Base de dados : LILACS
Pesquisa : SP4.011.117 [Categoria DeCS]
Referências encontradas : 37 [refinar]
Mostrando: 1 .. 10   no formato [Detalhado]

página 1 de 4 ir para página            

  1 / 37 LILACS  
              next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966937
Autor: Ferreira, Lucas Borges; Duarte, Anunciene Barbosa; Araújo, Edcássio Dias; Ferreira, Thallita de Sousa; Cunha, Fernando França da.
Título: Reference evapotranspiration estimated from air temperature using the MARS regression technique / Evapotranspiração de referência estimada a partir da temperatura do ar usando a técnica de regressão MARS
Fonte: Biosci. j. (Online);34(3):674-682, mai/jun. 2018. ilus, tab.
Idioma: en.
Resumo: The reference evapotranspiration (ETo) is an important component for determining the water requirements of the crops. In order to estimate this variable accurately, the Food and Agriculture Organization (FAO) proposed the Penman-Monteith equation, however, this demands a large number of meteorological data, which restricts its use. In this context, this study compares the performance of the Penman-Monteith equation using only measured air temperature (PMT) and the Hargreaves-Samani (HS) equation with the performance of the multivariate adaptive regression splines (MARS) technique for the daily ETo estimation with only air temperature data. For the study, daily meteorological data from 2002 to 2016 were used. The data were collected from weather stations located in Florianópolis- SC, Manaus-AM and Petrolina-PE, being these selected in order to capture different climatic conditions. MARS models were developed for each weather station and the PMT e HS equations were locally calibrated. The performances of the original and calibrated equations and MARS models were evaluated based on the statistical indices root mean square error, mean absolute error, mean bias error and coefficient of determination. The ETo estimated by the Penman-Monteith method with full data was used as reference for the development of the MARS models, calibration of the equations and for the performance evaluation of the models under study. The calibration of the HS and PMT equations promoted better performances in relation to the original equations, improving the methods accuracy. The MARS technique presented good performance, outperforming the original and calibrated PMT and HS equations, with lower error values and higher coefficient of determination, and can be considered as an alternative to empirical methods.

A evapotranspiração de referência (ETo) é um componente importante para determinar o requerimento de água das culturas. Para estimar esta variável com acurácia, a Food and Agriculture Organization (FAO) propôs a equação de Penman-Monteith, no entanto, esta demanda um grande número de dados meteorológicos, o que restringe seu uso. Neste contexto, este estudo compara o desempenho da equação de Penman-Monteith usando apenas temperatura do ar medida (PMT) e a equação Hargreaves-Samani (HS) com o desempenho da técnica multivariate adaptive regression splines (MARS) para a estimativa da ETo diária com apenas dados de temperatura do ar. Para o estudo, foram utilizados dados meteorológicos diários de 2002 a 2016. Os dados foram coletados de estações meteorológicas localizadas em Florianópolis-SC, Manaus-AM e Petrolina-PE, sendo estas selecionadas a fim de capturar diferentes condições climáticas. Modelos MARS foram desenvolvidos para cada estação meteorológica e as equações de PMT e HS foram calibradas localmente. Os desempenhos das equações originais e calibradas e modelos MARS foram avaliados com base nos indicadores estatísticos raiz do erro quadrático médio, erro absoluto médio, viés médio e coeficiente de determinação. A ETo estimada pelo método de Penman-Monteith com dados completos foi utilizada como referência para o desenvolvimento dos modelos MARS, calibração das equações e para a avaliação da performance dos modelos em estudo. A calibração das equações HS e PMT promoveu melhores desempenhos em relação às equações originais, melhorando a acurácia dos métodos. A técnica MARS apresentou bom desempenho, superando as equações de PMT e HS originais e calibradas, com menores valores de erro e maiores coeficientes de determinação, e pode ser considerada como uma alternativa aos métodos empíricos.
Descritores: Evapotranspiração
Produtos Agrícolas
Estatísticas Meteorológicas
-Meteorologia
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  2 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966377
Autor: Gois, Givanildo de; Oliveira-Junior, José Francisco de; Silva, Elania Barros da; Maia, Juliana Lúcio Motta; Aleluia, Indira Sueline Silva; Teodoro, Paulo Eduardo.
Título: Carbon monoxide trend in the city of Rio de Janeiro via mann-kendall and cusum tests / Tendências de monóxido de carbono na cidade do Rio de Janeiro via testes de mann-kendall e socom
Fonte: Biosci. j. (Online);33(5):1332-1339, sept./oct. 2017. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: Hourly mean concentrations of carbon monoxide trend (CO) in the city of Rio de Janeiro (CRJ) was evaluated based on statistical tests. Air quality stations used were: Central, Copacabana, São Cristóvão and Tijuca from 2010 to 2014. The results of the CO trend based on the Mann-Kendall (MK) test showed an inverse correlation with time, with significant decrease in all seasons. Significant increase trend (Z > 0) and p-value < 0.05 were recorded in Centro and Tijuca in 2010 and 2012 with magnitude between 0.0224 and 0.0067 ppm/year. Insignificant increase occurred only in São Cristóvão (2011) for positive values (Z > 0) and p-value > 0.05. CUSUM test showed that Q magnitude did not exceed the critical value at 1% and 5% probability levels. Cumulative Sum Test (CUSUM) showed homogeneous and significant CO concentrations. Significant abrupt changes occurred in the months of May, June, July, August and September and insignificant in January, February, June, August and November at 1% and 5% probability. CO concentrations occurred in the predominant directions North-Northwest (NNW), South-Southwest (SSW) and South-west (SW). Both sectors are influenced by the main synoptic systems (Frontal System and South Atlantic Subtropical High) that act on CRJ. MK and CUSUM tests proved to be efficient in evaluating trends and abrupt changes in CO concentrations and air quality stations in the CRJ.

Foi avaliada a tendência das concentrações médias horárias de monóxido de carbono (CO), com base em testes estatísticos na cidade do Rio de Janeiro (CRJ). As estações de qualidade do ar utilizadas foram: Centro, Copacabana, São Cristóvão e Tijuca entre os anos de 2010 a 2014. Os resultados da tendência de CO com base no teste de Mann-Kendall (MK) mostrou uma correlação inversa com o tempo, com diminuição significativa em todas as estações. Tendência de aumento significativo (Z > 0) e p-valor < 0,05 foram registradas no Centro e Tijuca nos anos de 2010 e 2012 com magnitude entre 0,0224 a 0,0067 ppm/ano. Aumento insignificante ocorreu apenas em São Cristóvão (2011) para valores positivos (Z > 0) e p-valor > 0,05. O teste de SOCUM mostrou que a magnitude de Q não excedeu o valor crítico aos níveis de 1% e 5% de probabilidade. O teste das Somas Cumulativas (SOCUM) mostrou que as concentrações de CO foram homogêneas e significativas. Mudanças bruscas significativas ocorreram nos meses de maio, junho, julho, agosto e setembro e insignificante em janeiro, fevereiro, junho, agosto e novembro a 1% e 5% de probabilidade. As concentrações de CO ocorreram nas direções predominantes Norte-Noroeste (NNW), Sul-Sudoeste (SSW) e Sudoeste (SW). Ambos os setores são influenciados pelos principais sistemas sinóticos (Sistema Frontal e Alta Subtropical do Atlântico Sul) que atuam na CRJ. Os testes MK e SOCUM se mostraram eficientes na avaliação das tendências e mudanças bruscas nas concentrações de CO e nas estações de qualidade do ar existentes na CRJ.
Descritores: Monóxido de Carbono
Poluição do Ar
Poluentes Ambientais
Meteorologia/estatística & dados numéricos
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  3 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-966279
Autor: Cunha, Fernando França da; Venancio, Luan Peroni; Campos, Flávio Bastos; Sediyama, Gilberto Chohaku.
Título: Reference evapotranspiration estimates by means of Hargreaves-samani and Penman-monteith fao methods with missing data in the northwestern Mato Grosso do Sul / Estimativa da evapotranspiração de referência pelos métodos Hargreaves-samani e Penman-monteith fao com dados faltosos no noroeste sul-mato-grossense
Fonte: Biosci. j. (Online);33(5):1166-1176, sept./oct. 2017. tab, ilus.
Idioma: en.
Resumo: We aimed to assess the performance of different methodologies to estimate the reference evapotranspiration (ET0) in different seasons for at 1, 3, 6 and 10 days for the Northwestern Mato Grosso do Sul. We used a set of daily data obtained from the networks of the Brazilian National Institute of Meteorology for Água Clara, Cassilândia, Chapadão do Sul, Paranaíba and Três Lagoas locations. The meteorological data used were: maximum and minimum air temperatures, wind speed, solar radiation, and relative humidity. The methodologies used for the ET0 estimation were Hargreaves-Samani and Penman-Monteith (PM-FAO) using all the meteorological data needed and missing data on relative humidity, solar radiation and wind speed. To compare ET0 values estimated by means of equations tested against the PM-FAO method we analyzed the parameters of linear regression equation "0" and "1", coefficient of determination (r²), standard-error of estimate (SEE) and coefficient of performance (c). The PM-FAO method with missing data (relative humidity and wind speed) were the best alternatives to estimate ET0, followed by the PM-FAO method with missing solar radiation data in all timescales during fall and winter seasons. The Hargreaves- Samani method is not recommended to be used in its original form to estimate ET0 in the Northwestern Mato Grosso do Sul, in none of the timescales and seasons.

Objetivou-se avaliar o desempenho de diferentes metodologias na estimativa da evapotranspiração de referência (ET0) nas distintas estações anuais e considerando as escalas de 1, 3, 6 e 10 dias para a região noroeste sulmato- grossense. Foi utilizado um conjunto de dados diários adquiridos de estações automáticas da rede do Instituto Nacional de Meteorologia das localidades de Água Clara, Cassilândia, Chapadão do Sul, Paranaíba e Três Lagoas. Os dados meteorológicos utilizados foram: temperaturas máximas e mínimas do ar, velocidade do vento, radiação solar e umidade relativa do ar. As metodologias utilizadas para a estimativa da ET0 foram: Hargreaves-Samani e Penman- Monteith FAO (PM-FAO) utilizando todos os dados meteorológicos necessários e com dados faltantes de umidade relativa do ar, radiação solar e velocidade do vento. Para comparar os valores de ET0 estimados por meio das equações testadas com os do método PM-FAO foram considerados os parâmetros da equação de regressão "0" e "1", coeficiente de determinação (r²), erro padrão de estimativa (EPE) e coeficiente de desempenho (c). Os métodos de PM-FAO com dados faltosos de umidade relativa e velocidade do vento são as melhores alternativas para a estimativa de ET0, seguido dos métodos de PM-FAO com dados faltosos de radiação solar em todas as escalas de tempo e para as estações outono e inverno. O método de Hargreaves-Samani não é recomendado para ser utilizado em sua forma original nas estimativas de ET0 na região noroeste sul-mato-grossense, em nenhuma das escalas de tempo e estações anuais.
Descritores: Estações do Ano
Evaporação
Agricultura
Meteorologia
Responsável: BR396.1 - Biblioteca Central


  4 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: biblio-946506
Autor: Oliver, Sofia Lizarralde.
Título: Variabilidade climática, qualidade da água para abastecimento público e impactos à saúde / Climate variability, water quality for drinking water supply and its health impacts.
Fonte: São Paulo; s.n; 2018. 109 p.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública. Departamento de Saúde Ambiental para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: INTRODUÇÃO: A urbanização em bacias hidrográficas contribui para a eutrofização antrópica dos seus corpos d´água, propiciando proliferações de algas tóxicas como as cianobactérias. Existe um padrão característico de sazonalidade nas florações de algas e comunidades de cianobactérias, embora estas algas possam estar presentes ou mesmo dominantes, na maior parte do ano, trazendo problemas práticos associados à elevada biomassa de cianobactérias e potenciais ameaças à saúde pelo aumento de toxinas. A hipótese desta tese é de que as variações do tempo e do clima podem influenciar a qualidade da água de abastecimento ao propiciar florações das algas tóxicas, cianobactérias, que geram toxinas dificilmente filtradas pelos mecanismos comuns, gerando um problema de saúde pública que pode ser agravado com as mudanças climáticas conjuntamente o fenômeno de urbanização crescente nos países de economia emergente. OBJETIVO: O objetivo deste estudo foi investigar qual a influência do tempo e do clima na qualidade da água de abastecimento público de bacias urbanizadas através do indicador de algas tóxicas chamadas cianobactérias. MATERIAL E MÉTODOS: Para tanto investigou-se em primeiro lugar qual o contexto das proliferações de cianobactérias em reservatório de abastecimento público e suas consequências bem como qual o estado da arte sobre a qualidade da água de reservatórios eutrofizados em bacias urbanizadas, foi elaborado um mapeamento bibliográfico para saber qual a extensão do problema e do que se sabe a respeito. E, por fim, correlacionou-se a influência do tempo e do clima na qualidade da água para abastecimento no caso da bacia urbanizada da Represa Guarapiranga, localizada ao sul da Cidade de São Paulo, com vistas à previsibilidade e prevenção do fenômeno das florações das cianobactérias. RESULTADOS E DISCUSSÃO: Chegando-se a conclusão de que a pressão antrópica e o uso do solo são um fator determinante para a eutrofização de reservatórios de abastecimento e que, por tanto, bacias hidrológicas ocupadas pelo espraiamento urbano são particularmente propensas a apresentar reservatórios de água contaminados com algas toxicas, ao mesmo tempo que são as mais visadas para abastecer a população em seu entorno. O mapeamento bibliográfico mostrou que a proliferação de cianotoxinas em reservatórios eutrofizados é prevalente em diferentes latitudes e climas. A modelagem de correlação teve sucesso em explicar de 16% à 30% das florações na Guarapiranga de acordo com episódios de Irradiação e de precipitação pluviométrica, sendo resultados coerentes com a literatura, embora sejam baixo para gerar um modelo preditivo. CONSIDERAÇÕES FINAIS: A pressão antrópica da urbanização de bacias hidrográficas sem planejamento ou infra-estrura sanitária se mostrou uma questão de Saúde Pública e Saúde Urbana. As florações de cianobactérias se apresentaram como fenômenos presentes em diferentes latitudes, climas e graus de organização do espaço, mostrando assim serem uma questão global de saúde pública. A modelagem para o caso de São Paulo resultou em valores de explicação insuficientes para gerar um modelo preditivo do fenômeno das florações, evidenciando o sistema complexo de interação ambiente-ocupação humana-uso do solo- clima, exigindo assim que sejam acrescentadas demais variáveis ao modelo

INTRODUCTION: Urbanization in hydrographic basins contributes to the anthropic eutrophication of their water bodies, propitiating toxic algae proliferation such as cyanobacterias. There is a characteristic pattern of seasonality in algae blooms and cyanobacteria communities, although theses algae may be present or even dominant during most part of the year. They cause practical problems associated with high biomass volumes, and potential health threats by the rise of toxins. This thesis\' hypothesis is that weather and climate variations can influence the quality of drinking water supply, because toxins are hardly filtered by ordinary mechanisms. The problem can be aggravated by climate change conjointly with the rapid widespread of urbanization in low and middle income countries. OBJECTIVE: This study\'s aim was to investigate the influence of weather and climate variables on the quality of water from the public drinking water supply system of an urbanized watershed through the indicator of toxic algae - denominated cyanobacterias. MATERIALS AND METHODS: First, the cyanobacterias\' blooms in eutrophic reservoir and its\' consequences, was studied by literature review and by an exploratory analysis of monthy weather varables and cyanobacterias data. Secondly, a bibliographical mapping review was drafted in order to know the extension of the problem and what is known regarding it. Finally, data of weather and climate were correlated with the quality of supple water of the, Guarapiranga reservoir, located on the south of São Paulo metropolitan area, acknowledging predictability and prevention of the phenomenon of cyanobacteria bloom. FINDINGS AND DISCUSSION: The conclusion was that the anthropic pressure and land use are determinant factors to the eutrophication of supply reservoir and, therefore, hydrological basins occupied by urban sprawling are particularly at risk of presenting water reservoirs contaminated with toxic algae. They are the most targeted to supply water to their neighbor population. The bibliographic mapping showed that the proliferation of cyanotoxins in eutrophized reservoirs is prevalent in different latitudes and climates. The correlation modeling was successful in explaining 16% to 30% of blooms in Guarapiranga according to episodes of irradiation and low precipitation, matching results found in literature, although they are low for the creation of a predicative model. FINAL CONSIDERATIONS: The anthropic pressure of urbanization on hydrographic basins without planning or sanitary infrastructure guidelines was shown to be a matter of public and urban health. Cyanobacterias\' blooms was shown to be a phenomena present in different latitudes, climates and degrees of space organization, proving to be a matter of global public health. The modeling for the case of São Paulo has resulted in insufficient explanation values to generate a predictive model of the phenomena of flowering, indicating the complex interaction system involving environment, human occupation, land use and climate, and demanding that more variables be acknowledged in the model
Descritores: Cianobactérias
Biomarcadores Ambientais
Água Doce/análise
Estações do Ano
Saúde da População Urbana
Abastecimento de Água
-Meteorologia
Eutrofização
Bacias Hidrográficas
Saúde Pública
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; Dr. 431; BR67.1; Dr. 431


  5 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Texto completo
Id: biblio-828015
Autor: González-Parra, Gilberto; Querales, José F; Aranda, Diego.
Título: Predicción de la epidemia del virus sincitial respiratorio en Bogotá, DC, utilizando variables climatológicas / Prediction of the respiratory syncitial virus epidemic using climate variables in Bogotá, DC
Fonte: Biomédica (Bogotá);36(3):378-389, jul.-set. 2016. ilus, graf, tab.
Idioma: es.
Resumo: Introducción. El virus sincitial respiratorio es uno de los principales causantes de mortalidad de niños y adultos mayores en el mundo. Objetivo. Predecir las semanas de inicio de los brotes de infección por el virus sincitial respiratorio en Bogotá entre 2005 y 2010, utilizando variables climatológicas como variables de predicción. Materiales y métodos. Se establecieron las fechas de inicio de los brotes en niños menores de cinco años ocurridas entre 2005 y 2010, en Bogotá D.C., Colombia. Se seleccionaron las variables climatológicas utilizando una matriz de correlación y, posteriormente, se construyeron 1.020 modelos resultado de la combinación de las distintas variables climatológicas y las semanas de antelación al inicio del brote. Se seleccionaron los modelos utilizando los datos correspondientes a periodos de seis (2005-2010), cuatro (2005-2008) y dos años (2009-2010). Se determinaron los mejores modelos y las variables climatológicas más relevantes, utilizando clasificadores bayesanos ingenuos y curvas características de operación del receptor ( Receiver Operating Characteristic, ROC). Resultados. Los mejores resultados se obtuvieron con los modelos que utilizaron el periodo de dos años (2009-2010) y la semana 0, con 52 y 60 % de aciertos, respectivamente. La humedad mínima fue la variable que más apareció en los mejores modelos (62 %). Los clasificadores bayesanos ingenuos permitieron establecer cuáles eran los mejores modelos para predecir la semana de inicio del brote. Conclusiones. Los resultados sugieren que los modelos en que se utilizaron la humedad mínima, la velocidad del viento y la temperatura mínima serían los modelos de predicción más eficaces.

lntroduction: The respiratory syncitial virus is one of the most common causes of mortality in children and older adults in the world. Objective: To predict the initial week of outbreaks and to establish the most relevant climate variables using naive Bayes classifiers and receiver operating characteristic curves (ROC). Materials and methods: The initial dates of the outbreaks in children less than five years old for the period 2005-2010 were obtained for Bogotá, Colombia. We selected the climatological variables using a correlation matrix and we constructed 1,020 models using different climatological variables and data from different weeks previous to the initial outbreak. In addition, we selected models using a six-year period (2005-2010), a four-year period (2005-2008), and a two-year period (2009-2010). We obtained the best predictive models and the most relevant climatological variables to predict the outbreak using naive Bayes classifiers and ROC curves. Results: The best models were those using a two-year period (2009-2010) and week 0, with 52% and 60% of effectiveness, respectively. Humidity was the most frequent variable in the best models (62%). Conclusions: We used naive Bayes classifiers to establish the best models to predict correctly the initial week of the outbreak. Our results suggest that the best models used humidity, wind speed and minimum temperature in outbreaks prediction.
Descritores: Vírus Sinciciais Respiratórios
-Teorema de Bayes
Meteorologia
Epidemias
Previsões
Responsável: CO332 - Facultad de Medicina


  6 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-786501
Autor: Ribeiro, Helena; Pesquero, Célia Regina; Coelho, Micheline De Sousa Zanotti Stagliorio.
Título: Clima urbano e saúde: uma revisão sistematizada da literatura recente / urban health and climate: a systematic review of recent literature
Fonte: Estud. av;30(86):67-82, 2016. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Foi feita revisão sistematizada de 67 artigos sobre o tema Clima Urbano e Saúde a partir de busca nas plataformas Web of Science e Pub Med. Os artigos foram organizados por data de publicação, país de realização do estudo, por temas: metodologias; evidências de riscos à saúde por estresse térmico e por doenças infecciosas relacionadas ao clima; mitigação dos extremos do clima urbano por vegetação e outras formas; cobenefícios e articulações políticas...

A systematized review of 67 articles on urban climate and health was carried out from searches in the Web of Science and PubMed platforms. The articles were organized by date of publication, by the country where the study was undertaken and by subject: methods; evidences of health risks from thermal stress and climate-related infectious diseases; mitigation of extreme urban climate conditions through vegetation and other means; co-benefits and political articulations...
Descritores: Planejamento de Cidades
Mudança Climática
Efeitos do Clima
Doenças Transmissíveis
Área Urbana
Urbanização
-Meteorologia
Meio Ambiente
Aquecimento Global
Áreas Verdes
Vulnerabilidade em Saúde
Meteorologia
Limites: Seres Humanos
Masculino
Feminino
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência


  7 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-751981
Autor: Moreira, Tiago F; Zambrano, Jose U; Paula, Vitor M. de; Casagrande, Fernando P; Facury Filho, Elias J; Molina, Lívio R; Leme, Fabíola O. P; Carvalho, Antônio U.
Título: Perfil mineral de vacas mestiças Girolanda no período de transição em sistema semi-intensivo em duas estações do ano / Serum mineral profile of Girolanda cows during transition period in semi-intensive system in two seasons
Fonte: Pesqui. vet. bras = Braz. j. vet. res;35(3):249-257, 03/2015. tab, graf.
Idioma: pt.
Resumo: Neste estudo foi avaliado o perfil metabólico de vacas leiteiras no período de transição durante o verão e o inverno. Foram utilizados 31 animais pluríparos mestiços girolando em cada estação, totalizando 62 vacas. No verão permaneciam em pasto com suplementação de silagem de milho e concentrado. No inverno, a exigência nutricional era suprida apenas com silagem de milho e concentrado. Foram feitas um total de 11 coletas de sangue de cada animal segundo o seguinte protocolo: quatro coletas pré-parto espaçadas semanalmente, no dia do parto e com 2, 5, 10, 15, 21 e 30 dias pós-parto. Foram avaliadas as concentrações de cálcio, fósforo e magnésio. Todos os analitos variaram em função do estatus fisiológico. As concentrações médias de cálcio e magnésio foram maiores no verão do que no inverno. Em ambas as estações, as menores concentrações médias de cálcio ocorreram próximas ao parto, sendo que 75% dos animais no inverno e 35,48% dos animais no verão estavam hipocalcêmicos. Apenas no décimo dia as concentrações de cálcio voltaram aos níveis do pré-parto, demonstrando que esse tempo é necessário para a adaptação da nova condição de lactante. As concentrações de magnésio foram menores no pós-parto do que no pré-parto nas duas estações, demonstrando a necessidade desse mineral para a produção de leite. As concentrações médias de magnésio permaneceram sempre dentro dos valores de referência, porém 19% dos animais aos dois dias pós-parto no inverno e 7% dos animais aos 10 dias pós-parto no verão tinham concentrações inferiores a esses limites. As concentrações de fósforo sofreram grande variação ao longo do peri-parto, porém sempre em níveis elevados, sendo que 49,8% dos animais no inverno e 37,3% no verão tinham níveis de fósforo acima dos valores de referência.

The metabolic profile of dairy cows in the transition period during summer and winter was evaluated. Were used 31 crossbred Holstein/Gir cows at each season, totaling 62 cows. During summer they remained in pasture with supplementation of corn silage and concentrate and in the winter, corn silage and concentrate was offered to furnish the nutritional requirements. A total of 11 blood samples from each animal were taken according to the following protocol: four collections weekly antepartum, at birth and at 2, 5, 10, 15, 21 and 30 days postpartum. Concentrations of calcium, phosphorus and magnesium were evaluated. All analytes varied according to the physiological status. The average concentrations of calcium and magnesium were higher in summer than in winter. In both seasons, the lowest mean calcium concentrations occurred near calving, and 75% of the animals in winter and 35.48% of the animals in the summer were hypocalcemic. Only on the tenth day postpartum, the calcium concentrations returned to levels of prepartum, demonstrating that this time is necessary for the adaptation of the new condition of lactating. Magnesium concentrations were lower postpartum than prepartum in both seasons, demonstrating the need for this mineral for the production of milk. The average concentrations of magnesium remained always within the reference values for the species, but 19% of the animals at two days postpartum in winter and 7% of the animals at 10 days postpartum in summer had concentrations below these limits. Phosphorus concentrations suffered large variation along the peri-partum, but always at high levels, with 49.8% of the animals in winter and 37.3% in summer had phosphorus levels above the reference range of the species.
Descritores: Bovinos/metabolismo
Deficiência de Magnésio/veterinária
Hipocalcemia/veterinária
Período Periparto
Estações do Ano
-Meteorologia
Metabolismo/fisiologia
Limites: Animais
Feminino
Bovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice


  8 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-713132
Autor: Silva, Moacir Ferreira da.
Título: Reatividade fotoquímica da atmosfera de Cubatão e a influência de fontes exógenas / Photochemical reactivity of the atmosphere of Cubatão and the influence of exogenous pollutants.
Fonte: São Paulo; s.n; 2013. 256 p. mapas, tab, ilus, graf.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Doutor.
Resumo: Objetivo. Demonstrar que a ocorrência de episódios críticos de poluição por ozônio na região de Cubatão-Centro é influenciada pelo aporte externo de poluentes, que participam dos processos físico-químicos de formação e remoção de reagentes fotoquímicos na atmosfera. Métodos. O estudo envolveu a obtenção e o tratamento de dados meteorológicos e de concentrações de poluentes fornecidos pela rede de monitoramento da qualidade do ar, bem como a realização de campanhas de amostragem passiva de ozônio (O ) e ativa de COVs, aldeídos e etanol na atmosfera da região. A amostragem de O VI 3 foi realizada com amostradores tipo Ogawa® e as concentrações foram determinadas por cromatografia iônica, com detecção por condutividade elétrica. Na amostragem de COVs foram utilizados tubos de aço contendo o adsorvente Tenax-GR, e a quantificação das amostras foi realizada por cromatografia gasosa e espectrometria de massas. A amostragem de aldeídos foi realizada com cartuchos de sílica gel revestido com 2,4 DNPH, e a quantificação realizada por cromatografia liquida de alta performance, com detector ultravioleta (UV/VIS). A amostragem de etanol foi realizada com cartuchos revestidos de florisil, e a quantificação realizada por flame ionization detector. O transporte de massas de ar foi analisado com base em backward trajectories, calculadas pelo modelo STILT. A interpretação dos dados foi realizada por estatística descritiva, boxplot, análise de correlação e análise multivariada (clusters). Resultados. A maioria dos episódios de ultrapassagem do PQAr de ozônio ocorreu no verão, entre 15h e 16h, com ventos predominantes de S/SE e velocidades superiores a 2,5m/s, típicos de períodos diurnos (brisa marítima). As espécies orgânicas precursoras de ozônio mais importantes foram: formaldeído, acetaldeído, tolueno, 1,2,3-trimetilbenzeno, m-xileno, etanol, oxileno, etilbenzeno, 1,3,5-trimetilbenzeno e benzeno. A retrotrajetória das massas de ar que chegam à Cubatão-Centro comprovou a influência de emissões exógenas. Os resultados obtidos na circulação de mesoescala, simulada pelo modelo BRAMS, concordam com os resultados obtidos por JAESCHKE (1997), onde apenas uma parcela da concentração média de poluentes de Cubatão-Centro era oriunda de fontes locais, sendo o restante decorrente do transporte de massas, com ocorrência de elevadas concentrações de poluentes com fluxo de direção norte-noedeste (brisa terrestre) e sul-sudeste (brisa marítima)
Descritores: Poluição do Ar
Poluição do Ar
Compostos Orgânicos/química
Meteorologia
Ozônio/análise
Fotoquímica
-Brasil
Monitoramento Ambiental
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; DR, 1131, revisada. CM. 54445/2013


  9 / 37 LILACS  
              first record previous record next record last record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo
Id: lil-713103
Autor: Oliveira, Arnaldo Tiago Ribeiro Amorim de.
Título: Comunidade fitoplanctônica no monitoramento de rios do estado de São Paulo / Phytoplankton community in monitoring rivers of São Paulo state.
Fonte: São Paulo; s.n; 2012. 158 p. tab, graf, mapas.
Idioma: pt.
Tese: Apresentada a Universidade de São Paulo. Faculdade de Saúde Pública para obtenção do grau de Mestre.
Resumo: Objetivo. São poucos os estudos desenvolvidos sobre o fitoplâncton que habita os rios. No estado de São Paulo muitas das captações de água para o abastecimento público se localizam em rios de planície ou rios de baixo gradiente, e apresentam uma grande quantidade de barragens com reservatórios construídos no seu curso, além da presença de lagoas marginais e de pequenos represamentos para a captação de água, contribuindo para o desenvolvimento dos organismos planctônicos. Assim frente à necessidade de conhecer melhor a estrutura e a dinâmica de algas e cianobactérias planctônicas em rios visando aprimorar sua utilização como ferramenta de monitoramentos, o objetivo principal deste projeto foi o de reavaliar e discutir melhorias na aplicação do índice da comunidade fitoplânctonica (ICF), desenvolvido e utilizado pela CETESB, nestes ambientes. Metodologia. Foram avaliados oito locais de coleta, em rios junto a captações de água para o abastecimento público de seis importantes municípios do estado, durante o ano de 2009. As amostragens foram bimestrais e foram levantados os aspectos abióticos (precipitação, vazão, temperatura, pH, oxigênio dissolvido, turbidez, condutividade, carga orgânica e nutrientes) e biológicos (Coliformes termotolerantes, Clorofila a e a Comunidade Fitoplanctônica). Foram testadas e propostas alterações no ICF para aplicação em rios e aplicados outros índices de qualidade das águas utilizados pela CETESB como IET, IVA, ICF para comparação. Resultados. A comunidade fitoplânctônica nos rios estudados apresentou uma elevada riqueza de espécies, porém com uma alta proporção de espécies raras. A densidade dos organismos foi considerada baixa para a maioria dos rios. As maiores densidades estiveram mais relacionadas com o aumento da carga orgânica e as formas de nitrogênio, com aumento significativo no período de menor precipitação. O grupo Baccilariophyta, principalmente a classe Coscinodiscophyceae estiveram associados aos rios com melhor qualidade da água, enquanto a classe Chlorophyceae da ordem Chlorococcales foi correlacionada com o aumento da carga orgânica. A classe Cyanobacteria predominou nos rios com os maiores valores de fósforo e coliformes termotolerantes. A classe Cryptophyceae teve seu aumento relativo relacionado principalmente ao período mais seco com o decréscimo de outros grupos.
Descritores: Cianobactérias/crescimento & desenvolvimento
Monitoramento Ambiental
Fitoplâncton/crescimento & desenvolvimento
Rios/microbiologia
Qualidade da Água
-Meteorologia
Coleta de Dados
Amostras de Água
Responsável: BR67.1 - CIR - Biblioteca - Centro de Informação e Referência
BR67.1; MTR, 1949. CM. 54064/2012


  10 / 37 LILACS  
              first record previous record
seleciona
para imprimir
Fotocópia
Texto completo SciELO Brasil
Texto completo
Id: lil-684467
Autor: Melo, T M V; Lima Filho, J A C; Silva, J G; Amaral, C R A; Correia, F R; Sampaio, M O; Vasconcelos, N C T; Souza, W M A; Coelho, M C O C.
Título: Bipartição escrotal associada à má formação prepucial em ovino Morada Nova: relato de caso / Scrotal bipartition associated with preputial malformation in sheep Morada Nova: case report
Fonte: Arq. bras. med. vet. zootec;65(4):1103-1106, Aug. 2013. ilus.
Idioma: pt.
Resumo: As alterações anatômicas do aparelho reprodutor masculino de ovinos são pouco relatadas, especialmente a condição de bipartição escrotal. Devido à importância do esclarecimento sobre esta alteração anatômica, objetivou-se relatar o caso de um ovino da raça Morada Nova que apresentava bipartição escrotal associada à má formação prepucial. Observou-se que essa alteração pode ocorrer como condição de adaptabilidade a climas tropicais.

The anatomical changes in the male reproductive system of sheep are rarely described, especially the scrotal bipartition condition. Due to the importance of clarification of this anatomical change, we aimed to describe a case of a Morada Nova sheep that had scrotal bipartition associated with preputial malformation. It was observed that this change may occur as a adaptability condition to tropical climates.
Descritores: Meteorologia
Testículo/anatomia & histologia
-Ovinos
Responsável: BR68.1 - Biblioteca Virginie Buff D'Ápice



página 1 de 4 ir para página            
   


Refinar a pesquisa
  Base de dados : Formulário avançado   

    Pesquisar no campo  
1  
2
3
 
           



Search engine: iAH v2.6 powered by WWWISIS

BIREME/OPAS/OMS - Centro Latino-Americano e do Caribe de Informação em Ciências da Saúde