábio Andrey da Costa; Antunes, Antonio Azoubel; Falcão, Paulo Germano de Carvalho Bezerra; Andrade, Emanuel Sávio de Souza.
Título: Estudo retrospectivo de cisto paradentário na cidade do Recife, Pernambuco, Brasil / Retrospective study of paradental cyst in the city of Recife/PE, Brazil
Fonte: Pesqui. bras. odontopediatria clín. integr;9(3):361-365, set.-dez. 2009.
Idioma: pt.
Resumo: Objetivo: Analisar retrospectivamente a ocorrência do Cisto Paradentário (CP) em uma população brasileira. Método: Foi realizado um estudo retrospectivo, avaliando os aspectos epidemiológicos de 25 casos de pacientes com diagnostico de Cisto Paradentário no período de janeiro de 1992 a abril de 2008 no Laboratório de Patologia Oral da Faculdade de Odontologia de Pernambuco - FOP/UPE. Foram avaliados os indicadores gênero, faixa etária, raça, localização topográfica, tamanho das lesões e presença de sintomatologia dolorosa ao exame clínico. A análise estatística foi realizada através do programa SPSS (v. 13.0), sendo criado um banco de dados para análise dos resultados obtidos. Foi aplicado o teste Qui-quadrado para analisar a significância estatística dos achados (p<0,05). Resultados: Não houve diferença estatisticamente significante da prevalência desta lesão em relação ao gênero (p=0,992). A terceira década de vida mostrou-se a faixa etária de maior prevalência da referida patologia (76%), assim como a ocorrência em indivíduos leucodermas em detrimento a feodermas e melanodermas (72%), a mandíbula mostrou-se como a localização anatômica mais freqüente (96%). Estas lesões apresentaram pequenas dimensões independentemente da região topográfica acometida. Não houve diferença significante quanto a presença ou ausência de sintomatologia. Conclusão: O cisto paradentário foi mais prevalente em pacientes do gênero feminino, leucodermas, representado principalmente por lesões de pequenas dimensões e que se apresentaram em grande parte na mandíbula. A terceira década de vida foi a mais acometi da pelo fato de ser nessa época, em quem observamos mais episódios de pericoronarite.

Objective: To evaluate retrospectively the occurrence of paradental cyst (PC) in a Brazilian population. Method: A retrospective study was performed to investigate the epidemiological aspects of 25 cases of patients with PC diagnosis between January 1992 and April 2008 at the Oral Pathology Laboratory of Pernambuco Dental School - FOP/ UPE. The following indicators were evaluated: gender, age group, ethnical group, topographic localization, lesion size and presence of pain to the clinical exam. The statistical analysis was performed with the SPSS soft ware (v. 13.0) and a database was created to analyze the obtained results. The chi-square test was used to analyze the statistical significance of the findings. A p value less than 0.05 was considered statistically significant. Results: There was no statistically significant difference for the prevalence of this lesion regarding gender (p=0.992). There was higher prevalence of PC in the 3rd decade of life compared to the other age groups (76%) and in whites (72%) compared to blacks and mixed black-white. The mandible was the most frequent anatomic site (96%). These lesions were small sized regardless of the affected topographic region. There was no statistically significant difference as for the presence or absence of painful symptomatology. Conclusion: PC was more prevalent in white female patients and manifested more frequently as small lesions mainly in the mandible. A 3rd decade of life was the most affected because pericoronaritis episodes are more commonly observed in this age group.
Descritores: Cistos Odontogênicos/diagnóstico
Cistos Odontogênicos/patologia
Diagnóstico Bucal
Patologia Bucal
Pericoronite/diagnóstico
Pericoronite/patologia
-Distribuição por Idade e Sexo
Distribuição de Qui-Quadrado
Distribuição por Etnia
Estudos Retrospectivos
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adolescente
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Tipo de Publ: Estudos de Avaliação
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos


  6 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: biblio-869515
Autor: Anselmino, Cristina E.
Título: Cronología de la erupción dentaria permanente en nuestra población actual: correlación entre edad dental y edad cronológica en la población de la ciudad de La Plata / Chronology of permanent tooth eruption in our current population: correlation between dental age and chronological age in a population from La Plata city
Fonte: Rev. Soc. Odontol. La Plata;27(53):9-14, mayo 2017. ilus, tab.
Idioma: es.
Resumo: La erupción dentaria es, indudablemente, un indicador de evolución biológica del organismo humano. Determinar la edad evolutiva del individuo puede tener particular valor, ya que no siempre la referencia a la cronología temporal es un recurso válido para interpretar el real estado de madurez de la persona. Son muchas las ramas de las ciencias médicas donde es muy importante lograr precisar la edad de una persona. La cronología de la erupción está condicionada por factores genéticos, como la raza y el sexo y a factores sociales y ambientales, como el estado nutricional, el tipo de alimentación y el clima. La población de la ciudad de La Plata y sus aledaños ha sufrido, en los últimos años, numerosos cambios, particularmente en su composición étnica y cultural. Biológicamente, la cruza de etnias puede haber incidido en la evolución de la cronología de la dentición, así como la modificación de determinadas costumbres alimentarias incorporadas. Existen tablas para evaluar el desarrollo del niño, basadas en parámetros clínicos unas y otras en parámetros radiográficos. Es importante conocer la concordancia o no entre las tablas basadas en los diferentes criterios de estudio. El objetivo de este trabajo fue comparar la edad cronológica y dentaria de una población infantil de la ciudad de La Plata, como base de datos para el tratamiento clínico. Se analizaron 199 radiografías panorámicas de niños entre 5 y 12 años. Las radiografías se agruparon según las etapas propuestas por Duterloo. En cada uno de los grupos se estableció, para cada radiografía, la edad dentaria del individuo, comparándola con la edad cronológica. Se establecieron las coincidencias y diferencias entre los valores obtenidos. Los resultados de los datos observados a partir de la población infantil estudiada permiten inferir que la edad dentaria difiere significativamente de la edad cronológica (p<0.05).

The dental eruption is undoubtedly an indicator of the biological evolution of the human organism. Determining the evolutionary age of the individual may have particular value, since not always the reference to the temporal chronology is a valid resource to interpret the real state of maturity of the person. There are many branches of the medical sciences where it is very important to achieve the age of a person. The chronology of the eruption is conditioned by genetic factors such as race and sex and social and environmental factors, such as nutritional status, type of diet and climate. The population of the city of La Plata and its surroundings has suffered, in recent years, many changes, particularly in its ethnic and cultural composition. Biologically, the ethnic cross may have influenced the evolution of the chronology of the dentition, as well as the modification of certain embodied food customs. There are tables to evaluate the development of the child, based on clinical parameters on radiographic parameters. It is important to know the concordance or not between the tables based on the different study criteria. The objective of this study was to compare the chronological and dental age of a child population in the city of La Plata, as a database for clinical treatment. We analyzed 199 panoramic radiographs of children between 5 and 12 years old. The radiographs were grouped according to the stages proposed by Duterloo. In each of the groups, the individual's dental age was established for each radiograph, comparing it with chronological age. The coincidences and differences between the obtained values ​​were established. The results of the data observed from the studied child population allow us to infer that tooth age differs significantly from chronological age (p <0.05).
Descritores: Determinação da Idade pelos Dentes
Dentição Permanente
Erupção Dentária/fisiologia
-Fatores Etários
Argentina
Distribuição por Etnia
Radiografia Panorâmica
Distribuição por Sexo
Fatores Socioeconômicos
Análise Estatística
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Pré-Escolar
Criança
Tipo de Publ: Estudo Comparativo
Responsável: AR29.1 - Biblioteca


  7 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-867386
Autor: Vasconcelos, Marcelo Gadelha.
Título: Avaliação da expressão imuno-histoquímica de marcadores de hipóxia em carcinoma epidermoide oral / Evaluation of immunohistochemical expression of hypoxia markers in oral squamous cell carcinoma.
Fonte: Natal; s.n; 20110000. 161 p. ilus, tab.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Programa de Pós-Graduação em patologia oral para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: A hipóxia tumoral modula uma série de mudanças genéticas adaptativas relacionadas ao desenvolvimento, invasão e metástase de diversos cânceres humanos, dentre os quais o carcinoma epidermóide de língua (CEL). O objetivo do presente trabalho foi realizar uma análise clínica, morfológica e imuno-histoquímica através da expressão do HIF-1α, GLUT-1 e da CA-IX em 57 casos de CEL, correlacionando essa expressão à parâmetros clínicos e morfológicos. Após uma análise descritiva dos dados referentes ao sexo, faixa etária, raça e hábitos dos pacientes, constatou-se que os resultados encontrados foram condizentes com a literatura. Os parâmetros clínicos e morfológicos analisados e a expressão desses marcadores de hipóxia foram submetidos à análise estatística (teste do Qui2), verificando-se que os mesmos podem ser utilizados como indicadores do comportamento biológico do CEL. Dentre os resultados da presente pesquisa, observou-se que a intensidade de expressão para o HIF-1α, localizada na maioria dos casos no citoplasma e núcleo, correlacionou-se estatisticamente com o estadiamento clínico (p = 0,011) e gradação histológica (p = 0,002). Quanto à relação entre a distribuição de marcação para o HIF-1α e metástase, o teste qui-quadrado (Qui2) demonstrou haver diferenças estatisticamente significativas entre os grupos analisados (p = 0,040). Dos 75,8% da amostra que tinham metástase, constatou-se a o predomínio da marcação difusa. A imunoexpressão citoplasmática/membranar do GLUT-1 exibiu uma correlação estatisticamente significativa com o estadiamento clínico (p = 0,002) e gradação histológica (p = 0,000)

Em relação à localização de marcação para o GLUT-1 na ilha tumoral, evidenciou-se predomínio da marcação periférica na maioria dos espécimes de baixo grau (78,6%). Na amostra de alto grau, prevaleceu a localização centro/periferia (55,8%). De acordo com o teste qui-quadrado (Qui2), a localização na ilha tumoral (p = 0,025) demonstrou haver diferenças estatisticamente significativas com a gradação histológica. A imunoexpressão da CA-IX, localizada na maioria dos casos na membrana e citoplasma, exibiu uma correlação estatisticamente significativa com a gradação histológica (p = 0,005). Com base nestes resultados, pode-se concluir uma ampla participação desses marcadores de hipóxia na carcinogênese oral, bem como a sua possível utilização como marcadores do comportamento biológico e da progressão tumoral em CEL.

The tumor hypoxia modulates a series of genetic changes related to adaptive development, invasion and metastasis of various human cancers, among which squamous cell carcinoma of the tongue (SCCT). The objective of this study was to analyze clinical, morphological and immunohistochemical expression by HIF-1α, GLUT-1 and CA-IX in 57 cases of CEL and correlated this expression to clinical parameters and morphological. After a descriptive analysis of data on gender, age, race, and habits of patients, it was found that the results were consistent with the literature. The clinical and morphological parameters analyzed and the expression of these markers of hypoxia were subjected to statistical analysis (Qui2 test), verifying that they can be used as indicators of the biological behavior of CEL. Among the results of this study, we observed that the intensity of expression for HIF-1α, in most cases located in the cytoplasm and nucleus, statistically correlated with clinical staging (p = 0.011) and histological grading (p = 0.002).

As for the relationship between the distribution of labeling for HIF-1α and metastasis, the chi-square (Qui2) showed that there was statistically significant differences between the groups (p = 0.040). 75.8% of the sample who had metastases, there was the predominance of diffuse marking. The immunoexpression cytoplasmic/membrane GLUT-1 showed a statistically significant correlation with the clinical stage (p = 0.002) and histological grading (p = 0.000). Concerning the location of markings for GLUT-1 tumor on the island, there was a predominance of peripheral marking specimens in most low-grade (78.6%). In the sample of high-grade, prevailed the location center/periphery (55.8%). According to the chi-square (Qui2), the location on the island of the tumor (p = 0.025) showed statistically significant difference in histological grading. The immunoreactivity of CA-IX, in most cases located in the membrane and cytoplasm, exhibited a statistically significant correlation with histological grading (p = 0.005). Based on these results, we can conclude a broad participation of these markers of hypoxia in oral carcinogenesis and its possible use as markers of biological behavior and tumor progression in CEL.
Descritores: Biomarcadores Farmacológicos/análise
Carcinoma de Células Escamosas/patologia
Imuno-Histoquímica
Neoplasias Bucais/diagnóstico
Neoplasias Bucais/patologia
-Distribuição por Idade e Sexo
Distribuição de Qui-Quadrado
Distribuição por Etnia
Ensaios Clínicos como Assunto/métodos
Microscopia de Polarização
Estatísticas não Paramétricas
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Idoso
Idoso de 80 Anos ou mais
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos
BR 1264.1; D61, V331a, TESE


  8 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: biblio-829899
Autor: Longo, Luciene Aparecida Ferreira de Barros; Ferreira, Luciane Ouriques; Azevedo, Marta Maria do Amaral.
Título: Nupcialidade indígena: possibilidades e limitações de análise utilizando os dados do Censo Demográfico de 2010 / Nuptiality of indigenous people: possibilities and limitations of analyses using the Demographic Census of 2010 / Nupcialidad de los indígenas: posibilidades y limitaciones de análisis utilizando datos del Censo Demográfico de 2010
Fonte: Rev. bras. estud. popul;33(2):375-398, mai.-ago. 2016. tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente artigo analisa os dados disponíveis na amostra do Censo Demográfico de 2010 a respeito da nupcialidade da população autodeclarada indígena. Se há uma significativa produção antropológica sobre organização social dos povos indígenas no Brasil, o que contempla aspectos referentes a casamentos, pouco se sabe, a partir de uma perspectiva demográfica, sobre a nupcialidade desse segmento da população e como se dão as uniões endogâmicas e exogâmicas considerando os grupos de raça/cor. Assim, tem-se como objetivo apresentar uma análise dos padrões de nupcialidade, utilizando as categorias pesquisadas do quesito raça/cor no Censo Demográfico de 2010, com foco na população indígena. Especificamente se realiza uma análise da idade média à união e ao casamento e das taxas de homogamia por raça/cor, inclusive separando os casais por grupos de idade da mulher, status marital, situação do domicílio e residentes em municípios com Terras Indígenas. Apesar das evidentes limitações dos dados, e com uso de métodos demográficos indiretos, os resultados revelam que, entre todas as categorias de raça/cor, a idade média à união dos indígenas é a menor e suas taxas padronizadas de endogamia por raça/cor são as mais altas.

Abstract This paper analyzes nuptiality data from the Brazilian 2010 Demographic Census, with a focus on indigenous women. There is an extensive anthropological literature about the social organization of indigenous peoples in Brazil and its relation to marriage practices. Concerning the demographic field, however, very little is known about nuptiality in this segment of the population and how it compares with non-indigenous women. The objective is to present an analysis of nuptiality patterns, using the surveyed categories of race/color in the 2010 Census, focusing on indigenous population. The mean age of women at marriage and non formal union by race/color and endogamy and exogamy rates are estimated, showing results stratified by age groups, marital status, place of residence urban or rural, and residents in municipalities with or without Indigenous Lands. Despite the evident data limitation, the results show that indigenous women present the lowest mean age at marriage, as well as the highest endogamy rates by race/color.

Resumen Este artículo analiza los datos de nupcialidad del Censo Demográfico brasileño de 2010, con especial atención a las mujeres indígenas. Hay una extensa literatura antropológica sobre la organización social de los pueblos indígenas en Brasil y su relación con las prácticas matrimoniales. Cuando se trata de la demografía, sin embargo, se sabe muy poco acerca de la nupcialidad en este segmento de la población y cómo se compara con las mujeres no indígenas. El objetivo es presentar un análisis de los patrones de nupcialidad, utilizando las categorías de auto declaradas de raza/color de la piel en el Censo de 2010, centrándose en la población indígena. Se calcula la edad media a la unión formal y consensual y, también, las tasas de endogamia y exogamia por raza/color, con los resultados estratificados por grupos de edad, situación conyugal, área de residencia (rural o urbana) y domicilio en municipalidades con Tierras Indígenas. A pesar de las evidentes limitaciones de los datos, y el uso de métodos demográficos indirectos, los resultados muestran que, entre todas las categorías de raza/color, la edad media al matrimonio de los indígenas es la más baja y sus tasas estandarizadas de endogamia por raza/color son los más altas.
Descritores: Distribuição por Idade e Sexo
Dados Demográficos
Índios Sul-Americanos/estatística & dados numéricos
MARRIAGE RATE
-Antropologia Cultural
Brasil/etnologia
Distribuição por Etnia
Casamento/etnologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Responsável: BR1.1 - BIREME


  9 / 61 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-784594
Autor: Torchi, Sandra de Oliveira; Freitas, Karina Maria Salvatore de; Lima, Naiara Carolina Jacob; Valarelli, Fabricio Pinelli; Cançado, Rodrigo Hermont.
Título: Comparação das alterações esqueléticas, dentárias e tegumentares entre pacientes leucodermas e melanodermas tratados ortodonticamente com extrações / Comparison of skeletal, dental and tegumental changes between caucasian and melanodermic subjects treated orthodontically with extractions
Fonte: Ortho Sci., Orthod. sci. pract;9(33):39-47, 2016. ilus, tab.
Idioma: pt.
Resumo: O presente estudo teve como objetivo comparar cefalometricamente as alterações esqueléticas, dentárias e tegumentares entre pacientes leucodermas e melanodermas, após tratamento ortodôntico corretivo realizado com extrações de quatro pré-molares. A amostra retrospectiva consistiu de telerradiografias iniciais e finais e modelos de gesso iniciais de um total de 46 indivíduos, sendo os critérios para inclusão a presença de relação molar de Classe I, biprotrusão dentária, apinhamento de leve a moderado, tratados com aparelhos fixos e com extrações de quatro primeiros pré-molares, bem como a presença de todos os dentes irrompidos, até primeiros molares permanentes. O Grupo 1 incluiu 28 pacientes leucodermas (9 masculino e 19 feminino), com idade inicial média de 14,39 anos (d.p.=2,63), tratados por um período médio de 2,23 anos (d.p.=0,73). O Grupo 2 incluiu 18 pacientes melanodermas (9 masculino e 9 feminino), com idade inicial média de 14,81 anos (d.p.=3,07), tempo médio de tratamento de 2,14 anos (d.p.=0,82). Para a comparação intergrupos foi utilizado o teste t independente. As alterações ocorridas foram as seguintes: nos melanodermas houve maior correção no ângulo ANB em relação aos leucodermas; os melanodermas se apresentaram com padrão de crescimento mais vertical em relação aos leucodermas; nos melanodermas houve maior extrusão dos incisivos superiores em relação aos leucodermas. Concluiu-se que a opção por extrações no tratamento ortodôntico em melanodermas deve ser cautelosa, pois, nesse estudo, observou-se que não houve alteração significante no perfil do grupo melanoderma, que ao final do tratamento apresentou-se ligeiramente biprotruso...

The present study aimed to compare cephalometrically skeletal, dental and tegumental changes in caucasian and melanodermic patients after corrective orthodontic treatment with extraction of four premolars. The retrospective sample comprised the initial and final cephalograms and the initial dental casts of a total of 46 subjects. Inclusion criteria were the presence of a Class I molar relationship, dental biprotrusion, slight to moderate anterior crowding, treated with fixed appliances, and extraction of the four first premolars, as well as the presence of all teeth irrupted. Group 1 included 28 caucasian patients (9 males and 19 females), at a mean initial age of 14.39 years (s.d.=2.63), treated for a mean period of 2.23 years (s.d.=0.73). Group 2 included 18 melanodermic patients (9 males and 9 females), at a mean initial age of 14.81 years (s.d.=3.07), treated for a mean period of 2.14 years (s.d.=0.82). For intergroup comparison, it was used the independent t test. The observed alterations were: melanodermic presented greater correction of the maxillomandibular discrepancy when compared to caucasian patients; in melanodermic the occlusal plane rotated counterclockwise and in caucasian the occlusal plane rotated clockwise; greater extrusion of the maxillary incisors was obseerved in melanodermic patients. It was concluded that the decision for extractions in orthodontic treatment of melanodermic patients should be carefuly evaluated since no significant change in the profile oof G2 patients , that at the end of the treatment presented mild biprotrusion...
Descritores: Distribuição por Etnia
Ortodontia Corretiva
Extração Dentária
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR243.1 - Serviço Técnico de Biblioteca e Documentação


  10 / 61 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-773987
Autor: Orestes-Cardoso, Silvana; Passos, Kamilla Karla Maurício.
Título: Preferências estéticas e avaliação da beleza facial por cirurgiões-dentistas / Aesthetic preferences and evaluation of facial aesthetics by oral surgeons
Fonte: Full dent. sci;6(23):200-209, jul. 2015. tab.
Idioma: pt.
Resumo: As exigências da sociedade atual em relação à aparência trazem consequências para a Odontologia. As queixas relacionadas à estética facial estão se tornando cada vez mais frequentes como motivos de consulta, uma vez que a face representa o foco primário de identificação do homem. O presente estudo teve por objetivo identificar as preferências estéticas dos cirurgiões-dentistas da cidade do Recife quanto à beleza facial nos diferentes grupos étnicos. Tratou-se de um estudo observacional, quantitativo-descritivo, com aplicação de um formulário. A amostra constituiu-se de cirurgiões-dentistas cadastrados no Conselho Regional de Odontologia de Pernambuco (CRO-PE), que exerciam atividades em consultórios odontológicos privados. A análise dos dados identificou que os cirurgiões-dentistas consideravam o terço inferior da face como o mais importante para a avaliação da beleza facial (71,6%) e não tinham preferência por um grupo étnico em detrimento de outros (53,7%), apesar de a raça branca ter sido predominante entre os profissionais que explicitaram suas escolhas (39,7%). Observou-se também que o sexo e a raça dos entrevistados não interferiram nos resultados obtidos, não tendo sido constatada associação significante (p > 0,05). É possível concluir que, do ponto de vista prosopométrico, os três terços faciais contribuem para a beleza da face e ao se considerar os diferentes grupos étnicos, apesar da necessidade que existe de se avaliar esteticamente cada um deles, de acordo com critérios específicos para as características morfológicas faciais que apresentam, observou-se que há uma tendência à homogeneização do padrão de beleza facial.

Aesthetic standards currently stablished by our society interfere directly over Dentistry practice. Since the face is the primary focus identification for mankind, facial aesthetics-related complaints are becoming more frequent at dental offices. The present study aimed to identify the aesthetic preferences of dentists from the city of Recife (Brazil) regarding facial beauty of different ethnic groups. It was performed a quantitative-descriptive observational study, with form application. The sample consisted of dentists registered in the Regional Council of Dentistry of Pernambuco (CRO-PE), that practiced their activities in private dental offices. Data analysis indicated that the dentists considered the lower third of the face as the most important for the evaluation of facial beauty (71.6%) and had no preferences among ethnic groups (53.7%), although there was a prevalence of the option Caucasian for those who have explained their choice (39.7%). It was also noticed that gender and race of the respondents did not interfere the obtained results. No significant association was found (p 0.05). It was possible to conclude that, from the prosopometric point of view, the three facial thirds contribute to facial aesthetics and in considering the different ethnic groups, despite the need to aesthetically evaluate them according to specific criteria for each facial morphological characteristics, it was observed that there is a tendency towards homogenization of the facial beauty standard.
Descritores: Beleza
Odontólogos
Estética Dentária
Face
-Distribuição de Qui-Quadrado
Distribuição por Etnia
Estudo Observacional
Inquéritos e Questionários
Distribuição por Sexo
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Adulto
Meia-Idade
Tipo de Publ: Relatos de Casos
Responsável: BR1264.1 - Biblioteca Setorial Prof Alberto M Campos



página 1 de 7 ir para página                  
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde