Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.006.067 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 53 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 6 ir para página                

  1 / 53 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Venezuela
Texto completo
Texto completo
Id: lil-629921
Autor: Quirós A, Oscar.
Título: [editorial] / Editorial
Fonte: Acta odontol. venez;43(1):3-3, 2005.
Idioma: es.
Descritores: Economia Ambiental
Políticas de Apoio e Financiamento da Edição de Publicações Científicas
-Sociedades Médicas
Tipo de Publ: Editorial
Responsável: VE1.1 - Biblioteca Humberto Garcia Arocha


  2 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-913552
Autor: Galindo, Dolores Cristina Gomes; Lemos, Flávia Cristina Silveira; Vilela, Renata; Garcia, Bruna.
Título: Medicalização e governo da vida e subjetividades: o mercado da saúde / Medicalization and government of life and subjectivities: health market / La medicalizacion y de gobierno de la vida y subjetividades: mercado de salud
Fonte: Estud. pesqui. psicol. (Impr.) = Estud. pesqui. psicol;16(2):346-365, maio-ago. 2016.
Idioma: pt.
Resumo: Este artigo apresenta uma análise da literatura a respeito de medicalização, a partir da biopolítica no neoliberalismo. A construção do mercado da saúde coloca em cena um conjunto de tecnologias de governo de condutas que forja subjetividades saudáveis e controladas pelas prescrições de saúde e segurança. Os efeitos dessas práticas medicalizantes atravessam e fabricam corpos e populações, instrumentalizados pela gerência de risco e perigo, pela prevenção e controle do futuro, em nome da vida e da saúde, prolongadas ao extremo. Nesse aspecto, o objeto desse artigo é problematizar por meio de uma abordagem histórica, baseada em Foucault, a emergência do biocapital e da bioeconomia, como táticas de normalização e normatização das condutas pela biocidadania; e no âmbito das leis que reivindicam o direito à saúde, como estratégia. (AU)

This paper presents a literature review about medicalization, from biopolitics, in neoliberalism. The construction of the healthcare market puts into play a set of government technology of pipelines, which forge healthy subjectivities and controlled by health and safety requirements. The effects of these medicalized practices cross and manufacture bodies and populations, exploited by the risk management and risk, the prevention and control of the future, in the name of life and health, extended to the extreme. In this respect, the object of this article is to discuss through a historical approach, based on Foucault the emergence of biocapital and the bioeconomy as standardization tactics and regulation of pipelines by biocitizenship as strategy, under the law to claim the right to health. (AU)

Este artículo presenta una revisión de la literatura sobre la medicalización, desde la biopolítica, en el neoliberalismo. La construcción del mercado de la salud pone en juego un conjunto de tecnología de gobierno de las tuberías, lo que forjar subjetividades sanos y controlada por los requisitos de salud y seguridad. Los efectos de estas prácticas medicalizadas se cruzan y se fabrican cuerpos y poblaciones, explotados por la gestión del riesgo y el riesgo, la prevención y el control del futuro, en nombre de la vida y la salud, extendidos hasta el extremo. En este sentido, el objeto de este artículo es discutir a través de un enfoque histórico, basado en la aparición de Foucault biocapital y la bioeconomía como la táctica y la regulación de las tuberías por biocitizenship como estrategia de normalización, en virtud de la ley para reclamar el derecho a la salud. (AU)
Descritores: Economia da Saúde
Política de Saúde
Medicalização/ética
-Farmacoeconomia
Economia Ambiental
Psicologia Social
Tipo de Publ: Revisão
Responsável: BR1691.1 - Biblioteca CEH/A


  3 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-719382
Autor: Pfeiffer, María Luisa.
Título: El deber moral de los estados y ciudadanos de preservar la sustentabilidad / O dever moral dos estados e dos cidadãos para preservar a sustentabilidade / The moral duty of states and citizens to preserve the sustainability
Fonte: Rev. bioét. (Impr.);22(2):203-212, maio-ago. 2014.
Idioma: es.
Resumo: Considerando que formular el deber ser de las cosas - la ética - es una de las tareas de la Filosofía este trabajo busca claves interdisciplinarias para establecer el deber ser ambiental. Para ello analiza algunos problemas que afectan al ambiente como espacio "natural" y humano. ¿Dónde hallar la clave en la economía, la ciencia, la política? Si bien la reflexión tiene un origen ético y busca respuestas políticas, se detendrá sobre todo en el concepto de sustentabilidad...

Considerando que formular o dever ser das coisas - a ética - é uma tarefa da Filosofia, o presente trabalho busca chaves interdisciplinares para estabelecer o dever ser ambiental. Para tanto, analisa alguns problemas que afetam o meio ambiente como espaço "natural" e humano. Onde encontrar a chave da economia, da ciência, da política? Ainda que a reflexão tenha uma origem ética e busque respostas políticas, se deterá sobretudo no conceito de sustentabilidade...

Taking into consideration that formulating what the nature of things must be - ethics - is a Philosophy task, this work looks for interdisciplinary keys to establish the environmental must-be. To do this, it analyzes some problems which affect the environment as a "natural" and human space. Where can we find the economy, science and politics key? Although the reflection has an ethical origin and seeks political responses, it will address all the concept of sustainability...
Descritores: Biotecnologia
Desenvolvimento Ecológico
Ecossistema
Meio Ambiente
Economia Ambiental
Riscos Ambientais
Ética
Políticas
57453
-Mudança Climática
Conservação dos Recursos Naturais
Equidade
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  4 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Barcellos, Christovam
Roque, Odir Clécio da Cruz
Texto completo
Id: lil-684189
Autor: Ribeiro, Paulo José de Mendonça; Barcellos, Christovam; Roque, Odir Clécio da Cruz.
Título: Desafios do desenvolvimento em Miracema (RJ): uma abordagem territorial sustentável de saúde e ambiente / Development challenges in Miracema (RJ, Brasil): a territorial approach for the sustainable management of health and environment
Fonte: Saúde Soc;22(2):575-589, abr.-jun. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O objetivo deste trabalho foi identificar e caracterizar um modelo de gestão do marketing como estratégia para promoção do município saudável e sustentável em Miracema (RJ). A estrutura da pesquisa deu-se, primeiro, pela coleta de dados primários, com a realização de entrevistas com gestores municipais para conhecer o Sistema de Gestão Municipal e construir mapas participativos para diagnóstico dos problemas e conflitos. Segundo, uma pesquisa de abordagem qualitativa, interpretando a percepção junto à população por meio de questionário estruturado da problemática no município. Na investigação de ferramentas e instrumentos para resposta à problemática no município de Miracema utilizou-se como referencial a matriz Pressão-Estado-Impacto-Resposta (PEIR). Com base no conhecimento produzido, elaborou-se a proposta de gestão do marketing no município baseada nos indicadores de resposta diagnosticados na esfera municipal. Miracema apresenta potencial para desenvolvimento nos setores primário e secundário. O agronegócio deve ser desenvolvido no modelo sustentável, em conformidade com políticas públicas capazes de promover a continuidade de investimentos. O mesmo aplica-se ao aproveitamento da matéria prima na indústria. Logo, o Zoneamento Econômico Ecológico do município contemplando o ambiente induz a ferramenta indispensável de sua viabilidade.
Descritores: Desenvolvimento Ecológico
Planejamento Ambiental
Economia Ambiental
Administração Pública
Política Pública
57453
Territorialidade
Urbanização
-Coleta de Dados
Meio Ambiente
Marketing
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  5 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-620585
Autor: Martínez Alier, Juan.
Título: O ecologismo dos pobres: conflitos ambientais e linguagens de valoração / The environmentalism of the poor: environmental conflicts and languages ​​of valuation.
Fonte: São Paulo; Contexto; 2009. 379 p. graf.
Idioma: pt.
Resumo: O ecologismo dos pobres é uma importante e profunda contribuição para debates sobre meio ambiente, política e economia. Com a intenção explícita de auxiliar a estabelecer dois campos de estudos emergentes - ecologia política e economia ecológica -, o autor investiga as relações entre as duas áreas. Além disso, traça um panorama do aumento das tensões pelo acesso a recursos naturais e da relação entre progresso econômico e uso do meio ambiente.
Descritores: Dano Ecológico
Meio Ambiente
Política Ambiental
Economia Ambiental/políticas
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 333.72, M385e


  6 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Id: lil-560399
Autor: Moura, Alexandrina Sobreira de(org).
Título: Políticas públicas e meio ambiente: da economia política às ações setoriais / Public policies and environment: the political economy of sectoral actions.
Fonte: Recife; Massangana; 2009. 299 p.
Idioma: pt.
Resumo: Os artigos tratam de assuntos como legislação brasileira, desertificação, pesca artesanal, segurança alimentar e a atuação da mulher na agricultura familiar.
Descritores: Colaboração Intersetorial
Desenvolvimento Ecológico
Meio Ambiente
Ecologia/economia
Economia Ambiental/economia
Economia Ambiental/políticas
Política Pública
-Brasil
Conservação dos Recursos Naturais/economia
Política Ambiental
Conservação dos Recursos Naturais
Federalismo
Indústria Pesqueira
Segurança Alimentar e Nutricional
Gestão dos Recursos Naturais/economia
Gestão dos Recursos Naturais/políticas
Limites: Seres Humanos
Responsável: BR526.1 - Biblioteca de Saúde Pública
BR526.1; 333.72, M929p


  7 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-551024
Autor: Cavalcanti, Clóvis.
Título: Concepções da economia ecológica: suas relações com a economia dominante e a economia ambiental / Concepts of ecological economics: its relations with the dominant economy and environmental economics
Fonte: Estud. av;24(68):53-67, 2010. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: O trabalho aborda as relações natureza-sociedade com o propósito de ampliar o leque das teorias socioambientais disponíveis. Faz rápida revisão e avaliação crítica do pensamento econômico tradicional diante da dimensão ambiental do processo econômico. Mostra o esforço de se incorporar o meio ambiente ao modelo econômico e trata da atividade econômica sob a restrição ambiental. Introduz a perspectiva da economia ecológica e sua abordagem transdisciplinar, explorando implicações da visão integradora dela decorrente. Conclui com uma apreciação de tendências no pensamento econômico-ecológico, lembrando nomes que as representam, com ênfase em Nicholas Georgescu-Roegen.

The paper deals with nature-society relationships with a view to enlarge the scope of available socio-environmental theories. It makes a review and critical evaluation of traditional economic thought in front of the environmental dimension of the economic process. It shows the effort to incorporate the environment into the economic model and explores the perspective of the economy under environmental restrictions. It introduces the notion of ecological economics and its transdisciplinary approach, examining some implications of its integrating view. It closes with an appreciation of tendencies in economic-ecological thinking, suggesting some names that represent them, with an emphasis on Nicholas Georgescu-Roegen.
Descritores: Economia
Economia Ambiental
57453
-Saúde Ambiental
Termodinâmica
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  8 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-551023
Autor: Veiga, José Eli da.
Título: Indicadores de sustentabilidade / Sustainability indicators
Fonte: Estud. av;24(68):39-52, 2010.
Idioma: pt.
Resumo: Esta descrição retrospectiva de um debate científico com quase 40 anos mostra a necessidade de uma trinca de novos indicadores de sustentabilidade capaz de avaliar simultaneamente resiliência ecossistêmica, qualidade de vida e desempenho econômico.

This retrospective description of a scientific debate with almost 40 years shows the necessity of a set of three new sustainability indicators able to simultaneously evaluate the resilience of ecosystems, quality of life and economic performance.
Descritores: Indicadores de Desenvolvimento
Indicadores Econômicos
Economia
Economia Ambiental
ENVIRONMENTAL INDICATORS
57453
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  9 / 53 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-547456
Autor: Salazar Barragán, Diana Marcela; Serna Mendoza, Ciro Alfonso.
Título: Ética, medio ambiente y economía / Ética, medio ambiente y economía
Fonte: Pers. bioet;10(1):8-34, ene.-jun. 2006. tab.
Idioma: es.
Resumo: En ciertos escenarios académicos, políticos, sociales y ambientales se declara que el modelo económico dominante o los conceptos que lo integran son responsables de que el bienestar económico implique malestar ecológico. Partiendo de este supuesto, una forma de comprender las causas y de contribuir a la solución de la problemática ambiental es dilucidar en qué términos se viene planteando la relación entre ética1, medio ambiente2 y economía. En esta investigación histórico-hermenéutica se analizan planteamientos desarrollados en algunas teorías éticas, económicas y ambientales, para optimizar la relación entre el ser humano y el medio ambiente.
Descritores: Desenvolvimento Ecológico
Ecologia
Economia Ambiental
Ética
57453
Responsável: CO243.1 - Biblioteca Octavio Arizmendi Posada


  10 / 53 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Id: lil-501021
Autor: Borges, Camila Brandão Nogueira.
Título: A eficiência da cobrança pelo uso da água como instrumento de gestão de recursos hídricos para as indústrias das bacias dos rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí / Efficiency on the water use billing for the industrial sector on the Piracicaba, Capivari e Jundiaí.
Fonte: São Paulo; s.n; 2008. 187 p. ilus, mapas, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Saúde Ambiental para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Com a implantação dos instrumentos de gestão criados pela Política Nacional de Recursos Hídricos (PNRH) em 1997, surgiram muitos desafios, dentre eles o cumprimento dos objetivos que cada instrumento possui. Este trabalho analisa o impacto sobre o comportamento do usuário industrial causado pela implantação de um dos instrumentos de gestão da PNRH, a cobrança pelo uso da água. A metodologia utilizada foi o estudo de caso das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ), onde a cobrança federal passou a vigorar no ano de 2006 e a estadual no ano de 2007. Como a implantação da cobrança é muito recente, a análise foi feita com base em pesquisa de campo realizada pelo projeto Perfil Típico do Usuário da Água para Simulação do Potencial de Arrecadação da Cobrança Pelo Uso da água desenvolvida pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, na qual foram aplicados questionários nos anos de 2006 e 2007. A análise das respostas fornecidas pelos entrevistados permitiu verificar em que medida a cobrança pelo uso da água, neste curto período de aplicação nas bacias PCJ, atuou sobre o usuário industrial dessas bacias como indutora do uso racional dos recursos hídricos.
Descritores: Administração Ambiental
Economia Ambiental
Política Ambiental
Gestão de Recursos
Recursos Hídricos
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; 333.91, 59. 49937/2008; BR67.1; MTR, 1588. CM. 49938/2008



página 1 de 6 ir para página                
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde